Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Refresco – Governador nomeia mais sete defensores

Sai, nesta sexta-feita, ato do governador Cid Gomes nomendo mais sete defensores públicos. A nomeação coincide com o dia em que a Defensoria Pública do Estado completa 15 anos de criação.

Segundo a defensora-pública geral Andrea Coelho, a medida é considerada positiva, embora ressalte que o setor continuará lutando por mais contingente. Atualmente, são 285 defensores na ativa, mas esse número não cobre todo o Estado.

Cerca de 70 % dos municípios cearenses continuam sem defensor público.

Bom lembrar que a categoria luta também por sua autonomia administrativa e financeira por inteiro, ou seja, como manda lei federal.

Em Editorial, O POVO repudia Novo Código Florestal

95 2

Com o título “Novo Código Florestal: vitória do atraso e da predação”, eis Editorial do O POVO desta sexta-feira. Confira:

A Câmara dos Deputados acaba de infligir à Nação um retrocesso constrangedor, na área ambiental, ao aprovar um novo Código Florestal que atende aos ditames da bancada ruralista. Esta se valeu da deformação do sistema representativo brasileiro, que não expressa a composição populacional (esmagadoramente urbana), mas deixa o Brasil refém das oligarquias rurais. Com isso, saiu derrotado o modelo de desenvolvimento sustentável.

Até regras mínimas, como o controle de origem da madeira de estados não integrados a um sistema nacional de dados sobre a extração, foram abolidas. Revogou-se também a obrigatoriedade de recompor 30 metros de mata em torno de olhos nascentes de água nas áreas de preservação permanente ocupadas por atividades rurais consolidadas até 22 de julho de 2008, assim como a recomposição de vegetação nativa em imóveis de agricultura familiar e naqueles com até quatro módulos em torno de rios com mais de 10 metros de largura.

O escândalo prossegue com a anulação da obrigatoriedade que recaía sobre os planos diretores dos municípios – ou sobre suas leis de uso do solo – de observarem os limites gerais de áreas de preservação permanente (APPs) em torno de rios, lagos e outras formações sujeitas à proteção em áreas urbanas e regiões metropolitanas. Com isso, a especulação imobiliária ficou de mãos desatadas.

Outro grande golpe foi a aprovação do destaque para que apicuns e salgados deixassem de ser considerados áreas de preservação permanente (APPs). Com isso os mangues – cujo papel é essencial para a reprodução de espécies marinhas (peixes e crustáceos) – ficarão ainda mais desguarnecidos

diante da ação predatória de certos criadores de camarões, desprovidos de qualquer escrúpulo ambiental.

Observe-se que a poluição dos mangues já é uma realidade dramática, atualmente. Imagine-se como estes ficarão sem essas salvaguardas legais.

Fortaleza – Situação da dengue já é de epidemia

“O boletim informativo sobre a dengue em Fortaleza, a ser divulgado hoje à tarde pelas autoridades do Estado e Município e que já está lançado no sistema de monitoramento do Ministério da Saúde, deve admitir oficialmente que há um quadro de epidemia na Capital. E, de forma preocupante, que a presença do vírus Tipo 4 da doença – considerado mais grave porque ainda não havia se manifestado epidemicamente na cidade – agora está disseminado.

Deverá ser informado que já são exatos 7.055 casos da dengue na Capital em 2012, conforme O POVO apurou junto a uma fonte da Secretaria Municipal da Saúde. Outro dado, extra-oficial, é que há outros 4.200 registros, ou pouco mais que isso, que já tiveram confirmação laboratorial prévia, mas que não teriam sido lançados a tempo no mesmo relatório emitido ao Ministério.

Somados, os casos então passariam de 11 mil desde o início do ano. Será mais de três vezes e meia o que foi apresentado no último boletim, entre uma semana epidemiológica e outra. De janeiro até o último informe (dia 20 de abril), Fortaleza apontava o total de 3.033 casos de dengue – até então com 38 sendo hemorrágicos e 21 indo a óbito. O POVO não obteve dados de mortes do novo boletim.

Reuniões estratégicas

O quadro epidêmico foi tema de uma reunião, ontem pela manhã, entre os secretários da Saúde Arruda Bastos, do Estado, e Ana Maria Fontelene, do Município, com técnicos da área. Hoje, segundo confirmou o coordenador de Proteção e Promoção à Saúde, Manoel Fonsêca, haverá mais duas reuniões estratégicas. O encontro terá gestores do controle de endemias e da área assistencial, para definir como será o atendimento nos hospitais e postos de saúde e o encaminhamento dos pacientes.

Fonsêca não quis confirmar os números da doença obtidos pelo O POVO – “só posso prestar informações após o boletim divulgado, quem deve falar é o Município” -, mas chegou a dizer que há uma “nova situação” em Fortaleza.

“O número é muito grande, bem acima do esperado. Para nós é uma situação bastante preocupante”, admitiu o diretor do Hospital São José, Anastácio Queiroz. O HSJ é referência em atendimento epidemiológico. Segundo ele, funcionários do setor de coleta de sangue (para exames) têm rejeitado trabalhar hora extra, diante da alta demanda no expediente normal.

O POVO tentou contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal da Saúde. Foram feitas diversas ligações, a partir das 18h até as 20h, mas os celulares disponíveis não foram atendidos.”

(O POVO)

Bancada federal do PT do Ceará votou contra Novo Código Florestal

114 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9pgTOOVY6k0&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

A bancada federal do PT do Ceará votou contra a proposta do Novo Código Florestal, mas a grande maioria dos parlamentares ficou com os ruralistas. Quem fala sobre o assunto é o deputado federal petista Artur Bruno.

Prefeito de Olinda participa de jantar-adesão pró-PCdoB em Fortaleza

122 1

O PCdoB promoverá nesta quinta-feira (26), a partir das 20 horas, no Clube Náutico, jantar-adesão. À frente, o senador Inácio Arruda, pré-candidato a prefeito de Fortaleza. O jantar-adesão tem como mote a comemoração dos 90 anos da chegada do comunismo no Brasil.

Entre as presenças nesse evento, o prefeito de Olinda, Renildo Calheiros, e o deputado federal Osmar Júnior (PI).

Lideranças de partidos da base aliada pró-Dilma no Estado foram convidadas. Entre elas, o governador Cid Gomes (PSB).

Cagece anuncia concurso público

A Cagece vai realizar concurso público ainda neste ano. A autorização foi dada pelo governador Cid Gomes. Serão ofertadas  315 vagas, mais 630 para cadastro de reserva. A decisão saiu durante reunião no Palácio da Abolição, onde estiveram presentes além do governador, o secretário das Cidades, Camilo Santana, e o presidente da estatal, Gotardo Gurgel.

O concurso irá disponibilizar vagas para nível médio e superior em várias áreas.

O último concurso realizado pela Cagece foi realizado há 11 anos, em 2001, e disponibilizou 40 vagas em nível superior e técnico. Atualmente, a Companhia tem 1.151 empregados próprios. Desta vez, a ideia é priorizar a área operacional e a necessidade de pessoal para novos sistemas.

Ministério Público Eleitoral acolhe representação do PSDB contra Gony Arruda

107 5
O Ministério Público Eleitoral (MPE) acatou, nesta quarta-feira, parecer favorável à representação do PSDB do Ceará contra o deputado estadual Gony Arruda (PSD). Em julho do ano passado, seguindo orientação da executiva nacional, o partido deu entrada com pedido de cassação do mandato do então parlamentar tucano junto ao Tribunal Regional Eleitoral. Alegou infidelidade partidária, a partir do momento em Gony assumiu a Secretaria Estadual de Esportes sem o consentimento da legenda e após campanha eleitoral em que a legenda se posicionou como oposição ao Governo Cid Gomes (PSB).

Segundo o primeiro-secretário da execuitva estadual do PSDB, Thiago Campelo, com o parecer do MPE, o rito processual está quase todo completo. “Agora, o processo segue concluso para julgamento do relator, juiz Cid Marconi Gurgel de Souza”, diz ele, confiante de que o partido possa recuperar essa vaga no Poder Legislativo.

Secretário fala sobre crise europeia em Icó

O secretário da Fazenda, Mauro Filho, fará uma palestra, nesta quinta-feira, sobre o tema “Crise Econômica na Europa e suas Implicações para o Mercado Brasileiro”.  

A exposição ocorrerá no auditórioo da Faculdade do vale do Slgado, no município de Icó, destinada a estudantes e professores do curso de Administração.

A palestra está marcada para as 19 horas, com direito a um debate em seguida.

Defensoria-Pública Geral em clima de debutante

108 1

Dentro da festa dos seus 15 anos de atividades, a Defensoria Pública do Ceará inaugura, nesta sexta-feria, às 9 horas, em suas sede, a Galeria dos Ex-Defensores e Ex-Corregedores Gerais do órgão.  Antes, haverá um café da manhã para a categoria que continua lutando por autonomia financeira e administrativa.

A defensora-pública geral Andréa Coelho informa que, para melhorar a prestação do serviço, o Núcleo Central de Atendimento sairá da rua Caio Cid e ocupará espaço maior na rua Pinto Banderia, 1111, no mesmo bairro Luciano Cavalcante.

Senai do Ceará inaura laboratório de tintas

O Senai vai inaugurar, às 17 horas desta quinta-feira, o Laboratório de Tintas do Centro de Formação Profissional Antônio Urbano de Almeida, unidade no bairro Jacarecanga. O espaço é uma parceria da entidade com o Sindicato das Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Destilação e Refinação de Petróleo do Estado do Ceará (Sindquímica).

O laboratório é voltado para tintas para a construção civil. O projeto, que teve início em 2009, contempla equipamentos únicos no Ceará. A inauguração desse laboratório faz parte da programação do IV Fórum Paint & Pintura de Tecnologia e Gestão em Tintas, Região Nordeste, que se realiza nesta quinta e sexta-feiera, no Hotel Blue Tree Premium, na Praia de Iracema.

SERVIÇO

* Centro de Formação Profissioal Antônio Urbano de Almeida – Avenida Padre Ibiapina, 1280, Jacarecanga – Fortaleza, Ceará.

A Política está obsoleta diante das redes sociais?

Com o título “Parece que foi anteontem”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara, abordando a politica como algo obsoleto, em meio ao ocaso dos partidos políticos. Confira: 

A política está obsoleta. Obsoleta nos termos em que se definia até o final do século passado – já tão remoto, embora tão recente. Antes revestimento, os ritos públicos são agora a própria substância do fazer – praxis virtualizada.

Contra o charme niilista hoje muito em voga – servidor involuntário do ideal conservador de estagnação – ofereço o absurdo da minha esperança e justifico: não há precedentes históricos para impasses permanentes.

Algo se move, mesmo que não o possamos ainda perceber. Mesmo no limite do pessimismo, ainda veria um ponto de inflexão na aparente imobilidade: sem que mais sejamos o que já fomos, ainda não somos o que seremos.

O ocaso dos partidos políticos como grupos de representação de classe e concepção acabada do mundo coincide com a emergência de uma nova dinâmica social sustentada pelos avanços tecnológicos recentes.

Se aqui falo de redes sociais – sim, é disso que se trata – estou movido menos pelo que elas são e muito mais pelo potencial do que virá: o presente é apenas a pré-história de um futuro insondável. Facebook (quase) já era.

Agora, quando escrevo este novo parágrafo, sou como um velho marinheiro que, embora não consiga enxergar o horizonte em meio ao nevoeiro, tem suficientes milhas de navegação para saber que ele sempre estará lá.

A obsoletização da política não é um desarranjo. Há conexão lógica entre partidos que não representam e democracias que não acolhem a vontade popular com nações sem soberania, geridas por um Capital sem face.

O fenômeno não deveria surpreender. Ele se move sobre um mundo físico onde se ara o chão sem lavradores e fábricas prescindem de operários. Agora, a força política se desloca dos que trabalham para os que consomem.

O mundo está de cabeça para baixo? Não, apenas mudou, e tão rápido que nos fez perder o senso de direção. Mas é momentâneo, o impasse. A radical plasticidade do novo tempo atordoa, mas logo revelará sua metaestrutura.

Como já disse o poeta que um dia decidiu desaparecer, “o novo sempre vem”. Enquanto houver gente em pé, será tempo de fazer. E mesmo que não saibamos o quê, faremos: humanos, estamos condenados a agir.

* Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta. 

Campanha de vacinação contra aftosa no Ceará é adiada para junho

206 2

A assessoria de imprensa da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri) informa: a campanha da febre aftosa, que estava marcada para em maio, foi adiada para 1º de junho. O adiamento é devido ao processo de sorologia do Ministério da Cultura, Pecuária e Abastecimento. Com isso,os bovinos do Estado terão o sangue colhido a partir de 18 de junho. O procedimento se estenderá por 30 dias. O objetivo é testar o sangue dos animais para a febre aftosa. A sorologia acontece em vários Estados do Brasil e serve de controle da doença.

Em maio, haverá o sorteiro das propriedades. Cerca de 20 animais de cada fazenda, entre 6 e 12 meses, serão avaliados. Caso não haja animais suficientes dessa faixa etária, a idade pode se estender até os 24 meses. O resultado sairá em 90 dias. Durante esse período, os animais não podem ser vendidos ou transferidos para outra propriedade. Também não será possível vacinar esses animais contra a febre aftosa.

Assembleia promove debate sobre táxis intermunicipais

Por iniciativa do deputado estadual Danniel Oliveira (PMDB), a Assembleia Legislariva promoverá nesta quinta-feira, a partir das 14h30min, audiência pública para debater com a categoria dos taxistas e os órgãos de trânsito o problemo crônico do tráfego de taxis intermunicipais.

Durante a audiência pública, Danniel vai apresentar projeto de lei que regulamenta o tráfego com a implantação do “Guia de Autorização de Trânsito Intermunicipal”. O peemedebista diz que o objetivo é buscar soluções para o impasse que existe há mais de 30 anos entre esse tipo de serviço e órgãos de fiscalização.

Vereador quer plebiscito sobre obra do Acquario

246 12

O vereador João Alfredo (PSOL) vai dar entrada, no setor de protocolo da Câmara Municipal de Fortaleza, num projeto de decreto legislativo de sua autoria que convoca um plebiscito sobre a implementação da obra do Acquario do Ceará.

Ao meio-dia, ele adotará tal medida, tendo o apoio do grupo “Quem dera ser um peixe”, que é contra o empreendimento por considerar danoso para o meio ambiente na área da Praia de Iracema.

Cid participará de reunião da Sudene nesta 6º feira

O governador Cid Gomes (PSB) vai participar da reuião do Conselho Deliberativo da Sudene, nesta sexta-feira, no Recife, informou sua assessoria de imprensa.

A reunião envolverá todos os governadores da região e os governadores de Minas e Espírito Santo, que discutirão, na prática, as medidas anunciadas pela presidente Dilma Rousseff para amenizar  a situação dos agricultores que perderam a safra.

Cid Gomes quer antecipação do Programa Garantia Safra, que assegura R$ 680,00, dividido em cinco parcelas, para agricultores que, comprovadamente, perderam a plantação.

DETALHE – Nesta sexta-feira, Cid Gomes estará completando 49 anos. Que não receba pesente grego do governo federal.

Novo Código Florestal – Ambientalista culpa PCdoB pela aprovação da matéria

94 5

De Polô, que foi candidato a senador pelo Partido Verde do Ceará – hoje desfiliado da legenda, comentando, em seu facebook, a aprovação do Novo Código Florestal:

Hoje o dia nasceu cinza… senti vontade de não me levantar da cama! Um enorme sentimento de indignação, vergonha de ser brasileiro e uma dor que vinha da alma! É, amigos, aprovaram o Novo Código Ruralista. E, como se não bastasse, o pivô disso tudo foi um partido que se diz progressista, um partido que vendeu sua alma aos ruralistas e ainda se diz socialista – o “PCo2doB” (como diz meu amigo João Saraiva), 90 anos jogados na lata do lixo.

Minha filha me perguntou, olhando para a fumaça de uma chaminé:
– É daí que se formam as nuvens?

Respondi que não e dei a explicação correta. Mas, no fundo, deu vontade de dizer que sim e que era culpa de um traidor chamado Aldo Rebelo!

Um alerta sobre a obra de reforma do teto do Mercado Central

79 2

A foto está até bonita, mas a cena merece reflexões. Alguns operários que fazem a reforma do teto do Mercado Central circulavam, no começo desta manhã de quinta-feira, à vontade sobre o prédio.

Seria bom que a Prefeitura chamasse a atenção dos responsáveis pelo trabalho para as normas básicas de segurança. 

(Foto – Leitor do Blog)

Alô, Secult! Dragão do Mar anda mesmo esvaziado?

162 1

Secretário Francisco Pinheiro (Cultura)

Com o título “Dragão do Mar: fim do Espaço Unibanco de Cinema”, eis editorial do O POVO desta quinta-feira. Aborda o fechamento de sala de cinema, numa cidade de pouca oferta e que ainda se dá ao luxo de fechar sala do tradicional Cine São Luiz. Isso é prova de que o Dragão do Mar anda esvaziado e que a Secretaria da Cultura do Estado desprestigiada.

No dia 30 deste mês – para tristeza dos frequentadores -, serão realizadas as últimas sessões de cinema nas salas do Espaço Unibanco, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. O fim da parceria com o Unibanco/Itaú é visto não só como mais um passo no esvaziamento do Dragão do Mar, mas como um novo golpe contra o Centro histórico de Fortaleza e contra a própria vida cultural da cidade.

Como se sabe, a inauguração das duas salas do Espaço Unibanco de Cinema, em 1999 (um ano após a inauguração do equipamento cultural) inseriu Fortaleza num importante circuito de filmes independentes e mostras nacionais e internacionais, ao mesmo tempo em que dava ensejo a projetos paralelos. Tratava-se de um ineditismo, em termos de Nordeste, já que o grupo Unibanco, até então, tinha salas de exibições apenas em São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre (hoje, são 114 salas no Brasil, e as duas do Dragão do Mar eram as únicas da cidade).

A opção do grupo por Fortaleza decorreu da atração despertada pela forte vocação cultural que emanava da cidade. A ousadia da criação do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura era uma prova disso: o equipamento prometia dar impulso à vida cultural local, pô-la em contato com as expressões universais e atuar, ao mesmo tempo, como elemento catalisador das potencialidades cearenses. Assim foi, aliás, durante certo tempo (embora nunca tenha atingido, de fato, a totalidade daquilo que se propôs originariamente).

Infelizmente, nos últimos tempos, parece que o próprio governo deixou de considerá-lo uma prioridade. O que, aliás, não é nada inédito, visto que a Cultura sempre foi vista como um elemento secundário nas preocupações do poder público, sobretudo, no Ceará.

O fato é que o Dragão do Mar entrou num processo de esvaziamento e de escanteio que comprometeu não só suas atividades, mas, a própria estrutura. A falta de uma manutenção sistemática, a degradação do entorno, pela ausência de segurança pública, e outros fatores paralelos cortaram o fluxo de frequentadores. Não chega a surpreender que esse processo atinja, agora, as salas de cinema, pondo fim a uma parceria que rendia uma diversão de qualidade e concorria para o enriquecimento cultural de seus frequentadores. Fortaleza não merece isso.