Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

As idiossincrasias do processo eleitoral

54 3

O ex-deputado estadual Oman Carneiro, presidente do PRB de Sobral (Zona Norte), nos manda artigo com uma reflexão sobre as últimas eleições e o chamado processo ficha lmpa tocado pelo Supremo Tribunal Federal. Confira:

A decisão do Supremo Tribunal Federal, dia 9 último, concedendo liminar a pedido do PMDB determinando que a vaga decorrente da renúncia do deputado Natan Donadon (PMDB/RO) viesse a ser ocupada pelo primeiro suplente do partido, desconstrói não só o conceito e o efeito da Coligação Partidária, mas afeta todos os ditames da Legislação Eleitoral em vigor.

Tomando tal aplicativo para a situação do quadro apurado no Ceará nas últimas eleições para a Câmara Federal, teríamos, por exemplo, as seguintes situações:

1ª: O PSB elegeu quatro deputados (Domingos Neto, Edson Silva, Ariosto Holanda e Antônio Balmann) e só fez um suplente – Airton de Almeida Oliveira (7.954 votos). Na hipótese de dois deputados eleitos, por algum motivo, virem a se afastar, uma vaga deixaria de ser preenchida e o partido ficaria somente com três cadeiras.

2ª: O PC do B, que não é um partido pequeno, e que elegeu dois deputados – João Ananias (128.718 votos) e Chico Lopes (95.584 votos), no caso de possível afastamento  de um deles, a vaga seria ocupada por Maria Salete Monteiro dos Santos, uma candidata que tirou apenas 149 votos, enquanto o Primeiro Suplente pela Coligação obteve 82.804 votos, mas que pertence ao PMDB – Mário Feitosa de Carvalho Freitas.

3ª: No caso de afastamento dos dois deputados eleitos pelo PC do B, a sigla também perderia uma vaga na Câmara Federal.

Com essa decisão, concluímos que diminuem cada vez mais as chances de uma igual ou proporcional representatividade de alguns partidos políticos em face do crescimento cada vez maior dos partidos já tidos como “grandes” no cenário nacional e entendemos que a Justiça resolveu esquecer o papel dos eleitores que foram às urnas exercer o seu direito de escolha e anular, sumariamente, os seus votos, substituindo o processo eleitoral democrático por uma ridícula estratégia de ditar as representações nos demais poderes, tomando o mais legítimo espaço dado ao povo brasileiro: a escolha de seus representantes.

Oman Carneiro,

Presidente do PRB de Sobral.

Lagoa está morrendo no Monte Castelo

170 1

Essa é mais uma lagoa que está desaparecendo em Fortaleza. Totalmente açoreada e cercada de lixo, eis como está a “Lagoa da Mãe Rainha”, que fica no entorno de praça homônima no bairro Monte Castelo.

Os moradores dizem que virou um depósito de lixo a céu aberto e que a Secretaria Executiva Regional I prometeu, há tempos, recuperação. O tempo passou, voou e nada, nada de concreto até hoje.

(Foto – Paulo Moska)

José Gerardo Arruda diz que PMDB terá candidato a prefeito em Caucaia

Satisfeito por ver sua mulher, Inês Arruda (PMDB), prestes a assumir cadeira de deputada estadual em razão da convocação de parlamentares eleitos e reeleitos para ocupar secretarias, o deputado federal José Gerardo Arruda (PMDB) avisa: “Teremos candidato a prefeito em Caucaia!” 

Ele diz que Caucaia está em situação difícil e que o PMDB deve ter candidato, que pode ser sua mulher, Inês Arruda. O parlamentar, barrado pelo STF no objetivo de postular reeleição à Câmara dos Deputados, não fala na possibilidade dele ser o postulante.

Reitera José Gerardo, que já foi prefeito: “O PMDB vai disputar em Caucaia!” O atual prefeito, Washington Góes (PRB), não descarta postular a reeleição.

Petista cearense otimista com Ideli Salvati à frente do Ministério da Pesca

Dedé e o abraço em Ideli Salvati.

O deputado estadual Dedé Teixeira (PT) retornou nesta terça-feira de Brasília, onde conferiu a posse da nova ministra da Pesca e Aquicultura (MPA), a ex-senadora Ideli Salvatti (PT). A cerimônia de transmissão de cargo contou ainda com a presença do secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, os ministros Ana de Hollanda (Cultura), Isabela Teixeira (Meio Ambiente) e Wagner Rossi (Agricultura), além de senadores e deputados.

Dedé se diz “otimista” com o cenário da pesca e aqüicultura do Brasil nos próximos quatro anos. “O setor foi refundado pelo presidente Lula, que vem investindo de forma maciça nos últimos anos em capacitação e infraestrutura. Os números estão aí para mostrar”, disse Dedé, referindo-se ao aumento de 25% da produção de pescado no Brasil em relação a 2003, passando de um milhão de toneladas por ano, para 1,24 milhão de toneladas.

(Foto – Divulgação)

Adísia Sá e a posse de Dilma Rousseff

Com o título “Um bom começo”, eis artigo da professora e jornalista Adísia Sá, que está publicado no O POVO desta terça-feira. Ela aborda a posse de Dilma Rousseff. Confira:

Os contemporâneos assistem a algo até então absolutamente fora de cogitação: a posse de uma mulher na Presidência da República. Digo “fora de cogitação” porque era quase uma miragem, uma ilusão. Isto não quer dizer que outras não tentaram, tentaram sim, só que sem maiores alardes e divulgação: desapareceram na voracidade do tempo. Seus nomes? No registro da imprensa e nos cartórios eleitorais. E só.

Agora não: a figura é de carne e osso, arrebatou milhões de votos e tomou posse sob a curiosidade, a expectativa, a desconfiança, a esperança, o entusiasmo de milhões espalhados por rincões desta Pátria nem sempre bem tratada. Por nós…

Gestos soltos vão formando, aos poucos, o retrato de Dilma: são palavras – como as ditas em relação à liberdade de imprensa; como as que sustam o braço de facção radical do MST; como as de solidariedade aos miseráveis e a garantia de que tudo fará para mudar esse quadro que nos envergonha e humilha; como as que determina economia e parcimônia nos gastos públicos. Enfim, aos poucos o retrato dela vai apresentando seus contornos, traços e definições.

Uma pausa no seu cotidiano antes da posse para receber o embaixador da Bulgária, de quem ganhou o abraço dos patrícios do pai e uma foto da única tia viva. A Bulgária, caladinha no canto de seu cotidiano, virou manchete, ganhou ampla cobertura da Imprensa, inclusive internacional.

Pelo que se viu, Dilma não será modelo: estava sobriamente vestida. De tudo ouvido, um ponto estranhei: a insistência com que diz querer ser chamada de “presidenta”. Para enfatizar a
presença da mulher? Para quebrar uma norma ou vício de linguagem?

Mas deixemos de lado as especulações e fiquemos atentos ao começar de uma nova era se tudo correr bem, como espero, Dilma não será a única a presidir o País… Quem for vivo, verá.

Adísia Sá

adisia@secrel.com.br

Jornalista.

Acrísio Sena define equipe de gestão

311 2

Acrísio e sua mulher Letícia.

O presidente da Câmara Municipal, Acrísio Sena (PT), já definiu o quarteto que o acompanhará em termos administrativo na Casa. Acrisio terá como coordenador-geral de Imprensa o jornalista Edvaldo Filho.

O advogado Paulo Rolim será o diretor-geral da Casa e o ex-presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura, Carlos Matos, ocupará a chefia de gabinete.

Já a advogada Denise Falcão, que sempre atuou com o vereador, ocupará a assessoria jurídica da Câmara Municipal.

 

(Foto – Paulo Moska)

Pedro Fiúza confirma: presidirá PSDB de Fortaleza a partir de março

 

O empresário Pedro Fiúza, que disputou o Governo como vice na chapa do então candidato Marcos Cals, vai assumir, a partir de março próximo, a presidência do PSDB de Fortaleza. A confirmação foi dada por ele, adiantando que isso ocorrerá no momento em que virá uma renovação completa em todos os diretórios municipais do partido no Estado.

“Vamos assumir o PSDB da Capital com a missão de elaborar um projeto para a cidade. Fortaleza não pode continuar sob o comando de uma prefeita que é rejeitada e não corresponde às expectativas”, afirma Fiúza. Indagado se seria ele o postulante ao Paço Municipal, avisa: “A prioridade é o projeto. O nome virá depois”.

Sobre Gony Arruda, deputado estadual tucano indicado para secretário dos Esportes do Governo Cid, não quis polemizar: “Isso quem vai resolver é a executiva estadual”.

(Coluna Vertical, do O POVO)

SSPDS – Coronel Bezerra assume a pasta nesta 3ª feira

223 1

O Coronel Bezerra assume, a partir das 10 horas desta terça-feira, o cargo de secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado. Em ato marcado para o Palácio da Segurança, (Bairro São Gerardo), ele receberá a pasta das mãos do atual titular, Roberto Monteiro, que está deixando o Ceará.

Roberto Monteiro viajará, em seguida, para o Recife, onde visitará familiares e, depois, seguirá para o Paraná, sua terra, onde vai morar.

Já o Coronel Bezerra fará discurso prometendo luta contra o crime organizado. “Nosso objetivo é o combate às drogas, principalmente o crack”, disse, ao ser entrevistado nesta manhã pelo jornalista Nonato Albuquerque, durante o programa Rádio Serviço, da rádio O POVO/CBN.

(Foto – Paulo Moska)

Olha o IPVA aí, geeennnte!!

81 1

Já estão disponíveis na página da Secretaria da Fazenda todos os boletos para o pagamento Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2011, informou a assessoria de imprensa da Secretaria da Fazenda do Estado. Neste ano, 1.439.288 veículos serão tributados, sendo 38.940 isentos. A redução média dos valores, anunciada pela Sefaz, em dezembro último, foi de 11,6% em relação a 2010.

O prazo de recolhimento para quem optar pelo pagamento em cota única, usufruindo do desconto de 5% no tributo, será 31 de janeiro. Quem parcelar o desembolso – sem nenhum abatimento especial – deverá pagar as parcelas, que não podem ser inferiores a R$ 50,00, nos dias 18 de fevereiro, 18 de março e 18 de abril, em prestações iguais.

Segundo a assessoria de imprensa da Sefaz, os boletos para o pagamento do IPVA devem estar chegando a residência dos contribuintes, a partir do dia 15 deste mês pelo Correio.

Os boletos também podem ser retirados em qualquer uma das unidades da Sefaz. O pagamento deve ser feito na rede arrecadadora do Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNB, Bradesco, Farmácias Pague Menos e casas lotéricas.

Governo Cid anuncia corte de R$ 500 milhões em custeio

“Para manter o nível de investimento e otimizar os gastos públicos, o Governo do Estado vai cortar R$ 500 milhões de custeio neste ano. O valor representa 12% dos R$ 4,3 milhões de custeio do ano.

As áreas que receberão os ajustes serão anunciadas em um decreto que contingenciará os recursos e será divulgado na sexta-feira. Os ajustes foram divulgados ontem durante a posse dos secretários do Governo no Palácio Iracema. O Conselho de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (COGERF) é o responsável pelo planejamento.

Segundo o titular da Secretaria da Fazenda (Sefaz), Mauro Filho, o custeio controlado influencia no crescimento dos investimentos.

“Esse corte de R$ 500 milhões tem um objetivo específico: controlar o custeio para manter a um horizonte de longo prazo que a capacidade de investimento vai continuar”, destacou. “Ou fazemos os ajustes fiscais necessários agora, ou podemos comprometer nossa capacidade de investimento”, completou Mauro Filho.

Segundo o titular da Sefaz, esse valor vai ser contingenciado apenas em 2011. Ainda não há previsão para os próximos anos do governo, mas Mauro Filho assinala que o corte pode ser ainda maior.

O Governo pretende executar um fechamento do caixa para as despesas não obrigatórias. Entre elas, foram citados os gastos de custeio com gasolina, energia, terceirizados. Os investimentos prioritários e os já assegurados estão mantidos.

Investimentos

Apesar dos cortes com custeio, o nível de investimentos deverá continuar a aumentar. No primeiro governo de Cid Gomes, foram investidos R$ 7 bilhões no total. A expectativa é aumentar em 30% e fechar o segundo Governo com R$ 10 bilhões.

Segundo Mauro Filho, nos últimos 20 anos o volume de investimentos era de R$ 650 milhões em média. Durante o primeiro mandato de Cid Gomes, os investimentos chegaram a R$ 1 bilhão, R$ 2 bilhões no ano seguinte e R$ 3,2 bilhões no ano passado.

A despesas com educação passaram de R$ 1,4 bilhão no começo do Governo para R$ 2,6 bilhões. A saúde saiu de R$ 805 milhões em 2006 para R$ 1,45 bilhão no período. Já a segurança saltou de R$ 450 milhões para R$ 943 milhões em despesas.

Mauro Filho disse que o Estado ampliou investimentos em áreas de saúde e educação. “Toda expansão de investimentos acaba gerando aumento de custeio que talvez não sejam necessários para o nível de excelência que o Governo vem prestando”, explicou o secretário.”

(O POVO)

Secretaria das Cidades – Camilo recebe cargo de Cartaxo nesta 3ª feira

205 1

O novo secretário estadual de Cidades, Camilo Santana, receberá o cargo das mãos do ex-titular, Joaquim Cartaxo, em solenidade marcada para as 9 horas desta terça-feira. O ato ocorrerá no auditório da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado, no Centro Administrativo do Cambeba.

Camilo, que foi eleito deputado estadual pelo PT, volta assim ao cenário administrativo da gestão cidista. Na primeira administração, ele respondeu pela pasta do Desenvolvimento Agrário, que passou para o comando do também petista Nelson Martins, ex-líder do Governo na Assembleia Legislativa.

STF cassa liminar que permitia ingresso de dois cearenses na OAB

“O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, cassou ontem à noite a liminar que permitia que dois bacharéis em Direito exercessem a advocacia independentemente de serem aprovados no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O presidente da OAB, Ophir Cavalcante, comemorou a decisão de Peluso. “A suspensão da liminar pelo STF é positiva porque reafirma a importância do exame de Ordem como instrumento de defesa da sociedade. A decisão garante, ainda, que a qualidade do ensino jurídico deve ser preservada na medida em que o advogado defende bens fundamentais aos cidadãos”, afirmou. “Aqueles que fazem um curso de Direito de qualidade e se dedicam aos estudos são aprovados no exame de Ordem”, acrescentou.

Na ação que pedia a derrubada da liminar, o Conselho Federal da OAB argumentava que a decisão abria uma brecha para que bacharéis sem a formação adequada exercessem a advocacia. “A prevalência da decisão formará perigoso precedente, que dará azo a uma enxurrada de ações similares (efeito ‘cascata/dominó’), e que, por certo, colocará no mercado de trabalho um sem-número de bacharéis cujos mínimos conhecimentos técnico-jurídico não foram objeto de prévia aferição, e que colocarão em risco a liberdade, o patrimônio, a saúde e a dignidades de seus clientes”.

A OAB alegava ainda que a Constituição garante o exercício livre de profissão, mas prevê, ao mesmo tempo, que uma lei poderá criar restrições à atuação profissional. “Trata-se de opção política da lei, feita de acordo com a vontade e perfeitamente dentro dos limites da delegação feita pela Constituição”, ponderou o Conselho da OAB.

A liminar havia sido concedida pelo desembargador Vladimir Souza Carvalho, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), cujo filho foi reprovado por quatro vezes no exame entre 2008 e 2009, conforme a OAB. A decisão beneficiou apenas Francisco Cleuton Maciel e Everardo Lima de Alencar, mas abria uma brecha para novas ações no mesmo sentido. Sem aprovação no exame da Ordem, os dois poderiam ser inscritos na OAB do Ceará. Os dois argumentaram ser inconstitucional a exigência de prévia aprovação na prova como condição para o exercício profissional da advocacia.”

(Com STF)

PGM dá parecer contrário ao reajuste dos vereadores

96 1

“O reajuste salarial de 61,3% autoconcedido pelos vereadores da Câmara Municipal de Fortaleza corre o risco de não ter validade. Na tarde de ontem, após ser consultada formalmente pelo novo presidente do Legislativo municipal, vereador Acrísio Sena (PT), a Procuradoria Geral do Município (PGM) divulgou um parecer desfavorável ao reajuste, já na atual legislatura.

Assinado pelo procurador-geral do Município, Martônio Mont’Alverne, o documento atesta a “inconstitucionalidade e ilegalidade”, no reajuste dos subsídios na atual legislatura, em respeito à Constituição Federal, segundo a qual, deve ser observado o chamado “princípio de anterioridade”, que só ocorre a cada nova eleição.

Agora, a PGM se junta ao Ministério Público do Estado do Ceará (MPE), ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e a União dos Vereadores do Ceará (UVC). Todos os órgão já apresentaram posicionamento contrário ao aumento que, já em 2011, elevaria os salários dos vereadores de R$ 9,2 mil para R$ 15 mil.

Presidente da Casa, Acrísio adiantou que o documento será juntado aos demais, e apresentado à Mesa Diretora e assessoria jurídica da Câmara, para que um posicionamento definitivo seja anunciado até o próximo dia 10.

“O parecer não é uma posição que vá definir. Ele vai ajudar no debate. Vai auxiliar na formatação de uma posição final. Vamos cumprir o que manda a lei”, afirmou. Além do salário, o gabinete de cada parlamentar recebe uma verba de desempenho parlamentar (VDP) de R$ 12 mil e uma verba de assessoria, de R$ 33,4.”

(O POVO)

Já no batente o novo superintendente da Infraero em Fortaleza

Já está em Fortaleza o novo superintendente estadual da Infraero. Trata-se de Wellington Santos, que respondia pela superintendência do órgão em Salvador (BA). Wellington já comandou o Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Ele retorna para substituir Sérgio Baltore, que responderá, a partir de agora, pela superintendência da Infraero em João Pessoa (PB).

Filiado ao Partido dos Trabalhadores, é tido como da cota do deputado federal José Nobre Guimarães.

Titular da Corregedoria Geral das Polícias virá de fora

O governador Cid Gomes (PSB) informou para a Coluna Vertical, do O POVO, que o titular da Corregedoria Geral da s Polícias, a ser criada, virá de fora do Estado.

“Estou colhendo sugestão com o José Eduardo Cardozo”, diz. Cardozo é o novo ministro da Justiça.

Cid, inclusive, encontra-se em Brasília, onde andou conversando com Cardozo, mas não vazou o nome daquele que ocupar a pasta. Ele ainda conferirá, a partir das 16 horas, a posse do ex-prefeito de Sobral e seu correligionário, Leônidas Cristino, na Secretaria Especial dos Portos.

Derrotado nas urnas, Perboyre disputará prefeitura

67 1

O deputado estadual Perboyre Diógenes (PSL), que não obteve reeleição, anunciou, nesta segunda-feira seu projeto político: vai disputar a Prefeitura de Saboeiro (Região dos Inhamuns). Ele disse que começou a trabalhar com esse objetivo.

Uma de suas medidas práticas está acertada: vai deixar o PSL e se filiar ao PMDB do senador eleito Eunício Oliveira. Perboyre diz que terá o apoio do peemedebista.

Uece investe RF$ 24 milhões em obras

86 1

O reitor da Universidade Estadual do Ceará, Francisco de Assis Araripe, entrou 2011 comemorando que a verba – R$ 24 milhões para obras de reforma e ampliação de vários setores da Instituição está rendendo para os serviços. Ele diz que vem investindo em novos blocos de sala de aula, laboratórios e que as ações atendem também aos campi do Interior. Claro que tudo como apoio do governador Cid Gomes, destaca.

Assis Araripe também informou que entra o Ano Novo com a aprovação de três novos cursos de mestrado: dois na área de Saúde e um outro para o Centro de Humanidades. Os mestrados em Saúde serão oferecidos em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Presidência da Assembleia – PMDB tem simpatias por Zezinho Albuquerque

72 1

O senador eleito Eunício Oliveira, que também é o presidente regional da legenda, avisa: Zezinho Albuquerque (PSB) terá o apoio do seu partido para ser o novo presidente da Assembleia Legislativa.

A eleição ocorrerá no dia 1º de fevereiro. O PMDB, conforme Eunício, tem cinco parlamentares e não vê problema algum na escolha de Zezinho, que teve assessores envolvidos em operação da Polícia Federal relacionada a licitações em prefeituras.

Eunício explica que o parlamentar do PSB não está sob investigação.

O inferno de Dante

132 1

“O aviso no portal do inferno d´A Divina Comédia, de Dante Alighieri, serve de mote e brincadeira para o secretário Roberto Monteiro delinear o que foi sua passagem pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará. “Deixai aqui toda esperança, você que entra”, traduz. Risos.

Feito Dante, mas sem um Virgílio para guiá-lo num desconhecido, Monteiro deixa transparecer que experimentou por quatro anos um purgatório na pasta da Segurança. Momentos difíceis, arriscados, mas nunca determinantes para pôr o cargo à disposição. “Quando entro numa missão, vou até o fim”, sustenta.

Na crise mais “perigosa” que enfrentou, confessa o delegado aposentado da Polícia Federal, teve medo de ver no fogo a própria vida profissional. Carreira construída em mais de 26 anos de batente e sem ter se envolvido em corrupção ou outro pecado mortal do cotidiano policial.

O perigo o rondou, recorda-se, no episódio da descoberta de um plano para sequestrar o filho de um empresário cearense. Avisado da trama pelo serviço de inteligência da Secretaria, Monteiro optou por prevenir a família do garoto em vez de determinar que a delegacia especializada tomasse providências para evitar o crime.

O sequestro aconteceu e, no auge da crise, Cid Gomes o chamou cobrando explicações. Ao governador, teve de dizer que não confiava no delegado que comandava, na época, a Delegacia Antissequestro. Aí, revela Monteiro, foram dias de tormentas até conseguirem resgatar o adolescente com vida. “O senhor imagine, eu, se esse menino morre. Estava derrotado”.

Mas como em A Divina Comédia, a atmosfera desesperadora provocada pelo sequestro foi apenas um dos cenários tensos que Roberto Monteiro teve de purgar. Talvez o pior, o que lhe deixe mais frustrado na saída, tenha sido a incapacidade de fazer com que investigações nas delegacias e Corregedoria tivessem mais êxito e respostas ao crime no Estado e contra a corrupção policial. “Incisivo eu fui ao máximo, às vezes até carreguei um pouco na mão. Porque esse problema é muito sério. Mas não vi resultados”.

Na antevéspera do Natal, dia 23, Roberto Monteiro deu a última longa entrevista como secretário da Segurança do Ceará. Um diálogo de mais de duas horas em sua mesa de reuniões. Para o delegado, único a permanecer quatro anos ininterruptos na pasta, em alguns momentos faltou apoio de instituições como OAB, Defensoria e Ministério Público. Como no instante em que proibiu que delegados e PMs exibissem presos como troféus em programas policialescos ou em jornais. “Vai ficar uma coisa folclórica. Vai voltar”.

* Leia a seguir trechos da conversa no POVO Online aqui.

Presença de Gony na equipe cidista é cooptação, avalia analista político

68 3

Com o título “Novos nomes no time de Cid”, o publicitário e poeta Ricardo Alcântara analisa o secretariado de Cid Gomes. Sobre o caso Gony Arruda, deputadol estadual reeleito pelo PSDB e que ocupará a pasta dos Esportes, vê como cooptação. Confira:

Nesta segunda-feira, o governador Cid Gomes, por meio do seu vice, Domingos Filho, que empossará a equipe, dará partida no desafio de contrariar a tendência e cumprir um segundo mandato com melhor desempenho do que o primeiro. Tem grandes chances de consegui-lo: muito do que iniciou vai alcançar materialidade a partir de agora – e em 2012, principalmente.
 
A escolha de Gony Arruda (PSDB) para Esportes indica que o governador pretende mesmo cooptar os tucanos que queiram se manter aliados e deixar à míngua a minoria de dois que se mantém fiel a Tasso Jereissati que, aliás, não deverá manifestar surpresa alguma: em política, a gratidão nunca foi assídua.
 
A ascensão de um neófito, o deputado Antonio Carlos (PT), de suplente a líder do governo, se não atende a critérios técnicos compreensíveis, sinaliza uma manobra política a ser decifrada: o deputado integra o mesmo grupo da prefeita Luizianne Lins, em quem o governador não tem encontrado um ombro amigo. Aí tem.
 
Para a Segurança, antes dirigida com estilo cerebral por um servidor da Polícia Federal, Cid Gomes cumpre o prometido: vai um “pé de boi” – e bota pé de boi nisso! O coronel Bezerra é ex-comandante da Guarda Municipal de Sobral, o que talvez não seja suficiente para transmitir tranqüilidade à família cearense.
 
A presença do “presidente” Evandro Leitão (PDT) no Trabalho, é boa notícia para o governo: se ele souber fazer por lá 10% do que fez pelo nosso time…aguarde. Mas a galera alvinegra ficou preocupada: se, com seu distanciamento, as coisas não andarem bem no “mais querido”, a mundiça já sabe em quem colocar a culpa.
 
Para a Cultura, foi nomeado Francisco Pinheiro (PT), que, como seu vice, conquistou a estima do governador, o que talvez indique boa disposição, mas, perfil alheio às questões de que cuida a pasta e tão distante do meio, a primeira impressão transmitida pela indicação do gentil Pinheiro é de irrelevância. A ver.

No mais, ficam aqueles que sempre pareceram titulares no projeto do governo em seus aspectos fundamentais. Entre continuidade e mudança, a escolha do secretariado tem a marca de um equilíbrio que Cid Gomes sempre se esforça em garantir às suas decisões. Que vença o desafio de superar a si mesmo.

Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.