Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Um artigo sobre a saudade de "Dona Mocinha"

274 1

Dona Mocinha com Adilson, da Vila Isabel.

Eis artigo assinado pelo professor Moacir Tavares. Ele aborda, com o título “A Dona do bar é moça em flor… é Mocinha”, a saudade que muitos vão sentir de dona Mocinha, aquele que, por mais de 40 anos, comandou um bar dedicado a cultuar e valorizar o samba em Fortaleza. Confira:

“Na mesa de um bar se toma um porre de liberdade…nada mais verdadeiro”.

A letra da música parece ter sido cunhada para o Bar da Mocinha. Cada quadrilátero sustentado por quatro pernas era uma elegia à vida, à música e à liberdade. Foram muitas as rodas de samba, os papos sobre futabol, as piadas de nossas próprias vidas, uma ode à nossa cerensidade moleque.

Para os que chegavam cedo, antes do samba, havia o inenarrável prazer de jogar dominó com o querido Dilson e se embevecer com seus “causos” espetaculares e seu amor ao Carnaval e cultura do nosso pedaçõ de chão.

Fui frequentador assíduo do “Bar da Mocinha”. Ao afastar-me do cálice, passava por lá só vez em quando para espiar ao longe e matar a saudade.

Existem pessoas que, de forma simples, sem cargo eletivo ou riqueza material, marcam a cidade de forma indelével. A Mocinha foi assim. Montou um bar e, por duas gerações, embalou a quantos gostam de samba e de uma boa prosa.

Viveu como pode e alegrou e deixou-se alegrar como quis.

Seu Bar reúne os novos e velhos adeptos de Baco e até mesmo os que não são tão devotos assim, mas gostam da nossa música primeira, marca de nossa brasilidade.

A partida de uma figura dessas, certamente deixará uma leva de saudade e saudosistas. Prefiro ás homenagens em vida. Talvez a que a prefeita Luizianne Lins tenha feito – dedicando um dos pontos de concentração de nossas folias mominas à Mocinha, tenha sido a mais justa e acertada.

Mesmo assim curvo-me à saudade e digo… “quem parte leva a saudade de alguém que fica chorando de dor”.

Vá em paz e que Deus coloque Dona Mocinha como destaque no bloco dos céus.

* Moacir Tavares – Cirurugião-dentista, professor da UFC, Doutor em Saúde Pública na USP, Dirigente do PT e gestor municipal.

moacirtavares@yahoo.com.br

O alagamento, o supermercado e uma expectativa

246 6

Essa é a rua Professor Anacleto, no bairro Parque Araxá, que virou uma das alternativas de quem sai da nova Avenida Bezerra de Menezes. Não pode ver chuva que alaga à vontade. Principalmente em frente ao Supermercado Frangolândia.

Houve promessa de reparos há mais de um ano. A Prefeitura fez recapeamento na área, mas ficou pior. Moradores aguardam o tão sonhado Drenurb, o programa de drenagem que está prometido pela gestão.

(Foto – Paulo MOska)

Caixa inaugura dois Centros Culturais no Nordeste. Um em Fortaleza

“A Caixa Econômica Federal planeja inaugurar dois novos centros culturais na Região Nordeste do país até o final deste ano. A instituição também já deu início às obras de um terceiro, em Porto Alegre (RS), que deve estar pronto até o final de 2012. No total, o banco irá investir cerca de R$ 40 milhões na reforma, adequação e no aparelhamento dos espaços. O investimento é direto, sem qualquer estímulo da Lei Rouanet.

As futuras unidades culturais de Fortaleza (CE), Recife (PE) e da capital gaúcha vão se somar às cinco que já funcionam em Brasília (DF), Curitiba (PR), Salvador (BA), São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ). Juntos, os cinco espaços atraíram um público de cerca de 1,3 milhão de pessoas em 2010. A unidade mais visitada foi a da capital paulista que recebeu 622 mil visitantes ao longo do ano passado.

Segundo o gerente de Marketing Cultural da Caixa, Gustavo Pacheco, a expansão das instalações faz parte da política cultural do banco, aprovada no final de 2004. “Em princípio nós achávamos que os espaços existentes à época davam conta das necessidades e do volume de dinheiro que podíamos investir. Depois, verificamos que nessas outras três capitais existiam boas oportunidades de revitalizarmos prédios, colaborando com a mudança do perfil das regiões onde eles estão. E por que então não transformarmos esses prédios em espaços culturais da própria instituição?”, explicou Pacheco.

Os centros são a face mais visível da política cultural do banco que investe para oferecer à população a possibilidade de assistir a filmes, peças teatrais, shows, exposições e oficinas com entrada gratuita ou a preços populares. Os centros culturais servem para tentar democratizar o acesso do público à produção artística brasileira e também para estimular os artistas e criadores oferecendo espaços para exibição de trabalhos.

De acordo com Pacheco, a Caixa não planeja construir outros centros culturais além dos três novos. “O orçamento é finito e temos que fazer a conta: quanto mais espaços físicos tivermos, maiores serão nossos gastos com manutenção. O que vai tirar parte dos recursos que investiríamos nos eventos e nas ações culturais que realizamos em cidades de todo o país onde não temos um centro cultural”, declarou o gerente, citando iniciativas da Caixa como os editais de fomento, o patrocínio à Orquestra Criança Cidadã Meninos do Coque, de Recife e a exposição itinerante Galeria Caixa Brasil, que, em novembro de 2010, levou mais de 600 obras de arte às 27 capitais.

A Caixa Cultural Fortaleza funcionará no prédio da antiga Alfândega, um edifício construído no final do século 19 e tombado como patrimônio histórico, próximo à Praia de Iracema e ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. A área de 3.508 metros quadrados irá abrigar um teatro, galerias de arte, salas para cursos e oficinas, um café e uma livraria.

Já os 2.650 metros quadrados do prédio da antiga sede da Bolsa de Valores de Pernambuco e Paraíba que vai sediar a Caixa Cultural Recife contarão com um cine-teatro, galerias de arte, museu, salas de ensaios e oficinas e multimídia, um sítio arqueológico, livraria e área de convivência. Também tombado como patrimônio histórico, o edifício da antiga Bolsa de Valores está passando por uma ampla reforma, mas a instituição promete preservar as características históricas da construção.

A unidade cultural de Porto Alegre irá funcionar no Edifício Imperial, em frente à Praça da Alfândega, no centro da capital gaúcha. No prédio, um exemplar da arquitetura art déco no Brasil, funcionaram os cinemas Imperial e Guarani. Um acordo com a prefeitura de Porto Alegre, proprietária do imóvel, prevê que a Caixa recupere a parte interna do edifício em troca de utilizar parte dele por 30 anos. A unidade será dotada de cine-teatro com 650 lugares, galerias de arte, museu, sala multimídia, café e livraria.”

(Agência Brasil)

Secretário da Segurança cumprirá agenda no Rio

206 1

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Coronel Bezerra, estará no Rio de Janeiro nesta semana. Ele participará da reunião do Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública, que ocorrerá terça e quarta-feira e que terá o objetivo de avaliar a conjuntura da segurança no País.

O Coronel Bezerra vai aproveita estada no Rio para conferir a Feira Internacional de Segurança, que ocupará espaços no Riocentro.

Morre "Dona Mocinha"

Morreu, neste sábado, por complicações de diabetes, Dona Mocinha, que era dona de um bar tradicional de samba na Praia de Iracema. Funciona na rua João Cordeiro, por trás do Hotel Praia Centro.

Dona Mocinha estava afastada da administração do bar por problemas de saúde. Por seu ponto de samba, sempre passavam puxadores de samba de escolas do Rio de Janeiro e São Paulo.

Ela chegou a desfilar em escolas de samba cariocas como Império Serrano, União da Ilha e Portela.

São Poucas as informações, mas são muitos os que já estão lamentando a partida de uma senhora que sempre recebia bem a clientela e era apaixonada pelo samba e pagode como ninguém.

Morre a cantora Vilma Dantas

1289 11

Vilma (C) adorava cantar “Ave Maria” nos dias 13 da Igreja de Fátima.

Morreu, neste sábado, vítima de diverticulite a cantora Vilma Dantas. Era uma artista de excelente performance vocal, que passeava com facilidade entre o erudito e o popular. Ex-backing-vocal do grupo baiano Gerasamba, veio para Fortaleza na década de 90. Chegou a fazer vocais também para a cantora Eliane e a banda Calango Aceso.

Vilma Dantas era soprano e atuou em corais de Fortaleza como, por exemplo, o Coral de Câmara do Ceará, com o qual viajou para a Europa.  Gostava muito de cantar a “Ave Maria” à capela em missas realizadas na Igreja de Fátima. A família acerta o traslado do corpo para ser enterrado em Salvador (BA).

Lançou vários CDs com músicas religiosas e populares. Ultimamente, desenvolvia trabalhos em eventos como aniversários, casamentos e congressos e estava finalizando um novo CD, ainda a ser lançado, com arranjos de Thiago Mendonça,filho do cantor Juracy Mendonça, editor do Jornal Parque Araxá.

(Com Blog de Juraci Mendonça)

VAMOS NÓS – Chegamos a conviver certo tempo com Vilma Dantas quando éramos alunos da Escola de Canto da Professora Maninha Mota. Vilma era uma mulher sempre sorridente, dedicada à música e sempre positiva. Vá com Deus!

Fortaleza – Um sábado de chuva

243 1

Fortaleza não aguenta mesmo chuva. Esta foto é um flagrante de Carlos Barata para o Blog e mostra como estava, nesta manhã de sábado, trecho da Avenida Pontes Vieiras próximo ao Hospital São Carlos.

Veja que há um ônibuse com água quase nas janelas.

* Ocorrências neste sábado de chuvas, aqui.

Reforma Política – Câmara Municipal realizará seminário ampliado sobre o tema

O presidente da Câmara Municipal, Acrísio Sena (PT),  e a Frente Parlamentar pela Reforma Política da Casa, confirmaram, neste sábado, com os senadores Eunício Oliveira (PMDB), José Pimentel (PT) e Inácio Arruda (PCdoB), a participação deles num seminário sobre o tema “Reforma Política”.

O evento, segundo Acrísio, ocorrerá no dia 25 próximo, no plenário da Câmara, ocasião em que será lançada a proposta de uma comissão mista formada por vereadores de Fortaleza e deputados estaduais com a meta de conduzir debates sobre o tema no Estado e contando ainda com a presença da cúpula da União dos Vereadores do Ceará (UVC).

Walter Cavalcante (PHS), que preside a Frente Parlamentar pela Reforma Política, informou que  esteve em Brasília acertando os contatos com a Comissão Mista da Reforma Política para se inteirar das votações e propostas. Ele deverá apresentar um relatório.

Acrisio Sena disse que o fundamental é ampliar o debate em todos os sentidos, no que considera ainda fundamental a participação de entidades populares. Ele assegurou a participação de representantes de partidos, associações de moradores e outras organizações da sociedade civil como a OAB-CE, a CUT-CE e a Comissão Justiça e Paz da CNBB nesse seminário.

TST aprova novas Varas do Trabalho para o Ceará

O projeto de criação de 11 novas Varas do Trabalho para o Ceará, oriundo do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), foi apreciado e aprovado pelo Tribunal Superior do Trabalho durante a sessão desta sexta-feira. O projeto, que teve como relator o ministro Fernando Eizo Ono, prevê a instalação de mais onze Varas do Trabalho, sendo quatro em Fortaleza e o restante em Caucaia, Juazeiro do Norte, Aracati, Russas, Limoeiro do Norte, Sobral e Eusébio.

Agora o projeto vai para o CNJ que tem prazo até 15 de junho para sua apreciação, antes que o TST faça o encaminhamento ao Congresso Nacional. Junto com as 11 Varas do Trabalho, o projeto também indica para a criação de 22 cargos de juiz do Trabalho e 202 cargos para servidores, sendo 134 analistas judiciários e 68 técnicos judiciários.

Trabalharam nessa articulação o presidente do TRT-7ª Região, desembargador federal Cláudio Pires, e o ex-presidente do tribunal, o desembargador federal José Antonio Parente.

Lailtinho Brega na Rede Record

O humorista Lailtinho Brega vai aparecer, neste domingo, no programa “Tudo é Possível” apresentado por Ana Hickmann na Rede Record. Estará no júri do concurso “O Maior Imitador do Brasil”.

Lailtinho, bom lembrar, é atração durante a semana no Restaurante Beira Mar Brill, no calçadão da avenida Beira Mar e nas quintas-feiras pode ser visto na barraca Crocobeach, na Praia do Futuro.

(Foto – Paulo MOska)

Detran aplicará provas para 3 mil inscritos do Interior

“O Departamento Estadual de Trânsito (Detran, por meio de uma equipe volante, aplicará provas teóricas no período de 15 a 19 próximo, na cidade de Palhano para cerca de três mil candidatos a obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), inscritos também nos municípios de Itaiçaba, Palhano e Jaguaruana, e para reteste de candidatos de toda a Região.

O projeto, de iniciativa da deputada Rachel Marques (PT), foi acatado pelo governador e deu origem ao Programa CNH Popular que garante a pessoas de baixa renda a primeira carteira de motorista totalmente gratuita. Os candidatos fazem desde as aulas teóricas nos Centros de Formação de Condutores (CFCs), a prova de legislação e aulas práticas de direção.

Para os inscritos de Palhano, Itaiçaba e Jaguaruana as provas serão realizadas na Escola Pe. Severino Xavier – Rua 15 de Novembro 800, Centro, Palhano. Os candidatos devem comparecer ao local, munidos de caneta de tinta azul ou preta e dos seguintes documentos: RG, CPF e cartão de marcação.

O Detran também chama os selecionados do município de Pentecoste inscritos no Programa CNH Popular a comparecer nos dias 12 e 13 de fevereiro de 2011 na Escola de Ensino Fundamental Francisco Sá localizada na Av. José de Borba Vasconcelos S/N no bairro Acampamento.”

(Site do Detran)

Ziraldo entrevista a escritora cearense Socorro Acioli

682 2

Beatriz, Ziraldo e a escritoa Socorro Acioli.

A escritora cearense Socorro Acioli, nome hoje dos mais respeitados nacionalmente em matéria de literatura infantil. foi entrevista pelo cartunista Ziraldo, em seu programa “ABZ do Ziraldo”, exibido pela TV Brasil. Foi no último dia 27, no Rio de Janeiro.

“Fui recebida com todo carinho por esse grande autor e ilustrador, de quem sou fã. Conversamos sobre os livros publicados, a carreira, planos para o futuro – em especial, sobre a adaptação do meu romance “A bailarina fantasma” para o cinema”, contou para o Blog a escritora.

DETALHE – A entrevista será exibida em meados de junho pelo Canal Brasil.

(Foto – Divulgação)

Um milagre e uma tragédia

Eis o artigo deste sábado do professor Antonio Mourão Cavalcante, que pode ser lido no O POVO e no seu Blog (POVO Online). Intitulado “Viver é´periogoso”, ele faz um paralelo entre adolescentes que perambulam  por Fortaleza com o massacre do Rio. Confira:

Todo mundo o chama de Neguim. Pastora e limpa carros, perto da faculdade. É flanelinha. Mas, essa semana eu perguntei por ele ao outro dono do pedaço, que me revelou em quase êxtase: “Eu não lhe conto doutor, o que aconteceu com o Neguim!” Fiquei assustado e logo avancei: Morreu? “Não, doutor. Achou a mãe dele”. E prossegue na narrativa: “Ele tava lascado, a pedra (crack) acabando com ele. Tinha as pernas inchadas e nem andava mais direito. Nos últimos tempos estava dormindo por aqui mesmo. Não tinha mais casa, nem proteção. A mãe dele, de criação, morreu, faz algum tempo. E, os outros filhos – legítimos – botaram ele para correr. Disseram que ele só dava preocupação à coitada.

Pois não é que a verdadeira mãe apareceu! Ela andou perguntando por ele. Foi indo. Pergunta aqui, pergunta acolá. Até que achou. O encontro foi aqui mesmo. Ali, debaixo daquela árvore. Ele chorava abraçado com ela. ‘Mãe, por que você me deixou, mãe…’ Os dois ficaram abraçados por um tempão.

A mãe dele, a legítima, hoje mora no Suriname. Nos estrangeiros, sabe! Trabalha com jóias e bijouterias. Parece rica. Tem posses. Logo no mesmo dia, foi a uma loja e vestiu o Neguim… Ele agora anda todo pinta. De sapatos tênis, camiseta de marca. Até um relógio ela deu para ele. No domingo, foram comer um “peixezim” numa barraca de praia e nunca mais eu vi o Neguim por aqui. Até terça-feira, sabe, quando ele passou por aqui. Todo chique. Nem parece o mesmo. Me deu até uma cédula de cinco real.

Agora, a mãe dele está ajeitando o passaporte e vai levar o Neguim para morar com ela. Olha, dr. Mourão, eu fico arrepiado contando essa história para o senhor… Foi um milagre.”

Bastou eu pegar o carro, vindo para casa, fim de expediente, para escutar na rádio O POVO/CBN que um rapaz de 23 anos, talvez maluco, armado com dois revólveres tinha executado mais de 12 crianças, numa escola no Rio de Janeiro.

Pois é, um milagre e uma tragédia. De imediato lembrei Guimarães Rosa que dizia “viver é perigoso”.

Antonio Mourão Cavalcante – Médico, antropólogo e professor universitário

a_mourao@hotmail.com

Revista Nordeste Vinteum e a caatinga

Eis a capa da mais recente revista Nordeste Vinteum, editada pela equipe do jornalista Francisco Bezerra, que trouxe o também jornalista Paulo Henrique Amorim (Rede Record) para debate em Fortaleza.

Pois é, a revista vai promover, neste ano, um encontro sobre a caatinga. Os preparativos contam com apoio de vários segmentos da sociedade civil. Na Assembleia Legislativa, o deputado petista Dedé Teixeira divulga o evento.

Avenida do Aeroporto está sendo urbanizada

Eis aí o canteiro da avenida Senador Carlos Jereissati passando, como diz placa do Governo do Estado, por uma urbanização. Sai o cimento comum e entram mosaicos com detalhe vermelho. O embelezamento faz parte das ações de olho na Copa 2014, mas, também, nos turistas que sempre visitam o Estado e circulam por essa via, que dá acesso ao Aeroporto Internacional Pinto Martins. 

(Foto – Paulo MOska)

Chuva, alagamento, raios e queda de energia

Choveu, até as 8 horas desta manhã de sábado, em 60 municípios em todo o Ceará, segundo boletim da Fnceme. A maior chuva foi em Cariús, com 45 milímetros.

Em Fortaleza, segundo a Funceme, as chuvas registradas foram de 34 milímetros. Foram pancadas de chuvas, com raio e trovão em alguns pontos da cidade, o que provocou em alguns bairros queda de energia.

Vários alagamentos foram registrados no Centro e na periferia como no bairro Vicente Pinzon. O trânsito ficou lento.

(Foto – Leitor do Blog)

Mais um livro sobre o furto ao BC de Fortaleza

214 1

O ex-investigador da Polícia Civil de São Paulo, Roger Franchini, estará em Fortaleza na próxima quinta-feira. Aqui, vem lançar às 19 horas, na Livraria Saraiva (Iguatemi), o livro  “Toupeira – A história do assalto ao Banco Central.”

Em meio aos fatos reais que impressionaram a opinião pública brasileira, uma trama fictícia criada por Franchini se desenvolve sobre o furto de R$ 170 milhões do cofre do Banco Central em Fortaleza, expondo para todo o país a fragilidade do sistema de segurança de sua maior instituição bancária.

Fa7 lança curso de extensão em Jornalismo Esportivo

576 1

Fábio Pizzato e sua mulher, Bia Bocaiuva (VSM Comunicação)

A Faculdade 7 de Setembro promoverá em maio próximo um curso de extensão em Jornalismo Esportivo. As aulas serão ministradas pelo jornalista e professor Fábio Pizzaato (diretor de Esportes da TV Jangadeiro) sempre aos sábados, das 8 às 12 horas.

Fábio Pizzato diz para o Blog que o conteúdo é bem atual e de olho também na Copa 2014, já que Fortaleza é uma das sub-sedes do certame. Ele dá mais detalhes sobre o curso em seu twitter – @FABIOPIZZATO.

(Foto – Blog Frontstage)

Fundação Habitafor manda nota esclarecendo situação de conjunto residencial

417 11

Da Assessoria de Imprensa da Fundação Habitafor, este Blog recebeu nota esclarecendo situação do Conjunto Residencial Rosa de Luxemburgo, alvo de críticas por parte do deputado estadual tucnao Fernando Hugo. Confira:

Prezado Eliomar,

Gostariamos de esclarecer sobre sua postagem do dia 7 intitulada “Sem-tetos invadem conjunto Rosa Luxemburgo”.

Primeiro, Eliomar, os ocupantes não invadiram o habitacional, que já foi totalmente entregue pela Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), a 171 famílias das comunidades Maria Moura e Cidade de Deus, em abril de 2007. Portanto, as moradias não começaram a ser construídas em 2008, feito você salientou ter sido dito pelo deputado Fernado Hugo. Na verdade, os ocupantes apoderaram-se, em fevereiro de 2009, do centro comunitário e da creche do Rosa Luxemburgo, exatamente no período em que os equipamentos foram finalizados e seriam repassados à responsabilidade da Secretaria Executiva Regional VI (SER VI) e da Secretaria Municipal de Educação (SME).

Segundo, vale ressaltar que não são 40 famílias ocupantes, e sim 32. Todas elas estão em constante diálogo com o município, inclusive, por orientação da Habitafor, estão cadastradas no programa Minha Casa, Minha Vida.

Terceiro, apenas depois da saída das famílias em pauta de lá, é que a Habitafor poderá avaliar a situação de depredação e tomar as providências cabíveis ao processo de recuperação do Centro.

É por tudo isso, Eliomar, que afirmamos não haver prevaricação por parte do município. A Prefeitura de Fortaleza está agindo da forma mais acertada, tendo o controle e estando ciente de toda a situação relativa aos ocupantes do Centro Comunitário do conjunto Rosa Luxemburgo.

Sem mais,

Assessoria de Imprensa da Fundação Habitafor.