Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Trânsito e Defesa Social

Com o título “Trânsito e Defesa Social”, eis artigo de Irapuan Diniz de Aguiar, advogado e professor. No instante em que a imprensa noticia uma reforma administrativa no próximo governo Camilo Santana, ele aproveita para fazer suas ponderações e análises. Confira:

Retomo a abordagem de um tema já tantas vezes focalizado sem, no entanto, haver obtido qualquer ressonância junto aos governantes. Refiro-me a desvinculação do DETRAN da órbita de atuação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, iniciativa tomada ainda no primeiro governo Tasso Jereissati, mas que perdura até hoje. Ora, é inquestionável que o conjunto automóvel-homem constitui-se num dos ícones da sociedade contemporânea. O cotidiano de todos nós é marcado pela presença demorada no trânsito e a maioria dos acontecimentos de nossas vidas está associada ao uso do carro e das vias públicas.

Apesar disso, pela completa ausência de uma visão estratégica específica e homogênea do aparelho de segurança pública e defesa social, o governo cearense insiste em manter seu órgão de trânsito à margem desta importante área da administração pública, com a qual guarda plena identidade e afinidade. Em função desta visão desfocada da realidade, os denominados “governos das mudanças” cometeram este grave equívoco e, a despeito das posteriores reformas administrativas promovidas pelos governos que o sucederam, a descabida desvinculação permanece. Inicialmente o DETRAN passou a integrar a estrutura organizacional da extinta SETECO, após a Secretaria de Infraestrutura, estando hoje vinculada, ao que parece, à Secretaria das Cidades, que, segundo informações da imprensa, retornaria a compor, a partir de janeiro, a Seinfra.

A qualquer dirigente não é dado desconhecer que o DETRAN é um órgão prestador de serviços com atribuições básicas de licenciar veículos, habilitar motoristas e cuidar da educação de trânsito. Sua inclusão, por conseguinte, na estrutura de um órgão incumbido de cuidar da infra-estrutura só pode ocorrer com total desprezo à lei que o instituiu e numa ofensa a mais elementar regra de organização administrativa. No plano federal, o DENATRAN e o CONTRAN, integram, respectivamente, os Ministérios das Cidades e da Justiça, a quem cabem à coordenação das diretrizes estratégicas das vias urbanas e da segurança pública, e não ao Ministério dos Transportes.

A Delegacia Geral da Polícia Civil, por seu turno, dispõe de unidades administrativas com atribuições que guardam correspondência com as atribuições exercidas pelo DETRAN, de que são exemplos a Delegacia de Acidentes de Veículos, a Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (nova sede recentemente inaugurada vizinho a autarquia), o Instituto de Criminalística, incumbido de atender as ocorrências de trânsito das quais resultem vítimas, sem mencionar a própria atuação operacional da Polícia Militar.

Nesta complexa área do governo, o manejo dos cadastros é altamente estratégico em termos de cultura técnica dos policiais e um fértil campo de observação tática, capaz de fundamentar grandes programas de prevenção e repressão a tais delitos. Integrar, pois, a atividade de controle de veículos e condutores à segurança pública, é providência que não deve mais tardar. O assunto merece, por isso mesmo, ser reexaminado pelo atual governo.

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado e professor.

Pão de Açúcar promove evento de vinhos para a clientela

O Pão de Açúcar vai promover um encontro semanal com atendentes de vinhos, treinados pelo enólogo Carlos Cabral, especialista em vinhos e que integra o grupo. O objetivo, segundo a assessoria de imprensa da rede, o objetivo é proporcionar aos clientes experiências relacionadas ao universo da gastronomia e prazer de comer e beber.

O evento, com duração de uma hora, acontecerá no Espaço Café ou nas áreas de vendas de vinhos, semanalmente, sempre às quintas-feiras, a partir das 19 horas. Em Fortaleza, ocorrerão nas lojas Center Um (Shopping Center Um – avenida Santos Dumont, 3130) e São João (Avenida Santos Dumont, 1169) nos dias 15, 22 e 29 deste mês de novembro. A expectativa é expandir os eventos para mais lojas em breve.

Degustação

O bate-papo, que acontece em tom informal, é gratuito e aberto ao público, e inclui degustação de vinhos, curiosidades sobre a bebida, dicas de harmonização e outras informações para os apreciadores de vinhos, como a recomendação de rótulos mais apropriados para cada ocasião. As vagas são limitadas a 20 participantes por encontro.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza será sede do maior evento do setor de energia elétrica do País

210 2

Vem aí o Sendi 2018, o maior evento do setor elétrico do Brasil. Acontecerá no período de 20 a 23 deste mês de novembro, no Centro de Eventos, tendo como objetivo promover a troca de experiências entre as empresas distribuidoras de energia elétrica.

A Enel Distribuição vai ciceronear o encontro, que tem a coordenação do diretor Osvaldo Férrer. A parceria é com a Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee).

Comissão da Assembleia aprova projeto que incentiva adoção de animais em todo o Estado

A deputada estadual Fernanda Pessoa (PSDB) comemora.

O projeto de lei nº 92/2018, de sua autoria, que “Institui o Programa de Incentivo à Adoção de Animais Abandonados no Estado do Ceará”, recebeu, nesta manhã de terça-feira, parecer favorável durante a reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa.

Fernanda Pessoa destaca ser necessário incentivar a adoção para diminuir o número de animais abandonados.

Tem razão a parlamentar. Se em Fortaleza, cães e gatos povoam praças, mesmo com entidades atuando e a Prefeitura circulando com o Vetmovel, o que é um problema, imaginemos o problemão no Interior, onde a cultura da adoção de animais não é difundida.

(Foto – ALCE)

Bolsonaro, um candidato que primou pela superficialidade em seu discurso

120 1

Com o título “Não”, eis artigo de Ricardo Alcântara, escritor e publicitário. “Elegendo Bolsonaro, aquele terço da população disse “não” a tudo isso e, com o desabafo, deu cheque em branco a um candidato que primou pela superficialidade em seu discurso e imprecisão nas suas propostas. Agora, é pagar pra ver”, diz o articulista. Confira:

É comum avaliações de resultados eleitorais definirem seus fatores em dois grupos: Política e Comunicação. Mas não há dicotomia irredutível entre eles: fundamentalmente, política é comunicação (ideia, mensagem, convencimento) e vice-versa, todo ato de expressão conduz valores subjetivos que implicam em uma visão de mundo. Eleito o presidente, muitos já notaram como diferencial de sua campanha o uso intensivo de comunicação digital. Fato. E, como todo fato, precisa ser contextualizado. Foi relevante, sim, como meio, ainda mais considerando sua carência de estrutura (partidos, tempo de televisão e até atividades de rua por força do atentado).

Mas há razões de fundo, mais determinantes. Como outros, eu estava certo ao apontar no início da campanha a parcela de responsabilidade dos candidatos democráticos pelo favoritismo de Bolsonaro quando, em artigo publicado neste espaço, defini como “uma grave omissão” a recusa em compreender o profundo anseio de ordem na sociedade e construir um discurso compatível com tal expectativa, admitindo, enfim, a condição excepcional em que o País se encontrava.

Declarar apoio à Lava Jato e mandar recado para bandido, como alguns fizeram, foi inútil diante do tsunami que já se erguia no horizonte. Nenhum candidato, exceto o vitorioso, deu àquele anseio uma resposta à altura de sua intensidade. Corrupção e criminalidade impulsionaram com tal força o vetor eleitoral que prioridades relacionadas ao quadro econômico foram relegadas a segundo plano.

Tudo isso foi parar numa conta única: a dos profissionais da política, com acento maior numa reação anti-PT, a experiência de poder mais recente e partido que contrariou compromissos éticos que nem de longe soube honrar. Elegendo Bolsonaro, aquele terço da população disse “não” a tudo isso e, com o desabafo, deu cheque em branco a um candidato que primou pela superficialidade em seu discurso e imprecisão nas suas propostas. Agora, é pagar pra ver.

*Ricardo Alcântara

opiniao@opovo.com.br

Escritor e publicitário.

Projeto que cria fitoterápico à base de copaíba é contemplado em edital do CNPq

196 1

A Universidade Federal do Ceará foi uma das seis instituições do País que projeto aprovado no edital de inovação em produtos fitoterápicos lançado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A informação é da assessoria de imprensa da Instituição, adiantando que a iniciativa foi coordenada pelo professor Edilberto Rocha Silveira, do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da UFC.

O projeto tem por objetivo desenvolver um fitoterápico de baixo custo à base de óleo de copaíba, espécie vegetal que apresenta ação anti-inflamatória e cicatrizante, típica das florestas amazônica e mata atlântica, mas também encontrada no Ceará. A ideia é elaborar um produto para utilização em lesões cutâneas, como as escaras, problema recorrente, principalmente, em pacientes com dificuldade de mobilidade física ou idosos de baixa renda, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Outro problema comum no Brasil, detectado sobretudo em pacientes do SUS, são as lesões cutâneas ocasionadas pela desidratação da pele, muito frequentes em pessoas idosas, e os consequentes ferimentos causados pelo hábito de coçar. Somam-se a isso outros tipos de lesões, provocadas por queimaduras, por exemplo.

Multidisciplinar

O projeto aprovado pelo CNPq, que já está em andamento, receberá financiamento do órgão e terá duração de três anos. Na UFC, o trabalho integrado e multidisciplinar envolve o Laboratório de Fitoquímica de Plantas Medicinais (LAFIPLAM) e o Laboratório de Polímeros e Inovação de Materiais de Química, do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica; o Setor de Produção de Medicamentos e Cosméticos do Departamento de Farmácia; e o Departamento de Farmacologia.

O estudo envolve, ainda, pesquisadores do Laboratório Multiusuário de Química de Produtos Naturais da Embrapa e do Departamento de Antibióticos da Universidade Federal de Pernambuco.

(Foto – UFC)

Fórum do Agronegócio Cearense debate a crise hídrica

“O Agronegócio Cearense sob a Óptica do Setor Produtivo” é o tema do primeiro painel do Fórum do Agronegócio Cearense e sua Relação com a Crise Hídrica”. O evento ocorrerá nesta quarta-feira, das 13 às 19 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Estado (Fiec).

Participarão como conferencistas Antônio Albuquerque (Associação Cearense de Criadores de Camarão), Carlos Prado (Itaueira Agropecuária) e Bruno Girão (Betânia Lácteos).

Já os debatedores serão Lucas Leite, da Embrapa, e Flávio Saboya, presidente da Federação da Agricultura do Estado (Faec).

SERVIÇO

*As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em especial.opovo.com.br/forumagronegocio

(Foto – Divulgação)

 

Funceme participa de treinamento no Japão voltado para a previsão e monitoramento de seca agrícola

Pesquisadores da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) participaram, durante 34 dias, de um treinamento no Japão, que teve por objetivo abrir canais para a implementação de um projeto piloto de previsão e monitoramento de seca no Ceará. Será a 1ª vez que um estado usará essa tecnologia no País, informa a assessoria de imprensa do órgão.

Custeado pelo Banco Mundial em parceria com o Centro Internacional de Gerenciamento de Perigos e Riscos da Água (ICHARM, em inglês), o projeto teve início em junho deste ano, com visitas de campo com pesquisadores japoneses. Na ocasião, os cearenses conheceram os sistemas de irrigação privada e pública, culturas e calendários da produção, infraestrutura de recursos hídricos do Ceará, além de apresentação dos sistemas de monitoramento de secas existentes no Estado.

Como segunda fase do projeto, o treinamento, realizado durante o mês de outubro na cidade de Tsukuba, localizada na província de Ibaraki, serviu para apresentar aos pesquisadores da Funceme o modelo numérico de previsão e monitoramento de secas que é utilizado para prever a produção primária fotossintética, a evapotranspiração e que ainda atua como ferramenta de referência para o crescimento das culturas. Este modelo numérico está incorporado ao Sistema de Integração e Análise de Dados (DIAS, em inglês), que agrega dados observados, dados de análises e modelos multidisciplinares.

“Durante o curso, conhecemos a física do sistema de previsão, como ele é estruturado e seu funcionamento. Usando o Índice de Área Foliar (LAI, em inglês) poderemos classificar a severidade da seca dentro de um determinado período, por exemplo. Na Universidade de Tóquio, tivemos acesso ainda ao sistema DIAS, que coleta e armazena dados de satélites integrados com informações geográficas e socioeconômicas, o que será bastante importante no nosso trabalho”, pontuou o hidrólogo e pesquisador da Funceme, Valdenor Nilo de Carvalho Júnior.

O modelo de previsão a ser implementado no Ceará já foi aplicado em outras regiões do mundo, como no norte da África. Como inovação, ele usa imagens de microondas de satélite, isto é, traz mais detalhes de uma área a ser trabalhada. Porém, no Estado, ele terá ainda novidades.

“Inicialmente, o modelo precisa de condições pré-determinadas para começar a rodar. Vamos usar as imagens do satélite para isto e fazer a previsão. O diferencial é que, nas demais regiões já aplicadas, as imagens eram somente de satélite e, aqui, vamos usar informações captadas in loco, como do tipo de solo, irrigação e cultivo. Com estes detalhes, a gente espera ter melhores resultados para realizar o monitoramento e previsão da seca agrícola”, reforça Carvalho.

Piloto no Ceará

No Ceará, o trabalho deve começar pelo Sul do Estado, onde a Funceme já disponibiliza de informações detalhadas sobre os solos e de cultivo, por exemplo. Com o avanço das pesquisas, novas áreas do Estado serão beneficiadas. Os primeiros resultados serão divulgados, exclusivamente de forma interna já em dezembro e, a primeira previsão de forma pública no início de 2019.

“A gente vai conseguir fazer uma previsão que pode ser útil para o agricultor, indo além da previsão de chuvas, pois ela terá informações valiosas para a plantação e cultivo dos alimentos”, finaliza o hidrólogo do órgão estadual.

(Foto – Divulgação)

Praia da Caponga é sede do I Encontro Nacional de Pesca Artesanal da Lagosta

A Praia da Caponga, situada em Cascavel (Litoral Leste), está sendo sede, até esta quarta-feira, do I Encontro Nacional da Pesca Artesanal da Lagosta. Comunidades tradicionais e pescadores artesanais dos estados lagosteiros do Brasil participarão do evento, uma realização do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais (MPP), da Comissão Nacional para o Fortalecimento das Reservas Extrativistas e dos Povos Extrativistas Costeiros Marinhos (CONFREM), Instituto Terramar, Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) e Articulação Nacional das Pescadoras (ANP).

O encontro objetiva socializar informações sobre a situação dessa pesca no Brasil, fortalecer a organização de pescadores e pescadoras para garantir seus direitos enquanto categoria profissional e representantes de comunidades tradicionais de pesca artesanal, informa a a organização. Quer também proporcionar uma atualização sobre a conjuntura da pesca artesanal e das políticas públicas em pauta para esse setor.

Dentre as principais preocupações dos pescadores artesanais de lagosta estão os riscos de serem excluídos da possibilidade de exercer a pesca artesanal e de terem seus trabalhos criminalizados devido a políticas em discussão, tais como: o estabelecimento de sistema de cotas de pesca; o aumento de exigências de regularização (como a redução da quantidade de pontos autorizados de desembarque das pescarias), com vistas à concentrar o controle; o aumento do tamanho e motorização das embarcações para enxugar a frota e manter apenas as embarcações com maior capacidade de captura; a tecnificação das condições de armazenamento e transportação, para garantir a lagosta como produto vivo no mercado internacional.

Para esses grupos, essas medidas tendem a excluir as embarcações à vela, ou seja, de menor porte, prejudicando uma grande quantidade pescadores artesanais e suas famílias, afetando diretamente a vida das comunidades tradicionais de pesca artesanal.

SERVIÇO

*Coordenação Nacional do MPP – (85) 99930-4027.

(Foto – Ilustrativa)

TJ do Ceará e uma gestão técnica em 2019

O desembargador Washington Luís, que assumirá a presidência do Tribunal de Justiça do Ceará no dia 31 de janeiro de 2019, não perde tempo. Além de avaliar bem os nomes para sua equipe, faz um MBA em Gestão.

Ele contará com o apoio da desembargadora Naílde Pinheiro Nogueira como vice-presidente e do desembargador Teodoro Silva Santos como corregedor-geral da justiça.

Receita Federal promove seminário de inovação em Fortaleza

O Seminário de Inovação Receita Federal do Brasil: 50 anos inovando reunirá, a partir das 14 horas desta terça e até quarta-feira, os maiores especialistas da Receita Federal no uso da inteligência artificial, do Big Data e no desenvolvimento e emprego de soluções de TI (tecnologia da informação). O evento também abordará diversos campos de atuação do fisco como a seleção de cargas do comércio exterior, por análise de risco, a decisão e julgamentos automatizados de processos e recursos dos contribuintes e análise dos balanços e demonstrações contábeis das empresas.

Durante o encontro, haverá o lançamento da rede Inovafisco voltada para colaboração em inovação entre os fiscos federal, estadual (Sefaz/CE) e municipal (Sefin-Fortaleza).

N programação, que acontecerá no auditório do prédio da Receita (Rua Barão de Aracati, 909), consta ainda o painel “Inovação: passado, presente e futuro”, a realizar-se nesta tarde de terça, e é aberto ao público. O objetivo é traçar a trajetória do imposto de renda, desde os primeiros formulários, em papel, até o Brasil tornar-se o primeiro país do mundo a receber somente declarações eletrônicas dos contribuintes.

Os dois superintendentes da Receita Federal nos estados do Ceará, Piauí, Maranhão (3ª Região) e Minas Gerais (6ª Região) apresentarão as inovações em curso nas diversas áreas. Os Laboratórios de Inovação da 3ª Região e 8ª Região (São Paulo) serão também apresentados durante o encontro.

Equilibrista 2018 – Mercadinhos São Luiz, a Empresa Padrão 2018

Severino Ramalho Neto, controlador de Mercadinhos São Luiz.

A rede de supermercados Mercadinhos São Luiz, empresa cearense com mais de 40 anos no mercado e que tem como diretor Severino Ramalho Neto, foi eleita Empresa Padrão 2018, no Prêmio Equilibrista, promovido pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef/CE). A 8ª edição do Prêmio acontecerá nesta terça-feira, às 19 horas , no Hotel Gran Marquise.

Para Severino Ramalho Neto, a escolha dos Mercadinhos São Luiz como Empresa Padrão de 2018 é motivo de muita alegria para todos que fazem parte da empresa. “Ficamos muito felizes pelo reconhecimento por razões que incluem a forma de escolha feita pela votação, que nos fez entrar no hall de ganhadores dos anos anteriores, de empresas de enorme referência no Ceará e que muito nos inspiram, e pelos critérios analisados, como a prática de gestão e a contribuição para o estado”, afirma.

Há 43 anos fazendo parte dos Mercadinhos São Luiz, Severino Neto tornou-se sócio da empresa juntamente com seu tio, João Melo, no final da década dos anos 1980. Após o falecimento do tio, em 2008, passou a dividir a direção do grupo com seu irmão, Luiz Fernando Melo Ramalho. “Nossa trajetória iniciou em 1926, no centro da cidade, com meu avô Luiz Melo e sua Casa São Luiz. Era um típico armazém de ‘Secos e Molhados’. “A grande mudança se deu em 1972, já com meu tio João Melo no comando da empresa. Foi ele quem decidiu mudar o ramo do negócio e partir para o varejo. Aí foi criado o primeiro Mercadinho São Luiz e, com o tempo, o plano de expansão que nos levou até os dias de hoje”, relembra.

De acordo com o diretor dos Mercadinhos São Luiz, prêmios como o Empresa Padrão, promovido pelo Ibef Ceará, valorizam o empreendedorismo com o profissionalismo e a sustentabilidade. “Ela (premiação) valoriza algo que o cearense tem de sobra, que é o espírito empreendedor, junto com a organização necessária para fazer esse empreendedorismo ter sustentação e sustentabilidade, que são as práticas financeiras e de gestão”, ressalta.

Olho no cliente

Quando perguntado sobre o diferencial da empresa, que está há tantos anos no mercado e se destaca no ramo de supermercados, Severino é enfático em responder. “O mérito de conseguir fazer, de retomar, de voltar a conquistar esse mercado veio da proximidade com o cliente. Buscamos oferecer o menor preço, com o máximo de serviço”, destaca.

Novas lojas

A previsão de Severino Neto para os Mercadinhos São Luiz para 2019 é que apesar do momento de desafios econômicos, a rede de supermercados continue a se expandir. “Estamos em pleno processo de expansão, que vai continuar no ano que vem, com a abertura de novas lojas e novos serviços, promovendo cada vez mais atender ao que os nossos clientes buscam, com qualidade, praticidade, tecnologia e principalmente muita felicidade em servir. Nossa previsão é abertura de até quatro novas lojas ainda neste ano e já temos mais três ou quatro programadas para abrir ano que vem”, disse.

DETALHE – Severino foi presidente da Associação Cearense de Supermercados (ACESU) entre os anos de 2013 e 2014. Em 2014, foi eleito presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL Fortaleza) para biênio 2015-2017.

DETALHE 2 – Atualmente, além de diretor dos Mercadinhos São Luiz, Severino Ramalho Neto é diretor da Câmera dos Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL); diretor da Federação da Câmera dos Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL-CE); conselheiro fiscal da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS); e delegado da Associação Cearense de Supermercados (ACESU).

(Foto – Thiago Rodrigues)

Ceará vai assinar acordo de cooperação com a Catalunha

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

O tour do governador Camilo Santana (PT) pela Europa tem gerado bons acordos comerciais. Depois da apresentação do Ceará para 200 empresários holandeses, na França houve encontro com o embaixador brasileiro, Paulo César de Oliveira Campos. Na conversa sobre projetos para o Ceará, entrou na pauta a instalação de uma unidade do Instituto Pasteur no Polo de Saúde do Eusébio.

A ideia passa pela ampliação das oportunidades para garantir desenvolvimento em várias frentes. A área saúde é estratégica e terá também o suporte da “declaração de intenções” com o Governo Geral da Catalunha.

O acordo, que será assinado hoje em Barcelona, pretende garantir a colaboração para a promoção das relações comerciais; investimentos bilaterais; intercâmbio de conhecimento; boas práticas; e inovação tecnológica.

A agenda foi montada para ampliar as relações internacionais, atraindo investimentos que vão da saúde ao turismo. Depois de Barcelona, o foco será Madri, onde haverá encontro com a direção da Air Europa.

A assinatura do acordo com o Governo Geral da Catalunha ocorrerá durante a oitava edição do evento Smart City Expo World Congress, em Barcelona.

O esforço é para criar um modelo de economia baseado no conhecimento, através da implantação de dois distritos de inovação em saúde. O projeto é pioneiro na América Latina.

O “efeito cascata” do reajuste dos ministros do STF no Ceará

120 1

Maia Júnior teme mais arrocho nas contas do Estado, hoje em equilíbrio.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta terça-feira:

Se o presidente Michel Temer (MDB) não vetar o reajuste de 16,38% dos ministros do STF, o chamado “efeito cascata” dessa medida vai deixar muitos Estados em situação de caos.

No Ceará, que vive situação de equilíbrio fiscal, há preocupação. A Secretaria do Planejamento e a Secretaria da Fazenda já estão estudando e projetando possíveis impactos financeiros. Isso porque o reajuste alcança mais do que juízes e desembargadores.

O presidente da Associação Cearense dos Magistrados, Ricardo Alexandre, diz que, no âmbito do Judiciário, o impacto não seria tão pesado. “Somos uns 432 juízes que percebem média salarial de R$ 26 mil e, com o reajuste, iríamos para cerca de R$ 30 mil mensais”.

O presidente da ACM, Ricardo Alexandre, diz que não haverá muito impacto.

Mas, de acordo com o secretário Maia Júnior, o chamado “efeito cascata” não acaba na esfera do Judiciário. Na lista de beneficiados, entrariam também procuradores de justiça, defensores públicos, procuradores do Estado, auditores e até delegados. “Quanto às medidas, estamos estudando e aguardando o governador Camilo Santana decidir o que vai fazer”, diz para a coluna o titular da Seplag.

Há pressões para que Temer vete.

(Fotos – Divulgação)

Transposição do São Francisco – Chegada das águas ao Ceará é adiada mais uma vez

O vazamento em um dique na última estação de bombeamento do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf) – o EBI 3 – adiou em mais um semestre a chegada das águas ao Ceará. Após a intercorrência, a estação foi esvaziada e estudos estão sendo feitos para resolver a situação. Entretanto, a previsão do Ministério da Integração Nacional (MI), é de que entre janeiro e fevereiro do próximo ano o bombeamento seja retomado.

Dessa forma, apesar de ainda sujeito a alterações, o prognóstico é de que as águas do São Francisco cheguem no fim do primeiro semestre de 2019 ao reservatório de Jati (Cariri), o primeiro no Ceará. As informações foram divulgadas em reunião da Câmara Temática Água e Desenvolvimento (CT Água), ontem. O encontro, que contou com participação de representantes do MI e da Agência Nacional das Águas (ANA), foi realizado na Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece).

Esse é, pelo menos, o quarto adiamento do prazo para a chegada das águas da transposição no Estado. A primeira previsão, ainda em 2017, era para fevereiro deste ano. Em março, o MI anunciou mudança da data para o fim do primeiro semestre de 2018, posteriormente ampliada para agosto. Como O POVO publicou em setembro, a última previsão era para o fim do ano. À época, o Governo do Estado solicitou ao Governo Federal aporte complementar de R$ 100 milhões para conclusão do eixo principal do Cinturão das Águas do Ceará (CAC).

A EBI 3 foi acionada em junho deste ano. A estação faz o bombeamento da água do reservatório de Mangueiras (em Salgueiro-PE), do qual segue por meio da gravidade por Negreiros (também em Salgueiro) e Milagres (Penaforte) até chegar em Jati. Assim que a estação prosseguir com o bombeamento, é preciso esperar que os reservatórios encham até o abastecimento chegar ao Ceará.

Aqui, é necessário que o Jati encha até o mínimo operacional para liberar vazão para o Cinturão das Águas. Durante a apresentação da situação do Pisf à CT Água, Mariana Prado Franceschi de Andrade, analista de infraestrutura do MI, frisou que, como ainda não foi encontrada solução definitiva para o vazamento do dique, a previsão de chegada das águas ao Estado para o fim do próximo semestre ainda pode ser alterada.

Conforme Francisco Viana, secretário da CT Água e representante da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), o adiamento acarreta perda de água na primeira transferência. “Lamentamos profundamente porque o primeiro semestre é ideal para transferir água para o Castanhão porque as perdas diminuem muito mais. A nossa ideia é importar essa água para o Castanhão no primeiro semestre, que é quando você tem água natural do rio”.

A situação requer, de acordo com Viana, que o compromisso com medidas complementares continue. “Estamos trabalhando com essa perspectiva de recarga de água no ano que vem. Evidentemente, medidas complementares têm de acontecer. Racionalização do uso e limitação da água de irrigação ainda mais. Tudo isso vai depender também da chuva do ano que vem. Temos indicações, mas não há ainda uma previsão. A gente tem de sempre trabalhar no cenário mais desfavorável para ter mais segurança. Otimizar o uso do abastecimento e indústria”, frisa.

(O POVO – Repórter Ana Rute Ramires/Foto – Mateus Dantas)

Acidente no Beach Park – Laudo da perícia confirma que houve excesso de peso

194 1

“Excesso de peso” e “distribuição irregular dos participantes” na boia. Eis a causa do acidente que matou o radialista José Hilário Silva num brinquedo do Complexo Turístico Beach Park, no dia 16 de julho último. A informação é do Portal G1.

A conclusão é de um laudo da perícia da Coordenadoria de Perícia Criminal, da Secretaria da Segurança Pública do Ceará. Nessa boia, haviam quatro pessoas, que desciam do brinquedo Vainkará, que estreava como uma das atrações do parque.

O laudo foi concluído no dia 29 de setembro e o brinquedo continua interditado por tempo indeterminado e fora das opções de diversão do Beach Park.

(Foto – O POVO)

Camilo se reúne em Paris com a Air France/KLM

O governador Camilo Santana se reuniu nesta segunda-feira (12), em Paris, na França, com a presidente mundial do Conselho Administrativo da Air France/KLM, Anne-Marie Courdec. Durante o encontro, a empresa comemorou os resultados do HUB aéreo em Fortaleza – está com 95% de ocupação da classe econômica – e já avalia lançar novas frequências de voos diretos de Fortaleza para Paris e Amsterdã, além das cinco em operação e outras duas já anunciadas para este mês e abril/19.

“Fizemos um balanço do projeto e eles estão muito satisfeitos e otimistas. A ocupação da classe econômica chega a 95% em média. A partir desse mês teremos mais um voo semanal da Air France e, em abril, outro da KLM, passando a ser frequências diárias; isso com apenas seis meses de projeto. E já avaliam ampliar as frequências. Coloquei o Governo do Estado à disposição para fazermos desse projeto um case de sucesso e conectar o Ceará com o mundo”, afirmou o governador.

A reunião contou ainda com a participação dos vice-presidentes da Air France/KLM, Patrick Alexandre, Henri Hourcade e Patrick Roux. “A consolidação do HUB aéreo significa mais turistas, mais frequência em hotéis, novos postos de trabalho e empregos qualificados, o que movimenta a economia do estado, com a atração de novas empresas. Por isso, estamos investindo na capacitação e qualificação de mão-de-obra, com as escolas de Gastronomia e Hotelaria, o Centro Cearense de Idiomas e as escolas profissionalizantes”, citou Camilo Santana, que ressaltou a importância da trinca de Hubs para o estado – Aéreo, Portuário e Tecnológico.

O governador também reforçou o crescimento das exportações no estado com a consolidação do HUB aéreo e a importância da parceria com o Porto de Roterdã, que será fundamental para a ampliação do HUB aéreo e a captação de novos negócios para o Ceará.

Também nesta segunda-feira, na França, o governador Camilo Santana participou de agenda em um dos maiores centros de startups do mundo, o Station F – projeto inovador de desenvolvimento tecnológico que reúne quase mil startups em um único ambiente.

“Aqui temos o que há de mais moderno e eficiente num novo ecossistema de negócios. Nossa ideia é incentivar, cada vez mais, projetos que estimulem a inovação e a tecnologia no Ceará, em parceria com a iniciativa privada”, citou o governador, que estava acompanhado do presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, e dos secretários César Ribeiro (Desenvolvimento Econômico) e Élcio Batista (Chefia de Gabinete).

A comitiva cearense foi recebida pelo chefe de inovação da Station F, Axel Gunaltun, que apresentou as instalações do centro de negócios francês. Com 34 mil metros quadrados, o Station F oferece espaço para cerca de 3 mil empreendedores trabalharem em seus projetos e 26 programas de aceleração liderados por grandes corporações, além de locais para a realização de eventos, entre outros recursos disponíveis aos empreendedores.

Em sua terceira agenda do dia na França, o governador Camilo Santana se reuniu com o embaixador do Brasil no país, Paulo César de Oliveira Campos. “Conversamos, entre outros assuntos, sobre a instalação de uma unidade do Instituto Pasteur no Polo de Saúde do Eusébio. Nossa ideia é ampliar cada vez mais as oportunidades e, com isso, garantir mais desenvolvimento para o Ceará”, disse Camilo Santana.

Na última sexta-feira (9), em Roterdã, na Holanda, o governador do Ceará realizou uma apresentação sobre as potencialidades do Ceará e as oportunidades de novos negócios no estado a um grupo de empresários europeus. Em seguida, participou de encontro com o CFO do Porto de Roterdã, Paul Smits; com o representante do Governo Municipal de Roterdã, Adriaan Visser; e com a embaixadora do Brasil nos Países Baixos, Regina Maria Cordeiro Dunlop, em evento que marcou a celebração da parceria com Porto do Pecém.

(Governo do Ceará / Foto: Divulgação)

Uece na expectativa de iniciar 2019 com concurso público

170 1

A Universidade Estadual do Ceará vai oferecer, a partir de 2019, dois cursos novos: História, em sua faculdade em Crateús, no primeiro semestre; e Terapia Ocupacional, no Centro de Ciências da Saúde, no Campus do Itaperi, no segundo semestre.

A informação é do reitor Jackson Sampaio, adiantando estar na expectativa de que o novo Governo Camilo Santana lance, no começo do ano, edital de concurso público para preenchimento de 150 vagas de professor e para servidores, este com número de vagas ainda em acerto.