Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Escritora cearense abre a VII Bienal Rubem Braga no Espírito Santo

A escritora e jornalista Ana Karla Dubiela, com quem estudamos na UFC, abrirá, nesta noite de quarta-feira, em Cachoeira de Itapemirim (ES), a VII Bienal Rubem Braga. Ela dará palestra e lançará o livro “As Cidades de Rubem Braga e W. Benjamin”.

O livro é o último de uma trilogia sobre o escritor capixaba. A traição das elegantes pelos pobres homens ricos – uma leitura da crítica social em Rubem Braga foi lançado em 2007, há 10 anos. Em 2010 veio Um coração postiço, a formação da crônica de Rubem Braga.

As Cidades costura um encontro fictício de Braga com o poeta francês Charles Baudelaire e o filósofo e crítico literário alemão Walter Benjamin.

(Foto – Divulgação)

Alunos do Jornalismo da Uni7 visitam O POVO

Os alunos do 1º e 2º semestre do Curso de Jornalismo da Uni7 visitaram o Grupo de Comunicação O POVO nesta quarta-eira. Sob a coordenação da professora Ana Márcia Diógenes – disciplina de Introdução ao Jornalismo, a turma conheceu a redação, como os profissionais estão atuando com suas pautas e, principalmente, veio ao Blog do Eliomar.

(Foto – Paulo MOska)

Aposentadoria por idade só poderá ser pedida por telefone ou internet a partir de segunda-feira

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixará de agendar, a partir da próxima segunda-feira (21), atendimento presencial para pedidos de aposentadoria por idade e salário maternidade. Os dois benefícios só poderão ser solicitados por telefone ou internet. A informação é do Portal G1.

A análise para concessão da aposentadoria por idade e do salário maternidade já é feita automaticamente, com base nos dados disponíveis nos sistemas do INSS e do governo, desde setembro de 2017. Mas até então também era possível fazer o pedido pelo modelo de agendamento, que agora ficará indisponível.

Os benefícios poderão ser solicitados no site www.inss.gov.br ou pelo telefone 135. O segurado receberá um número de protocolo e só será chamado a uma agência do INSS em casos excepcionais, como na falta de documentos.

De acordo com o INSS, a mudança deve ocasionar a redução do tempo de análise dos pedidos. Segundo o órgão, outros benefícios também passarão a ser solicitados dessa forma “em breve”.

Agendamento

A partir do dia 24, serviços antes atendidos por ordem de chegada nas agências poderão ser agendados pela internet e telefone. São eles:

  • Alterar meio de pagamento
  • Atualizar dados cadastrais do beneficiário
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de DIRF
  • Cadastrar Declaração de Cárcere
  • Cadastrar ou atualizar dependentes para Salário-família
  • Cadastrar ou Renovar Procuração
  • Cadastrar ou Renovar Representante legal
  • Desbloqueio do Benefício para Empréstimo
  • Desistir de Aposentadoria
  • Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados à
  • Pensão por Morte
  • Emitir Certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS
  • Reativar Benefício
  • Reativar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência suspenso por inclusão no mercado de trabalho
  • Renunciar cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão
  • Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido
  • Solicitar Valor não Recebido até a Data do Óbito do Beneficiário
  • Suspender Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência para inclusão no mercado de trabalho
  • Transferir Benefício para outra Agência.

Luís Eduardo Girão comemora bom momento do Fortaleza. Mas nada de reassumir presidência do clube

1063 2

Quem circulou por Fortaleza nesta semana foi o empresário Luís Eduardo Girão. Ele presidiu o time do Fortaleza que acabou ganhando o acesso para a Série B.

Nesta madrugada de quarta-feira, Girão passou pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins tomando a rota de Brasília, onde tem compromissos do Movimento Pró-Vida, que trabalha contra a aprovação de projetos que legalizam o aborto no País.

De lá, seguirá de volta para os EUA, onde mora com a família. Ainda no aeroporto, ele comemorou bom momento do “Leão” e avisou: não tem pretensões de voltar a comandar o clube, que está “muito bem entregue” a Marcelo Paz.

Profissionais demitidos por cooperativa vão protestar na Secretaria da Saúde do Estado

Cerca de 150 auxiliares de enfermagem que foram demitidos da Cooperativa Cossaúde, lotados nos hospitais estaduais como Albert Sabin, César Cals e HGF, farão um ato de protesto nesta quarta-feira, a partir da 10 horas, em frente a sede da Secretaria da Saúde do Estado.

No grupo, profissionais com mais de 20 anos de serviços prestados ao Estado e com idade superior a 40 e 50 anos. Há um agravante: não podem se aposentar porque não contribuíram, nesse  período para a Previdência Social.

“Queremos, de alguma forma, ser readmitidos”, diz um desses profissionais para o Blog.

General tucano apregoa a transformação do Ceará numa “Ilha de segurança”

Da Coluna Política do O POVO desta quarta-feira, assinadas pelo jornalista Henrique Araújo, com o título “A Ilha do General”:

Aposta da oposição na disputa pelo Governo do Estado, o general Guilherme Theóphilo deu a tônica ontem do que deve ser a espinha dorsal de sua campanha. Em entrevista ao jornalista Luiz Viana, da Rádio O POVO/CBN, o pré-candidato tucano disse que quer transformar o Ceará numa “ilha de segurança”. Acrescentou ainda que “falta autoridade” no Estado.

Ora, é justo o contrário. O crime atua hoje como um hub. Não é brincadeira. O banditismo vem agindo em rede há muito mais tempo do que as polícias. Quando o centro de inteligência prometido pelo governo do Estado era menos do que é hoje, ou seja, sequer era promessa, as facções já haviam transformado o Ceará num entreposto de conexões altamente sofisticadas.

Daqui partiam remessas de drogas e armamentos para o exterior. Aqui também passavam férias os expoentes das organizações criminosas e eventualmente fixavam residência. Caso dos ex-líderes do PCC mortos no início deste ano.

Em meio à crise que se seguiu às chacinas das Cajazeiras e às mortes dos “cabeças” da facção paulista, o ministro da Justiça de Michel Temer, num raro momento de sinceridade, chegou a dizer que quem conquistasse o Ceará, levaria também o Nordeste. Torquato Jardim não se referia ao turismo, mas à cadeia do tráfico de drogas, que havia criado tentáculos no sistema carcerário brasileiro. Do Rio e São Paulo, esses grupos espalharam-se pelo restante do País. Hoje, de dentro dos presídios, comandam negociações aqui fora. Expedem ordens de assassinato e toques de recolher. É assim que o crime funciona. Como uma empresa cuja lógica é o lucro que recorre a métodos de barbárie para manter os interesses dos negócios, praticando um capitalismo genuinamente selvagem.

É precisamente aí que desanda o sonho do general de instituir no Ceará uma ilha de segurança. Como as facções estão conectadas e atuam num esquema interestadual, qualquer tentativa de combatê-las que não parta de uma articulação nacional – uma força-tarefa dos entes federativos – será meramente o que é: promessa de campanha.

Mas há outro ponto na fala do general que merece atenção: a crítica a uma suposta falta de autoridade no Estado. É até possível que falte mesmo, e nisso opositores e governistas haverão de concordar: as facções ganharam um largo terreno no Ceará exatamente pela demora em entender a real extensão do problema que elas representavam. Era 2015, e talvez, naquele momento, fosse possível evitar que essas organizações ganhassem a capilaridade que têm hoje, mas o governo preferiu alimentar o discurso de que as sucessivas quedas no índice de homicídios eram resultado do acerto das políticas públicas. Logo descobriríamos que não era bem assim. Pagamos alto preço por essa negação da realidade.

Todavia, aqui estamos novamente diante de uma questão complexa que requer inteligência e efetividade no emprego de recursos – humanos e orçamentários. Não é caso somente de autoridade, como sugere a resposta voluntariosa do general. Do contrário, bastaria que cada estado brasileiro elegesse um militar e o pusesse no poder. Alguns até devem tentar neste ano. Os desafios do Brasil, porém, não cabem dentro dessa cartilha populista. Há de se destacar um terceiro aspecto na entrevista do pré-candidato: seu absoluto compromisso com o estado democrático de direito ao rechaçar qualquer hipótese de volta do regime militar. E também ao condenar expressamente a intervenção na segurança pública do Rio de janeiro. Para Theóphilo, trata-se de “decisão unilateral do Executivo” com objetivo “meramente político”.

Você viu o Sérgio Machado por aí??

569 1

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou, nessa terça-feira, o ex-diretor financeiro da Transpetro, Rubens Teixeira, pelos crimes de dispensa ilegal de licitação e peculato.

A propósito: como vai o caso que envolve o ex-presidente dessa estatal, Sergio Machado, aquele que fez delação premiada e entregou meio mundo do hoje MDB?

(Foto – Marcos de Paula, do Estadão)

Camilo, Eunício e Ivo Gomes estarão juntinhos em Sobral

Neste sábado, o governador Camilo santana (PT) e o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB), vão estar juntinhos novamente, em clima de muito afago popular. Será em Sobral, na terra dos Ferreira Gomes, quando, tendo o prefeito Ivo Gomes (PDT) por cicerone, anunciarão, no Beco do Cotovelo, investimentos da ordem de R$ 40 milhões para esse município da Zona Norte.

No pacote de bondades, o saneamento básico dos bairros Padre Ibiapina, Domingos Olímpio e Cohab III, onde serão investidos cerca de R$ 20 milhões; o saneamento da sede do distrito de Taperuaba, que custará cerca de R$ 10 milhões; o mesmo valor será direcionado para construção de uma nova estação de tratamento de água, além de outros R$ 3,5 milhões para construção do Centro de Iniciação ao Esporte, que será erguido no bairro Dom José II, na área anteriormente conhecida como pantanal.

Camilo e Eunício, agora mais do que nunca sob as bênçãos dos Ferreira Gomes, transformam a aliança administrativa em favor do Ceará em aliança eleitoral.

(Foto – Divulgação)

PRB descarta apoio ao presidenciável Ciro Gomes

Em negociação com outros partidos do centrão para uma possível aliança na disputa presidencial, o PRB avisou que não há chances de a legenda apoiar o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). O apoio ao pedetista já é admitido por integrantes das cúpulas do DEM, PP e Solidariedade, siglas que discutem junto com o PRB a possibilidade de apoiarem o mesmo candidato nas eleições deste ano para o Palácio do Planalto.

“Já avisei que com Ciro não vamos. O PRB não caminha com a esquerda. Ele não é de esquerda, mas o partido dele é e o debate que ele tem feito é de esquerda”, afirmou o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, ao Estadão/Broadcast. De acordo com o dirigente, seu partido só aceitaria desistir da candidatura do empresário Flávio Rocha, dono das lojas Riachuelo, se for para apoiar algum nome de centro-direita.

As discussões de DEM, PP, PRB e SD sobre essa possível aliança na disputa presidencial começaram na semana passada. As articulações estão sendo comandadas pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), pré-candidato do DEM ao Planalto. Com o movimento, ele tenta ganhar protagonismo na negociação eleitoral do campo do centro e, ao mesmo tempo, isolar PSDB e MDB, que negociam possível aliança em torno da candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Integrantes das cúpulas desses partidos já se reuniram pessoalmente pelo menos uma vez. O encontro aconteceu na residência oficial da Presidência da Câmara em Brasília. A ideia é tentar trazer para as conversas o PTB, legenda que tem sinalizado apoio a Alckmin, e, em um segundo momento, o Podemos, que tem o senador Álvaro Dias (PR) como presidenciável.

Nas conversas iniciais, a proposta é que, em julho, essas legendas escolham juntas o nome que apresentar melhores condições de ser eleito. Essas condições envolveriam não só bom desempenho nas pesquisas, mas também índices de rejeição e capacidade de gestão. Essa escolha aconteceria até 5 de agosto, prazo que os partidos têm para realizarem suas convenções para decidirem como vão se posicionar nas eleições de outubro.

Vetado pelo PRB, Ciro intensificou ofensiva em busca de apoio do PSB após o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa desistir de ser candidato à Presidência pela legenda. O presidente do PDT, Carlos Lupi, ligou para o presidente do PSB, Carlos Siqueira, e prometeu procurá-lo para uma reunião nesta quarta-feira, em Brasília.

A outra frente é via parlamentares. Integrantes da cúpula do PDT têm abordado deputados do PSB para tentar convencê-los a defenderem aliança do partido com Ciro. A “ofensiva parlamentar” é comandada pelo líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (CE), e pelo ex-ministro Cid Gomes, irmão de Ciro e um dos coordenadores da campanha do pedetista ao Palácio do Planalto.

Na semana passada, Cid se encontrou em Brasília com os deputados Júlio Delgado (MG), líder do PSB na Câmara, e Alessandro Molon (PSB-RJ). No dia anterior, falou por telefone com o ex-deputado Beto Albuquerque (RS). O presidente do PSB, Carlos Siqueira, contudo, descarta candidatura própria. Segundo dirigente, após a desistência de Barbosa, restaram duas opções: se coligar a um candidato com “identidade programática” com o PSB ou liberar seus filiados para apoiarem quem quiserem.

(O POVO com Agências)

DETALHE – Flávio Rocha, presidenciável do PRB, vai cumprir agenda no Ceará, nesta quinta, em Fortaleza, e, nesta sexta-feira, em Juazeiro do Norte. Em ritmo de pré-campanha. Confira aqui.

Tribunal de Justiça instala 2º Juizado Especial na Faculdade Ari de Sá

O Tribunal de Justiça do Ceará vai instalar o 22º Juizado Especial Cível de Fortaleza na Faculdade Ari de Sá, localizada no Centro da cidade. O documento foi assinado pelo presidente, o desembargador Gladyson Pontes, e o diretor-presidente da instituição de ensino, Oto Brasil de Sá Cavalcante. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

Segundo o convênio, a faculdade vai ceder prédio situado na rua Gonçalves Lêdo, 1240, bem como mobiliário necessário ao funcionamento do Juizado. Também vai disponibilizar estagiários do curso de Direito, que aproveitarão a experiência para a disciplina de prática jurídica.

Unidade

A unidade terá sala de espera de audiência, gabinete de juiz e espaço para Defensoria Pública e OAB, além de sala de audiências de conciliação, secretaria e balcão de atendimento. Segundo o diretor-presidente da Faculdade Ari de Sá, a previsão é de que a unidade esteja funcionando nas novas instalações em 30 dias. “Como instituição de ensino temos que exaltar a importância da Justiça para a resolução de conflitos, essencial para promover a harmonia social. E os alunos também serão bastante beneficiados com a vinda do Juizado”, afirmou.

Para a coordenadora do curso de Direito, Marlene Pinheiro, o convênio “permite o desenvolvimento prático dos alunos e ajuda também nossa comunidade. Desde o princípio a Faculdade se preocupa com a desburocratização do acesso à Justiça, com o uso dos métodos de solução de conflitos. Queremos fomentar essa cultura”, declarou.

Evandro Leitão parabeniza a Polícia pela redução do número de homicídios em abril

195 2

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, Evandro Leitão (PDT), ocupou a tribuna da Casa, nesta terça-feira, para elogiar o trabalho dos polícias civil e militar do Ceará no combate ao crime. Referiu-se aos números de homicídios que caíram em abril deste ano.

Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) tiveram uma redução de 2,6% em todo Estado em relação ao mesmo período do ano passado. Em Fortaleza, a queda foi de 14,9%.

“Tenho absoluta convicção de que essa redução se deu sobretudo pelo trabalho dos nossos policiais militares e civis. Que essa minha fala seja um incentivo para que eles continuem se dedicando”, disse Evandro Leitão. Ele adiantou que várias medidas estão sendo tomadas pelo Governo do Ceará para dar uma resposta à população na área da segurança pública.

Evandro citou ações como ampliação e interiorização do efetivo policial, implantação dos Batalhões de Divisas, instalação de novas delegacias 24 horas e do Batalhão Raio e de sistemas de videomonitoramento em municípios com mais de 50 mil habitantes.

Camilo anuncia convocação dos aprovados no concurso do Detran para junho

975 4

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, durante bate-papo semanal com internautas em sua página no Facebook, que no próximo mês de junho vai homologar e convocar aprovados no concurso do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), lançado em setembro último. Ao todo, 171 mil candidatos participaram do processo.

A transmissão foi realizada direto de Brasília, onde o governador participou de reunião com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) acerca das obras do Metrô de Fortaleza. Tentou destravar recursos para o empreendimento.

Enem 2018

Às vésperas do fim da inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio deste ano (Enem – 2018), previsto para esta sexta-feira, 18, Camilo Santana incentivou os alunos da rede pública estadual a realizarem a matrícula.

TCE divulga no próximo dia 28 parecer sobre contas da gestão Camilo Santana de 2017

No próximo dia 28, às 15 horas, o Tribunal de Contas do Estado, em clima de sessão extraordinária, vai apreciar as contas do governador Camilo Santana relativas ao exercício de 2017. A data, definida pelo relator do processo, conselheiro Ernesto Saboia, foi anunciada durante a sessão plenária da Corte desta terça-feira. A informação é da assessoria de imprensa do TCE.

Com base no relatório a ser apresentado por Saboia, o colegiado emitirá parecer prévio pela aprovação, desaprovação ou aprovação com ressalvas. O documento é então encaminhado à Assembleia Legislativa, a quem cabe julgar as contas do chefe do Executivo.

Durante a sessão, o relator apresentará uma análise da conjuntura socioeconômica; do planejamento e execução orçamentária; das demonstrações contábeis, da gestão fiscal, das transferências financeiras a entidades públicas e privadas; dos limites constitucionais; da transparência na gestão; e do atendimento às recomendações feitas pelo TCE no parecer do ano anterior, relativo às contas de 2016. Ao final, discorrerá sobre as ocorrências e recomendações alusivas a 2017.

O parecer informará se o Balanço Geral do Estado demonstra adequadamente as posições orçamentária, financeira e patrimonial, bem como se as operações estão de acordo com os princípios fundamentais da Contabilidade Pública.

O documento tem teor técnico especializado e contém uma apreciação das contas consolidadas e prestadas pelo Poder Executivo. É considerado um dos mais importantes instrumentos de transparência da gestão governamental e para o exercício da cidadania.

Secretários de Camilo buscam verbas para obras hídricas com apoio de Eunício e Cabo Sabino

O secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, De Assis Diniz, e o chefe da Casa Civil do Abolição, Nelson Martins, vão embarcar, nesta noite de terça-feira, na rota de Brasília.

A agenda deles envolve uma série de compromissos no Ministério da Integração Nacional, na Secretaria Especial de Agricultura Familiar e o Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República (Sead), com o coordenador da bancada cearense, deputado Cabo Sabino (Avante), e com o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira. Hora de destravar emendas e recursos de alguns projetos da área hídrica.

“É que o período chuvoso já se encerrou e a pauta da agricultura familiar não pode parar”, avisa De Assis Diniz.

(Foto – Divulgação)

Consultora política avalia presença feminina nas eleições presidenciais de 2018

A consultora política Mônica Nabhan, integrante da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP), avalia, em entrevista exclusiva para este Blog, as chances das presidenciáveis Manuela D´Ávila (PCdoB) e Marina Silva (Rede Sustentabilidade) nas eleições de 2018. Ela aponta tendência de redução do protagonismo feminino na disputa, embora destaque que as mulheres estão bem representadas com as duas pré-candidaturas.

Mônica Nabhan, que atua no Mato Grosso do Sul, será uma das participantes do um dos participantes do 13º Congresso Brasileiro de Estratégias Eleitorais e Marketing Político, que será realizado nos dias 18 e 19 de maio de 2018, no Centro de Eventos do Ceará. Confira a entrevista:

Blog – Ao longo das duas últimas eleições presidenciais, duas candidaturas de mulheres tiveram forte protagonismo (Dilma Rousseff e Marina Silva). Quais as perspectivas para este ano, uma vez que, em uma campanha que tende a ter muitos candidatos a presidente, até agora, surgiram apenas duas pré-candidaturas de mulheres, ou seja, novamente a de Marina Silva e de Manuela D´Ávila? Estamos caminhando para uma eleição com redução da presença feminina em espaços majoritários?

MN – Acredito que sim, pela descrença pela política que vivemos atualmente. É um fator cultural e a mudança de uma cultura leva muitas décadas para acontecer.

Só em 1932 o decreto 21.086, publicado por Getúlio Vargas, garantiu o direito de as mulheres serem elegíveis. Desde lá, levamos 58 anos para ter as primeiras senadoras, 62 para ter a primeira governadora e 79 para ter a primeira e única presidenta do país.

Desde 2009 a lei diz que cada partido ou coligação preencherá o mínimo de 30% (trinta por cento) e o máximo de 70% (setenta por cento) para candidaturas de cada sexo e exige a obrigatoriedade de aplicar recursos partidários na promoção da participação feminina. Acredito que essa lei não vem sendo fiscalizada com a aplicação de punições. Como acredito que não haja realmente condições, por parte das mulheres, de participar ativamente das questões políticas, nem no Brasil, nem na maioria dos outros países.

A maioria das mulheres tem dupla jornada de trabalho, tendo que equilibrar tarefas profissionais, pessoais e familiares, restando pouco, ou quase nenhum, tempo ou energia para a política. Ganham menos também e dedicar-se à política exige investimentos.

Somado a tudo isso a política tem um ambiente hostil, para ambos os sexos, e acho que para isso as mulheres são menos resistentes. Mas as duas candidatas à presidenta que temos até agora me parecem muito combativas e preparadas. Estamos bem representadas.

Blog – Quais componentes digitais podem ser considerados de maior peso nas eleições majoritárias e nas campanhas proporcionais? Há diferenças no uso desses componentes entre as disputas majoritárias e proporcionais?

MN – Todo candidato deve possuir seu kit básico: site com blog, página em Facebook, Instagram e Twitter, nessa ordem de prioridade e administrado por profissionais extremamente competentes. Nada de empirismo. Cada um deles com sua linguagem específica. Isso é muito complexo, pois trata-se de um trabalho que não pode ser feito por amadores e muito menos pelo próprio candidato. Mas acho que tudo isso não dá grandes resultados se não houver o que ser mostrado.

Acredito muito mesmo no poder do WhatsApp. Cento e vinte milhões de brasileiros o acessam todos os dias e várias vezes por dia. Mas ele tem restrições, pode ser denunciado como spam. Portanto todo cuidado é pouco para usar essa grande ferramenta. Os candidatos teriam que ter começado a usar essa ferramenta com fins políticos há muito tempo. Não é possível começar a usar agora para não parecer oportunista e causar rejeição. E nem pensar em criar grupos. Isso é inadministrável. Linhas de transmissão dão menos trabalho e mesmo assim tem que se ter um bom back office.

Os candidatos proporcionais têm mais chances de se comunicar bem com seus públicos através dessas ferramentas, devido à maior proximidade que estabelecem com seus eleitores.

Blog – Como mesclar de forma adequada os componentes digitais e não-digitais nas campanhas de forma a se conseguir êxito na estratégia traçada para o candidato?

MN – Já me referi sobre os digitais relacionados à Internet. Podemos considerar que a TV já é digital em grande parte das cidades, atingindo 90 milhões de brasileiros até agora. Esse é disparado o maior meio de informação do brasileiro e tem um peso absurdo na época da campanha.

Produzir bons programas para o horário eleitoral e ser notícia nesse meio é um grande desafio a ser cumprido. E nada disso se consegue sem ter bom aliados, recursos financeiros para viabilizar isso com bons profissionais e estrategistas, pois campanha política tem um custo muito elevado.

Mas no atual ambiente político, de nada isso tudo adianta se o candidato não tiver uma história política íntegra e de feitos para divulgar. Esse sim, o capital político do candidato, vai ser o fiel da balança neste pleito, e espero que nos demais. Portanto os novatos e outsiders terão poucas chances.

Sobre o Congresso

Com o tema “Novas estratégias eleitorais para um novo ambiente político”, o congresso discutirá temas como renovação política, uso da Internet nas campanhas eleitorais, novas técnicas de comunicação e de mobilização eleitoral e campanha permanente dentre outros.

SERVIÇO

*Para maiores informações e inscrição no congresso, os interessados devem acessar o endereço eletrônico: www.estrategiaseleitorais.com.br ou manter contato pelos telefones 85.3246.2399 e 85.99644.0065.

*Centro de Eventos do Ceará – Avenida Washington Soares, 999 – Fortaleza/CE.

Foto – Divulgação)

Academia Fortalezense de Letras ganhará mais três imortais

257 2

Tales de Sá e sua amada, Valéria Studart.

Irapuan Diniz Aguiar, conselheiro da OAB do Ceará, o secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, e o controlador da Rede de Ensino FB, Tales de Sá Cavalcante, tomarão posse, nesta quarta-feira, como membros da Academia Fortalezense de Letras.

O ato ocorrerá a partir das 19 horas, no Palácio da Luz, sob o comando do presidente dessa academia, José Augusto Bezerra.

(Foto – Divulgação)

André Costa vai expor como a SSPDS atua contra a violência no meio rural

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, André Costa, vai fazer uma exposição sobre as ações de segurança no campo quando de reunião do Pacto de Cooperação da Agropecuária Cearense (Agropacto). Ainda neste mês, com data sendo fechada.

André Costa atende a um convite do presidente da Federação da Agricultura do Estado, Flávio Saboya. A palestra ocorrerá na sede da Faec,dentro do Fórum de Debates do Agronegócio.

Os pecuaristas cearenses estão preocupados com os níveis da violência no meio rural.

(Foto – Facebook)

General Theóphilo diz que quer fazer do Ceará uma “ilha de segurança”

1822 1

“Fazer do Ceará uma ilha de segurança”, eis uma das metas do pré-candidato a governador pelo PSDB, general Guilherme Theóphilo. Foi o que ele disse, ao ser entrevistado, nesta terça-feira, pelo jornalista Luiz Viana, âncora do programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/CBN.

O general Theóphilo diz reconhecer que o Governo do Estado tem feito muitos investimentos no setor, mas lamenta que isso ocorra “sem qualidade”. Para o tucano, é preciso investir em fiscalização, capacitação de pessoal, em inteligência e também em tecnologia para se enfrentar o crime organizado.

Entre vários assuntos da entrevista, o general se disse contra militares se envolvendo em política e dando palpite sobe tema. Para ele, isso só se não estiver mais ativa, no que poderá exercer seu direito de cidadão. O general Theóphilo também afirmou ter sido contra a intervenção do Exército na segurança do Rio de Janeiro. Para ele, a medida foi puramente política. Também se disse contra a volta dos militares ao Poder.

Sobre como vai fazer a sua  campanha eleitoral, disse que isso ficará a cargo do senador Tasso Jereissati – o “nosso marechal, que está acima de general”. Caberá ao senador tratar de composições políticas e também coordenar a campanha em todos os sentidos.

Indagado sobre como financiará sua campanha num sistema onde se fala em caixa 2 e compra de votos, disse que, da sua parte, fará um trabalho simples, honesto e apostando em renovação. Chegou a dizer até que se aposentou e que está sem dinheiro, pois comprou, recentemente, um apartamento para fixar residência em Fortaleza. “Se eu for pensar em grandes campanhas, eu já vou estar na contramão do que prego!” – concluiu o general Theóphilo.

(Foto – Alex Gomes)