Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Grupo Gerdau ganha certificação na área ambiental

O Grupo Gerdau apresentará durante o 52º Congresso Brasileiro do Concreto (Ibracon 2010), que ocorrerá no Centro de Convenções de Fortaleza entre os dias 13 e 17 deste mês, seus produtos de aço voltados para a construção civil e que receberam o Selo Ecológico Falcão Bauer. A Gerdau é a primeira produtora de aço brasileira a receber essa certificação, concedida pelo Instituto Falcão Bauer da Qualidade, um dos mais importantes e antigos certificadoras do País.

O selo reconhece os  produtos vergalhões Gerdau  GG50, CA-60 Gerdau, CA-25, vergalhões cortados e dobrados, telas para concreto, telas para coluna, telas para tubo, malhas pop e treliças. Com a certificação, a empresa é reconhecida como integrante de um grupo que segue práticas ambientalmente sustentáveis no processo de fabricação de produtos na área da construção civil.

Quadrilha tenta arrombar caixa eletrÕnico do BB de Quiterianópolis

“Uma quadrilha formada por cerca de 10 homens tentou assaltar um caixa eletrônico na cidade de Quiterianópolis, na madrugada desta quinta-feira, 7, a 414 quilômetros de Fortaleza. O caixa eletrônico localiza-se em uma agência do Banco do Brasil, ao lado da prefeitura do Município.

Segundo a Polícia, ao chegar na cidade, a quadrilha se dividiu. Parte deles foi para a agência e os demais, armados com fuzis, ficaram em frente à igreja, localizada ao lado da delegacia do município. Apensa dois policiais estavam de plantão.

Os bandidos tentaram arrombar o cofre da agência com o auxílio de um maçarico, mas não conseguiram levar o dinheiro, de acordo com a Polícia. A quadrilha chegou à cidade por volta de três horas e fugiram antes de amanhecer, em um veículo Ranger. A Polícia ainda não tem pistas do paradeiro dos assaltantes.”

(POVO Online)

Presidente da Fiec entre a alegria e a tristeza

114 1

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, afirma estar vivendo hoje um misto de alegria e tristeza depois que as urnas do último domingo foram apuradas. “Fiquei satisfeito, porque teremos segundo turno e isso é bom para legitimar quem vencer. Fiquei triste pela derrota do senador Tasso Jereissati (PSDB), uma perda para o Ceará”.

Para Macedo, o segundo turno se constitui como importante, pois servirá para reforçar a democracia e dar aos candidatos condições de apresentar melhor suas propostas e promover um debate sem diferenças de tempo na propaganda eleitoral gratuita.

Sobre Tasso, lamentou, observando que, no Estado, as grandes obras estruturantes e que serviram para atrair empreendimentos e empregos, são resultados de suas administrações como governador por três vezes.

Pimentel e Eudes iniciam em Fortaleza o "Outubro Vermelho" pró-Dilma Rousseff

O senador eleito José Pimentel (PT) e o deputado federal reeleito Eudes Xavier (PT) comandam, a partir das 9h30min desta quinta-feira, as atividades políticas em favor da candidatura de Dilma Rousseff (PT), em Fortaleza.

Eles visitarão o Mercado Central, local já percorrido pelos dois durante o primeiro turno das eleições, dentro da programação denomiada de “Outubro Vermelho”. 

Segundo o petista Eudes Xavier, a ordem é pedir a adesão dos comerciantes do local à candidatura de Dilma. Pimentel e Eudes também vão agradecer aos dirigentes da Associação dos Lojistas do Mercado Central (Almec) o apoio recebido na última campanha.

De Luizianne sobre Tasso: "Derrotamos o neoliberalismo no Ceará"

153 19

“Derrotamos o neoliberalismo no Ceará e ninguém acreditou nisso”, comemora a prefeita de Fortaleza e presidente regional do PT, Luizianne Lins, ao ser indagada sobre a derrota do senador tucano Tasso Jereissati. Sem citar o nome do tucano, Luizianne disse que o seu partido saiu mais do que fortalecido do embate das urnas e obteve resultado histórico como fazer quatro deputados federais e quatro estaduais, com possibilidade de Dedé Teixeira, com recurso no STF, ser homologado.

Sem querer alongar a conversa sobre o PSDB, disse que, a partir de agora, todo o esforço deve estar voltado para a vitória de Dilma numa disputa que promete ser dura.

Sobre a derrota de dona Luiza Lins e seu aliado Antõnio Carlos na disputa por vagas na Assembleia, disse que não podia se desdobrar em várias durante a campanha. Ela festejou principalmente a vitória dos dois senadores.”    

(Coluna Vertical, do O POVO/Foto – Paulo Moska)

LUIZIANNE, CIRO E TASSO

Luizianne Lins não gostou da escolha que Dilma Rousseff (PT) fez de incluir o deputado federal Ciro Gomes na coordenação da sua campanha neste segundo turno. Ela lembrou que Ciro passou boa parte da campanha no Ceará elogiando o senador Tasso Jereissati (PSDB), a quem diz ter derrotado a partir da escolha de mais um nome para a disputa ao Senado, no caso o petista José Pimentel. “Se não tem a candidatura do Pimentel, o outro senador iria ser eleito por inécia e nós evitamos isso “, disse a prefeita, numa entrevista à TV Diário, em Brasília.

Sobre esse assunto, o senador tucano Tasso Jereissati, que estava ontem em Brasília participando de reuniões sobre a campanha de Serra (PSDB) lamentou a postura de Luizianne de comemorar sua derrota. Para ele, a prefeita se só dedica a destilar ódio, mágoa, quando devia cuidar de administrar Fortaleza.

Salmito quer ser reeleito presidente da Câmara Municipal e dispensa apoio de Luizianne Lins

90 2

“As eleições estaduais sequer terminaram e outra já está em pleno curso. Ontem, pela primeira vez, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Salmito Filho, (PT) declarou que será candidato à reeleição. Eleito para o biênio 2009-2010, o petista fica no cargo até o início de 2011. A escolha dos novos membros da Mesa Diretora está marcada para o dia 15 de dezembro.

Eleito a contragosto da prefeita de Fortaleza e companheira de partido, Luizianne Lins, Salmito deu ontem sinais de que, para conquistar, novamente, a maioria dos votos dos pares, pretende repetir a fórmula que deu certo há quase dois anos: vai usar a tática de que a Câmara deve ter autonomia em relação ao Executivo Municipal.

Durante entrevista, ao saber que circulava a informação nos bastidores da Casa de que ele poderia vir a receber apoio de Luizianne para tentar a reeleição, Salmito disparou: “Eu não quero ser o candidato da prefeita. Eu não quero ser o candidato da Prefeitura. Quero ser o candidato dos vereadores”.

Instantes antes, o líder da prefeita na Câmara, vereador Ronivaldo Maia (PT), havia admitido que o presidente da Casa poderia ser alvo das bênçãos políticas de Luizianne.

“Ele (Salmito) pode, sim, ser o candidato da prefeita”, dissera Ronivaldo, ponderando, porém, que o assunto ainda não entrou na pauta do Gabinete da Prefeita. “Isso (apoio) ainda não foi discutido nem há nada definido. Mas ele (Salmito) é do PT e já está na Presidência”, justificou o líder.

Montado no discurso da autonomia e da independência política em relação à Prefeitura, o presidente da Câmara resumiu, em uma frase, como está o seu relacionamento com Luizianne Lins: “Minha relação com a Luizianne hoje é uma relação de distância”, diagnosticou.

Queda de braço

Há dois anos, Luizianne polarizou com Salmito a disputa pela Presidência, e foi derrotada por Salmito, que conseguiu bater, no voto aberto, no dia 1º de janeiro de 2009, o candidato da Prefeitura, vereador Elpídio Nogueira (PSB). Faltando mais de dois meses para a votação, Salmito e Luizianne já se movimentam em busca do comando da Mesa Diretora, de olho em 2012, quando haverá eleições municipais.

Na reta final da segunda gestão consecutiva, Luizianne, impedida, legalmente, de disputar um terceiro mandato, deverá tentar fazer o sucessor no comando da Prefeitura.

Nessas condições, ter o controle político do legislativo municipal pode fazer a diferença. Principalmente, para esta segunda metade de mandato, já que o próximo presidente será o virtual vice-prefeito da Cidade, já que o atual, Tin Gomes (PHS), foi eleito, no último domingo, para a Assembleia Legislativa.”

(O POVO)

SSPDS confirma exoneração de 19 delegados. A categoria está revoltada

55 2

“A lista de delegados-adjuntos exonerados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) é de 19 pessoas, e não de 36, como informava nota oficial divulgada pela assessoria de imprensa da SSPDS na última terça-feira. A exoneração atendeu a um pedido do Ministério Público, que denunciou a ausência constante dos delegados nos distritos policiais em que eram lotados, no horário regular de expediente. Eles recebiam um adicional pelo cargo de adjunto, mas não estariam exercendo a função. Ao invés de trabalhar no horário regular, junto ao titular, estariam dando somente plantões.

O delegado plantonista trabalha 24 horas e folga 72, sem receber gratificação. Já o adjunto ganha um adicional de R$ 492 e precisa cumprir 30 horas semanais. Os exonerados deixam a função de adjunto, mas podem continuar trabalhando como plantonistas, sem receber o adicional.

Em nota divulgada ontem, o Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Ceará (Sindepol) repudiou a medida adotada pelo secretário da Segurança Pública, Roberto Monteiro. Na mensagem, o Sindepol diz que “lamenta profundamente” que Roberto Monteiro tenha tentado “constranger a classe de delegados”, especialmente os que trabalham nos plantões, “com sacrifício pessoal, extrapolando a carga horária.” O secretário diz que não a SSPDS poderia continuar pagando a gratificação aos delegados sem eles exercerem a função de adjuntos.”

(O POVO)

Ciro, o sparring da Dilma?

107 3

A entrada do deputado federal Ciro Gomes (PSB) como um dos coordenadores da campanha pró-Dilma Rousseff (PT) neste segundo turno, teria uma explicação: Ciro faria o jogo duro contra o tucano Serra, poupando a petista.

Essa é a leitura que setores tucanos estão fazendo, obsrevando que Dilma evitaria, a qualquer custo, confronto com Serra, no que necessitaria de um sparring de primeira linha. Ciro teria sido o escolhido para tal missão.

Talvez seja por isso que, na internet, a partir de ontem, já começou a divulgação de vídeos expondo momentos de rebeldia de Ciro Gomes na política deste Brasil.

Petrobras escala "gerente" para acompanhar ações sobre a refinaria cearense

Quem informa é o procurador-geral do Estado, José Leite Jucá:

A Petrobras já designou um gerente para acompanhar tudo sobre o projeto de instalação da refinaria Premium do Ceará. O trabalho começou pela parte de desapropriações de área no Complexo do Pecém.

José Leite disse que a refinaria é um dos pontos prioritários que o governador Cid Gomes concretizará em sua nova gestão. Para isso, contará com apoio da futura presidente Dilma Rousseff. Ele acredita que, apesar de uma campanha acirrada, a petista logrará êxito ao final.

Romeiro morre atropelado a caminho de Canindé

Úm romeiro foi atropelado e morreu, nessa noite de quarta-feira, às margens da BR-020, a caminho da cidade de Canindé. Segundoa Polícia Rodoviária Federal, a vítima foi Francisco Waldean Santos Silva (23), que seguia a pé com destino à festa de São Francisco, o padroeiro desse município cearense.

Policiais rodoviários federais não deram detalhes sobre o veículo causador da morte nem da vítima.

PV do Ceará trata em reunião sobre 2º turno

Sobre comentário que fizemos em post relacionado ao PV nacional que, dia 17 próximo, vai dedcidir qual rumo tomar no quadro sucessório onde estão disputando Dilma (PT) e Serra (PSDB), a assessoria da presidente regional informa: O PV/Ceará está reunido nesta noite de quata-feira para uma avaliação da campanha e iniciar discussões acerca da posição do partido, no Estado, quanto ao segundo turno presidencial.

A reunião ocorre no escritório do presidente Marcelo Silva e não levará em consideração a participação de “verdes” ocupando cargos nas esfera do Estado e da Prefeitura de Fortaleza.

“Esse dado é irrelevante para a posição que o PV adotará”, adianta a assessoria do presidente regional Marcelo Silva.

Tá bom!

Cid quer 80% dos votos para Dilma no Ceará

76 5

O governador Cid Gomes (PSB) quer garantir para a candidata do PT à Presidência da República, Diklma Rousseff, algo em torno de 80% dos votos no Ceará, nestas eleições de segundo turno. Foi o que el informou, após ter participado em Brasília de reunião em que o presidente Lula reuniu todos os governadores e senadores eleitos. O encontro serviu para começar a montar a estratégia pró-Dilma contra o tucano José Serra.

Cid Gomes disse que dá para alcançar esse resultado, já que Dilma registrou 66% dos votos na primeira fase. Ele conta com a divulgação maciça do que o governo federal fez para o Estado e o que a candidata deverá fazer caso eleita.

Cid promete mobilizar toda a estrutura de campanha do primeiro turno e já mandou aviar aos prefeitos da base aliada: nada de desmobilizar comitês e estrutura.

Justiça condedna Unimed a pagar R$ 40 mil de indenização a cliente

335 2

“O juiz Onildo Antônio Pereira da Silva, que estava respondendo pela 23ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza, condenou a Unimed Fortaleza a pagar de indenização, por danos morais, de R$ 40 mil, a E.M.F.. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa segunda-feira (04/10).

O magistrado determinou ainda que o plano de saúde assuma todas as despesas médicas referentes ao transplante de medula óssea e ao tratamento de quimioterapia do paciente. Segundo o processo (nº 29040-70.2009.8.06.0001/0), em abril de 2009, o paciente teve diagnosticado um tipo de linfoma raro e de progressão rápida, que poderia levá-lo à morte.

Ele argumentou que a Unimed Fortaleza se recusou a pagar o tratamento, mesmo sendo conveniado ao plano de saúde. E.M.F. apresentou, nos autos, exames e laudos médicos atestando que cirurgia de tal complexidade não poderia ser realizada em hospitais do Ceará, apontando como centro ideal o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Na ação, o autor pediu que a Unimed fosse responsabilizada pelos custos do tratamento. Solicitou também indenização por danos morais. Em defesa, a empresa alegou que o referido hospital em São Paulo não era conveniado ao plano de saúde e que, por isso, não estava obrigada a arcar com o tratamento. Sobre os danos morais, pediu também a improcedência, por “inexistência de comprovação”.

Na decisão, o juiz Onildo Antônio Pereira chamou a atenção para o fato de que, uma vez firmado o contrato de prestação de serviço, o plano tem responsabilidades com a contemplação de tratamento de “uma gama de adversidades eventualmente sofridas pelo autor”.

Ainda segundo o magistrado, ficou provado que o contrato dava o direito ao paciente de ter o tratamento custeado e que o fato de o Hospital Albert Einstein não ser conveniado ao plano “não se apresenta relevante”. Condenou, por fim, a empresa ao custeio de todos os procedimentos que envolvem o transplante de medula óssea do paciente. Julgou ainda procedente o pedido de indenização por danos morais, que arbitrou em R$ 40 mil.”

(Site do TJ-CE)

Policial reage e mata assaltante

“Uma tentativa de assalto a um policial militar terminou com a morte de um dos criminosos, na noite desta terça-feira, 6, na localidade da Curva da Viúva, no Conjunto José Walter, em Fortaleza. Segundo informações do 30º Distrito Policial, o PM reagiu à ação e atirou contra Francisco Reginaldo Silva de Souza, que morreu no local.

O crime aconteceu quando o policial trafegava de motocicleta e foi abordado por cinco homens, um deles armado. Ao entrar em luta corporal com um dos criminosos, a vítima acabou sendo baleada na coxa. Mesmo ferido, o policial reagiu e atirou contra um dos acusados, que morreu no local.

Ainda segundo informações do 30º DP, o policial foi socorrido e, em seguida, foram capturados os outros quatro criminosos que haviam fugido após a ação. Foram presos Antônio Edvaldo Farias Lima, José Carlos Lima e Vagner Nogueira de Lima, além de um adolescente de 16 anos, que foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

O policial ferido passou por uma cirurgia para retirada da bala e não corre risco de morte.”

(O POVO Online)

Análise: Derrota de Tasso foi culpa de Tasso?

92 9

Reflexos e reflexões de um pleito.

Com o título “Essa derrota tem dono”, o publicitário e poeta Ricardo Alcântara manda artigo para o Blog analisando o resultado das urnas no Ceará. Restringiu anàlise à derrota do senador Tasso Jereissati. Confira: 

Diz-se, frequentemente, que a vitória tem muitos donos e a derrota, nenhum. No caso da candidatura do senador Tasso Jereissati à reeleição, nenhuma das duas versões poderia se impor com força de verdade.

Vencesse, poderia atribuir a si próprio o êxito. Afinal, não contou senão consigo mesmo para resistir à capacidade de transferência de votos do presidente Lula, avassaladora aqui nos estados do Norte.
 
Perdida a eleição, a perdeu sozinho, sem que possa dividir com ninguém o quinhão amargo da derrota. Foram exclusivamente suas as decisões que o encaminharam ao mau resultado, ainda que sinta à boca o fel da ingratidão.
 
Essa derrota começou em 2006, quando Tasso se recusou a apoiar a indicação da convenção de seu partido que concedeu a um bem avaliado governador, Lúcio Alcântara, o direito legítimo de buscar a reeleição.
 
Pôs-se, então, a reboque daquilo a que, somente agora, passou a tratar como uma oligarquia: os interesses políticos dos irmãos Ferreira Gomes – a “family”, na deslumbrada definição de uma das novas figuras agregadas.
 
Ali, em um único movimento de peça no xadrez político local, obediente aos maus conselhos do fígado, Tasso passou de protagonista a coadjuvante na longa aliança mantida até pouco tempo com o grupo de Ciro Gomes.
 
Eleito Cid, o “irmão do amigo”, delegaram as urnas ao tucanato o exercício da oposição, mas a pouca prática com o contraditório e a nenhuma disposição para aprendê-lo fez do PSDB, desde cedo, um aplicado serviçal.
 
Nutrido pelos favores fisiológicos em medida suficiente para não morrer, ficou até a última hora à espera de que o serviço anteriormente prestado, de atirar nos próprios pés e engolir a própria língua, fosse, enfim, compensado.
 
Mas, como nas decisões entre uma velha amizade e o poder quase sempre a lealdade tem sido a primeira vítima, “o maior político vivo do Ceará” foi despejado do consórcio governista para o cesto dos objetos não-recicláveis.
 
Ser “o maior político” e “o melhor amigo” foram moedas podres quando constatado – pesquisas, sempre elas  – que o preço da lealdade seria colocar em risco o privilégio de manter o taco à mão e “fora do poder, não há salvação”.
 
Se o (ainda) senador estiver certo em suas decepções, ainda mais certos estarão os que, muito antes, se decepcionaram com ele. É por isso que esta derrota tem dono: ela só pertence a Tasso Jereissati.
 
Aqueles a quem ele aponta como seus algozes apenas fizeram cumprir as regras tradicionais de uma política que, a despeito de sua má reputação, tem escrito a história dos vencedores. E escreveu mais uma.

Ricardo Alcântara,

Publicitário. 

Sefin vai apresentar a nota fiscal eletrônica

A Secretaria de Finnças de Fortaleza apresentará, às 19 horas desta quarta-feira, no La Maison, todo o sistema da nota fiscal eletrônica. Com demonstração e tudo. O secretário Alexandre Cialdini garante que a medida reduzirá a sonegação e deve, a longa prazo, gerar incremento na arrecadação.

Onde foi implantada, a nota fiscal eletrônica teria gerado, a longo prazo, cerca de 25% de incremento, e acordo com o secretário Alexandre Cialdini. Porque o sistema não opera com a informalidade.

Eunício é cotado para presidir Congresso

136 4

As apostas para quem irá presidir a Câmara dos Deputados e o Senado Federal já estão sendo feitas e conversadas nos bastidores de Brasília. O jornal Correio Braziliense estampou em suas páginas que essa negociação estaria sendo feita inclusive pelo próprio presidente Lula, que tem interesse em manter alguém de sua confiança no cargo. Como o PT deve apresentar um nome para a presidência da Câmara, ficaria com o PMDB a indicação para a presidência do Senado. Após expressiva votação no Ceará, Eunício Oliveira é um dos nomes defendidos pelo próprio presidente Lula a assumir a presidência. Confira a nota: 

Correio Braziliense

Luiz Carlos Azedo 

“Regra três

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já trabalha com a possibilidade de o senador José Sarney (PMDB-AP), por motivos de saúde, abrir mão da reeleição à Presidência do Senado. Com 19 senadores, o PMDB continua tendo a maior bancada e deve indicar o presidente da Casa. Dois nomes estão cotados na bancada, o senador maranhense Edison Lobão, que acaba de ser reeleito, e Eunício de Oliveira (CE), que é cristão novo no Senado.

DETALHE – Na computação final da apuração, Eunício Oliveira obteve mais votos do que o próprio governador Cid Gomes. Ele marcou cerca de 240 mil votos a mais. Isso, sem sombra de dúvida, o credencia também para 2014 no Ceara. Apostamos, com dados de  hoje, na tese de que Eunício, entre negociações e conversas, acabará assumindo o comando nacional do PMDB.

(Foto – Agência)

O solo de Nelson Martins

100 6

No primeiro dia dos trabalhos da Assembleia Legislativa, pós-eleições, eis aí o líder do Governo n Casa, o petista Nelson Martins, discursando pra ninguém. Compareceram para a sessão 21 dos 46 parlamentares mas, aos poucos, eles foram deixando o plenário para cuidar dos seus afazeres nos gabinetes ou fora do legislativo.

Ainda bem que a TV Assembleia não deixou Nelson falando só. Não é mesmo?

(Foto – Mauri Melo/O POVO)

De Ciro para Tasso: "Na política, não há espaço para mágoas"

310 14

“Na política, não há espaço para mágoas”, afirmou o deputado federal Ciro Gomes (PSB), ao ser indagado sobre crítica do senador derrotado Tasso Jereissati (PSDB) de os Ferreira Gomes (Cid e Ciro) não são “nem a sombra dos jovens idealistas que coheci”. Essa declaração foi dada pelo tucano durante entrevista coletiva, em seu escritório político, na última segunda-feira, após avaliar as eleições e anunciar que estava abandonando a política.

Tasso, ao longo de 20 anos, implantou no Ceará o chamado “Projeto Mudancista”, a partir de 1986 e, nesse período, elegeu Ciro Gomes governador, tido como seu pupilo político, e, na disputa de 2006 endossou o irmão dele, Cid Gomes (PSB), para governador, em detrimento do então tucano Lúcio Alcântara, que postulava reeleição.

O parlamentar voltou a lamentar a derrota de Tasso, destacando que foi “uma perda política muito grave”, mas reiterou que política não deve ser feita com mágoas. Ciro lembrou que, em disputas passadas, Tasso apoiou FHC para presidente contra ele e nem por isso ele cultivou mágoas. Explicou que, como é da base aliada de Lula, teria que estar com Dilma.

Ciro não poupou novos elogios a Tasso, a quem qualificou como “um dos melhores quadros” e disse que preferia não apostar na fala do senador tucano de que estaria abandonando a política. “Ele é um dos grandes quadros da política brasileira. Ainda tem muita estrada pela frente”, acentuou, numa entrevista à TV Diário, em Brasília, após ter seu nome anunciado com coordenador da campanha dilmista no Nordeste. Dias antes, Ciro admitia tambem deixar o cenário político.

TRE cassa prefeito e vice de Santa Quitéria

“O prefeito do município de Santa Quitéria, Francisco das Chagas Magalhães Mesquita, e o vice-prefeito, Eduardo Sobral Monte e Silva, tiveram os mandatos cassados pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral, na sessão dessa terça-feira à noite, no julgamento de um recurso contra a decisão do juiz eleitoral do município que julgou procedente uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo.

Na sessão do dia 08 de setembro, o juiz relator do processo, Dr. Jorge Luís Girão Barreto, votou pelo improvimento do recurso do prefeito e vice-prefeito, cassando os mandatos por suposta compra de votos, com apreensão de dinheiro. O voto do relator foi acompanhado pela desembargadora Edite Bringel e pelos juízes Francisco Luciano Lima e Raimundo Nonato Silva Santos. Na ocasião, o juiz Cid Marconi pediu vista dos autos.

Na sessão de hoje, 05 de outubro de 2010, o juiz Cid Marconi acompanhou o voto do relator, negando provimento ao recurso. O juiz Tarcísio Brilhante proferiu um voto divergente, dando provimento ao recurso, mas foi voto vencido, sendo o resultado do julgamento cinco votos contra um.

A Corte decidiu, então, por maioria, pelo improvimento do recurso, mantendo a desconstituição dos mandatos dos recorrentes Francisco das Chagas Magalhães Mesquita e Eduardo Sobral Monte e Silva, dos cargos de prefeito e vice-prefeito, respectivamente, declarando-os inelegíveis pelo prazo de oito anos e ordenando a posse do presidente da Câmara Municipal, até que se realize nova eleição e os eleitos sejam empossados.”

 (Site do TRE-CE)