Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Irmãos gêmeos, mãe e tio são as vítimas da chacina de Quiterianópolis

Quatro pessoas da mesma família foram executadas na manhã deste sábado, 14, na zona rural de Quiterianópolis, município distante 410 km de Fortaleza. De acordo com informações da Polícia Civil de Tauá, responsável pelas investigações, as vítimas foram dois irmãos gêmeos, a mãe e o tio deles.

Os três homens morreram no local mas a mãe foi levada em estado grave à Santa Casa de Misericórdia de Sobral e não resistiu. Por volta das 14 horas, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou a morte da mulher.

O POVO Online apurou com uma moradora da cidade que as vítimas estariam ordenhando leite em curral, quando foram atacadas a tiros. Ela afirmou ainda que o crime ocorreu em estrada entre os distritos de Monteiro e São Francisco.

Segundo nota da SSPDS, homens armados invadiram a residência das vítimas efetuando disparos com armas de fogo, deixando três mortos no local e a quarta pessoa ferida. A pasta ainda não informou a identificação das vítimas e ainda não há a confirmação de prisão de suspeitos.

“O que a gente sabe é que nessa Vila de São Francisco tem muita rivalidade familiar. As vezes as famílias brigam e outra pessoa vem para acerto de contas”, afirmou uma fonte ouvida pelo O POVO Online, a qual preferiu não ser identificada.

O crime se configura como a sétima chacina no estado do Ceará só neste ano e a segunda em menos de 48 horas.

Na madrugada desta sexta, 13, em Palmácia (a 73 km de Fortaleza), cinco homens foram assassinados a tiros e golpes de foice. Os corpos de Antônio Barbosa Sousa (56 anos), Paulo Sérgio dos Santos da Silva (30), Francisco Antônio Pereira de Abreu (43), José Roniely Costa Pereira (25) e José Edson Ferreira dos Santos (sem idade identificada) estavam amarrados em meio à mata, quando foram encontrados. No mesmo dia, a SSPDS informou que a Polícia prendeu três suspeitos, mas não divulgou detalhes.

(O POVO Online / Repórter Eduarda Talicy)

Morte no aniversário – Pistoleiro de chacina será levado a juri popular

A 5ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua decidiu levar a julgamento o réu Victor Pinto dos Santos, 26, acusado de ser o pistoleiro do caso “chacina do Jardim Iracema”, ocorrida em abril de 2016, que resultou na morte de três jovens e em lesões a bala em outras seis pessoas. A data do julgamento ainda não foi divulgada.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE), o crime teria sido motivado por briga entre moradores do Jardim Iracema e Padre Andrade. Entre as vítimas estava Iago Castelo Branco Paixão da Silva, que comemorava aniversário de 18 anos. Nenhuma das vítimas possuía antecedentes criminais.

De acordo ainda com a denúncia do MPCE, Victor Pinto efetuou os disparos da garupa de uma moto. Ele foi preso em maio do ano passado, no bairro Padre Andrade, durante uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar. Outras 27 pessoas também foram presas em nove bairros de Fortaleza e em uma localidade de Caucaia, na Região Metropolitana.

(Foto: Arquivo)

Camilo escolherá entre duas crises

342 1

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (14), pelo jornalista Érico Firmo:

Haverá uma crise na aliança de Camilo Santana (PT). O governador terá de escolher qual. No último ano, nenhum aliado foi tão importante e esteve tão colado à imagem do chefe do Executivo estadual quanto Eunício Oliveira (MDB). O presidente do Senado viabilizou liberação de verbas que estavam empacadas por obra dos subterrâneos de Brasília. E colou em Camilo em toda qualidade de evento: andaram de trem, rezaram jogaram futebol. Porém, se hoje o petista é governador, é por obra, vontade e graça da família Ferreira Gomes. E as sinalizações que vêm do clã são bem diferentes.

O PDT em peso, incluídos Ciro Gomes, Cid Gomes e o presidente nacional Carlos Lupi, rejeitam hipótese de aliança com Eunício. E menos de 24 horas, o candidato pedetista a presidente chamou o presidente do Senado de picareta, o presidente estadual da sigla, André Figueiredo, afirmou que o MDB é a antítese do que pensa o PDT e o presidente nacional, Carlos Lupi, afirmou que a legenda não estará numa coligação com o MDB. Disse ainda que o partido terá dois candidatos a senador: Cid e André Figueiredo.

Este último demonstrou explicitamente insatisfação com a condução do assunto pelo governador Camilo Santana. “O PDT, em nenhum momento, institucionalmente, foi chamado para discutir uma eventual composição com o senador Eunício. O governador nunca chamou o PDT do Ceará para esse diálogo. Me sinto no direito de ser contrário”.

Eunício tem feito todo esforço para atender aos pedidos de Camilo em Brasília, levou aliados para a coligação governista, ao mesmo tempo em que se amarra como pode à imagem do governador. A hipótese de eles não estarem juntos na campanha que começa dentro de um mês e um dia é tão estranha quanto foi a aproximação um ano atrás, depois das acusações e insultos de 2014.

Porém, o discurso do PDT não deixa o partido com cara para aceitar aliança com o MDB daqui para agosto. Como Ciro Gomes irá se explicar nacionalmente sobre a aliança local com quem qualificou de picareta?

Se Eunício não estiver do lado de Camilo, há potencial para um pequeno abalo sísmico em seu bloco. Ele teve papel na ida de Domingos Filho para a base do governador, meses após o desfecho de uma disputa que teve como consequência a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Não parece haver caminho de volta para Domingos, ainda mais depois dos sapos e do orgulho que teve de engolir. Como ficará toda a costura feita por Eunício? Com que cara os dois colegas de pelada de menos de um mês atrás irão se enfrentar na campanha?

De um jeito ou outro, haverá crise. Camilo terá de escolher qual.

Seja qual for o desfecho, alguém ficará mal na foto. Se todos estiverem juntos, Ciro e o PDT terão de engolir seu discurso e explicar a contradição de agora, em plena campanha presidencial na qual ainda não deslanchou.

Se Eunício, por outro lado, estiver fora da coligação, ele quem fica muito mal, mesmo. Sob o risco vexatório para o presidente do Senado de nem reeleito ser.

A coisa chegou a um ponto no qual não há saída óbvia sem prejuízo grande para alguém. Isso tudo pode resvalar na aparentemente serena campanha de reeleição de Camilo.

O governador deu todos os sinais de que pretende se aliar a Eunício. Ciro já disse que esse movimento é de Camilo. Mas, ele terá peito e condições de contrariar os Ferreira Gomes?

Se, como diz Figueiredo, o assunto não foi tratado oficialmente, é sinal de que Camilo quer repetir o estilo Cid, conduzir as coisas até o limite do prazo e colocar as cartas na mesa quando não houver mais tempo para muitos movimentos. Quando os aliados não tiverem alternativa a não ser aceitar sua decisão.

Cid fez isso muitas vezes, mas ele tinha comando do processo.

PDT isola Eunício e cria impasse para Camilo

373 1

Dois movimentos simultâneos do PDT no Ceará isolaram ainda mais Eunício Oliveira (MDB) no Estado e ampliaram o distanciamento do senador de uma aliança formal na chapa governista, encabeçada pelo presidenciável Ciro Gomes (PDT) e o governador Camilo Santana (PT), que concorre à reeleição.

Em ato de pré-campanha na quinta-feira, 12, na Praia de Iarcema, Ciro admitiu sua preferência pelo correligionário André Figueiredo na corrida ao Senado. “Se depender de mim, quero votar em André para senador”, disse o ex-ministro.

Em seguida, endereçou críticas diretas a Eunício, citando o presidente do Senado como um dos “picaretas” que moveram ações judiciais contra ele. Deputado federal e presidente do PDT estadual, Figueiredo disse em entrevista ao O POVO que pretende ocupar a segunda vaga na chapa – a primeira estaria destinada ao ex-governador Cid Gomes.

“Pelo tamanho do PDT no Ceará, é natural que o partido dispute as eleições com as duas vagas para reforçar a base do futuro presidente”, afirmou. “O governador nunca procurou o partido para discutir essa aliança (com Eunício) institucionalmente”, acrescentou.

De acordo com o parlamentar, porém, Cid ainda não garantiu que rumo vai tomar nestas eleições. “Ele ainda não definiu se quer ser ou não candidato. Se ele quiser, uma vaga é dele”, afirmou.

Os gestos do PDT criam impasse para Camilo, de quem Eunício tem se aproximado e com quem manteve intensa agenda de inaugurações de obras na Capital e Interior até a sexta-feira da semana passada.

Atual presidente do Senado, o cearense ainda tenta costurar acordo para disputar a reeleição numa das vagas do bloco, coligando-se formalmente ao PDT.

Em evento recente ao lado do governador, o emedebista reforçou que a dobradinha administrativa com o petista iria, “obviamente, partir para a eleição, com essa premissa de que todos juntos podemos fazer muito mais pelo Ceará”. O veto de Ciro e a pressão do diretório pedetista no Ceará, entretanto, frustram as pretensões de Eunício.

Líder do governo na Assembleia Legislativa (AL-CE), o deputado estadual Evandro Leitão (PDT) minimiza a saia-justa. “Não vejo de forma antipática (uma parceria com Eunício)”, avaliou o parlamentar. “No momento certo, essa aliança será construída, com o senador fazendo parte ou não dela.”

Para o também deputado Tin Gomes (PDT), há muita água por rolar nessas negociações. “O governador tem voz nessa coligação e vai colocar essa situação (hipótese de aliança com Eunício)” para o PDT.

(O POVO / Repórter Henrique Araújo)

Pré-candidato do Psol intensifica agenda

Após participar de um debate sobre economia e política, na tarde desta sexta-feira (13), o pré-candidato do Psol ao governo do Ceará, Ailton Lopes, estará hoje à noite em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, a partir das 19 horas, para o lançamento de pré-candidatura do partido à Câmara Federal.

No debate desta tarde, na Livraria Lamarca, no Benfica, Ailton Lopes criticou o que apontou como opção do governo Camilo Santana em priorizar concessões às companhias aéreas, em detrimento ao funcionalismo público estadual.

(Foto: Arquivo)

Candidatos terão que ser criativos e cuidadosos com fake news, avaliam jornalistas do O POVO

Uma campanha eleitoral curta, com limite de gastos. O que para muitos poderá ser uma desvantagem, na verdade é um desafio à criatividade, com maior uso das redes sociais.

Foi o que avaliaram os jornalistas do O POVO, nesta sexta-feira (13), na O POVO CBN, no programa Debates do Povo, com apresentação do jornalista Plínio Bortolotti.

O editor de Política, Gualter George, o repórter Carlos Mazza e este repórter e blogueiro apontamos, no entanto, um cuidado especial com as fake news, também preocupação do Superior Tribunal Eleitoral (TSE).

Candidatos sem propostas e sem zelo para com a verdade, se utilizam de falsas notícias para tentar desgastar a imagem de políticos sem histórico de falcatruas ou irregularidades, como forma de se apresentarem como “honestos” e “salvadores da pátria”.

O Ceará já registra casos de fake news, antes mesmo do início do processo eleitoral.

(Foto: Paulo MOska)

Cinco mortos em mais uma chacina no Ceará

Cinco pessoas foram executadas neste sexta-feira (13), em Palmácia, na Serra de Baturité, a 74 quilômetros de Fortaleza, todas suspeitas de roubo de gado.

Segundo a Polícia, o crime ocorreu na localidade de Cafundó, em um ponto alto da serra.

A Polícia ainda não conseguiu identificar as vítimas, mas sabe que três pertenceriam a uma mesma família. Também não há a identificação do atirador ou atiradores.

Este ano, 44 pessoas já teriam sido mortos em chacinas, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

ATUALIZAÇÃO (O POVO Online) – O massacre que ocorreu na localidade de Cafundó, no município de Palmácia, teria deixado parte de uma família e conhecidos mortos. De acordo com fonte ouvida pelo O POVO Online, as vítimas seriam um pai, um filho e três amigos. Ocorrência chegou ao conhecimento das autoridades na manhã desta sexta-feira, 13.

Os homens estariam caçando em serra de difícil acesso quando foram surpreendidos por homens encapuzados que teriam realizado os assassinatos. O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, em coletiva para divulgar números de homicídios no Ceará, chegou a afirmar que os homens estariam realizando roubo de gado, a informação, porém, não se confirmou.

General Theophilo inicia por Russas maratona de visitas ao interior cearense

226 1

O General Guilherme Theophilo (PSDB), pré-candidato a governador do Ceará, inicia nesta sexta-feira (13), na cidade de Russas, uma maratona de visitas a municípios do interior cearense. À noite, na CDL de Russas, tem reunião com lideranças políticas do Vale Jaguaribano. O pré-candidato nos próximos dias cumpre roteiro nos municípios de Limoeiro do Norte, Jaguaribe, Icó, Iguatu, Jucás, Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato.

Na manhã deste sábado (14), em Limoeiro do Norte, o General, juntamente com o presidente do PSDB/CE, Francini Guedes; os deputados Capitão Wagner (PROS) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB), além do pré-candidato ao Senado, Eduardo Girão (PROS), participam de um café da manhã com lideranças políticas. Em seguida, realizam caminhada na Feira Livre de Limoeiro do Norte.

Ao meio-dia almoçam em Jaguaribe, no Parque de Exposição, onde acontece vaquejada. À noite estarão em Icó para a festa do Forricó.

No domingo (15), General Theophilo cumpre agenda de imprensa em Iguatu e à tarde participa dos festejos religiosos da Serra da Betânia, em Barbalha, acompanhado também do prefeito municipal, Argemiro Sampaio (PSDB), do ex-Prefeito Rommel Feijó e do Vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PSDB).

Na segunda-feira (16/07) a programação tem início com um almoço que reunirá lideranças no Sítio São Pedro no município de Jucás e, em seguida, General e toda comitiva participam da procissão da Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do município.

Na terça-feira (17/07), às 18 horas, General Theophilo realiza encontro com lideranças na cidade do Crato e em seguida visita a Expocrato 2018, no Parque de Exposições Pedro Felício.

(Foto: Atquivo)

Facções do Ceará no Canadá

194 1

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira (13):

Um trabalho científico sobre a ação das facções no Ceará será apresentado, neste fim de semana, em Toronto, no Canadá, durante o congresso da Associação Internacional de Sociologia. Na apresentação, o professor César Barreira, coordenador do Grupo de Altos Estudos da UFC e também membro do Laboratório de Estudos da Violência dessa instituição federal.

O quadro a ser exposto é grave, mas, segundo o pesquisador, vai ser mote para debate com sociólogos de vários países que, assim, poderão comparar situações do gênero e medidas aplicadas para o enfrentamento desse problema.

“O quadro no Ceará é grave. Nós vamos discutir ações no plano social e de prevenção. É preciso acompanhar os casos dessa temática, que é muito atual”, afirma Barreira.

O estudo não vai se deter em números, mas apontar para o futuro. “Nossa preocupação é com as novas gerações. Vamos discutir saídas no plano social.

Prefeitura e Estado têm buscado fazer algo, pois a ordem é prevenção, prevenção e prevenção”, complementa o sociólogo.

Operação da PF reprime crimes contra a Previdência no Ceará e Maranhão

Um esquema criminoso para fraudar benefícios da Previdência Social é alvo de uma operação da Força-Tarefa Previdenciária, formada pela Secretaria de Previdência, Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal. Os mandados judiciais estão sendo cumpridos nas cidades de São Luís e São José do Ribamar, no Maranhão; e em Fortaleza e Caucaia, no Ceará.

As investigações da Operação Hefesto começaram em 2013, a partir de levantamentos feitos pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (Coinp) da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, que identificaram o esquema criminoso responsável pela “inserção extemporânea de vínculos trabalhistas fictícios no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS)”.

De acordo com as investigações conduzidas pela força-tarefa, as informações eram transmitidas via internet, por meio do sistema Sefip/Conectividade Social – Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP).

Os dados fraudados serviam de base para a concessão de benefícios de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez, cujas patologias apresentadas são relativas a transtornos mentais e comportamentais.

Entre os integrantes do esquema criminoso, estavam um advogado, sócio de duas empresas utilizadas nas fraudes; uma técnica em contabilidade; duas assistentes sociais; e agenciadores e intermediários.

A PF está cumprindo desde cedo dois mandados de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão. Os policiais estão apreendendo, por determinação da Justiça, bens e veículos em nome dos investigados. A Justiça determinou ainda que o INSS suspenda ou bloqueie o pagamento de 37 benefícios que ainda se encontram ativos.

“O prejuízo inicialmente identificado com a concessão de 127 benefícios fraudulentos aproxima-se de R$ 13,6 milhões. O valor do prejuízo evitado com a consequente suspensão dos benefícios ativos, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, é aproximadamente R$ 28 milhões”, diz a nota.

Segundo a PF, o nome da operação (Hefesto) é uma referência ao deus grego do trabalho, que tinha grande capacidade de criação.

(Agência Brasil)

Alexandre Pereira receberá a Medalha Boticário Ferreira

O empresário Alexandre Pereira, primeiro vice-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), presidente estadual do PPS e ex-secretário do Turismo de Fortaleza, vai ganhar homenagem da Câmara Municipal.

Por iniciativa do vereador Esio Feitosa (PPL), líder do prefeito Robero Cláudio na Casa, ele receberá a Medalha Boticário Ferreira. O ato promete ser dos mais concorridos.

(Foto – Divulgação)

Faculdade Luciano Feijão recebe autorização do MEC para Curso de Enfermagem

O Curso de Enfermagem, da Faculdade Luciano Feijão, aprovado pelo Ministério da Educação, por meio da Portaria Nº 471 de 5 de julho de 2018, recebeu nota 5 no Conceito de Curso (CC) do INEP/MEC, avaliação máxima concedida a cursos de graduação.

Para o chanceler Luciano Feijão, esse é mais um importante passo dado pela IES. “O nosso compromisso é oferecer um ensino de ótima qualidade, contribuindo, assim, com a formação de profissionais especializados para o mercado de trabalho”.

No Ceará, a Faculdade Luciano Feijão funciona em Sobral, na Região Norte do Estado, a 222 quilômetros de Fortaleza.

(Foto: Arquivo)

Lojistas da Monsenhor Tabosa promovem bazar

A Avenida Monsenhor Tabosa vai promover nesta sexta, 20, e sábado, 21, a quarta edição do Bazar da Tabosa. A campanha promocional, realizada pela Associação dos Lojistas da Monsenhor Tabosa (Almont), promete oferecer até 80% de descontos nas mais de 100 lojas credenciadas desse corretor turístico de Fortaleza.

O consumidor, segundo a assessoria de imprensa da associação, poderá desfrutar ainda da boa gastronomia cearense e de uma programação cultural diversificada.

“Aqui na Monsenhor Tabosa temos trabalhado para conquistar cada vez mais o nosso público que é o fortalezense, porque é através dele e com o famoso boca a boca que o turista chega”, avisa a presidente da Almont, Márcia Oliveira.

(Foto – Divulgação)

Vida Premium – Cartão de benefícios oferece prêmio mensal de R$ 20 mil

A Vida Premium, empresa administradora de cartão de benefícios, com atuação nacional, traz ao público cearense vários serviços diversificados, como orientação médica telefônica, seguro de acidentes pessoais, check-up anual com bateria de exames, assistência funeral estendida à família e um sorteio mensal, no valor de R$ 20 mil, pela Loteria Federal.

Segundo o diretor comercial da Vida Premium, César Giovanni, a grande novidade do plano, além da gama de serviços, é que o valor mensal pode ser debitado na conta de luz. “Essa forma de pagamento é prática, cômoda e bastante segura para o cliente”, comentou.

(Foto: Divulgação)

Ex-prefeito de Aurora será puxador de votos do PPL do Ceará

O Pátria Pátria Livre  fará um encontro regional, neste sábado, com seus filiados do Cariri. O objetivo é discutir a situação de crise econômica e política do País, bem como a estratégia eleitoral. O encontro abordará o tema “Desenvolvimento, Trabalho e Respeito”.

Para estas eleições, o partido diz ter um grande desafio, que é superar a “cláusula de barreira” nos votos para deputado federal.

Dentro dessa lógica, o encontro servirá também para o lançamento da pré-candidatura do ex-prefeito de Aurora, Dr. Carlos Macedo. Ele será um dos puxadores de votos da chapa do PPL no Ceará.

(Foto – Divulgação)

Pré-candidato tucano ao Governo participa de fórum do Movimento Brasil Livre

O Movimento Brasil Livre, no Ceará, vai realizar, a partir das 18 horas desta quinta-feira, no auditório da Unichristus (Bairro Cocó), um fórum para debater os cenários nacional e estadual da política.

Entre os convidados, o general Guilherme Theophilo, pré-candidato a governador pelo PSDB. Com ele, a ex-presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, inclusive, cotada para a vice dessa patente.

(Foto – Alex Gomes)

TCE quer desaprovação das contas de governo 2013 da Prefeitura de Arneiroz

O Pleno do Tribunal de Contas do Ceará emitiu parecer recomendando a desaprovação das contas de governo da Prefeitura de Arneiroz relativas ao exercício de 2013. O processo, de nº 100331/14, foi relatado pelo conselheiro substituto Davi Barreto. A informação é da assessoria de imprensa do TCE.

Dentre os fatos que motivaram a decisão, estão envolvidos o não envio de documentos que devem compor a prestação de contas; informações incompletas e inconsistentes nos demonstrativos financeiros, dificultando a análise contábil por parte do Tribunal; não aplicação de percentual mínimo de 25% do total das receitas de impostos e transferências de recursos do município em educação (manutenção e desenvolvimento do ensino); ausência de Programação Financeira e do Cronograma de Execução Mensal de Desembolso; e repasse de duodécimo à Câmara Municipal acima do limite previsto constitucionalmente.

Por tratar-se de contas de governo, o julgamento cabe à respectiva Câmara Municipal, que só pode contrariar a decisão do TCE Ceará por maioria de, pelo menos, dois terços de seus membros. Caso o Legislativo decida no mesmo sentido, o então prefeito pode ser impedido de ocupar cargos públicos. O processo será enviado à Câmara Municipal de Arneiroz e o prefeito será notificado acerca do inteiro teor do Parecer Prévio.

Recomendações

Várias recomendações à Prefeitura de Arneiroz foram emitidas e incluem: atender ao art. 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), quanto a publicação da Prestação de Contas em meio eletrônico; proceder a inclusão das despesas do Poder Legislativo na Prestação de Contas de Governo; realizar auditoria interna no intuito de verificar a completude dos demonstrativos e demais informações contábeis obrigatórias; e adotar medidas no sentido de implantar Controladoria Interna municipal o mais breve possível.

Salmito destaca os 61 anos de Piquet Carneiro

O município de Piquet Carneiro, no Sertão Cearense, a 332 quilômetros de Fortaleza, completa nesta quinta-feira (12) seus 61 anos de emancipação política. Com raízes em Piquet Carneiro, por parte materna, o presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), destacou a data.

Piquet Carneiro se chamava Jirau, mas recebeu o nome atual em uma homenagem ao engenheiro Bernardo Piquet Carneiro, bisavô do tricampeão mundial de Fórmula 1, Nelson Piquet. O engenheiro dirigiu a Rede de Viação Cearense e chefiou a comissão encarregada de concluir o Açude do Cedro, em 1906.

VAMOS NÓS – Parabéns a Piquet Carneiro.

PRP do Ceará sob nova direção

 

O vereador Emanuel Acrízio (E) assumiu a presidência estadual do PRP. O ato aconteceu em Brasília, nesta quinta-feira, na presença de Ovasco Roma, presidente nacional, e do secretário-geral do partido, Severino Neto.

Acrízio, que presidia o PRP de Fortaleza, promete trabalhar agora para fechar coligações que garantam á legenda eleger representante principalmente para a Assembleia Legislativa.

(Foto – Divulgação)

O “solta e prende” do Lula – Quando todos erram

216 3

Com o título “Quando todos erram”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolloti sobre a miscelânea em que se constituiu o solta e prende do Lula, Sergio Moro e o TRF-4. Confira:

Já escrevi uma ou duas vezes que o juiz Sérgio Moro perdeu a isenção para julgar processos do réu Luiz Inácio Lula da Silva. Se dúvida houvesse, ela teria se dissipado depois de Moro, de férias, arranjar tempo para, em dobradinha com o Ministério Público Federal, contestar a ordem do desembargador Rogério Favreto que mandara libertar Lula da prisão em Curitiba.

Favreto estava como plantonista no Tribunal Regional Federal da 4ª Região quando despachou em favor de Lula. Diga-se: forçou a mão ao arranjar um suposto “fato novo” (a pré-candidatura à Presidência) para mandar soltá-lo. Com essa justificativa, o desembargador resolveu contrariar uma decisão – certa ou errada – já tomada em tribunais superiores. De qualquer modo, quando se trata de uma ordem judicial – certa ou errada -, primeiro se a cumpre; depois buscam-se os canais legais para revogá-la, se for o caso.

O desembargador, devido ao seu histórico, poderia manifestar-se impedido para julgar Lula. Porém, o mesmo deveria valer para outros magistrados. Citando dois: Gilmar Mendes, devido à proximidade com alguns réus, além da ligação com o PSDB; Alexandre de Moraes (era filiado ao PSDB e próximo do MDB). Interessante, portanto, ouvir alguns colunistas de “grife”, lembrando o passado petista de Favreto, mas, convenientemente, esquecendo-se de usar medida equivalente em relação a outros magistrados.

O fato inafastável é que o comportamento equivocado de Favreto não difere de medidas tomadas por alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que, para impor o seu entendimento pessoal, passam por cima de decisões do colegiado. Óbvio que o mau exemplo logo se disseminaria por outras instâncias.

Depois da lambança de domingo, entrou em campo a ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerando “teratológica” (por que ministros supremos gostam tanto dessa palavra?) a decisão de Favreto; porém, “absolvendo” o erro do juiz Sérgio Moro, que autonomeou-se dono do destino de Lula.

O fato é que, nessa confusão toda, o Judiciário vem nos oferecendo a sua “cota de insensatez”, como registrou o editorial deste jornal (9/7/2018).

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO