Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Editorial do O POVO: “Desejo de boas chuvas”

Com o título “Desejo de boas chuvas”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira:

Olhos aos céus novamente. Voltam-se as atenções de todo fim de ano do cearense, preocupado em saber se a próxima quadra chuvosa será mesmo farta, não só de esverdejar o pasto no Sertão e lavar os telhados e as ruas das zonas urbanas, mas se também virá satisfatória para garantir a boa recarga dos açudes do Estado. Na última semana, foi o anúncio oficial feito pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) que ligou o alerta: o El Niño está confirmado para 2019. Não é uma boa notícia para a virada de ano.

O fenômeno oceânico-atmosférico de aquecimento das águas superficiais do Pacífico é o principal influente na formação de nuvens permanentes sobre o Nordeste do Brasil. O El Niño transforma todo o percentual chuvoso da região.

Por enquanto, segundo a Funceme, a anomalia no maior dos oceanos segue ainda na intensidade de baixa a moderada, e dependendo de outras consolidações para assegurar se as precipitações virão boas ou ruins na próxima temporada.

Os reservatórios cearenses estão atualmente com pouco mais de 10%. Nível preocupante diante da incerteza – apesar de este dezembro estar sendo o mais chuvoso dos últimos oito anteriores. A quadra oficial das chuvas é registrada entre os meses de fevereiro e maio. Dezembro e janeiro formam o período de pré-estação e lançam indicações de como será o ciclo.

Uma das variáveis aguardadas pelos meteorologistas virá do próprio Atlântico. O oceano das nossas costas é menos influente porque é menor e sofre mais alterações. No entanto, por estar mais aquecido que o normal neste momento pode colaborar com a formação de nuvens diretamente sobre a região. O Pacífico hoje está até 1,5°C mais quente que o esperado para a época, o que é mau sinal. Se o El Niño ganha força, tudo se agrava.

Para o sertanejo, mesmo que a ciência não valide tecnicamente, este tempo é e continuará sendo chamado de “inverno”. Já bastam os tempos de estiagem severa que duraram de 2012 a 2017, com precipitações abaixo da média em temporadas seguidas. A iminência de um colapso hídrico foi salva no início de 2018. O desejo para o novo ano, que começa a ser desenhado desde a noite de hoje, de Natal, pode ser o de boas chuvas a todos. Cabe um pensamento positivo, para que em 2019 tenhamos este problema a menos para resolver.

Que o El Niño se disperse como um calor apenas passageiro.

(Editorial do O POVO)

Catedral de Fortaleza fará a Missa do Natal às 20 horas

Tendo à frente o arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tose, a Catedral Metropolitana de Fortaleza terá a Missa de Natal às 20 horas desta segunda-feira.

O ato marcará também as comemorações dos 40 anos de dedicação do templo.

Já na terça-feira, 25, as missas seguirão a programação dominical. Ou seja, com celebrações 10h, 12h, 18h30 e 20 horas.

(Foto – Arquidiocese)

Camilo reúne secretariado na quarta-feira e expectativa é o anúncio dos novos titulares

848 8

O governador Camilo Santana antecipou para a manhã da quarta-feira (26), a partir das 8 horas, no Palácio da Abolição, a reunião com o secretariado estadual. Antes, ocorreria na quinta-feira, de acordo com a agenda oficial.

Camilo aproveitará o encontro para um balanço final e, claro, vai agradecer aqueles que com ele não deverão seguir na próxima gestão.

A expectativa é de que o governador anuncie os novos titulares das pastas da administração estadual, além de uma sinalização da questão sucessória da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa onde ganhou força o atual presidente do Poder, ZezinhoAlbuquerque (PDT).

A posse do novo secretariado ocorrerá no dia 1º de janeiro, a partir das 16 horas, no Abolição. Antes, às 14 horas, o governador tomará posse em sessão solene no legislativo estadual.

(Foto  Divulgação)

Sindifisco diz que Durval Ferraz foi um marco de dignidade na Câmara de Vereadores de Fortaleza

490 3

Em nota de pesar, a Delegacia Sindical no Ceará do Sindifisco Nacional lamenta a morte do ex-vereador e professor Durval Ferraz. Confira:

É com profundo pesar que a Delegacia Sindical no Ceará do Sindifisco Nacional recebeu a notícia do falecimento do Professor e Parlamentar Durval Ferraz nesse dia 21 de dezembro.

A atuação política desse democrata-cristão humanista e progressista foi um marco de dignidade na Câmara de Vereadores de Fortaleza e de decência na política cearense, bem como um farol para a militância social progressista, além de um infalível defensor da importância e do papel do serviço e do servidor públicos.

Importante o registro que, nos duríssimos anos das Eras Collor e FHC, quando também as prerrogativas funcionais dos Auditores-Fiscais da RFB estiveram perigosamente em xeque, o Vereador Durval Ferraz se tornou na Câmara de Vereadores o maior paladino das causas dos então Auditores-Fiscais do Tesouro Nacional (AFTN), assim como se revelou um grande defensor da principiologia constitucional da estabilidade e da paridade dos servidores públicos, como garantia inalienável da sociedade.

Nesse contexto, em meados dos anos 90, a sua conduta honrada e seu firme posicionamento político – com grande destaque para a sua atuação junto aos movimentos sociais do campo, às pastorais sociais da Igreja Católica e à defesa das minorias – também abraçou, incansavelmente, a sólida defesa da categoria dos Auditores-Fiscais em benefício da sociedade, destinatária do exercício das atribuições do cargo.

A biografia política e o acúmulo militante, construídos por Durval Ferraz, no decorrer de uma longa e produtiva jornada, estarão sempre ligados ao campo humanístico. Pertencem ao período em que a militância partidária, vinculada a personalidades como a dele, eram referências insuperáveis de ética na política.

Como no caso de outras referências, inspiradoras e emblemáticas para o arco progressista e democrático, da estatura de Plínio de Arruda Sampaio, a biografia de Durval Ferraz é patrimônio dos setores oprimidos, subalternos e estigmatizados, além de um norte na luta educacional e social. De se destacar que em 1992 a Câmara Municipal de Fortaleza, sob encaminhamento de Durval Ferraz, promoveu audiência pública da qual participaram, pela primeira vez na história das nossas entidades, os Auditores-Fiscais cearenses. Desse evento, brotou a mobilização dos servidores públicos cearenses pelo impeachment do ex-presidente Collor de Mello.

Registramos para a História o seu entusiasmo com os desdobramentos positivos da referida Audiência Pública, dentre eles, a efetiva participação de integrantes da categoria dos Auditores-Fiscais, no âmbito dos trabalhos relacionados à Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou o Esquema PC, cujo desfecho implicou o fim da Era Collor.

Longa vida à memória da militância de Durval Ferraz!

Agradecimentos e a homenagem da Delegacia Sindical no Ceará, que não esquece os seus aliados das primeiras horas, sobretudo aqueles que se perfilaram ao lado dos que lutam pelos trabalhadores, pela justiça fiscal e por uma sociedade mais justa, mais fraterna e menos desigual.

Sindifisco Ceará

Chove em 24 municípios cearenses; Fortaleza tem maior volume

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulgou na tarde deste domingo (23) o volume de chuva nos 24 municípios que apresentaram precipitações.

O maior volume foi Fortaleza, com 89,6 milímetros. Castelão, Messejana e Pici foram os bairros onde a chuva caiu com maior intensidade.

Confira os 10 maiores de chuva neste domingo, segundo a Funceme:

Fortaleza (89.6 milímetros), São Gonçalo do Amarante (87 mm), Pindoretama (67 mm), Amontada (64 mm), Eusébio (50 mm), Acaraú (46,4 mm), Camocim (40 mm), Itaitinga (38 mm), Caucaia (35,2 mm) e Maracanaú (35 mm).

Funcionários da extinta Teleceará se reúnem após 45 anos

856 1

Em um encontro marcado pelo saudosismo e pela boa conversa, funcionários da extinta Teleceará se reuniram nesse sábado (22), na churrascaria Dom Speto, na avenida Jovita Feitosa, na Parquelândia, em uma confraternização natalina.

O grupo se mantém unido há 45 anos e ainda está bastante afiado quando o assunto é telefonia e novas tecnologias no setor.

(Foto: Paulo MOska)

Ito Melodia, puxador da União da Ilha, destaca apoio do Shopping Benfica às mães de autistas

Quem visitou o Shopping Benfica, em Fortaleza, foi o cantor Ito Melodia, puxador da Escola de Samba União da Ilha, uma das grandes do Carnaval do Rio de Janeiro, em 2019.

Ele gravou vídeo destacando o apoio do shopping à causa dos que trabalham e convivem com o autismo. Elogiou ainda o fato desse polo de compras” ser a sede da entidade “Pintando o Sete Azul”, de mães dedicadas com filhos autistas.
Recebemos, em primeira mão, do cantor Ito Maravilha, puxador do samba da já referida União da Ilha.

Ito destacou fez uma declaração de benquerença ao Shopping Benfica, destacando a responsabilidade social dos que fazem esse shopping.

Fortaleza registra chuva de mais de 89 milímetros

557 1

Chove desde o começo da madrugada deste domingo em Fortaleza. No Interior, a Funceme registrou chuva em 13 municípios, com a maior registrada, até agora, em São Gonçalo do Amarante (RMF).

Na Capital cearense, até as 9 horas, choveu 89 milímetros, o que deu para fazer ressurgirem os mesmos alagamentos. Pista molhada exige cautela dos motoristas.

Confira as 10 maiores precipitações: 

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Santo Amaro) : 87.0 mm

Fortaleza (Posto: Messejana) : 89 mm

Pindoretama (Posto: Pindoretama) : 67.0 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Siupe) : 50.0 mm

Camocim (Posto: Camocim) : 40.0 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Sede) : 38.3 mm

Itaitinga (Posto: Itaitinga) : 38.0 mm

Caucaia (Posto: Sitios Novos) : 35.2 mm

Meruoca (Posto: Meruoca) : 29.0 mm

Paracuru (Posto: Jardim Do Meio) : 17.0 mm

(Foto – Paulo MOska)

As brigas por trás das articulações

Da Coluna Guálter George, no O POVO deste domingo (23):

Há muitos “incêndios” sendo apagados por Camilo Santana na costura da nova equipe e da estrutura administrativa com a qual iniciará, em 1º de janeiro do próximo ano, seu segundo mandato como governador. Alguns de pequena proporção, sem danos maiores a registrar, e outros de dimensões maiores e com potencial para gerar problemas mais adiante se não debelados a tempo e com eficácia. Um caso, ainda sem um vencedor muito claro, envolve o destino que deve ser dado à estratégica Agência de Desenvolvimento Agrário do Ceará (Adagri), responsável, dentre outras, pela fiscalização do uso de agrotóxicos no Estado. Portanto, visada pelo agronegócio e os ambientalistas com a mesma intensidade de interesses. O que muda é a visão que cada um tem acerca da conveniência de uso do produto como meio de aumentar a produtividade sem afetar a saúde da população, especialmente de quem tralha na atividade agrícola.

Quando esteve em almoço na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), recentemente, Camilo viu-se cercado (no bom sentido) por um grupo de empresários ligados ao agronegócio que lhe apresentou um apelo: quer o órgão vinculado à secretaria do Desenvolvimento Econômico, saindo do âmbito onde está hoje, que se considera território hostil aos negócios e muito favorável aos ambientalistas. Não que os dois movimentos precisem, necessariamente, se desentender, mas a verdade é que prevalece no pessoal do setor produtivo patronal a compreensão de que em tais casos a balança sempre tende para o outro lado. Em detrimento, para eles, do que seria o interesse da economia, do que pode gerar empregos, melhorar rendas etc.

De pelo menos uma fonte, que estava na roda formada em torno do governador, a coluna ouviu o relato de que Camilo garantira que a SDE ficará com a agência e a responsabilidade de regulação de normas que o agronegócio diz serem fundamentais à manutenção do nível de produtividade. Na última sexta-feira, uma semana depois, porém, a mesma fonte, com a voz meio decepcionada, falava de um recuo oficial indicando que o destino da Adagri será mesmo compor a estrutura da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, que na nova configuração governamental herdará boa parte do que atualmente integra a pasta de Agricultura e Pesca.

São tensões, disputas e até brigas naturais a momentos de transição como o que acontece agora no Ceará e que não merecem atenção maior. O caso em questão requer cuidados especiais, porém, porque são interesses quase que limites entre si a conciliar, significando que atender um lado abre possibilidades reais de desagradar o outro. Cabe a Camilo Santana, de novo, encontrar um caminho que lhe permita os menores traumas no novo período de governo que estará abrindo.

Prefeitura de Fortaleza fará concurso público para a Secretaria de Finanças em 2019

1220 1

A Prefeitura de Fortaleza realizará concurso público para a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) em 2019, provavelmente no segundo semestre. As vagas, cujo número ainda não foi definido, serão para os cargos de auditor e analista do Tesouro, que requerem nível superior. No caso de analista, é exigida formação em áreas específicas, indicadas no edital.

A remuneração para ambas as funções é composta de salário base, Retribuição Adicional Variável (RAV) e Gratificação de Estímulo à Fiscalização e à Arrecadação Tributárias (Gefat). Inicialmente, o certame estava previsto para ocorrer em 2018, mas foi adiado devido a corte de gastos municipais e remanejamentos orçamentários que aconteceram neste ano.

No momento, a Sefin está realizando estudo que vai orientar a elaboração do edital. A Prefeitura, que não faz seleção pública para a área de finanças do Município há dez anos, quer oxigenar a pasta, tendo em vista que muitos servidores se aposentaram durante esse período.

“As vagas, cujo número ainda não foi definido, serão para os cargos de auditor e analista do Tesouro, que requerem nível superior. No caso de analista, é exigida formação em áreas específicas”

Realizado em 2008, o último certame da Sefin foi organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), com a oferta de 60 vagas. Na época, a remuneração inicial para os cargos de analista e auditor era até R$ 4.754,60 e R$ 8.443,19, nesta ordem.

Quanto à função de analista, as vagas geralmente são destinadas a candidatos com as seguintes formações: administração, biblioteconomia, ciências contábeis, ciência da computação, informática ou processamento de dados, direito, economia, engenharia e geografia.

Atualmente, o quadro de servidores da Sefin é composto por 98 auditores, que atuam no lançamento de crédito tributário e monitoramento de contribuintes. Já a parte administrativa é formada por 22 analistas, 103 assistentes técnicos e quatro auxiliares.

Responsável por captar e gerir os recursos de Fortaleza, a pasta busca ser, até 2021, “referência nacional na gestão das finanças públicas municipais, com resultados criadores de valor público”.

(O POVO – Repórter Raone Saraiva)

Camilo anuncia titular da recém-criada Secretaria da Administração Penitenciária

508 1

Atual secretário da Justiça e da Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte, Luís Mauro de Albuquerque, 49, será o titular da futura Secretaria de Administração Penitenciária do Ceará. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT), ontem, 22. A criação da pasta em questão já foi aprovada pela Assembleia Legislativa e aguarda apenas a sanção de Camilo.

Agente de custódia da Polícia Civil do Distrito Federal, Mauro tem perfil técnico e conhece a realidade do sistema prisional cearense de perto. Ele atuou no Estado durante a crise de 2016, agravada em maio daquele ano, após a greve dos agentes penitenciários.

À época, o agente coordenava a Força de Intervenção Penitenciária Integrada (Fipi) do Ministério da Justiça, enviada ao Ceará para auxiliar na retomada dos presídios cearenses que haviam “quebrado” no intervalo da greve, que durou 17 horas, deixando 14 presos mortos. Várias unidades foram depredadas, causando uma instabilidade no sistema que durou quatro meses.

Foi dessa mesma forma que Mauro alcançou o alto escalão do governo potiguar. Ainda comandando a Fipi, já em janeiro de 2017, ele foi enviado ao Rio Grande do Norte, também durante uma crise, quando 26 detentos foram assassinados na rebelião ocorrida no presídio de Alcaçuz, na cidade de Nísia Floresta. Quatro meses depois, Mauro foi nomeado secretário.

Em entrevista à coluna Segurança Pública, publicada em junho deste ano, Mauro defendeu a instalação de bloqueadores no Ceará como forma de enfrentar as facções criminosas. No Rio Grande do Norte, os equipamentos são utilizados em duas unidades prisionais.

“Os bloqueadores descapitalizam as facções no sistema, que funciona como um cofre para os líderes (de facções), que têm um exército de escravos explorados. Ele funciona como uma pirâmide: quem está em cima se dá bem, quem está embaixo é explorado”, disse, na ocasião, ao citar golpes aplicados por ligações telefônicas.

Entretanto, o secretário alertou que o sistema de bloqueio possui falhas. É que os equipamentos não interferem nas redes de dados. Somente as chamadas convencionais são inviabilizadas, o que permite que os presos que tiverem acessos a smartphones continuem se comunicando livremente com pessoas fora das muralhas, através de aplicativos de comunicação.

Mauro também se posicionou contra a divisão de presídios por facções, da forma como ocorre no Ceará. “Aqui, tenho duas facções dentro da mesma unidade. Muitas vezes sou criticado por isso. Acham arriscado, mas temos controle total, durante 24 horas, e separamos por alas. Não dou espaço para o preso. O espaço que ele ocupa é do Estado e ele vai para onde o Estado determinar”, defendeu.

(O POVO)

Editorial do O POVO: “Uma marca para começar”

Com o título “Uma marca para começar”, eis o Editorial do O POVO deste domingo:

Há uma compreensão média no País quanto à necessidade premente de reformas. Não é de hoje. Não é deste Governo a viver seus estertores. É uma agenda de Estado. Chegamos ao cenário atual de urgência em função da cultura procrastinadora, uma marca brasileira, sobretudo em se tratando de política econômica versus política partidária. Ante um Governo cuja relação com o Congresso inaugura novos arranjos, o País se depara com uma imensa interrogação. Haverá capacidade para reformar?

O principal trunfo é técnico. Diagnóstico já há. O Governo Temer chega ao seu final com o reconhecido mérito de ter aprumado o rumo da economia e deixar indicações para a equipe que vai chegar. O estudo “Panorama Fiscal Brasileiro”, da lavra do Ministério da Fazenda, leia-se Secretaria do Tesouro Nacional, deixa os fios a serem conectados.

O mapeamento da situação fiscal brasileira, divulgado há poucos dias, elenca os principais problemas fiscais e propostas de reversão. Os instrumentos macroeconômicos lidam com os desafios do cenário externo nada simples, com dólar vigoroso e capacidade limitada das economias emergentes. No Brasil, atividade econômica em recuperação aquém do ritmo esperado, inflação sob controle e ajuste fiscal gradual em curso.

No que tange as projeções fiscais, a destacar resultado primário para 2018 cumprido com facilidade. A reconhecer a disciplina do Governo no maior controle dos gastos, dada a imposição de um limite ao seu crescimento pelo Novo Regime Fiscal (EC nº 95/2016); e maior arrecadação de receitas extraordinárias. Isto compondo uma tríade com o fim da recessão.

O novo ano não terá felicidade fácil. As despesas discricionárias previstas estão em R$ 102,5 bilhões, acrescidas de uma reserva de contingência de R$ 14,6 bilhões, chegando a R$ 117,1 bilhões, conforme Projeto da Lei Orçamentária encaminhado ao Congresso. Neste ano, foram R$ 129,5 bilhões de despesas discricionárias. Noutros termos, será ano de orçamento espartano.

A equipe econômica é pragmática. Mira nos números e segue com a posologia. Chama a atenção para a necessidade de equilíbrio fiscal das contas públicas não apenas no âmbito da União. Cobra dos demais níveis – estadual e municipal – disciplina, aquele fundamento no qual o Ceará fundamentou suas ações desde os anos 1980 até hoje.

Os sucessivos governos nacionais conseguiram lograr no máximo paliativos. Sabemos que inícios de gestões são o intervalo de tempo mais propício às decisões mais árduas e antipáticas, tendo em vista o capital político ainda acumulado. Assim, o Governo a tomar posse dentro de pouco mais de uma semana tem a oportunidade de deixar uma marca logo na partida.

(Editorial do POVO)

Escola faz doações para lar de idosos na Parangaba

Massas, aveia e biscoitos foram arrecadados pela equipe pedagógica do Colégio Expansão Educacional e doados nessa sexta-feira (21) ao Lar Amparo ao Idoso Aconchego de Santa Teresinha, na Parangaba. A iniciativa faz parte do cronograma da escola.

Os idosos receberam as doações ao som de músicas natalinas, por parte de dois alunos violinistas do Instituto Beatriz Lauro Fiúza.

O Lar Amparo ao Idoso Aconchego de Santa Teresinha está aberto a doações, que podem ser entregues na rua Conselheiro Galvão, 329, na Parangaba. Mais informações pelo telefone (85) 98660-0747.

(Foto: Divulgação)

TJ do Ceará divulga regime de plantão deste fim de semana e do Natal

292 1

O Poder Judiciário cearense divulgou o regime de plantão que adotará neste fim de semana e no Natal, informa a assessoria de imprensa do TJCE.

No Tribunal de Justiça, o atendimento será feito pelos desembargadores Raimundo Nonato Silva Santos, neste sábado (22), e Lisete de Sousa Gadelha, no domingo (23). Na segunda-feira (24), véspera de Natal, e na terça-feira (25), o atendimento será de responsabilidade da desembargadora Maria Edna Martins e do desembargador Mário Parente Teófilo Neto, respectivamente. O horário do plantão é das 12 às 18 horas, no Palácio da Justiça, bairro Cambeba.

Já no Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 3ª, 5ª, 6ª e 9ª Unidades do Juizado Especial Cível de Fortaleza e 2ª, 3ª, 4ª Varas de Delitos do Tráfico de Drogas e 1ª Vara de Execução Penal da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 8 às 14 horas. Os pedidos de natureza cível, no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos citados plantonistas.

Nos 20 Núcleos Regionais que abrangem todas as comarcas do Interior do Estado, o atendimento durante o recesso será das 8 às 14 horas, conforme a Portaria nº 2096/2018, publicada no Diário da Justiça de 22 de novembro.

SERVIÇO

TJCE – 3207.6867

Plantão Cível – no Fórum Clóvis Beviláqua – Avenida Floriano Benevides, nº 220, bairro Edson Queiroz – 3488.6993/8042/8044/8046.

Plantão Criminal – Vara Única de Audiências de Custódia – rua Antônio Pompeu nº 216, bairro Centro, em Fortaleza – 3488.4830/3101/7641).

Delegado César Wagner integra equipe no governo Bolsonaro

1827 44

O delegado cearense César Wagner passará a integrar uma coordenadoria na Secretaria Nacional de Segurança Pública, no governo Bolsonaro, após aceitar a função de coordenador de políticas de segurança pública.

César Wagner irá apoiar o trabalho do general Guilherme Theophilo, titular da pasta. Ele passará a residir com a família em Brasília.

VAMOS NÓS – Boa sorte a mais um cearense no governo Bolsonaro. Cesar Wagner é especialista em segurança pública.

Dr. Cabeto deve ser o novo secretário estadual da Saúde

1788 8

O médico cardiologista Carlos Roberto Martins Rodrigues, o Cabeto, deverá ser o novo secretário estadual da Saúde. Há informações de que ele aceitou o convite feito pelo governador Camilo Santana (PT). Não foi a primeira vez que Camilo buscou o nome dele para integrar sua equipe.

Dr. Cabeto chegou a resistir por estar tocando o projeto de instalação de um distrito sanitário no Porangabussu, mas recebeu aval de que, no cargo de titular da Saúde, terá condições de implantar e ampliar esse empreendimento.

Embora ligado ao PSDB, não haveria problema, até porque, na atual gestão, Maia Júnior, titular da Seplag, é desse partido e tenha avisado sempre que sua presença na gestão de Camilo era uma decisão particular. Cabeto está retornando para o Brasil do Exterior.

Todo o novo secretariado do governador será anunciado, no entanto, até o fim deste mês, num pacote só.

(Foto – O POVO)

 

Presidente eleito da Câmara promete pauta de debates democrática

Ésio Feitosa, Salmito, Toinha Rocha, Bá e Antonio Henrique.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado:

O presidente eleito da Câmara Municipal de Fortaleza, Antonio Henrique (PDT), ganhou culto, nesta semana, de agradecimento no templo onde se congrega há 18 anos, no bairro Parque São José. O culto foi prestigiado pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), que estava com a primeira-dama Carol, pelo atual presidente da Câmara, Salmito Filho (PDT), e pela maioria dos vereadores.

A lista incluía até a bancada petista da Casa, que pouco circula nesse tipo de evento, e gestores municipais como Toinha Rocha, coordenadora de Proteção e Bem Estar Animal.

Salmito, Roberto Cláudio, Carol Bezerra e ao fundo Guilherme Sampaio.

Mas o que chamou a atenção, no que é bom para o Poder Legislativo, foi a fala de Antonio Henrique. Ali, perante a Bíblia, fiéis e autoridades, fez uma promessa: mesmo sendo evangélico, não barrará nenhum tipo de assunto nos debates e audiências públicas que o legislativo promoverá em sua gestão. Ou seja, vai respeitar a Casa que, mesmo com suas contradições, é do povo.

Para quem viverá dias de Bolsonaro, isso chega até como um alívio.

(Fotos: Fecebook)