Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Presidente da Fiec diz que Ceará vai crescer, apesar dos efeitos da crise mundial

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UeXC_nHN6d8[/youtube]

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, afirmou, nesta terça-feira, que o País e a economia cearense estão conseguindo superar efeitos da crise que se registra na Europa e nos EUA.

Roberto Macedo revelou esse otimismo antes de seguir para Brasília, onde participará de mais uma reunião da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Luizianne Lins – Entre Catanho e Bruno?

88 6

A prefeita Luizianne Lins (PT) espera manter a aliança política com o governador Cid Gomes (PSB) nas eleições de 2012. Ela não esconde isso dos petistas nem dos aliados, mas deixa claro que não pode abrir mão, em hipótese alguma, do direito de indicar o candidato a sua sucessão. Mesmo assim, experiente e conhecedora da arte da política, Luizianne já deu o recado a todos da equipe: quer deslanchar sua gestão, em todos os sentidos, para recuperar espaços perdidos entre alguns segmentos do eleitorado. “Governo forte é o melhor cabo eleitoral”, apregoa. Esse requisito, inclusive, é indispensável para outro objetivo seu: emplacar alguém da sua confiança. Waldemir Catanho, assessor governamental, e o deputado federal Artur Bruno, com quem ela conversou bastante em Brasília, na última semana, estão no afunilamento.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Três estudantes morrem por ano em acidentes envolvendo transporte escolar irregular

“Em dez anos, 27 estudantes morreram em decorrência de acidentes de veículos de transporte escolar no interior Ceará, a maioria em veículos conhecidos como “paus de arara”

No mesmo período, os acidentes deixaram 210 crianças e jovens feridos. São 2,7 mortes e 21 feridos a cada ano, entre 2001 e 2010. Este ano, morreram três estudantes e 30 ficaram feridos, em dois acidentes no Interior do Estado.

O levantamento, a partir de matérias publicadas no O POVO, não leva em conta os estudantes que podem ter morrido após os acidentes, devido aos ferimentos – graves, em muitos casos. Os registros referem-se aos casos de grandes proporções, que chegam ao conhecimento da imprensa. Levando-se essa variável em conta, pode-se considerar que o número de mortos e feridos é maior do que o apresentado neste levantamento.

O promotor Luiz Alcântara, do Ministério Público do Estado do Ceará (MPE), garante que os acidentes com veículos escolares são ainda mais frequentes, pois somente uma pequena parte é divulgada nos jornais. Para ele, “em praticamente todas as cidades” do Interior do Ceará trafegam veículos irregulares no transporte de crianças: “A regra é o caminhão [pau de arara], a exceção é o transporte organizado”.

Para Alcântara, “noventa por cento das empresas que participam das licitações não têm veículos para locar”, subcontratando outras pessoas, transformando o serviço em uma terceirização da terceirização. Ele afirma que as licitações não exigem “requisitos mínimos” para o transporte escolar, “tudo o que não presta serve para transportar estudantes”.

Atuando na Procuradoria de Crimes contra a Administração Pública (Procap), Luiz Alcântara diz que o transporte escolar é uma “moeda política”, possibilitando o mau uso de recursos. Segundo ele, os desvios ocorrem com o favorecimento nas licitações, sobrepreço e “aumentando-se artificialmente o trajeto dos veículos, que são pagos por quilômetro rodado”.

Eliane Brasileiro (PRB), presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), discorda do promotor. Segundo ela, “tudo é fiscalizado” pelos órgãos competentes, impedindo possíveis irregularidades.

Contas

O promotor Herton Cabral, que atua na cidade de Russas, resolveu fazer algumas contas. Ele somou o valor despendido pela Prefeitura da cidade, durante cinco anos (2007 a 2011), para transportar quatro mil alunos, chegando ao valor de R$ 6.955.788,16 – cerca de R$ 1,4 milhão por ano.

Com esse montante, segundo Herton, seria possível à Prefeitura fazer uma programação e, em três anos, substituir todos os veículos irregulares por transporte adequado.

A medida é ainda mais factível, segundo o promotor, pois o Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tem linha especial de crédito para a compra de veículos padronizados para o transporte escolar, o programa Caminho da Escola.

Os prefeitos ainda dispõem de outro benefício: a cada ônibus comprado, o governo do Estado doa outro (até o limite de cinco veículos), sem nenhum custo ao município. Herton diz que o mesmo estudo feito para Russas pode ser aplicado à maioria das cidades.

A secretária da Educação do Ceará (Seduc), Izolda Cela, evita opinar sobre os números levantados pelo promotor. Para ela, os “desafios” para solucionar o problema são grandes, e diz haver esforço das administrações municipais para superá-lo.

Entende, porém, que com os repasses do governo federal, do governo estadual, investimento das próprias prefeituras e “gestão eficiente” dos recursos, seria possível atender os estudantes “com nível suficiente de segurança e comodidade”. Mas ressalva que para transformar todo o transporte escolar rural no Ceará em “padrão de qualidade” seria necessário “muito mais dinheiro”.

Segundo dados da Seduc, o valor do repasse para o transporte escolar nos municípios subiu de R$ 30,367 milhões (2006) para R$ 70,819 milhões (2010), considerando-se recursos dos governos estadual e federal.”

(O POVO)

Mesquita ameaça contar histórias da Câmara

78 2
“A semana dos vereadores de Fortaleza começou com a expectativa de abertura de uma suposta “caixa preta” da Câmara Municipal, quatro dias após Carlos Mesquita (PMDB) ter ameaçado, em plenário, revelar “a história da Casa”. Bastante irritado por causa da rejeição de sua emenda ao Plano Diretor, o vereador avisou, durante sessão tumultuada na última quinta-feira, que poderia abrir o jogo. Um dia depois, ele reafirmou ao O POVO: “terça-feira (hoje) eu vou contar”.
Mesquita não quis adiantar o teor das revelações, mas deu a entender que a “história” faz referência à aprovação de construções nos arredores do Parque do Cocó. Há várias semanas, a Câmara tem se digladiado em torno do tema. Mesquita defende que um dos terrenos situados entre a rua Engenheiro Samir Hiluy e a avenida Sebastião de Abreu seja transformado em Zona de Ocupação Consolidada (ZOC), o que ampliaria para 72 metros o limite de altura de possíveis construções no local.
Hoje, o máximo permitido no espaço é 15 metros, ao contrário do que é admitido em terrenos vizinhos. “Eu não vou lhe dizer o que é (a história a ser revelada), estou fazendo um preâmbulo. Por que o terreno vizinho pode (construir mais alto) e o meu, o que eu defendo, não pode? Por que dois pesos e duas medidas?”, indagou o peemedebista, em tom de desconfiança.
Encaminhamento
A emenda de Mesquita foi rejeitada na quinta-feira pelo presidente da Câmara, Acrísio Sena (PT). O petista argumentou que a matéria era muito semelhante à proposta que o “colega” havia apresentado um dia antes e que já havia sido reprovada pela maioria da Casa. A situação provocou a ira do vereador do PMDB, que quase partiu para agressão física contra Acrísio. “Eu fiquei possuído, fiquei”, lembrou Mesquita, que disse ter chorado muito após o episódio, mas alegou não estar arrependido.
Ontem, Mesquita apresentou recurso para tentar emplacar novamente a emenda. Acrísio já despachou a matéria para a Comissão de Legislação, dirigida pela vereadora Magaly Marques (PMDB), que deve emitir parecer sobre o caso ainda nesta semana. Em seguida, o recurso é apreciado pelo plenário da Câmara.
Questionado várias vezes, Mesquita não deixou claro se poderá recuar, ou não, das ameaças de revelações, caso a Mesa Diretora adotasse nova postura sobre o encaminhamento da emenda. Sobre as “histórias”, Acrísio disse que o próprio peemedebista já se pronunciou sobre os excessos no dia da polêmica sessão. “Ele (Mesquita) admitiu em nota pública que agiu sobre forte emoção, pediu desculpas, então ele admitiu que havia falado algo indevido”, opinou o chefe do Legislativo.”
(O POVO)

Pedra Branca já registra 13 casos confirmados de gripe suína

“Subiu para 13 o número de casos confirmados da gripe A (H1N1), mais conhecida como gripe suína, em Pedra Branca, município a 261.6 quilômetros de Fortaleza. A Secretaria da Saúde (Sesa) divulgou na tarde desta segunda-feira, 28, que já são 286 os suspeitos de estarem infectados pela doença.

Os 13 casos confirmados da doença foram diagnosticados por meio de exames realizados no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Fortaleza. Aé ontem, eram 11 casos de pessoas infectadas pela gripe.

Em conversa com O POVO, a secretária de Saúde do município, Tânia Parente, classificou a situação como grave. Segundo ela, apesar do alerta, a Prefeitura não quer gerar pânico na população.

De acordo ainda com a secretária, todos os casos suspeitos estão sendo considerados leves. Os pacientes estão recebendo medicamentos do hospital do município, além de máscara e álcool em gel. Além disso, eles estão sendo orientados a ficarem em casa por pelo menos sete dias, para evitar contágio.

Ações

De acordo com a Secretaria de Saúde de Pedra Branca, a Prefeitura deu início a uma campanha para conscientizar a população sobre hábitos de higiene, como lavar bem as mãos e uso de álcool em gel.

Nesta manhã, a secretária Tânia Parente esteve reunida com coordenadores de escolas. À tarde, está prevista a realização de um encontro com profissionais da saúde básica e agentes comunitários de saúde.”

(POVO Online)

Ex-Capitão PM acusado de matar estudantes de Medicina vai a julgamento nesta 3ª feira

“Quatro anos após a morte dos irmãos Leonardo e Marcelo, estudantes de Medicina, será julgado nesta terça-feira, 29, o ex-capitão da Polícia Militar Daniel Gomes Bezerra, acusado de atirar e assassinar as vítimas em uma churrascaria no município de Iguatu, a 395 km de Fortaleza. O homem será levado a júri popular pelo 4º Tribunal Popular do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua, na Capital.

Na madrugada do dia 17 de março de 2007, Marcelo Moreno Teixeira, então com 26 anos, foi urinar próximo ao carro do acusado, onde estava a enteada do ex-capitão. Ao perceber a presença do estudante próximo ao veículo, Daniel foi tomar satisfações com Marcelo, atirando contra o abdome do rapaz. Marcelo morreu no local.

O irmão da vítima, Leonardo Moreno Teixeira, 24, saiu em defesa de Marcelo e acabou também atingido por um disparo fatal no abdome. No mesmo dia, o ex-capitão se apresentou na Delegacia de Jaguaribe e confessou ter matado os irmãos. Alegou legítima defesa.

À época, o crime provocou revolta e comoção na população, especialmente de Mombaça, de onde os irmãos eram naturais. Adesivos, outdoors e panfletos até hoje são vistos espalhados pela capital cearense, em um clamor por justiça.

Daniel Bezerra será julgado como autor de homicídios qualificados por motivo fútil e surpresa, tese do Ministério Público, representado pelo promotor de Justiça Francisco Marques Lima. Como assistente de acusação, funcionará o advogado Paulo Quezado. A defesa está confiada ao advogado Delano Cruz.”

(O POVO Online)

Guimarães promete apoio ao novo prefeito de Icapuí

73 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=WKmhNntj-ik[/youtube]

Jerônimo Reis, do PT, foi empossado nesta segunda-feira como prefeito de Icapuí (Litoral Leste). Todo o partido promete recuperar a imagem de uma cidade que, no passado, era o símbolo de eficiência da gestão petista. O vice-líder do PT na Câmara, José Guimarães, garante apoio ao novo prefeito.

TJ-CE publica edital de concurso de juiz substituto

“O edital do concurso público para o cargo de juiz substituto do Judiciário estadual foi publicado, nesta segunda-feira (28/11), no Diário da Justiça Eletrônico. Das 25 vagas, 5% são reservadas para postadores de deficiência. Além disso, será formado cadastro de reserva. As inscrições preliminares poderão ser feitas entre 10h de 13 de dezembro deste ano e 23h59 de 13 de janeiro de 2012, considerando o horário de Brasília, somente pelo site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), entidade responsável pelo certame. O endereço eletrônico da instituição é www.cespe.unb.br.

O pagamento da taxa, no valor de R$ 160,00, deverá ser efetuado até 16 de fevereiro próximo. Ainda segundo o edital, as inscrições preliminares serão aceitas somente depois da análise do formulário de requerimento devidamente preenchido, comprovante do pagamento ou do deferimento do pedido de isenção, cópia autenticada de documento, como fotografia e assinatura, que ateste a nacionalidade brasileira e duas fotos 3×4 coloridas e datadas recentemente.

Os documentos deverão ser apresentados na Associação Brasileira de Odontologia no Ceará (ABO/CE) – rua Gonçalves Ledo, 1630, Joaquim Távora, Fortaleza – de 13 de dezembro de 2011 a 17 de fevereiro do ano que vem, das 8h às 12 e das 13h às 17h, exceto nos sábados, domingos e feriados. Quem não puder comparecer poderá designar uma pessoa com procuração específica para essa finalidade.

Para concorrer às vagas destinadas ao portadores de deficiência, além de declaração, é preciso passar por perícia médica. Deverão ser encaminhados à Central de Atendimento do Cespe, via Sedex ou carta registrada com aviso de recebimento, cópia simples do CPF e original ou cópia autenticada do laudo médico, emitido até trinta dias antes da publicação deste edital, comprovando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com referência ao código da Classificação Internacional de Doenças. A postagem deve ser feita até 13 de janeiro. O candidato pode, ainda, entregá-los até essa data na referida Central, no Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cespe/UnB, Asa Norte, Brasília – DF – Caixa Postal 4488 – CEP: 70904-970.

A relação de inscritos que tiverem os pedidos deferidos para concorrer às vagas destinadas aos portadores de deficiência e a convocação para a perícia médica deverá ser divulgada em 16 de abril. Com referência à isenção, parcial ou total, da taxa de inscrição preliminar, podem requerer o benefício as pessoas amparadas pelas leis estaduais 11.551/1989, 12.559/1995 e 13.844/2006. Os pedidos, nesses casos, devem ser feitos pessoalmente na sede da ABO/CE de 13 de dezembro a 13 de janeiro, inclusive aos sábados e domingos, no horário comercial. Os interessados precisam levar o formulário, devidamente conferido e assinado, disponibilizado no site do Cespe, juntamente com cópias autenticadas ou cópias acompanhadas dos originais dos documentos estabelecidos no edital.

Os pedidos deferidos deverão ser disponibilizados em 30 de janeiro. Quem tiver a solicitação indeferida, deverá acessar a página eletrônica da entidade organizadora e imprimir o boleto, que poderá ser pago até 16 de fevereiro. Cabe recurso e o prazo será de dois dias. Esse procedimento terá que ser feito no site do Cespe.

Somente participará fase objetiva seletiva os candidatos que tiverem a inscrição preliminar deferida. A lista deverá ser disponibilizada em 16 de março de 2012 e o prazo para recurso, ao Cespe, é de dois dias úteis.

FASES

O certame terá cinco fases. A primeira será uma prova objetiva seletiva, de caráter eliminatório e classificatório, e a segunda, duas provas escritas, também de caráter eliminatório e classificatório. A etapa seguinte compreenderá inscrição definitiva e sindicância da vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental e exame psicotécnico. A quarta fase será uma prova oral, de caráter eliminatório e classificatório. A última envolverá avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Além disso, os candidatos que se declararem portadores de deficiências passarão por perícia médica. Todas as fases ocorrerão em Fortaleza.

A COMISSÃO DO CONCURSO

O TJCE institui comissão para cuidar da seleção. O grupo tem à frente o desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, vice-presidente do Tribunal, além dos magistrados Antônio Abelardo Benevides Moraes e Francisco Lincoln Araújo e Silva e do advogado José Júlio da Ponte Neto, representando a Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Ceará (OAB/CE). Os suplentes são os desembargadores Maria Nailde Pinheiro Nogueira e Francisco Suenon Bastos Mota e a advogada Andréa Nogueira Sales Graça.

O edital completo pode ser acessado no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda, disponível do site do Tribunal de Justiça (www.tjce.jus.br).

(Site do TJ-CE)

Rede de Incubadoras de Empresas do Ceará faz balanço na Assembleia Legislativa

A Rede de Incubadoras de Empresas do Ceará (RIC) apresentará, às 14 horas desta terça-feira, na Assembleia Legislativa, o plano de negócio e todas as ações realizadas por suas incubadoras no campo do desenvolvimento cientifico, tecnológico e social dentro e fora do Ceará. A apresentação, durante audiência pública, ficará por conta do presidente da RIC, professor Ary Marques, e da vice-presidente, Tecia Vieira Carvalho. A audiência foi requerida pela deputada Mirian Sobreira (PSB), presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Educação Superior e autora do requerimento.

A RIC é uma rede de oportunidades de negócios e tem como finalidade promover o desenvolvimento integrado entre as Empresas Inovadoras, através das Incubadoras de Empresas em operação e de outras Incubadoras, Parques Tecnológicos e Programas de Incubação que venham a ser criados no Estado do Ceará.

Envolve nove incubadoras de empresas representadas pelas seguintes instituições: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Instituto Centro de Ensino Tecnológico (CENTEC), Universidade Estadual do Ceará (UECE), Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação (ITIC), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade de Fortaleza (UNIFOR), Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (NUTEC), Parque de Desenvolvimento Tecnológico (PADETEC) e tem parceria com a Embrapa, através do programa de incubação Proeta, sendo representada, no Estado do Ceará, pelas Unidades da Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza-CE) e pela Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral-CE).

Mostra "Outros Cinemas" começa nesta 2ª feira na Casa Amarela Eusélio Oliveira

“Quando Barbara Cariry – filha do cineasta Rosemberg Cariry – entrou na universidade para estudar cinema, ela percebeu que algo faltava na cena cultural de Fortaleza. A Cidade carecia de um festival capaz de priorizar filmes de jovens realizadores, que começavam a despontar no cinema brasileiro contemporâneo. Foi a partir desta inquietação que Barbara decidiu organizar a Mostra Outros Cinemas, que chega à quarta edição, em formato bem mais abrangente. “Deixamos de receber apenas filmes de universidade para mostrar e discutir filmes de arte, experimentais e contemporâneos realizados por cineastas de todo País. Temos uma grande diversidade de estéticas e ideias”, pontua Barbara, curadora e diretora da mostra.

Dos cerca de 100 curtas inscritos, 18 foram selecionados para esta edição, que começa hoje e prossegue até quarta, com exibições a partir das 19 horas, na Casa Amarela Eusélio Oliveira. Sem caráter competitivo, a mostra procura fazer um apanhado de diferentes propostas audiovisuais. Cinco filmes são cearenses: Roberto Cabeção, de Salomão Santana; Domingo de Águas Abertas, de Henrique Dídimo; Resta Um, de Aurora Miranda Leão; Monja, de Breno Baptista; e Mato Alto, de Arthur Leite.

Panorama

O desejo de concretizar a ausência em ação levou Breno Baptista a pensar o curta Monja, a partir de uma obsessão imagética muito específica: uma mulher sozinha em uma cama de casal. “As cenas que compõem o filme foram pensadas muito em torno do corpo da atriz e não o contrário. É a natureza de um corpo que performa em cena, que dá ao filme um tom”, comenta Breno, sobre a participação de Andréia Pires, que ganhou o prêmio de melhor atriz na última edição do Nóia – Festival de Cinema Universitário. 

Aluno do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Ceará, Breno explica que o filme foi construído de forma colaborativa. “A clareza em relação ao que nos movia acabava por refletir em toda a flexibilidade presente na composição das ações, em um corpo consciente tanto diante de si mesmo quanto diante de suas possibilidades de encenação”, comenta.

Selecionado pelo edital Revelando os Brasis, Mato Alto, de Arthur Leite, é um documentário sobre um complexo arquitetônico construído e mantido pela família Honorato na fazenda Mato Alto, que fica no município de Quixeré. “Sempre ouvia meu pai contar histórias sobre umas construções feitas de pedra na Chapada do Apodi. Ele prometeu me levar, mas nunca o fez. Resolvi ir por conta própria com um amigo e ao chegar lá, deparei-me com umas das coisas mais belas que vi”, recorda Arthur. O projeto levou o jovem realizador a conhecer a trajetória de Egídio Honorato, personagem com o qual conviveu por dois anos, até escrever o roteiro do curta, que já foi recebeu nove prêmios entre os 17 festivais de cinema no Brasil onde foi selecionado.

Entre as produções nacionais da mostra, o destaque é o paranaense O Garoto, o Mar e o Velho, de Marisa Merlo. O curta foi realizado a partir de uma disciplina de direção em documentário, ministrada pelo cineasta Eduardo Escorel, na Faculdade de Artes do Paraná. A composição e a temporalidade esgarçada dos planos são elementos fortes do curta. “Ele foi gravado ao acaso: eu estava passeando pela cidade a procura de algo e aquilo me chamou a atenção. Além de ter sido uma exigência do exercício ser de observação, esse tipo de linguagem é a que mais me atrai dentre todas as outras opções que temos no documentário”.

A abertura da Mostra Outros Cinemas exibe dois longas-metragens: Mãe e Filha, do cearense Petrus Cariry, e Roleta Chinesa, produção de 1973 dirigida pelo alemão Rainer Werner Fassbinder. “Há algumas décadas, Fassbinder era bem mais visto no Brasil e comentado no circuitos cult. Hoje anda meio esquecido, talvez por conta da hegemonia do cinema comercial. A Mostra Outros Cinemas faz jus à própria denominação ao colocá-lo novamente em foco”, afirma Barbara.

* Casa Amarela Eusélio Oliveira  – Avenida da Universidade, 2591 – Benfica.

Entrada gratuita 

PROGRAMAÇAO

Hoje (28)

Mãe e Filha – Petrus Cariry (CE, 2011) 

Roleta Chinesa – Reiner W. Fassbinder (Alemanha, 1976)

Amanhã (29)

Triangulum – Melissa Dullius e Gustavo Jahn (Brasil/Alemanha/Egito, 2009)

Deus – João Krefer (PR, 2010)

Roberto Cabeção – Salomão Santana (CE, 2011)

Olhar Particular – Paulo Roberto (PB, 2011)

Domingo de Águas Abertas – Henrique Dídimo (CE, 2010)

O Garoto, o Mar e o Velho – Marisa Merlo (PR, 2011)

Eu já não Caibo mais Aqui – Benedito Ferreira (GO, 2009)

Vuvuzelas de Madureira – Vitor Medeiros (RJ, 2010)
Resta Um – Aurora Miranda Leão (CE, 2011)
Quarta (30)
A Fábrica – Aly Muritiba (PR, 2011)
Um Par – Lara Lima (SP, 2010)
Naufrágos – Gabriela Amaral e Matheus Rocha (SP, 2010)

Sobre o Resto dos Dias – Alerxandre Baxter e Luiz Felipe Fernandes (MG, 2010)

Monja – Breno Baptista (CE, 2011) 

Julie, Agosto, Setembro – Jarleo Barbosa (GO, 2011)

Propriedades de uma Poltrona – Rodrigo John (RS, 2010) 

Morte e Morte de Johnny Zombie – Gabriel Carneiro (SP, 2011) Mato Alto – Arthur Leite (CE, 2011)

(O POVO)

Fortaleza é sede de Conferência sobre Trabalho Decente

62 1

Representantes de trabalhadores, empresários, poder público e sociedade se encontrarão, a partir das 19 horas desta segunda-feira, no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU), em Fortaleza. Isso, dentro Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente, que reunirá, até quarta-feira, cerca de 300 delegados dos 184 municípios eleitos durante as conferências regionais promovidas entre setembro e novembro em Crateús, Juazeiro do Norte, Sobral, Quixadá e Fortaleza. O evento contará com a presença da diretora do Escritório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, Laís Abramo, que falará sobre a promoção do trabalho decente no Brasil e no mundo contemporâneo.

A conferência será aberta no auditório Benedito Dias Macedo, do Centro de Eventos Dorotéias, no CEU, com a apresentação do grupo de chorinho da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS). Em seguida, o secretário Evandro Leitão, presidente da conferência, fará a abertura solene. O Ministério Público do Trabalho (MPT) participa da comissão organizadora através do procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima.

O evento objetiva promover o debate sobre geração de renda e trabalho decente como estratégia para combater a pobreza e as desigualdades sociais no Brasil e no Ceará e aprovar propostas que serão levadas pelo Ceará à conferência nacional, marcada para 2 a 4 de maio de 2012, em Brasília. Entre os temas em debate, destacam-se prevenção e erradicação do trabalho escravo, do trabalho infantil e do tráfico de pessoas, inclusão produtiva de grupos vulneráveis, saúde e segurança no trabalho, valorização do salário mínimo, educação profissional, apoio às micro e pequenas empresas, cooperativas e empreendimentos de economia solidária.

Ministro da Justiça vem inaugurar presídio de Pacatuba

117 1

O governador Cid Gomes, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e a secretária da Justiça e Cidadania do Estado, Mariana Lobo, inauguram, às 10 horas desta terça-feira, a Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba (Região Metropolitana de Fortaleza).

O presídio terá capacidade para abrigar 500 presos, segundo a secretaria Mariana Lobo e contará com 134 câmeras de vigilância, além, de scanner para vistoria de visitantes.

Aliado de Ciro reclama da gestão petista em Sobral

89 12

O presidente do PRB de Sobral, ex-deputado estadual Oman Carneiro, anda se queixando da administração do prefeito Clodoveu Arruda (PT). Em seu site, Oman divulgou o seguinte artigo e considerou que a gestão petista age com “desatenção”. Confira: 

Sexta-feira, dia 25 estive prestigiando o convite feito pelo Presidente da Câmara Municipal, vereador  João Alberto, para participar da solenidade ocorrida no distrito do Jordão, oportunidade que me fez sentir de perto o agravo em que se encontra a DESATENÇÃO das muitas pastas do Poder Executivo para com a população sobralense.

Por isso, de forma muito respeitosa, através deste artigo, destino ao prefeito Veveu o meu apelo à sua sensibilidade para com as situações aqui relatadas  não só enquanto gestor municipal, mas na condição de um sobralense que sempre demonstrou querer o melhor para Sobral, para que recupere a altivez e a satisfação dos sobralenses, porque, diante do que vejo, sinto e constato nas ruas, até o momento eu só encontraria um vocábulo para definir o que de fato está acontecendo com a nossa cidade – DESATENÇÃO.

DESATENÇÃO com os nossos doentes, que não estão sendo prontamente atendidos com distribuição gratuita de medicamentos indispensáveis ao tratamento de doenças crônicas;
DESATENÇÃO  para com as famílias, por deixá-las ao sofrimento e peso dos danos causados pela falta de segurança, por um trânsito desastroso, e por quê não dizer, criminoso; DESATENÇÃO com uma Guarda Municipal desmotivada, desassistida da capacidade de cumprir a missão de cuidar do maior patrimônio de uma cidade: as pessoas, porque tanto a estrutura física quanto humana estão ficando em estado obsoleto, não pela aquisição de um novo suporte, mas por uma estranha ingerencia; DESATENÇÃO para com as nossas crianças que estão abandonadas à própria sorte e com isso, a cada momento mais atraídas ao uso de drogas e assim, facilmente recrutadas para o tráfico. DESATENÇÃO com os idosos, porque na falta da manutenção dos serviços básicos, ao invés deles encontrarem na especial fase da vida o vislumbrar de um merecido conforto e indispensável atenção por parte do poder público municipal, e de falarem aos mais jovens da boa experiencia que traz a longevidade, o que estão encontrando é o confinamento, o sequestro de suas esperanças e de um esperado acolhimento, e hoje, tudo o que têm para falar até o momento é que perderam vez e voz nos caminhos dessa DESATENÇÃO.

Uma DESATENÇÃO que não se aplica somente aos vivos, mas também aos mortos, que não estão tendo mais por parte do poder público nem o amparo para um digno enterro. DESATENÇÃO também com a classe política, no desrespeito de não chamar os partidos e vereadores para tratarem sobre os problemas da cidade; DESATENÇÃO com os Vereadores que expressam nas sessões semanais da Câmara um grito de socorro comum tanto por parte dos  que atuam na linha de oposição partidária, quanto pelos que integram a base aliada ao governo municipal, reclamando diuturnamente por não conseguirem  fazer com que o Executivo ouça a súplica das comunidades que eles representam; DESATENÇÃO com o Legislativo, uma vez em que se marca a inauguração de um evento de grande benefício para um distrito, mas se peca gravemente por ignorar um evento de igual ou até maior significancia para outro distrito.

Sabendo que a Prefeitura tem recursos suficientes para que se estabeleça ações para a mais ampla qualidade de vida dos sobralenses, e por saber que o Veveu é uma pessoa honesta e bem intencionada, ainda acredito que ele não esteja a par da dimensão do que está acontecendo nos bairros e distritos de Sobral.

Por isso, em nome de todos os sobralense que a mim têm recorrido com justas queixas e demandas, lembro ao meu amigo Veveu um trecho da música do Chico Buarque, que diz:
“Deixe em paz meu coração que ele é um pote até aqui de mágoa, e qualquer DESATENÇÃO, FAÇA NÃO. PODE SER A GOTA D’ÁGUA.”

* Oman Carneiro,

Presidente do PRB de Sobral.

Shalom promove Exponatal 2011

A Comunidade Shalom promoevrá, no período de 2 a 4 próximos, mais uma edição da Exponatal, evento que reunirá, no mesmo local, segundo organizadores, feira de produtos e serviços, espetáculo natalino de música, teatro e dança, bazar solidário, concurso de presépios,  shows musicais e apresentação de corais. Neste ano, a Exponatal ocorrerá no Sebrae, a partir das 17 horas.

A programação consta de exposição de produtos e serviços na Praça de Stands. Os Projetos de promoção da dignidade humana da Comunidade Shalom apresentarão artigos feitos de modo artesanal. O bazar solidário  oferece a venda de roupas e objetos novos e semi-novos a preços simbólicos. No palco, destaque para os corais Porta Voz e Vozes do outono, ambos sob a regência do renomado maestro Poty. Também marca presença o violinista Rodrigo Cardozo. Ainda cantam o professor Ary, Ana Gabriela e a banda Missionário Shalom, com show acústico.

ESPETÁCULO

O espetáculo “Filho de Deus Menino Meu” terá quatro apresentações durante a Exponatal. Ano passado, o musical teve exibição no Centro de Convenções e no teatro do Via Sul Shopping, sempre com sessões lotadas.

Diferente de tudo que se é apresentado no período do Natal, o espetáculo mostra a história de uma trupe que encena mundo afora o nascimento do Menino Deus. O regionalismo está presente nas músicas, todas compostas para o espetáculo, figurino e fala dos 26 atores, que por mais de uma hora, prendem a atenção do público com uma mensagem de alegria e “tiradas” pra lá de bem humoradas.

SERVIÇO

Centro de Negócios do Sebrae – Rua Mons. Tabosa, nº 777.

Ingressos: R$ 5,00 (cinco) por dia.

Espetáculo Filho de Deus Menino Meu

Horários – Sexta-feira (02), às 20 horas; Sábado (03), às 18h e 21 horas; Domingo (04), às 20 horas.

Ingressos: R$ 15,00 (quinze), por espetáculo, com acesso à feira

Mais informações: 3295.4583 www.comshalom.org\exponatal

Meia entrada para todos.

Copa 2014 – Parlamentar quer unificar programas de capacitação

 

O deputado estadual Danniel Oliveira (PMDB) deu entrada em pojeto de indicação criando o Programa “Ceará sem fronteiras. O objetivo  da iniciativa é qualificar e profissioalizar os agentes ligados ao setor de turismo do Estado para a Copa 2014.

Pelo programa, serão beneficiados motoristas de táxi, gerentes de hotel, garçons, guias nativos, proprietários de barracas de praia, recepcionistas, socorristas e enfermeiros e todos aqueles essenciais para o certame e que estão ligados ao turismo.

“Queremos englobar todos os profissionais do turismo e promover capacitação para inserir o maior número dos que atuam no ramo. Existem muitos programas isolados. Queremos uniformizá-los no Estado”, justifica o deputado Danniel Oliveira.

Turismo do Ceará – Hora de rever conceitos

98 3

Com o título “Gestão do Turismo: Passado, presente e futuro”, eis artigo do ex-secretário estadual do Turismo, Allan Aguiar.

Diagnosticar a qualidade das ações indutoras que o Poder Público implementa em determinados setores da economia, muitas vezes, não é tarefa muito complexa. Na cadeia produtiva do Turismo basta olhar os agregados turísticos contabilizados ao longo do tempo por Governos e Institutos de Pesquisa. Ministério do Turismo, INFRAERO, FGV e Consultorias especializadas acompanham, com ferramentas de aferição bastante seguras, as variações sofridas pelo segmento, seja por forças de mercado, seja por força das políticas públicas adotadas. Essas duas forças possuem a capacidade de acelerar, ou não, a obtenção dos resultados perseguidos. Neste sentido, faz todo o sentido afastar-se de análises inferenciais e observar indicadores como Fluxos Turísticos Nacionais e Internacional, Receita e Renda Turística, Investimentos Diretos, Impactos sobre o PIB, Interiorização de Fluxos Turísticos, apenas para citar alguns indispensáveis no painel de controle dos Gestores Públicos.

Com exceção da Bahia, somente em tempos recentes os Estados do Nordeste do Brasil passaram a incorporar o Turismo, nossa mais clara vocação econômica, como um motor a auxiliar nos esforços de geração de postos de trabalho e de desenvolvimento econômico. Historicamente, as diretrizes eleitas pela grande maioria dos Estados Nordestinos contemplavam a dupla representada pela Industrialização e pelo Agronegócio. A infra-estrutura era planejada e dimensionada muito mais para atender a essa dupla que para  pavimentar o futuro da atividade turística. Contudo, a vocação natural dessa atividade é tão forte que, mesmo ignorada por planejadores e orçamentadores de Governos Estaduais, cresceu muito mais que os setores classificados como prioritários. A massa de trabalho e inclusão social originada pelos não residentes (turistas) foi tão acachapante que fez acordar outros níveis de Governo. Planejamentos Estratégicos para o segmento pipocaram no Nordeste, contudo, sem orçamento para implementá-los, os resultados continuaram, na média, ainda muito reduzidos diante do potencial. O Turismo passou a ser uma prioridade não expressada nos Orçamentos Públicos, mas apenas na retórica dos discursos das Secretarias de Turismo, que, isoladas, não conseguiam mobilizar os governadores para destacar a matéria na Agenda de Governo.

Registre-se que alguns Estados, como o Ceará, passaram a cumprir uma consistente agenda de infraestruturação dos seus pólos, roteiros e regiões turísticas. Nos últimos cinco anos, o atual governador do Estado decidiu materializar obras estruturantes para o futuro do Destino Ceará, a exemplo do que fez o ex–governador César Cals quando construiu, há mais de 30 anos, equipamentos como e Centro de Convenções, Bondinho de Ubajara e a antiga EMCETUR, para citar alguns. O governador Cid Gomes já está na galeria dos notáveis, pelas relevantes obras que poderão alavancar a economia do Turismo no Estado. O respeitável novo Centro de Feiras e Eventos, os aeroportos regionais de Aracati e Jericoacoara, as duplicações das rodovias estaduais e da avenida Maestro Lisboa associadas ao futuro Aquário e a ampliação do Aeroporto Pinto Martins serão um legado que o credenciará a ser reconhecido por todo e qualquer estruturador de produtos e destinos turísticos.

Na contra–mão da elogiável Agenda de Infraestruturação, está a Agenda Mercadológica. Nesses mesmos cinco anos, os desembarques internacionais recuaram 28% contra crescimento de 24% do vizinho Pernambuco. No desembarque nacional, crescemos 53% contra 80% do também vizinho Rio Grande do Norte. Nenhum novo hotel se instalou em Fortaleza nesse mesmo período. Sem demanda a oferta não se apresenta. Os resorts dos municípios praianos vizinhos a Capital, nomeadamente o Aquiraz Riviera – com o Dom Pedro Laguna, e o Villa Galé Cumbuco são investimentos captados no passado que já estavam em estágio de irreversibilidade. Agências de Viagens e Receptivos que comercializavam 10, 12 e até 14 roteiros dentro do Ceará, além de Fortaleza, hoje operam em, no máximo cinco ou seis roteiros. Isso significa que o turista não está mais circulando no Estado, ficando restrito ao surrado modelo sol e praia e nada mais. Nosso trade turístico, com contas a pagar no curto prazo, observa curioso essa dicotomia entre a Agenda Mercadológica e a Agenda de Obras Públicas considerando que as duas não precisam ser mutuamente excludentes.

Não esperemos que a exposição global que uma cidade sede de jogos da Copa do Mundo obtém, seja capaz de resolver, por osmose, nossa deficiência estrutural de comercializar nosso destino e provar para o capital privado que somos viáveis econômica e financeiramente. Isso, daqui a dois anos e meio, quando mencionada exposição estará na sua fase mais aguda.  É chegado o tempo de voltarmos a formular novos conceitos, debater e inaugurar um novo modelo de desenvolvimento econômico que seja capaz de diferenciar o Ceará dos demais lutadores que estão apresentando seus músculos e habilidades no Octógono das vantagens locacionais comparativas.

*Allan Aguiar, Consultor, foi Secretário do Turismo do Ceará e de Pernambuco.