Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Você já ouviu falar em mala sem alça? E túnel sem alça?

447 4

Eis uma obra realizada pela gestão da prefeita Luizianne Lins (PT) que merece elogios: o túnel da avenida Humberto Monte (Bairro São Gerardo), projeto que integra o Transfor. Ficou ótimo e não sofre com a chuva. Quem passa por lá, comemora.

Mas como tudo da Prefeitura demora ou apresenta algum tipo de entrave, eis que as alças do túnel não ficaram prontas. Estão dependendo ainda de acordos com o Colégio Santa Isabel de um lado e com o Habbib”s do outro. Há expectativas de que tudo se resolva logo. Estamos na torcida.

(Fotos – Paulo MOska)

Uma senadora que não é "patricinha"

187 8

O ex-deputado estadual Oman Carneiro manda para o Blog artigo em defesa da senadora Patrícia Saboya (PDT). Ela aparceu numa lista dos 21 senadores masi ausentes do plenário. Oman lembra que a atuação parlamentar vai muito além de discursos. Confira:

O Plenário, que devia ser o palco das grandes discussões sociais e constitucionais do País, por um jogo politiqueiro, tem se transformado numa arena teatral, num picadeiro, radicado por alguns parlamentares que usam a sua tribuna não em prol da legítima responsabilidade de suas funções; não como um fórum privilegiado na elaboração e aprimoramento das leis federais e da fiscalização das ações e gastos do Executivo, mas sim, para o traje de figurantes que se  aproveitam da propaganda gratuita para formular e enviar seus demagogos recados, via Tv Câmara e Senado,  aos eleitores das mais distantes comunidades, onde o acesso à informação é precário ou, simplesmente, inexiste.

A imprensa, às vezes,  tenta atingir  algum representante sem compromisso social, relacionando “ausência” à “não-produtividade” da atuação parlamentar, uma associação de palavras, que, em efeito, não se pode aplicar ao trabalho erguido pela Senadora Patrícia Saboya.

A atuação parlamentar não se restringe apenas no comparecimento ao Senado. Prova disso é que o Senador que cumula 100% de frequencia às sessões no Plenário, não tem um projeto de lei da máxima relevância ao melhoramento da vida das pessoas do seu Estado ou deste imenso País, ao contrário da Senadora Patrícia Saboya, que, durante o exercício de seu mandato na Casa, prestou uma das mais dignas e consolidadas contribuições para a população brasileira, tanto através de um projeto de lei que ela mesma conseguiu aprovar – a ampliação da licença-maternidade às trabalhadoras de empresas privadas, quanto por uma atuação que, desde o primeiro dia na delegação a esta representatividade pública, destacou-se dentre seus demais pares, por uma absoluta coerência entre discursos, requerimentos e propostas, com único aplicativo: a garantia de políticas públicas sociais para a infância e juventude, o que resultou ao firmado reconhecimento internacional, como o do UNICEF e de toda a sociedade brasileira.

É de fácil constatação que nos momentos em que ela não se permitiu a estar como figurante das muitas novelas que se improvisaram no Senado, esteve no Ceará e nos demais Estados, engajada na missão de combater o abuso, a exploração sexual e toda forma de violência contra mulheres, crianças e adolescentes no Brasil.

Entender essa diferença na relação entre presentes e ausentes, exige um confronto de dados entre números e qualidade das propostas apresentadas; no trabalho junto às comissões; no teor dos pronunciamentos e apartes durante as plenárias; no objeto de requerimentos protocolados e aprovados; nas matérias relatadas, para que se torne justo o destaque no enunciado “ausência parlamentar”.

Temos ainda, na relação dos que menos faltaram às sessões, parlamentares que, além de não ter prestado nenhuma contribuição aos seus estados, ao povo brasileiro e ao aprimoramento da atividade legislativa, quem não expresse, se quer, um considerável conceito da moralidade política ou administrativa.

Que se edifique a disciplina da frequencia e da qualidade dos debates ao uso dessas importantes tribunas, mas não através da referência de deputados federais e senadores que marcaram presença no Plenário, porém, com uma atitude parlamentar que não teve nada a acrescentar.

Oman Carneiro,

Ex-deputado estadual.

AMC utilizará dois reboques na Operação Trânsito Livre

Essa informação está no site da Prefeitura de Fortaleza:

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) iniciou, nesta semana, uma operação para coibir a prática de estacionamento irregular. A Operação Trânsito Livre objetiva reforçar a aplicação da medida administrativa existente no artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro, que prevê a remoção do veículo, além de aplicação de multa. Em 2010, o artigo 181 foi o campeão de infrações. A soma das irregularidades cometidas em desacordo com os 19 itens que compõe o artigo resultou na aplicação de 75.954 multas.

Com a Operação Trânsito Livre, a AMC objetiva reduzir a quantidade de infrações, além de proporcionar um fluxo mais livre com a desobstrução de importantes corredores da cidade. A operação será viabilizada com o reforço de dois reboques e de uma equipe de agentes de trânsito designada para realizar esta fiscalização durante cinco dias da semana, nos turnos manhã, tarde e noite. A equipe percorrerá as vias com o maior número de registro de ocorrências segundo os dados do Sistema de Atendimento da Central (SAC) da AMC.

Entre os locais mais críticos estão: Centro, Aldeota, Polo Gastronômico da Varjota, Beira Mar, Av. Bezerra de Menezes e nas proximidades do fórum Clóvis Bevilaqua. Os veículos apreendidos serão encaminhados para o Detran e poderão ser liberados em 48h. Assim que o veículo é rebocado, a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) será comunicada para que o proprietário possa localizá-lo através do 190. A multa para estacionamento irregular varia de leve à gravíssima e todos os tipos de infração do código 181 prevêem a remoção do veículo.

Por um Pré-Carnaval onde o folião não fique parado

Em editorial em sua edição deste sábado, O POVO aborda como tema o Pré-Carnaval de Fortaleza. Confira: 

Desde ontem está instalado o período de Pré-Carnaval, em Fortaleza. Até o último fim de semana que precede o Carnaval, fortalezenses e visitantes entregar-se-ão à alegria de participar de um dos períodos mais gratificantes da vida da Capital. A Prefeitura faz sua parte, apoiando diretamente 50 blocos selecionados, nos diversos bairros.

Se for verdade que o Carnaval, propriamente dito, nos últimos 40 anos, nunca teve, em Fortaleza, a relevância desfrutada por outros centros – como Recife e Salvador – o mesmo não pode ser dito do Pré-Carnaval, que vem adquirindo força e renome, no País, nos últimos anos.

Agiram bem as autoridades municipais quando passaram a apoiar a manifestação espontânea, surgida nos bairros, com a reavivamento da alma foliã dos habitantes da capital. Ou seja, procurou-se apenas apoiar o despertar de algo que o fortalezense já trazia entranhado na alma e esperava apenas uma oportunidade para se manifestar.

Quanto mais localizado mais o carnaval possibilita a prevalência dos laços pessoais, familiares e de amizade, fechando caminho a manifestações de violência. Os blocos são formados por amigos, vizinhos e familiares, recompondo a relação comunitária. Dessa forma, a alegria e descontração sadias têm condições para se expandir e contagiar as pessoas. O resultado não apenas se traduz em orgulho e satisfação pela recuperação da identidade cultural, mas carreia benefícios adicionais ao fomentar uma vocação de valor fundamental para o destino de Fortaleza: o turismo. Ou seja: é possível não apenas ter uma diversão privilegiada, mas também ganhar com ela, em termos econômicos. E isso acontece com a vinda de visitantes para compartilhar conosco esses momentos de distensão e alegria.

Para coroar isso, a sugestão é que se forme um corredor da folia, no Centro de Fortaleza, compreendendo um quadrilátero formado pelas ruas Dr. João Moreira, Senador Pompeu, Pedro I e Floriano Peixoto, por onde os blocos se deslocariam em movimento contínuo, circular, ao som das bandinhas, permitindo que os foliões brincassem, de fato, e não ficassem apenas parados, na Praça do Ferreira, como observadores passivos.

Governista reforça ato pró-PEC 300

133 1

O deputado federal Eudes Xavier (PT) vai participar, a partir das 8 horas deste sábado, da passeata promovida pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sipoce) e várias entidades da sociedae civil  em favior da aprovação da PEC 300. Essa emenda constitucional prevê a criação de um piso salarial para os PMs e Bombeiros Militares de todo o País. “Somos a favor dessa causa, que é jusgta”, explicou para o Blog o petista.

A passeata sairá do aterro da Praia de Iracema e mobilizará não somente PMs e bombeiros militares, mas também as esposas, filhos e viúvas de PMs. A PEC 300 quer equiparar os salários com os dos PMs do Distrito Federal, considerados os mais bem pagos do Brasil. No segundo semestre de 2010, Eudes Xavier ocupou a tribuna da Câmara para defender a aprovação da proposta. Em julho de 2010, houve a provação, em primeiro turno, da PEC 300.  

(Foto – Paulo MOska)

"Acordão" encerra crise em Juazeiro

159 2

“O presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, José de Amélia Júnior (PSL), decidiu arquivar, na última quinta-feira, a comissão processante que investiga denúncias contra a gestão do prefeito Manoel Santana (PT). Foi o próprio Amélia quem mobilizou os demais vereadores para a abertura do processo.

A decisão foi tomada após negociação entre Amélia e Santana, no último domingo. A conversa foi mediada por dois dos deputados de maior expressão política na região do Cariri, o estadual Camilo Santana (PT) e o federal José Guimarães (PT), que é vice-presidente estadual do PT.

Reunidos em Fortaleza, os quatro fecharam um “acordo de convivência pacífica”, como definiu Guimarães. “Ele (Amélia) se dispôs a colaborar com a Prefeitura. Prevaleceu o bom senso”, disse. O deputado não dar detalhes sobre a conversa.

Na manhã da última quinta, Amélia informou à imprensa do arquivamento do processo de investigação e pediu ao assessor jurídico da Casa que comunicasse da decisão aos demais vereadores. Mas os três parlamentares que integram a comissão, contudo, afirmam que a decisão do presidente da Câmara não tem validade, uma vez que o arquivamento teria de ser votado em plenário.

O relator da comissão arquivada, vereador Tarso Magno (PSL), disse que vai desconsiderar a decisão do presidente da Casa. “Eu entendo que a decisão dele não tem nenhuma validade e, no meu pensamento, a comissão deve ser mantida. Depois de formalizada a comissão, não cabe mais o presidente intervir na comissão”, alegou.

Amélia e Santana foram procurados pelo O POVO na manhã e tarde de ontem, mas não atenderam às ligações.”

(O POVO)

Clássico-rei terá jogo duro contra a dengue

200 2

O secretásrio estadual da Saúde, Arruda Bastos, informou, neste sábado, estar tudo pronto para grande mobilização de combate e prevenção à dengue que a pasta realizará durante o primeiro clássico do futebol cearense neste domingo: Ceará X Fortaleza. Nos portões de acesso ao Castelão, bem antes da partida, a Secretaria distribuirá entre os torcedores folderes que destacam como cada um, com uma ação simples, pode fazer a sua parte na prevenção da doença, como limpar bem e tampar a caixa d`água, tonéis e baldes, não jogar lixo nas ruas, deixar pneus sempre cobertos.

O placar eletrônico informará constantemente sobre cuidados básicos para evitar a multiplicação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, e haverá faixas gigantes nas arquibancadas chamando a atenção para a nova campanha ¨Dengue: se você agir, podemos evitar¨, do Ministério da Saúde.

Há dois meses, no jogo Ceará X Atlético Paranaense, pelo campeonato  brasileiro, o estádio também foi tomado por uma ação de saúde, com o objetivo de despertar nas torcidas consciência coletiva e sanitária no combate à dengue.

Projeto Sol Nascente – O POVO inicia nova campanha

313 1

“Após a reforma da unidade infantil, inaugurada em março de 2010, agora é a vez de unir esforços para colaborar com a construção da casa dos adultos do projeto Sol Nascente, que abriga soropositivos em situação de vulnerabilidade social e em uma fase crítica da doença. São pessoas mutiladas, inválidas e que perderam vínculos familiares.

A atual casa é alugada, na vizinhança do Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU, no Castelão) e está deteriorada. Não é adequada para o apoio mínimo aos pacientes, não há planejamento para os cadeirantes ou para os doentes acamados, assim como não tem a menor estrutura para atendimentos complementares ao tratamento, como fisioterapia e terapia ocupacional.

Hoje, a casa dos adultos acolhe nove pacientes: uma mulher e oito homens, na faixa etária dos 27 aos 62 anos. A capacidade máxima é para 16 pessoas, dando-se o famoso “jeitinho brasileiro”. A maior parte dos pacientes é de Fortaleza e da Região Metropolitana, vindos por meio do Hospital São José.

Neste domingo, no O POVO, será veiculada matéria assinada pela jornalista Ana Mary Cavalcante. A primeira de uma série. 

DETALHE – A reforma da unidade infantil foi concluída graças a uma campanha de doações desenvolvida pelo O POVO, desde outubro de 2009, que possibilitou erguer uma casa de 370 m² e abrir espaço para meninas e meninos órfãos. No total, foram arrecadados R$200 mil. A Prefeitura de Fortaleza e a comunidade também ajudaram na reconstrução.

SERVIÇO 

Projeto Sol Nascente – rua Alberto Craveiro, 222, Castelão (Condomínio Espiritual Uirapuru – CEU). Telefone: 3469.4437

Twitter:  twitter.com/CasaSolNascente

Email: solnascenteceara@hotmail.com

Fernando Hugo presidirá Comissão de Defesa do Consumidor

95 2

O parlamentar durante a diplomação.

O deputado Fernando Hugo (PSDB) assumirá a presidência da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa. O anúncio ocorreu após reunião da bancada tucana com o deputado Roberto Claúdio (PSB), que assume a presidência da Casa na próxima terça-feira.

Além da definição de Hugo, foram ofializadas as indicações de Moésio Loyola para a liderança do partido, e as de João Jaime e Teo Menezes para a 3ª e 4ª Secretarias, respectivamente.

(Foto – Paulo MOska)

Alagamentos no Crato – O alerta veio da academia

Rastro de destruição

A professora Maria Edilmeire A. Tavares deixou em nossa lista de comentários essa nota. Refere-se ao caso do alagamento registrado na cidade do Crato, consequência da forte chuva (172 mm), que fez o rio Granjeiro transbordar. Ela, inclusive, informa ter feito trabalho de pós-graduação a respeito e lamenta que as autoridades não tenham levado em consideração alertas desse trabalho cientifico apresentado na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Confira a nota:

Caro Eliomar de Lima,

Existem alguns trabalhos publicados assim como a minha dissertação de Mestrado sobre essa problemática todos os anos repetida no município do Crato. Porém, é uma pena que esses trabalhos não sejam lidos pelo poder público. Só assim, dariam subsídios ao planejamento da cidade, minimizando problemas na rede de drenagem que é problemático.

O rio Granjeiro não foi respeitado quanto aos seus limites, tendo um estreitamento. Quando chove, devido às ocupações irregulares nas encostas, ao desmatamento, lixo a água não consegue se infiltrar e desce em direção ao centro da cidade com muita velocidade. Como o canal teve um estreitamento na sua construção, as águas transbordam e causam esses prejuízos que poderemos presenciar hoje.

Link para os arquivos da Dissertação:

http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/processaPesquisa.php?listaDetalhes=774&processar=Processar

Maria Edilmeire A. Tavares
procurar pelo nome e clicar 2.

Ferruccio Feitosa assume nesta 6ª feira a Secretaria Especial da Copa 2014

454 3

Em solenidade marcada para as 15 horas desta sexta-feira, no Palácio Iracema, Ferruccio Feitosa tomará posse como secretário Especial da Copa (Secopa). O ato terá à frente o governador em exercício Domingos Filho (PMDB). A nova secretaria foi criada no atual mandato do governador Cid Gomes para atender “às necessidades especiais do Estado que será sede da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014”.

Ferrúccio Feitosa passará a ter um pasta voltada especificamente para a coordenação e acompanhamento de todas essas ações, assim como a interlocução com o Comitê Organizador Local e a Federação Internacional de Futebol (FIFA), segundo a assessoria do governo estadual.

(Foto – Paulo MOska)

TJ-CE sob nova direção

Edite Bringel, José Arízio e Luiz Gerardo.

O Tribunal de Justiça do Ceará ganhará novo presidente nesta quinta-feira, a partir das 17 horas, durante ato no auditório do Poder. Assumirá o desembargador José Arísio Lopes da Costa, tendo como vice o também desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido.

Na Corregedoria Geral, assumirá a desembargadora Edite Bringel. José Arízio entra no lugar do desembargador Ernani Barreira, que ocupou a mídia nos últimos dias em clima de despedidas e prestação de contas.

Na luta contra CDs e DVDs piratas, só "piabinhas"

461 4

Tudo bem que a Polícia faça operações contra a venda de CDs e DVDs piratas em Fortaleza, o que é louvável, mas deve haver algo errado: por que só se prende a “piabinha”, ou seja, aquele que vende o produto? Nunca se chega aos “chefões” dessa máfia e raramente se vê a apreensão dos computadores responsáveis por cópias.

Será que falta investimento em polícia de inteligência ou há comodismo, conivência ou coisa parecida? Eis o que sempre leitores deste Blog indagam sem encontrar respostas.

As operações contra a venda de CDs e DVDs piratas, pelo menos até agora, não passaram de show midiático para reforçar a audiência dos programas policiais.

Patrícia na lista dos mais faltosos do Senado

198 4

A pedetista justificou ausências.

“Um em cada quatro senadores deixou de comparecer o equivalente a um ano de mandato nas sessões de votação na atual legislatura. Levantamento exclusivo feito pelo Congresso em Foco revela que 21 senadores estiveram ausentes a mais de 110 das 430 sessões deliberativas realizadas pelo Senado. Nesse período, a Casa realizou em média 108 sessões ordinárias por ano. Ou seja, entre fevereiro de 2007 e dezembro de 2010, eles não registraram presença em mais de um quarto das reuniões do plenário. Juntos, esses senadores acumularam 2.807 ausências. Foram 2.028 licenças para faltar e 779 ausências sem justificativa.

A relação dos mais ausentes na legislatura é heterogênea. É encabeçada por Magno Malta (PR-ES), presidente da CPI da Pedofilia, pelo ex-presidente da República Fernando Collor (PTB-AL) e pela ex-candidata à Presidência Marina Silva (PV-AC). Magno Malta teve 166 ausências; Collor, 164, e Marina, 162. Entre eles, apenas Marina se valeu por determinado período de licença para tratar de assuntos particulares, modalidade pela qual o senador deixa de receber, sem implicar ônus para o contribuinte. Os dados fazem parte de pesquisa feita pelo Congresso em Foco com base em informações oficiais do Senado.

Alagoas gazeteira

O estado de Alagoas, de Collor, é o único a ter toda sua bancada na lista dos mais ausentes da legislatura. Fazem companhia ao ex-presidente os também alagoanos Renan Calheiros (PMDB) e João Tenório (PSDB). Santa Catarina e Paraíba têm dois representantes. Completam o grupo senadores de Pernambuco, Espírito Santo, Acre, Ceará, Sergipe, Maranhão, Roraima, Rio de Janeiro, Tocantins, Pará, Rondônia, São Paulo, Bahia e Rio Grande do Norte. Os oposicionistas PSDB e DEM puxam o ranking dos senadores com mais ausências: são cinco tucanos e quatro do Democratas.

Pelas regras da Casa, os senadores têm direito a justificar suas faltas por meio de licenças, como prevê o regimento interno (artigos 13, 39 e 40). Basta o encaminhamento de um ofício. São três tipos: licença por atividade parlamentar ou missão política; licença por motivos de saúde, e licença para tratar de interesse particular. Dessas, apenas a licença por interesse particular significa desconto na folha de pagamento do senador (o chamado ônus remuneratório). Nas demais, mesmo ausente, o parlamentar continua recebendo seus vencimentos.

A Constituição Federal determina que senadores, bem como deputados, devem comparecer a, no mínimo, dois terços das sessões ordinárias. A exceção são as licenças, que podem ser justificadas por motivo de saúde, interesse particular ou missão política. Caso ultrapasse o limite constitucional, o parlamentar faltoso pode enfrentar processo de perda de mandato na Corregedoria do Senado.

Compromissos nos Estados

Todos os 21 senadores que figuram na lista dos mais ausentes na legislatura foram procurados pelo site, para justificar as ausências. Apenas dois, no entanto, responderam aos contatos feitos pelo Congresso em Foco: a senadora Patrícia Saboya (PDT-CE) e João Durval (PDT-BA).

Segundo a senadora Patrícia, foi a própria atividade legislativa que demandou sua presença em compromissos “em outros estados”, o que levou, consequentemente, às ausências em plenário. A senadora cearense defende que “a assiduidade em plenário não é o único fator que marca um mandato” e afirma que sua “atuação foi marcada pela intensa troca de ideias com a sociedade civil organizada”.

“Os encontros em outros estados geraram, inclusive, projetos importantes que viraram lei, como o da Licença-Maternidade de seis meses”, disse a senadora, fazendo referência em seguida ao Premio Congresso em Foco. “Este trabalho foi reconhecido pelo próprio Congresso em Foco, que me colocou entre os 15 senadores mais influentes”, afirmou. Patrícia lembrou ainda que jornalistas que cobrem o Congresso consideraram a Nova Lei da Adoção – baseada em projeto de minha autoria – como a mais importante do ano de 2009.
 
A assessoria de imprensa da senadora acrescentou ainda que todas as faltas foram justificadas à Secretaria Geral da Mesa, muitas delas referentes a encontros com organizações da sociedade civil realizados em outros estados. Também foram feitas comunicações formais de licenças médicas e para acompanhamento de uma filha adotada da senadora.
 
Licença médica
 
Também do PDT, o senador João Durval retornou ao site para explicar a respeito das suas 111 ausências em sessões plenárias destinadas a votações de projetos. Por meio de sua assessoria de imprensa, o parlamentar informou que, nos primeiros quatro anos de mandato, tirou “duas grandes licenças médicas, uma delas de 60 e outra de 30 dias corridos”.
 
“Boa parte das ausências aconteceu durante esses dois períodos. Há também as ausências justificadas, pelo menos cinco delas em viagens a convite do presidente da República”, afirmou. “Há outras ausências justificadas por compromissos políticos e, é claro, ausências não justificadas”, argumentou o parlamentar, sem entrar em detalhes sobre as faltas sem explicação formal. Das 111 ausências do parlamentar baiano, 33 foram sem justificativas.

O levantamento sobre a assiduidade parlamentar é realizado pelo site a cada seis meses. Assim como nas demais edições da série, o Congresso em Foco se coloca à disposição para receber as justificativas das ausências dos demais parlamentares. Possíveis respostas encaminhadas ao site após a veiculação desta matéria também serão publicadas.”

(Congresso em Foco)

Assim nasce uma rampa de lixo…

288 6

Eis mais uma “rampa” de lixo em Fortaleza. Nasceu, há quase um mês, na rua Dom Manuel de Medeiros, quase esquina com a rua Erico Mota (Bairro Parquelândia). Começou com galhos de árvores jogados por catadores e foi aumentando com entulhos de construção e móveis velhos. 

O curioso é que toda semana uma caçamba a serviço da Prefeitura aparece para fazer a limpeza, quando se esperava alguma providência mais enérgica, por parte da Secretaria Executiva Regional III, contra quem suja a cidade.

O absurdo mesmo é sabermos que esse tipo de prática virou rotina em vários pontos da Capital.

(Foto – Paulo  MOska)

Fortaleza abre série de manifestações em favor da aprovação da PEC 300

O Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, com apoio de várias entidades da sociedade civil, promoverá neste sábado, a partir da 8h30min, uma grande passeata em favor da aprovação da PDEc 300. Trata-se da emenda constitucional que garante avanços salariais para toda a Polícia do País e que tramita no Congresso.

A concentração ocorrerá no aterro da Praia de Iracema de onde a passeata se deslocará até o Clyube Náutico, onde haverá ato público.

O Sinpoce, por meio de sua diretoria, informa que no Ceará existem 1.600 policiais civis, uma categoria sacrificada e trabnalhando em uma situação de muitas dificuldades.

Esse ato será o primeiro de uma série que vai se estender por outros Estados.

Chuva de 162 milímetros deixa Crato em clima de sufoco

189 1

Uma chuva de 162 milímetros deixou o Centro do município do Crato (Região do Cariri) em situação de dificuldade. Na maioria das ruas, o que predomina é lama. Várias residências da periferia desabaram, uma bomba de um posto de gasolina foi arrastada pelas águas e várias árvores desabaram. Tudo isso consequência do canal do rio Granjeiro, que transbordou.

As  chuvas começaram por volta de 1 hora da madrugada desta sexta-feira e gerou pânico em vários moradores. O comércio está parcialmente fechado.

A Prefeitura não informou ainda sobre número de vítimas ou desabrigados.

Torneira nova na Cagece

114 2

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) empossa seu novo presidente, Jurandi Santiago, a partir da 10 horas desta sexta-feira. Na ocasião, a empresa aproveitará para divulgar pauta de investimentos deste ano e apresentará ainda um balanço das realizações de 2010.

Jurandir Santiago, que foi adjunto da pasta das Cidades, assumirá no lugar de Henrique Vieira, em ato que terá a presença do governador em exercício, Domingso Filho (PMDB).

Juazeiro do Norte em clima de Romaria das Candeias

Juazeiro do Norte (Região do Cariri) entra, a partir desta sexta-feria, em clima de festa. Viverá mais uma Romaria das Candeias, cujo tema deste ano é “Mãe das Candeias, ilumine o Juazeiro centenário, terra de oração e trabalho”. Os festejos vão se estender até a próxima terça-feira e há expectativa de que a cidade receba mais de 300 mil romeiros de vários Estados nordestinos.

A abertura está marcada para as 19 horas, com uma celebração eucarística na Basílica de Nossa Senhora das Dores e, em seguida, um show musical (chamado Show do Chapéu, lembrando o chapéu de palha usado pelos fiéis) na Praça dos Romeiros. As informações são do secretário de Turismo e Romaria, José Carlos dos Santos.

As apresentações integram o calendário comemorativo do centenário de Juazeiro do Norte, que será comemorado no dia 22 de julho próximo.

Avanço do mar – Muro de contenção do Icaraí vai se estender até Tabuba

“A construção do muro de contenção da Praia do Icaraí já conta com mais de 430 metros de um barra-mar constituído de 11 degraus, utilizando o sistema big wall (grande parede). Antes mesmo da conclusão da obra, a Prefeitura de Caucaia já anunciou a intenção de levar esse muro de contenção até a Tabuba. Segundo o secretário de Infraestrutura de Caucaia, José Marques Feitosa Neto, a ideia é buscar mais recursos (que podem chegar a R$ 11 milhões) e dar continuidade ao projeto.

A obra no Icaraí começou em setembro e tinha previsão inicial para ser terminada em março. Mas José Marques adiantou que a conclusão dos 1.370 metros deve sofrer um atraso de 120 dias, causado principalmente pela dificuldade em lidar com a maré, que só deixa os operários trabalharem na concretagem de duas a três horas por dia (o restante do tempo é focado nas escavações).

Uma audiência pública entre a Prefeitura, comerciantes e moradores da região ocorreu no dia 20, quando os planos de padronização das barracas da orla foram mostrados. A Prefeitura propôs um espaço em que caberiam 17 barracas padronizadas em uma parte mais central da avenida Litorânea.

A contraproposta da Associação Empresarial das Praias do Icaraí e Tabuba sugeriu que todas as barracas fossem construídas depois da Ponte da Tabuba, com a instalação de um complexo de lazer. Para o presidente da Associação, Barbosa Pinheiro, esse tipo de exploração trará benefícios, uma vez que “a Tabuba poderia ser um grande Icaraí no futuro”.

O secretário de Infraestrutura, José Marques, explicou que as sete barracas não aceitaram a padronização proposta, pois todas ficariam do mesmo tamanho. “A Prefeitura vai analisar o caso, mas em maio vou precisar daquele espaço para continuar a obra”. Ele comentou que as barracas serão destruídas de qualquer jeito pela força do mar. Independente do plano escolhido, a construção das novas barracas será de responsabilidade dos empresários. Adiantando a questão na audiência pública da semana passada, a orientação da Prefeitura foi de que os barraqueiros busquem financiamentos a longo prazo.

Sobre o temor de que o muro de contenção leve o problema para outras praias, o secretário foi enfático: “Não existe essa transferência do problema para outros lugares”. Como já divulgado por especialistas, a questão do avanço do mar também tem relação com ocupações indevidas da área litorânea do Estado.

Assim, o secretário concordou que esses problemas também precisam ser acompanhados e, segundo ele, a fiscalização da ocupação da área urbana, que cabe a gestão municipal é feita. A construção na faixa de praia cabe à União.”

(O POVO)