Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

UniCesumar desembarca em Fortaleza

Inaugurada em Fortaleza uma unidade do Centro Universitário Unicesumar, que tem sede no Paraná. Opera na avenida Washington Soares, 3636. A instituição trabalha com ensino a distância (EAD), oferecendo cursos dos mais variados.

O investimento é da ordem de R$ 1,6 milhões na Capital para abertura da unidade. Estão previstas ainda duas novas unidades em Fortaleza e em outras cidades do Interior.

Livro questiona a política de reciclagem do lixo

David Moreno, sociólogo e professor do IFCE, lançará nesta quinta-feira, 23, às 18 horas, na Biblioteca Lívio Xavier, na sede do PSOL, o livro “Fios Invisíveis da Espoliação: Trabalhadores do Lixo e os limites da precariedade do trabalho”. Durante o lançamento haverá uma conversa e uma sessão de autógrafos com o autor, que, nesse trabalho, põe em xeque a visão da indústria da reciclagem como “politicamente correta”, dotada de “responsabilidade social e ambiental”.

O autor é cientista social e doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC), professor de Sociologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) – Campus Fortaleza, membro-fundador do Centro de Estudos do Trabalho e Ontologia do Ser Social (Cetros) e membro do Laboratório de Estudos da Violência (LEV-UFC), em que pesquisa formas contemporâneas da violência de Estado, movimentos sociais e direito à resistência.

SERVIÇO

*PSOL – Avenida Imperador, 1397, Centro.

Prefeito Roberto Cláudio sanciona a Lei do Silêncio

332 1

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), sancionou, na manhã desta quarta-feira, no Paço Municipal, a nova Lei do Silêncio, resultado amplo debate com diversos setores envolvidos com a temática e após aprovada em redação final. A nova Lei do Silêncio foi fruto da Comissão Especial Vida e Arte, instalada no dia 26 de julho pelo presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT).

Presidida pelo vereador Dr. Eron (PP) e com relatoria do vereador Michel Lins (PPS), o colegiado ouviu diversos setores da área pública e da sociedade, tais como Agefis, Seuma, Ministério Público, Sindicato dos Músicos, Abrasel, Ordem dos Músicos do Brasil, representantes das empresas promotoras de eventos e das casas de shows, dentre outros.

Falando no ato, o prefeito Roberto Cláudio ressaltou a importância dessa lei ter sido construída a várias mãos: “Quando uma lei nasce do anseio da população e é encampada por um coletivo, reunindo várias comissões, vereadores, entidades públicas e a sociedade civil organizada, torna-se o que há de melhor na legislação. As melhores leis nascem assim”.

Já o presidente da Comissão Vida e Arte, vereador Dr. Eron (PP), afirmou: “Estou muito feliz por ter participado da construção dessa lei, é um ganho para toda a cidade”. O relator Michel Lins (PPS) observou que todos ganham com essa revisão legal: “Temos que olhar para a música não só como diversão e cultura, mas também como desenvolvimento econômico para a cidade de Fortaleza e para nosso turismo em geral”.

DETALHE – Durante o evento, o pequeno Miguel, de apenas sete anos, filho do Vereador Michel Lins, tocou bateria, recebendo elogios dos presentes por sua performance musical.

(Foto – Divulgação)

Mariana Lobo ganha aval da Assembleia para comandar a Defensoria Pública do Estado

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), da Assembleia Legislativa, aprovou, em reunião extraordinária, a indicação do governador do Estado, Camilo Santana, para a continuidade de Mariana Lobo como defensora-pública geral do Estado por mais dois anos. A informação é da assessoria de imprensa do legislativo estadual.

Com parecer favorável do relator, deputado Joaquim Noronha (PRP), a aprovação foi unânime, contando com sete votos favoráveis dos deputados Evandro Leitão (PDT), Osmar Baquit (PSD), Jeová Mota (PDT), Dr. Santana (PT), Walter Cavalcante (PP), Sérgio Aguiar (PDT) e do próprio relator. Agora, a decisão segue para a Mesa Diretora da Casa para que o assunto seja pautado em sessão plenária.

(Foto – ALCE)

De volta para o passado

Com o título “De volta para o passado”, eis artigo de José Borzacchiello, geógrafo e professor emérito da Universidade Federal do Ceará. No texto, ele apregoa: “É hora de pensarmos nossa tragédia social com o retorno de milhões de famílias às condições inaceitáveis de pobreza e de miséria absoluta.” Confira:

Vai longe o tempo quando pobreza e miséria eram idealizadas, recheavam o cancioneiro popular e se firmavam como mote para diferentes expressões artísticas. Noutra direção, a constatação da trágica situação do País já há muito motivava e mobilizava artistas e intelectuais como ocorreu na Semana de Arte Moderna de 1922 envolvendo importantes setores da elite paulistana com repercussão em todo o território nacional e demarca tomada de posição, quando do centenário da Independência do País, com raras mudanças no plano político e econômico e quase nada a comemorar.

A partir do pós-Segunda Guerra, a sociedade avançou em direção a um processo civilizatório e exigia do Estado políticas públicas capazes de melhorar as condições de vida de milhões de cidadãos e reduzir a pobreza e a miséria dominantes no País. A caminhada foi difícil e o famoso “país do futuro” só festejaria, na primeira década do século XXI, mesmo que em pequenas doses, a inclusão social de milhões de famílias, tudo graças às políticas de transferência de renda pautadas no pressuposto do pagamento da enorme dívida social, especialmente com os negros, pardos, mulheres, crianças e idosos. Historicamente, a pobreza, por incrível que pareça, encantava e inspirava muitos.

As paisagens dos morros a partir de olhares românticos, quando cantada animava muita gente, seja a “Famosa Maloca” do Adoniram Barbosa ou “Ave Maria no Morro”, de Herivelto Martins, seja o clássico “Chão de Estrelas”, de Sílvio Caldas com a belíssima letra: “A porta do barraco era sem trinco/e a lua furando nosso zinco/ salpicava de estrelas nosso chão”. É linda! Mas pelos mesmos furos atravessados pela luz da lua passa a chuva que, conforme a “Balada da Caridade” que Padre Zezinho escreveu: “Para mim a chuva no telhado/É cantiga de ninar/Mas o pobre meu irmão/Para ele a chuva fria/Vai entrando em seu barraco/E faz lama pelo chão”.

Pobre é pobre em qualquer contexto. Romantizar a pobreza, ter saudades de coisas simples, tidas como singelas como as relembradas em “Gente Humilde”, com letra de Anibal Augusto Sardinha, o Garoto, depois com Vinicius de Moraes e por último Chico Buarque de Holanda, comove muito, mas não altera a condição de vida dos sujeitos sociais inseridos em condições de extrema vulnerabilidade social.

É hora de pensarmos nossa tragédia social com o retorno de milhões de famílias às condições inaceitáveis de pobreza e de miséria absoluta. As músicas citadas referem-se às questões da moradia. Imagine as ligadas à mobilidade urbana como “O Trem Atrasou”, de Paquito, Estanislau Silva e Arthur Villarinho com a bela letra “Patrão, o trem atrasou/Por isso estou chegando agora/Trago aqui um memorando da Central/O trem atrasou, meia hora/O senhor não tem razão/Pra me mandar embora”.

A sensibilidade é um ponto de partida para o reconhecimento da grave situação que vivemos, porém não é suficiente. Quem canta seus males espanta, mas só a cantiga não resolve. As letras e músicas exercem excepcional papel social. A ação é nossa, “caminhando e cantando, seguindo a lição”, como nos dizia Vandré. Quem sabe faz a hora e já é hora de fazer.

*José Borzacchiello da Silva

*borzajose@gmail.com

*Geógrafo e professor emérito da UFC.

Ceará Natal de Luz investe na formação de plateia

O projeto Ceará Natal de Luz, além de encantar pela decoração natalina, concertos musicais e instrumentais, também investe em outra proposta: formação de plateia para alunos da escola pública de Fortaleza. Nos últimos três dias, aulas-shows estão sendo ministradas por instrumentistas do Curso de Licenciatura em Música da Universidade Estadual do Ceará, sob a regência do maestro Poty Fontenele.

A aula-show já passou pelo Colégio Municipal Imaculada Conceição (20/11), Escola Municipal Dois de Dezembro (21/11) e, nesta quarta-feira, circula pela Escola Municipal Bernadete Oriá (Bairro Palmeiras 2). São três dias, com carga horária de 60 minutos de duração por cada apresentação, envolvendo ao todo 2.106 alunos dessas escolas .

O público formado por alunos participa de uma aula interativa, com manuseio dos instrumentos musicais e apresentação de conteúdo clássico/popular/folclórico, onde monitores mostram a atual utilização da instrumentação clássica na presença de filmes, música pop, trilhas sonoras modernas de games e da tradicional cantoria nordestina com ênfase na Rabeca e no pífano.

Parceiros

O Ceará Natal de Luz é uma realização da CDL de Fortaleza, Instituto CDL de Cultura e Responsabilidade Social e Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo à Cultura. E conta com o patrocínio das seguintes empresas e instituições: Sesi/Fiec, Indaiá, Esmaltec, Nacional Gás, Café Santa Clara, Zenir, Moinho Dias Branco, Casa Pio, Enel, Newland, Câmara de Vereadores, Prefeitura de Fortaleza e Banco do Nordeste. Tem ainda o apoio do Sindiônibus, do Sistema Verdes Mares, da Faculdade CDL e do Governo do Estado do Ceará.

Caminhão da Defensoria Pública estaciona com seus serviços em Caucaia

O programa Defensoria em Movimento, da Defensoria Pública do Ceará, está, nesta quarta e quinta-feira, na Praça Matriz do distrito de Capuan, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza)‬.

Os defensores públicos, que utilizam um caminhão padronizado do órgão, prestam serviços de educação em direitos e assistência jurídica gratuita à população. O atendimento ocorre da 8 ‪às 13 horas‬.

A Defensoria Pública  promete atender todos os tipos de demandas relacionadas aos direitos da população. O programa tem apoio da Escola Superior da Defensoria Pública e da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (ADEPC).

(Foito – Divulgação)

Sonho da Refinaria – Contrato de financiamento já tem data marcada

197 1

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele no O POVO desta quarta-feira:

O Ceará deve assinar no próximo dia seis, no Rio de Janeiro, o acordo de financiamento da refinaria. A informação é do secretário de Assuntos Internacionais do Estado, Antonio Balhmann, adiantando que o contrato será fechado na sede do China Development Bank (CDB) no Brasil. Um dos seus vice-presidentes virá para o ato.

A engenharia financeira do projeto contará com a participação do Governo do Estado, que pretende entrar como sócio no projeto com uma participação de 10%. “Isso mostra o compromisso do Ceará diante do banco chinês”, acrescenta.

O governador Camilo Santana (PT) já havia assinado Memorando de Entendimento (MOU) para viabilizar o empreendimento. Concluída essa etapa do financiamento, as atenções se voltarão para a conclusão do projeto e para os estudos ambientais.

O grupo empreendedor Qingdao Xinyutian Chemical Co., segundo Balhmann, tem pressa em realizar as obras, que fazem parte do acordo Brasil/China. O investimento é da ordem de US$ 4 bilhões, dividido em trens de 150 mil barris, e haveria ainda um terminal petroleiro para recepcionar navios.

Quer aprender a fazer negócios via startup?

A segunda edição do “Doing Business in Ceará – Startups” acontece nesta quarta e quinta-feira, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará.

O encontro é promovido pela Comissão de Direito Internacional da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará e Fiec.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas em: bit.ly/doingbusiness2

Semace passa para o controle do Partido Verde

Com o afastamento de Ricardo Araújo do cargo de superintendente da Semace, assumiu o cargo a adjunta, a economista Virgínia Carvalho.

Ela é a mulher do presidente do Partido Verde no Estado, Marcelo Silva. O PV integra a base aliada de Camilo e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

*Detalhes sobre o afastamento de Ricardo Araújo aqui.

(Foto – Semace)

Sai plano de cargos, carreiras e salários para os servidores da Uece, UVA e Urca

423 1

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

Já está tramitando na Assembleia Legislativa a mensagem instituindo o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) do pessoal técnico administrativo da Uece, UVA e Urca.

O novo PCCV prevê, além da continuidade da Gita (Gratificação de Incentivo Técnico e Administrativo), outras vantagens como a Gratificação de Desempenho Técnico Administrativo (GDTA) e a Gratificação de Incentivo à Capacitação. Os servidores também poderão optar pelo aumento da carga horária para 40 horas, gerando incremento remuneratório.

A repercussão financeira da folha proposta representa um acréscimo de R$ 8,21 milhões no orçamento do Governo, que hoje soma um investimento superior a R$ 37 milhões considerados os servidores técnicos administrativos ativos e aposentados das três universidades estaduais.

VAMOS NÓS – O secretário Inácio Arruda (PCdoB) consegue assim uma conquista antiga da categoria. Méritos para ele que conseguiu, nestes tempos de ajuste fiscal, convencer o governador Camilo Santana (PT) a adotar a medida.

Em ato suprapartidário, Geraldo Luciano recebe o Troféu O Equilibrista

Num ato suprapartidário, o vice-presidente de Investimentos e Controladoria do Grupo M. Dias Branco, Geraldo Luciano, recebeu, nessa noite de terça-feira, no Hotel Gran Marquise, o Troféu O Equilibrista. Trata-se da comenda que destaca personalidades do setor econômico e entregue, anualmente, pelo Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças (Ibef), do Ceará.

O presidente do Ibef-Ceará, Raul dos Santos, e o vice-presidente, Delano Macêdo, entregaram o troféu, enquanto o Grupo 3corações foi premiado, nessa mesma ocasião, como “Empresa Padrão. O controlador do grupo, Pedro Lima, recebeu a comenda.

Entre vários presentes, o presidente da Fiec, Beto Studart, o secretário-geral do PMDB, João Melo, os também secretários estaduais Mauro Filho (Fazenda) e Maia Júnior (Seplag), o procurador-geral do Estado, Juvêncio Vasconcelos, os ex-governadores Adauto Bezerra e Lucio Alcântara, este presidente regional do PR, a secretária de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza, Águeda Muniz, e o deputado estadual Capitão Wagner (PR).

Geraldo com o casal Adauto e Silvana.

Ex-deputado Antonio dos Santos e filho João Jorge.

Lúcio Alcântara e Capitão Wagner.

Vários empresários como Oto de Sá Cavalcante (Grupo Ari de Sá), Thales Cavalcante (Grupo FB de Ensino) e dona Consuelo Dias Branco (Grupo M. Dias Branco) também prestigiaram o ato.

(Fotos – Paulo MOska)

Hora de Plantar anistia agricultores de 72 municípios

150 1

A Secretaria do Desenvolvimento Rural do Ceará acaba de dispensar do pagamento do boleto do Programa Hora de Plantar agricultores familiares de 72 municípios. A medida está prevista no Manual Operacional do projeto. A SDR adotou essa decisão justificando que os índices pluviométricos municipais foram 50% abaixo da média histórica, de acordo com a Funceme, e/ou o laudo de perda de produção acima de 50%, de acordo com a Ematerce.

O ato, segundo o titular da SDR, Dedé Teixeira, representa a dispensa de pagamento de R$ 2.540.550,90, referentes a 1.485 toneladas de sementes de milho híbrido e variedade, feijão caupi, sorgo forrageiro e mamona, 2.315.050 raquetes de palma forrageira, 120.166 mudas de cajueiro anão e mudas florestais e 976 m3 de manivas. Os 76.177 agricultores atendidos pela decisão correspondem a 50,57% do público-alvo, enquanto o número de municípios beneficiados equivalem a 39,56%.

Os municípios atendidos com a dispensa do pagamento foram: Acopiara, Aiuaba, Alto Santo, Aracati, Araripe, Arneiroz, Baixio, Barreira, Beberibe, Boa Viagem, Brejo Santo, Campos Sales, Canindé, Caridade, Cariús, Carnaubal, Cascavel, Catarina, Catunda, Coreaú, Croatá, Deputado Irapuan Pinheiro, Ererê, Fortim, Hidrolândia, Ibicuitinga, Icapuí, Icó, Iguatu, Independência, Ipaumirim, Iracema, Irauçuba, Itaiçaba, Itatira, Jaguaretama, Jaguaribara, Jaguaribe, Jaguaruana, Jardim, Jati, Jucás, Limoeiro do Norte, Madalena, Milhã, Mombaça, Monsenhor Tabosa, Morada Nova, Mulungu, Nova Olinda, Palhano, Parambu, Pedra Branca, Penaforte, Pereiro, Piquet Carneiro, Potiretama, Quiterianópolis, Quixelô, Quixeré, Russas, Saboeiro, Santa Quitéria, Santana do Cariri, São João do Jaguaribe, Senador Pompeu, Solonópole, Tabuleiro do Norte, Tauá, Tururu, Umari e Uruburetama.

(Governo do Ceará)

Audic Mota é cidadão de Parambu

Audic entre vereadores e lideranças do município.

O município de Parambu comemorou 153 anos de emancipação política. A data foi marcada por sessão solene na Câmara Municipal para entrega de títulos de cidadania a personalidades que atuam em favor do desenvolvimento local.

Entre esses nomes estava o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Audic MOta (PMDB), que ganhou titulo por proposição da vereadora Clícia Muniz.

No ato, vereadores e a prefeita de Boa Viagem, Aline Vieira, o ex-prefeito e líder politico regional, Fernando Assef, além dos prefeitos municipais de Madalena, Sonia Costa, e de Palmácia, David Campos.

(Foto – Divulgação)

Arce recebe homenagem pelos 20 anos de atividades

Os 20 anos da Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) foram comemorados na noite desta terça-feira (21), em sessão solene na Assembleia Legislativa, que atendeu a requerimento do deputado Evandro Leitão (PDT).

“Sabemos que é difícil para o usuário individualmente apontar e cobrar melhorias das deficiências nos serviços como transporte público, energia e saneamento. Por isso é importante valorizar e fortalecer a Arce”, disse o propositor da homenagem.

O presidente da Arce, Hélio Winston, lembrou que “são muitos os triunfos e realizações do órgão ao longo dessas duas décadas de existência”, Ele destacou a instituição como “modelo” entre outras agências reguladoras pelo país, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O secretário do Planejamento e Gestão do Estado (Seplag), Maia Júnior, esteve presente ao ato e lembrou o processo de criação da agência: “Queríamos uma agência rigorosa, transparente, que garantisse à sociedade os serviços de qualidade”.

Maia Júnior e Hélio Leitão receberam placas de homenagem, bem como a diretora executiva da Arce, Tatiana Cirla Lima Sampaio Bandeira, o coordenador de equipe da Arce, Eugênio Braúna Bittencourt, os ex-presidentes da agência Lúcio Correia Lima (2004-2005 / 2007-2008) e Fábio Robson Timbó Silveira (2013-2014), e o juiz federal José Eduardo de Melo Vilar Filho.

Também estiveram presentes à solenidade o presidente da Associação Brasileira de Agências Reguladoras, Fernando Franco, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – secção Ceará (OAB/CE), Marcelo Mota, o procurador geral do Estado do Ceará, Juvêncio Vasconcelos, o juiz federal Leonardo Resende, e o líder do prefeito Roberto Cláudio (PDT) na Câmara Municipal, Ésio Feitosa (PPL).

(Foto – Paulo MOska)

Morre aos 100 anos Dona Helenita, mãe do ex-governador Gonzaga Mota

Morreu na noite desta terça-feira (21), vítima de falência múltipla dos órgãos, dona Maria Helena Cavalcanti Fonseca da  Mota, a “Dona Helenita”, mãe do ex-governador Gonzaga Mota.

O velório ocorre a partir das 8 horas desta quarta-feira (22), na Ethernus. O sepultamento está marcado para a tarde, no Cemitério São João Batista.

VAMOS NÓS – Nossos pêsames à família.

Henry Campos participa do XVIII Encontro de Reitores em Portugal

O professor Henry Campos, reitor da Universidade Federal do Ceará, encontra-se em Portugal. Na Universidade de Aveiro, ele proferiu palestra, nesta terça-feira (21), sobre “Medição do impacto social e econômico das universidades”, durante a última reunião do XVIII Encontro de Reitores, do Grupo Tordesillas, que ocorre desde o dia 19 de novembro, segundo informação da assessoria de imprensa da UFC.

Henry esteve na mesa-redonda intitulada “Metodologias para medição do impacto”, ao lado de Salustiano Mato de la Iglesia, reitor da Universidade de Vigo, e Ana Melo, do Centro de Investigação de Políticas do Ensino Superior da Universidade de Aveiro. De acordo com o reitor da UFC, o Programa de Pós-Graduação em Física da UFC deverá postular a entrada no Colégio Doutoral de Física, um dos sete colégios doutorais do Grupo Tordesillas.

DETALHE – O Grupo Tordesillas é atualmente formado por universidades do Brasil, Espanha e Portugal, todas de destacada importância em seus respectivos países. Entre os objetivos do grupo, está a promoção das atividades de cooperação multilateral em matérias de educação, ciência, tecnologia e inovação, fomentando o estabelecimento de redes de investigação que estimulem a mobilidade de pesquisadores e deem lugar à realização de projetos de valor estratégico, orientados aos problemas que afetam e influenciam o progresso da comunidade ibero-brasileira.