Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

MPCE oferece curso de Inteligência e exclui Polícia Civil

O vereador Julierme Sena (PR) puxou questionamento sobre o caso.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira:

A Escola Superior do Ministério Público no Ceará bem que poderia rever a decisão de não ter incluído policiais civis no Curso de Introdução na Atividade de Inteligência e Informação. Entraram somente policiais militares num certame que ocorrerá na sede da PGJ, agora em abril. São 15 PMs de cinco turmas que receberão aulas sobre o enfrentamento estratégico contra o crime organizado, por sinal, reinando no Ceará por meio de facções criminosas.

Bom lembrar ao Ministério Público Estadual e à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado que a PM até pode investigar, mas a atribuição constitucional no Estado é da Polícia Civil. Isso consta no artigo 144 da Constituição Federal. Por falar nisso, os delegados ganham bem e o restante vem recebendo mimos financeiros que sevem mais como consolação do que como ganho real financeiro.

Confira nota da SSPDS

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) esclarece que o Curso de Introdução na Atividade de Inteligência, que será realizado na Escola Superior do Ministério Público (ESMP), partiu de uma solicitação da Coordenadora de Inteligência Policial (CIP) da Polícia Militar do Ceará (PMCE), sendo, portanto, destinado a militares e ministrado por agentes que atuam na inteligência da Instituição. A SSPDS não faz diferenciação entre as Policiais Civil e Militar, tampouco procura privilegiar algum órgão em detrimento de outro. A pasta esclarece que não existe nenhuma ligação do referido curso com a Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), sendo ele executado em parceria pela ESMP e PMCE.

Narcoterrorismo e a dissolução das elites políticas cearenses

Em artigo sobre segurança publica, o sociólogo e consultor político Luiz Cláudio Ferreira Barbosa sugere um Pacto Administrativo na área de Segurança Pública entre a situação e a oposição. Confira:

As facções criminosas e os seus atos de terrorismos destruíram os discursos dos principais grupos políticos do Estado do Ceará. O governador Camilo Santana (PT) procura dar explicação para os incidentes causados pelos atos de vandalismo contra o patrimônio publico, que ocorreram nas principais cidades cearenses. O principal líder da oposição, deputado estadual Capitão Wagner (PROS), apenas se pronunciou sobre cada ato do narcoterrorismo, após os mesmos se tornarem noticiário nas redes sociais e nos meios de comunicação tradicional (rádio, televisão e impressos).

O debate público em torno do que devemos fazer para combater ou conter os atos narcoterroristas nos espaços de convivência social, já não tem impacto na opinião pública, que anseia por medidas concretas que mude esse cenário de insegurança em que vivemos. A base governista simplesmente deixou no holofote o governador Camilo Santana, num monólogo ou rosário de culpabilidade do pacto federativo na área da segurança pública. A frente partidária oposicionista tem várias vozes, mas apenas o discurso oposicionista do deputado Capitão Wagner tem respaldo entre os formadores de opinião pública, porém o mesmo não defende a intervenção federal na área de segurança pública do Governo estadual.

Camilo Santana e Capitão Wagner não têm tanta discordância da política pública de combate ao narcotráfico, em solo cearense. Camilo mantém excelente relação administrativa com as forças de segurança pública (Polícia Militar, Polícia Civil e Bombeiros), assim como o Capitão Wagner, que não desejam o aumento da mortalidade dos oficiais e servidores públicos nos conflito com as facções criminosas.

O governador sofre nesse momento imenso desgaste político-eleitoral, porém num segundo momento Capitão Wagner vai precisar apresentar solução administrativa ao caos na área de segurança pública, com apenas mudanças pontuais, em relação à atual ação do Governo estadual. O Pacto Administrativo na área de Segurança Pública entre a situação e a oposição seria bem recebido pela sociedade civil cearense.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa, sociólogo e consultor político

Passagens de ônibus metropolitanos de Fortaleza sobem 6,30% a partir de sábado

4738 3

As tarifas de ônibus metropolitanos de Fortaleza vão ficar mais caras 6,30% a  partir deste sábado. A informação é do DETRAN/CE. O aumento foi homologado pela Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce).

Dessa forma, as transportadoras responsáveis pela prestação do serviço, que atende aos deslocamentos entre os municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), aplicarão o reajuste às tarifas pagas pelos usuários dessas linhas, que interligam a Capital aos seguintes municípios: Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Eusébio, Aquiraz, Pacatuba, Guaiúba, Itaitinga, Horizonte, Pacajus, Chorozinho e São Gonçalo do Amarante.

O último reajuste do serviço foi aplicado em fevereiro de 2017. A atual correção é fruto da repactuação das tarifas, instrumento disciplinado nos contratos de permissão, cujo cálculo leva em conta a atualização de preços dos insumos desde o último reajuste.

Desde o ano passado, os novos ônibus incorporados à prestação do serviço devem ser equipados com ar-condicionado e com rede wi-fi, trazendo mais conforto e comodidade aos passageiros. De acordo com a legislação pertinente, dispõem da gratuidade nesse serviço os idosos (maiores de 65 anos), bem como as pessoas com deficiência ou hemofílicas que possuem o cartão do Passe Livre Intermunicipal Metropolitano.

As tarifas de Fortaleza para as localidades da região metropolitana variam de acordo com os chamados anéis tarifários. A tabela a seguir apresenta os valores para os seis anéis, que se diferenciam de acordo com a extensão média das linhas:

*Tarifa Reajustada

Anel –  Inteira   Meia

1 ——-R$ 3,40 R$ 1,70
2 ——-R$ 4,20 R$ 2,10
3 ——-R$ 5,75 R$ 2,90
4 ——-R$ 7,60 R$ 3,80
5 ——-R$ 8,80 R$ 4,40
6 ——-R$ 12,15 R$ 6,10

1º. Anel – 16,52 km – Localidades de Caucaia e Maracanaú.
2º. Anel – 23,57 km – Localidades de Maracanaú, Aquiraz e Eusébio.
3º. Anel – 29,71 km – Localidades de Maranguape, Aquiraz, Caucaia, Itaitinga e Pacatuba.
4º. Anel – 33,40 km – Localidades de Aquiraz, Caucaia, Guaiúba, Maranguape e Pacatuba.
5º. Anel – 45,53 km – Localidades de Caucaia, Aquiraz, Horizonte, Itaitinga, Guaiúba,
Pacatuba, Maracanaú, Pacajus e São Gonçalo.
6º. Anel – 71,27 km – Localidades de Chorozinho, Maranguape e São Gonçalo.

Jijoca de Jericoacoara recebe obras estaduais para potencializar demanda turística

O prefeito Lindbergh Martins reuniu-se nessa quarta-feira (28) com o secretário da Casa Civil, Nelson Martins. O encontro serviu para formalizar a parceria entre o Estado e o município de Jijoca de Jericoacoara, com a assinatura de contrato de várias obras, tais como areninhas, brinquedopraça e o calçamento que liga o Córrego da Forquilha ao Mangue Seco.

Um dos contratos é para a implantação do Projeto Sinalize, o qual Lindbergh Martins aponta como importante pela alta demanda turística do município, diante das principais atrações, como o Mangue Seco, a Lagoa do Paraíso e a Vila de Jericoacoara.

Praia de Iracema terá segurança reforçada

A Secretaria da Segurança pública e Defesa Social do Estado vai instalar, mês que vem, um quiosque de segurança pública em frente ao Centro Cultural Belchior (Praia de Iracema). A informação é do secretário André Costa e foi repassada para a Secretaria Municipal do Turismo (Setfor).

De acordo com o secretário-executivo da Setfor, Erick Vasconcelos, o titular da SSPDS adiantou uma outra novidade para breve: a instalação, na área, da Delegacia do Turismo.

Aplicativo Buser assusta as empresas do transporte de ônibus interestadual

Apareceu pelo Sul e Sudeste o aplicativo Buser, que oferece fretamento de ônibus baratíssimo. Virou tormento para as empresas do transporte de ônibus interestadual legalizado, queixa-se o dirigente da Associação Brasileira do Transporte Terrestre (Abratt), Paulo Porto.

Tudo porque se transformou numa concorrência desleal, pois não paga os impostos do segmento, não oferece as gratuidades definidas por lei e, enfim, não seguem as regras de segurança exigidas para os legalizados.

O Buser ainda não chegou ao Ceará. Por enquanto.

 

Quatro municípios serão inspecionados pelo TCE em abril

Os municípios de Ibiapina, Mulungu, Santana do Cariri e Ubajara foram sorteadas, pelo Tribunal de Contas do Estado, naesta semana, e serão inspecionados in loco no mês de abril. A informação é do presidente do TCE, conselheiro Edilberto Pontes.

Além dos quatro, outros dois municípios passarão pela auditoria: Eusébio e Horizonte foram escolhidos seguindo os critérios definidos pela matriz de extremo risco, elaborada pela Secretaria de Controle Externo (Secex).

Em março, quando o TCE iniciou os trabalhos de fiscalizações ordinárias de 2018, que incluem os Poderes Executivo e Legislativo, receberam a visita dos auditores do Tribunal os municípios de Alto Santo, Barbalha, Itapipoca, Jijoca de Jericoacoara, Limoeiro do Norte e Quixeramobim. Até o final do ano, estão planejadas um total de 54 inspeções do tipo.

Camilo aproveita esta quinta-feira santa para uma romaria em obras

O governador Camilo Santana (PT) visitou obras, nesta manhã de quinta-feira.

No roteiro, o túnel do VLT da Avenida Borges de Melo, onde ele percorreu parte do local. Camilo também inspecionou obras do futuro Anel Viário.

Sobre o túnel  do VLT, o governador conferiu o ritmo do empreendimento, conversou com operários. Ele chegou a dar uma previsão de entrega do projeto: até o fim de maio próximo.

(Foto e Vídeo – Divulgação

Choveu forte no Ceará de ontem para hoje; dois municípios registram volume acima de 120 mm

A dois dias do final de março, mês que historicamente promete fortes precipitações, choveu em 83 municípios cearenses entre as 7 horas de ontem, 28 e hoje, 29. Duas cidades marcaram volume acima de 120 milímetros (mm) e quatro registraram mais que 80 mm. As chuvas mais intensas foram em Ipu, com 121 mm, seguido de Hidrolândia, com 120 mm. Ambas cidades estão localizadas na Serra da Ibiapaba, região onde choveu forte, de acordo com Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Reriutaba também teve chuva significativa. Foram 98 mm de chuva. Na região Jaguaribana, onde estão os maiores açudes cearenses, os municípios de Icapuí e Itaiçaba foram destaque, registrando 82.4 mm e 77 mm, respectivamente.

As chuvas no Ceará aumentam em meio a alerta emitido ontem pela Defesa Civil, atentando para riscos de alagamentos e enchentes no feridão. Segundo a Funceme, a tendência para os próximos dias é de chuvas fortes em todo o Estado. A previsão para hoje indica tempo nublado com chuva em todas regiões cearenses ao longo do dia, repetindo esta estimativa até domingo, 31.

Confira as 10 maiores chuvas entre ontem e hoje

Ipu (Posto: Flores): 121.0 mm

Hidrolândia (Posto: Hidrolandia): 120.0 mm

Reriutaba (Posto: Reriutaba): 98.0 mm

Ipu (Posto: Ipu): 95.0 mm

Pires Ferreira (Posto: Pires Ferreira): 92.0 mm

Icapuí (Posto: Retiro Grande): 82.4 mm

Itaiçaba (Posto: Elevatorio ): 77.0 mm

Graça (Posto: Graca): 75.0 mm

Itaiçaba (Posto: Itaicaba): 74.2 mm

Guaraciaba Do Norte (Posto: Guaraciaba Do Norte): 72.0 mm

(O POVO Online / Foto: Arquivo)

A marcha da insensatez

Com o título “A marcha da insensatez”, o jornalista Plínio Bortolotti comenta a onda de intolerância que predomina no País, principalmente, nestes últimos dias. Confira:

No filme “Carlota Joaquina – Princesa do Brazil”, a diretora Carla Camurati atribui a dom João VI (tido como um rei inseguro) a frase: “Se você não sabe o que fazer, melhor não fazer nada” . Se houvesse trocado o verbo “fazer” por “falar”, o monarca do Reino Unido do Brasil, Portugal e Algarves teria deixado ótimo conselho para certos ministros supremos e autoridades nem tanto.

Depois de o distinto público ser brindado pelo show de impropérios oferecido pelas togas do Supremo Tribunal Federal (STF), vem o presidente da República, Michel Temer – o candidato à reeleição a um cargo para o qual nunca foi eleito -, exprimir loas à ditadura militar, por meio de sua, precisa e exatamente, escorregadia prosódia.

Adotando ar professoral, diante de uma seleta plateia de empresários e políticos, o presidente fez um tour pela história mostrando como, supostamente, o povo brasileiro gosta de governos centralizadores. Chegou ao fatídico 31 de março de 1964 afirmando que “o povo se regozijou”, pois houve uma “centralização absoluta do poder”. Traduzindo: implantou-se a ditadura. Mas Temer, o constitucionalista, nem notou que os militares atropelaram a Carta Magna com o mecanismo dos tanques. Ainda afetando distanciamento, Temer, o historiador, classificou como “interessante” a ideia de que “não houve golpe de Estado”, pois havia “desejo” pela “concentração de poder”.

Com que propósito, em conjuntura tão conturbada, o presidente resolve gastar seu tempo declarando simpatia com um regime ditatorial, no momento em que a intervenção federal no Rio de Janeiro é comandada por um general? E as anomalias entrelaçadas continuam crescendo.

A caravana de Lula é atacada a tiros por criminosos. O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, sofre ameaças de celerados, que também atingem a sua família.

Circunstâncias graves exigem bombeiros. Porém, instituições ou pessoas, que poderiam assumir o papel, estão de férias ou tornaram-se os piores incendiários. De algum modo, é preciso deter essa marcha da insensatez, caso contrário o fogo vai espalhar-se, consumindo-nos a todos.

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Ceará tem dois blocos de petróleo e gás arrematados em leilão da ANP

1110 1

Dois blocos localizados total ou parcialmente no litoral do Estado do Ceará, sendo um na bacia do Ceará e um na bacia Potiguar, foram arrematados nesta manhã de quinta-feira durante a 15ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo. O leilão ocoreu na sede da agência, no Rio de Janeiro.

O bônus de assinatura total arrecadado com a concessão desses blocos foi de cerca de R$ 14 milhões.
Na 15ª Rodada de Licitações da ANP, foram oferecidos 18 blocos localizados total ou parcialmente no litoral cearense, sendo 12 na Bacia do Ceará e seis na Bacia Potiguar.

A Bacia do Ceará e a porção marítima da Bacia Potiguar são classificadas como Nova Fronteira, ou seja, possuem áreas geologicamente pouco conhecidas e barreiras tecnológicas ou do conhecimento a serem vencidas. Em janeiro de 2018, o estado do Ceará produziu 4.927 barris de petróleo e 72 mil metros cúbicos de gás natural por dia por meio de seis campos produtores.

Ao todo, na 15ª Rodada de Licitações, são ofertados 68 blocos em 12 setores de sete bacias sedimentares.

(Com ANP)

Camilo prestigia Gorete Pereira na terra de Roberto Pessoa

O governador Camilo Santana liberou R$ 153 milhões para investimentos na rede de esgotamento sanitário e abastecimento de água da cidade de Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza). Foi nessa noite de quarta-feira, com a presença do presidente da Cagece, Neuri de Freitas, do prefeito Firmo Camurça, e do secretário de Infraestrutura de Maracanaú, Carlos Eduardo Borges Evangelista. No ato, estava a deputada federal Gorete Pereira, presidente estadual do PR e que quer conquistar votos nessa cidade que tem como vice-prefeito Roberto Pessoa, ex-aliado dela e pré-candidato à Câmara dos Deputados.

Os recursos são oriundos de financiamento do Estado junto ao Banco do Nordeste (BNB). Gorete teve direito a falar na ocasião: “Essa obra é um dos maiores sonhos que Maracanaú tem e fundamental para a população. É uma obra social que vai assegurar saúde para os maracanauenses, pois saneamento é saúde. Como deputada federal me sentia muito incomodada em andar nos bairros Jereissati 1 e 2, Novo Maracanaú e Centro, onde tem rede de saneamento da Cagece, e ver a população sofrendo, ilhada em dias de chuva, obrigada a conviver com água empossada”, disse.

No ato, Camilo agradeceu o “esforço” da deputada na concretização do acordo entre o Estado e a Prefeitura de Maracanaú, que resultou na assinatura do convênio: “Quero agradecer a Gorete pela determinação e empenho para a concretização desse momento. Ela não me deixou em paz enquanto não conseguiu acabar com o litigo e possibilitar a assinatura do convênio”.

O prefeito de Maracanaú, Firmo Camurça, também destacou a parlamentar: “Estou feliz com este momento. Pedimos que a Gorete intercedesse e foi o que aconteceu. Agora teremos a oportunidade de reconstruir a rede sanitária, que é um bem para a cidade”.

(Foto – Divulgação)

 

Ah, se carroça tivesse placa…

238 2

Esta cena foi registrada nesta manhã de quinta-feira, na Praça São Lucas, com a rua Coronel Alves Teixeira, no bairro Joaquim Távora, por um leitor do Blog: um carroceiro ali chegou e despejou galhos de árvore, restos de construção e sacos e mais sacos de lixo doméstico.

Bem, depois do serviço feito…. foi embora. E o desrespeito continua.

O pior é que carroça não tem placa.

Prefeito cumprirá agenda nos EUA

251 1

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), viajará, na próxima segunda-feira, para Washington (EUA).

Na agenda dele, reuniões para tratar sobre financiamentos do Programa Fortaleza Sustentável junto ao Banco Mundial. Os valores não foram divulgados.

Roberto Cláudio deverá manter contatos também com a Agência WRI, que tem projetos e apoios nas áreas da segurança viária e do meio ambiente.

Há também uma reunião do prefeito com o embaixador do Brasil nos EUA, Sérgio Amaral. O retorno de RC está previsto para o dia 7 de abril.

(Foto – Aurélio Alves)

 

Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém sob nova direção

Da Coluna O POVO Economia, assinada pela jornalista Neila Fontenele no O POVO desta quinta-feira:

Ricardo Sabadia, ex-superintendente do Instituto Evaldo Lodi (IEL), é o novo diretor-executivo da Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Aecipp). Ele assume a missão de criar inovações na entidade e tornar o Pecém uma referência em complexos industriais.

Detalhe: Ricardo Parente segue na presidência da associação.

Lei Judas – TCE adota prescrição em nova lei orgânica e salva gestores com processos

Pela primeira vez, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai prever oficialmente a prescrição de processos não analisados por mais de cinco anos. Isso quer dizer que gestores públicos que tenham processos a responder serão perdoados com o benefício e terão direito a concorrer nas eleições.

A mudança está no anteprojeto da Lei Orgânica da Corte de Contas entregue na última terça-feira, 27, ao presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), para apreciação dos deputados.

A alteração na Lei Orgânica é uma exigência da Emenda Constitucional que promoveu a extinção do antigo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), aprovada em 16 de agosto de 2017 e publicada no dia 21 do mesmo mês.

O TCE não cumpria determinação da Emenda Constitucional de autoria do deputado Tin Gomes (PHS), de 2014, que passou a determinar prescrições de processos de gestores públicos não apreciados a partir de meia década. Logo na aprovação da matéria, o extinto TCM, por outro lado, adotou a prática.

Agora, com a união das duas Cortes, houve a necessidade de alterações na Lei Orgânica para o julgamento dos processos estaduais e municipais sob o mesmo texto. Apesar de não adotar as determinações da lei estadual, o TCE praticava as prescrições, mas por outras vias, e não necessariamente pela demora nos julgamentos.

Desde que o TCM foi extinto, a Corte estadual se utiliza de duas leis orgânicas para julgar os casos do Estado e das Prefeituras. Foi com esse entendimento que o plenário do TCE derrotou, em fevereiro deste ano, o conselheiro Ernesto Saboia, recém-chegado do TCE. Saboia tentava convencer os pares de que o caso da prestação de contas, ainda de 1998, do extinto Banco do Estado do Ceará (BEC), deveria ser perdoado por “inércia” do Tribunal e não por falhas de procedimento.

A proposta encaminhada à Casa Legislativa, porém, mantém os casos dos 2,23 mil processos de gestores ainda com data de prescrição para janeiro de 2019. No entendimento do antigo Tribunal, todos esses casos já estariam vencidos. O TCE entendeu, no entanto, que o prazo deveria iniciar da data da lei, aprovada em 2014.

A mensagem da proposta deverá ser lida na próxima semana. Pelo processo padrão, deveria passar pelas comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), de Orçamento, Finanças e Tributação, Trabalho, Administração e Serviço Público. Como as comissões técnicas estão dissolvidas na Casa, a matéria poderá ser analisada apenas na Mesa Diretora antes de ir a plenário.

(O POVO – Repórter Wagner Mendes)

VAMOS NÓS – Essa medida da Nova Lei Orgânica do TCE está sendo interpretada como uma espécie de “Lei Judas”. Veio para salvar os gestores que traíram o povo e não cumpriram com promessas de campanha.

Por conta do aumento das taxas de alvará, bares e restaurantes querem “fritar” o prefeito

480 1

Em reunião realizada ontem para discutir o aumento das novas taxas de alvarás em Fortaleza, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará (Abrasel-CE) recomendou aos 400 associados que recorram, individualmente, à Justiça para pedir a suspensão da lei, prevista no novo Código Tributário da Cidade.

Para a entidade, o reajuste é considerado ilegal e inconstitucional. “E, de uma forma coletiva, as entidades sindicais e os demais órgãos estão se mobilizando para buscar uma medida semelhante. Também estamos buscando audiência pública, a fim de que a Prefeitura reveja a lei, total ou parcialmente, através de um caráter político”, afirma o advogado da Abrasel-CE, Rafael Albuquerque.

Segundo Rodolphe Trindade, presidente da Abrasel-CE, o aumento deixará produtos e serviços mais caros na Capital, podendo gerar desemprego e crescimento da informalidade. “Os impasses não são só para o setor, e sim para a Cidade inteira. Isso afeta todos nós, consumidores”, diz, lembrando que mais de 90% do segmento de bares e restaurantes da Capital correspondem a micros e pequenas empresas.

“Em outras cidades, temos taxas entre R$ 700 e R$ 2 mil. Estamos falando nos dois alvarás, o de funcionamento, que passa a ser anual, e o sanitário. Com a mudança, empresários vão pagar até R$ 20 mil”, acrescenta.

O prefeito Roberto Cláudio garante que 78% das atividades comerciais pagarão, em média, R$ 300 por ano com alvarás. E justifica que a alta é para manter o programa Fortaleza Online. “Só 0,6% das atividades têm taxa de R$ 15 mil por ano. Esse recurso será para investimentos em tecnologia”, afirma.

(O POVO)

Pele de tilápia pode virar produto de farmácia

Da Coluna do Eliomar de Lima, do O POVO desta quinta-feira:

O Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), da Universidade Federal do Ceará, envia, nos próximos dias, o pedido de registro à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que a pele de tilápia se transforme em produto farmacêutico no tratamento de queimaduras. A informação é do coordenador do NPDM, Odorico Moraes.

O produto surgiu a partir de pesquisas científicas que foram feitas no Estado, sob a coordenação desse organismo da UFC e do Instituto de Apoio ao Queimado – uma ONG dirigida pelo médico Edmar Maciel Lima Júnior. O tratamento com pele de tilápia vem obtendo 100% de sucesso, pois, além de encurtar o tratamento e de minimizar a dor do queimado, reduziu em 50% os seus custos. Com pedido feito, é aguardar o crivo da Anvisa.

Há expectativas, com todos os procedimentos técnicos encaminhados, de que a pele de tilápia possa estar no mercado antes de 2022. Pelo menos é essa, digamos, a bula burocrática desse órgão.