Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

OAB-CE abre inscrições para lista sêxtupla de desembargador

O presidente da OAB do Ceará, Valdetário Monteiro, informou, nesta segunda-feira, que as inscrições para o processo seletivo destinado à formação da lista sêxtupla da qual sairá o desembargador do chamado quinto constitucional destinado a membro da advocacia terão início nesta terça-feira. O processo vai até o dia 8 de novembro. Dessa vez, nada de consulta à categoria.

O Conselho Estadual da Ordem fará a seleção, alegando caráter extraordinário. Todos os advogados maiores de 35 anos, regularmente inscritos na OAB-CE e com mais de 10 anos de exercício profissional poderão participar do processo.

SERVIÇO

* Inscrições na OAB – Rua Lívio Barreto, 668, Bairro Dionísio Torres.

* Edital disponível no site da entidade (www.oabce.org.br) e no Diário da Justiça do dia 1º de outubro de 2010.

(Foto – Paulo Moska)

Lúcio explica o porquê de apoiar Serra

290 9

Diante da repercussão do seu apoio ao candidato tucano a presidente, José Serra, o que gerou boa carga de reprovação em vários comentários neste Blog, o ex-governador Lúcio Alcântara reagiu. Ele usou seu Blog, nesta segunda-feira, para explicar o porquê de ter mudado. No primeiro turno, ele foi Dilma Rousseff (PT). Agora é serrista. Confira:

Cearense,

Quero compartilhar com você, que merece todo o meu respeito, uma decisão importante para o futuro do nosso Estado e do nosso País. Faço, antes, um breve histórico dos últimos acontecimentos.

Quando decidi oficializar meu nome como candidato ao Governo do Estado tive a garantia do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e do líder do Governo na Câmara, Cândido Vaccarezza, entre outras lideranças nacionais do partido, de que a candidata Dilma Roussef participaria de nossa campanha, como faria em todos os estados onde houvesse mais de um palanque de aliados.

No primeiro turno, apoiei lealmente, e com empenho, a candidatura de Dilma à presidência da República. Mas não houve reciprocidade. O que vimos foi um apoio ostensivo da candidata Dilma ao nosso adversário. Mesmo assim, continuamos levando o nome de Dilma a todo o Estado até o dia 3 de outubro.

Logo após as eleições, e sem ao menos nos comunicar, o PT anunciou o nome do deputado Ciro Gomes como coordenador da campanha petista no Nordeste.

Em busca de nosso apoio, e sabedor do compromisso que tenho com o Ceará, fui convidado pelo candidato José Serra a ouvir suas propostas. Ele reiterou seu compromisso com o Nordeste e com o Ceará. Compartilhei com todos do PR, e com pessoas que estiveram junto conosco durante o primeiro turno das eleições, o convite para apoiar Serra à presidência da República. E juntos tomamos a decisão.

O povo me colocou na oposição. E estou convicto de que o Ceará precisa de uma forte frente de oposição ao atual governo. Não uma oposição incoerente, mas uma oposição consistente. Neste primeiro momento, nossa meta é eleger José Serra presidente do Brasil. Depois, estarei, com todos do Partido da República, ao lado do PPS, do PSDB, do DEM e de todos que queiram o melhor para o Ceará e para o seu povo.

Tudo pronto para o III Festival UFC da Cultura

“O  Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno abarigará atividades do III Festival UFC de Cultura, que começa nesta segunda-feira e se estenderá atésexta-feira, com atividades voltadas para as artes cênicas. A programação, aberta ao público, começa às 16 horas, na sala Gracinha Soares, com aula-espetáculo do ator, dramaturgo e produtor Ricardo Guilherme, um dos mais importantes nomes do teatro cearense.

A encenação retrata o cinquentenário do Curso de Arte Dramática (CAD) da UFC, primeiro curso técnico de Teatro do Estado. Antes da apresentação, Ricardo Guilherme inaugura oficialmente, no Teatro Paschoal de Carlos Magno, a sala DOC Teatro, um espaço de preservação da memória das artes cênicas cearenses, com fotografias, vídeos, áudios, livros e outros materiais doados pelo próprio ator. A proposta é tornar o acervo disponível à sociedade, para consultas e pesquisas.

A programação teatral do III Festival UFC de Cultura segue na terça-feira (19), a partir das 17h, também na sala Gracinha Soares, com o espetáculo de experimentação de dança “Pererê”. Na quarta-feira (20), às 20h, no mesmo local, o coordenador da graduação em Artes Cênicas da UFC, Prof. Gil Brandão, faz uma apresentação dramática de poemas do escritor português Fernando Pessoa, através do espetáculo “Pessoa Persona”.

Pouco antes, às 19 horas, na praça central do Campus do Pici, estudantes e professores do Instituto de Cultura e Arte (ICA) da UFC realizam a ação artística “Caleidoscópio Trans for mar” – uma mistura de dança, teatro, canto e cinema.

O encerramento da programação será feito na quinta-feira (21), a partir das 20 horas, com uma homenagem póstuma à atriz e professora Gracinha Soares, uma das personagens mais marcantes na história do CAD e do Teatro Universitário.

Nesse dia, haverá exposição fotográfica em memória à artista e, ainda, o espetáculo “Ramadança”, em que Ricardo Guilherme interpreta uma rainha de Maracatu. O autor também lança a publicação do texto “Loa”, na qual ele supera velhos debates sobre o maracatu e mergulha em uma profunda análise política e antropológica dos costumes fortalezenses.”

(Site da UFC)

2º Turno – Tucano diz que PV ficou neutro para manter cargos em Estados como o Ceará

416 2

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos, vice-presidente regional do PSDB, lamentou, nesta segunda-feira, que a senadora Marina Silva tenha adotado uma postura neutra com relação ao segundo turno da eleição presidencial. O PV e Marina, que disputou a presidência da República e ajudou, com mais de 20 milhões de votos, a forçar o segundo turno, decidiram não optar por Serra (PSDB) ou Dilma Rousseff (PT)  durante encontro nacional realizado nesse domingo, em São Paulo.

“A gente lamenta essa postura do PV e da senadora Marina. Todos esperavam que Marina, que se saiu bem nas eleições e como líder do seu partido, se posicionasse”, disse o parlamentar.

Raimundo Gomes, no entanto, não se disse surpreso, observando que a decisão de Marina deve ter sido resultado da pressão de diretórios regionais do PV que acharam melhor evitar brigas e manter posições em cargos públicos. Ele citou como exemplo disso o PV do Ceará, onde, por conveniências, detém posições na esfera estadual.

Cid diz que não é adepto da vingança. Sobre secretariado, só a partir de novembro

O governador Cid Gomes (PSB) afirmou, nesta manhã de segunda-feira, que não é adepto da vingança. Ele chegou a observar: “Vingança? Só na imaginação”. Essa foi sua reação, ao ser perguntado, durante entrevista ao programa Paulo Oliveira, na rádio Verdes Mares AM, sobre críticas e ofensas sofridas durante a campanha eleitoral.

Cid reiterou que, sobre ofensas como a de ter tido seu nome envolvido em acusações de suposto esquema com prefeituras e possível desvio de R$ 300 milhões, já ter entrado na Justiça. “Entrei na Justiça contra cada uma das agressões na campanha”, informou.

Sobre a campanha, disse ter perdido cinco quilos e que circulou todo o Estado, quando teve condições de conhecer mais de perto os problemas, no que deixou claro: vai fazer uma gestão em busca da geração de empregos e que não poderá se acomodar com os avanços. Nesse aspecto, voltou a lamentar a perda do estaleiro, empreendimento que, na praia do Titanzinho, geraria cerca de 4,5 mil empregos para a população dessa área de Fortaleza.

Nesse episódio, ele encontrou oposição da prefeita Luizianne Lins (PT), que defendeu a preservação da praia do Titanzinho como ponto para ser explorado em termos turísticos. A partir desse fato, as relações políticas entre Cid e Luizianne ficaram estremecidas.

O governador prometeu também: a partir de novembro, avaliará o que deu certo com a equipe para reforçar o que foi feito e aprimorar o que precisa ser aprimorado. Cid anunciou também que vai despachar no Palácio da Abolição, hoje em reforma. Atualmente, ele despacha no Palácio Iracema.

Nada lhe foi perguntado sobre sua relação com o senador tucano Tasso Jereissati, de quem ficou distante a partir do momento em que optou pelo apoio a Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) para o Senado. Cid chegou ao Governo em 2006 apoiado por Tasso, que acabou não endossando a reeleição de Lúcio Alcântara.

Bancários assina acordo com banqueiros nesta 3º feira

O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, seguiu, nesta segunda-feira, para Brasília. Ali, ele participará de reunião de avaliação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Instituições Financeiras (Contrafi) pós-greve dos bancários. Segundo Bezerra, a categoria saiu vitoriosa da paralisação, pois conseguiu avanços importantes.

Entre avanços, reajuste de 7,5%, o que dá um ganho real sobre a inflação de 3,08%, assim como aumento na participação dos lucros na ordem de 14,3%.

Carlos Eduardo Bezerra, que integrou a coordenação nacional da greve dos bancários, estará nesta terça-feira em São Paulo para participar do ato de assinatura do acordo coletivo da categoria com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Funceme torce por "chuva" em seu roçado técnico

544 1

“O Ceará está vivendo uma perspectiva de bom inverno em 2011, segundo técnicos da Funceme. Entre vários fatores positivos, a ausência do fenômeno ‘el niño” no oceano Pacífico. Mas entre aqueles que formam o órgão, o clima é de terra seca. Mais dois técnicos estão dando adeus à Funceme porque passaram em concurso público e ganharão bem mais do que os R$ 3.500,00 mensais que percebem.

No setor, há expectativas de que o novo Governo Cid Gomes possa, finalmente, implantar um plano de cargos, carreiras e salários condizente com um contingente formado por mestres e doutores. Cid Gomes até que investiu na Funceme, que ganhará um moderno radar meteorológico, reconhecem os técnicos. Mas falta agora investir em recursos humanos num órgão que, hoje, tem credibilidade no estudo do clima.”   

(Coluna Vertical, do O POVO)

MPE – Novo desembargador pode sair nesta semana

O Ministério pùblico Estadual aguarda, para esta semana, a escolha, por parte do governador Cid Gomes, do nome de lista tríplice eleita pelo TJ do Estado, que ocupara vaga de desembargador no chamado quinto constitucional. Cid tem 15 dias para manifestar sua escolha.

A vaga a ser preenchida por um dos Procuradores de Justiça surgiu no dia 12 maio deste ano, em razão da posse do ex-desembargador, Raul Araújo Filho, como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Este assumiu a vaga do Tribunal Superior decorrente da aposentadoria do então ministro Paulo Gallotti.

Confira os três nomes:

PAULO FRANCISCO BANHOS PONTE – Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC) e pós-graduado em Aperfeiçoamento, Especialização e Mestrado, também pela UFC, Paulo Banhos foi promotor de Justiça das Comarcas de Saboeiro, São Gonçalo do Amarante, Senador Pompeu e Fortaleza. Foi fundador e primeiro diretor da Escola Superior do Ministério Público (ESMP), além de ter atuado como assessor da Procuradoria Geral de Justiça, diretor da Revista do Ministério Público, chefe de Gabinete do Procurador Geral, professor do Curso de Pós-Graduação e Aperfeiçoamento do Ministério Público, entre outras funções. Atualmente, além de procurador, é professor adjunto da Faculdade de Direito da UFC e professor da ESMP.

JOSÉ VALDO SILVA – Graduado em Direito pela UFC, ingressou no Ministério Público estadual em 1974. Como Promotor de Justiça, exerceu a titularidade das Promotorias de Justiça das Comarcas de Tamboril, Assaré e Sobral, além da Promotoria Criminal da Comarca de Fortaleza. Foi promovido para o cargo de Procurador de Justiça em 25 de fevereiro de 2003. Exerceu também a função de Ouvidor Geral do Ministério Público do Ceará, entre maio de 1988 e janeiro de 2001. Atuou como representante do MP nas Comarcas de Nova Russas, Ipu, Ipueiras, Santa Quitéria, Beberibe, Tianguá e Redenção. Em Fortaleza, foi designado para diversas promotorias criminais.

MARCOS TIBÉRIO CASTELO AIRES – Ingressou no MP por concurso público em 1978. Exerceu o cargo de Promotor de Justiça nas Comarcas de Solonópole, Tianguá e Lavras da Mangabeira. Em 1989, foi promovido para a Comarca de Fortaleza, exercendo, inicialmente, funções na 1ª Vara de Delitos de Trânsito, posteriormente redefinida como 18ª Vara de Família pelo Código de Organização Judiciária do Ceará. É procurador de Justiça desde 2007, atuando na área criminal. Além dessa função, é coordenador do Núcleo de Processos Administrativos e Procedimentos Disciplinares do Ministério Público do Estado do Ceará (NUPAD), vice-corregedor geral do MP estadual e presidente da Comissão Permanente de Inquérito Administrativo, responsável pelo processamento de faltas disciplinares por parte de servidores e membros. É, ainda, especialista em Direito Processual Penal pela Universidade de Fortaleza (Unifor).

Cid dá entrevista ao programa do Paulo Oliveira

Nesta segunda-feira, às 7 horas, o governador reeleito Cid Gomes (PSB) começará seu dia dando entrevista ao programa do Paulo Oliveira, na rádio Verdes Mares AM. Ele vai falar principalmente sobre seus planos para uma nova administração.

Na última vez em que esteve nesse programa, Cid ficou tão descontraído que não dispensou cantar trecho de música de Fernando Mendes.

Vice de Serra terá encontro com jovens e evangélicos em Fortaleza nesta 2ª feira

358 5

Saiu, nesta noite de domingo, a programação que o deputado federal Índio da Costa (DEM-RJ), candidato a vice da chapa de José Serra, cumprirá nesta segunda-feira em Fortaleza.

Índio chegará por volta do meio-dia e, às 13 horas, participará de almoço com jovens empresários em local a ser definido pela assessoria do postulante nesta manhã de segunda-feira.

O candidato a vice terá encontro com a coordenação da campanha pró-Serra no Estado e também reuniões com o senador tucano Tasso Jereissati e com o ex-governador Lúcio Alcântara.

Às 19 horas, Índio da Costa, ao lado de Tasso, participará no Barbra’s Cambeba, de um encontro envolvendo pastores e líderes evangélicos.

DETALHE – Pedro Fiúza, que foi vice do candidato derrotado ao Governo, Marcoss Cals (PSDB), coordena essa programação de Índio da Costa.

Cid assiste a uma missa em Canindé um dia depois de Serra

Um dia depois da passagem do candidato tucano à presidência da República, José Serra, pelo município de Canindé (120 km de Fortaleza), eis que quem esteve por ali, neste fim de tarde de domingo, foi o governador Cid Gomes (PSB).

Cid ali compareceu, tendo ao seu lado o deputado estadual reeleito Zezinho Albuquerque (PSB), na condição de chefe do executivo estadual, conferindo o encerramento dos festejos alusivos ao padroeiro, São Francisco das Chagas.

No sábado, José Serra assistiu a uma missa, tendo ao lado o senador tucano Tasso Jereissati e lideranças como o ex-governador Lucio Alcântara, ocasião em que houve manifestação de um padre contra uso político de celebrações em campanha. Cid, presente à missa, não esboçou nenhum tipo de manifestação, a não ser a de agradecer, fora da basílica, o apoio recebido do eleitorado à sua reeleição.

No Ceará, Cid trabalha a candidatura da petista Dilma Rousseff.

Bombeiros controlam mais uma queimada no Interior

Um incêndio foi registrado em área situada na localidade de Serieme, a 19 quilômetros da cidade de Paramoti (Sertão de Canindé), nesta tarde de domingo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e isolou todo o local, evitando que o fogo se alastrasse pela região.

Segundo bombeiros, o fogo foi mais provocado pelas altas temperatura desta época do ano ou mesmo ponta de cigarro.

Acidente na Ibiapaba envolve atletas de time de futebol e deixa dois mortos

“Um acidente envolvendo um caminhão e um veículo Corsa teve como consequência a morte de duas pessoas, na tarde deste domingo (17). A colisão ocorreu por volta das 14h30min na CE-187, km 169, entre os municípios de São Benedito e Ubajara (Regão da Ibiapaba).

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o caminhão levava um time de futebol do interior do Estado (ainda não identificado), mas acabou colidindo com o carro. Ainda segundo a PRE, outras pessoas ficaram feridas e o atendimento é lento, já que o local é de difícil acesso.”

(Jangadeiro Online)

Por que Lúcio aderiu a Serra quando era dilmista?

275 11

Eis artigo que o publicitário e poeta Ricardo Alcântara manda para o Blog, neste domingo. Intitulado “Piro não fica”, ele aborda o porquê do ex-governador Lúcio Alcãntara, que disputou e perdeu o Governo pelo PR, decidiu marchar com Serra neste segundo turno. 

Lúcio Alcântara disputou contra Cid Gomes a sucessão estadual, embora seus partidos integrem a base do governo Lula que, diante do impasse, estabeleceu compromisso de não manifestar apoio em casos como este.
 
Cumprir acordos em prejuízo próprio não é o forte dos nossos políticos. Como o apoio do governador à sua candidata presidencial era mais forte e havia, ainda, um débito com Ciro Gomes, Lula cedeu e declarou apoio a Cid.
 
Calado, Lúcio engoliu a humilhação e se manteve abraçado à imagem de um santo que lhe recusava a obra de seus milagres, mas não rompeu quando ainda eram grandes as chances de que Dilma fosse eleita no primeiro turno.
 
Com o segundo turno, Lúcio decidiu dar o troco: revogando os argumentos em defesa de sua opção inicial, declarou apoio a José Serra e tudo que se possa pensar como a dignidade da Política desceu pelo ralo sem exalar odor.
 
Não há nada no episódio de que possa a cidadania se valer. É emblemático, um retrato sem retoques do estado de indigência alcançado pela vida partidária no país. A culpa não é de fulano. A nossa democracia é isso aí.
 
Assim já era, antes de Lula, que nada fez para mudar as bizarrias de que se nutre o ressentimento popular que fez campeão de votos a um palhaço. Você pode não gostar, mas Tiririca tem razão: com ele, pior não fica.
 
Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta

Marcos Cals lamenta posicionamento político de celebrante em Canindé

729 40

“É lamentável que esses procedimentos aconteçam em eventos religiosos da importância das romarias do Santuário de Canindé, diante de milhares romeiros e de visitantes de todas as partes do Brasil. É lamentável, repito, que a fé cristã sirva de motivação para outros objetivos que não sejam o da verdadeira religiosidade do povo nordestino”, afirmou, nesta noite de sáabdo, o deputado estadual Marcos Cals (PSDB), ao falar para setores da imprensa, após chegar de Canindé (120 km de Fortaleza), onde acompanhou a visita do presidenciável José Serra (PSDB). Para ele, os fatos acontecidos após a celebração de Missa foram resultados ” da postura política do celebrante”.
 
Durante vários momentos da celebração, o padre – que não teve seu nome revelado pela Secretaria Paroquial, fez críticas à presença de políticos, chegando, até, a reclamar do trabalho da imprensa e, em especial, de cinegrafistas e fotógrafos. O padre ainda criticou a divulgação de um panfleto com críticas à candidata petista à presidência da República, Dilma Rousseff, alertanto que “a Igreja não comuga com esse pensamento”.

Sobre esse material, Marcos Cals garantiu que, em nenhum momento, foi elaborado pelo PSDB e assegurou que o próprio Serra havia criticado tal divulgação.
 
DETALHE – O administrador da paróquia, Frei Hamilton, estava escalado para celebrar a missa das 16 horas, mas foi substituído minutos antes do seu início.
 
DETALHE  2 – Durante todo o dia, manifestantes do PT, com bandeiras e carros de som, circularam nas proximidades da basílica de Canindé, permanecendo até a saída de José Serra do local, informaram alguns moradores da área.

Padre Reginaldo Manzotti dará coletiva dia 21

O Padre Reginaldo Manzotti, que fará show em Fortaleza dia 23, ocasião em que, no aterro da Praia de Iracema, gravará DVD ao vivo, dará coletiva para a imprensa dia 21, às 14h30min, no Hotel Sonata.

Jornalistas e comunicadores de jornais, internet, rádio e TV poderão confirmar sua presença para a coletiva que terá uma hora de duração. Os participantes deverão chegar com uma hora de antecedência para o credenciamento.

Nessa ocasião, segundo a assessoria de imprensa do evento, o Padre Reginaldo dará detalhes sobre a gravação e falará sobre os artistas convidados.

Serra é criticado por padre em Canindé

1837 23

“Muita confusão durante a missa que José Serra (PSDB) acompanhou em Canindé (120 km de Fortaleza), neste sábado.

O repórter Ítalo Coriolano (O POVO) informou que, durante a missa, o padre Francisco mostrou panfleto com ataques da campanha de Serra a Dilma Rousseff (PT) e criticou a postura. Instaurou-se, então,  uma enorme confusão.

Tasso Jereissati (PSDB) foi tomar satisfações com o padre, a quem chamou de petista.”

Logo no começo da missa, o padre Francisco, que celebrava a cerimônia, começou a se queixar. Disse que quem estava lá para causar tumulto se retirasse, porque o povo lá estava para ouvir São Francisco, e não políticos.

Serra e Tasso estavam na plateia, em local de destaque.

Já no fim da missa, o padre mostrou panfleto de Serra com críticas a Dilma em temas relativos a religiosidade. E disse que ninguém podia falar em nome da Igreja e que aquela não era a posição da Igreja.

Tasso, que estava na frente, não se conteve e partiu para cima do padre, chamando-o de petista. Foi contido por assessora e por sua mulher, dona Renata.

Do lado de fora, manifestantes tucanos e petistas se enfrentaram.

(Com Blog Política)