Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Associação Peter Pan lança a Campanha McDia Feliz

A Associação Peter Pan lançará nesta quinta-feira, às 9 horas, em sua sede, a Campanha McDia Feliz 2018. A ação solidária, que há 20 anos contagia e envolve a sociedade na luta contra o câncer infantojuvenil no Estado, ocorrerá nos pontos de venda do sanduíche BigMac, dessa rede de fastfood.

Neste ano, a campanha vai se estender às filiais do McDonald das cidades de Maracanaú, Juazeiro do Norte e Sobral. O objetivo é reforçar as ações do Centro Pediátrico do Câncer gerido pela associação.

SERVIÇO

*Associação Peter Pan – Rua Alberto Montezuma (Rua da Esperança), Nº 350, no bairro Vila União.

(Foto – Divulgação)

Deputado quer debate sobre crise na produção de coco no Ceará

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Assembleia Legislativa fez reunião, nesta quarta-feira, e aprovou três projetos de parlamentares e três requerimentos.

Um desses requerimentos é de autoria do deputado Roberto Mesquita (PROS), presidente da Comissão, que solicita uma audiência pública para tratar sobre as dificuldades do setor de produção de coco no Brasil, com repercussões no Estado.

(Foto – ALCE)

General Theophilo visitará nesta quinta-feira lideranças da Região Centro-Sul

Nesta quinta-feira, o senador Tasso Jereissati (PSDB) estará com o General Theophilo, pré-candidato tucano ao Governo, visitando o município de Iguatu..Hora de conversar com lideranças do partido da Região Centro-Sul.

O General Theophilo, segundo sua assessoria de imprensa, vai expor suas propostas para o Governo e pedir a mobilização quando da campanha eleitoral.

Já no sábado e domingo, as visitas ocorrerão em municípios da Região do Cariri.

(Foto – Alex Gomes)

CNEC comemora 75 anos com sessão solene na Câmara dos Deputados

A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) ganhará, no próximo dia 8 de agosto, em Brasília, uma sessão solene comemorativa dos seus 75 anos de fundação. No ato, haverá o lançamento do livro com a biografia de seu fundador, professor Felipe Tiago Gomes,

A sessão solene contará também com homenagens a organizações e várias personalidades cujas trajetórias pessoais e históricas estão ligadas ao legado cenecista.

“Nesse sentido, pela vinculação histórica da CNEC com o Grupo O POVO de Comunicação através de Paulo Sarasate, Albanisa Sarasate (foi diretora da instituição no Ceará), além da existência de várias escolas com denominações de pessoas dessa empresa jornalística (Demócrito Rocha, Júlia Jorge, Paulo Sarasate e outras), indiquei o nome da jornalista Luciana Dummar, atual presidente do grupo, para receber a homenagem”, adianta o diretor estadual Irapuan Diniz Aguiar.

Férias de julho devem aquecer o mercado cearense entre 10 e 15 por cento, estima a ABIH

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) espera um incremento de 10 a 15 por cento no movimento destas férias de julho no Ceará. É o que estima o presidente nacional da entidade, Manuel Cardoso Linhares.

Ele avalia que o aumento da oferta de voos nacionais e internacionais pesará nessa projeção, lembrando, no entanto, que o inverno no Sul e Sudeste do País fará com que o fluxo de turistas dessas regiões aumente para os destinos do Nordeste.

(Foto – Paulo MOska)

Leônidas Cristino cobra conclusão da Ferrovia Transnordestina

423 2

O deputado federal Leônidas Cristino defendeu, durante audiência pública da Comissão de Viação e Transportes, da Câmara, a conclusão da Ferrovia Transnordestina, a Ferrovia Norte Sul e a Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL). O parlamentar cobrou uma ação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no sentido de passar a tratar com mais rigor as empresas concessionárias de transporte ferroviário para fazer valer as disposições previstas nos contratos firmados para concluir estas obras estruturantes para o país.

“As agências reguladoras devem cobrar a finalização desses empreendimentos, dentre outros”, disse Leônidas Cristino. O deputado acrescentou que é necessária a retomada de uma visão sistêmica no planejamento e expansão do setor, assim como a garantia de tarifas módicas para os usuários desses serviços.

A audiência pública teve como o tema “Concessões de ferrovias, obras inacabadas e ramais desativados, bem como a conclusão e o efetivo funcionamento da Ferrovia Norte-Sul”. Como presidente da Comissão Mista de Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional, Leônidas Cristino fez uma detalhada apresentação do papel deste sistema de transporte no mundo e comparou o modelo brasileiro com o de países com dimensões parecidas com o Brasil, mas que dele fazem melhor uso, como os EUA, Canadá, Rússia e Austrália.

“A retomada de investimentos públicos e privados em infraestrutura ferroviária é de suma importância para a economia do Brasil”. As ferrovias, segundo ele, apresentam melhor desempenho e balanço energético mais eficiente, comparadas com o transporte rodoviário, e possibilitam o barateamento dos transportes de cargas e passageiros em todo o território nacional.

O parlamentar analisou o surgimento da malha ferroviária do país, sua expansão e posterior sucateamento que se deu, principalmente, após o processo de privatização no final da década de 90. A audiência pública concluiu com a recomendação de que em breve devem ser retomados os investimentos no setor, a fim de que se finalizem as obras da Ferrovia Transnordestina e se resolvam outros gargalos que tanto oneram as empresas de cargas que operam em nossas sucateadas ferrovias.

Também participaram da audiência pública Sérgio Lobo, diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT); Marcus Expedito Felipe de Almeida, diretor de Operações e Participações da VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S.A.; Ticiano Bragatto, gerente técnico da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) e José Manoel Ferreira Gonçalves, presidente da Frente Nacional pela Volta das Ferrovias (Ferrofrente).

(Foto – Agência Câmara)

Um Dia Apenas

Com o título “Um dia apenas”, eis artigo de Demétrio Andrade, jornalista e sociólogo, que aborda uma tragédia dois meses antes da Copa da Rússia com o mexicano Gilberto Martinez. Confira:

Minha mulher me passou um texto lindo, do Julio Gomes, publicado no jornal O Povo, sobre o mexicano Gilberto Martínez, que viu falecerem a esposa e os dois filhos pequenos em um acidente de carro nos EUA, dois meses antes desta Copa, com tudo já comprado para o evento. Gilberto decidiu ir à Rússia assim mesmo, com amigos, num sinal de respeito e para homenagear a família, que estaria feliz de participar daquele momento.

Não é fácil ler o artigo. Dá pra sentir nas entrelinhas a dor de quem viu vidas preciosas se esvaírem em apenas um dia. Em apenas um dia, perde-se tudo. Em apenas um dia, pode-se dar adeus aos seus afetos de forma trágica. Em apenas um dia, todo um passado construído com amor, suor e trabalho vira pó e lembranças.

Comparei com meu dia. Na verdade, comparei com vários outros dias vividos por mim, centenas deles mal e porcamente. Fica sempre aquela sensação – presente em qualquer texto de autoajuda piegas (desculpem o pleonasmo) – de que é necessário viver intensamente, curtir o presente, amar as pessoas como se não houvesse amanhã e outros que tais.

Evidentemente, isso não é possível. O fato é que, para se viver desta forma, precisaríamos de uma espécie de “estado de alerta permanente”. Um policiamento constante, quase desesperado, sobre nossas ações, não bastasse a frequência que nos vendem – e cobram – receitas de felicidade e sucesso imediatas e sem qualquer esforço. Ocorre que felicidade ou sucesso são conceitos relativos. Assim como dor e a frustração, elementos básicos da existência. E, o que é pior, nada há para prevenir ou aliviar uma dor desta proporção.

Não há respostas para estas questões. No máximo, perceber que é importante viver da melhor forma possível um dia de cada vez. Seja curtindo mais horas com a família, bebendo com os amigos, dedicando-se a ajudar o próximo, se realizando em mais um dia de trabalho, dormindo o dia inteiro ou pulando de bungee jump. Ou, quem sabe, tentar compensar o mau humor de ontem com uma atitude mais positiva no dia de hoje. E isso está bem longe de ser simples.

Para quem está passando por momentos difíceis, talvez soe hipócrita sugerir ser grato por mais um dia. Mas penso nos bilhões de pessoas que estão bem ou, pelo menos, não viveram um minuto sequer como aquele fatídico dia pelo qual passou Gilberto Martínez, que envergou, não quebrou e equilibrou-se por sobre a tristeza. Melhor pensar que nunca é apenas um dia. De repente, pode ser que nos falte um dia apenas.

*Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo

Academia Cearense de Engenharia ganha dois novos membros de peso

A Academia Cearense de Engenharia ganhou mais dois membros, em ato realizado no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Ceará. À frente da cerimônia, o presidente da entidade, o ex-presidente do Crea/CE, Victor Frota.

Tomaram posse Jesualdo Farias, ex-secretário estadual das Cidades e ex-reitor da UFC, e Antônio Nunes de Miranda, ex-diretor do Centro de Tecnologia da UFC.

(Fotos – Divulgação)

Lotéricas não mais receberão contas da Enel

A partir do dia 5 de agosto, as lotéricas não mais receberão contas da Enel Distribuidora. O grupo decidiu rescindir o contrato com a Caixa Econômica Federal e promete receber o desembolso em seus postos de atendimento.

Segundo o diretor institucional da Enel, José Nunes, essa rede de postos de atendimento será ampliada. A rescisão contratual segue orientação da direção nacional do grupo.

(Foto – Diário de Goiás)

Voo ligando Panamá a Fortaleza aterrissa dia 18 de julho

No próximo dia 18, pousará, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, o primeiro voo da Copa Airlines ligando o Panamá à Capital cearense. A informação é da direção nacional da Associação Brasileira da Industria de Hotéis (Abih).

O primeiro pouso está previsto para as 21h30min, com coquetel para alguns convidados. O voo CM343 será operado em um Boeing 737-800, com capacidade para 16 passageiros em classe executiva e 138 na cabine principal.

As passagens estão sendo vendidas ao preço de US$ 545 ida e volta (aproximadamente R$ 1.720). Serão duas frequências semanais. Com a inclusão do novo destino, Fortaleza passará a ter, até o fim deste ano, 43 frequências semanais internacionais para 13 cidades.

(Foto – Divulgação)

A Torcida Real

Com o título “God save the queen”, eis artigo do jornalista Cláudio Ribeiro, no O POVO desta quarta-feira. Ele mistura, de uma menira bem humorada, a Copa da Rússia com a possível gravidez da princesa Kate. Confira:

A se confirmar o que o tabloide americano Life & Style andou espalhando ontem, de que a duquesa Kate Middleton estaria com sinais de nova gravidez apenas dois meses após ter dado à luz ao menino Louis, eita que talvez a seleção inglesa nem esteja nas manchetes de hoje depois do jogo suado contra a Colômbia. Harry Kane perdeu a foto principal do The Sun? Será que o Daily Telegraph terá a charge da bisa Elizabeth reclamando de tanto menino correndo pelo palácio? Com todo o respeito, mas “valha, Kate, de novo? Respeitou nem o resguardo?” — como dizem em Londres ou na Itapipoca. Entre a Copa do 7 a 1 e esta dos rolamentos de Neymar, Buckingham aumentaria em quatro novas crias reais. Eita!

Os ingleses são loucos por futebol. Inventaram as regras do 11 contra 11, bola de couro, duas traves e gols por fazer. Hoje eles têm uma liga espetacular, bem cara, bem jogada. Passaram daquele tempo que eram só chutões pra frente, pro alto, até algum galalau alcançar o ponto mais alto do cruzamento com uma cabeçada. David Beckham batia bem na bola, chutava como poucos, era ótimo para essa estratégia, além de jogar bonito para o marketing.

Os clubes do pebol inglês juntaram bom dinheiro, atraíram investidores russos e coreanos e chineses, venderam bem o produto e as grandes contratações aportaram. Os melhores jogadores do futebol da Inglaterra não são nem da Inglaterra. Os treinadores mais caros também vieram. Os compatriotas de Beckham foram entendendo novos esquemas táticos, dribles e o jogo deles melhorou. Mas nem tanto, my lord. Triangulações, linhas aproximadas de marcação, tudo muito parecido, como a Copa da Rússia tem mostrado.

Porém, todo esse debate sobre o esporte bretão, se está melhorado, perde relevância entre os súditos se for verdadeira a notícia de que a família real ganha novo nome na sucessão. O que importa classificar por pênaltis para as quartas de final do Mundial?

Já tá 3 a 0 para William e Kate. O prenúncio de mais um gol na prole do reinado talvez deva ser nova fofoca, barrigada (ops!) do jornal americano. Harry e Meghan, recém-casados, olham tudo do banco de reservas. Que Deus salve a rainha pra tanto bisneto. A propósito, Inglaterra e Brasil podem se encontrar na final.

*Cláudio Ribeiro

Jornalista do O POVO.

Camilo lança na Fiec edital com projetos de inovação

Camilo e Beto Studart.

O governador Camilo Santana lançará nesta quinta-feira, às 9 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), o edital Funcap – Inovafit Fase 2/2018, que irá destinar um total de R$ 10 milhões para projetos de desenvolvimento de produtos e processos inovadores em áreas prioritárias para o Estado. O ato contará com a presença de Beto Studart,  presidente da Fiec, da secretária de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Nágyla Drumond, e do presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Tarcisio Pequeno, além de empresários e cientistas.

O edital, destinado a pequenas e médias empresas (com receita bruta anual até R$ 10,5 milhões), será administrado pela Funcap com recursos do Fundo de Inovação Tecnológica (FIT). O repasse será feito pela modalidade da subvenção econômica, não-reembolsável e mediante a contrapartida das empresas apoiadas. O principal objetivo é estimular a colaboração entre o setor empresarial e a pesquisa científica para aumentar a produtividade das empresas do estado, beneficiando a economia local, informa a assessoria de imprensa da federação.

*As áreas prioritárias definidas para os projetos são as seguintes:

– Água;

– Energia;

– Segurança Pública;

– Saúde / Biotecnologia / Fármacos;

– Educação;

– Tecnologia de Informação e Comunicação – TIC;

– Agronegócio / Indústria Alimentar;

– Eletrometal-Mecânico / Materiais / Nanotecnologia;

– Indústria da Construção Civil e Pesada;

– Economia Criativa;

– Inovação Social;

Dentro das áreas acima descritas, serão privilegiados projetos que proponham abordagens de temas considerados estratégicos para a área de inovação, atualmente: São eles:

– Inteligência artificial;

– Indústria 4.0;

– Coleta e análise de dados (Big data);

– Internet das coisas (IOT, internet of things);

– Cidades inteligentes (Smart Cities).

(Foto – Paulo MOska)

Camilo Santana e um festival de inaugurações

Depois do Centro de Formação Olímpica, só falta reinaugurar a Arena Castelão.

Da Coluna Política de Érico Firmo, no O POVO desta quarta-feira, eis o tópico “Polêmica das inaugurações”. Confira:

O governador Camilo Santana (PT) segue inaugurando obras que estão ainda por completar. Não é novidade nem é só ele. Ele levou mais de ano para colocar em condições de uso o Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim, “inaugurado” por Cid Gomes (PDT). A mesma coisa ocorre nos diversos níveis, de forma generalizada entre os partidos. Administração do MDB fez isso em Sergipe e do PT agiu assim na Bahia. Em São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) entregou obras incompletas antes de renunciar, em abril. A pressa é motivada pelo calendário eleitoral. Os candidatos têm até sábado para participar de inaugurações.

Não sei o que é pior: que os políticos achem esse tipo de coisa determinante para o voto ou a possibilidade de estarem certos. As pessoas sabem quem é responsável pela obra. Não consigo entender que grande diferença de mérito, aos olhos da população, de o sujeito fazer uma solenidade para dizer que o empreendimento está concluído. Ainda mais quando os trabalhos, na verdade, não terminaram por completo e o equipamento público nem usado pode ser.

Em tese, deveria ser coisa que causa mais desgaste do que traz voto. O que deveria gerar apoio deveria ser o resultado daquele investimento para a população. Claro, o rito solene serve para vincular a imagem do serviço à do realizador. Porém, qual a vantagem quando o benefício ainda não chegará à população imediatamente?

Ontem, Camilo foi questionado sobre a razão de inaugurar a Uniseg do Jangurussu com obras físicas ainda incompletas. Devolveu com a pergunta: “Qual o problema?”, disse, argumentando que o importante é o aumento do efetivo policial na região, que já aconteceu, independentemente da conclusão da parte física da obra.

O problema é que a data de inauguração que constará na placa não será condizente com a realidade, a comunicação à população será inútil, pois não fará referência a um novo equipamento em uso.

As pessoas que usam e se beneficiam dos serviços sabem quando são realizados pelo prefeito, pelo governador, pelo presidente. Camilo faz jus aos méritos pelas obras que realizou, por ter feito os investimentos e pelo proveito público que delas houver. E não porque houve um ato qualquer repleto de áulicos para tirar foto.

Porém, os governos, dos diversos partidos, insistem nesse tipo de prática. Imagino que os estrategistas tenham elementos para afirmar que isso dá resultado. Suponho que não submeteriam os governantes ao constrangimento de entregar uma coisa incompleta a troco de nada.

E aí está o problema. Que coisas tão simples façam a diferença em algo tão sério quanto o voto. Mais ainda: que a “cultura do cimento” ainda seja a métrica para avaliação de uma gestão. Governante bom ainda seja aquele tido como o tocador de obras.

BNB comemora 66 anos de criação e 30 anos de FNE destacando o ex-senador Mauro Benevides

O ex-senador Mauro Benevides ganhará homenagem, nesta manhã de quarta-feira, durante atos que marcam os 66 anos de criação do Banco do Nordeste e os 30 anos do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

Além de ter sido presidente da Instituição, foi de Mauro a lei que criou o FNE, hoje a principal linha de crédito para investimentos do BNB na região.

(Agência Senado)

PSB já admite que apoio a Ciro é questão de tempo

Integrantes do PSB dizem que, hoje, uma declaração de apoio a Ciro Gomes (PDT) na corrida presidencial é apenas questão de tempo, informa a Folha nesta quarta-feira. Dirigentes da sigla avaliam que, enquanto o PDT oferece apoio em todos os Estados onde o PSB disputará governos, o “PT só tira”.

Preocupado com o avanço das negociações de pessebistas com Ciro, o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, procurou aliados de seu sucessor no governo de São Paulo, Márcio França (PSB), que comanda ala importante da legenda.

Alckmin queria saber quais as chances de o PSB aprovar o apoio a Ciro. Ouviu que, hoje, os pessebistas de São Paulo quase não veem motivos para barrar uma aliança com o pedetista.

Alckmin sabe que, se o PSB embarcar na canoa de Ciro, as chances de DEM e PP fazerem o mesmo são imensas.

(Foto – Gustavo Simão)

Justiça manda Unichristus matricular aluno de Medicina pelo Fies sem aumentar valor do semestre

O juiz Cristiano Rabelo Leitão, titular da 37ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua (FCB), determinou que o Centro Universitário Christus (Unichristus) efetue a matrícula de beneficiária do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) sem realizar aumento no valor do semestre. A decisão tem caráter liminar e o descumprimento está sujeito ao pagamento de multa por parte da instituição de ensino. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

Nos autos (nº 0136632-61.2018.8.06.0001), consta que a estudante de Medicina ingressou por meio de processo seletivo e, como não tem condições financeiras de arcar com os custos, inscreveu-se no Fies, obtendo financiamento de 100% da quantia semestral (R$ 42.983,70).

Ela afirmou que, no semestre de 2018.1, os alunos receberam cobrança de R$ 1.239,10, divididos em três boletos, o que foi chamado de diferença de contrato de Fies, referente aos meses de abril, maio e junho deste ano. Argumentou ainda ter sido coagida a assinar a ata de recebimento das referidas faturas, sob pena da não liberação do aditamento.

A estudante alegou que a faculdade fez propaganda enganosa ao passar o comprometimento de financiar integralmente o curso por meio do Fies e que agiu de má-fé. Ela ingressou na Justiça pedindo a suspensão das cobranças excedentes não cobertas pelo Fies, a proibição de inscrição do nome nos cadastros de inadimplentes até a resolução do caso e indenização por danos morais (não objeto dessa decisão).
Ao analisar o caso, o magistrado afirmou que “a cobrança acrescida poderá inviabilizar a continuidade do curso superior, quanto ao semestre 2018.2, restando caracterizado o perigo de dano”. O juiz ressaltou ainda que “tem-se por caracterizados os requisitos legais, de modo que concedo liminar, em caráter precário, restrita à determinação para que o promovido Centro Universitário Christus – Unichristus efetue a matrícula da requerente [aluna] no semestre 2018.2, sem levar em conta o aumento do valor da semestralidade. Para o caso de descumprimento da ordem judicial, a ré [faculdade] sujeita-se à multa no valor de R$ 50.000,00”.

Assembleia Legislativa é sede do VI Seminário Regional de Direito Eleitoral

Tudo pronto para o VI Seminário Regional de Direito Eleitoral. O evento, com o tema “As novas regras eleitorais e as eleições 2018”, ocorrerá das 8 às 17 horas desta quinta-feira, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa.

Realizado pela Assembleia Legislativa, em parceria com o Instituto Cearense de Direito Eleitoral (ICEDE), o seminário conta com o apoio da OAB-CE, da CAACE-CE e da ESA-CE e das subsecções do Cariri Oriental, do Crato, de Juazeiro do Norte, da Serra da Ibiapaba e de Sobral. O objetivo de disseminar, entre o público alvo, o conteúdo e a aplicação das novas regras eleitorais direcionadas às eleições de 2018, de forma prática e objetiva.

SERVIÇO

*Advogados e advogadas podem efetuar sua pré-inscrição clicando aqui.

*O participante deverá entregar 1kg de alimento para efetivar a inscrição.

Versão digital da CNH já está disponibilizada pelo Detran do Ceará. Saiba como tirar a sua

O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) já oferece a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) desde o dia 20 de junho deste ano. A carteira digital é gratuita e está disponível a todos os condutores habilitados que tiverem interesse em utilizá-la no seu smartphone.

O documento no celular poderá ser apresentado aos agentes de trânsito no lugar da CNH tradicional, mas a carteira de papel permanece sendo emitida e válida. A versão digital terá o mesmo valor jurídico da impressa e algumas vantagens adicionais, como maior mobilidade, praticidade e comodidade para os usuários.

Com a implantação da CNH Digital, este passou a ser o primeiro documento de identificação digital do Brasil. Portanto, é possível, por exemplo, embarcar em todos os aeroportos do País utilizando a CNH Digital e, assim como o cartão de embarque, que também é disponibilizado pelas companhias aéreas via smartphone, efetuar a sua viagem de avião sem necessidade de documentos impressos, agilizando a viagem de milhares de passageiros.

O Detran disponibilizou um “passo a passo” para obter a versão digital. Em primeiro lugar, o usuário precisa ter a CNH impressa com QR Code (uma espécie de código de barras, em formato quadrado, impresso no verso da cédula do documento, conforme o novo modelo em vigor em todo o País desde maio de 2017). Caso o utilizador já possua CNH com QR Code, basta seguir os passos do site. Caso não, é possível solicitar uma segunda via ou ainda efetuar a renovação da CNH atual (lembrando que não é necessário aguardar a CNH vencer para renová-la).

Como obter a CNH Digital

1. Verificando a sua CNH

Verifique se sua CNH de papel possui o “QR Code”. Se tiver, siga os próximos passos. Caso não tenha QR Code, você deverá solicitar segunda via ou efetuar a renovação da sua CNH.

2. Cadastro no site do Denatran

Sua CNH tem QR Code, então faça o cadastro no Portal de Serviços do Denatran (portalservicos.denatran .serpro.gov.br) escolhendo a opção “Cadastro” e seguindo as orientações do site.

Importante: Lembre-se de utilizar no cadastro do Denatran um email válido, bem como o número do celular no qual será instalado o aplicativo para utilização da CNH Digital.

3. Baixe o Aplicativo CNH Digital

Após realização do Cadastro no site do Denatran, baixe o aplicativo da CNH Digital na iTunes (Para celulares com sistema iOS) ou na PlayStore (para celulares com sistema Android).

4. Validação dos dados

Verifique se você já possui o “certificado digital”. Caso possua, valide os dados e ative a CNH Digital no Portal do Denatran. Caso não tenha certificado digital, dirija-se ao Detran (em qualquer posto que possua o serviço de habilitação) para atualizar seus dados.

> Nesse momento, você também será cadastrado no sistema “Meu Detran”, que permite o recebimento informações sobre infrações cometidas, pontuação da sua CNH, data para renovação, entre outras.

5. Código de Ativação no Portal do Denatran

Com todos os itens anteriores realizados, ative seu dispositivo no site do Denatran requisitando o código de ativação para a CNH Digital, que será enviado por email. Assim que recebê-lo, siga para o aplicativo para criação do PIN.

6. Criação do PIN

No aplicativo CNH Digital, efetue login (utilize o número do seu CPF) e senha (use a senha de acesso ao Portal do Denatran). Na tela seguinte, será solicitado o código de ativação que foi enviado por email. Feito isso, o aplicativo vai pedir a criação de uma senha simples, de quatro números (PIN), que o usuário precisará digitar toda vez que acessar a CNH-Digital.

Após esses passos, o aplicativo exibe uma reprodução da frente, verso e do “QR Code” da CNH. Esta exibição é que permite ao motorista deixar a CNH de papel em casa.

2ª VIA DA CNH

Para solicitar a segunda via, especificamente para ter acesso ao QR-Code, será necessário comparecer a um dos postos do Detran-CE que disponibilize serviço de habilitação.

SERVIÇO

*Para solicitar a segunda via, deve levar: CNH atual, comprovante de endereço, pagamento da taxa da 2ª via no valor de R$ 74. Assim, sua nova CNH será impressa com QR Code e você terá acesso à sua CNH Digital.

(O POVO – Foto – Agência Brasil)

A polêmica em torno do reajuste dos alvarás de Fortaleza

Com o título “A questão dos alvarás”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Fala sobre o polêmico reajuste das taxas de alvarás de Fortaleza. Confira:

Uma discussão de caráter técnico, que deveria, aparentemente, interessar apenas a empresários e à Prefeitura de Fortaleza, transbordou para um debate público, envolvendo diretamente o consumidor. Trata-se do reajuste nas taxas de alvará de funcionamento para as empresas, que também passou a ter renovação anual obrigatória, a partir das mudanças previstas no novo código tributário.

O setor de bares e restaurantes foi o que mais reagiu, iniciando uma campanha dirigida aos clientes, afirmando que o aumento das taxas se refletiria diretamente no “prato” do consumidor, de forma imediata. Para os empresários, toda a cadeia produtiva de alimentos seria impactada com o aumento, tornando-se um desestímulo aos empreendedores.

O Executivo, por sua vez, como noticiou a edição de ontem deste jornal, divulgou nota afirmando que a Prefeitura de Fortaleza tem a menor taxa de arrecadação per capita de taxas municipais, sendo também a única capital brasileira que dispensava a renovação anual do alvará de funcionamento. Ainda segundo a Prefeitura, a arrecadação das taxas paga apenas 10% do custo de produção do próprio serviço. Ou seja, 90% seriam custeados pelo município, mas “deveria ser pago pelas empresas que utilizam esses serviços prestados pela Prefeitura (…), dinheiro que poderia estar sendo investido na saúde e educação e saúde”, segundo a nota.

É um conflito no qual todos parecem ter razão. Se é verdade que Fortaleza tem uma das menores taxas de alvará no país, que a distorção seja corrigida de forma negociada. A vida do empreendedor, principalmente os pequenos e médios negócios, já é árdua o suficiente, sem que o poder público lhe ponha outros obstáculos no caminho. Por sua vez, tem razão o Município ao querer ajustar as suas taxas, exigindo, no mínimo, que os custos da prestação do serviço sejam cobertas por quem se propõe a abrir e manter um negócio, de modo que o dispêndio não recaia sobre a população, generalizadamente.

Desse modo, o apelo é para que os dois segmentos cheguem a um entendimento que possa ser razoável para ambas as partes e também para o consumidor. Essa oportunidade pode dar-se hoje, na Câmara Municipal, quando o assunto será debatido em audiência pública.