Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Caso Panamericano – Servidores do Estado do Ceará em clima de apreensão

162 1

“A falência e a venda do Banco Panamericano, que pertencia ao empresário e dono do SBT, Sílvio Santos, mexeram com a vida de quase 20 mil servidores do Estado, que pagam seguro de vida em grupo nesse banco desde o Governo Virgílio Távora.

Eles temem que se repita o caso do Banco Santos. Quebrado, deixou servidores da Prefeitura de Fortaleza na mão, depois de operações mal sucedidas realizadas por gestores do Instituto de Previdência do Município (Era Juraci Magalhães).

O que se sabe a respeito desse episódio é que o IPM conseguiu – dos R$ 30 milhões que ficaram retidos, recuperar cerca de R$ 15 milhões. A metade, portanto.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Para petista, o buraco é mais em cima

250 10

As críticas feitas pelo chefe da Casa Civil do Governo Cid Gomes, Arialdo Pinho, repercutem. Neste Blog, quem pede espaço para apresentar a defesa da prefeita que culpou a Cagece pela buraqueira da cidade, é o professor MOacir Tavares (UFC) e dirigente petista. Confira:

Caro Arialdo Pinho, tenho 44 anos de idade e se há um problema longevo é o fato de um asfalto novo ser recortado para ligações da CAGECE e os remendos não ficarem no mesmo nível da pavimentação original. Estarei faltendo com a verdade ? Estarei morando em Marte ou isso é um fato inequívoco?

Caro secretário de Governo do nobre governador Cid Gomes, governador aliás que, como você sabe, ou penso que sabe, compõe no Ceará um projeto político em aliança com a prefeita Luizianne.

Caro Arialdo, obras da CAGECE para serem realizadas cavam o chão ou não? Penso que, por serem ou de ligação de água ou de esgoto, não são feitas no ar e sim no chão. Assim, cavam o chão. Ou melhor, abrem buracos no chão.

Amigos leitores deste blog, obras demoram e necessitam de planejamento e muito trabalho por parte dos gestores. Prova disso é o nosso esperado Aquario. Se fazer obra fosse fácil, o referido equipamento – que será excelente para o Estado e nossa cidade, já estaria pronto. Mas a realidade é outra. Foi anunciado há muito e agora é que está na fase de demolição do prédio anterior e nem por isso abrimos uma guerra ou tuitamos aleivosias que não combinam com uma postura mais serena que requer a posição de secretário de Governo de um governo eleito também por nós.

Se formos pensar na importante obra da Avenida Maestro Lisboa, constataremos que ela não segue na velocidade que desejaríamos. Mas é compreensível, pois governar requer serenidade, firmeza de propósitos e muita lealdade para não dar cores fortes a uma situação ou outra.

Enfim, a convivência política entre aliados ou não requer elegância e cortesia. Entre aliados ou adversários também. Compreendo que todos nós temos nossos dias ruins. Talvez ontem tenha sido o seu. Apenas penso que o calar em dias ruins é mais eloquente do que falar. Nisso reside sabedoria. Um abraço.

* Moacir Tavares, cirurugião-dentista, professor da UFC, Doutor em Saúde Pública pela USP e dirigente do PT.

moacirtavares@yahoo.com.br

A responsabilidade pela buraqueira é de quem mesmo?

254 4

Em 2009, a prefeita Luizianne Lins (PT) saiu às ruas e lançou em Parangaba uma operação tapa-buracos. Na época, muita campanha na mídia. Agora eclode uma polêmica em torno da buraqueira: seria culpa do Município ou do Estado, via Cagece?

Na Coluna Vertical, do O POVO, desta quinta-feira, o item “Só lembrando” questiona: “Ao bater na Cagece, Luizianne abre um buraco na sua relação com Cid Gomes?” Até Arialdo Pinho, chefe da Casa Civil, como postamos aqui, reagiu em seu twitter. Já o chefe de gabinete do Palácio da Abolição, Ivo Gomes, irmão de Cid, evitou criar mais entulhos na relação entre as partes.

(Foto – Marcos Campos)

Arialdo Pinho ironiza prefeita por ter culpado a Cagece pelos buracos da cidade

292 6

O chefe da Casa Civil do Governo Cid Gomes, Arialdo Pinho, não gostou nada da declaração dada pela prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins *(PT), culpando a Cagece pela onda de buracos que invadiu ruas da cidade. Em seu Twitter, não poupou:

“Lulu Discurso Maravilha, culpa Cagece pelos buracos Fortaleza. Engraçado, pela falta de capacidade de fazer algo, transfere responsabilidade”.

Arialdo aproveitou para lamentar que Luizianne não esteja fazendo seu dever de casa, observando: “Existem obras da Cagece na cidade com prazo para acabar. Prefeitura: ruas esburacadas, avenidas com asfalto lastimável, obras que nunca acabam”.

VAMOS NÓS – Cid Gomes endossa Arialdo? Eis a dúvida cruel.

Sai mais uma lista de nomes do 2º escalão

Saiu mais uma fornada com nomes de dirigentes de órgãos de segundo escalão do Governo Cid Gomes. Também sem muitas novidades, a não ser os professores Lindberg Gonçalves, que comandará o Nutec, e Eduardo Sávio, que permanecerá à frente da Funceme. Estes nomes já havíamos divulgado. Confira:

Instituto do Desenvolvimento do Trabalho (IDT) – Francisco Diassis Diniz

Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH ) – Henrique Jorge Javi de Sousa

Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice) – Fernando Antônio de Carvalho Gomes,

Instituto de Saúde dos servidores do Estado do Ceará (Issec) – Lúcio Rocha Lima Montenegro

Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) – Geórgia Aguiar Almeida

Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec) – Lindberg Lima Gonçalves

Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) – Francisco Augusto de Souza Júnior

Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace) – Ricardo Durval Eduardo de Lima

Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) – Eduardo Sávio Passos Rodrigues Martins

Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec) – Ricardo Luiz Andrade Lopes.

DETALHE – A Semace continua sem titular.

Escola de Saúde Pública sob nova direção

A Escola de Saúde Pública do Estado terá Ivana Barreto como superintendente. Ela assumirá o cargo às 15 horas desta sexta-feira, durante solenidade no auditório do órgão. 

Ivana Cristina de Holanda Cunha Barreto é médica, doutora em Medicina na área de Pediatria pela USP, com estágio pós-doctor no Departamento de Ciências da Educação na Universidade de Montreal no Canadá. Professora adjunta da UFC (Campus de Sobral), é membro também do quadro permanente de docentes do Mestrado em Saúde Pública dessa universidade.

DETALHE – A nomeação dela deixou alguém em Brasília feliz: Odorico Monteiro, que é secretário de Gestão e Saúde Participativa do Ministrério da Saúde.

Professor Flávio Ataliba comandará o Ipece

147 1

O professor Flávio Ataliba, do CAEN/UFC, vai presidir o Instituto de Pesquisas Econômicas do Ceará (Ipece). O nome dele é uma das poucas novidades em matéria de segundo escalão do Governo Cid Gomes.

O Detran continuará tendo como superintendente João Pupo. A Ematerce também não muda. José Maria Pimenta, filiado ao PP, permanece.

O DER muda de nome e passa a ser Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAR). Terá o engenheiro Quintino Vieira como titular.

A Ceasa também não muda. Continua sob comando de Reginaldo Moreira, que é o presidente estadual do PMN. Já o Instituto Agropolos vai ser comandado pelo petista Celso Crisóstomo, enquanto o Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura terá como dirigente Isabel Cristina Fernandes, que era do museu do Dragão.

A Semace, que foi alvo de muita polêmica por conta de mudanças no setor de licenciamento, continua sem titular.

Guto Benevides é mantido à frente da TVC

154 1

O jornalista Guto Benevides vai continuar como presidente da TV Ceará. A informação foi divulgada agora há pouco pela Casa Civil.

Guto, que conseguiu melhorar a situação administraiva da emissora, já definiu um objetivo: integrar a TV C ao projeto Cinturão Digital do Governo, que levará acesso à banda larga para todos os cearenses.

Outra meta: tentar transformar a TV C numa organização social ou empresa pública, o que facilitaria a realização de parcerias também com o setor privado.

Câmara Municipal faerá audiência para discutir caso das barracas da Praia do Futuro

A Câmara Municipal aprovou, nesta quarta-feira, a realização de uma audiência pública para discutir a situação das barracas da Praia do Futuro, tema dos mais polêmicos e que é alvo de questionamentos por parte do Ministério Público Federal.

Serão convidados para o encontro representantes do Ministerio Publico Federal, Prefeitura de Fortaleza e a Associação dos Proprietários de Barracas.

A data vai ser definida na próxima semana quando o presidente da Câmara, Acrísio Sena (PT), receberá a diretoria da associação dos barraqueiros.

Mesmo diplomado, deputado Neto Nunes ainda não escapou da cassação

“O Ministério Público Eleitoral no Ceará apresentou recurso contra a expedição de diploma ao deputado estadual eleito pela coligação PSB/PT/PMDB/PP, Francisco Leite Guimarães Nunes, também conhecido como Neto Nunes. A razão para interposição de recurso é que o Deputado Neto Nunes está inelkegível, por ter sido condenado no TRE/CE por captação ilícita de sufrágio (compra de votos) nas eleições de 2006 no município de Icó/CE.

No recurso, o procurador regional eleitoral Alessander Sales solicita a cassação do diploma de deputado estadual conferido ao candidato Francisco Leite Guimarães Nunes, ou Neto Nunes. Também há como pedido, que o deputado estadual eleito apresente as contra-argumentos, se assim desejar, usando todos os meios de provas admitidos em direito para se defender da denúncia relatada.

Segundo o TRE/CE, restou comprovada a responsabilidade de Neto Nunes e dos integrantes de sua coligação, direta ou indiretamente, pelo cometimento, em 2006, de uma série de irregularidades eleitorais, dentre as quais a utilização indevida de recursos de campanha para compra de votos a fim de beneficiar sua candidatura a deputado estadual, a qual foi eleito.

O Recurso contra a expedição do diploma é protocolado no TRE/CE, mas é julgado no TSE, cabendo ao TRE/CE encaminhar os autos a Brasília.”

(Site do MPE-CE)

Por uma AJE muito além da chaminé

180 1

O novo coordenador-geral da Associação Jovens Empresários de Fortaleza, Carlos Ernesto Holanda, quer maior aproximação da entidade não somente com segmentos da área empresarial. Ele promete investir na capacitação técnica e ética dos jovens empresários contando também com o apoio da academia.

A AJE deve realizar seminários sobre assuntos não apenas ligados ao mundo empresarial, mas temas também voltados para a cidadania.

O jogo da mídia legislativa

O jornalista Hermann Hesse foi oficialmente apresentado como o novo coordenador de Comunicação Social da Assembleia Legislativa, no começo da tarde desta terça-feira,  às equipes que compõem o complexo da Casa. Ele passou 19 anos na TV Verdes Mares e deixou o cargo para substituir a jornalista Sílvia Goes que, a partir de agora, será assessora do vice-governador Domingos Filho (PMDB).

Hermann disse não ter pretensões de fazer mudanças bruscas no funcionamento do setor. Ponderou que vai reforçar o trabalho iniciado por Sílvia e ampliar a estrutura de Comunicação, atualmente composta por uma emissora de tevê, uma emissora de rádio, um jornal, uma revista e um portal.

“Vim aqui para somar e não para dividir”, afirmou, lembrando jogador de futebol ao ser contratado.

Pelos próximos dois anos (tempo de duração do mandato do deputado Roberto Cláudio (PSB) como novo presidente da Assembleia), ele cuidará apenas do Complexo de Comunicação. As demandas de imprensa de Roberto Cláudio serão gerenciadas pelo jornalista Marcos André. Antes, o coordenador era responsável pelas duas áreas.

Por uma questão de ordem

161 8

Do advogado feliciano de Carvalho Júnior recebemos nota. Ele expõe o caso de propaganda de cursos para o Exame de Ordem que utilizam a logomarca da entidade. Como diz ter sido alvo de ofensas, pediu espaços. Eis a nota: 

Prezado Eliomar de Lima,

Acolho com humildade os juízos que os colegas Paulo Duarte, Marta Menezes, Igor Landim e Marcelo Sobreira fizeram a meu respeito neste Blog. E, em respeito a eles, rogo que me perdoem. Mas, por amor ao debate e esclarecimento da verdade, passo a explicar imputações que, penso, estão distorcidas.

Em primeiro lugar, não me lembro de nunca ter patrocinado qualquer questão em que mencionados advogados tenham patrocinado o lado adverso. Caso as tenha patrocinado gostaria que fossem contextualizadas as imputações. Acredito que eles, com memória melhor do que a minha poderão fazê-lo, publicamente, para que publicamente eu lhes peça perdão.

É da natureza humana errar, como é da natureza humana aprender com os erros.

Difícil é ser informado de que tenha errado e não refletir sobre isso e não pedir perdão a quem merece.

No que tange ao meu trato com autoridades do judiciário – pois vão além de juízes – incluem desembargadores e ministros, apenas cumpro a minha prerrogativa profissional de não me acovardar, quando pessoas com prestígio pessoal e profissional, querem fazer valer dentro de um processo tais prestígios, em vez de prevalecer a técnica e o fundamento jurídico.

Quanto ao CURSO PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE ORDEM REALIZADO PELA FESAC, eu apenas compunha uma diretoria dela, que era Presidida pela Dra. Suely Nogueira de Holanda, o que se deu entre 1988 e 1989, e não no ano 2000, como equivocadamente foi referido. O curso foi iniciado na primeira gestão do Eminente Presidente Ernando Uchoa Lima e deveu-se a um número significante de pessoas com grandes deficiências, inclusive vernacular, que colavam grau em direito. Nunca recebi um único centavo da OAB para NADA. Era um curso bancado pela Instituição, sem fins lucrativos, pois as taxas cobradas eram vertidas exclusivamente para remuneração dos professores. NUNCA SE PUBLICOU FOLDER OU SE FEZ PUBLICIDADE POR QUALQUER MEIO. Muitas vezes fui em meu próprio carro, com meus custos, aplicar exame de ordem na região do Cariri, levando os membros da Comissão do Exame de Ordem.

Em verdade, eu não sei tudo, como um deles alega. Se soubesse, não estaria fazendo questionamentos.

O que há é uma grande desinformação, prejudicial aos advogados, principalmente os novos, que não têm tempo para ler o que diz o estatuto, o regulamento geral, o código de ética e os provimentos do Conselho Federal. Mas têm que pagar a anuidade da OAB, uma assinatura digital, uma cobrança ilegal que faz a CAACE e o ISS, fora os demais custos de funcionamento normais de um escritório. Enquanto isso, a massa de reprovados virou mercado para os cursos preparatórios. Alguém pode negar isso? Depois de criado esse mercado, detectei que membros da atual gestão estão ganhando dinheiro com isso. É ético?

No plano ético, valho-me das lições de Sérgio Ferraz e do atual vice presidente do Conselho Federal, Dr. Alberto de Paula Machado, que organizaram e publicaram uma coletânea, contendo o trabalho de João Paulo Nery dos Passos Martins, “A publicidade e a ética profissional do advogado”, (Rio de Janeiro : Forense, 2000) , segundo a qual:

“A DISTRIBUIÇÃO DE PANFLETOS, FOLHETOS, FOLDERS E CONGÊNERES, A UMA COLETIVIDADE INDISCRIMINADA CONSTITUI FALTA ÉTICA, pois, suas características de mercantilização e de captação de clientela, como distribuição em massa e conteúdo geralmente apelativo (com frases de efeito, cores chamativas, figuras, etc) SÃO INCOMPATÍVEIS COM A SOBRIEDADE E O PRESTÍGIO DA ADVOCACIA.”

Não me posiciono contra o EXAME DE ORDEM. Pelo contrário, sou ardoroso defensor dele, mas acho INCOMPATÍVEL, apoios e patrocínios, bem como lições e coordenações, feitas com interesse mercantil, por membros da OAB e da CAACE, cuja diretoria NÃO ASSINOU a manifestação da Diretoria da OAB/CE encaminhada ao prestigiado Blog.

É preciso lembrar a todos que a OAB é UMA AUTARQUIA FEDERAL. Vale dizer, está submetida à LEI DA IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E DA RESPONSABILIDADE FISCAL, e deve organizar sua contabilidade, ao mesmo modo de uma contabilidade pública. Do mesmo modo a CAACE. Daí, é preciso entender que os convênios precisam constar do orçamento e do processo administrativo de execução orçamentária, devidamente aprovados pela Terceira Câmara do Conselho Federal. Qualquer RECEITA ou DESPESA não prevista no orçamento aprovado, há de ser submetida a um novo processo administrativo de ajuste do orçamento e da execução orçamentária.

Ao lado disso, o uso da MARCA DA OAB, FOI DISCIPLINADO NO PROVIMENTO A QUE ME REFERI.

A possibilidade jurídica do uso da marca existe, mas tem que anteceder a uma aprovação do Conselho Seccional e não pode contemplar FINALIDADES DISTINTAS DA OAB. A OAB tem como finalidade aplicar o exame de ordem, mas nem ela, nem a CAACE possuem finalidade de patrocinar ou apoiar atividades empresárias particulares.

Com meus esclarecimentos, agradeço as críticas que me foram endereçadas.

Atenciosamente,

Feliciano de Carvalho Junior.

fjunior@secrel.com.br

Procon Fortaleza ganha mais 14 fiscais

174 2

Deu no site da Prefeitura de Fortaleza:

A Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon Fortaleza) ganhou mais 14 novos fiscais. Agora, ações de fiscalização do cumprimento de leis como a meia entrada, por exemplo, serão intensificadas. Segundo a coordenadora de Fiscalização, Auxiliadora Garcia, a partir de agora, os novos profissionais estarão atuando de forma permanente nos diversos segmentos comerciais de Fortaleza, verificando o cumprimento de toda a legislação consumerista. Irregularidades na venda por meio do cartão de crédito e na precificação de produtos têm sido das mais constatadas. “O vencimento do prazo de validade dos produtos também tem sido alvo de observação, não somente com relação aos alimentos, mas em todos os produtos perecíveis”, esclareceu a coordenadora. O consumidor que se sentir prejudicado pode fazer sua denúncia na sede do Procon Fortaleza (Rua Major Facundo, 869, Centro), no site www.fortaleza.ce.gov.br/procon ou pelo telefone 151, que recebe também denúncias anônimas.

PERGUNTINHA – Havia quantos fiscais?

Fotonovela – El Cid e a Sucessão

149 1

– Welitin, meu camarada! Que bom que você entendeu e aceitou minha indicação pra comandar a Casa…

– Olhe. Disseram que você estava chateado comigo. Eu não acreditei. Fique assim não, viu?

 

– Pode ficar certo que você tem meu respeito e a minha consideração. E fique certo ain: amigo é coisa pra se guardar dentro do coração.

(Fotos – Mauri Melo)

MAKING OF – Roberto Cláudio (PSB) foi ungido presidente por indicação do governador Cid Gomes (PSB). Isso, depois que Welington Landim (PSB) não entrou em acordo com o também candidato a presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque (PSB).

ISSEC inscreve estagiários

O Instituto de Saúde do Servidor do Estado do Ceará (ISSEC) abriu inscrições para estagíários de nível superior nas áreas de Serviço Social e Administração de Empresas (esta última com foco em RH). Oferece uma vaga para cada categoria, com remuneração de R$ 457,00 e auxílio transporte.

As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 12 na sede do órgão, das 9 às 12 e das 14 às 16 horas, no setor de Recursos Humanos. Exige cópia do CPF e RG, comprovante de matrícula do semestre atual e histórico escolar atualizado.

SERVIÇO

ISSEC – Rua Senador Pompeu, 685 – Centro (4º andar)

Fone – 31014833 ou 31014834

Papa nomeia novo bispo-auxiliar para Fortaleza

166 1

O Papa Bento XVI nomeou, nesta quarta-feira , o sacerdote Rosalvo Cordeiro de Lima como bispo-auxliar de Fortaleza. Ele era pároco de São José, na cidade de Salesópolis (SP).

Alagoano, estudou filosofia no Seminário do Sagrado Coração de Jesus, em Mogi das Cruzes (SP), e Teologia na Faculdade de Nossa Senhora da Assunção (SP).

Hoje a Arquidiocese de Fortaleza só conta com Dom João Luís como bispo-auxiliar.

VAMOS NÓS – Pode ser que assim, com mais um bispo-auxiliar, o arcebispo dom José Antõnio seja mais presente na mídia e na vida da cidade.

Por uma reforma da "bodega"

Essa é do irmão e chefe de gabinete do governador Cid Gomes (PSB) no O POVO desta quara-feira, ao ser indagado sobre o novo momento da prefeita Luizianne Lins (PT), que promete estar mais próxima do secretariado e dos vereadores:

– Se aumentar a velocidade das coisas da Prefeitura, melhora muito porque, com o aumento da velocidade lá, empata com a velocidade que nós estamos no Governo.

DETALHE – Ivo foi aquele que, no fim do ano passado, chegou a lamentar que a prefeita fazia política de “bodega”.

Dez mais ricos têm metade da riqueza no Congresso

131 1

Eunício Oliveira (PMDB) integra a lista.

“A elevada concentração de renda no Brasil está explícita no novo Congresso. Metade de todo o patrimônio declarado pelos 567 congressistas empossados ontem (1º) está nas mãos de apenas dez parlamentares, ou seja, de menos de 2% dos eleitos em outubro na Câmara e no Senado. Do montante de R$ 1,6 bilhão em bens declarados pelos 513 deputados e 54 senadores, R$ 792 milhões estão em nome desse pequeno grupo de multimilionários.

Os dados fazem parte de levantamento feito pelo Congresso em Foco com base em informações prestadas pelos então candidatos à Justiça eleitoral. Na média, cada parlamentar declarou possuir R$ 2,9 milhões em imóveis, empresas, fazendas, veículos, objetos de arte, dinheiro em espécie e aplicações financeiras, entre outros bens.

OS DEZ MAIS RICOS DO CONGRESSO


Fonte: Congresso em Foco com base na declaração patrimonial dos candidatos ao TSE

O parlamentar com maior patrimônio declarado vem do estado com pior índices de desenvolvimento humano (IDH) e uma das menores rendas per capita do país, Alagoas. De volta à Câmara após quatro anos, o deputado João Lyra (PTB-AL) tem uma fortuna declarada de R$ 240,39 milhões.

O petebista, que já foi senador, é dono de um império que reúne mais de dez grandes empresas no estado, entre as quais usinas sucroalcooleiras, fábrica de fertilizantes, empresas de táxi aéreo, de comunicação e concessionária de veículos. A renda per capita gira em torno de R$ 6 mil em Alagoas, estado com um dos maiores índices de analfabetismo e mortalidade infantil do país.

O grupo dos maiores milionários do novo Congresso é formado por seis deputados e quatro senadores. Há representantes das cinco regiões do país e de dez estados. São três do Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul), dois do Sudeste (São Paulo e Minas Gerais), dois do Nordeste (Alagoas e Ceará), dois do Norte (Amazonas e Rondônia) e um do Sul (Paraná). Eles são de cinco partidos políticos: três do PMDB, dois do PR, do PP e do PSDB e um do PTB. Não há nenhuma mulher entre eles. ”

(Congresso em Foco)

Desapropriações emperram Transnordestina no Ceará

130 1

O presidente Lula veio ao Ceará em dezembro último e, numa agenda de fim de mandato, até andou de trem em trecho da Ferrovia Transnordestina, na Região do Cariri. Na prática, no entanto, o projeto continua em ritmo de “Maria Fumaça”, pois são tocados apenas 50 quilômetros entre Missão Velha e Aurora, o que diz respeito ao lote 1 de um total de 11 lotes do empreendimento em território cearense. O último levará ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza).

Segundo o presidente da Transnordestina Logística Ltda, Tufi Daher, o problema se resume a dois fatores: a liberação dos recursos não se acelera no âmbito do governo federal e as desapropriações necessárias no Estado não chegam a 37%, no que ele cobra maior empenho por parte da Secretaria de Infraestrutura.

Em matéria de recursos, o projeto global da ferrovia está orçado em R$ 5,42 bilhões e o trecho em obra no Ceará deve consumir cerca de R$ 1 bilhão. “O Brasil tem o quilômetro de ferrovia mais caro do mundo. São R$ 2,9 milhões por quilômetro”, disse Daher.

Ontem, o presidente da Transnordestina Logística tratou da questão relacionada à liberação de novos aportes financeiros com a coordenação-geral das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Brasília.