Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Ex-PM é assassinado em Fortaleza

“Um ex-policial militar de 23 anos foi morto a tiros, na madrugada deste domingo, 2, no bairro Bonsucesso, em Fortaleza. Informações preliminares apontam que o crime tem características de pistolagem.

De acordo com o relações públicas da PM, tenente-coronel Fernando Albano, o crime aconteceu por volta das 22h20, quando um homem em uma moto se aproximou da vítima e efetuou pelo menos um disparo contra o ex-PM.

Murilo Brito Costa morreu no local do crime, enquanto o acusado fugiu sem ser identificado. A vítima estaria a caminho da residência de uma ex-namorada, na rua Diogo Correia, no bairro Bonsucesso.

Ainda segundo o tenente-coronel Albano, Murilo havia sido afastado dos quadros da Polícia Militar no último dia 5 de setembro. A execução do ex-PM será investigada pela Divisão de Homicídios de Fortaleza. ”

(POVO Online)

Blog ganha homenagem no V Tweetfor

138 3

Durante o V Tweetfor, realizado nesse sábado, no Marina Park Hotel, o “Blogdoeliomar” ganhou, dos organizadores do evento troféu em reconhecimento ao número de acessos e credibilidade em Fortaleza. Este repórter, em clima de 5 anos de blogagens, recebeu a honraria das mãos de Deodato Ramalho, twitteiro e secretário municipal do Meio Ambiente.

A organização do V Tweetfor ainda homenageou os jornalistas Roberta Fonteles (O POVO), por participação em todos os eventos do Tweetfor, e Paulo César Norões (Sistema Verdes Mares) e o advogado Leandro Vasques (Caace), estes também são apoiadores do evento desde sua pimeira edição.

Cerca de dois mil twitteiros passaram pelo Marina Park. Uma feijoada, com direito a show de bandas como “O Verbo”, serviu para marcar o congraçamento de pessoas que se dedicam a formar amigos, difundir novidades ou fazer jornalismo por meio das redes sociais na Capital. Alfredo Marques, Sávio Queiroz e Lindival Freias Júnior, à frente do Tweetfor, tiveram uma certeza pelo que conferimos: a festa consolidou-se como importante marco entre aqueles que se propõem a difundir as redes sociais e a promover uma comunicação alternativa ou interativa com as mídias tradicionais.

Aqui divido o prêmio com minha mulher, Socorro França. Sem a sua compreensão, horas de dedicação e muita paciência, jamais chegaríamos a estes cinco anos de trabalho na blogosfera. É preciso ter amor ao que faz, saúde e, principalmente, alguém com quem a gente possa dividir as dificuldades, mas, claro, as alegrias. Nosso filho, Vinícius França, que assina o blog “Viniblues.blogspot.com” também esteve conosco nessa festa do V Tweetfor

DETALHE – O Blogdoeliomar também pode ser acessado na área de blogs do OPOVO Online.

(Fotos – Paulo MOska)

Comentário do Felipão

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Bi8eHMYlSbY[/youtube]

O Ceará enfrenta, a partir das 16 horas deste domingo, o Atlético Mineiro. É mais um jogo importante para a equipe cearense, neste Brasileiro, Série A, como avalia o jornalista Felipe Araújo. Hora também do alvinegro acabar com a síndrome da cancela.

Ator José de Abreu vê redes sociais como importantes no campo da política

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=h8Z_2mPqFRk[/youtube]

O ator José de Abreu está no Ceará. Aqui, ele participou do V Tweetfor, no Marina Park Hotel, ocasião em que falou sobre suas participações em eventos que congregam militantes das redes sociais. O ator, bom destacar, ganhou nessa noite de sábado, jantar de amigos como o secretário do Meio Ambiente e Controle Externo, Deodato Ramalho, no qual compareceu a prefeita Luizianne Lins.

Marina participa do V Tweetfor e não fala em novo partido

“A ex-senadora Marina Silva, que, recentemente, desfiliou-se do Partido Verde (PV), ainda não fechou questão sobre a criação de nova legenda que abrigue seu projeto político. Ela disse que continuará à frente do Movimento Transição Democrática até que haja “densidade” para a concepção de nova sigla. “Não se faz um partido por causa de eleição. No futuro, poderá até ter um partido, mas isso não é meu objetivo”, garantiu.

Marina esteve ontem em Fortaleza, cumprindo agenda em eventos com o grupo dissidente do PV. Ela também participou do V Tweetfor, encontro que reuniu usuários da rede de microblogs Twitter na Capital, além de líderes políticos locais, no Marina Park Hotel. O objetivo foi discutir a relação das redes sociais na Internet com as eleições municipais de 2012.

Em entrevista, ela afirmou que “se com partidos que discutiram tanto, metabolizaram tanto as ideias, como o PV, PT e PSDB, deu no que deu, imagine fazer um partido só por causa de eleição”, completou Marina, que foi 3ª colocada nas eleições presidenciais de 2010.

Ela destacou que a ex-senadora Heloísa Helena (Psol) está integrada ao grupo, mas não confirmou se há planos para que as duas componham a mesma sigla.

Redes virtuais

Recém-empossado como presidente municipal do PSB, Karlo Kardoso também esteve no V TweetFor. Em discussão sobre o uso da Internet para as eleições do ano que vem, ele destacou que ainda falta à maioria dos candidatos absorver uma rede de mão dupla da Web, que ajuda, mas também atrapalha.

Já o ex-governador Lúcio Alcântara (PR) avaliou que a Internet ainda enfrenta problema de credibilidade. “Na campanha política o que pode dar muita credibilidade a um candidato é a (difusão de) imagem, como nesse caso do confronto da Polícia com os professores na Assembleia”, mencionou.

Debateram, ainda, o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), o secretário nacional do PT, Renato Simões, o presidente da Câmara Municipal, Acrísio Sena, o secretário de Meio Ambiente de Fortaleza, Deodato Ramalho, e o ator José de Abreu.”

(POVO)

Plano de saúde cria o cliente de primeira e de segunda classe

78 2

Com o título “Doentes de primeira e de segunda classe”, eis artigo do editor-adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos. Ele aborda o caso de um plano de saúde que lançará atendimento especial para “cliente vip”. Ora, se todos pagamos o plano, temos que ter atendimento igual. Ou não? A doença que atinge um menos abastado e um rico atendido pelo mesmo plano seria diferente? Confira:

Nos órgãos de defesa do consumidor os planos de saúde estão sempre entre os serviços que mais recebem queixas pelo atendimento prestado. Não é preciso, porém, utilizar essa referência para saber como anda a imagem desses operadores atualmente. Duvido que alguém não conheça uma só pessoa que já tenha entrado em atrito com empresas do segmento. Dificuldade para marcação de consultas, filas e médicos insuficientes são apenas os problemas mais comuns nessa relação com o usuário.

O fato é que o doente, ou cliente, para eles, parece estar sempre em segundo plano, diante da visão mercadológica predominante. Por isso mesmo é de causar repulsa a notícia publicada esta semana dando conta de que um determinado plano vai lançar serviço voltado ao público classe A – clientes vips. Isso mostra a que ponto chegamos com a mercantilização da saúde. Sim, porque querer diferenciar doente a partir de poder aquisitivo é a prova concreta do conceito que se tem sobre a vida humana.

O pior é que já agora isso é sentido na prática quando se procura utilizar os planos. Fico imaginando quando começar a vigorar a tal sistemática. Quem garante que os vips não terão prioridade em relação aos reles mortais sobre qualquer procedimento? Outro aspecto a ser considerado é a proporção de vips e os de segunda classe na carteira de clientes. Dados do plano indicam que são cerca de 380 mil clientes de segunda classe, sendo que a estimativa de vips é chegar a 10 mil. Isso significa que serão algo em torno de 5% os privilegiados. Do que se depreende que na hora do pega para capar a conta dos vips acabará sendo paga pelos simples mortais. Ou não é verdade?

O que se lamenta é saber que a tendência é o serviço vir a se tornar cada vez pior sem que haja qualquer perspectiva de alteração nesse quadro, restando ao doente de segunda classe o desgaste e a humilhação a que, com certeza, será submetido quando estiver disputando a dor com um vi.

* Luiz Henrique Campos – Editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO

lhcampos@opovo.com.br

VAMOS NÓS – O articulista deixou para você, leitor, adivinhar qual o nome desse plano de saúde. É proposital, pois quer sua reação e saber se você, beneficiário, está acompanhando mesmo o que os planos de saúde andam fazendo.

Assembleia Legislativa precisa de destacamento especial, defende especialista

73 6

Em artigo no O POVO deste sábado, o presidente da Coordenadoria Especial dos Direitos Humanos do Ceará, Marcelo Uchoa, defende a criação de um destacamento especial no Legislativo Estadual. Isso para evitar os absurdos registrados quando de confronto com professores em greve no âmbito desse Poder.

Tolerância e diálogo são fundamentos da democracia. Toda vez que Estado e sociedade civil vacilam no respeito a tais vértices a democracia perde e um passo atrás é dado na caminhada em prol da afirmação dos direitos humanos. Tal situação é agravada quando há miopia na compreensão dos limites dos direitos fundamentais. Foi o que aconteceu quinta-feira, na Assembleia Legislativa, no confronto entre policiais e apoiadores da greve dos professores estaduais.

Em primeiro lugar, nenhum direito é absoluto. Portanto, qualquer manifestação deve respeitar os limites da ordem institucional e do interesse coletivo. Os manifestantes tiveram amplo acesso aos pátios internos da Assembleia, sendo-lhes restringida a entrada ao plenário, espaço que, quando em sessão, é reservado aos deputados.

Câmeras televisivas registraram arremessos de objetos que, enquanto patrimônio público, deveriam ser preservados e não deteriorados. É evidente que no afã de defenderem seus direitos os manifestantes excederam-se nos próprios limites.

Isto, porém, não justifica a intensidade da ação policial, que naquele episódio em específico pareceu desmedida diante das circunstâncias, uma vez que o protesto teoricamente não trazia riscos à vida ou à integridade física de qualquer pessoa presente, apenas buscava maior diálogo sobre norma em votação, cuja repercussão influenciaria no desfecho do movimento. Em outras palavras, estava em jogo apenas política, nada que não pudesse ser resolvido através do diálogo.

Por isso, para legitimar a presença da corporação militar como intermediadora em situações de conflitos de ordem política, defendemos a criação de um destacamento policial específico, com habilidades e capacitações apropriadas para abordagem com movimentos de protesto, a fim de contribuir para que a tolerância, e não os excessos, seja marca constante na interação Estado e sociedade civil.

Na outra ponta, é importante que se compreenda que limites são necessários à convivência múltipla. Afinal, tolerância não sugere só cobrança de diálogo, mas igualmente compreensão de que respeito só se pode exigir respeitando.

* Marcelo Uchôa – Coordenador Especial de Direitos Humanos do Ceará e professor da Unifor.

Professores não são marginais, lembra articulista

56 10

Eis artigo do professor e antropólogo Antonio Mourão Cavalcante. Com o título “O Impasse continua”, aborda, no O POVO  e em seu Blog, a greve dos professores estaduais e a peleja com o Governo do Estado, o que já chega a 57 dias. Confira:

Não gostaria de voltar ao assunto, mas as circunstâncias me obrigam. Refiro-me à greve dos professores. A agressão – chamar aquilo de confronto é um eufemismo bajulatório – quando professores foram barrados, agredidos e feridos. Foi a crônica da morte anunciada…

Será que não se poderia esperar outra coisa do governador e de seu coadjuvante, o presidente da Assembleia Roberto Cláudio? Os dois abusaram não da força, mas da incompetência. Batalhão de Choque invadir Assembleia por causa de manifestação de professores? Estupidez. Aliás, esses dois jovens entraram na política de modo muito linear, não sabem o que é isso. Imaginam-se senhores absolutos do poder. São ingênuos…

Dos deputados eu esperava algo mais contundente. Batendo aquela porta, os professores pensavam encontrar canais de negociação e entendimento. Ledo engano. Os deputados tiraram uma onda de Pilatos. Lavaram as mãos enquanto os professores eram espancados. Pobre Legislativo que se acredita mais um grêmio literário que uma

Casa do Povo. Pois os mestres apanharam, diante deles, e eles não reagiram.

Fica claro, sobretudo para um grupo de parlamentares, o quanto a omissão foi grave. Refiro-me aos deputados identificados com de esquerda (PT, PC do B, PDT, PSB, etc.) que, abobalhados, não souberam reagir e não esboçam qualquer posição diante de tamanha violência.

Esqueceram as lutas. Acovardaram-se ao troco de migalhas do Poder. Para mim foi a decepção mais gritante.

Claro que essa manifestação dos professores é política. Essencialmente política. Não são marginais, nem bandidos ou assaltantes perigosos. Trata-se de cidadãos que buscam a consolidação de direitos assegurados por lei federal. “Se te calares, até as pedras clamarão.”

O impasse, alimentado pela empáfia do governador, está instalado. Os professores acabam de votar pela continuidade da greve. Estão decididos a não recuar. Vão mandar mais policiais? Vão convocar mais Batalhões? Precisa de mortos?

Senhores, a hora é muito séria para entregar a amadores.

Antonio Mourão Cavalcante – Médico, antropólogo e professor universitário

a_mourao@hotmail.com

Por uma rampa a mais no hospital

328 1

Tudo bem que a direção do Hospital São Raimundo implantou rampas no setor de emergência, mas ainda há cliente reclamando desta escada, que fica na entrada principal. Falta uma rampa, o que poderia ser providenciado sem maiores problemas.

A cidadania agradece.

(Foto – Leitor do Blog)

Ator José de Abreu chega para o Twieetfor

108 7

Já está em Fortaleza o ator José de Abreu (Rede Globo). Ele desembarcou nas últimas horas, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, para participar, a partir das 10h30min deste sábado, no Marina Park Hotel, do V TweetFor, o encontro dos twitteiros, blogueiros e faceanos de Fortaleza.

José dde Abreu foi recepcionado pelo secretário municipal do Meio Ambiente (Semam), Deodato Ramalho, de quem é amigo desde os tempos da campanha de Tasso Jereissati, pelo Pró-Mudanças, em 1986.

O ator fez campanha pró-mudancismo e, mais recentemente, trabalhou pela campanha de Dilma Rousseff (PT).

Turistas espanhóis morrem em acidente na CE-040

“Uma colisão envolvendo um ônibus e um carro de passeio resultou na morte de dois turistas espanhóis na noite desta sexta-feira, 30, no município de Fortim, a 132 quilômetros de Fortaleza. O acidente aconteceu no quilômetro 118 da CE-040.

Segundo informações do soldado Monteiro, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), as vítimas viajavam em um veículo modelo Prisma, quando colidiram contra um ônibus que estava estacionado na via devido a problemas mecânicos.

Dois passageiros do veículo de passeio identificados como Luiz Javier Roldan Martins e Roberto Barro morreram no local do acidente, enquanto o condutor do veículo foi socorrido por populares e encaminhado ao Hospital Municipal de Aracati com um ferimento na testa.

Em conversa com O POVO Online, o recepcionista do hospital, identificado apenas como Sérgio, disse que o turista ferido, André Gutierrez, passou por procedimento na manhã deste sábado e encontra-se em estado estável. Segundo o funcionário, nenhum familiar da vítima esteve no hospital até esta manhã.

Ainda de acordo com informações da PRE, o acidente com os espanhóis teria sido provocado por conta da má iluminação no trecho, que teria dificultado a visualização do ônibus parado na via.”

(O POVO Online)

Marina Silva já está em Fortaleza

A ex-senadora Marina Silva já está em Fortaleza. Ela desembarcou nesta tarde de sexta-feira  e foi recepcionada, ainda no Aeropoto Internacional Pnto Martins, por Polô, que disputou o senado na última eleição, e Pulo Sonra.

Marina, nesta noite ainda, terá compromissos no auditório do IFCE, onde haverá o lançamento do Comitê Estadual em Defesa de Rios, lagos e Florestas. Já no sábado, compromisso com ex-verdes e o V Tweetfor, no Marina Park, a partir das 10 horas.

(Foto – Divulgação)

Réus são condenados a 8 anos de prisão por tráfico de cocaína

“O juiz Ernani Pires Paula Pessoa Júnior, da 1ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas, condenou Luiz Leite de Queiroga e Jean Carlos Gonçalves de Queiroga a oito anos de reclusão pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas. Os réus cumprirão a pena em regime inicialmente fechado. Em dezembro de 2009, Luiz Leite de Queiroga foi preso com 29 papelotes de cocaína destinados à comercialização, além de “outros objetos ligados ao tráfico”. Durante a investigação policial, foi apontada ainda a participação de Carlos Gonçalves Queiroga “no intenso comércio ilícito de entorpecentes”.
Em interrogatório, Luiz Leite argumentou que a cocaína apreendida era para consumo próprio. Já Jean Carlos disse não ter nenhum envolvimento no crime.
O juiz Ernani Pires considerou que os depoimentos das testemunhas e as provas periciais e documentais não deixam dúvidas quanto à autoria do crime. “As versões dos acusados não merecem credibilidade, já que a acusação logrou êxito em demonstrar suas culpabilidades”.
O magistrado afirmou ainda que ficou comprovada a associação dos réus para o tráfico. “Extrai-se dos autos que a sociedade criminosa estabelecida entre os denunciados formou-se há certo tempo, gozando ela de estabilidade e permanência para o tráfico de entorpecentes”.

(Site do TJ-CE)

Petrobras dá conceito "Excelente" para Agropolos do Ceará

O Instituto Agropolos obteve conceito EXCELENTE, nota 94 de desempenho (numa escala de 0 a 100), numa avaliação anual realizada pela Petrobras Biocombustível S.A. O Agropolos foi responsável por atender a 75% de todo o público do Programa Biodiesel do Ceará. Atingiu 114 municípios nos 13 territórios do Ceará.

A empresa também cadastrou neste ano 22.964 agricultores familiares e plantou 24 mil hectares de mamona e girassol.

Já a produção fornecida pelos agricultores familiares assistidos pelo Agropolos será cerca de 6.035 toneladas de grãos de mamona e girassol, correspondendo a 74% de toda a produção de mamona e girassol do Programa Biodiesel do Estado do Ceará.

Sindicato MOVA-SE presta solidariedade a professores

69 2

O Sindicato MOVA-SE, que representa os servidores públicos estaduais, manda nota para o Blog se solidarizando com os professores estaduais em greve. Efeito do confronto entre a categoria e oBatalhão de Choque, nessa quinta-feira, nas dependências do Poder Legislativo. Confira:

A diretoria do MOVA-SE se solidariza com os professores da rede estadual de ensino que foram covardemente agredidos por policiais do Batalhão de Choque a mando da presidência da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira, 29/9.

Os professores tentaram entrar na Casa no momento da votação de uma nova tabela de vencimentos, alternativa ao piso instituído por lei federal, quando foram impedidos pelos policiais que usaram de força física.

O coordenador do MOVA-SE, João Batista Silva, defendeu os professores e questionou a postura autoritária que é marca deste governo estadual no trato com os servidores e que se manifestou mais uma vez no encaminhamento à assembléia de um projeto de piso na surdina e sem dialogar com os principais interessados.

Em greve há 54 dias, os bravos professores armados apenas de sua coragem e determinação não desistiram de participar da decisão que vai direcionar os rumos das suas vidas. Houve quebra-quebra e alguns professores saíram feridos, dois inclusive com suspeita de traumatismo craniano. Até os três professores em greve de fome há dois dias foram agredidos por policiais do Batalhão de Choque. Desde quarta-feira, 28/9, cerca de 300 professores estavam acampados na Assembleia Legistativa.

Apesar dos protestos, a polêmica matéria foi aprovada pelos deputados. No entanto, o assunto não está nem perto de ser resolvido. Ainda ontem FETAMCE e CONFETAM protocolaram no STJ pedido de impugnação contra os pisos regionais propostos pelos governadores do Ceará e de outros quatro estados e defendendo a manutenção da Lei do Piso, Lei Federal nº 11738/2008. Segundo o presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo, a “orientação do sindicato é continuar resistindo”.

Sindicato MOVA-SE, 

Cidade sem Lei – A vez das faixas oferecendo cestas de café da manhã

329 1

Depois do constante ataque de faixas com propaganda de show das bandas do tal forró de plástico, como denominou o cantor Chico César, eis que agora aparece um outro segmento procurando vender seu “peixe”. Ou melhor, suas cestinhas.

Esse comercial pode ser visto no cruzamento da rua Isié  Boris com Romeu Martins, no bairro do Montese.

(Foto – Leitor do Blog)