Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Luizianne Lins vai reunir prefeitos eleitos do PT em Fortaleza

244 2
A prefeita Luizianne Lins, que também é presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, vai se reunir nesta segunda-feira, a partir das 19 horas, no Gran Marquise Hotel. Hora de conversar com os prefeitos eleitos do partido, em clima de congraçamento.
Neste pleito, o PT elegeu 30 prefeitos no Estado, passando das atuais 15 prefeituras no interior para 30. Bom lembrar que está na disputa do segundo turno em Fortaleza com Elmano de Freitas, ocasião em que apelará pelo apoio dos prefeitos aos conterrâneos da Capital.Prefeitos eleitos do PTACARAÚ – PEDIM DO CLETO (pendente na Justiça)
DEPUTADO IRAPUAN PINHEIRO – ZÉ ILCA
SENADOR POMPEU – VAUIRES
PACOTI – DR. MARCOS
BARBALHA – ZÉ LEITE
QUIXELÔ – FÁTIMA GOMES
ARARENDÁ – ARISTEU
IRACEMA – ZE JUAREZ
PINDORETAMA – VALDEMAR
SOBRAL – VEVEU
ICAPUÍ – JERONIMO REIS
PACAJUS – MARCOS PAIXÃO
AMONTADA – PAULO CESAR
MISSÃO VELHA – DR. TARDINY
MORADA NOVA – WANDERLEY NOGUEIRA
ASSARÉ – SAMUEL FREIRE
CANINDÉ – CELSO CRISOSTOMO
TABULEIRO DO NORTE – MARCONDES
OCARA – VÂNIA
CRUZ – ADAUTO
ITAPIPOCA – DR. DAGMAURO
RERIUTABA – AGUIAR NETO (pendente na Justiça)
FORQUILHA – GERLASIO PLAY
SALITRE – RONDILSON
MAURITI – EVANILDO
IPAPORANGA – TOINHO CONTABIL
PENTECOSTE – IVONEIDE CARNEIRO
GROAÍRAS – ADAIL
MORRINHOS – JERÔNIMO BRANDÃO
JAGUARUANA – ANA TERESA

Heitor confirma coletiva para esta 2ª feira quando dirá seu rumo na disputa em Fortaleza

126 8

O candidato derrotado a prefeito de Fortaleza pelo PDT, Heitor Férrer, confirmou, neste domingo: às 9h30min desta segunda-feira, estará anunciando sua posição sobre a disputa de segundo turno em Fortaleza, que envolve o petista Elmano de Freitas e o socialista Roberto Cláudio.

Heitor anunciará se apoiará um dos nomes ou se adotará a neutralidade no processo, durante entrevista coletiva na Assembleia Legislativa.

Na última semana, o seu partido, através do presidente regional, deputado federal André Figueiredo, fechou apoio ao candidato Roberto Cláudio. Também fez mesmo o PPS, sigla que apoiava o pedetista.

Elmano participa de minicarreata pelas ruas do Genibaú e Conjunto Ceará

O candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, participou, neste domingo, de uma minicarreata pelas ruas dos bairros Genibaú e Conjunto Ceará. Ele acenou para moradores e recebeu mensagens de apoio.
Elmano está otimista com a campanha neste segundo turno. Garantiu que os ataques dos opositores só o incentivam a reforçar o trabalho de corpo a corpo eleitoral.
(Foto – Divulgação)

Cearense homenageará em sessão do Congresso a memória de Uysses Guimarães

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=V-lAKEzQyk4&feature=plcp[/youtube]

Nesta segunda-feira, às 17 horas, haverá sessão solene do Congresso Nacional em homenagem a Ulysses Guimarães. Ele foi o presidente da Assembleia Nacional Constituinte de 1988 e lutou pela redemocratização do País. Ulysses desapareceu em acidente aéreo.

O deputado federal Mauro Benevides (PMDB), que foi o vice da Assembleia Constituinte,  falará em nome da Câmara os Deputados. Mauro Benevides falou para o Blog sobre o ato.

PCdoB anuncia nesta 2ª feira posição sobre a disputa em Fortaleza

190 3

Inácio Arruda, candidato derrotado, vai estar na coletiva.

O PCdoB vai anunciar, às 11 horas desta segunda-feira, durante coletiva em sua sede estadual, qual o rumo que seguirá neste segundo turno das eleições  de Fortaleza. A informação foi dada para o Blog, neste domingo, pelo presidente estadual da legenda, Carlos Augusto Diógenes, o “Patinhas”.

O anúncio contará com a presença do dirigente municipal Luis Carlos Paes e do candidato derrotado a prefeito, o senador Inácio Arruda.

Há expectativas de que o PCdoB feche apoio pró-Roberto Cláudio (PSB/PMDB). O partido, no âmbito do Governo Cid Gomes, ocupa a pasta da Saúde, uma das mais importantes da administração estadual.

Moroni deve anunciar posição nesta 2ª feira

O candidato derrotado a prefeito de Fortaleza pelo DEM, Moroni Torgan, é aguardado nas próximas horas de Brasília, onde visitou um filho e conversou com a direção nacional da legenda sobre a disputa de segundo turno na Capital.

Moroni deve anunciar sua posição nesta segunda-feira. O local da coletiva ainda não definido.

No comitê pró-Roberto Cláudio, há quem aposte que o apoio de Moroni será para o PSB. Seria o contraponto ao Capitão Wagner, vereador eleito pelo PR, hoje apoiador do petista Elmano de Freitas.

Motorista é assassinado e duas mulheres são baleadas em Senador Pompeu

Um motorista perdeu a vida e duas mulheres foram baleadas em uma comunidade rural no município de Senador Pompeu, no Sertão Central cearense e conforme a Polícia Civil o fato foi meramente por erro do homicida. O Inspetor Alexandre, lotado na Delegacia Regional e Polícia Civil de Senador Pompeu, disse que as vítimas estavam comemorando a vitória de seus candidatos, quando um homem chegou atirando, “o alvo seria outra pessoa, pois a vítima fatal não tinha desavença com ninguém”, destacou o Inspetor.

O motorista Francisco Alves da Silva, 50 anos, foi morto com um tiro na cabeça, já a sua esposa foi lesionada à bala na coxa esquerda, identificada apenas por “Judite”, 49 anos, o casal morava na cidade de Manaus-AM, foi socorrido ao Hospital de Mombaça. Ainda a caminho o motorista morreu. No local uma terceira pessoa foi baleada, identificada apenas por Francisca, filha do “Chico Antônio”, 19 anos, natural de Quixeramobim, apresentava duas perfurações na coxa esquerda.

O crime ocorreu na localidade do Sítio Mandacaru e teve como autor um indivíduo desconhecido que estava em uma moto Twister, cor vermelha, sem capacete, chegou sem ninguém perceber e efetuou vários disparos contra as vítimas. Segundo populares o individuo que efetuou os disparos proferiu as seguintes palavras: “Matei a pessoa errada”, em seguida fugiu.

(Blog Senadorpompeuagora)

PSTU de Fortaleza apregoa voto nulo neste segundo turno das eleições

205 3

O PSTU de Fortaleza, por meio do candidato derrotado à Prefeitura, Gonzaga, divulgou, neste domingo, nota sobre sua posição em termos de segundo turno. O partido, sem surpresas, decide não apoiar ninguém e recomendar o voto nulo. Confira:

Antes de qualquer coisa, queremos agradecer aos que, a despeito da força do capital que alimenta as máquinas eleitorais, depositaram um voto de confiança em nosso programa por uma Fortaleza para os trabalhadores. Cada voto que recebemos tem a função de fortalecer a nossa tática para o próximo período, que é a de fazer frente a uma nova ofensiva que os patrões e os governos preparam contra a classe trabalhadora. Dito isso, queremos externar a nossa posição sobre o segundo turno.

Como se fosse pouco a utilização da máquina pública para reforçar os seus frágeis músculos políticos, os dois candidatos governistas ainda tiveram a seu favor uma postura ativa dos institutos de pesquisa. Essa combinação, decerto, contribuiu decisivamente para levar Elmano e Roberto Cláudio ao segundo turno.

Trata-se, de fato, de uma nova eleição. Nesse segundo tempo eleitoral, os trabalhadores não têm alternativa. O que se apresenta como tal, efetivamente, não passa de dois lados de uma mesma medalha.

Roberto Cláudio é o candidato de uma oligarquia, que já controla o governo estadual, e que, no comando da Prefeitura de Fortaleza, é promessa de mais repressão aos que lutam, conforme se verificou em episódios em que a força de segurança pública atuou violentamente, a exemplo das greves dos professores e trabalhadores rodoviários.

Elmano de Freitas, cuja trajetória está originalmente ligada aos movimentos sociais, tem enorme responsabilidade em todo esse processo. Ao lado de Luizianne e do seu partido, o PT, ajudou a criar uma ilusão nas massas de que a família Ferreira Gomes era uma “força progressista”, que poderia ser aliada do povo em seus embates. O Partido dos Trabalhadores, inclusive, ocupa cargos estratégicos no governo Cid Gomes e, passada a eleição, não está descartado do horizonte político que os dois lados que agora se enfrentam novamente se harmonizem à volta de um projeto unificado.

Sem dúvida, o balanço que temos dos agrupamentos políticos que sustentam os dois candidatos é bastante categórico: como governos, se enfrentam com os que lutam por salário, emprego, moradia, saúde, educação e transporte público de qualidade. Por que, então, agora seria diferente? Um lado governa o Ceará; outro governa Fortaleza. Mais que isso: ambos administram para os ricos e suas campanhas são financiadas pelos mesmos grandes grupos econômicos.

A partir dessa análise, compreendendo que nenhum dos dois candidatos é opção para classe trabalhadora, o PSTU orienta seus militantes e filiados, assim como os seus simpatizantes, a anularem o voto nesse segundo turno.

Fortaleza, 14 de outubro de 2012

* Francisco Gonzaga
(Presidente do Diretório Estadual do PSTU)

“Prefeituráveis” à parte, a disputa pelo comando da Câmara Municipal já começou

Elmano e Acrísio durante ato em que o presidente da Câmara desistiu de pré-candidatura.

Definido. Se Elmano de Freitas ganhar a Prefeitura de Fortaleza, o petista Acrísio Sena entrará no jogo pela presidência da Câmara Municipal. Ele foi o primeiro dos pré-candidatos do partido a sair da disputa para apoiar Elmano.

Já no caso de uma vitória do candidato Roberto Cláudio (PSB), há possibilidades de que Salmito Filho, ex-presidente da Câmara Municipal, seja o cotado. Ele, inclusive, era pré-candidato do PSB à Prefeitura e abriu sem problemas.

Mas o vereador Elpídio Nogueira (PSB), que entrou nesse páreo duas vezes, acha que sua vez estaria chegando.

Heitor deveria refletir sobre contradições políticas de sua candidatura

228 5

Com o título “Pesquisas: da opinião pública à opinião publicada”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara, que está de volta ao Blog com sua análises e avaliações polêmicas. Ele aborda as pesquisas eleitorais e seus errinhos que causam estragos. Confira:

Nenhuma atividade humana está imune ao logro. Pois institutos de pesquisa, em sua maioria, adulteram resultados, sim, quando regiamente pagos para este fim. Também é verdade que há institutos, inclusive entre os maiores, que definitivamente não operam nessa frequência.

Outra verdade sobre pesquisas de opinião: como os juízes de futebol, os institutos de pesquisa erram, na maioria dos casos em que isto ocorre, involuntariamente, levados mais habitualmente pelas limitações técnicas do método do que pela presumida má fé que sempre lhe conferem.

Mais uma verdade: assim como os garçons alegam boa fé, mas sempre erram as contas “para mais”, as pesquisas tendem mesmo a captar com menor precisão os percentuais de quem se encontra em ascensão e, ao contrário, com maior definição os índices dos líderes mais previsíveis.

Outra: como em quase todas as circunstâncias de relacionamento humano, há uma margem variável de insinceridade também quando um pesquisador aborda o cidadão comum. Neste caso, agravada porque o contato se dá entre desconhecidos e sob a pressão de expectativas relativas ao saber.

A abordagem das pesquisas de opinião é precária por si: dela deve resultar uma resposta estritamente objetiva para uma questão tão subjetiva quanto possa ser a intenção de voto, que se dá sob a influência de estímulos sobre as quais o próprio sujeito do voto tem precária consciência.

É comum que este se sinta bem menos à vontade para manifestar suas inclinações quando elas incidem sobre nomes ainda emergentes na curva média das preferências, optando muitas vezes por declarar na ocasião outro nome, que lhe pareça mais razoável ao senso comum momentâneo.

Nada do que está dito aqui é pronunciado à margem da experiência e do conhecimento. Para cada uma dessas afirmações, fácil demais seria citar inúmeros exemplos. Há farta literatura sobre o assunto e, nela, consensos suficientes para que as pesquisas sejam observadas com maior reserva.

Logo, não há nada de novo sob o sol do Ceará. Já nas primeiras eleições municipais realizadas por aqui, em 1985, a professora Maria Luiza Fontenele assombrou a cidade com a “explosão silenciosa” de sua vitória – algo que provavelmente nem mesmo ela talvez acreditasse até a véspera.

O problema resulta de um equívoco original: a credibilidade excessiva que se atribui aos percentuais apresentados pelas pesquisas eleitorais, onde o erro maior é tomar o fator “margem de erro” como uma mera reserva técnica, quando, na verdade, há nele uma larga plausibilidade.

Os meios de comunicação dão força de verdade às pesquisas em suas manchetes e as execram nas “análises de fundo”. Os políticos, igualmente: reclamam dos resultados quando não lhes agradam, mas os divulgam com estardalhaço nos seus programas eleitorais quando os números lhe favorecem.

Boa parte da imprecisão das pesquisas decorre ainda da natureza volúvel do eleitor, em sua maioria despolitizado, e, ainda, já que as certezas confortam, a necessidade emocional do militante em crer, sob a tensão extremada da disputa, que ele reagirá movido por parâmetros previsíveis. Nem sempre.

Em Fortaleza, compreendida as reações de humana decepção, não é sensato afirmar que os grandes institutos se uniram em um grande conluio para prejudicar Heitor Férrer. Mas é plausível admitir que ele deva pelo menos em parte sua exclusão do segundo turno a esta distorção projetiva.

Se pudesse definir em uma única expressão o que aconteceu em Fortaleza, apostaria no acentuado grau de indiferença do eleitor diante do processo de disputa como o fator que mais contribuiu para que chegassem ao segundo turno aqueles candidatos com maior exposição na mídia.

Quanto menos o eleitor se envolve no processo eleitoral, maior a influência da propaganda e menor a força da opinião pública – porque opinião pública não é a opinião que se publica, mas o que as pessoas andam dizendo umas para as outras, uma dimensão mais autônoma da comunicação social.

Logo, diante de um quadro de apatia, impediu Heitor Férrer de seguir adiante a dificuldade em dotar a esperança que ele representou de uma atmosfera de maior entusiasmo e militância. E aí, mais do que ocupar-se com pesquisas, deveria ele refletir sobre as contradições políticas de sua candidatura.

* Ricardo Alcântara,

Poeta e Publicitário.

Roberto Cláudio visita Feira das Goiabeiras

Nesta manhã de sábado, o candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSB/PMDB, Roberto Cláudio, visitou a Feira das Goiabeiras. Ali, cumprimentou eleitores, feirantes e prometeu investir no fortalecimento dos pequenos negócios.

Para Roberto Cláudio, o apoio aos microempresários e microempreendedores individuais deve ser uma prioridade, pois gera renda e emprego principalmente na periferia da Capital.

(Foto – Divulgação)

O patinho feio das carreiras jurídicas

Em artigo no O POVO deste sábado (13), o advogado e membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-CE, Irapuan Aguiar, fala sobre o esquecimento das faculdades de Direito, quanto à carreira de delegado. Confira:

A história “O patinho feio” pode ser comparada à trajetória dos delegados de Polícia Civil na sua luta pela reinserção nas carreiras jurídicas estaduais, ao lado dos defensores públicos e dos procuradores de Estado.

A caminhada tem sido lenta e árdua, talvez por uma questão cultural, por preconceito, falta de estudo ou condicionamento mental de alguns que ainda confundem esta autoridade policial com o fantasioso “xerife” cinematográfico ou o herói de quadrinhos.

As próprias faculdades de Direito, estrabicamente, parecem direcionar a formação de seus alunos apenas para a advocacia, para a promotoria pública ou para a magistratura, como se os delegados de Polícia, tomando decisões em nome do Estado e em defesa da sociedade, e lidando com a vida, a liberdade e a segurança das pessoas, não balizassem suas ações por normas constitucionais e legais, e fossem estranhas às carreiras jurídicas.

Em que pese o desfoque motivado pela forma como as notícias a respeito dos atos e fatos policiais são veiculados, levando a que, até pessoas responsáveis, desconheçam suas elevadíssimas atribuições, uma realidade não se nega: ocorrida uma infração criminal, dentre as instituições que intervêm em nome do Estado, na persecução penal, uma delas – em regra, a primeira – é a polícia judiciária, cujos atos, no Brasil, juridicamente, são presididos pelo delegado de Polícia.

Apesar de tal encargo ter sido erigido à categoria de mandamento constitucional (artigo 144, § 4º), como instrumento jurídico em defesa da sociedade, a discriminação da carreira de delegado frente às demais carreiras jurídicas é flagrante.

Cabe, portanto, ao governo cearense restabelecer o tratamento igualitário que, historicamente, sempre dispensou às suas carreiras jurídicas, a partir da concessão da mesma referência de teto salarial já deferida aos defensores públicos e aos procuradores do Estado.

Cid volta a fazer promessas sobre atrações para a festa de entrega do Castelão

294 4

Enquanto aproveitava as atrações do primeiro dia do Ceará Music, o governador Cid Gomes falou sobre as especulações para o show de inauguração da Arena Castelão. “As negociações com o Paul McCartney estão muito difíceis. No entanto, outros nomes estão sendo cogitados”, afirmou.

Segundo o governador, há possibilidade da vinda do cantos Elton John, por questões logísticas. Cid disse ainda que teve uma conversa com Roberto Medina, organizador do Rock in Rio. “Ele me sugeriu a possibilidade de negociar com a banda Red Hot Chilli Peppers”, disse.

A Arena Castelão fica pronta em dezembro, mas a festa de inauguração deve ocorrer somente em janeiro de 2013.

(POVO Online)

VAMOS NÓS – O governador devia deixar de tanto especular sobre atrações para inauguração do Castelão. Daqui a pouco vai trazer mesmo a Madona.

O que foi mesmo a Operação MPE e Polícia em Sobral?

283 6

A Assessoria de Imprensa do Ministério Público Estadual divulgou, nesta sexta-feira, todos os detalhes de operação realizada com a Polícia Civil em Sobral (Zona Norte). Na ação, um andar completo do prédio do Paço Municipal foi lacrado para coleta de documentos. Mas o que foi mesmo isso tudo? Eis a explicação do MPE:

Uma força tarefa do Ministério Público do Estado do Ceará realizou no dia 10 de outubro diligências para cumprimento de mandados de busca e apreensão emitidos nos autos de processo cautelar criminal em tramitação junto na 1ª Vara Criminal. A operação envolveu oito promotores de Justiça e contou com o auxílio das Polícias Civil e Militar.

O objetivo era apreender documentos e materiais referentes a processos licitatórios do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) que indicam a prática de crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos públicos e crimes previstos na Lei das Licitações.

Os promotores de Justiça Andre Luís Tabosa de Oliveira, Bismarck Soares Ribeiros, Carlos Augusto Tomaz Vasconcelos, Irapuan da Silva Dionizio Junior, Juliana Cronemberger de Negreiros Moura e Venusto da Silva Cardoso, atuaram na Ação Cautelar proposta a partir de Procedimento Administrativo instaurado pelo Núcleo de Tutela Coletiva da 7ª Unidade Regional, onde se apurou indícios da prática dos delitos acima mencionados por empresas que prestaram serviços ao SAAE nos anos de 2008 a 2011 em contratos com o Município de Sobral.

Em razão dos indícios e fraudes e desvios dos recursos púbicos os mandados foram expedidos para busca e apreensão nos setores de Licitação, Contabilidade e Financeiro da Prefeitura Municipal de Sobral, bem como no domicílio de pessoas físicas e jurídicas das titulares das empresas AGT Construções e Empreendimentos Ltda, C.A. Construções e Ferrovias Ltda e Benedito Basilio Madeira ME, além da sede do SAAE, já que desde janeiro de 2010 a Prefeitura Municipal realiza as licitações referentes ao SAAE.

As fraudes investigadas revelaram que, muito embora as empresas tenham recebido milhões de reais pela suposta execução dos contratos públicos, os indícios demonstram que não cumpriam ou não realizavam as obras ou serviços públicos para os quais se obrigaram. A operação começou às 6 horas da última quarta-feira (10), no Distrito de Jaibaras, onde funcionaria a sede da AGT Construções, e nos bairros das Pedrinhas e Junco, onde estariam sediadas as empresas Benedito Basílio Madeira ME e CA Construções e Ferrovias Ltda, respectivamente.

Já na sede da Prefeitura Municipal de Sobral, no Setor Financeiro da Prefeitura, onde se expedem os pagamentos, foram encontrados dez carimbos de empresas vencedoras das licitações, principalmente de construtoras, bem como dezenas de recibos em branco, já carimbados e assinados por várias empresas privadas que participaram de diversas licitações, fato este que será objeto de profunda investigação.

Dentre os materiais apreendidos, estão documentos relacionados com licitações, material financeiro e contábil das empresas envolvidas e de outras empresas, recibos e notas fiscais em branco, além dos HDs de computadores. Chamou atenção da equipe que numa única empresa foram apreendidos dezenas de carimbos de outras pessoas jurídicas concorrentes nas licitações municipais. Todo material será analisado pelos técnicos do Núcleo de Apoio Técnico do Ministério Público do Estado do Ceará (NAT), pelo Tribunal de Contas do Município, demais órgão Públicos e pelos promotores de Justiça que atuam no feito.

A operação contou também com o apoio dos delegados da Polícia Civil José Vieira Junior, doutora Rosa e doutor Leonardo, e da Polícia Militar, que realizaram as apreensões acompanhados dos promotores de Justiça e de quatro técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), atendendo ao acordo de Cooperação Técnica entre MP e TCM. Após a análise do material e conclusão do procedimento em curso no Núcleo de Tutela, serão propostas as competentes ações de improbidade e ações penais contra os envolvidos.

Elmano participa de minicarreata neste feriado

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PT, Elmano de Freitas, participou, nesta sexta-feira, de uma minicarreata cruzando vários bairros da cidade. Os carros partiram do Comitê Central, na Avenida da Universidade e se dispersaram na Parangaba. Com Elmano, a deputada estadual Eliane Novais (PSB) e o coordenador-geral de campanha, deputado Antônio Carlos.

A minicarreata cruzou ainda bairros como Montese, Vila União e bairro de Fátima.

(Foto – Eduardo Magalhães)

Parque do Cocó e Parque Botânico ganharão brigadas para combater incêndios

Desde julho deste ano, o Parque Botânico, Unidade de Conservação (UC) localizada em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), já registrou sete incêndios florestais. A situação também atinge outras unidades, como o Parque do Cocó. Para sanar esses problemas, o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) realizou váris reunões com gestores de UCs e representante do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A solução proposta foi a criação de uma brigada de incêndios, que deve ser formada por bombeiros, Polícia Militar Ambiental, Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), funcionários das unidades e comunidade. O grupo terá a função de prevenção e combate dos focos de incêndio.

Segundo Maria Dias Cavalcante, coordenadora do núcleo de Desenvolvimento Sustentável do Conpam, será feito um treinamento específico para formar os componentes da brigada. “A ideia é criar uma grande brigada metropolitana. Quando conseguirmos montar esse piloto, podemos tentar estender depois para todo o estado”, conta. Ainda segundo ela, o treinamento formará grupos que atuarão, num primeiro momento, no Parque do Cocó e no Parque Botânico.