Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Queda na receita ameaça obras e 13º nos Estados. Ceará escapa

“Um erro de cálculo do governo federal ameaça o caixa de Estados e municípios neste último ano do governo Lula e pode criar pressão adicional sobre a equipe da presidente eleita, Dilma Rousseff. Em alguns casos, a receita de Estados e municípios pode ser insuficiente até para o 13º do funcionalismo. A saída tem sido cortar investimentos e interromper obras, principalmente as voltadas para infraestrutura.

Depois de cinco reestimativas, a área econômica avalia hoje que os repasses da União para as unidades da Federação neste ano ficarão R$ 8,6 bilhões abaixo da previsão feita em agosto de 2009 – e base para os orçamentos elaborados por governadores e prefeitos. Na sexta-feira, um documento oficial estimou que os repasses fecharão o ano em R$ 104,7 bilhões. No Orçamento proposto pelo governo Lula e aprovado pelo Congresso, o valor era de R$ 113,3 bilhões – em uma média mensal de R$ 9,4 bilhões. É como se os Estados e municípios tivessem de viver os 12 meses do ano com o orçamento de 11, sem saber inicialmente que isso ocorreria.

A frustração com a receita afeta principalmente as regiões Norte e Nordeste, mais dependentes de verbas federais (veja quadro), e cerca de três quartos dos municípios. Nessas prefeituras, as receitas próprias são insuficientes para cobrir os gastos com pessoal, custeio administrativo e investimentos. Previsível em anos eleitorais, o aumento do gasto foi encorajado pelo otimismo da Fazenda com a recuperação da arrecadação em 2010, após a crise do ano passado.

Embora todas as receitas tenham de fato crescido, o Imposto de Renda e o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), cuja arrecadação é repartida com os Estados e municípios, ficaram longe do imaginado. Os dois impostos formam o FPE (Fundo de Participação dos Estados), o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e o fundo destinado aos Estados exportadores, segundo a Constituição.

O problema acrescenta um conflito em potencial entre o novo governo, governadores e prefeitos, em uma agenda já ocupada pelos lobbies para uma renegociação de dívidas e pela volta da CPMF. Em resposta à Folha, o Tesouro não comentou a frustração dos Estados com a receita. Mas afirmou que, em 2010, o repasse de recursos até outubro foi de R$ 38,7 bilhões, 7,1% superior ao do mesmo período em 2009.

Perdas levam governos a reduzir investimentos
Os governos que mais dependem do Fundo de Participação dos Estados na composição de sua receita dizem que a diminuição dos repasses os obriga a cortar gastos, reduzir investimentos e até a paralisar obras. Todos os Estados ouvidos pela Folha afirmam, porém, que a folha de pagamento não foi prejudicada. No Maranhão, segundo a secretária-adjunta do Planejamento, Rita Santos, várias obras estão paradas, entre elas a construção de escolas. Para que a folha de pagamento do Estado e o 13º salário não fossem atingidos, houve também ajuste nos gastos de manutenção dos órgãos estaduais.

No Piauí, de acordo com o secretário da Fazenda, Antônio Silvano Alencar de Almeida, também foram feitos cortes em diárias, combustíveis, locação de veículos e contratação de terceiros. Segundo ele, os investimentos foram afetados. “A gente gostaria de fazer estrada, energia elétrica, e não tem o mesmo ritmo. É a mesma coisa da casa da gente: quando tá apertado a gente tira o lazer e vai cortando.”

No Acre, o governo estima que os cortes no FPE atingiram R$ 400 milhões nos últimos quatro anos -sendo R$ 200 milhões só em 2010. Segundo a Secretaria do Planejamento, a redução fez com que o governo tivesse que diminuir o reajuste salarial para o funcionalismo e comprometeu investimentos, uma vez que o FPE representa 52% da receita. Em Alagoas, o secretário da Fazenda, Maurício Toledo, disse que a perda de recursos foi sentida em várias áreas, como educação.

Instituto Lula buscará verba no exterior

Após deixar o poder, o presidente Lula planeja pedir recursos a organismos internacionais, como o Banco Mundial, para financiar ações de seu futuro instituto na África e na América Latina. Ele deseja envolver a ONG em grandes projetos de infraestrutura, que dependerão de ajuda externa para sair do papel. A ideia é fomentar o desenvolvimento de países pobres em setores como transporte e energia. O presidente tem dito a auxiliares que o Instituto Lula não se limitará a coordenar estudos e formular políticas públicas, como se discutiu inicialmente. Isso significa que a entidade terá pouco a ver com o antigo Instituto Cidadania, que ele comandou antes de assumir o governo.

“Lula pegou gosto pelo papel de empreendedor e vai usar o instituto para dar continuidade a isso. Ele quer acompanhar obras, aproximar os governos do setor privado”, conta um ministro que acompanha os debates. No front interno, emissários do presidente já conversam com empreiteiras em busca de doações para erguer a sede da ONG, em São Paulo. Parte dessas empresas pode se beneficiar dos projetos no exterior.

Apontado como responsável por captar dinheiro, o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula, disse via assessoria que a entidade ainda “não está formalmente constituída nem tem sede alugada”. Também citado, o ex-ministro Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento), copresidente da Brasil Foods, não quis falar. Segundo aliados, Lula já descartou a primeira opção de sede que lhe foi oferecida, um prédio próximo ao Ibirapuera, e busca em sigilo um terreno para construir.

Em público, o presidente não faz referência a planos que envolvam grandes obras ou financiamento internacional. Só afirma que vai exportar experiências bem-sucedidas na área social e “andar muito pelo Brasil”. Ele tem dividido seus projetos em três frentes: ajudar países pobres, acelerar a integração da América Latina e auxiliar a sucessora, Dilma Rousseff, a aprovar a prometida reforma política.”

(Folha Online)

POR AQUI, a Secretaria da Fazenda do Estado não terá problemas para cumprir o pagamento da última parcela do 13º salário dos servidores. Já o governador Cid Gomes (PSB), que está com uma boa poupança para investir em obras, estará nesta terça-feira em audiência com a cúpula do Banco Mundial, em Brasília. Vai apresentar resultados dos projetos financiados por essa Instituição, com direito a pedir novos aportes.

Polícia Federal investiga venda de hotel no Ceará

“A disputa por um empreendimento na praia de Flecheiras, no município de Trairi, litoral oeste do Ceará, foi parar na justiça. Construído na década de 90, o hotel Solar das Flecheiras, é hoje motivo de embate judicial entre o empresário Décio Sanford e um grupo de investidores espanhóis.

A origem da discórdia iniciou-se em 2006 quando Décio Sanford, proprietário do Solar das Flecheiras, resolveu entrar num negócio envolvendo o hotel. O uruguaio Erick Carlos Steffen Laraia intermediou o arrendamento do empreendimento para o filho e a nora – Alexandre Cruz Steffen e Paula Regina Piloni.

O arrendamento foi fechado por um período de 84 meses, sendo que nos primeiros sete, a parcela de locação seria de sete salários mínimos. Depois disso, segundo Décio Sanford, o acordo previa o pagamento de 13 mínimos mensais. O contrato previa ainda a opção de compra do imóvel ao fim de 18 meses pelo valor de R$ 1 milhão.

Um mês antes de se completarem os 18 meses de contrato, o que se parecia um bom negócio, virou uma trama com acusações de suspeita de lavagem de dinheiro, registro de boletim de ocorrência e ameaças. Suspeitas que levaram o Ministério Público Federal a encaminhar à Polícia Federal o pedido de abertura de inquérito para investigar supostas irregularidades na entrada de recursos estrangeiros destinados ao arrendamento do Solar.

A entrada da PF e Ministério Público Federal se deu a partir da entrada de um grupo de investidores espanhóis. O Solar das Flecheiras, segundo O POVO apurou, seria uma peça na engrenagem a ser montada pelos investidores espanhóis que visava investir pesado no litoral cearense por meio do arrendamento ou compra de hotéis nos próximos cinco anos.

A entrada dos espanhóis no negócio, todavia, não se deu diretamente com Décio Sanford, e sim, através de várias modificações no contrato inicial de locação. Na época do arrendamento a Alexandre, o Solar das Flecheiras passou a se chamar Solar das Velas.

Em outubro de 2008, com o contrato social alterado, Alexandre vendeu todas as ações para a Quest Investimentos e Participações Ltda e a S&S Empreendimentos Imobiliários Ltda. Cada uma com 50% das cotas acionárias. O curioso é que Alexandre e a esposa eram os próprios donos da Quest Investimentos. A S&S Empreendimentos surge no negócio como uma empresa do clube de investimentos espanhol Inversiones Colo 73 S.I., sediada em Barcelona.

Menos de um mês depois do novo contrato, os espanhóis da S&S compram todas as cotas da Quest, e assumem o antigo Solar das Fleixeiras. Com um detalhe, transferem 100% das cotas para empresa a Orixás Patrimonial Negócios Imobiliários.

Ao transferir 100% das cotas para a Orixás Patrimonial Negócios Imobiliários, porém, os espanhóis da a S&S não deixam o negócio, já que também são sócios da Orixás. O Solar das Fleixeiras, que já havia trocado de nome para Solar das Velas, muda mais uma vez e passa a se chamar Nootka Beach Hotel.

ENTENDA A NOTÍCIA

O litoral do Ceará tem sido alvo nos últimos anos de vários litígios, envolvendo desde disputas de terra entre investidores estrangeiros e proprietários locais, bem como relativos a agressões ambientais.

SAIBA MAIS

Os advogados da Inversiones afirmam que como clube de investimento, eles tinham interesse em entrar no segmento de turismo no Brasil, por isso foi criada a Orixás Patrim. Negócios Imobiliários.

Os planos da empresa, que chegaram a ser apresentados a investidores em países da Europa, contemplava a criação de pacotes turísticos no Ceará.

Com relação as modificações no contrato inicial de arrendamento, os advogados afirmam que a S&S Empreendimentos é uma empresa brasileira com aporte de capital estrangeiro que tem como sócio o clube de investidores espanhol.

Segundo os advogados, quando ficaram sabendo que o Ministério Público Federal estava acompanhando o caso, eles teriam se antecipado e apresentado toda a contabilidade e a origem dos recursos investidos nos empreendimentos que seriam registrados no Banco Central.

O advogado Laerte de Castro ressalta que o Solar nunca deu lucro. Mesmo não tendo dado lucro no período em que esteve arrendado, os advogados afirmam que o grupo espanhol investiu cerca de R$ 1 milhão nesse período.”

(O POVO/Luiz Henrique Campos)

Campo do América – Moradores comemoram suspensão do leilão de venda

78 2

Moradores do entorno do Campo do América, em Fortaleza, estão realizando, neste domingo, uma manhã esportiva em comemoração à decisão do INSS de suspender o leilão de venda dessa área. Houve polêmica em torno da transação, o que levou a prefeita Luizianne Lins (PT) a fazer mediação junto ao órgão para que não houvesse a venda do local. A Prefeitura manifestou o desejo de comprar e executar um projeto.

A manhã festiva reúne lideranças da Central Única de Favelas (CUFA), Federação de Bairos e favelas de Fortaleza, associação de moradores e conta com a participação dos secretários Evaldo Lima (Esportes Municipal) e Ferrúcio Feitosa (Esportes do Estado).

Ali, também os vereadores Acrísio Sena, Guilherme Sampaio (estes do PT), Eliana Gomes (PCdoB), Iraguassu Teixeira (PDT) e Toinha Rocha (PSOL).

Tradicional Restaurante Palheta encerra atividades no Aeroporto de Fortaleza

629 3

Após 30 anos de atividades no Aeroporto Internacional Pinto Martins, de Fortaleza, o Restaurante Palheta fecha portas. Neste domingo, último dia de funcionamento, o clima é de tristza não somente entre funcionários, mas entre clientes desde a época em que o ponto operava no antigo terminal de passageiros, próximo à sede da Cagece. 

Um grupo paulista conquistou o espaço em licitação das mais disputadas. Esse mesmo grupo ainda conseguiu pontos dentro do setor de embarque doméstico e mais outra loja na praça de alimentação.

(Foto – Paulo Moska)

"Meu nome é Dieese!"

115 4

O Ceará foi o terceiro estado niordestino a implantar um Escritório Regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Isso em 1985, quando entidades sindicais se mobilizaram para instalar a entidade, entre elas a Central Única dos Trabalhadores (CUT). 
Os 25 anos do Escritório Regional do Dieese no Ceará foram comemorados durante sessão especial na Assembleia Legislativa, no últuimo dia 18.

Na ocasião, uma homenagem especial ao economista Alberto Teixeira, que trouxe o Dieese para a Capital cearense e ainda se constituiu como seu primeiro economista.

Alberto, pessoa do bem e nome dos mais respeitados no Estado, contribuiu, sem sobra de dúvidas, para que o organismo se transformasse hoje num importante centro de referência e produção de conhecimento. E desse trabalho dele, nasceram outras iniciativas de relevância como, por exem plo, a Escola de Formação de Governantes, hoje atuando na Casa de José de Alencar.

No show do ABBA, Cid vira atração

O governador Cid Gomes (PSB) deixou, nas primeiras horas da madrugada deste domingo, o show do Grupo Abba, que lotou o Mucuripe Club, em Fortaleza. Ele foi um dos últimos a sair do local e aproveitou a festa na condição, como dizia para seus amigos e familiares, de fã do grupo que foi destaque nos anos 80.

Cid estava com a primeira dama e amigos e, de tão empolgado, acabou retirando obstáculos que impediam o acesso do público mais próximo do palco. Foi aplaudido.

Presidente do Sindicato dos Médicos quer conversa com Cid sobre redução do ICMS de bebidas

104 1

Do presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, José Maria Pontes, este Blog recebeu comentário sobre o envio de mensagem para a Assembleia propondo redução do ICMS de bebidas. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Não dá para acreditar que a Assembléia vai aprovar esta mensagem, pois uma das políticas públicas sobre a redução dos danos do álcool que dá mais resultado para reduzir a violência e diminuir os problemas de saúde pública é aumentar o imposto sobre as bebidas alcoólicas. A OMS, a OPAS, a UNIAD, a SENAD, o CEBRID e tantas outras instituições sérias no mundo pregam o aumento de impostos para as bebidas alcoólicas e não o contrário. Será que esse aumento de arrecadação está acima das vidas perdidas perdidas? O que passa na cabeça destas pessoas que veem no dinheiro a justificativa para tomar uma medida que, com certeza, só vai aumentar a violência no trânsito, as mortes por AIDS, o aumento de sobrecarga dos hospitais, o aumento de movimento no IML, o aumento de suicídios, de brigas entre vizinhos, de gravidez indesejada, principalmente entre menores adolescentes, aumento de lares desfeitos e de jovens que entram para o mundo das drogas, pois sabemos que o álcool não só é o maior problema de saúde pública, mas também a porta de entrada para as outras drogas?

Senhor Governador, nos receba para uma audiência para podermos lhe mostrar, com números, que nada justifica essa medida. Nosso Estado entrará de LUTO se esta matéria for aprovada. Vamos gritar, meu pessoal! Vamos lutar por uma cultura de paz e não de violência. Vamos mandar e-mail e fazer um grande movimento em favor da vida!!!!!

Grupo J. Macedo muda comando

O atual presidente do Grupo J. Macêdo, Amarílio Macêdo, vai deixar o cargo para assumir o Conselho de Administração da empresa. Em seu lugar, tomará posse o argentino Enrique Ussher, ex-presidente da Motorola no Brasil, conforme O POVO confirmou com uma fonte ligada à empresa. O anúncio oficial deve ser feito por meio de nota nesta segunda-feira.

O rearranjo administrativo leva à presidência um profissional sem o sobrenome Macêdo, que fundou o grupo em 1939. Por outro lado, dá a Amarílio a oportunidade de capitanear o Conselho Administrativo, considerado o “Cérebro” dos negócios.

(Com O POVO)

Assédio moral – Governo Cid vai mandar projeto para a Assembleia

90 1

Reivindicação antiga dos servidores públicos estaduais, o projeto que disciplinará sanções no quesito assédio moral será enviado para a Assembleia Legislativa nos próximos dias. A informação é do secretário-adjunto do Planejamento e Gestão, Reno Ximenes.

Ele adianta que a matéria demorou alguns meses para ficar pronta, porque colheu subsídios em outros Estados e ouviu alguns segmentos.

Tudo pronto para o XV Joga Fortal

Você teria curiosidade em aprender um jogo alemão? Que tal um joguinho americano ou francês para aprender e curtir com os amigos? Essa chance você pode ter nese domingo. Tudo pronto para o XV Joga Fortal, evento que expõe para todas as idades jogos de vários gêneros e de vários países.

Essa “brincadeira” levada a sério por um grupo de apaixonados pela arte de jogar e se divertir, terá início a partir das 8 horas e vai se estender até as 18 horas, na Biblioteca Pública Menezes Pimentel. A entrada é franca e só se exige que quem for conferir, mostre seu lado criança de aprender novos jogos e de jogar brincando.

Cid terá uma semana de espaço na mídia nacional e reuniões com Banco Mundial

Cid, de olho em novos projetos, agenda o Banco Mundial.

O governador Cid Gomes (PSB) deu entrevista para o jornalista Paulo Henrique Amorim por link direto Fortaleza-Rio. Foi nessa sexta-feira. A entrevista, na qual Cid aborda questões nacionais, vai ao ar às 8 horas da próxima terça-feira na Record News.

E por falar em Cid, nesse mesmo dia em que sua entrevista será veiculada, ele já estará rumando para Brasília, onde terá reuniões com o Banco Mundial. Hora de avaliar projetos bancados por essa Instituição financeira no Estado, com direito a encaminhar novos pleitos.

PALHETA

 Após 30 anos de atividades no aeroporto de Fortaleza, o Restaurante Palheta fecha suas portas neste domingo. Perdeu licitação para um grupo paulista.

TROCA-TROCA

Flaneliha é assassinado no bairro de Fátima

“Um flanelinha identificado como Eliakim Alves de Araújo, de 24 anos, foi executado com cinco tiros, por volta das 10h30min deste sábado, 20, em frente à Igreja de Fátima, na avenida 13 de Maio, em Fortaleza.

Segundo informações do subtenente da Polícia Militar, Kenedy Almeida, o crime teria acontecido enquanto a vítima apanhava entulhos de lixo de um restaurante localizado na avenida 13 de Maio. Por volta das 10h30min, um homem não identificado teria se aproximado da vítima, efetuando pelo menos cinco disparos à queima roupa.

Eliakim Alves de Araújo morreu no local, antes de ser socorrido. Segundo testemunhas, ele teria discutido, na noite de ontem, com um outro flanelinha que atua nas proximidades da Igreja de Fátima. A Polícia trabalha com a hipótese de o crime ter sido motivado por acerto de contas. O acusado fugiu a pé após a ação.”

(O POVO Online)

CPMA flagra construtora burlando lei ambiental

112 1

Uma construtora que opera no município de Sobral (Zona Norte) foi flagrada extraindo e transportando recursos minerais sem autorização de órgão ambiental. O flagrante foi feito na última tarde de quarta-feira por equipe do 3º Pelotão da Companhia Policial Militar Ambiental (CPMA), na Estrada das Marrecas, que liga o distrito Patriarca à sede. A degradação ambiental já chegava ao tamanho de um “campo de futebol”, com 50 metros de largura, 100 de comprimento e 7 metros de profundidade.

Segundo o comandante do 3º Pelotão da CPMA de Sobral, 3º Sgt PM J. Alberto, a abordagem foi feita durante uma fiscalização na estrada. Na ocasião, foram apreendidos dois caminhões e uma pá carregadeira. Os responsáveis poderão responder a uma pena de seis meses a um ano de detenção e multa, conforme art. 55 da Lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais).

Uma reflexão sobre economia e mobilidade

134 1

Com o título “Entre automóveis e bicicletas”, eis artigo do médico e professor Antonio MOurão Cavalcante, que está no O POVO deste sábado e no Blog dele no POVO Online. Uma reflexão sobre nosso espaço público e economia. Confira: 

Muitas vezes, ao folhear um jornal, encontramos mais informações nas entrelinhas do que no explícito conteúdo jornalístico. Um consultor estrangeiro confessou-me que a pujança econômica de uma cidade poderia ser verificada pela quantidade de páginas dos Anúncios Populares. Ali está a radiografia mais concreta da dinâmica econômica da região.

Nos últimos dias os jornais estão invadidos de anúncios de carros, sobretudo automóveis. Quase todas as páginas do O POVO trazem publicidade de automóveis “zero”. E, haja mais ruas e avenidas engarrafadas, trânsito caótico, nervosismo no sangue. Óbvio que se existe uma oferta tão generosa é porque ocorre uma demanda aberta. Se há quem vende é porque tem quem compre…

O mercado fica ainda mais agitado no fim do ano. As indústrias precisam lançar os novos modelos na praça. Ocorre, então, a desova dos produtos do ano findo. As ofertas são tentadoras.

O boom comercial tem esse apelo. A sociedade precisa consumir, sobretudo agora que alguns segmentos adquiriram mais posse, mais poder de fogo. Todo mundo quer ter seu carro.

Aparentemente, isso é um bom sinal. Mostra que nossa economia está a pleno vapor. Diz o O POVO (19/11) que o Ceará tirou o segundo lugar em termos de crescimento econômico. Afinal, por que tanto carro? Primeiro, porque não temos um razoável transporte coletivo. Ou ainda, é péssimo. Caótico. O metrô projetado é sonho alimentado por mil e uma noites. E, ainda será promessa de muitas campanhas eleitorais, no futuro.

Fica a grave interrogação: será que todos estes carros circulando, tentando chegar a algum destino, indicam que estamos crescendo? Afinal, o que é crescer?

Nos capítulos da novela Passione, uma família se destrói em torno de uma fábrica de bicicletas. Na Holanda, carro não é mais sinônimo de status. Todos preferem andar de bicicleta. Será que nós estamos defasados no tempo? Indo na contramão da História?

Antonio Mourão Cavalcante

a_mourao@hotmail.com

Médico, antropólogo e professor universitário

Xô, dengue! Sentinela no Twitter

“Dentro da luta de combate e prevenção à dengue, a Secretaria da Saúde do Estado não mede sacrifícios. Apegou-se agora às novas ferramentas midiáticas como o Twitter. Criou o twitter.com/ttscontradengue para divulgar informações e aceitar denúncias sobre casos ou falta de atendimento.

O titular da pasta, Arruda Bastos, também divulgou lista de 45 municípios considerados de alto risco da doença, no que cobrou dos prefeitos maior engajamento à campanha contra o Aedes aegypti lançada nesta semana, no Palácio Iracema, pelo ministro José Temporão (Saúde).

Arruda tem ocupado todos os espaços naquela de que quem madruga, Deus ajuda. Até com empurrãozinho para permanecer no cargo?”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Borboleta acorrentada

Esta bela foto mostra a contradição da relação do homem com a natureza. Foi clicada no Parque do Cocó, em Fortaleza, aquele que constantemente é alvo de fogueiras e outras invasões. O autor é o nosso querido jornalista Demitri Túlio. Está na capa do O POVO deste sábado. Por si só fala de como somos contraditórios.

Pois é, Demitri, além de escritor de histórias infantis, poeta, professor e jornalista premiadíssimo – com ESSO e tudo, é também sensibilidade. Ah, e é o “cara”.

Na Assembleia, mensagem que reduz alíquota de bebidas

“A mensagem do Executivo com objetivo reduzir a carga tributária de uma série de itens chegou à Assembleia Legislativa, anunciou o deputado e ex-secretário da Fazenda (Sefaz) Mauro Filho. A medida prevê redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para 12 setores da indústria cearense e importados para maior competitividade às empresas locais.

As bebidas quentes estão entre os itens importados que seriam beneficiados com a redução do ICMS, assim como equipamentos para construção civil,médico-hospitalares e rochas ornamentais que terão redução em geral de 20% para 7%.

A inclusão de bebidas gerou discussão. O deputado Ferreira Aragão se mostrou contrário, alegando a relação entre álcool e violência.

“Se a mensagem for para isto, eu votarei contra”, disse Ferreira. “Cachaça e cerveja, que são os mais consumidos no Brasil, não estão na lista”, defendeu Mauro.

O deputado Carlomano Marques defendeu a redução de impostos para bebidas alcoólicas, conforme a Assembleia. Segundo a Casa, o Carlomano chamou a atenção.”

(O POVO)

E AGORA Sindicatro dos Médicos do Ceará? E agora Conselho Regional de Medicina? Vão fazer mobilizações no âmbito da Assembleia Legislativa contra essa matéria ou vão deixar passar a redução da alíquota da bebida?

Caminhão é tomado de assalto na BR-222

“Um caminhão de carga foi tomado de assalto por volta das 7 horas deste sábado, 20, por quatro homens armados com pistolas, na BR-222, próximo ao município de São Gonçalo do Amarante.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), após a abordagem, o motorista do caminhão entrou em contato com a Polícia, que conseguiu identificar a localização do veículo por meio do aparelho de GPS instalado no caminhão.

Já por volta das 8h30min, o veículo foi encontrado abandonado na CE-085, com a carga completa de cereais e laticínios que transportava. Os criminosos fugiram após a ação. Neste momento, a carga segue a caminho do município de Trairi, no Litoral Oeste do Estado.”

(POVO ONline)

Campo do América – INSS suspende leilão atendendo a pedido da prefeita

145 4

O superintendente regional do INSS, André Fidelis, anunciou, durante coletiva nesta sexta-feira, no Hotel Vila Galé, a suspensão do leilão de venda do Campo do América. A decisão atende a um pleito da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), que havia solicitado a suspensão com interesse de adquirir aquela área encravada em ponto nobre da cidade e usada para lazer da comunidade.

André Fidelis, que veio do Recife para contatos com o Município, adiantou que o preço estipulado  para o Campo do América – R$ 6 milhões, deverá, no entanto, passar por nova avaliação. Isso porque esse mesmo valor, resultado de avaliação feita pela Caixa Econômica Federal, só tem validade de um ano. O prazo desse levantgamento acaba no dia 8 de dezembro. Com isso, virá nova avaliação para uma conversa com a Prefeitura.

Para o vereador Guilherme Sampaio (PT), que esteve na coletiva ao lado do também vereador Acrísio Sena (PT), tudo indica que esse valor deverá sofrer redução. “A área do Campo do América é uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS), aspecto que deverá ser levado em conta na avaliação de preço.

Esse tipo de caso ocorreu reentemente no Rio, quando um terreno de uma comunidade chegou a ter leilão suspenso, atendendo a um pedido do prefeito Eduardo Paes (PMDB).

COMEMORAÇÃO

Para a líder comunitária Célia Silva, que estava na coletiva, a suspensão foi importante porque a prefeita ouviu a comunidade. “A gente está feliz e quer que a Prefeitura agora faça um projeto com o Governo do Estado e concretize um projeto. Já tem esse projeto com a Secretaria do Esporte e esperamos que saia do papel”, disse.

Ela anunciou que domingo, a partir das 16 horas, haverá um ato em comemoração, no qual estarão a prefeita, vereadores, o secretário do Esporte e lideranças da comunidade. No outro domingo, vamos ter um torneio com 12 times de futebol”, adiantou Célia Silva.