Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Cine Ceará até em Juazeiro do Norte

O XXI Cine Ceará ocorrerá de 8 a 15 de junho próximo não mais no Cine São Luiz, que passa por reforma. O local abrigará órgãos do Estado como a Secretaria da Cultura. O festival se transferiu para o Theatro José de Alencar.

Neste ano, uma novidade: haverá, no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, um “Cine Ceará” paralelo. Ali,filmes enfocando a vida do Padre Cícero, informa o organizador do festival, o cineasta Wolney Oliveira.

O apoio para essa mostra paralela do Cine Ceará 2011 vem do prefeito juazeirense, Manuel Santana (PT).

(Foto – Paulo MOska)

PV terá candidato à Prefeitura de Fortaleza

217 3

O Partido Verde do Ceará vai ter candidato próprio em 2012 à Prefeitura de Fortaleza. Anuncia o presidente estadual da legenda, Marcelo Silva. Ele explica que a determinação é da cúpula nacional, dentro da estratégia do partido de ampliar seu espaço político no Estado.

Marcelo Silva adiantou que a candidatura a prefeito de Fortaleza também se fará necessário como forma de dar plaqnue para os candidatos a vereador. ”Temos quatro vereadores na Capital. Teremos candidato para ajudar a ampliar nossa presença na Câmara”, diz o dirigente do PV.

Sobre nome que entraria na disputa, Marcelo afirmou estar cedo para definições, embora em algumas ocasiões já tenha admitido a possibilidade de sair postulante à Prefeitura.

Sobre a divergência nacional do PV entre a atual cúpula e a ex-candidata da sigla à Presidência da República, o dirigente estadual evita maior avaliações. Prefere apostar na tese de que tudo vai ser resolvido. A atual cúpula havia acertado permanecer por seis meses, mas acabou protelando por um ano, o que teria desgradado ao grupo de Marina Silva.

Entidades insatisfeitas com repasses municipais

“Representantes de diversas entidades governamentais e não governamentais que integram o Fórum Estadual pela Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (Feeti) discutirão, ensta segunda-feira, a partir das 14 horas, o confisco de recursos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) para a conta única da Prefeitura de Fortaleza. Durante a reunião, que ocorrerá no auditório da Associação dos Prefeitos e Municípios do Ceará – Aprece, serão informados os valores confiscados, os dispositivos legais desrespeitados e as possíveis conseqüências da medida.

Segundo o procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima, integrante da coordenação colegiada do Fórum (onde representa o Ministério Público do Trabalho-MPT), o argumento oficial é de que o confisco teria ocorrido para atender determinação contida em decreto no sentido de que todos os valores depositados nas diversas contas do Município, em 31 de dezembro último, fossem transferidos para a conta única, permanecendo, assim, à disposição da Secretaria de Finanças (Sefin).

“A preocupação que já nos foi manifestada por dirigentes de entidades que atuam na defesa dos direitos da criança e do adolescente é de que o confisco dos recursos que estavam na conta do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente para a conta única da Prefeitura gere prejuízos ao desenvolvimento das políticas públicas e sociais voltadas para o segmento”, explica o procurador. Ele acrescenta que as entidades tentam negociar com o Município para que os valores confiscados no final de fevereiro último sejam devolvidos à conta do Fundo.

Antonio de Oliveira Lima enfatiza que, diferentemente de outros segmentos que podem ter chegado ao final do ano sem aplicar os recursos financeiros de que dispõem por motivos diversos, o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente tem particularidades que precisam ser bem compreendidas. Ele cita ser comum que, ao final do ano, empresários e cidadãos depositem recursos neste Fundo porque sabem que os valores doados poderão ser descontados em suas declarações de Imposto de Renda. “Como são doações espontâneas e em montantes que não se pode prever, não teria como o Comdica aplicá-las integralmente dentro do mesmo exercício financeiro em que foram recebidas”, completa.”

 (MPT-CE)

Em artigo , o presidente do PPS do Ceará critica o modelo de gestão de Fortaleza

121 7

Com o título “Fortaleza exige respeito!”, eis artigo que o presidente regional do PPS, empresário Alexandre Pereira, mada par o Blo e que foi veiculado no fim de semana no O POVO. Ele faz críticas ao modelo de administração da prefeita Luizianne Lins (PT). Confira:

Francamente, você está satisfeito?

Nascido e criado em Fortaleza, amo esse lugar. Quero o melhor para minha cidade.

Caso tenha, por um momento, deixe de lado suas preferências político-partidárias, e responda com sua consciência e senso de justiça. Você está satisfeito com a gestão municipal que temos, como as políticas e serviços públicos oferecidos por ela? Eu também não.

O que vivenciamos atualmente na administração pública de nossa cidade é lamentável e nos causa profunda tristeza e indignação.

Na condição de administrador, digo: falta planejamento e, sobretudo, capacidade de execução por parte da atual gestão. Eleger prioridades, definir objetivos estratégicos, estabelecer metas e realizar monitoramento e avaliação de resultados, é o mínimo que se espera de uma gestão nos dias de hoje.

Temos consciência que toda administração, seja pública ou privada, enfrenta desafios, porém, as dificuldades não podem servir como desculpas. Fortaleza tem inúmeros e valiosos ativos estratégicos, o principal deles é sua gente trabalhadora, alegre e empreendedora. O poder público local deveria ser o grande indutor do desenvolvimento integrado e sustentável, mas falta liderança e capacidade de aglutinar as forças vivas da cidade.

Então, o que podemos fazer? As respostas são múltiplas e variadas, porém quero destacar duas atitudes fundamentais. A primeira é dizer NÃO a um modelo de gestão que até aqui (no sétimo ano de mandato) prometeu muito e entregou pouco, cometendo verdadeiro estelionato eleitoral. A segunda é assumirmos nossa cidadania plena, não abdicarmos do direito de participar diretamente da construção coletiva de Fortaleza.

Precisamos unir os cidadãos de bem, os que querem uma cidade mais justa e com oportunidades para todos, uma cidade com o mínimo de gestão e resultados. Não podemos nos contentar com menos.

Ciente que todos devem participar ativamente dos destinos da cidade, junto com outros cidadãos, articularemos, muito em breve, lideranças sociais, empresariais, partidárias e todos aqueles que queiram discutir e propor caminhos e soluções  para nossa Fortaleza.

Vamos acreditar no futuro e fazer de nossa cidade um lugar muito melhor pra se viver.

Alexandre Pereira
Administrador, empresário e presidente estadual do PPS.

TJ-CE divulga nota sobre caso do juiz

O Tribunal de Justiça do Ceará divulgou nota, nesta segunda-feira, sobre caso envolvendo um juiz e acidente de trânsito que resultou em vítima. Confira: 

NOTA

O Tribunal de Justiça do Ceará lamenta o triste episódio envolvendo o juiz de Direito Aristófanes Vieira Coutinho Junior, que na madrugada desta segunda-feira (04/04) se envolveu em acidente de trânsito, que vitimou Henrique da Silva de Maria.

O magistrado se apresentou nesta manhã ao presidente do Tribunal, desembargador José Arísio Lopes da Costa, que está adotando providências visando à instauração dos procedimentos legais cabíveis.

Assessoria de Comunicação do Poder Judiciário
Tribunal de Justiça do Estado do Ceará

Prefeita inspeciona obras do futuro Hospital da Mulher

99 3

Essa informação é do site da Prefeitura de Fortaleza:

Nesta segunda-feira, a partir das 14 horas, a prefeita Luizianne Lins (PT) visitará o canteiro de obras de mais um grande projeto da gestão Fortaleza Bela: o Hospital da Mulher. O empreendimento está sendo construído em um terreno de 70.746,32 metros quadrados e com a área total construída de 26.465 metros quadrados. A construção, dividida em quatro blocos, já tem mais de 60% concluída, com o primeiro bloco em fase de finalização de acabamento das pinturas e instalações elétricas. Já o segundo bloco está iniciando a fase de acabamento. Os dois últimos blocos, que serão os blocos de serviço, estão com a alvenaria e o revestimento já concluídos, iniciando as instalações elétricas e de equipamento de manutenção do hospital.

Até fevereiro de 2011, já foram aplicados na obra do Hospital da Mulher R$ 44.128.951,03 (incluindo reajustes anuais). A maior parte desse dinheiro, R$ 36.183.068,68, valor que corresponde a 52,35% em relação ao valor total da obra, saíram dos cofres da Prefeitura. A construção completa terá o custo total de R$ 69.115.350,44.

Também está programada para a tarde desta segunda-feira uma visita ao estádio Presidente Vargas. No último dia 29, Luizianne esteve no PV, onde apresentou à imprensa o conserto dos pontos cegos.

Vândalos quebram caixa eletrônico na Beira Mar

132 1

De Tadashi Enomoto, coordenador do Movimento Amigos da Beira Mar, recebemos,

Prezado Jornalista Eliomar de Lima,
 
Essa é a situação em se encontra o Caixa Eletrônica do Banco do Brasil do calçadão da avenida Beira Mar, em frente ao Clube Náutico.

Estava há cerca de 15 dias em manutenção e, neste fim de semana, quebraram os vidros (talvez por indignação de não estar funcionando)

Que o BB adote providências já.
 
Tadashi Enomoto,
Coordenador dos Amigos da Beira Mar.  

Waldonys é o próximo convidado do projeto Diálogos O POVO & Cultura

O sanfoneiro Waldonys é o convidado da segunda edição do projeto “Diálogos O POVO & Cultura”, que ocorrerá na próxima quarta-feira, das 19h30min às 21h30min, na Livraria Cultura. O objetivo do projeto, com a temática Arte e Cidade, é discutir a produção cultural e artística de Fortaleza, nas suas várias linguagens, num diálogo que reúne os artistas e a comunidade.

A coordenação é dos jornalistas Plíno Bortolçotti (que tem Blog no POVO Online) e Regina Ribeiro, de Edições Demócrito Rocha.

SERVIÇO

Livraria Cultura (Shopping Varanda Mall – Av. Dom Luís, 1010,  esquina com av. Virgílio Távora)
Capacidade para 98 pessoas
Acesso gratuito

TCM fiscaliza contas de seis municípios nesta semana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), por meio da diretoria de Fiscalização, divulgou, nesta segunda-feira, nova lista de cidades que começam a ser inspecionadas. As equipes já estão em campo. São seis os municípios:

Acopiara – inspeção até quarta-feira;

Arneiroz – inspeção até quarta-feira;

Boa Viagem – inspeção até quata-feira;

Granjeiro inspeção até quarta-feira;

Quixelô – inspeção de quarta até sexta-feira;

Umari – inspeção de quarta até sexta-feira.

Justiça julga "Courinha" nesta segunda-feira

“A 5ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua levará a julgamento, nesta segunda-feira, José Enilson Couras, o “Courinha”, acusado de ter cometido mais de 100 crimes de pistolagem no Ceará e no Piauí. A sessão terá início às 9 horas e será presidida pela juíza Valência Aquino.

O réu será julgado pelo assassinato de Manoel Cândido Diniz, ocorrido em julho de 1983, no Município de Iguatu, distante 384 km de Fortaleza. “Courinha” já foi levado a júri popular duas vezes por esse crime. No dia 21 de junho de 1996, foi condenado a 17 anos e seis meses de reclusão, em regime fechado. A defesa apelou e o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) determinou novo julgamento por considerar que os jurados foram contrários às provas dos autos.

Em julho de 2004, “Courinha” foi novamente condenado, desta vez a 15 anos de prisão. A defesa apelou outra vez e o TJCE acatou o pedido pelo mesmo motivo.

O processo tramitava na Comarca de Iguatu, mas acabou sendo transferido para a de Fortaleza pelo fato de o acusado ser considerado de alta periculosidade. O julgamento desta segunda-feira ocorrerá no 3º Salão do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua. A acusação será patrocinada pelo promotor de Justiça Ricardo Machado, enquanto a defesa ficará a cargo dos advogados André Felipe Cordeiro Braga e Thiago Lucas David de Carvalho.

O CRIME

Conforme os autos, Manoel Cândido foi encontrado morto em um matagal. Ele apresentava várias perfurações à bala, além de inúmeros golpes de faca espalhados pelo corpo. Segundo denúncia do Ministério Público (MP) estadual, “Courinha”, José Walter David e Wall Lott Pimentel Lopes foram os últimos a serem vistos na companhia da vítima, ao saírem de uma churrascaria.”

(Site do TJ-CE)

Nonato Albuquerque, paixão pelo rádio, internet e pelo público

782 5

“No contato inicial, o comunicador quis evitar a conversa. Não achou que fazia par com as tantas boas histórias contadas nas Páginas Azuis. Seria demais para ele, argumentou. Um pouco mais de insistência e, um dia depois, Nonato Albuquerque parava algumas horas para nos descrever a infância em Acopiara, a adolescência em Iguatu, a chegada aos microfones de rádio, a presença na tela da televisão e a atuação nas redes sociais. Nonato diz-se um viciado em escrever, em ler, em trabalhar.

Faz parte de várias comunidades no mundo digital. Sem contar os blogs. Na televisão, apresenta o Barra Pesada, programa policial da TV Jangadeiro. E conta que aceitou a missão por uma causa espírita (ou espiritualista) – para pagar dívidas de vidas anteriores. Logo ele, que sempre pedia, nos jornais impressos pelos quais passou, para escapar da cobertura policial.

Mas é no rádio em que Nonato mais se satisfaz. A grande paixão. É a informação que chega sem arrodeios. É só abrir o microfone. A interatividade com o ouvinte é outra marca forte, positiva, cita ele. Gosta da reação e da receptividade que o público demonstra.

Durante a entrevista, Nonato chorou de se emocionar e chorou de rir. Narrou histórias e planejou desafios. Porque o Nonato não é apenas o jornalista de rádio, TV e jornal. Nem tão-somente o espírita que ministra palestras e aconselha despropositadamente. Nem só o amante de bossa nova ou o menino grande que aprendeu a jogar de PlayStation. O Nonato é um cidadão de sensibilidade.

O POVO – Apesar de atuar em outras mídias, o rádio é sua paixão?

Nonato Albuquerque – A grande paixão. O rádio é igual ao exercício de respirar. Eu faço e nem noto. Dá uma satisfação e é uma responsabilidade muito grande. Porque tudo o que se diz tem uma ressonância enorme. Atinge um grande público, mas está desvalorizado até pela categoria.

OP – As redes sociais estão substituindo?

Nonato – Acho que não. As redes sociais deram uma agilidade muito grande ao rádio. A internet veio favorecer. As redes sociais deram um incremento a ter mais informação atualizada da cidade. Hoje, eu me pontuo muito pelo Twitter ou Facebook.

OP – Mas é um público diferente.

Nonato – Porque tem mais jovens (nas redes sociais). A grande massa às vezes não conhece nem tem internet. Mas a internet veio solidificar no rádio a agilidade que esse veículo tem. É o mais ágil veículo. Acontece um sopro de tsunami no Japão e nós já sentimos a presença aqui pela velocidade dos meios de comunicação de hoje, das ferramentas que temos. E o rádio é o primeiro a dizer. Basta abrir o microfone. Não precisa “prepara, vai maquiar o apresentador, coloca set, vai começar, atenção pessoal”… não. É rapidinho até que você possa ter mais informações. Então, o rádio é bom por isso. E o rádio integra mais. Hoje em dia, a gente já acorda ligando o televisor para ver o noticiário do telejornal, mas o telejornal de manhã ainda é um refogado das notícias da noite. E o rádio já está recebendo telefonema de ouvintes que estão no dia a dia dizendo: “Olha, eu encontrei neste momento um grande congestionamento na BR-116. Avisa ao pessoal pra pegar outros caminhos”. E o rádio é fortalecido pela interatividade com o ouvinte. O celular nos deu uma oportunidade de colocar a facilidade. Antes, você precisava sair com uma mala de som pesada, enorme, e um gravador pras ruas.

OP – Como é que você lida com as redes sociais?

Nonato – Tenho Twitter, Facebook, MSN, LinkedIn. Sou um blogueiro por conta de vício, acho que é vício. Eu gosto. Me perguntaram: “Você ganha com seus blogs?”. Não, me dá prazer estar escrevendo. Eu tenho uma coisa incrível de ter que escrever. Falar e escrever, para mim, são as duas noções da minha presença na Terra nesta encarnação. E ler muito. Exagerado até.

OP – Mas, na internet, o público é mais jovem? Já conhecia você?

Nonato – É mais jovem. Muitos me descobrem na internet: “Você é o Nonato da rádio, da televisão? E você tem blog?” Um dia desses, eu fui para uma locadora de vídeos e peguei dois games de PlayStation 3.

OP – Você joga Playstation 3?

Nonato – Pronto. Foi o que a menina perguntou: “O senhor gosta disso?” É porque não tinha na minha infância. (risos) Não tinham descoberto ainda. E eu aproveito pra aprender antes de morrer. Ontem eu fiquei jogando baralho até 2 horas da manhã. É meio doido. É atualizando o blog, é jogando baralho, é olhando a televisão, é assistindo ao Jô Soares e é daqui a pouco preparando o livro para continuar a ler. Hoje, eu li na Folha de S.Paulo que informação demais prejudica os neurônios. Os meus já devem estar um pouco prejudicados (risos).

OP – E quem é o público da TV?

Nonato – O público de TV é a grande massa. O Barra Pesada é um programa que está mais entre o público B, D. Mas, na verdade, é o grande público que ainda é ávido pela informação que fala do mal do outro que satisfaz a alguém pra se sentir bem. Tem aquela história: “Ah, o vizinho está ruim da vida. Graças a Deus”. Parece assim. Nós vivemos em uma sociedade em que a notícia ruim dá ibope.

OP – Como você se sente noticiando isso?

Nonato – Meio estranho. Eu que já trabalhei em todas as editorias do jornal e nunca quis, sempre me afastei da editoria policial, “ah, não gosto disso, não”. Quando Tancredo Carvalho me chama, eu estava no Vida & Arte, e digo “só não quero o Barra Pesada”.

OP – E por que aceitou?

Nonato – Por uma mudança de atitude que, às vezes, eu conto nas minhas conversas, nas minhas palestras. É uma história muito longa.

OP – Tem um tom espiritualista.

Nonato – É, foi uma amiga minha de fora que me anunciou. “Nonato, você vai trabalhar em televisão”. E eu: “Que nada, não gosto de televisão”. Era uma amiga espírita. “Vai haver uma grande mudança na Terra que vai precisar de pessoas ligadas a informação para atuar em uma rede de informação em que não seja preciso ampliar ainda mais a grande tragédia da humanidade. Vamos passar por momentos difíceis, a violência vai duplicar.” Tudo o que hoje está acontecendo pra mim não é novidade.

OP – E ela disse isso quando?

Nonato – Antes do Barra Pesada, seis meses antes. Tanto que, dois meses depois que eu fui chamado, fui chamado para a TV Cidade fazer um programa de notícia. Eu, Miguel Macêdo, Dílson Pinheiro, era uma equipe para um show de entretenimento. Era uma equipe fantástica que ia trabalhar. Achei o projeto fabuloso. E faltando pouco tempo, chegou uma informação: “Não, nós vamos mudar”. Já havia matéria gravada, quadro de humor e tudo. “O programa vai mudar, vai ter outro perfil, vamos precisar divulgar o nome de uma figura que vai entrar na política”. Era o Cambraia. E esse programa ia ter um tom político. Dos 10 que estavam na produção, os 11 saíram. E eu também não queria nada com política. Até hoje, eu sou avesso a política partidária. Se eu não uso o meio de comunicação como trampolim, também não vou servir de trampolim para ninguém. Telefonei para ela (a amiga) e disse: “Minha amiga, você errou. Quem lhe anunciou esse presságio, que eu ia pra televisão, gorou”. E ela: “Olha, não sei qual é o projeto, não. Mas não era esse. É um programa policial”. Novamente, em silêncio, eu disse: “Deus me livre do Barra” (risos). E a língua paga.

OP – Mas você se arrepende?

Nonato – Não, não.

* Leria a inegra da entrevista de Nnato Abuqueruque aqui.

(O POVO)

Coronel Bezerra tem crédito de confiança do empresariado

Se depender do apoio do empresariado, o coronel Francisco Bezerra terá vida longa à frente da Segurança Pública e Defesa Social do Estado. O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, por exemplo, é só elogios ao trabalho do coronel que “mostra resultados”.

Segudo Macedo, o coronel Bezerra vem mostrando presença e a equipe da SSPDS resolvendo probelmas e enrentando a bandidagem com altivez.

Agora, é cuidar do Interior.

Cegás inicia venda de gás para condomínios

“A Companhia de Gás do Ceará (Cegás) vai expandir suas atividades no mercado do gás natural voltado para condomínios. A informação é do presidente da empresa, José Rego Filho, acrescentando que isso começará por Fortaleza. Ele diz que já fechou contrato com 80 clientes, a maioria dos bairros Aldeota e Meireles, e que, dentro de 120 dias, o produto já estará sendo distribuído.

Rego, no entanto, não falou em valores aplicados nesse investimento nem quanto o condomínio tem que pagar pelo serviço.

Pelo largo sorriso esboçado, ao dar essa informação, deu a certeza de que, de fato, a Cegás está com todo gás. O que compensa, quem sabe, baixas registradas no plano do gás veicular.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Médicos articulam paralisação para o dia 7 em protesto contra planos de saúde

110 1

O Sindicato dos Médicos do Ceará está divulgando nota das entidades representativas da categoria conclamando a todos para que paralisem atividades no próximo dia 7. O objetivo é protestar contra os honórios pagos pelos planos de saúde. Confira a nota:

Prezado cidadão, prezada cidadã,

Os médicos de todo o País vão suspender o atendimento aos planos e seguros de saúde no próximo 7 de abril, o Dia Mundial da Saúde.

Nesse dia, os médicos não realizarão consultas e outros procedimentos. Os pacientes previamente agendados serão atendidos em nova data. Todos os casos de urgência e emergência receberão a devida assistência.

A paralisação é referendada pela Associação Médica Brasileira (AMB), Conselho Federal de Medicina (CFM), Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e pelo conjunto das sociedades de especialidades médicas.

Trata-se de um ato em defesa da saúde suplementar, da prática segura e eficaz da medicina e, especialmente, por mais qualidade na assistência prestada aos cidadãos.

O objetivo é protestar contra a forma desrespeitosa com que os médicos e os pacientes são tratados pelas empresas que atuam no setor.

Os planos de saúde interferem diretamente no trabalho do médico: criam obstáculos para a solicitação de exames e internações, fazem pressão para a redução de procedimentos, a antecipação de altas e a transferência de pacientes.

Os contratos entre as operadoras e os médicos também são irregulares, estão em desacordo com as normas estabelecidas pela Agencia Nacional de Saúde Suplementa (ANS).

Nos últimos dez anos, os reajustes dos honorários médicos foram irrisórios, enquanto os planos aumentaram suas mensalidades bem acima da inflação.

Alertamos a sociedade que tal situação é hoje insustentável, com riscos de sérios prejuízos à saúde e à vida daqueles que decidiram adquirir um plano de saúde, na busca de uma assistência médica de qualidade.

As empresas de planos de saúde precisam urgentemente atender a reivindicação das nossas entidades, estabelecendo regras contratuais claras que respeitem a autonomia do médico e definam critérios e periodicidade de reajustes dos honorários profissionais.

É necessário também que a ANS exerça seu papel fiscalizador, exigindo dos planos de saúde o cumprimento da regulamentação.

* Associação Médica Brasileira
* Conselho Federal de Medicina
* Federação Nacional dos Médicos

DETALHE – Por toda esta semana, o presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec), José Maria Pontes, percorrerá a mídia local divulgando o movimento e seus objetivos.

O dia em que o Mercado São Sebastião ficou must

466 3

Fomos ao Mercado São Sebastião neste domingo pela manhã comprar feijão verde, carne e verduras e acabamos tendo uma surpresa: o local é rico em termos de personalidades que por ali circulam em busca da panelada, caldinho, cuscuz e outras variedades da cozinha cearense. Encontramos, por exemplo, o cantor Falcão, o bregastar mais famoso deste País, que ali circulava fazendo compras numa de suas folgas, já que mora e faz a maioria dos shows em São Paulo.

Fã pede para clicar aquele momento.

Bem, mas não pararam por aí nossas surpresas. Entre uma compra e outra, lá estava o diretor regional do Sesi/Senai, Francisco das Chagas Magalhães, que, com sua mulher, Teresa, não dispensou uma foto de fã ao lado de Falcão.

E na circulada pelo Mercado São Sebastião, descobrimos que o deputado federal Chico Lopes (PCdoB) é freguês da merendinha, assim como o advogado criminalista Paulo Quezado não poupa uma boa rabada.

Entre uma compra e outra, eis que encontramos o presidente da Câmara Municipal, Acrísio Sena (PT). Ele aproveitou e convidou Falcão para traçar uma gostosa panelada. Falcão, na sua irreverência, aproveitou até para lançar uma chapa 2012 para Fortaleza: “Acrísio e Falcão – bote essa chapa na cabeça!”

E por que esse abacaxi?

Além de Falcão e Acrísio Sena, gente da mídia como o querido jornalista Neno Cavalcante, que estava no Mercado São Sebastião atrás de frutas e algumas excentricidades como catuaba…

Falcão, Acrísio e o jornalista Neno Cavalcante (DN).

Quem também acabou aparecendo ali, depois de ter feito vistoria nas obras do Estádio Presidente Vargas foi o secretário municipal do Esporte e Lazer, Evaldo Lima. Ali, aproveitou para se esbaldar no suco de…maracujá. Adivinha qual a pergunta que ele mais respondeu no local?

É, mas muita gente boa circulou pelo Mercado São Sebastião. Moacir Tavares, que coordena o Programa Nacional de Apoio à Modernização Municipal (PNAF), que ali estava com a família fazendo compras; o publicitário Pedro Alvarez, o ambientalista João Saraiva e o cinegrafista Fabiano Moreira, ex-Canal 10, hoje com produtora.

Houve um momento histórico nesse “encontro” dominical no mercado. Falcão resolveu pagar a conta dos sucos de graviola para ele, abacaxi para Acrísio Sena e muito maracujá para o secretário Evaldo Lima, além de panelada de carneiro e de gado, cuscuz e carninho de porco para este repórter.

Olha nós aí ao lado do cantro Falcão, que não dispensou uma mandioca para completar o cenário do que ele denominou de “Quadro dos Homens Mais Bonitos do Ceará”.

Pois é, não somos maior do que o cantor Falcão. Um banquinho ajuda nessas horas. Mas dá uma olhada no chinelão que o artista usava. Hum… 

(Fotos – Paulo MOska)

Justiça manda Governo do Ceará fornecer remédios para pacientes de doenças graves

“O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) determinou que o Estado do Ceará forneça medicamentos a dez pacientes portadores de doenças graves, como câncer, mal de Alzheimer, osteoporose e diabetes. A decisão, proferida nessa quinta-feira (31/03), teve como relator o desembargador Rômulo Moreira de Deus. “Nesses casos, há responsabilidade solidária e linear do Poder Público em fornecer, gratuitamente, a pessoas carentes, medicação destinada a assegurar condições à continuidade da vida digna e preservação da saúde”, afirmou o relator.

O Ministério Público (MP) estadual ingressou com mandados de segurança (nº 20504-73.2009.8.06.0000/0 e 32973-54.2009.8.06.0000/0) no TJCE requerendo ao ente público o custeio dos remédios. Segundo o MP, os pacientes não possuem condições financeiras de arcar com o custo dos tratamentos.

Em contestação, o Estado do Ceará alegou “ausência de plausibilidade jurídica na obrigação em fornecer medicamento fora das políticas públicas existentes, para além dos limites orçamentários previamente estabelecidos”. Sustentou ainda que os pacientes não comprovaram a necessidade de uso dos remédios. Ao julgar o caso, o Pleno do TJCE concedeu a segurança e determinou o fornecimento das medicações solicitadas. Estabeleceu ainda multa diária no valor de R$ 500,00 em caso de descumprimento da ordem.

“A realidade probatória colhida nos autos é bem diferente do que afirmado pelo Estado do Ceará. Com efeito, para cada paciente há laudo médico comprobatório da enfermidade e prescrição medicamentosa, firmados por médicos profissionais atuantes na rede estadual de saúde e, portanto, dotados de fé pública”, ressaltou o relator. O desembargador Rômulo Moreira citou ainda em seu voto decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), segundo a qual, “normas burocráticas não podem ser erguidas como óbice à obtenção de tratamento adequado e digno por parte do cidadão carente”.

(Site do TJ-CE)

Princípio de motim na CPPL II em Itaitinga

“A suspensão de visitas aos presos de uma das vivências da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) II, em Aquiraz, provocou um princípio de rebelião na unidade na manhã deste domingo, 3.

Informações preliminares dão conta de que a punição aos presos se deu por conta da falta de disciplina de dois grupos rivais de detentos. Após a determinação da unidade carcerária, os presos iniciaram conflito, quebrando objetos e danificando grades do presídio.

Reforço policial teve de ser acionado para que o tumulto fosse contido. Segundo informações do coordenador-adjunto do sistema penitenciário do Ceará (Cosipe), Edmar Santos, durante o confronto com os policiais, quatro detentos ficaram feridos e tiveram de ser encaminhados ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro da Capital.”

(POVO Online)