Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Banco do Brasil participará do Feirão Imobiliário em Sobral

O Banco do Brasil vai participar, com suas linhas de financiamento, do Feirão Imobiliário de Sobral, uma promoção de construtoras e imobiliárias da Região Norte. O evento acontecerá nesta sexta (27) e sábado (28), das 10 às 22 horas, no North Shopping Sobral. Haverá soluções de crédito para financiamento de imóveis novos e usados.

No primeiro semestre deste ano, o BB financiou somente no Ceará um montante superior a R$ 123 milhões, volume 33% superior ao contrato no mesmo período do ano anterior. Além disso, o saldo da carteira de imobiliário do BB no Ceará já ultrapassou R$ 1,9 bilhões, o que representa a maior carteira de imobiliário do Banco do Brasil considerando as regiões Norte e Nordeste.

Para o superintendente estadual do Banco do Brasil no Ceará, Castro Júnior, há grandes expectativas para esse evento. “A melhora nas condições de crédito com redução das taxas de juros das linhas de financiamento imobiliário, bem como a melhora de indicadores importantes do setor, como o de lançamento de empreendimento e o de vendas, indicam reaquecimento do setor. A iniciativa constitui-se portanto em uma excelente oportunidade de negócios que proporcionará facilidade aos clientes que desejam adquirir a casa própria”, afirma.

SERVIÇO

*North Shopping Sobral (Av. Monsenhor Aloísio Pinto, 300 – Dom Expedito, Sobral (Ceará).

Líder do PSDB diz que maioria quer Tasso assumindo em definitivo a presidência do partido

Líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Ricardo Tripoli (SP) está assumindo que o partido está dividido, mas afirma que a maioria quer que o senador Tasso Jereissati se torne o presidente definitivo.
“Ele [Aécio] é o presidente. E o interino é o Tasso Jereissati, que está indo muito bem. O que a maioria quer, na verdade, é que o presidente Tasso assuma em definitivo. Agora, para que isso ocorra, depende de que o Aécio renuncie”, declara o parlamentar.

OAB endossa emendas apresentadas por Audic Mota ao projeto de reestruturação do Judiciário

A postura da OAB do Ceará contrária ao projeto de reestruturação do Poder Judiciário, iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado, ganhou força, pois recebeu emendas do primeiro-secretário da Assembleia, Audic Mota (PMDB), que atendem às exigências da Ordem.

Audic aponta para reforço da virtualização dos processos como saída para a reordenação judiciária, o que já foi aprovado e deve virar realidade dia 31 de dezembro de 2020. Por esse mecanismo, a tramitação será eletrônica em todos os casos.

Até julho, o Estado deve estar com 60% dos seus processos virtualizados. O presidente da OAB do Ceará, Marcelo Mota, que faz corpo a corpo na Assembleia por melhorias no projeto, destacou o apoio de Audic para melhorar o projeto e apostar na virtualização.

Cursos de Mestrado e Doutorado da UFC, Unilab, Uece e IFCE ganharam reconhecimento do MEC

O Ministério da Educação acaba de reconhecer novos cursos de mestrado e doutorado de universidades do Ceará.

Na UFC e Unilab, o mestrado em Antropologia foi reconhecido. No IFCE, o mestrado profissionalizante em Artes também.

Já na Universidade Estadual do Ceará, ganharam reconhecimento o mestrado em Biologia e o doutorado em Sociologia.

Camilo promove a distribuição de 1.350 novos PMs em evento na Praça do Ferreira

O governador Camilo Santana (PT) comandou, nesta manhã de terça-feira, na Praça do Ferreira, o ato de distribuição dos 1.350 novos soldados da PM, formados na última sexta-feira (20). Parte dele reforçará o patrulhamento no Centro de Fortaleza Camilo atende assim a um pleito de lojistas, comerciários e clientela.

Outras regiões da Capital e do Estado serão contempladas com a atuação ostensiva dos novos PMs, como a periferia de Fortaleza, a área turística litorânea do Ceará e as regiões metropolitanas do Cariri e de Sobral.

(Foto – Leitor do Blog)

Governo e UFC farão parceria para aumentar oferta do tratamento de quimioterapia

Da Coluna Vertical, do O POVO desta terça-feira:

O Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), da Universidade Federal do Ceará, acerta parceria com a Secretaria da Saúde do Estado no campo do apoio a pacientes em tratamento contra o câncer. O organismo deverá disponibilizar em breve suas 20 poltronas para quem precisa de quimioterapia.

A informação é da coordenadora de pesquisas do NPDM, Elisabete Moraes, acrescentando que essa medida ajudará a reduzir a demanda de pacientes que precisam dessa oferta no Estado. A contrapartida viria no apoio do governo às pesquisas na área do câncer.

Elisabete informou que o governador Camilo Santana deverá visitar o NPDM nos próximos dias e que um convênio será firmado, mas, em razão de questões burocráticas, o acordo só deve valer a partir de 2018.

(Foto – Paulo MOska)

“Vão ter que enfrentar mesmo!”, diz o tucano Luiz Pontes em resposta a Cid Gomes

228 1

 

A oposição de Camilo Santana (PT) reagiu com desembaraço ao comentário de Cid Gomes (PDT) sobre o enfrentamento de Tasso Jereissati (PSDB) na disputa para o Governo do Estado. “Eles vão ter que enfrentar mesmo”, reforçou o presidente estadual do PSDB, Luiz Pontes.

“Não tem nenhum problema se Tasso for candidato. Quem deve estar preocupado é o Ciro (Gomes)…”, sugeriu o tucano, sem esclarecer os motivos. Pontes reforçou a tendência de candidatura de Jereissati para o executivo estadual, após a indefinição de Eunício Oliveira (PMDB) sobre quem deve apoiar nas eleições de 2018.

O presidente do partido tucano, conforme publicado ontem pelo O POVO, afirmou que o senador peemedebista tem de definir as alianças para 2018 até o fim de novembro.

Também opositor ao governo, o deputado estadual Capitão Wagner (PMDB) reagiu à declaração de Cid e apoiou a candidatura de Jereissati. “Eles (Ferreira Gomes) não temem (Tasso), porque imaginam que os eleitores vão se comportar como nos últimos anos. Mas o sentimento do povo agora é diferente. Se eles acham que podem derrotar usando as mesmas armas, estão enganados”, disse o parlamentar.

(O POVO – Repórter Rômulo Costa/Foto – Cléber Gonçalves)

“Vamos enfrentá-lo”, avisa Cid Gomes sobre uma possível candidatura de Tasso ao Governo

Cid ganha homenagem. No ato, deputados Augusta Brito, Tin Gomes e Carlos Felipe.

O ex-governador Cid Gomes (PDT) reagiu à possibilidade de disputa entre Camilo Santana (PT) e Tasso Jereissati (PSDB) ao Governo do Estado, sugerindo possibilidade de embate. “Se (Tasso) for (o candidato), muito bem, vamos enfrentá-lo”, disse o ex-governador, na tarde de ontem, após solenidade na Assembleia Legislativa em comemoração aos 49 anos de criação da Universidade Vale do Acaraú (UVA).

A oposição se movimenta em torno da candidatura do senador tucano, depois de Eunício Oliveira (PMDB) mostrar aproximação com o atual governador. Os partidos oposicionistas, guiados pelo PSDB, defendem Tasso Jereissati como um nome forte para enfrentar Camilo Santana nas urnas.

No início do mês, o tucano chegou a admitir a candidatura ao Palácio da Abolição em reunião reservada com as principais lideranças da oposição, entre eles representantes do Solidariedade, PSD, PR e PSDB.

O encaminhamento da candidatura se fortalece após clima de tensão entre os partidos da oposição, depois de Eunício se dizer “eleitor de Lula”, caso não haja direcionamentos nacionais ou locais. Os aliados de Eunício alimentam dúvidas sobre o posicionamento do senador peemedebista em 2018.

Aproximação

Cid reiterou, ontem, que os encontros de Camilo e Eunício são fundamentados na necessidade de agilizar liberações de financiamentos para o Governo do Estado no Congresso Nacional.

“Quem está na responsabilidade de governar tem que superar divergências políticas pra ir atrás do que é necessário para a administração”, defendeu o ex-governador, que rompeu com o senador peemedebista em 2014, às vias da eleições estaduais que seriam vencidas por Camilo.

“O senador Eunício cumpre o seu dever institucional que é apoiar o Estado”, contemporiza Gomes.

A tese de que o contato entre Camilo e Eunício são no “âmbito institucional” é endossada pela vice-governadora, Izolda Cela. No entanto, ela sugere que a disputa eleitoral influencia outros comportamentos dos parlamentares. “A proximidade das eleições, às vezes, amolece corações. As pessoas são movidas a não querer fazer feio na fotografia”, diz.

(O POVO – Repórter Rômulo Costa)

Governo federal libera R$ 220 milhões para hospitais universitários

Hospital Universitário e Maternidade-escola estão no pacote.

O governo federal oficializou hoje (23) a liberação de R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o país. A medida faz parte do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf).

Os recursos disponibilizados vão atender a 48 hospitais universitários nas cinco regiões do país. Todos receberão verbas complementares para custeio, aquelas necessárias para garantir o funcionamento das instituições.

As unidades contempladas com maior volume de recursos foram o Hospital de Clínicas do Paraná, em Curitiba (R$ 10,8 milhões), Hospital de Clínicas de Uberlândia (R$ 10 milhões), Hospital Universitário do Maranhão, em São Luís (R$ 9,6 milhões) e o Hospital de Clínicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte (R$ 9,2 milhões). O montante voltado a despesas de custeio soma R$ 181 milhões.

Parte dos recursos será aplicada em ações de investimento, como realização e conclusão de obras, adequação de estrutura, aquisição de equipamentos e de materiais, manutenção de máquinas utilizadas em exames e compra de insumos como geradores.

Os hospitais contemplados com maior valor de repasse são as unidades da Universidade Federal de Mato Grosso (R$ 3,42 milhões), da Universidade Federal da Paraíba (R$ 3,27 milhões), da Universidade de Brasília (R$ 2,4 milhões), da Universidade Federal do Amazonas (R$ 2,2 milhões) e da Universidade Federal da Bahia (R$ 2 milhões). A lista completa pode ser vista no Diário Oficial da União.

Rehuf

O Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) foi instituído em 2010. A iniciativa é administrada pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebsersh), criada em 2011 para centralizar a gestão das unidades, retirando-a da administração das universidades às quais os hospitais estão vinculados.

O Rehuf disponibiliza recursos como uma forma de complemento às verbas arrecadadas pelos hospitais universitários como remuneração pelos atendimentos e atividades realizadas. Segundo a Ebserh, em 2017 foram liberados até o momento R$ 595 milhões. Novos repasses podem ser feitos até o fim do ano.

(Agência Brasil)

Serva Benigna de Deus é festejada em Santana do Cariri

A cidade de Santana do Cariri vai comemorar, a partir das 16 horas desta terça-feira, a memória da Serva de Deus, Benigna Cardoso. Nesse domingo, houve a abertura da IV Romaria das Crianças que, nos últimos quatro anos, tem como destino o Memorial de Benigna, no bairro Inhumas.

Nesta terça-feira, a prefeita Danieli Machado e várias autoridades da região caririense e do Estado participarão da grande romaria que, a cada ano, atrai mais e mais fiéis não só do Cariri, também de estados vizinhos como Pernambuco e Piauí.

(Foto – Divulgação)

Geraldo Alckmin acena para apoio de Danilo Forte

184 1

O deputado federal Danilo Forte, que está para deixar o PSB, segundo o jornal Estadão, está no centro da disputa dos tucanos Geraldo Alckmin e João Doria. O parlamentar, segundo a reportagem, vem sendo cortejado pelos postulantes ao Palácio do Planalto em jantares e conversas. Na última semana, Danilo e o governador paulista estiveram juntos.

O jornal destaca que eles discutiram a necessidade de o candidato a vice-presidente de Alckmin ser do Nordeste. O deputado cearense ressaltou que, entre a penúltima e a última reunião com o governador, houve uma “mudança muito grande de ânimo” do tucano.

“Pela evolução da conjuntura, que cada vez mais exige alguém com experiência e com serenidade para conduzir o País”, justificou. “Alckmin é o perfil ideal, mas precisa se preparar para o embate”, disse.

Fortaleza é sede da final da VI Copa Sest/Senat de Futebol 7 Society

O presidente da Fetrans e do Conselho Regional Nordeste I do Sest/Senat Fortaleza, Chiquinho Feitosa, será o cicerone, nos dias 28 e 29 deste mês, de gestores de 80 unidades do Sest/Senat de todo o Brasil. O grupo estará em Fortaleza para conferir a final da sexta edição da Copa Sest Senat de Futebol 7 Society. O certame mobilizou mais de cinco mil trabalhadores do transporte nas oitenta unidades participantes de todo o Brasil.

Os jogos da semifinal e final ocorrerão no sábado (28) e no domingo (29), respectivamente, na Ronaldo Academy. As equipes que se classificaram para disputar a final são as representantes das cidades de Contagem (MG), Goiânia (GO), Pelotas (RS), Pouso Alegre (MG).

Na final do campeonato também será feita a entrega da premiação dos jogadores que se destacaram na competição nas categorias artilheiro e goleiro menos vazado.​

(Foto – Reprodução TV Jaguar)

A Psicologia em nome da poesia

A psicóloga Ana Caroline Aguiar lançará o livro “Poesia e Saúde – trocas, trilhos e trocadilhos” no próximo sábado, a partir das 19h30min, no Auditório Pavimento E, da Torre Del Paseo, no bairro Aldeota.

O prefácio é assinado por Ubiratan Aguiar, ex-presidente do Tribunal de Contas da União e também imortal da Academia Cearense de Letras.

Cid Gomes, Izolda Cela e Mauro Filho ganham homenagem nos 49 anos de fundação da UVA

Augusta Brito (PCdoB), Cid, Tin Gomes (PHS) e Carlos Felipe (PCdoB).

O ex-governador Cid Gomes, a vice-governadora Izolda Cela e o secretário Mauro Filho (Fazenda) foram homenageados, nesta tarde de segunda-feira, durante sessão solene em comemoração aos 49 anos da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). A Assembleia Legislativa prestou a homenagem atendendo a um requerimento do presidente da Casa, Zezinho Albuquerque (PDT), da deputada Augusta Brito (PCdoB) e do deputado Carlos Felipe (PCdoB).

Cid, mais precisamente, foi uma surpresa. É que nos últimos dias, não tem ido a compromissos públicos. Não foi, inclusive, à convenção estadual pedetista no último dia 12, no ginásio de esportes do Clube Náutico, justificando problemas de saúde na família.

Durante a sessão, foram homenageados ainda 15 convidados.

Mauro Filho, deputado federal Odorico Monteiro (Pros), Augusta, Izolda e Carlos Felipe.

Criação da UVA

A UVA foi criada em 1968, por iniciativa do Cônego Francisco Sadoc de Araújo, com o nome de Universidade Vale do Acaraú. Em 1984, o Governo do Estado a transforma em universidade estadual.

Atualmente a UVA conta com Centros de Ciências Agrárias e Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Exatas e Tecnologia, Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas e Filosofia, Letras e Educação. A instituição possui 20 cursos de graduação, 52 de especialização e três de mestrado.

(Foto – J. Aranha)

Ceará participa da Feira do Turismo da Argentina

Um grupo de hoteleiros do Ceará participará, no fim deste mês, da Feira Internacional do Turismo (FIT), da Argentina, em Buenos Aires, uma das maiores da América Latina. Hora de fechar pacotes com los hermanos.

O secretário estadual do Turismo, Arialdo Pinho, dá total apoio à participação do Ceará nesse evento.

Com direito a discutir possibilidade de novos voos entre Fortaleza e Buenos Aires.

Secretário Artur Burno vai dizer na AJE Fortaleza o que faz pelo meio ambiente

O secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, vai expor as políticas de sua pasta para membros da Associação Jovens Empresários de Fortaleza.

O encontro ocorrerá dentro do projeto “Café com Debate”, nesta quarta-feira, a partir das 8h30min, no Restaurante Sal e Brasa Gold.

Entre várias questões que serão indagadas ao secretário Artur Bruno está o Pacto pelo Cocó.

Ceará quer apostar na exportação de atum

O Mercado dos Pinhões será palco do I Festival Gastronômico Ceará Mares de Atum. A realização é da Secretaria da Agricultura, Aquicultura e Pesca do Ceará.

O evento ocorrerá a partir da 18 horas desta quarta-feira, com apoio da Associação dos Chefe de Cozinha e apresentará uma variedade de pratos à base do atum, nova aposta em matéria de exportações do setor pesqueiro estadual.

De acordo com o secretário Euvaldo Bringel, existem hoje 100 embarcações pescando atum na costa cearense.

Ceará 2050 e um novo modelo de gestão

Com o título “Ser eficiente. Eis a questão”, eis artigo do secretário do Planejamento e Gestão do Ceará, Maia Júnior, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ele aborda o projeto Ceará 2050. Confira:

No século passado, o mundo se perdeu em duas grandes guerras e divisões político-ideológicas (comunistas x capitalistas) que ofuscaram uma questão central: qual o papel que o Estado moderno deveria ter na organização da sociedade e na vida das pessoas? Ou até que ponto a intervenção pública na economia é considerada saudável?

No livro Chutando a escada, o sul-coreano Ha Joon Chung diz que as nações hoje desenvolvidas avançaram sob forte intervenção estatal – que estimulava a exploração intensiva de recursos naturais e o protecionismo econômico. Mas, quando chegaram no andar de cima, passaram a combater essas mesmas estratégias.

Por sua vez, no livro O Peso do Estado na Pátria do Mercado, os autores Reginaldo de Moraes e Maitá de Paula e Silva afirmam que apesar da fama liberal que possuem os Estados Unidos, o poder estatal sempre teve presença marcante nos movimentos que levaram aquela nação à condição de potência mundial. Recentemente, o articulista Hélio Gurovitz, da revista Época, mencionou a defesa que o Nobel de Economia, Richard Thaler, faz da importância que tem um “empurrãozinho” do Estado no sentido de favorecer a sociedade. Ideia, acredito, que deve ser especialmente considerada em regiões ainda deprimidas, a exemplo do semi-árido nordestino

Parece claro que em regiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) a atuação do Estado continua imprescindível. E que não seria sensato abrir mão do poder da máquina pública no que se refere à mobilização de recursos humanos e capitais para conferir maior dinamismo econômico a uma região ou nação.

Tais reflexões são importantes quando o papel do Estado no mundo e no Brasil volta ao centro do palco, colocando em evidência dilemas sobre a adoção de um modelo de Estado Mínimo (pequeno e centrado em áreas limitadas) ou Estado Máximo (propenso a intervir em quase todos os aspectos da vida de uma nação). Essa discussão entre o tamanho ou o poder do Estado, contudo, parece já está sendo superada. A questão fundamental a ser considerada agora é: qual a capacidade que o poder público efetivamente tem para entregar os resultados esperados para o cidadão-contribuinte em termos de serviços, oportunidades, bem-estar e inclusão social.

No Plano Ceará 2050 – lançado no início de outubro pelo governo do Ceará – a expectativa é que prosperem discussões sobre a construção de um modelo de gestão pública no qual sobressaia o tema da boa-governança pública. Nem Estado Mínimo nem Máximo. A questão passa pela busca por eficiência e eficácia.

*Maia Júnior

maia.junior@seplag.ce.gov.br

Secretário do Planejamento e Gestão do Ceará.