Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

TRE-CE já prepara urnas das eleições

“O trabalho de carga e lacre das urnas a serem utilizadas nas eleições deste ano, em Fortaleza, será iniciado nesta quinta-feira, das oito às 17 horas, no Centro de Armazenamento e Manutenção de Urnas Eletrônicas (Bairro Antônio Bezerra). No interior do Estado, a carga das urnas será iniciada na sexta-feira, atendendo o calendário estabelecido pelo juiz de cada zona eleitoral. A carga das urnas é feita em audiência pública presidida pelo juiz eleitoral. Para os municípios com mais de uma zona, o Tribunal  Regional Eleitoral (TRE) designou um dos juízes eleitorais. Em Fortaleza, os trabalhos serão conduzidos pelo juiz da primeira zona, Manoel de Jesus da Silva Rosa.

No interior, esse trabalho deverá ser concluído até o dia 30 de setembro e na capital a expectativa é de que seja encerrado no dia 28. A carga das urnas eletrônicas consiste  na inserção dos dados dos candidatos e eleitores, além dos programas de votação e apuração. Depois da carga são apostos os lacres com a assinatura do juiz. Para a fiscalização desse trabalho são convidados representantes dos partidos políticos e coligações, bem como o Ministério Público Eleitoral.

 Nesta quinta-feira viajam para o interior os coordenadores dos Núcleos de Apoio Técnico (NAT), servidores do Tribunal deslocados para o interior para dar suporte às zonas eleitorais, até o encerramento da apuração.”

(Site do TRE-CE)

Da vaquejada para o "curral eleitoral"

O deputado federal José Gerardo Arruda (PMDB) anunciou, nesta quarta-feira, o que este Blog já sabia: não é mais candidato. Mas aposta no seu filho, José Gerardo, o “Gerardinho”, conhecido como um ótimo corredor nas vaquejadas.

José Gerardo desistiu porque enfrenta processo no STF e ainda precisaria resolver pendências da época em que foi prefeito de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) e que lhe fizeram o TRE indeferir o registro de candidato.

Nossa Senhora das Dores e das cores partidárias

Eis aí Nossa Senhora da Dores, a padroeira de Juazeiro do Norte (Região do Cariri), que terá agenda lotada. Isso, porque os três principais candidatos ao Governo do Estado e seus candidatos ao Senado, além do presidenciável José Serra, vão participar da romaria de encerramento em homenagem à santa. Todos contridos e fazendo suas promessas, sem, claro, se esqueceram do abraço amigo no romeiro.

Nossa Senhora das Dores ouvirá a todos democraticamente, com certeza, sem deixar de lado os muitos “santinhos” dos cargos proporcionais, que também cumprirão esse roteiro sacroeleitoral.

Coluna "Das Antigas", do O POVO, vira tema de monografia no Curso de Letras da Uece

Do querido jornalista Demitri Túlio (O POVO), recebemos cumprimentos pelos 4 anos deste Blog, no que ficamos felizes, pois o temos como um dos grandes profissionais da nova geração, além de pessoa comprometida com a cidadania.

Bem, Demitri Túlio, que escreve no O POVO a coluna semanal “Das Antigas”, esteve nesta manhã de quarta-feira, no Centro de Humanidades, da Universidade Estadual do Ceará. Ali, acompanhou a defesa de uma monografia no curso de Letras – Área de Lingúistica, que enfocou o estilo de sua coluna. O trabalho intitulado “O Modo fortalezense de ser: Uma análise do ethos discursivo nas crõnicas Das Antigas de Demitri Túlio”, foi elaborado pelo professor André Monteiro de Castro.

De Pedro Albuquerque para secretário José de Freitas: "Meu DNA é mesmo de esquerda"

235 8

Do sociólogo e advogado Pedro Albuquerque, recebemos carta na qual ele responde às críticas feitas neste Blog pelo secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, José de Freitas Uchoa. O caso envolve o apoio de Pedro ao candidato a governador pelo PSDB/DEM, Marcos Cals. Confira:

Fortaleza, 15 de setembro de 2010.

Prezado José de Freitas,

Cultivo o hábito de receber com serenidade críticas dirigidas a mim. Aprendi que com elas cresço. Da mesma forma, o exercício da convivência com o diferente, o respeito a quem pensa diferentemente, têm me feito mais humano ao longo da vida. Vivencio esses princípios na minha prática de professor, acostumado a lidar com a diversidade de opiniões e interesses. Por isso, não sou democrático de discurso, mas na dura lida da vida. Tampouco sou de esquerda de ocasião, em razão de pessoas, cargos ou de interesses reivindicados. Meu DNA é mesmo de esquerda e, por isso, me alinho cada vez mais radicalmente ao princípio democrático da combinação da luta permanente pela igualdade social e da afirmação do direito à expressão da diferenciação de pensamento e opinião.  

São essas convicções que me levam à assunção de posições na cena política. Meu apoio e voto em Marcos Cals decorrem de uma reflexão serena sobre o empobrecimento do quadro político atual, marcado pela ausência do debate aprofundado e visionário sobre os rumos do país, também pela inédita indiferenciação programática e de princípios entre as partes em disputa. Criou-se um consenso fundado no oportunismo em torno de um governo e de um líder, usado para impedir o debate, para sufocar vozes discordantes, para criar o clima autoritário da verdade única. Com isso, é ressuscitada a abominável figura do inimigo interno a ser eliminado da política, sobre quem recaem as mais infames etiquetas.

Enredado nesse consenso que não serve ao País e useiro nos ataques gratuitos a pessoas e não a idéias, você me etiqueta de «direita» e cria, para o Marcos Cals, a condenação política perpétua por linhagem sanguínea em virtude de ele ser filho de um dos coronéis da tríade que comandou o Ceará na época da ditadura. Sobre mim, sua etiqueta não pega. Falta-lhe história para tanto. Sobre o Marcos Cals sua condenação é inócua. Até porque seria condenável etiquetar você, José de Freitas, como filhote da ditadura pelo fato de ter exercido cargos de confiança durante todo o período dos governos desses coronéis (Adauto Bezerra e Virgílio Távora), com exceção apenas circunstancial de César Cals, o pai de Marcos Cals.

Ademais, José de Freitas, você não teve sensibilidade para uma leitura mais fina do conteúdo de minha declaração de voto em Marcos Cals. Meu voto nele tem três significados: (1) voto num democrata convicto, sem arrogância, a quem conheço de perto; (2) voto em quem rompe o consenso da indiferenciação programática e de propostas, pois ele assume a bandeira da escola de tempo integral que não existe como prioridade de nenhum governo, até porque há pessoas como você para dizer que não há recursos orçamentários, desconhecendo a natureza política do orçamento; (3) voto nele para afirmar a minha resistência a esse consenso inibidor do debate, gravemente despolitizante, ao impedir que, em eleições nacionais e numa conjuntura de indiscutíveis avanços, mas de ausência de projetos nacionais estruturantes, a sociedade seja instada a reflexões sobre o futuro do Brasil.

Com os cumprimentos do Pedro Albuquerque.

P.S. Sobre os 4 anos do Blog

Meu caro Eliomar de Lima,

Minhas saudações pelos quatro anos do Blog. Não tenho dúvidas em afirmar que ele é o espaço de mídia eletrônica mais democrático do Ceará. Sua abertura inclusiva deve servir de exemplo aos outros canais de mídia, inclusive à mídia impressa. Através de seu Blog as pessoas têm encontrado eco para a emissão livre de suas opiniões, especialmente nesse quadro atual da política brasileira em que os poderes tentam instrumentalizar a democracia para impedir a manifestação das vozes discordantes, em que se intenta transformar adversários em inimigo a ser banido da cena pública. Tenho resistido a esse consenso cego como forma de defesa e afirmação da democracia  e é no Blog do Eliomar que tenho encontrado o precioso amparo democrático. Meus parabéns. Pedro Albuquerque.

Com críticas ao governo estadual, Infraero diz não ter interesse na gestão do Aeroporto do Cariri

A Procuradoria Federal do município de Juazeiro do Norte realizou, no último dia 9, uma reunião em que participaram os procuradores da República Rafael Ribeiro Rayol e Rômulo Moreira Conrado. O encontro serviu para discutir os entraves burocráticos que impossibilitam a realização de obras para melhorar o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes.

Durante a reunião, o superintendente da Infraero no Nordeste, Fernando Nicácio, declarou: “A empresa não tem mais interesse em continuar com a administração do Aeroporto Regional do Cariri”. Para justificar a declaração, o superintendente acusou o Governo do Estado de não cumprir sua parte no convênio firmado em 2002. Portanto, a Infraero não tem mais o interesse em gerir o Orlando Bezerra. “A Infraero cumpre todas as suas obrigações na gerência do aeroporto, porém não pode arcar com outras necessidades que não lhe competem, pois são do Estado”, informou Nicácio.

O vice-prefeito de Juazeiro, Roberto Celestino, disse que a decisão da Infraero causou surpresa e decepção, uma vez que houve a quebra de promessa. Ele lamenta que a decisão esteja em desacordo com a já acertada anteriormente com a garantia do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em visita recente à cidade de Petrolina, no Pernambuco.

O procurador Rômulo alertou que “a intenção do MP é de viabilizar a instalação dos Módulos Operacionais Provisórios (MOPs) e agilizar, junto à Infraero, a retomada do controle do aeroporto pela empresa pública”.

O diretor social da CDL, João Almeida, reclamou dos preços elevados das passagens, argumentando ser conseqüência da falta de estrutura do terminal. Os representantes das empresas que operam no aeroporto do Cariri culparam a estrutura deficitária pelo alto preço das passagens e manifestaram o interesse em substituir a frota atual por aviões de maior capacidade, caso Juazeiro não suporte essa demanda, deixarão de operar na região.

Além do representante da Infraero e do vice-prefeito de Juazeiro, participaram ainda, o procurador-chefe regional da Infraero, Airton Rodrigues, o diretor social da CDL de Juazeiro, João Almeida, representante do Sindilojas, Francisco Alberto, representante das empresas Gol, Cláudio Rodrigues, e Avianca, Carlos Antônio, o representante da Associação Comercial e Industrial de Juazeiro, José Jocimar, a assessora da Superintendência Regional da Infraero, Cláudia Maria, o superintendente do Aeroporto de Juazeiro, Roberto Germano e o representante da Justiça Federal, Paulo Henrique Galvão.

O secretário de Infraestrutura do Estado, Adahil Fontenele, desconhece o não cumprimento do convênio com a Infraero. “Nós até adiantamos muito, passamos o terreno, tudo que dependeu do Governo do Estado foi feito, o aeroporto é da Infraero e nada impede os investimentos” assegura Fontenele.”

(Jornal do Cariri – Juazeiro do Norte)

Há fotos que falam mais do que palavras

379 4

Eis registro do repórter fotográfico Mauri Melo (O POVO), cuja sensibilidade e talento dispensam comentários. Um flagrante captado no entorno do terminal de passageiros da Parangaba, em Fortaleza. O jovem dorme, tendo próximo o seu cão de estimação. Precisa dizer mais alguma coisa?

Pelos 4 anos do Blog

84 1

Do deputado federal José Airton Cirilo, recebemos a seguinte nota:

Prezado Eliomar de Lima,

No Ceará, fostes dos primeiros a demonstrar que temos em nosso Estado profissionais sintonizados com as modernizações necessárias ao jornalismo e à comunicação, abrindo espaço às diferenças. E, pautando-se sempre, pela ética e profissionalismo.

Parabéns pelo Blog. 

José Aírton Cirilo (PT-CE), deputado federal, candidato a reeleição.

Justiça manda Prefeitura de Monsenhor Tabosa pagar professores

“Dezoito professores do Município de Monsenhor Tabosa ganharam na Justiça o direito de receber seus vencimentos integralmente. Eles tiveram os salários reduzidos em virtude de ato irregular praticado pelo ex-prefeito Francisco Jeová Madeiro Cavalcante. A decisão foi da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e manteve a sentença proferida na 1ª Instância.

“Verifica-se que, com a redução da jornada de trabalho, houve nítida violação ao princípio da irredutibilidade de vencimentos, o que não é admitido pelo ordenamento jurídico pátrio e, tampouco, pela jurisprudência dos tribunais”, afirmou, no voto, o relator do processo, desembargador Francisco Sales Neto, durante sessão nessa segunda-feira (13/09).

Consta nos autos que os servidores são professores devidamente concursados da rede pública do citado município, localizado a 319 Km de Fortaleza. Eles narram que o ex-prefeito, em 3 de janeiro de 2005, através do Decreto nº 02/2005, determinou a diminuição da carga horária com a consequente redução dos vencimentos. A medida foi para todos os funcionários, em todas as secretarias e repartições da administração direta e indireta. No caso dos educadores, de R$ 360,00, passaram a receber R$ 202,33, valor inferior ao salário mínimo pago no período, que era de R$ 260,00.

Alegando o princípio da irredutibilidade, os professores ajuizaram ação ordinária com pedido liminar contra o município, requerendo que fosse restabelecido o vencimento anterior ao referido decreto. Além disso, pleitearam que fosse pago o mês referente a dezembro de 2004, que estava em atraso e ainda um terço relativo às férias.

Em 18 de abril de 2005, o juiz da Comarca de Monsenhor Tabosa, Cleber de Castro Cruz, concedeu a liminar e determinou que fosse atendida a solicitação dos professores. Também fixou multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento da decisão.

Em contestação, o ente público sustentou que, caso cumprisse a liminar, comprometeria as verbas destinadas às áreas de saúde e educação, já que não tinha recursos suficientes.

Em 20 de junho de 2006, o mesmo magistrado julgou a ação procedente para declarar nulo o ato administrativo e manteve, em definitivo, a liminar deferida anteriormente. Também determinou o pagamento referente ao mês de dezembro de 2004, com juros de 6% ao ano, devidos desde o vencimento, além da correção monetária pelos índices oficiais, até o efetivo pagamento.

Relativamente ao requerimento de um terço de férias, o juiz não pôde apreciar o mérito, uma vez que deixaram de especificar quais os períodos de férias efetivamente usufruídas por cada um deles.
Inconformado, o município interpôs recurso apelatório (nº 546-50.2005.8.06.0127/1) no TJCE, sob o fundamento de que a proporcionalidade dos vencimentos ao número de horas trabalhadas é assegurada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), através da Súmula nº 363.

Sobre o argumento, o desembargador Francisco Sales Neto destacou que a “administração pública pode alterar o regime jurídico do servidor de acordo com a conveniência do serviço público, inclusive reduzindo a carga horária, desde que tais mudanças não culminem em redução dos vencimentos”. Com esse posicionamento, a 1ª Câmara Cível negou provimento ao recurso e confirmou a decisão do juiz.”

(Site do TJ-CE)

Educadores do Ceará discutem projetos sobre prevenção às drogas na OEA

“Os professores Marco Aurélio Falcão (Faculdade 7 de Setmebro) e Luís Távora (Faculdade de Educação da UFC) vão representar o Brasil no encontro que a OEA promoverá, no fim de semana, no Panamá. O assunto ali envolverá projetos de prevenção às drogas na área educacional.

Segundo Marco Aurélio, essas Instituições procuram trabalhar com os jovens, por meio de atividades educionais, a conscientização contra drogas e, em especial, contra o crack, que vem se alastrando de forma assustadora na sociedade cearense.

Pesca predatória – Polícia Ambiental e Ibama fazem e apreensões e prisões no litoral cearense

Cinco pessoas foram presas em flagrante, nesta quarta-feira, no município de Itarema (Litoral Oeste). Elas estavam pescando lagosta e outros peixes com caçoeira, o que é proibido. Na ação, realizada pela Companhia de Policiamento Militar Ambiental e Ibama, houve apreensão também do barco. Os presos foram levados para a Delegacia e autuados por crime ambiental.

Segundo o Comandante do Policiamento Militar Ambiental, coronel Alencar, nas últimas horas, houve também, dentro dessa operação com o Ibama, a apreensão de barco e prisão de quatro pessoas em Aracati (Litoral Leste).

CAEN/UFC lança movimento "Ceará Mais Justo"

“O Laboratório de Estudos da Pobreza (LEP) do Curso de Pós-Graduação em Economia (CAEN) da UFC, lançará, nesta quara-feira, às 10 horas, em seu auditório, o movimento “Ceará Mais Justo”. Segundo o coordenador do LEP, Flávio Ataliba, o objetivo é “mobilizar a sociedade civil para um maior engajamento nas discussões que possam contribuir para a melhoria das condições de vida da população cearense, especialmente as classes mais necessitadas.

”Como primeira ação do grupo que integra o Movimento, será apresentado à comunidade cearense o documento “Uma agenda para o desenvolvimento do Estado do Ceará – Diretrizes para um crescimento econômico com equidade e justiça social”. Trata-se de um estudo de 150 páginas “sobre o quadro de condições sócio-econômicas do Estado, sugerindo diversas diretrizes para um crescimento econômico mais equilibrado tanto espacialmente como socialmente”, detalha o professor.

O documento é resultado do trabalho de 25 especialistas nas áreas de economia, finanças, comércio exterior, sociologia e ciências políticas, dentre outros. De acordo com Flávio Ataliba, o documento será entregue à imprensa, aos candidatos ao Governo do Estado e ao Senado da República, no Ceará.”

(Com site da UFC)

Cid Gomes anuncia: Dilma não vem mais em campanha ao Ceará

156 6

A candidata presidente da República pelo PT, Dilma Rousseff, não vem mais ao Ceará em capanha. Ela vai priorizar Estados onde há necessidade de maior trabalho eleitoral. A informação é do governador Cid Gomes (PSB), que retornou, nas últimas horas, de Brasília, após ter gravado ao lado do presidente, com os candidatos ao Senado de sua coligação – Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT), para a propaganda eleitoral gratuita.

“A candidata Dilma resolveu priorizar os Estados onde há necessidade de reforçar o trabalho eleitoral. Aqui no Ceará ela tem 65% de preferência, ou seja, numa posição consolidada”, explicou o governador. Os 65% a que se refere Cid foram divulgados nesta semana na pesquisa Datafolha/O POVO onde o candidato tucano José Serra registrou 13% e Marina Silva apareceu com 8%.

A gravação em que Lula reforçará pedido de votos para Cid Gomes, tendo ao lado os candidatos ao senado Eunício e Pimentel, fazendo apelo em favor desses postulantes, deverá ser veiculada nas próximas horas na propaganda gratuita da televisão, segundo a assessoria de campanha do governador.

DETALHE – O mais  curioso na informação de que Dilma não vem mais ao Ceará é o fato de que parte do governador Cid Gomes. Não vem, portanto, da coordenação-geral da campanha dilmista no Estado, que tem à frente a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT).

Prefeitura reduz dívida ativa pela metade

96 2

“A Prefeitura de Fortaleza está comemorando um dado dos mais significativos para seu caixa. Segundo o procurador-geral do Município, Martônio Mont´Alverne, ações desse órgão, em parceria com a Secretaria de Finanças, resultaram em redução da divida ativa de R$ 600 milhões para cerca de R$ 300 milhões.

Investimento em informatização, capacitação e incentivo ao setor financeiro e jurídico estão entre os ingredientes desse saldo positivo. Martônio garante que a Prefeitura está bem e organizada no quesito controle fiscal.

Só falta agora o contribuinte provar, de forma bem mais concreta, dos dividendos de tal economia.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Falta professor em 33 escolas municipais

166 1

“Enquanto esperam, os estudantes são encaminhados para a biblioteca, a sala de informática, atividades de recreação. Outros professores, de outras matérias, dão aula extra ou compensam alguma falta. O diretor ou diretora da escola também assume a sala no improviso. Às vezes, não há alternativa: as crianças e adolescentes voltam pra casa mais ce do ou, por semanas, nem entram mais na escola. Hoje, há falta de professores em disciplinas ou turmas em pelo menos 33 escolas da rede municipal de Fortaleza, de 60 consultadas pelo O POVO. A rede possui 457 unidades de ensino (escolas e creches).

São lugares já ocupados por professores licenciados ou aposentados e por substitutos que terminaram ou desistiram do contrato temporário. Em alguns casos, a ausência é breve, uma semana. Em outros, os estudantes acumulam cinco meses sem aula de uma ou mais disciplinas. O POVO procurou dez escolas de cada Regional, garantindo às equipes pedagógicas que nem a escola, nem seus nomes seriam divulgados.

Na Regional I, uma delas está sem cinco professores. “Tenho vários ofícios encaminhados à SME (Secretaria Municipal da Educação). O pessoal da Regional faz várias reuniões para a gente conseguir aumentar o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), mas como aumentar o nível de aprendizagem dos alunos desse jeito?”, questiona. O diretor conta que, diariamente, faz parte das suas funções determinar quem fica e quem volta pra casa por falta de professor.

Uma das áreas em que mais se sente a falta de professores é a de Educação Física. Outra queixa comum é a ausência de profissionais de Religião e Artes. Quem gerencia a escola precisa saber “tapar-buraco”. “A gente não pode é deixar o aluno sem estudo. Gostamos de dar o melhor, mas, no momento, a gente não tem o melhor”, lamenta uma diretora da Regional IV.

O tempo para a substituição de professores com licença médica pode ser rápido, alguns dias. Mas também pode consumir um mês de aula. “Demora bastante. Muitas vezes o professor retorna e não tem chegado ninguém”, reclama uma diretora na Regional III. O fim do contrato de professores temporários é outra quebra no dia a dia das crianças. Quando outro se apresenta, é hora de organizar a reposição. Uma gestora reconhece: “Não deixa de ter prejuízo para o aluno, porque o conteúdo é jogado em cima da hora”.”

(O POVO)

Greve dos motoristas – Cai tese de abusividade do movimento

133 2

“O Pleno do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-7ª Região) acatou, na tarde desta terça-feira, por maioria absoluta, o agravo regimental interposto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra decisão do vice-presidente do TRT, desembargador Manoel Arízio Eduardo de Castro, que havia decretado, no final de junho, a abusividade da greve dos motoristas, fiscais e cobradores do transporte coletivo urbano da Capital. Dos desembargadores presentes à sessão, apenas Arízio de Castro votou por manter sua decisão.

O procurador-chefe do MPT, Francisco Gérson Marques de Lima, autor do agravo, questionou a competência do vice-presidente para, naquela ocasião, em substituição ao presidente do Tribunal (desembargador Cláudio Soares Pires, que havia se declarado suspeito no processo), conceder tutela antecipada monocraticamente ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

O Pleno acolheu o argumento de Gérson Marques de que a competência para decretar abusividade só cabe ao colegiado (em regra) e ao relator do processo (em situação excepcional) e que este relator só seria designado, conforme regimento do TRT, após recebimento do parecer do MPT no dissídio (o que nem havia sido ainda requerido). “A atribuição do desembargador presidente na condução de dissídio restringe-se a instruí-lo para o relator e adotar medidas emergenciais s em conteúdo de definitividade. Qualquer antecipação de mérito invade a competência do relator”, alegou o procurador.

Ainda conforme alertou Gérson Marques, a abusividade foi decretada sem que sequer o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro) tivesse sido ouvido, o que fere os princípios do contraditório e da ampla defesa. Ele enfatizou que a deflagração da greve obedeceu às exigências legais no tocante à tentativa preliminar de negociação, à aprovação pela assembléia de trabalhadores e à concessão de aviso prévia ao sindicato patronal.

Em relação ao descumprimento dos percentuais mínimos de circulação da frota estabelecidos pelo TRT para o período de paralisação (70% nos horários de pico e 50% nos horários normais), alegado na decisão do desembargador, o procurador observou que as informações prestadas pela Empresa de Transportes Urbanos (Etufor) seriam insuficientes para justificar a decretação da abusividade. Isto porque a Etufor efetuou o controle da circulação dos ônibus por meio de GPS, equipamento que não é agregado ainda a todos os veículos que integram a frota de coletivos da Capital.

Gérson Marques mencionou que uma das maiores empresas operadoras do sistema, a São José de Ribamar, não possui nenhum ônibus de sua frota com GPS. “Percebe-se, portanto, que não foram contabilizados os ônibus que não possuem o referido aparelho, o que desqualifica o c ritério utilizado para averiguar o desatendimento aos limites fixados”, frisou. Acerca da acusação de violência durante manifestação, ele explicou que não ficou comprovada responsabilidade dos grevistas, já que o tumulto no terminal da Parangaba se deu entre policiais e usuários.

Em razão disso, o procurador-chefe solicitou também a anulação das multas aplicadas, à época, contra o Sintro. O desembargador convocado Emannuel Furtado entendeu que, de fato, o alto valor das multas aplicadas compromete o próprio exercício da atividade sindical. A decisão sob este ponto, no entanto, ficou pendente para outra sessão porque a desembargadora Maria José Girão pediu vistas.”

(Site do MPT-CE)

Pelos 4 anos do Blog

170 2

Eis mensagem que o professor João Telles, nome dos mais conhecidos na blogosfera, nos manda. Comemora conosco os quatro anos deste Blog.

“Que seu Blog tenha vida longa! Nós precisamos dessa leitura diária para começar bem o dia. Às vezes, discordamos de uma ou outra abordage, mas isso faz parte da convivência democrática, onde o contraponto é permitido e as ideias nem sempre convergem para o mesmo ponto.

Continue em sua luta árdua! Você cruza e cabeceia, apura e posta. Nós agradecemos seu esforço de operário do jornalismo.

João Teles de Aguiar – professor.

Caso Panfletos – PSDB divulga nota repudiando ataques a Tasso Jereissati

O PSDB do Ceará divulgou, nesta noite de terça-feira, nota oficial repudiando ações políticas “criminosas” praticadas, por meio de propaganda apócrifa, contra o senador Tasso Jereissati. Confira:

REPÚDIO AOS CALUNIADORES DE TASSO
O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) manifesta publicamente seu repúdio contra ações de políticos criminosos responsáveis pela produção de panfletos e outros materiais apreendidos pela Polícia Federal nesta segunda-feira, numa gráfica no bairro da Vila União. O material ilegal está recheado de informações falsas e calúnias sobre o ex-governador e senador da República Tasso Jereissati.

A descoberta da gráfica e do material de propaganda apócrifo constitui-se mais uma manifestação de práticas políticas ilícitas, em crescente uso na atual campanha eleitoral. A utilização sistemática da mentira, da calúnia e do aparelho de Estado para causar danos a adversários políticos, com o objetivo de aniquilar as oposições, destroi os fundamentos da democracia e estabelece as bases da ditadura fascista.

Diante da gravidade do episódio e visando alertar a população sobres possíveis desdobramentos desses atos espúrios, o PSDB entende que os fatos não podem ser dissimulados como “normais”. O ato criminoso tinha como objetivo atingir a imagem e a honra de Tasso Jereissati, um homem público querido pelo povo cearense, respeitado nacionalmente e com reconhecimento internacional pelos grandes serviços prestados ao Ceará e ao nosso País.

O PSDB apela à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público que promovam a rigorosa apuração dos fatos e a justa punição dos seus mandantes. A vítima deste crime não é apenas o Senador Tasso Jereissati, mas toda a sociedade cearense, pois tais práticas são um atentado às liberdades fundamentais da pessoa humana e ao Estado do Direito.

EXECUTIVA ESTADUAL DO PSDB/CEARÁ.

Será o "Quarteto Fantástico"?

175 10

O presidente Lula gravou para o programa eleitoral gratuito novos depoimentos em favor do governador Cid Gomes (PSB) e dos candidatos ao Senado, José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), nesta tarde de terça-feira, em Brasília. Fez apelo ao eleitorado cearense para que vote e aposte naqueles que estão do seu lado e que deverão “ajudar” Dilma Rousseff a governar o País.

Esse apelo será veiculado nas próximas horas, dentro da estratégia do Palácio do Planalto de derrotar seu principal adverário político, no caso o senador tucano Tasso Jereissati. Tasso, no entanto, segundo as pesquisas, é duro na queda e continua liderando as pesquisas de intenção de voto.

A reta final da campanha para o Senado promete ser no ritmo de Roberto Carlos: com tantas emoções.

(Foto – Ricado Stuckert)