Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Tasso falará no CIC/Fiec em defesa do direito de ser oposição

63 3

 [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=DRJ2T-2_Deo[/youtube]

O senador Tasso Jereissati, candidato à reeleição pelo PSDB, fará palestra nesta segunda-feira, a partir das 19 horas. Ele é o convidado do II Ciclo de Debates Eleições 2010, uma promoção do Centro Industrial do Cearfá (CIC) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado (Fiec)

Tasso, segundo a organização, abordará o tema “Conjuntura Política e Econômica do Brasil”.

Aliás, em sua propaganda eleitoral, Jereissati vem batendo na tecla de que é preciso ter oposição no País. Ele se define como senador do povo do Ceará.

Caso Bancesa – Justiça Federal determina bloqueio de mais de R$ 280 milhões

“Mesmo depois que o Superior Tribunal de Justiça determinou a suspensão das decisões do juízo falimentar, houve uma tentativa de saque de mais de R$20 milhões de reais que, por muito pouco, não foram retirados da conta da Massa Falida. O saldo devedor da dívida decorrente de tributos federais e contribuições previdenciárias não-repassados aos cofres públicos pelo Bancesa, atualizando a dívida até junho de 2010, corresponde a R$ 475.427.821,89.”

A Justiça Federal no Ceará determinou na última terça-feira (14) o imediato bloqueio de R$ 286.256.775,45 (Duzentos e oitenta e seis milhões, duzentos e cinqüenta e seis mil, setecentos e setenta e cinco reais e quarenta e cinco centavos), das contas bancárias da MASSA FALIDA DO BANCO COMERCIAL BANCESA S/A. A decisão foi prolatada pelo juiz federal titular da 9ª vara federal (execução fiscal), George Marmelstein Lima. O bloqueio realizou-se via Sistema Bacenjud.

Para entender o caso

O Bancesa mantinha com a União e com o INSS contratos de arrecadação de tributos federais, inclusive contribuições previdenciárias. Por força desses contratos, a instituição financeira recebia os tributos pagos pelos contribuintes e repassava o montante arrecadado para a União ou para o INSS, conforme o caso, agindo como agente facilitador de captação junto aos particulares dos valores devidos ao Poder Público.

Durante os meses de novembro e dezembro de 1994, os dirigentes do Bancesa  deixaram de repassar os referidos valores aos cofres federais, causando um enorme prejuízo ao erário. Para conseguir reaver a quantia que fora subtraída, a União e o INSS inscreveram os débitos em dívida ativa e propuseram as respectivas execuções fiscais na Justiça Federal que, hoje, tramitam na 9ª Vara Federal.

Em valores da época, sem aplicar qualquer tipo de correção monetária, juros ou multa, a quantia não-repassada à União e ao INSS ultrapassa o montante de R$ 130 milhões (centro e trinta milhões). Hoje, fazendo uma atualização simples com base no IPCA-E, esses valores ultrapassam o montante de R$ 400 milhões (quatrocentos milhões), sem contar qualquer tipo de juros de mora.

Em fevereiro de 1995, houve a decretação da liquidação extrajudicial do Bancesa e, em fevereiro de 2003, a decretação de autofalência, que tramita atualmente na 2ª Vara de Falências e Recuperações de Empresas da Comarca de Fortaleza. Apesar de ser incontroverso que o Bancesa se apropriou de uma grande quantia de dinheiro pertencente à União e ao INSS, até hoje a dívida não foi paga integralmente. Conforme observado pelo juiz federal da 9ª Vara Federal, existe na conta corrente da Massa Falida mais de cem milhões de reais que, na sua origem, foram produto da apropriação indébita do montante arrecadado.

A 9ª Vara Federal (Execuções Fiscais) já havia proferido sentença sobre o caso
Na sentença judicial, proferida em primeira instância (9 ª Vara da Justiça Federal no Ceará), que condenou o diretor do Bancesa, foi expressamente ressaltado o seguinte: “antes de tudo, vale registrar que o fato principal é incontroverso: os 134 milhões de reais (que correspondiam na época a mais de 134 milhões de dólares) do INSS e da Receita Federal ficaram para o Bancesa. (…) O dinheiro, segundo emana da defesa, teria sido usado para o pagamento de terceiros  (depositantes). Teria sido, portanto, utilizado para esses fins. (…) a defesa se preocupou em demonstrar o quanto de dinheiro o Bancesa era depositário, ou sejam o quanto o Bancesa tinha de dívidas para com terceiros  (depositantes). Também nos autos não se encontraram provas de que esses terceiros, ou  a maioria deles, tiveram, de fato seu dinheiro devolvido” (trecho da sentença proferida na ação criminal 95.0002335-0 – JFCE)

Desde dezembro de 2004, a natureza criminosa da referida operação foi reconhecida pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região –TRF5ª. No acórdão criminal do TRF5ª, que confirmou a condenação do ex-dirigente do Bancesa, também ficou consignado que “partes não divergem quanto à contratação de que o BANCESA deixou de repassar à Receita Federal e ao INSS a quantia de R$ 134.000.000,00 (cento e trinta e quatro milhões de rais).”

No mesmo acórdão há outro trecho relevante: “90) No caso dos autos houve uma verdadeira apropriação dos valores recolhidos aos cofres do BANCESA. (…) Observe-se que não existiu prova de que todos os valores retidos foram empregados no pagamento a clientes. (…) 91) E não se venha afirmar que os valores não estavam “carimbados”, pois é mais do que evidente que o sistema de recolhimento permitia nitidamente os recolhimentos feitos para os fins de quitação de tributos federais”

De acordo com o parecer do juiz federal George Marmelstein (0002928-68.1995.4.05.8100), “Desde que os valores federais foram subtraídos pelo Bancesa, nota-se claramente que não há um interesse sincero de entregá-los aos seus verdadeiros titulares”. Há, segundo o juiz Federal, “diversos indícios que demonstram que o objetivo original dos dirigentes do Bancesa era e continua sendo o de utilizar o dinheiro arrecadado dos contribuintes e não repassado aos cofres públicos para tentar recuperar a sua situação financeira, locupletando-se do dinheiro público.”

Manobras para fraudar a execução fiscal e frustrar o pagamento da dívida da União e do INSS
Na Decisão proferida pelo juiz federal George Marmeltein, as manobras para fraudar a execução fiscal e frustrar o pagamento da dívida da União e do INSS passaram a ser realizadas dentro do processo falimentar. Houve, segundo se depreende na Decisão, vários saques ao longo desses anos autorizados em total descumprimento à ordem judicial da 9ª Vara Federal. Para se ter uma idéia, o síndico e os advogados contratados, juntos, receberam, nos últimos cinco anos, cerca de cinco milhões de reais, em clara violação à decisão proferida na ação cautelar fiscal, que continua em vigor.

De acordo com a Decisão dessa terça-feira (14), os fatos mais graves começaram a ocorrer a partir de 2009. Como as dívidas trabalhistas já haviam sido praticamente todas quitadas, o próximo passo seria o pagamento dos credores preferenciais, em especial a União e o INSS. Tudo indicaria que, finalmente, uma parte dos valores subtraídos, ingressaria nos cofres públicos. Porém, isso não ocorreu.

Em 19 de dezembro de 2009, o juízo da 2ª Vara de Recuperação e Falência proferiu decisão acerca dos créditos fazendários, onde reduziu drasticamente o valor da dívida. Naquela decisão, entendeu o juízo falimentar que o valor originário da dívida, sem atualização, corresponderia a R$ 55.168.275,58 (Fazenda Nacional) e R$ 71.497.096,67 (INSS), que deveria ser paga sem correção monetária.

Assim, atendendo a um pedido formulado pela Massa Falida, o juiz falimentar determinou a republicação do Quadro de Credores com os valores indicados anteriormente e autorizou a liquidação das obrigações da Massa Falida, com publicação de aviso aos credores, através de um despacho no rosto da petição assinada pelo síndico. Para o juiz falimentar, o depósito de uma quantia de aproximadamente R$ 20 milhões de reais, por parte da Massa Falida do Bancesa, seria suficiente para quitar totalmente a dívida ativa da União, nos termos da Lei 11.941/2009, que autorizou uma série de descontos nas dívidas fazendárias, já que a Massa Falida teria pago, de forma parcelada, mais de R$ 160 milhões à União e ao INSS, desde 2003.

Ressalte-se que o juízo falimentar pretendeu liquidar a dívida fazendária levando em conta os valores originais que foram subtraídos, sem fazer incidir correção monetária, nem juros de mora sobre essas quantias. Também desconsiderou a multa contratual aplicada. O objetivo da Massa era simples: pagar uma parte dos valores devidos à União e ao INSS e ficar com o restante dos valores depositados na conta da Massa, tal como já fora tentado em 2003/2004.

Fazenda Nacional ingressa com Conflito de Competência perante o Superior Tribunal de Justiça
Contra essas decisões do juízo falimentar, a fazenda Nacional ingressou com Conflito de Competência (CC 110465/CE), perante o Superior Tribunal de Justiça-STJ, alegando que houve usurpação de competência por parte do juiz estadual, uma vez que a Justiça Federal seria competente para definir o valor devido do crédito fazendário. Em agosto de 2010, o STJ, ao apreciar o Conflito de Competência, “por unanimidade, conheceu do conflito e declarou competente o Juízo Federal da 9ª Vara da Seção Judiciária do Estado do Ceará”.

Houve uma série de incidentes desde março de 2010, data das decisões do juízo falimentar que reduziram o valor dos créditos fazendários e determinaram o pagamento de credores quirografários, até a data da decisão do STJ que anulou as referidas decisões e reconheceu a competência da 9ª Vara Federal para definir o crédito fazendário.

Mesmo depois que o Superior Tribunal de Justiça determinou a suspensão das decisões do juízo falimentar, houve uma tentativa de saque de mais de R$ 20 milhões de reais, que, por muito pouco, não foram retirados da conta. Empresas suspeitas e pessoas físicas sem lastro financeiro, em especial: a) Cifras Representações e Consultoria Ltda; b) Kenilworth Assessoria, Empreendimentos e Participações Ltda e Kelma Pereira de Lima adquiriram uma enorme quantidade de créditos quirografários e se habilitaram na falência, passando a integrar o Quadro Geral de Credores. Os créditos a que tais empresas/pessoas físicas teriam direito giram em torno de vinte milhões de reais.

Aparentemente, tais empresas foram criadas especificamente com essa finalidade, pois não possuem movimentações financeiras nem empregados cadastrados nos últimos anos. Existem fortes indícios que ligam a empresa Kenilworth ao ex-administrador do Bancesa, Lincoln de Moraes Machado, conforme pesquisa realizada pela Receita Federal por ordem do Juízo Federal da 9ª Vara.

Para o juiz federal George Marmelstein, “Os fatos narrados (em sua Decisão), sobretudo aqueles que envolvem a tentativa de saques de mais de R$ 20 milhões de reais, precisam de uma resposta enérgica do Poder Judiciário, já que o menosprezo pelas decisões judiciais –seja desta 9ª Vara/CE, seja do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, seja do Superior Tribunal de Justiça  – é patente.”

(Site da Justiça Federal-CE)

Adalberto e os dólares na cueca

Eis artigo do jornalista Themístocles de Castro e Silva intitulado “Adalberto quer os dólares”, que saiu publicado no O POVO desta segunda-feira. Ele aborda esse e tantos escândalos que surgem a cada dia no cenário nacional. Confira:
Quem acompanha a vida nacional observa que uma semana não se passa sem que um escândalo não se registre na vida administrativa do País. E o que tem que se lamentar é que – por ironia do destino – a matriz dos escândalos é o Poder Legislativo, que alguns entendem como símbolo do regime democrático.
Mereceu o mais amplo destaque, em todos os jornais, a roubalheira no município de Dourados, o segundo maior de Mato Grosso do Sul, depois da capital.Lá, a Polícia Federal levou, para uma “visita” de alguns dias, o prefeito, sua mulher, o vice-presidente da Câmara, quatro secretários municipais e oito vereadores.

No Amapá, alguns dias depois, também por corrupção foram presos o ex-governador Waldes Goes, que havia deixado o cargo em abril para concorrer ao Senado; o atual governador Pedro Paulo Dias; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Júlio Miranda; além da primeira dama, Denise Carvalho, e mais duas dezenas de pessoas.

Todos são suspeitos de integrar um esquema de corrupção, fraudes em licitações e desvio de verbas.

A roubalheira e a impunidade são tão corriqueiras na era Lula que o ex-assessor do deputado José Guimarães, Adalberto Vieira da Silva, flagrado com quase R$ 500 mil no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, aí incluídos US$ 100 escondidos na cueca, já contratou advogado para receber de volta a propina apreendida pela Polícia Federal.

Afinal, como pode ser dono de quase R$ 500 mil um modesto assessor com salário de R$ 2 mil mensais? Além do mais, é corrente, no Congresso, que o dinheiro apreendido era a oitava remessa da propina ao PT no Ceará. Para ver se escapava, Adalberto declarou o montante à Receita. Resultado: foi multado em R$ 200 mil.

Deve ter raciocinado: se a filha do senador Sarney, Roseana, recebeu seu milhão e tanto, por que não vão devolver o meu? Disse ele à “Folha” (13/6/2010): “O dinheiro estava comigo, não pertence a ninguém. Eu declarei como sendo uma doação e pronto. Ninguém vai ouvir da minha boca quem é o doador. Sobre isso não falo”.

Themístocles de Castro e Silva – Jornalista e advogado.

Suplicy participa de caminhada pró-Pimentel

O senador petista Eduardo Suplicy (SP) estará nesta segunda-feira em Fortaleza. Vai se engajar numa caminhada pró-candidatura do petista José Pimentel a senador. A caminhada ocorrerá a partir das 16 horas. Sairá da Igreja do Carmo (Centro) 0e se estenderá até a pracinha do bairro Gentilândia.

Nesta reta final de campanha, vários petistas de nome aterrissarão por aqui, informou para o Blog o coordenador-executiva da campanha pró-Dilma no Estado, vereador Acríso Sena (PT).

Arquitetos do Ceará elaboram urbanização de Teresina

246 2

José Sales coordena projeto de urbanização no Piauí.

O município de Teresina (PI), por meio de seu Plano de Recuperação Urbana e Ambiental (PRU/Teresina), planeja recuperar as margens dos rios Parnaíba e Poty, no contexto em que ambos passam por seu perímetro urbano e entorno imediato. Essas situações são consideradas dois dos principais projetos estruturantes do PRU TERESINA, que deverão transformados em Parques Ambientais dos rios Parnaíba/Margem Direita (38 km) e Poty/Margens Direita Esquerda (30 km), com determinação de faixas de proteção de até 200 metros de largura e integral recuperação da vegetação ciliar desta margens. Uma proposição inédita em todo o Brasil, no tratamento de áreas urbanas e meio ambiente.

Este plano, desde a sua conceituação e organização, integralizará capítulos relacionados a requalificação urbana (1), proteção e preservação do meio ambiente e da paisagem (2), mobilidade, acessibilidade e transportes urbanos (3), logística intramunicipal, metropolitana e regional (4), diretrizes para a habitação social (5), integração metropolitana e regional (6), saneamento ambiental (7), desenvolvimento do turismo (8), atração de investimentos (9). Tudo está sendo desenvolvido para a Secretaria Municipal do Planejamento e Coordenação do Município de Teresina (Semplan) sob a coordenação-geral do professor e arquiteto José Sales, com consultoria especial do professor e arquiteto Romeu Duarte. Os dois são do Departamento de Arquitetura e Urbanismo/Centro de Tecnologia, da Universidade Federal do Ceará.

Pensador Edgar Morin será Doutor Honoris Causa da Uece

“O pensador e sociólogo francês Edgar Morin receberá título de Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual do Ceará (Uece) na próxima quarta-feira. O ato, que ocorrerá às 19 horas, no auditório Paulo Petrola (Campus do Itaperi), integra a programação da Conferência Internacional sobre os Sete Saberes Para uma Educação Presente. O evento, organizado pela Unesco, Uece e Universidade Católica de Brasília, começa amanhã, no Hotel Praia Centro, e se estenderá até sexta-feira.

Edgar Morin receberá o título das mãos do reitor Assis Araripe (Uece) como um reconhecimento do povo cearense a um dos homens mais brilhantes da contemporaneidade. A conferência, que tem Morin como presidente de honra e Vincent Defourny, representante da Unesco, como presidente científico, reunirá cerca de 1.300 inscritos e mais cinco mil em salas de teleconferência distribuídas pelo País.

Foram selecionados 150 trabalhos, nas áreas de Educação e Saúde, de professores pesquisadores, que serão apresentados durante o encontro.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Flash da carreata cidista em Maracanaú

Eis o governador Cid Gomes, candidato à reeleição, ao lado dos candidatos ao Senado José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira PMDB) puxando carreata dominical em Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza). Bom reiterar o que postamos neste Blog: a caravana visitou reduto do coordenador-geral da campanha de Lúcio Alcântara (PR/PPS), Roberto Pessoa.

(Foto – Divulgação)

Justiça Eleitoral manda retirar propaganda do candidato que apregoa pena de morte

62 1

“A Justiça Eleitoral, após pedido do Ministério Público Eleitoral, concedeu liminar determinado a suspensão de propaganda  sobre pena de morte de autoria de candidato a deputado estadual no Ceará.  Ficou estabelecido um prazo de 48 horas, a contar da notificação do candidato, para que sejam retiradas todas as peças publicitárias com a temática, inclusive conteúdo publicado na internet.

De acordo com o Ministério Público Eleitoral, é irregular a propaganda praticada pelo candidato.  A incoerência dessa publicidade decorre da impossibilidade de interferência sobre matéria constitucional, no caso a proibição à pena de morte, regulada como princípio e garantia fundamental, a salvo da interferência de um deputado estadual.

Segundo a representação do  procurador Regional Eleitoral Auxiliar Márcio Andrade Torres, a  campanha é manifestamente enganosa e juridicamente impossível. Em seu site na internet, o candidato, que é advogado,  insinua a possibilidade de instituição da pena de morte por lei de iniciativa popular. O fato é que a pena de morte não pode ser objeto de Emenda à Constituição e muito menos de lei de iniciativa popular.

Na representação, o MPE solicita que seja determinada a retirada da propaganda eleitoral  na internet e recolhidos os cartazes e placas distribuídos em várias partes da cidade, no prazo de 48 horas, sob pena de pagamento de multa diária de
R$ 1.000,00 por cada propaganda não recolhida após o prazo definido. Segundo o procurador, o candidato deve ser abster de divulgar propaganda enganosa em qualquer meio de comunicação. O MPE decidiu  não divulgar o nome do candidato porque tal divulgação poderia de algum modo interessar à  campanha do candidato.”

Site do MPE) 

Médicos da Santa Casa de Misericórdia ameaçam novamente paralisar atividades

Os médicos cirurgiões da Santa Casas de Misericórdia de Fortaleza ameaçam paralisar atividades. A categoria fará assembleia geral nesta noite de segunda-feira, na sede do Sindicato dos Médicos do Estado. Segundo o presidente da Federação Brasileira dos Hospitais, Aramicyr Pinto, médicos podem parar porque não estão recebendo a complementação dos seus honorários.

Há cerca de três meses, a categoria chegou a paralisar. Houve, na época, por ação da Coordenadoria da Promotoria de Saúde do Estado, da Procuradoria Geral do Estado, um acordo envolvendo o Estado e a Prefeitura de Fortaleza para que ambas complementassem o salário dos médicos. Cada um deveria liberar R$ 40 mil. O Estado cumpriu o acordo, mas a Prefeitura de Fortaleza não atendeu ao acordo acertado. 

Essa situação é mais um capítulo da novela de crise por que passa a área da saúde do Estado, com problemas de superlotação registrados no HGF e Instituto Doutor José Frota.

TV Cidade fará debate com candidatos a governador nesta 2ª feira

121 2

Nesta reta final da campanha eleitoral, a TV Cidade de Fortaleza promoverá nesta segunda-feira um debate com os candidatos a governador do Ceará. Para esse confronto de propostas forma convidados Cid Gomes (PSB), Lúcio Alcântara (PR/PPS), Soraya Tupinambá (PSOL) e Marcos Cals (PSDB/DEM). Participarão, portanto, os postulantes de legendas com representação no Congresso.

O mediador é o jornalista Ogg Ibrahim, da Rede Record.

DETALHE – O debate terá início às 23 horas. Ou seja, horário corujão.

Presidente do TRE/CE ganha homenagem

“O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Luiz Gerardo Brígido, será homenageado pelo 23º Batalhão de Caçadores. O ato ocorrerá nesta segunda-feira, às 19 horas, na sede dessa unidade militar. Ele receberá o diploma “Amigo do 23º BC”. Segundo o comandante do 23º BC, tenente-coronel Eustáquio Alves da Costa Neto, a outorga é pelos “relevantes serviços prestados pelo desembargador Gerardo Brígido àquela organização militar”.

Esta é a segunda homenagem que o presidente do TRE recebe do Exército Brasileiro neste ano. A primeira foi no dia 25 de agosto, Dia do Soldado. Ele foi agraciado com a “Medalha do Pacificador”, no Quartel-General do Exército, em Brasília.”

(Com site do TRE-CE)

VAMOS NÓS – Eis um presidente do TRE dos mais dinâmicos e, acima de tudo, aberto e com elevado espírito democrático. Aqui não fazemos elogios gratuitos.

(Foto – Paulo Moska)

Tony Nunes ganha destaque na Folha

287 2

“Inspirador do homem que fez no programa Pânico o já imortalizado grito “Antonio Nunes” –acompanhado do tapa na perna, o radialista Tony Nunes, é candidato a deputado estadual no Ceará e surfa na onda da famosa vinheta.”

Essa nota é da coluna de Mônica Bergamo da edição deste domingo da Folha. Segundo a coluna, o norueguês Ove Nordeide, que costuma visitar a cidade de Fortaleza duas vezes por ano, estava, por assim dizer, um pouco…. embriagado… quando foi abordado pela equipe do “Pânico” na praia e confundiu o pessoal do programa com o de Tony Nunes, cujo programa havia visitado um mês antes. Fez, então o gesto que entrou para os anais do besteirol da TV brasileira.
Tony, que não é bobo, aproveitou o sucesso da vinheta Antonio Nunes. Seu jingle de campanha começa com um grito: “An-Tony Nuuunes”.

TRE suspende trecho de propaganda de Eunício e Pimentel

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) suspendeu, nesta noite de domingo, trecho da propaganda dos candidatos Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel(PT) que diz respeito ao jingle “Eu quero Cid Aqui, eu quero Dilma lá, Eunício e Pimentel em Brasília pra ajudar”. A liminar concedida pelo juiz Heráclito Vieira de Souza Neto se baseia no artigo 53-A, caput, da Lei das Eleições que veda “aos partidos políticos e coligações incluir no horário destinado aos candidatos proporcionais propaganda das candidaturas a eleições majoritárias, ou vice-versa”, proibição prevista também nos parágrafos 1.º e 2.º do mesmo artigo.
 
A decisão do magistrado atende uma representação ajuizada pela “Coligação por Um Ceará Moderno e Forte” (PSDB/DEM). O juiz concluiu que as participações do presidente Lula e do governador Cid Gomes no espaço destinado às eleições para senador da Coligação “Por um Ceará Melhor Para todos”  (PSB-PMDB-PCdoB-PT-PDT-PRB-PSC) não podem pedir votos, direto ou indireto, para o candidato à reeleição ao cargo do Poder Executivo Estadual.
 
Além do jingle, ficam suspensas no espaço de Eunício e Pimentel a fala do presidente Lula em que pede voto para o governador Cid Gomes, assim como a fala do governador Cid Gomes na qual faz promoção de sua candidatura à reeleição.

Cearense Tiririca pode ser o deputado federal mais votado em todo o País

453 49

“O palhaço Tiririca (PR), que provoca risos e polêmica desde que suas controversas propagandas foram ao ar na TV, seria, se a eleição fosse hoje, o deputado federal mais votado em todo o país. Pesquisa Datafolha mostra que ele obteria 3% dos votos em São Paulo, chegando a 900 mil, considerando-se a proporção de 30 milhões de eleitores do Estado.

Tiririca venceria políticos tradicionais como o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) que, assim como o também deputado Márcio França (PSB-SP), aparece na sequência, com 1% dos votos, chegando a uma estimativa de cerca de 300 mil cada um. Tiririca teria mais votos do que Maluf teve nas eleições de 2006, quando foi o deputado mais votado em todo o Brasil, com 739 mil votos.

Em termos absolutos, em toda a história só perderia para Enéas Carneiro, morto em 2007, que nas eleições de 2002 foi anotado na urna por 1,5 milhão de eleitores. Outras votações históricas, como a de Lula em 1986 – 650 mil -, também seriam superadas. Neste caso, ressalve-se, o colégio eleitoral era menor do que o de hoje. O interesse sobre o palhaço é tanto que, desde a semana de 15 de agosto, o Google afere mais buscas por Tiririca do que por Dilma Rousseff, José Serra ou Marina Silva.

Alvos
Por causa de sua propaganda -“vote Tiririca, pior que tá não fica”, “o que faz um deputado federal? na realidade eu não sei”–, cujo texto teve a participação de integrantes do grupo de humor Café com Bobagem, com quem trabalhou em “A Praça é Nossa”, do SBT, o palhaço virou mote de adversários.

Já foi criticado por candidatos como Márcio França – que investiu no discurso de que política é coisa séria–, socado simbolicamente por Maguila (PTN) e levou Paulo Skaf (PSB) a mostrar imagem de si próprio como palhaço. Além deles, Said Mourad (PSC) usou um candidato falso (“Larica 0000”), vestido como Tiririca, para logo advertir que “voto não é piada”. Fora da TV, até aliados como Aloizio Mercadante (PT), que tem o apoio do PR na eleição paulista, vieram a criticá-lo. O petista pediu ao eleitor, em debate Folha/RedeTV! desta semana, que não transformasse o voto “em um protesto” e que votasse em políticos sérios.

(Folha.com)

Cid Gomes faz carreata no terreiro da turma do Lúcio Alcântara

145 1

Depois que Lúcio Alcãntara (PR) fez campanha em Sobral (Zona Norte), onde Cid Gomes (PSB) também passou por lá no sábado, agora foi a vez da campanha cidista invadir o terreiro de gente forte da cúpula do Partido da República.

Nesta manhã de domingo, Cid, ao lado dos candidatos ao Senado José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), realizou uma carreata, com saída da sede de Maracanaú, administrada pelo prefeito e coordenador-geral da campanha lucista, Roberto Pessoa, e terminando com ato no distrito de Pajuçara.

Quem conferiu, observou muitos, carros, motos e bicicletas e um  barulhaço da chamada “Turma do Lula”. A caravana está confiante na vitória de Cid logo no primeiro turno. Pelo menos é o que apontam as últimas pesquisas.

MPE entra com representação contra jornal do Sindicato dos Bancários

54 7

“O  Ministério Público Eleitoral  encaminhou representação ao Tribunal Regional Eleitoral questionando a matéria  constante na edição de n° 1147 do periódico “Tribuna Bancária”, de responsabilidade do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários no Estado do Ceará, com tiragem semanal de 11.500 exemplares.  Para a Procuradoria Regional Eleitoral,  ficou evidenciada propaganda do Sindicato em favor dos  candidatos  Dilma Roussef, Cid Ferreira Gomes, Eunício Oliveira e José Pimentel.

Para o Procurador Eleitoral Auxiliar Márcio Torres,  é vedado aos sindicatos fazerem propaganda em favor de qualquer candidato  e, ainda, utilizar-se do jornal tipo tablóide para materializar a propaganda,  com a violação da norma do art. 43 da Lei n° 9.504/97.

O Sindicato, além de veicular a propaganda no jornal impresso, reproduziu o conteúdo no seu  site de internet. Entendeu o procurador que  não pode ser realizada propaganda na  internet em sítios eletrônicos  de pessoas jurídicas privadas, com ou sem fins lucrativos, tendo requerido liminar para imediata retirada da matéria do respectivo site de internet.

Podem ser aplicadas aos infratores  multas eleitorais que variam de R$ 1.000,00 a R$ 10.000,00 (pelo jornal impresso) e de  R$ 5.000,00  a R$ 30.000,00 (pela veiculação na internet).” 

(Site do MPE)

Luizianne faz campanha no Interior

62 4

A prefeita Luizianne Lins (PT) fará campanha, nesta terça-feira, no Interior do Estado. Mais precisamente no município de Itapipoca.

Ali, ela estará ao lado dos candidatos a deputado federal pelo PHS, Francisco Caminha, e da candidata a deputada estadual Luiza Lins (PT) em um minicomício.

VAMOS NÓS – Quando é mesmo que a coordenação da campanha de Cid Gomes (PSB) vai convocar a prefeita Luizianne Lins para um compromisso eleitoral?

Billy Paul é show!

77 1

Um show incrível. Billy Paul arrasou durante apresentação nesta madrugada de domingo, no Clube Náutico, que comemorou seus 81 anos de fundação. Foram quase duas horas de muita bossa, ginga e descontração, com direito a muita água para um artista consagrado e que mostrou pique aos 76 anos.

Billy Paul, vencedor do Grammy com “Me and Mrs. Jones”, estava no palco com duas vocalistas que também arrasaram. Ele esbanjou estilos: do pop mais convencional ao soul. Mostrou agudos de primeira, sem dispensar a voz baixa e rouca passando romantismo quando foi necessário.

Mas o show foi maravilhoso e cativou um “Náutico” superlotado. Sem falar na apresentação do grupo cearense “Caribbean Kings” – veio depois, que dispensa comentários. O presidente Guedes Neto comemorou o resultado.

(Foto – Paulo Moska)

Morre Araújo de Castro, um dos fundadores do PDT cearense

119 5

Morreu nesta madrugada de domingo o ex-vereador Araújo de Castro, um dos fundadores do PDT. Vítima de câncer, era “brizolista” de origem e vinha questionando posturas do seu partido no Estado, alegando afastamento do ideário da legenda.

O corpo está sendo velado na Funerária Ethernus (Rua Padre Valdevino) e o enterro ocorrerá às 17 horas, no Cemitério Parque da Paz.

Pelos 4 anos do Blog

Do radialista Jonas Melo e da jornalista Cris Melo, recebemos a seguinte nota:

Grande jornalista Eliomar de Lima!

Nós não poderíamos deixar de parabenizá-lo pelo grande trabalho que você faz na imprensa cearense. O tempo passa rápido, não é mesmo Eliomar?!  E,  já são 4 anos de muita imformação e serviços prestados pelo Blog do Jornalista Eliomar de Lima, que tem ética, credibilidade e procura a imparcialidade na notícia. Desejamos ao companheiro de imprensa muita sorte, saúde e paz de espírito para continuar por mais 200 anos na luta em defesa da verdade, e sempre defendendo os que não têm vez e nem voz nesta sociedade capitalista e cruel.

Atenciosamente,

Jonas Mello e Cris Mello

www.jonasmelloradialista.blogspot.com