Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Um secretário de coração romântico

Silvino, Arruda Bastos e o CD.

O radialista Silvino Neves está lançando seu segundo CD intitulado “Brega e Arromba”. O trabalho reúne 12 músicas selecionadas a partir do gosto dos ouvintes de seu programa – “Clube do Brega”, apresentado toda quinta-feira à noite, na TV Diário.

Silvino, em ritmo de divulgação, esteve com seu amigo, o secretário estadual da Saúde, Arruda Batos, e lhe entregou um CD autografado.

O seretário não esconde: é um homem romântico.

(Foto – Paulo MOska)

Livro aborda as vias culturais de Juazeiro do Norte

Será lançado dia 23 de julho, às 9 horas, no Hotel Cariri Plaza (Praça Padre Cícero), em Juazeiro do Norte, o livro “Juazeiro, Magia e Poesia”, de autoria de Manoel César e Nilze Costa e Silva.

O livro é uma edição comemorativa do centenário da cidade. Para além da data festiva, segundo os autores, a ideia é ressaltar a beleza do lugar, tomando a mão do visitante e levando-o a conhecer a cultura de Juazeiro do Norte através da sua história e da magia que transformou a cidade numa “Meca Nordestina”.

Cid vai inaugurar escola em Barbalha

O governador Cid Gomes vai levar seu governo itinerante ao Cariri, mais uma vez, nos próximos dias 24 e 25.

Entre alguns compromissos, ele inaugura sexta-feira, ao lado do prefeito José Leite, de Barbalha, a Escola Estadual de Ensino Médio Almiro da Cruz, no Sítio Santana. A construção da escola segue o padrão estabelecido pelo MEC. A nova escola recebeu recursos do Tesouro do Estado e do Governo Federal. Os estudantes vão dispor de biblioteca, laboratórios de línguas, informática e de ciências (química, biologia, física e matemática), além de espaço para o grêmio e quadra poliesportiva.

(Com Coluna Cariri, do O POVO)

A "Bruzundanga" do Partido Verde

Os militantes verdes do Ceará estão em pé de guerra com a cúpula nacional, sobrando também para a direção estadual do partido. Depois de Polô, que disputou o Senado no pleito passado, ter dado adeus ao PV, eis o desabafo de Paulo Sombra, militante que chegou a ser excluído da direção estadual verde. Confira:

Carta do Ceará aos Verdes do Brasil
Prezados,
Não é possível ficar calado diante de tantas atrocidades cometidas pela Direção Nacional do PV nos últimos tempos. Primeiro prorrogam o mandato do Presidente Nacional para que ele chegue ao 13º ano seguido no poder. Além disso, se recusam a perceber a necessidade de melhorias ao PV e passam a cometer brutalidades com os que querem debater, apresentar propostas, dialogar sobre o caminho. Como podemos construir um partido sem que possamos buscar aprimorar a sua estrutura?
O estatuto do PV diz que o partido “tem como objetivo alcançar o poder político institucional, de forma pacífica e democrática, em suas diversas instâncias, para aplicar e propagar o seu Programa”. Será que a direção do PV quer mesmo se preparar para alcançar o poder nas diversas instâncias e aplicar o seu programa? Talvez achem mais fácil ficar como está, pois geralmente grandes desafios exigem alguma abdicação ou mudança e pode não ser conveniente para alguns saírem da zona de conforto que o status quo proporciona. Infelizmente dessa maneira não vejo como o PV avançar.
O cancelamento da Executiva Estadual de São Paulo foi o ultraje maior, o resumo do modus operandi que assola o Partido Verde nos últimos tempos. Como justificar cancelar o local onde o PV foi mais bem sucedido no país? Como explicar racionalmente que o maior exemplo de sucesso do PV nos estados do Brasil não é mais válido?
A Direção Nacional do Partido Verde parece seguir uma lógica perversa: quanto pior melhor. Só assim pra entender como cancelam a Executiva Estadual do PV São Paulo – que obteve mais de 8% dos votos válidos para a Câmara Federal em 2010 – e mantém a do PV Ceará, que obteve pífios 11.564 votos nominais para deputado federal, num universo de 4,2 milhões de votantes. Se somarmos aos votos de legenda (que foram mais do que os nominais) chegaremos ao fantástico índice de 0,6% do total dos votos. Foi isto que o PV Ceará obteve: um vexame. Faço questão de ressaltar a qualidade dos candidatos a deputado federal, que se esforçaram e deram o melhor de si; o problema foi a condução do processo pela direção estadual: não havia foco, metas claras, tampouco interesse em eleger um Verde à Câmara dos Deputados.
Pra não dizer que só falamos de números, na carta programática do partido, está explícito no primeiro item que “o PV é um instrumento da ecologia política. Sua existência não é um fim em si mesmo e só faz sentido na medida em que sirva para fazer avançar suas idéias e programa na sociedade transformando concretamente a realidade”. Será que no Ceará, por exemplo, o partido tem atuado para avançar suas idéias e transformar concretamente a realidade? O que dizer de um estado que nomeia Comissões Municipais com prazo de vigência de apenas 6 meses? Como se constrói um projeto político em 6 meses? Isso é completamente ilegal perante o estatuto, é uma imoralidade.
Como vão incentivar as pessoas de bem a se filiarem ao PV, organizarem Comissões Municipais e pleitearem candidaturas se a qualquer momento – a qualquer momento mesmo – as Comissões podem ser canceladas de acordo com a vontade da caneta do presidente, seja para entregar para um familiar, um amigo ou para alguém que ofereça uma ‘opção’ mais conveniente? E ?ai? de quem argumentar. Não se faz política dessa maneira, não é esse o partido que a sociedade espera. O PV não pode ser um blefe.
Como falar em democracia se ao menor sinal de questionamento expurgam quem não é adepto da prática do “sim, senhor”? Belo exemplo de como um grupo assim pode governar algum lugar. Sobra autoritarismo e falta direção.
Penso que em toda estrutura, sejam em empresas, governos e demais instituições, a importância do ‘ouvir’ é imensa. A atual direção do PV demonstra não ter compreendido a voz da sociedade, a necessidade de um partido que dialogue, que seja exemplo, que construa pontes e não muros. Esse é um recado muito forte que ecoa por onde passamos, Penna que os Manda-Chuvas não assimilaram essa mensagem.
Acho que estamos entrando numa nova era da Bruzundanga. Na conhecida obra póstuma de Lima Barreto, uma ficção repleta de realidade, acompanhamos a história de um país abarrotado de favorecimentos, privilégios e pensamentos retrógados. Na Bruzundanga, há um apego obsessivo por títulos, além de uma carta magna absurda cujo adendo maior é: “toda a vez que um artigo ferir interesses de parentes de pessoas da situação ou de membros dela, fica entendido que não tem aplicação”. Há um flerte constante com a ‘situação’ porque ela garante o continuísmo. A quem interessa continuar com o PV assim?
A moda mais recente dos que querem criticar a luta pela democracia no PV é ameaçar nos processar. Dizem que estamos atentando contra a “boa imagem partidária”. Boa imagem? Que imagem? Querer debater uma reformulação para tornar o partido verdadeiramente aberto é atentar contra a imagem do PV? Querer construir um partido melhor e – da mesma forma que falamos durante toda a campanha – nos colocar a disposição para ouvir a sociedade é atentar? Que sejamos presos, então, se for isso.
Nós queremos um partido democrático pra poder olhar para as pessoas e saber que o que falamos é o que praticamos em nossa casa política. Não entendo como o PV pode se propor a ser um partido monopolizado por meia dúzia de privilegiados, entronizado na burocracia oficial, cuja vida é artificial e sem conexão com as bases. O PV não pode se subjugar ao papel de coadjuvante. Chegou o momento de decidir se o partido merece não estar nem à esquerda nem à direita, mas à frente.
Está na hora de escolher se é pra avançar ou retroagir. Está na hora de ser protagonista, meu povo! Ou alguém prefere viver na Bruzundanga?
Paulo Sombra
Conselheiro Nacional – PV
Ex-dirigente Estadual – PV Ceará

Cid Gomes vai para a China

139 2

O governador Cid Gomes (PSB) acerta nova viagem para o Exterior. No fim deste mês, tomará a rota da China, onde manterá contato com investidores da área do etanol, visitará portos e aeroportos e ainda tratará de negócios com uma grupo do setor automotivo.

Cid deveria ter cumprido essa agenda em abril último, quando visitou França e Espanha e incluiu uma feira de movelaria e contatos com os setores portuário e aeroportuário desses países.

Mês passado, ele esteve nos EUA, onde acertou parcerias em favor do projeto Acquario do Ceará. O governador não chega a ser um Lula, em termos de viagem ao Exterior, mas que já acumula boa milhagem, acumula.


Pedro, ainda bem que tudo não és pedra

292 11

Neste domingo, a partir do meio-dia, familiares e amigos do sociólogo Pedro Albuquerque, um brizolista convicto, estarão comemorando seus 67 anos no famoso “Arriégua”, no bairro Varjota. Sociólogo, professor universitário e advogado, Pedro, colaborador vez em quando deste Blog, merece, sem dúvida, aquele “muitas felicidades, muitos anos de vida”.

Trata-se, antes de tudo, de um cidadão. No melhor sentido da palavra. Um cidadão que sabe ser duro e sensível quando necessário, mas que não perde a coerência e a paixão pela luta em favor de uma sociedade mais justa.

Policiais civis ameaçam entrar em greve

209 4

Policiais civis do Estado do Ceará decidiram nesta manhã de sábado, 18, na Praça do Ferreira, marcar para o próximo dia 27 uma assembleia geral. A categoria deverá decidir nessa ocasião por uma paralisação. Eles estão lutando por melhores condições de trabalho e de salários.

O Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpoce) já está adotando as previdências legais de olho em uma greve, garantindo inclusive que deixará 30% do contingente em operações.

A decisão saiu dentro de uma assembleia geral organizada nesta manhã pelo Fórum Unificado dos Servidores Públicos Estaduais, que abriga várias categorias e que decidiram também realizar, no dia 2 próximo, uma grande caminhada de protesto.

O motorista e sua cota de culpa para o caos no trânsito de Fortaleza

181 2

Tudo bem que a Autarquia Municipal de Trânsito, Cidadania e Serviços Públicos (AMC) – ufa!, tenha suas deficiências, mas que o motorista tem boa parte de culpa pelo caos no trânsito de Fortaleza, tem.

Eis aí um exemplo de quem não sabe respeitar uma simples faixa de pedestre. O sinal fechou, mas tem gente que não sabe ter regras. Essa cena, corriqueira, registrou-se em frente ao Colégio Presidente Roosevelt, na avenida Bezerra de Menezes.

(Foto – Paulo MOksa)

Copa 2014 – Ministério Público Federal promove debate sobre o tema

O Ministério Público Federal no Ceará e a Assembléia Legislativa do Ceará promoverão, na próxima quarta-feira, uma  audiência pública sobre o tema “Copa 2014 – Impactos das obras e os Direitos Fundamentais das Comunidades Afetadas – Direito à moradia”.
O objetivo é discutir o futuro de áreas da Capital cearense que sofrerão impactos dos projetos do certame, questão de desapropriações e a situação de comunidades.
A audiência pública ocorrerá às 14h30min, com a presença da procuradora regional dos Direitos do Cidadão, Nilce Cunha Rodrigues, e de membros da Comissão de Direitos Humanos do Poder Legislativoa, além de lideranças de comunidades e setores ligados a ONGs que atuam no campo da moradia e dos direitos humanos.

Alô, Prefeitura! Leitor cobra mais fiscalização

132 6

Do leitor Tales Sobreira, recebemos a seguinte queixa:

Caro Eliomar,

O povo fortalezense está totalmente sem contato com a Prefeitura. O telefone para denúncias, o chamado “Fala Fortaleza”, se encontra desativado faz mais de 3 meses. Não temos nenhum canal para fazer denuncia, o que é um absurdo!!!

Eliomar, vi uma matéria no seu Blog recentemente tratando sobre a defasagem de fiscais municipais. Segundo o PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) da fiscalização e já com o último concurso realizado, a Prefeitura possui apenas 295 fiscais (isso sem levar em conta as aposentadorias, falecimentos e desligamentos de 1997 para cá). Como uma cidade dessa vai se organizar para a Copa de 2014?

Publique algo no Blog alertando para a importância da fiscalização. Mais fiscais é mais organização.

Obrigado,

* Tales  Sobeira.

VAMOS NÓS – Com a palavra o titular da Semam, Deodato Ramalho.

Artesã de Tamboril ganha prêmio "Sebrae Mulher de Negócios"

“Em Tamboril, município do Ceará, o talento de 25 mulheres aliado à qualidade tem gerado renda e contribuído para retratar a história local. O grupo produz caminho de mesa, colcha de cama e pano de bandeja, feitos de crochê e bordado. A Associação de Artesãos de Tamboril (Tamboriarte) é uma iniciativa de como o trabalho cooperado pode transformar a vida e a realidade das famílias locais.
A presidente da cooperativa e vencedora nacional do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, na categoria ?Negócios Coletivos?, Maria de Fátima Santana de Oliveira, coordena os trabalhos. A empreendedora conta que aprendeu a fazer crochê e a negociar suas peças ainda menina, ensinamentos passados por seus pais agricultores. ?Desde pequena aprendi que posso sobreviver da minha arte e que artesanato pode ser um negócio, e não simplesmente um passatempo?, afirma.
Mesmo passando em concurso público para agente de saúde, Maria de Fátima nunca deixou o artesanato de lado. ?Se me perguntam qual é o meu trabalho, digo sem medo que sou artesã e mulher de negócios?, ressalta. Em 1990, ela teve sua primeira experiência com o associativismo. ?Ajudei a fundar uma associação de moradores. Tivemos importantes conquistas como proporcionar formação profissional para os moradores de baixa renda do bairro e a montagem de uma rádio comunitária?, conta.
A experiência adquirida foi utilizada para criar a Associação de Artesãos de Tamboril (Tamboriarte). ?Como sou artesã e acredito na força da união, nada mais natural do que formar uma associação de artesãos.? Na época, ela fez o curso Vivência dos Inhamuns, desenvolvido pelo Sebrae local. ?Tive a oportunidade de conhecer o que o design pode fazer pelo artesanato. Fizemos estudos sobre a história, cores e símbolos do Ceará?.
Ela garante que se preparou e conseguiu mobilizar um grupo de artesãos, com os quais fundou a Tamboriarte. ?No início, o grupo estudou bastante sobre associativismo, qualidade, produto e mercado?, lembra. Hoje a associação tem sede e loja privilegiada no centro do município. ?Nosso artesanato é conhecido pela qualidade de acabamento e pelas coleções que já lançamos, com as cores e motivos da nossa terra?.
Todas as peças em exposição na loja e as encomendas passam por um controle feito por pelo menos duas das artesãs mais experientes do grupo. Também há responsabilidade com o meio ambiente. ?Nosso trabalho significa fonte de renda sustentável, que não gera resíduos poluentes, não agride a natureza e que procura utilizar matéria-prima da região, como é o caso do algodão?, explica a artesã. ?A Tamboriarte hoje é referência de artesanato na região e queremos continuar sempre nos aprimorando, para que nossas conquistas sejam mantidas e nossos sonhos se renovem e se realizem?, torce Maria de Fátima.

“(Agência Sebrae)

Maçã do desamor

160 1

Eis o preço de uma maçã em lanchonete do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. Por R$ 3,00, compramos um quilo dessa fruta.

Por esse preço, sinceridade, há quem queira dar logo uma mordida na maçã da bruxa da Branca de Neve.

Ah, se quiser tomar uma xícara de café – pequena, você também paga R$ 3,00. Por menos desse preço, a gente compra 250 gramas de um pacote de café.

(Foto – Paulo MOska)

Prefeitura de Caucaia antecipa 1ª parcela do 13º dos servidores

267 2

O prefeito Washington Goes, de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), resolveu antecipar o pagamento da 1ª parcela do 13º salário dos servidores. O desembolso estava  previsto para o dia 15 de Julho.

A Secretaria de Finanças vai antecipar o pagamento para a próxima quarta-feira (22), véspera do feriado de Corpus Christi.
Neste dia, serão injetados na economia do município R$ 4 milhões de reais, valor total que vai ser pago a todos os servidores ativos, aposentados e pensionistas do município.
“Esta antecipação é importante para a economia caucaiense. Vai movimentar a cadeia produtiva e vai ser bom para o bolso dos servidores”, afirma o prefeito Washington Gois.

Susto, alfinetadas e dindim marcam posse de novo presidente do BNB

346 1

Cerca de mil convidados participaram, nesta manhã de sexta-feira, no pátio externo do Centro de Treinamento do Banco do Nordeste do Brasil no Passaré, em Fortaleza, da solenidade de transmissão do cargo de presidente dessa Instituição. Jurandi Santiago, funcionário de carreira da Caixa Econômica, ex-secretário estadual de Cidades e até bem pouco tempo presidente da Cagece, foi uma indicação respaldada pelo governador Cid Gomes (PSB) e pelo deputado federal José Nobre Guimarães que prestigiaram o ato, ao lado de vários parlamentares federais, estaduais, alguns prefeitos e lideranças do setor empresarial. Momentos antes do início dos discursos, quando estavam sendo convocadas as autoridades, um susto: rangidos e uma ameaça desabamento do palanque.  

Cid se assustou e brincou. Um segurança conferia o fato.

Foi o bastante para que todo mundo esvaziasse o local, só ficando ali o governador Cid Gomes e o ex e o atual presidente do BNB. Entre essas, o senador Inácio Arruda, o presidente da Assembleia Legislativa e o deputado federal Mauro Benevides, que foi presidente do BNB em entre 1985 e 1986, de onde saiu para o Senado, chegando a ser o vice-presidente da Assembleia Nacional Constituinte. Houve até comentários entrte os presentes. Um deles, de que alguns ali já estavam querendo “derrubar” o novo dirigente da Instituição.

Pré-moldado rachou com o peso.

O palanque fez um estalo porque o pré-moldado onde estava fincada a viga-mestre de sustentação acabou rachando. “Não havia nenhum risco de o palanque ruir”, garantiu para o Blog o pessoal da manutenção que conferiu o problema.

Dando adeus à presidência do banco, Smith já deixava de lado a gravata.

Em seu discurso de despedidas, Roberto Smith fez balanço rápido dos mais de oito anos à frente do banco, sem dispensar alfinetas na gestão Byron Queiroz. Chegou afirmar que Santiago encontrará uma Instituição diferente da que ele pegou. Terá pela frente um banco mais democrático na concessão de empréstimos, com aplicações no microcrédito reconhecidas internacionalmente, além de uma Instituição em oitavo lugar no País em total de ativos.

Jurandir chegou a se emocionar durante seu discurso.

Já o novo presidente prometeu reforçar a luta contra a miséria, seguindo o modelo exposto pela presidente Dilma Rousseff. Vai reforçar ações no microcrédito e buscar mais recursos. Jurandir agradeceu a confiança política do governador Cid Gomes, dos parlamentares federais e de servidores que passaram ao longo de sua trajetória: da Caixa até a Cagece, seu último posto de comando. Chegou a se emocionar ao falar da família e lembrar que em sua cidade, Russas, chegou a vender dindin e hoje estava assumindo uma importante missão, no caso presidir o BNB. Foi aplaudido.

Ao final, coletiva e cumprimentos regados a muito suco de fruta natural, coca-cola e água de coco.

Parlamentares, secretários e empresários no ato.

Dona Benigna (79), mãe de Jurandir Santiago, chegou bem cedo.

(Fotos – Paul0 Moska)

Paulo Mota e Cláudio Ferreira Lima permanecerão na assessoria do BNB

447 2
Cláudio Ferreira Lima, Paulo Mota e Jurandir Santiago.
O jornalista Paulo Mota foi confirmado nesta manhã de sexta feira, 17, como assessor de comunicação da presidência do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).
Ele foi convidado pelo diretor presidente Jurandir Santiago e deverá ficar por mais quatro anos à frente do cargo.
O economista Cláudio Ferreira Lima também permanecerá como assessor parlamentar do BNB junto ao Congresso Nacional.
(Foto – Paulo  MOska)

IJF-Centro – Nem tudo é crise

171 1

O superintendente do IJF-Centro, Messias Barbosa, na presença do coordenador da rede hospitalar de Fortaleza, Helly Ellery, recebeu, nesta semana, os primeiros cinco computadores do tipo tablet, das mãos do diretor-presidente da Unicred, Nazareno de Paula.

Os tablets serão utilizados na rotina de atendimento do setor de traumato-ortopedia, com foco na formação dos médicos residentes. Os médicos poderão, em tempo real, observar o histórico dos pacientes, dialogar com colegas e acessar portais e sites de referência na medicina.

Firmado ainda no mês de maio, o convênio prevê a entrega de 11 computadores desse tipo.

Ciro Gomes – "Não quero falar de dona Luizianne!"

209 10

O ex-deputado federal Ciro Gomes (PSB) voltou a criticar a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Foi após audiência no Fórum Clóvis Beviláqua, dentro de processo que move contra a revista Veja e e o ex-governador Lúcio Alcântara – este não compareceu à audiência. Indagado sobre Luizianne, reagiu: “Não quero falar da ‘dona’ Luizianne (PT), porque, afinal de contas, é nossa aliada e tal”, disse, em tom de ironia, emendando críticas à gestão municipal. “Estou muito gravemente preocupado com o desmantelo da nossa cidade”.

Ciro disse, por exemplo, que problema de buraco, o que ocorre na maioria das ruas da cidade, é fácil de resolver. Ele lamenta é Fortaleza ter ficado em 4º pior lugar em educação, considerando todos os 184 municípios cearenses. “Isso significa a condenação de toda uma geração de crianças, jovens e adolescentes a não terem sorte nenhuma na vida”, alfinetou.

Sobre as próximas eleições municipais, Ciro Gomes garantiu que vai se dedicar de “corpo e alma” para eleger o próximo prefeito. “Para mim, se é Chico, Manoel ou Rosa, não interessa. Se é partido A, B ou C, não interessa. Claro que vou entrar defendendo preliminarmente o candidato do meu partido, mas isso não é essencial”.

Ministro

Sobrou crítica também para o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, que moveu queixa-crime contra o seu irmão, o governador Cid Gomes, por ter lhe chamado de inepto, corrupto e incompetente.

“Qual crime o governador cometeu ao verbalizar sua indignação? São pessoas cearenses morrendo nas estradas. A ideia de constranger o governador com isso (queixa-crime) mostra a debilidade do ministro”.

Servidores da UFC estão em greve

“Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Ceará (UFC) estão em greve. A decisão de paralisar as atividades foi tomada em assembleia da categoria realizada no fim da tarde de ontem no jardim da Reitoria. O movimento acompanha o de outras 44 universidades federais que já pararam anteriormente.

A principal reivindicação é o reajuste salarial para que o piso atinja três salários mínimos e step (intervalo entre níveis de uma carreira) de 5%. Os outros itens são a racionalização de cargos, reposicionamento de aposentados, mudança no Anexo IV (incentivos de qualificação), devolução do vencimento básico complementar absorvido, isonomia salarial e de benefícios.

Os funcionários se posicionam contra a terceirização, pedem a abertura de concursos públicos para substituição de terceirizados em todos os níveis das carreiras administrativas e a fixação da carga horária de trabalho em 30 horas semanais.

Dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Ceará (Sintufce), que conduziram a assembleia, afirmaram que desde 2007 pelo menos 20 reuniões foram realizadas com o Governo sem que houvessem avanços. Hoje pela manhã, haverá a primeira atividade da greve. Três grupos irão aos campi do Pici, Porangabussu e Benfica informando a quem não compareceu a assembleia sobre a greve. À tarde, o comando se reúne na Reitoria para organizar outras manifestações. Será elaborado documento com uma pauta local para ser apresentado ao reitor Jesualdo Farias.”

(O POVO)

Professores estaduais ameaçam greve

“O Governo propôs aos professores da rede pública estadual a apresentação de propostas para valorização do magistério até o próximo dia 29. Hoje, os professores se reúnem em assembleia e há possibilidade de greve, como já ocorre entre os professores de Fortaleza. Pela proposta do Estado, serão apresentados alguns cenários, e os professores escolherão em assembleia qual deles agrada mais à categoria.

A reunião de ontem foi no Palácio da Abolição, com, presença dos secretários da Educação, Izolda Cela, do Planejamento, Eduardo Diogo, e da Fazenda, Mauro Filho, e os dirigentes do Sindicato de professores e servidores do Estado do Ceará (Apeoc).

O governador Cid Gomes já se comprometeu a pagar o piso salarial nacional dos professores. No entanto, não aceita a exigência de destinar um terço da carga horária para atividades extra-classe, como previsto na lei nacional. A lei estadual prevê 20%.”

(O POVO)