Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Chacina de Messejana – O tempo passa, o tempo voa e dois acusados continuam foragidos

Pois é, 2017 vai acabar e o Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) ainda não conseguiu prender dois dos oito acusados da morte da travesti Dandara dos Santos.

Nem das diversas chacinas como a do Porto das Dunas.

(Foto – Mariana Parente)

Como saber se o candidato é ou não é corrupto?

Com o título “Eleições 2018: renovação ou continuação”, eis artigo do professor  Dimas de Castro e Silva, da Universidade Federal do Cariri. “O povo indignado assiste ao espetáculo, passivo, aguardando a hora de “trocar o time”. Mas será desta vez que acabaremos com a corrupção no Brasil?”, eis o que ele expõe para reflexões. Confira: 

Daqui a 10 meses, no dia 7 de outubro de 2018, o eleitor brasileiro votará em primeiro turno para escolher o seu novo presidente, governadores, senadores e deputados estaduais e federais. No momento atual, de caça aos políticos corruptos, e de seus pares, investigados negociam cargos, emendas e todo tipo de favor para escapar da cadeia certa. O povo indignado assiste ao espetáculo, passivo, aguardando a hora de “trocar o time”. Mas será desta vez que acabaremos com a corrupção no Brasil? Há tempo para a chegada de uma nova safra de políticos, honestos e competentes? Como saber se o candidato é ou não é corrupto?

Como sempre, parte dos candidatos será representante de oligarquias locais que, eleição após eleição, perpetuam-se no poder. Já a dita “nova safra” de nova não tem nada! Na política, como em qualquer ramo de negócio, só avança quem tem capital para investir em campanhas de custos astronômicos. Dinheiro não cai do céu e quem não tem capital próprio vende a alma a seus financiadores, que, com vultosas doações de campanha, cobram que seus interesses sejam bem defendidos por suas marionetes.

Candidatos limpos, que não representam grupos empresarias ou legislam em causa própria, nem são membros de quadrilhas partidárias, seriam uma raça mutante, super-heróis que habitam na “sala da justiça” de nossa imaginação. Quem deixaria uma carreira de sucesso no setor privado ou uma carreira estável no setor público, abdicando do convívio da família e dos amigos, para candidatar-se a um cargo público no Brasil de hoje? A motivação para a vida pública já parece algo incompreensível, injustificável e inalcançável.

Resta ao povo a dura escolha solitária de um candidato que o represente. Anos de destrabalho na saúde, na segurança, no transporte e principalmente na educação trouxeram o atraso cultural, moral e intelectual de toda uma nação. Nossos valores foram sendo destruídos, pouco a pouco. O que nos resta agora é a triste escolha entre o ruim e o menos ruim, o que rouba e o que roubará menos. Meu negativismo talvez pareça exagerado e formador de um texto sem saída, mas as verdades, mesmo que minhas, são sempre duras para quem não quer ouvi-las.

Que renovação, que nada. Ver gente condenada podendo se candidatar e ser eleito? A política brasileira virou uma esculhambação! Humilhante e perturbador é ver tantos ladrões se perpetuando no comando de nossos destinos sabendo que, pelo nosso voto, irão ganhar pelo menos mais quatro anos de lambuja.

*Dimas de Castro e Silva Neto

dimas_de_castro@hotmail.com

Professor Adjunto da Universidade Federal do Cariri; doutorando na Universidade de Aveiro.

Centro das Rendeiras da Prainha será entregue nesta quinta-feira

O governador Camilo Santana e a primeira-dama estadual Onélia Santana inauguram, às 18 horas desta quinta-feira (21), o Centro de Rendeiras Luíza Távora, na Prainha, em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza). Segundo a assessoria de imprensa do Palácio da Abolição, o equipamento foi resultado de um investimento da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) na ordem de R$ 1.680.000,00. O equipamento possui 38 boxes.

Na inauguração, será realizado um desfile com roupas produzidas pelas rendeiras do Centro. Elas trabalham tradicionalmente com a renda de bilro, mas os cearenses e turistas também vão encontrar produtos com renda filé, bordado à mão, bordado ponto cruz e labirinto.”O Centro de Rendeiras da Prainha estará em pleno funcionamento na inauguração. Convido cearenses e turistas para que participem desse momento tão importante para os nossos artesãos e aproveitem a oportunidade para adquirir o legítimo artesanato cearense”, afirma a primeira-dama Onélia.

O processo de implementação do Centro de Rendeiras recebeu assessoria do Governo do Ceará, por meio da Central de Artesanato do Ceará (Ceart) tanto para revisão de regimento e regulamento como para melhoria da qualidade da produção artesanal com foco no Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses). O projeto do Centro de Rendeiras da Prainha é dos arquitetos Antenor Coelho e Rafaele Cavalcante. Em parceria com a Prefeitura de Aquiraz, o Centro das Rendeiras também vai dispor de balcão de informações turísticas.

(Foto – Divulgação)

Sindiônibus entrega, em clima natalino, 200 kg de alimentos para Orfanato Cristo Rei

Mais de 200 quilos de alimentos foram arrecadados na campanha “Faça a Diferença com Solidariedade” e entregues ao Orfanato Cristo Rei, na noite da última segunda-feira.

A iniciativa do Sindiônibus e do Criarht (grupo de profissionais de RH das empresas de ônibus) contou com o apoio do ônibus iluminado da Empresa Vitória.

Na ocasião, as crianças do abrigo aproveitaram para dar um passeio no ônibus todo decorado e dirigido por um motorista bem especial: o Papai Noel.

(Foto – Divulgação)

Que venha 2018! Sem saudades de 2017

Com o título “2018 – Desafio de dias melhores”, eis artigo do empresário Roberto Macêdo, ex-presidente da Fiec e conselheiro da CNI. A torcida é para que no ano novo nada fique do status quo deste 2017. Confira:

Chegamos ao final de um ano difícil, sob muitos aspectos: social, político, econômico e jurídico. Temos obrigação de não admitirmos que no ano novo de 2018 seja mantido o status quo, como consequência da letargia pela qual a sociedade está possuída.

São vários problemas por que passamos e que ainda se encontram sem solução, decorrentes dos interesses individualistas da maioria que faz o legislativo nacional, em detrimento do que é essencial para a gestão do País e as necessidades da sociedade.

Um país já quebrado teve que passar por situações constrangedoras, demonstradas nas votações havidas e não havidas. As que ocorreram foram sob condição da compra descarada de votos de deputados/senadores pelo Executivo, por moedas diversas e valores escandalosos.

Nosso Judiciário também demonstrou surpreendentemente sua vulnerabilidade ao se omitir sobre a Lei da Impunidade, devolvendo para o Congresso a alçada da decisão, ou seja, deixando na mão da raposa os destinos do galinheiro.

Diante dessas considerações, espero no próximo ano – que também se apresenta como difícil – podermos estar imbuídos de um espírito de insatisfação ativa com tudo o que vem acontecendo de ruim no nosso País. Quero deixar claro que essa insatisfação não significa extremismos e intolerância.

Vamos externar nosso descontentamento por meio de manifestações públicas, já desde o início do ano que chega, colocando-nos claramente em favor do que é melhor para o conjunto da sociedade brasileira. Assim, defendo que a Reforma da Previdência seja aprovada, que a Lei da Impunidade seja revista e aplicada com todo rigor, que o sistema de ensino e de saúde sejam priorizados no seu pleno funcionamento, e que os fichas sujas sejam banidos pelo voto nas próximas eleições.

A gravidade da situação exige que cada um de nós fique atento para não ser sugestionado pelos discursos populistas, muito comuns em períodos eleitorais, e pelas fake news, essa avalanche de notícias falsas que nos chegam a todo instante pelos mais variados canais de comunicação, sempre instigando ódios e abusando da boa-fé das pessoas.

Não será fácil identificarmos os candidatos que merecerão o nosso voto. No entanto, devemos estar em alerta e procurar o máximo de informações sobre pessoas do nosso conhecimento para termos certeza de quem é realmente ficha limpa a fim de assegurar a necessária renovação das casas legislativas: Assembleias Estaduais, Câmara Federal e Senado.

Depende de nós esse esforço para vivermos um 2018 mais confiante em dias melhores. Aproveito o espírito natalino para lembrar “que o aniversariante não passou por chaminé para te dar presentes… passou pela cruz para te dar salvação”.

*Roberto Macêdo

roberto@pmacedo.com.br

Empresário.

Camilo e Eunício em clima de selfie com o eleitorado de Canindé

Camilo puxou os cliques.

O governador Camilo Santana (PT) e o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB), foram recebidos com festa, nesta manhã de quarta-feira. Foi durante ato de entrega de 495 moradias do Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.

As unidades integram o Residencial Frei Lucas, que beneficiará cerca de duas mil pessoas. O investimento foi de R$ 30,9 milhões.

Eunício e Camilo dividiram o palaque e, mais uma vez, renovaram o discurso de que estão juntinhos pelo bem do Estado do Ceará. Se tal união se transformará em parceria eleitoral…

(Foto – Leitor do Blog em Canindé)

Efeito Fies – Faculdades e a onda das demissões

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quarta-feira:

Começa a surgir uma onda nacional de demissões em faculdades privadas. A Estácio entrou em confronto com a Justiça do Trabalho que, em um primeiro momento, suspendeu a demissão de 1.200 professores. A Umesp, de São Paulo, fechou cursos e demitiu também cerca de 50 professores.

Em Fortaleza, não há precisão sobre o número de demissões, mas há manifestações de alunos de algumas faculdades em protesto contra o afastamento de professores. As explicações para esse movimento são variadas..

A análise feita é de que se trata do efeito de vários fatores, dentre os quais a reforma trabalhista seria um deles. Na avaliação de fontes que preferem não se identificar, há uma adequação da oferta à demanda.

Alguns gestores também acreditam que a instabilidade do Fies teria reduzido o número de matrículas, gerando esse movimento no mercado.

Só Ciro Gomes tem condições de fazer as mudanças que o País exige, diz Leônidas Cristino

Leônidas, sua mulher Lilly, e o presidenciável pedetista.

O deputado federal Leônidas Cristino (PDT) defendeu a necessidade de mudança no país nas eleições gerais de 7 de outubro de 2018 e citou Ciro Gomes, o virtual candidato à presidência do país pelo PDT, como o líder à altura dos desafios da atualidade. O nome tem biografia, no aspecto ético e moral, satisfaz com bagagem de realizações no aspecto técnico e profissional, e tem propostas para tirar o país da crise, disse ele, em pronunciamento na Câmara nesta terça-feira.

“Nome honrado com uma história sem mácula, Ciro Gomes se diferencia no aspecto ético e tem, na moral, um dos alicerces da sua coragem e clareza de visão”, afirmou o parlamentar. Segundo ele, quem primeiro denunciou Eduardo Cunha foi Ciro Gomes; quando deputado federal – e apontou Michel Temer como chefe do esquema, muito antes da operação Lava Jato. “A triste realidade, que resultou na prisão de um, depois veio a ser denunciada com relação ao outro”, relatou.

Leônidas Cristino frisou ainda que, na vida pública, Ciro Gomes respondeu aos desafios de modo competente, está amadurecido no aprendizado do exercício da administração em diversas esferas do poder, e chegou o momento de servir a todos os brasileiros na Presidência. A apresentação do seu nome – acrescentou – significa passar uma página da história da República.

Conforme o deputado, Ciro Gomes conhece a economia com profundidade e os instrumentos de política econômica que pretende usar para equilibrar a capacidade do Estado de investir no bem-estar social. “O Brasil pede um presidente que tenha compromisso com a soberania nacional, que defenda a necessidade de mexer nos privilégios do capital financeiro, que lute pela educação, saúde e pelo desenvolvimento científico e tecnológico do país”, propôs.

O desafio da liderança do Brasil no quadro atual requer pulso e coragem, argumenta Leônidas Cristino. “É preciso firmeza para decidir a direção dos fluxos da riqueza a serviço de um projeto de país com verdadeira inclusão social”, disse ele, ao ressaltar que o candidato faz jus ao legado de luta de Leonel Brizola.

“O Brasil não pode ficar preso exclusivamente ao atendimento dos interesses de uma elite que não tem compromisso com as camadas mais desfavorecidas da população. Basta de governo a serviço de uma elite que historicamente quer vincular o poder à manutenção dos seus privilégios”, finalizou Leônidas Cristino.

(Foto – Balada In)

Centro de Eventos fecha 2017 com faturamento superior a R$ 7,4 milhões

O Centro de Eventos do Ceará captou, neste ano, 55 eventos, que serão realizados em 2018, 2019, 2020. Durante o segundo semestre de 2017, Fortaleza recebeu três grandes congressos nacionais que chegaram a incrementar em até 47% a ocupação da rede hoteleira da cidade. Para 2018, já estão previstas 12 ações importantes, número que deve crescer durante o próximo ano.

Segundo dados da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), neste ano, o CEC recebeu 112 eventos, gerando de R$ 7,74 milhões, resultado 14% maior que o apurado em 2016 (R$ 6,78 milhões). Apesar de terem ocorrido 121 eventos em 2016, número 7,4% maior do que em 2017, neste ano o equipamento recebeu 1,03 milhões de pessoas, público 63% maior que em 2016 (634 mil pessoas).

O presidente da Visite Ceará, Regis Medeiros, destaca que os eventos deste ano foram responsáveis pelo aumento na ocupação dos hotéis da cidade. Segundo ele, os três principais eventos foram o Congresso de Agronomia, de Pediatria e Oftalmologia. “Nessas palestras, houve um importante incremento na rede hoteleira de Fortaleza. O evento de Agronomia aumentou a ocupação em 47%, o de Oftalmologia em 45% e o de Pediatria em 37%”, observa O titular da Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor), Alexandre Pereira, informa que, para 2018, já estão agendados 12 congressos para o CEC. “Com a chegada da Fraport, o turismo vai ter um crescimento muito acima da média do mercado, já em 2018. Em julho, já vamos ter 10 mil turistas internacionais entrando em Fortaleza”, observa.

Entre os eventos já captados para os próximos anos, destacam-se o Congresso Brasileiro de Recursos Genéticos e o Congresso Brasileiro de Psicodrama, em 2018, e o Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica, em 2019.

(O POVO – Rodrigo Aparecido)

DETALHE – O Centro de Eventos do ceará está no pacote de concessões de ativos públicos que o governador Camilo Santana lançou em busca da parceria ou gestão do setor privado.

Escritora Ana Miranda ganha a Ordem do Mérito Cultural

A escritora cearense Ana Miranda recebeu a Ordem do Mérito Cultural, uma das mais importantes honrarias concedidas a artistas e grupos que impactaram a cultura brasileira. A cerimônia aconteceu nessa noite de terça-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília. A honraria foi entregue aos homenageados pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. Neste ano, a premiação privilegiou, segundo o ministro, nomes e iniciativas ligadas à economia criativa e ao empreendedorismo na área cultural.

Além da cearense Ana Miranda, a Ordem do Mérito Cultural foi entregue a outras 31 personalidades e instituições. O humorista e ator Renato Aragão, a cantora e compositora paraense Dona Onete e o CEO do Grupo Omelete, Pierre Mantovani, foram alguns dos agraciados pela homenagem, que prestigia figuras da cultura brasileira desde 1995. As honrarias são divididas em três categorias, em ordem de importância: Grã Cruz, Comendador e Cavaleiro.

Em entrevista ao O POVO, Ana Miranda contou que se sentiu “surpresa” ao saber que receberia a Ordem do Mérito Cultural. Ela recebeu a notícia há aproximadamente dez dias e viajou para Brasília para acompanhar a cerimônia. “É uma grande honra receber”, pontua a escritora.

Não é a primeira vez que uma integrante da família Miranda é homenageada pela Ordem do Mérito Cultural. Marluí Miranda — compositora, cantora, pesquisadora da cultura indígena brasileira e irmã de Ana Miranda — recebeu a mesma honraria durante a gestão presidencial de Fernando Henrique Cardoso. “Agora somos duas irmãs comendadoras”, brinca Ana.

A seleção dos homenageados em 2017 se deu em diversas fases. A primeira delas foi a indicação popular. Por meio do site do Ministério da Cultura (MinC) e das redes sociais, a sociedade civil pôde indicar nomes que mereceriam receber a honraria. Centenas de personalidades foram indicadas e os nomes foram levados, então, para Comissão Técnica da Ordem do Mérito Cultural. A comissão é formada por titulares de diversas secretarias do MinC e decidiu se as personalidades estavam aptas ou não. Depois disso, os nomes que poderiam ser escolhidos foram encaminhados para o Conselho da Ordem do Mérito Cultural, que é formado pelos pelos ministros da Cultura, das Relações Exteriores, da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O conselho fez a seleção final, com os 32 nomes.

Ana Miranda nasceu em Fortaleza, mas cresceu no Rio de Janeiro e em Brasília. Tem mais de 30 livros publicados – incluindo obras como Desmundo, O Peso da Luz e Boca do Inferno. Ela foi também editora da Funarte entre 1977 e 1983.

(O POVO – Repórter Isabel Costa)

Acrísio Sena: Trabalho intermitente é trabalho indecente

119 2

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

O vereador Acrísio Sena (PT) pede espaço para fazer um contraponto à fala do presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), o cearense Honório Pinheiro, que comemora clima em alta no comércio.

“Caro Eliomar de Lima, a euforia com o crescimento das vendas no comércio de Fortaleza acontece após a desfiguração da CLT e a criação do famigerado trabalho intermitente. O cidadão agora pode contratar por hora trabalhada, sem carteira assinada e sem nenhuma garantia trabalhista.

Na Capital, o quadro piora ainda mais com o fim da regulamentação do horário do comércio, possibilitando aos lojistas abrirem 24 horas e na forma como desejar. Aqui temos o menor piso salarial do Nordeste – R$ 1.040,00.

Resta, então, trabalhar por um prato de comida. Os R$ 33,00 de um dia de trabalho representam: R$ 15,00 (almoço no restaurante popular do Sesc), R$ 6,40 (passagem de ônibus) e o restante ele opta por um pastel e caldo de cana. Os direitos trabalhistas e sonho com a aposentadoria tornam-se lendas. A toda essa precarização chamada de trabalho intermitente. Eu chamo de trabalho indecente.”

Que o leitor tire suas conclusões.

Voo da Sogra – TCE julga caso da viagem internacional de Cid Gomes

293 1

 

Após três anos de tramitação, o Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) começou ontem a julgar ação que apura possíveis irregularidades em viagem feita pelo ex-governador Cid Gomes (PDT) ao exterior em julho de 2013. Na época, o próprio Cid admitiu ter incluído agenda particular durante viagem oficial de 15 dias à Europa.

A ação, motivada por denúncia do deputado Heitor Férrer (PSB), apura possibilidade de que recursos estaduais tenham financiado período de “descanso” incluído por Cid na agenda oficial. Na época, o ex-governador afirmou que “parte da agenda foi de eventos oficiais, parte foi particular”, mas destacou que a última ocorreu “sem pagamento”.

“Eu sou de carne e osso e fisicamente preciso, vez por outra, de um descanso”, disse Cid em seu perfil no Twitter. A fala causou forte reação da oposição na Assembleia, com Férrer encaminhando denúncia contra Cid ao TCE.

Na época, a assessoria de imprensa do governo afirmou que a viagem tinha ocorrido para a assinatura de um financiamento de US$ 40 milhões para os 31 municípios de menor IDH do Ceará, junto ao Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), em Roma.

Processo

Iniciando tramitação em março de 2014, a ação foi aceita pela Corte em agosto de 2015 e teve julgamento aberto ontem.

Primeiro a votar, o relator do caso, conselheiro Rholden Queiroz, se posicionou pelo arquivamento da ação sem sequer a citação do ex-governador. Segundo ele, a denúncia apresentada ao TCE é frágil e não existe qualquer irregularidade ou afronta à moralidade na conduta de Cid no caso.

O julgamento, no entanto, foi adiado após a conselheira Soraia Victor pedir tempo para examinar o caso. “Pedi vistas para ter prazo melhor para analisar se há qualquer irregularidade no caso”, disse Soraia.

Em petição apresentada ao processo, o Ministério Público de Contas cobrou que Cid oferecesse sua versão sobre o caso para que o órgão se manifestasse sobre o mérito da denúncia em si. O ex-governador, no entanto, não teria sido notificado pelo TCE.

(O POVO – Repórter Carlos Mazza)

Camilo e Eunício vão entregar conjunto habitacional em Canindé

O governador Camilo Santana (PT) e o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB), vão estar juntinhos de novo, nesta manhã de quarta-feira, no município de Canindé. Ali, vão entregar 495 moradias do Residencial Frei Lucas, do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Esse conjunto habitacional é resultado de um investimento da ordem de R$ 30,9 milhões. As unidades deverão beneficiar 2 mil pessoas.

Mais uma vez Camilo e Eunício dividirão o palanque, por enquanto, numa reaproximação administrativa que, no entanto, segundo aliados de ambos, pode se configurar numa parceria eleitoral em 2018.

(Foto – Fábio Lima)

Fortaleza amanhece com pancadas de chuva

Fortaleza amanhece com tempo nublado nesta quarta-feira. Já foram registradas algumas pancadas de chuva, o que faz motoristas terem cautela.

A Funceme prevê, no entanto, nebulosidade variável com chuvas isoladas na faixa litorânea, no Maciço do Baturité e no Sul do Ceará. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado no decorrer desta quarta-feira.

(Foto – Paulo MOska)

O POVO vence dois prêmios da Prefeitura

Jornalistas do O POVO foram premiados em duas categorias no Prêmio Prefeitura de Fortaleza de Jornalismo, anunciado na noite de ontem. Na disputa entre as produções em jornalismo impresso, o especial Ceará Cidadão recebeu o reconhecimento. Já em fotografia, o repórter fotográfico Fábio Lima venceu a premiação com imagens mostrando a interação de pessoas e grafites espalhados pela Capital.

No impresso, os três cadernos que compuseram o especial foram veiculados entre os dias 28 e 30 de agosto deste ano. A série abordou questões sobre acessibilidade, a importância dos espaços públicos e o sistema penitenciário. A equipe foi composta pelos repórteres Rômulo Costa, Luana Severo e Sara Oliveira. A edição foi de Joelma Leal, com diagramação de Renata Viana. Vídeos e fotografias foram de Aurélio Alves e Júlio Caesar.

“Trouxemos exemplos de todo Estado nesses três segmentos de como as pessoas podem se inspirar e exercer cidadania”, explicou Joelma. Segundo ela, a premiação foi uma forma de reconhecer um trabalho gratificante para a equipe. “Cara história nova e cada personagem que descobrimos e contamos a história trouxeram muita satisfação”, ressaltou.

Fotografia 

Fábio Lima destacou que há anos desenvolve trabalho mostrando o convívio da arte com a Cidade. “Com a polêmica do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), de pintar a cidade de cinza, o caderno Vida & Arte discutiu o assunto e recebi carta branca para sair por Fortaleza mostrando essa interação das pessoas com o grafite”, explicou.

A iniciativa da Prefeitura de Fortaleza busca estimular profissionais, estudantes de jornalismo e veículos de comunicação a abordarem políticas públicas de fomento ao desenvolvimento social.

Ao todo, foram seis categorias premiadas. Além dos profissionais do O POVO, venceram equipes da TV Diário, em telejornalismo, Tribuna Bandnews, em Radiojornalismo, e Tribuna do Ceará, em webjornalismo.

Na categoria universitária, venceu a equipe de alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC), que produziu documentário “Era Madrugada”, especial multimídia sobre a Chacina de Messejana. Nela, Isac de Oliveira, Ana Luiza Soares, Gabriela Vieira, Paulo Cardoso, Nerice Carioca, Lérida Freire, Ingrid Oliveira, Bárbara Barroso, Yngrid Matsunobu e Luan Carvalho.

(O POVO – Repórter Igor Cavalcante)

TRE do Ceará divulga funcionamento durante o recesso do Judiciário

A presidente do TRE, desembargadora Naílde Pinheiro Nogueira.

O Tribunal Regional Eleitoral, por meio de sua assessoria de imprensa, informa: durante o recesso do Judiciário – a partir desta quarta-feira (20) e até 6 de janeiro de 2018, o horário de funcionamento da Central de Atendimento ao Eleitor de Fortaleza, na Praia de Iracema, das unidades do Vapt Vupt de Messejana e de Antônio Bezerra e da Unidade Móvel do TRE, na Cidade das Crianças, permanecerá inalterado: das 8 às 17 horas.

Nos demais postos do TRE instalados nos shopping centers da capital, também não haverá mudança no funcionamento e os eleitores serão atendidos nos seguintes horários, de segunda a sexta-feira:

Shopping Benfica (Térreo – ao lado da Casa do Cidadão): 8 às 17 horas

Shopping RioMar Fortaleza (loja 2152 B, no piso L 2): 10 às 19 horas

Shopping Parangaba (loja 192 do Piso L1): 9 às 18 horas

Shopping Del Paseo (loja 116 do Piso L1): 10 às 19 horas

Shopping RioMar Presidente Kennedy (Piso L2 – Área de Conveniência e Serviço): 10 às 19 horas

Shopping Iguatemi (Loja 55 do Piso L1 – Acesso 04): 10 às 19 horas

North Shopping Jóquei (Lojas 2079/2080 no Piso L2 – Próximo à Alameda de Serviços): 10 às 19 horas.

Já nas zonas eleitorais do Interior do Estado, o atendimento nos cartórios será das 8 às 12 horas, com exceção das zonas que passam por revisão eleitoral e abrangem os municípios de Caucaia, Icó, Boa Viagem, Madalena, Pedra Branca, Paracuru, Jaguaribe, Aurora, Mauriti, Lavras da Mangabeira, Aracoiaba e Cedro, que funcionarão das 8 às 17 horas.

A partir de 8 de janeiro de 2018, os horários de expediente nos cartórios eleitorais do interior do Estado voltarão ao normal, das 8 às 14 horas, sendo mantido o horário de atendimento nos municípios que passam por revisão eleitoral, das 8 às 17 horas.

SERVIÇO

*O  Disque Eleitor – fone 148, funcionará somente das 8 às 12 horas durante o recesso.