Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Jurista Djalma Pinto lança o livro “A Cidade da Juventude”

O jurista Djalma Pinto, também ex-procurador-geral do Estado, lançará, às 19 horas desta quarta-feira, seu mais novo livro “A Cidade da Juventude”. O ato ocorrerá na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no segundo piso do Centro de Eventos – Sala 7.

A publicação, que já foi adotada pela Rede de Ensino Lourenço Filho, busca conscientizar jovens para a necessidade de ser um cidadão participante das causas e dos problemas da cidade.

“Queremos ajudar a formar jovens para a política social e que vejam a coisa pública com respeito e como contribuinte que precisa aprender a cobrar seus direitos”, diz Djalma Pinto.

(Foto – Sara Maia)

Assembleia Legislativa vai debater situação da apicultura cearense

“A situação vista no jogo Fortaleza x Internacional, quando uma bandeirinha de escanteio ficou apinhada de abelhas, mostrou o despreparo que temos para lidar com um elemento tão importante para a nossa economia e alimentação”, lembrou o deputado Acrísio Sena (PT), em pronunciamento realizado na manhã desta quarta-feira. Baseado nesse cenário, ele anunciou que está requerendo a realização de uma audiência pública para debater a situação da apicultura no Estado.

“O Ceará já produziu 15 mil toneladas de mel em 2019. Estamos entre os seis maiores produtores do Brasil, num processo que vem crescendo desde 2005, quando o Fundo de Combate à Pobreza (FECOP) começou a incentivar a apicultura cearense. Hoje, o setor movimenta a economia local e tem importante papel na pauta de exportação do Estado”, informou o parlamentar.

Acrísio destacou que a apicultura compatibiliza resultados econômicos, sustentabilidade e condutas preservacionistas do ambiente natural encontrado no sertão cearense. A audiência pública sobre o tema ainda terá data definida pela Assembleia Legislativa.

(Foto – ALCE)

29º Cine Ceará – Programação oficial é divulgada

O 29º Cine Ceará ‒ Festival Ibero-Americano de Cinema teve a programação, que ocorrerá de 30 de agosto a 6 de setembro, em Fortaleza, divulgada nesta quarta-feira pela assessoria de imprensa da Universidade Federal do Ceará.

O festival, que contará com mais de 40 filmes, bateu recorde de inscritos, recebendo mais de 1.271 filmes de 12 países. A abertura será no dia 30 para convidados, no Cineteatro São Luiz.

Para os outros dias, os ingressos estarão disponíveis na bilheteria, gratuitamente, uma hora antes do início de cada sessão

Depois de estrear no Festival de Cannes, no qual foi premiado como melhor filme na mostra “Un Certain Regard”, a ficção A vida invisível, de Karim Aïnouz, será o filme de abertura, fazendo sua estreia nacional. O diretor cearense será homenageado antes da exibição e receberá o troféu Eusélio Oliveira. Além de Aïnouz, estarão presentes as atrizes Fernanda Montenegro, Julia Stockler e Carol Duarte.

No sábado (31), o longa Maria do caritó, de João Paulo Jabur, terá sua première mundial, com a presença do diretor, do autor Newton Moreno, responsável pela peça homônima de sucesso, da produtora executiva Elisa Tolomelli e da atriz Lilia Cabral, que será a segunda homenageada do Cine Ceará, recebendo também o troféu. Na mesma noite, o primeiro dos sete longas que concorrem ao troféu Mucuripe será exibido, Canção sem nome (Peru), de Melina León, que estreou no Festival de Cannes.

No domingo, dia 1º de setembro, o documentário Ressaca (Brasil), de Patrizia Landi e Vincent Rimbaux, exibido no Festival International Documentaire (FIPADOC) 2019, em Biarritz, e no Festival International du Grand Reportage d’Actualité (FIGRA) 2019, em Saint-Omer, ambos na França, dá continuidade à Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem. Os diretores estarão presentes à sessão.

Em seguida, o cineasta cearense Rosemberg Cariry leva mais um longa ao Cine Ceará, Notícias do fim do mundo, fazendo sua estreia mundial.

Na segunda-feira (2), será a vez da première mundial do documentário de Betse de Paula, Vozes da floresta, com a presença da diretora. O público vai conferir também a coprodução entre México, Grécia e República Dominicana lançada mundialmente no Festival de Roterdã, Luciérnagas, de Bani Khoshnoudi, que estará presente na sessão.

Na terça-feira (3), terá início a Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem com os filmes As constituintes de 88, do carioca Gregory Baltz; Livro e meio, de Giu Nishiyama e Pedro Nishi; e Primeiro ato, de Matheus Parizi, ambos de São Paulo; e o cearense Além da jornada, de Victor Furtado e Gabriel Silveira. Em seguida, o longa cubano A viagem extraordinária de Celeste Garcia, de Arturo Infante, que teve estreia no Festival de Toronto, participa da competitiva de longas fechando a noite no Cineteatro São Luiz.

A segunda noite da mostra de curtas levará às telas três cearenses: Oração ao cadáver desconhecido, de Sávio Fernandes; Marco, de Sara Benevenuto; e O tempo do olhar e o olhar no tempo, de Samuel Brasileiro, além de Marie, do pernambucano Leo Tabosa, que venceu o festival em 2018 com o curta Nova Iorque.

Depois da exibição dos curtas-metragens, o festival terá sua terceira exibição hors-concours (fora de competição) com o documentário Soldados da borracha, de Wolney Oliveira, premiado como melhor longa-metragem nacional pelo júri da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas de São Paulo (ABD-SP), no festival É Tudo Verdade.

Já na quinta-feira, dia 5 de setembro, serão exibidos o curta de São Paulo Rua Augusta, 1029, de Mirrah Iañez; o carioca O grande amor de um lobo, de Adrianderson Barbosa e Kennel Rógis; o cearense Pop ritual, de Mozart Freire; e o alagoano Ilhas de calor, de Ulisses Arthur. Em seguida, Greta, longa de Armando Praça que estreou no Festival de Berlim e é protagonizado por Marco Nanini, terá sua primeira exibição no Brasil.

Na sexta-feira (6) será realizada a premiação e a cerimônia de encerramento do festival. O ator Matheus Nachtergaele será o terceiro homenageado do festival. O longa Pacarrete, de Allan Deberton, será a quarta exibição especial na programação, fechando o 29º Cine Ceará. O filme estreou mundialmente no Festival Internacional de Cinema de Xangai.

O público também poderá conferir a mostra “Olhar do Ceará”, que apresentará 20 filmes cearenses, dos quais 3 longas e 17 curtas, e o curta dos alunos do Projeto Compartilha Animação, da ENEL. Também marcam presença no festival as mostras sociais “Melhor Idade”, “Acessibilidade” e “O Primeiro Filme a Gente nunca Esquece”, além de exibições especiais, intervenções artísticas e o projeto Música na Praça.

Serão lançados os livros A história do cinema para quem tem pressa, de Celso Sabadin, no dia 31, e Fissuras e fronteiras – O coletivo Alumbramento e o cinema contemporâneo brasileiro, de Marcelo Ikeda, no dia 6 de setembro, ambos no Hotel Oásis Atlântico, ao meio-dia. No Instituto do Ceará, nos dias 4 e 5 de setembro, o festival realiza o curso “Histórias de Cinema no Acervo do Arquivo Eusélio Oliveira – UFC”, com a Profª Ana Carla Sabino.

Os vencedores das duas mostras competitivas do 29º Cine Ceará serão agraciados com o troféu Mucuripe. Os longas serão premiados nas categorias Melhor Filme, Direção, Fotografia, Montagem, Roteiro, Som, Trilha Sonora Original, Direção de Arte, Ator e Atriz. Concorrem ao troféu Mucuripe na competitiva de curtas os eleitos pelo júri nas categorias de Melhor Curta-Metragem, Direção, Roteiro e Produção Cearense.

DETALHE – O 29º Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Ceará por meio da Secretaria da Cultura; da Prefeitura de Fortaleza, através da SECULTFOR; e do Ministério da Cidadania – Secretaria Especial da Cultura.

DETALHE 2 – A realização é da Associação Cultural Cine Ceará, Bucanero Filmes e da Secretaria Especial da Cultura – Governo Federal, com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, através da SP Combustíveis, M. Dias Branco, Cagece, Banco do Nordeste, Café Santa Clara, Nacional Gás, Cegás, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Agência Nacional de Cinema (ANCINE), com agradecimentos à ENEL.

SERVIÇO

*Mais informações – (85) 3252 5401.

(Foto – Arquivo)

Pelo direito ao pipi decente

O presidente da Academia Cearense e Brasileira de Direito, Roberto Victor, manda nota expondo uma conquista que, embora possa ser simples, tem grande repercussão para advogados e clientela que vai ao Fórum Clóvis Beviláqua diariamente. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Como advogado militante e atuante, principalmente na Comarca de Fortaleza, já tive o desprazer e a infelicidade de contemplar, por algumas vezes, e não foram poucas, colegas correndo, de forma beirando o desespero, em direção aos sanitários do Fórum Clóvis Beviláqua que se localizam, em sua grande maioria, na parte do átrio de entrada do edifício. Também não foi difícil assistir em certa ocasião uma senhora, dos seus 80 anos, jurisdicionada, por conta da redução de mobilidade, ter suas vestes molhadas por força de necessidades fisiológicas que o organismo não escolhe tempo nem momento.

Sempre que ia fazer audiências no Fórum Clóvis Beviláqua, observava vários sanitários fechados por andar. As pessoas corriam na iminência de evitar constrangimentos e quando empurravam a porta… encontravam tudo fechado. Em virtude disso, escrevemos um ofício em nome da Academia Cearense de Direito pedindo sensibilidade à direção do Fórum para que procedesse a abertura de mais sanitários nos andares e ao longo de todo o equipamento. Nossa luta valeu a pena e a juíza Ana Christina Esmeraldo ordenou a abertura de 8 (oito) banheiros, significando, assim, uma grande conquista para os advogados e a sociedade em geral.

Muitos questionam a atuação da Academia Cearense de Direito e sempre tenho dito que, desde nossa fundação, como presidente, prometi, em solenidade no Theatro José de Alencar conferida por cerca de 900 pessoas, que a entidade andaria de mãos dadas com a sociedade e lutando pelo amortecimento dos desatinos sociais. Foi assim na nossa luta contra o horário do Projeto Praia Acessível, foi assim na nossa luta para o aumento do saneamento por parte da Cagece e agora foi assim também com essa conquista. As academias culturais devem buscar o desencastelamento e devem levar suas experiências e seus competentes acadêmicos para o meio da rua, ou seja, para a convivência com os “mortais”.

Sem mais,

*Roberto Victor Pereira Ribeiro

Advogado, Cearense e Presidente da Academia Brasileira de Direito.

TCE divulga: Apenas 10 municípios concentram 84,64% do total de arrecadação própria

O Tribunal de Contas do Ceará vai promover, a partir das 9 horas desta sexta-feira, em sua sede (Centro), um debate público com o objetivo de apresentar os resultados da Auditoria Operacional sobre Receita Pública Municipal. A informação é da assessoria de imprensa do TCE.

O trabalho técnico, realizado pela Gerência de Políticas Públicas do tribunal, teve como foco averiguar a eficiência dos municípios cearenses quanto à instituição, previsão e arrecadação dos tributos de sua competência constitucional. A coordenação do encontro ficará com o conselheiro Ernesto Saboia.

Um dado desse levantamento chama a atenção: 10 municípios cearenses concentram 84,64% do total de arrecadação própria.

SERVIÇO

*As inscrições estão abertas no Sistema de Gestão Educacional (Siged), no portal da Escola de Contas Instituto Plácido Castelo, que emitirá certificado aos participantes.

*Acesse o Relatório Preliminar de Auditoria. Os fatos apresentados neste documento serão apreciados pelo relator do processo, conselheiro Ernesto Saboia, e pelos demais membros do colegiado deste Tribunal de Contas após a realização do debate público.

(Foto – Arquivo)

Peça relembra vida, paixão e morte de Frei Tito de Alencar

685 2

A memória de Frei Tito de Alencar, morto há 45 anos, está sendo relembrada pelo Grupo Formosura de Teatro. Através do espetáculo “Frei Tito: Vida, Paixão e Morte”, no Teatro da Praia. O espetáculo, que tem texto de Ricardo Guilherme, direção de Graça Freitas e direção musical de Rami Freitas, narra de forma documental a trajetória de Tito de Alencar Lima (1945 -1974).

O elenco, composto pelos atores Maria Vitória, Leonardo Costa, William Mendonça e Ricardo Guilherme, busca mais que por em evidência os processos históricos. Com 80 minutos de duração e três atos, o espetáculo abrange a breve biografia de Frei Tito, desde sua relação com a família ao envolvimento com os movimentos sociais e seu exílio na França, após ter sido preso e torturado pela ditadura. “É um ato poético-político, uma oportunidade de levar adiante as denúncias de Tito e prosseguir na luta pela construção de uma democracia plena em nosso País”, explica William Mendonça, também produtor do espetáculo.

O dominicano cearense militou contra a ditadura militar no Brasil dos anos 1960 e 1970, foi preso político, torturado e banido do país, sendo exilado na França. O texto da montagem, além da biografia de Frei Tito traz também fatos marcantes relativos à geração que, no Brasil, encarnou a vanguarda de uma militância revolucionária contra o governo vigente à época.

SERVIÇO

*A peça fica em cartaz até 14 de setembro, data de nascimento de Frei Tito, com apresentações aos sábados, às 20 horas, e domingos, às 19 horas, com ingressos custando R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia).

*Teatro da Praia (Rua José Avelino, 662 – Praia de Iracema)

(Foto – Divulgação)

Faculdade CDL deve ofertar curso no ramo ótico com foco em vendas

A Faculdade CDL vai ofertar um curso voltado para o setor ótico. Será de nível técnico, mas com foco em vendas, o que seria um diferencial em relação aos cursos ofertados hoje no mercado.

O projeto desse curso foi apresentado durante reunião da CDL Fortaleza, nesta semana, presidida por Assis Cavalcante, controlador do Grupo Óticas Visão.

O curso terá duração curta, sendo à distância e contando com a realização de workshops com os principais especialistas em varejo e também no ramo ótico. Ainda está sendo formatado, mas deverá ser apresentado na próxima reunião da categoria, em data a ser definida.

(Foto – CDL)

Artigo – “Apologia à morte? Jamais!”

1450 4

 

 

Com o título “Apologia à morte? Jamais!”, eis artigo de Fabrício Moreira, advogado, contista e membro da Associação Patrimônio Vivo. Ele aborda o caso do sequestrador que foi morto durante episódio envolvendo ônibus na ponte Rio-Niterói e a comemoração, por exemplo, do governador carioca Wilson Witzel. Confira:

Todos sabem que sou um amante da liberdade, regozijo maior para que eu ingressasse nas fileiras da Universidade de Fortaleza (Unifor), no início dos anos de 1990.

Iniciei bem cedo a militância jurídica onde, ainda acadêmico, percorri por anos às salas de audiências do imponente Fórum Clóvis Beviláqua, encravado no Centro antigo da Capital da Luz, de José de Alencar, de Iracema e de todos os cearenses.

Fui estagiário do Dr. Antônio Vieira de Almeida, do Clóvis Bevilaqua ao IPPS, das audiências e dos intermináveis júris populares no belo salão preto forense.

Na primeira vara do júri, presidida pelo notável magistrado e hoje desembargador, Darival Bezerra Primo, compreendi que a liberdade pode estar até mesmo acima da própria Pátria, por ser a condição da Pátria como definia Rui Barbosa.

Mas gostaria de observar que nos crimes dolosos ou culposos contra a vida de um semelhante, não se comemora resultado positivo, não se vibra após o julgamento que concentra em discussão pontos importantes: liberdade, a morte e a vida…

Em Icó, também na década de 90, assumi um caso de grande repercussão local, quando consegui que a tese apresentada fosse acolhida e, por conseguinte, o acusado posto em liberdade.

Três dias após, recebi, em nosso singelo escritório, o convite para degustar na fazenda do cliente três gostosos carneiros para comemorar sua liberdade.

Convenci o cliente de que sua liberdade deveria ser comemorar em silêncio, pois estará associada para sempre ao amadurecimento que os fatos lhes custaram.

Disse-lhe que o ato de comemorar a liberdade naquele momento não seria adequado, até porque do outro lado restou uma família enlutada, sofrida, mesmo diante do evento plenamente acolhido em nossas mais comezinhas regras de direito e do péssimo comportamento social “daquele” que partiu da vida terrena.

O cliente, mesmo afeito apenas às rudezas e durezas da vida, das mãos calejadas, com pouco domínio de nossas letras gramaticais, mas sábio por natureza, acolheu a sugestão. Naquele período, nada de festa. Apenas o sentimento de que o tempo fosse, pois, o Senhor da razão. E foi!

Agora, leio com os olhos impassíveis na grande mídia comemorações de mortes, com anúncios de tantos CPF’s cancelados, etc, como se tudo isso fosse por demais natural.

Como diria o jornalista, Cláudio Teran:

“Até a próxima bala, no país que continuará comemorando a morte de um bandido hoje, e enterrando as vítimas da violência perene amanhã, em nossa brutalidade normal…”.

Eis o Brasil!

*Fabrício Moreira da Costa,

Advogado, contista e membro da Associação Patrimônio Vivo.

(Foto – Twitter)

Cliente da Cagece agora pode ajudar financeiramente a Santa Casa de Fortaleza

459 5

Luiz Marque sé o provedor-geral da Santa Casa.

Clientes da Cagece poderão ajudar a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. Isso porque a empresa firmou um convênio com hospital para contribuir na arrecadação de doações. A campanha “Gota de Misericórdia” foi lançada na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que segue até dia 25 de agosto, no Centro de Eventos.

Segundo a assessoria de imprensa da Cagece, o cliente que aderir à campanha poderá escolher o quanto deseja doar para a Santa Casa, sendo o valor mínimo de R$ 1. Para os doadores, o valor escolhido será acrescentado na fatura de água identificado como “Doação – Santa Casa de Fortaleza”.

Durante a Bienal, o estande da Cagece conta com uma equipe da Santa Casa realizando o cadastro daqueles que desejam contribuir com a campanha. Além do estande, os clientes também podem entrar em contato com a All Desk, empresa responsável pelo serviço de teleatendimento da Santa Casa, pelo número (85) 3392-0301 ou no chat online no site da Santa Casa (santacasace.org.br) e autorizar o acréscimo da doação na conta de água.

SERVIÇO

*Doação para Santa Casa da Misericórdia

Online ou por telefone: www.santacasace.org.br / (85) 3392-0301.

(Foto – Arquivo)

Dia do Soldado ganha sessão solene na Assembleia Legislativa

Dentro das comemorações pelo Dia do Soldado (25 de agosto), a Assembleia Legislativa realizará nesta quarta-feira, a partir das 15 horas, uma sessão solene.

O ato contará com a presença do Comando da 10ª Região Militar e de grupo de soldados que, desde o começo desta semana, promovem uma série de eventos alusivo à data.

O Dia do Soldado marca o nascimento do Marechal Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, patrono do Exército, história que pode ser conferida em exposição no Shopping Del Paseo, das 10 às 22 horas.

Ainda na programação, haverá  solenidade militar nesta sexta-feira, às 9h, no pátio interno do Comando da 10ª RM, ocasião em que haverá a formatura de novo grupo de soldados, que atuarão não só na defesa da Pátria, mas em operações de apoio comunitário como, no Ceará, na Operação Pipa em favor dos que ainda sofrem com a falta d’água.

(Foto – Arquivo)

CDL Fortaleza resgata história do riacho Pajeú

451 1

Dentro da programação dos 60 anos de fundação da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, a entidade fará, nesta quarta-feira, às 12 horas, a afixação da pedra histórica que representou a ampliação do riacho Pajeú nos anos de 1877 a 1879, período marcado por uma grande seca no Ceará.

A pedra, de cunho histórico, que ficará praça do riacho Pajeú, em frente à sede da CDL, foi doada pelo ex-governador Lúcio Alcântara, também pelo presidente do Instituto do Ceará.

Na ocasião, o poeta e professor Juarez Leitão falará sobre a Origem do Comércio no Ceará, na sala de reuniões da CDL.

(Foto – CDL Fortaleza)

Movimento Crítica Radical participa em São Paulo de mostra que faz releitura sobre a ditadura militar

O Movimento Crítica Radical, do Ceará, vai participar, no Sesc Belenzinho, em São Paulo, da Mostra Meta-Arquivo: 1964 a 1985. O evento tem objetivo de debater em novas leituras da histórias o regime militar que perdurou no País a partir de 1964. A programação começa nesta quinta e vai até sábado, deixando uma exposição do tema até o mês de novembro.

Uma caravana do Critica Radical seguiu em pacote aéreo nas últimas horas, enquanto Rosa da Fonseca, Maria Luiza e Jorge Paiva, mentores do movimento, viajam, na madrugada desta quinta-feira, também pelo aeroporto.

O Crítica Radical, além de participar de toda a mostra, estará nos seguintes eventos:

22 de agosto – 18h – Abertura da exposição no Sesc Belenzinho com Ação performática do artista Paulo Nazareth

23 de agosto – Gravação de depoimento do companheiro Jorge Paiva no Memorial da Resistência (antigo DEOPS) onde foi preso.

24 de agosto – 8h30m – Encontro dos(as) críticos(as) radicais do valor-dissociação – USP
15h30 – Memória e resistência: encontro com Ícaro Lira e o grupo Crítica Radical – Fala de Jorge, Maria Luiza e Rosa Fonseca.

SERVIÇO

*Sobre o Meta-Arquivo, leia mais aqui.

(Foto – Arquivo)

Cancelada pelo IFCE, I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos acontece em locais alternativos

Cancelada pelo Ministério da Educação e pelo IFCE, a I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos acabou sendo aberta na Praça da Gentilândia, na noite dessa terça. O cancelado foi avaliado como censura pela organização, justificando que a programação vinha sendo elaborada há cerca de seis meses. Entre os convidados, está Guilherme Boulos, então candidato a presidente da República pelo PSOL.

A Reitoria do IFCE, em nota, informou que cancelava o evento para evitar viés político-partidário.

As atividades previstas nesta I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos acontecerá em espaços alternativos em Fortaleza, Sobral e Canindé, sem o nome do Instituto.

O público foi à Praça da Gentilândia para conferir o evento.

Novos locais da programação da Semana

Nesta quarta-feira, 21/8, a programação da I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos acontece nos jardins da Universidade Federal do Ceará (UFC), incluindo a presença de convidados como o chargista Carlos Latuff, internacionalmente reconhecido por sua atuação em temas como a questão palestina e as diferenças sociais no Brasil. Ele participa do debate sobre o tema “Arte, Resistência e Direitos Humanos”, às 18h, com Helena Martins, Centelha e integrantes do Coletivo Nigéria.

Já a mesa sobre “Precarização do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Direitos Humanos” acontece às 10 horas, no mesmo local, reunindo Marcelo Uchoa, Enedina Soares e André Vasconcelos.

Em Sobral as atividades acontecerão quinta-feira com concentração em frente ao IFCE e caminhada até a praça do Arco, onde serão realizados os debates. Em Canindé o local será confirmado em breve, em espaço de fácil acesso público, no Centro da cidade.

(Fotos – Divulgação)

Prefeito cumpre agenda em Brasília nesta quarta-feira; na agenda, bancos internacionais

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, cumpre agenda, nesta quarta-feira, em Brasília.

Na agenda dele, reuniões com as diretorias do Banco Latino-Americano de Desenvolvimento (CAF) e do Banco Mundial para tratar da execução de projetos financiados pelas duas instituições.

Na CAF, o prefeito fará um pleito. Quer utilizar um remanescente de recursos para montar uma grande central de monitoramento com imagens de todas as câmeras da cidade e um sistema que colha informações da população sobre a qualidade dos serviços públicos (iluminação, buracos, limpeza, obras…).

“A ideia é identificar falhas em serviços públicos mais rapidamente, bem como situações eventuais de emergências, mas, principalmente, termos mais imagens e informações de segurança que possam contribuir com respostas mais rápidas como também para investigações policiais. Será uma grande central de imagens e informações do dia a dia da cidade”, acentua o prefeito.

Já no Banco Mundial, Roberto Cláudio discutirá alguns projetos que serão lançados neste segundo semestre. Mais especificamente, o edital de licitação do Parque Raquel de Queiroz, que vai sair em setembro próximo.

(Foto – Arquivo)

Secult/CE inaugura primeira rede de bibliotecas públicas do País com consulta online

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), inaugurou oficialmente nessa terça-feira a primeira rede de Bibliotecas Públicas do Brasil a disponibilizar seu acervo no software Biblivre. Com a novidade, mais de 300 mil registros de obras das bibliotecas passarão a integrar um sistema de armazenamento e memória pertencentes ao Estado do Ceará, por meio da Secult.

O evento de lançamento ocorreu dentro do IX Encontro de Bibliotecas Públicas do Ceará, no Centro de Eventos, em clima de XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, com a palestra do idealizador do Biblivre, Ubaldo Miranda.

O Biblivre

O Biblivre é um software livre de gerenciamento de bibliotecas e de acervos gratuito que possibilita a catalogação de recursos informacionais variados e sua disponibilização em um catálogo. Entre as suas características estão: o controle de autoridades e de vocabulário, o gerenciamento da circulação do acervo que envolve os processos de consulta, empréstimo, renovação e a devolução dos materiais e a organização do processamento técnico que abarca desde o recebimento do material e sua descrição física até a impressão das etiquetas para armazenamento nas estantes.

(Foto – Divulgação)

Servidores da educação reivindicam concurso público e aumento das gratificações

465 3

A secretaria da Educação do Ceará (Seduc), Eliana Estrela, recebeu nessa terça-feira (20), no Cambeba, dirigentes da Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Asseec), que apresentaram as pautas dos servidores administrativos inseridos nos grupos ADO e ANS. A associação também requereu a realização do concurso público para preenchimento de duas mil vagas, a gratificação para secretárias escolares e a implantação do Plano de Carreiras.

A presidente da Asseec, Rita Cássia Gomes, defendeu um aumento de 60% na gratificação, atualmente fixada em R$ 246.

A titular da Seduc afirmou que o Governo do Estado deverá analisar os pedidos a partir do próximo mês, mas nesta semana deverá se reunir com o secretário Mauro Filho (Seplag), quando levará a pauta sobre o Plano de Carreiras.

(Foto: Divulgação)

TRE cassa diplomas do prefeito e vice de Tianguá

 

O Tribunal Regional Eleitoral, em sessão realizada nessa noite de terça-feira e presidida pelo desembargador Haroldo Máximo, decidiu anular os diplomas eleitorais do prefeito de Tianguá, José Jaydson Saraiva, e do seu vice, Mardes Ramos de Oliveira. Os diplomas dos dois já tinham sido cassados anteriormente pelo TRE, numa sessão que ocorreu no dia 30 de novembro de 2018, quando do julgamento de recurso.

O prefeito Jaydson Saraiva e o vice, Mardes Ramos, foram os vencedores das eleições suplementares de Tianguá, realizada em 3 de junho de 2018.

Segundo a assessoria de imprensa do TRE, um dia após o deferimento do registro de candidatura, o tribunal julgou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral que já tramitava na Corte, mantendo pena de inelegibilidade por oito anos ao candidato José Jaydson, por abuso de poder econômico e político quando disputava as Eleições 2016, na qual não chegou a ser eleito.

No dia 11 de junho último, o TRE decidiu por unanimidade, que, no momento do pedido de registro da chapa, não havia situação de inelegibilidade, e, portanto, manteve válida a candidatura, quadro que agora .tem reviravolta.

Governadores do NE têm encontro com Dias Toffoli; hoje, estarão no Piauí

Os governadores do Nordeste, no grupo Camilo Santana (PT), estiveram em Brasília, nesta noite de terça-feira, reunidos com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

“Tratamos sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), no qual o justo repasse é de fundamental importância para o desenvolvimento da educação pública nos estados”, disse Camilo, após o encontro.

O Ceará luta por precatórios na área do Fundeb, que podem render mais de R$ 1 bilhão. Na outra ponta, entidades como o Sindicato Apeoc, de olho na fatia que poderá vir para a chamada valorização da categoria.

De Brasília, esses chefes de executivos desembarcam nesta quarta-feira em Teresina (PI) para a terceira reunião do Fórum de Governadores do Nordeste. O evento vai acontecer a partir das 14 horas, no Blue Tree Towers Rio Poty. A última reunião do grupo, no dia 29 de julho, foi em Salvador.

Durante este encontro, serão debatidas pautas sobre educação e a mediação tecnológica, para criação de uma universidade aberta do Nordeste; a missão especial com União Européia; e a criação de um escritório do Consórcio na China para negócio, além da atração de investimentos para a região.

Também entra em pauta a criação de uma rede de inteligência para combater o tráfico de armas no Nordeste.

(Foto – Facebook)

Assembleia Legislativa homenageia economistas

A Assembleia Legislativa do Ceará homenageou com placas comemorativas ao Dia do Economista, na noite dessa terça-feira (20), no Plenário da Casa, o ex-governador Gonzaga Mota; o jornalista do Grupo O POVO, Nazareno Albuquerque; além dos economistas Mirian Pinheiro Pessoa de Andrade, Elise Maria Gradvohl Bezerra Magalhães, Antonio Rocha Magalhães, Carlos Eduardo dos Santos Marino, Alisson David de Oliveira Martins e Suely Salgueiro Chacon.

O autor do requerimento, deputado Sérgio Aguiar (PDT), destacou a importância do economista no desenvolvimento do Estado, que “passa pelo comércio internacional, finanças públicas, economia agrícola e urbana, ciência e tecnologia ciências humanas, recursos humanos e do trabalho”.

A presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon), Izabel Christina da Fonseca Mota, disse que “é preciso antes de tudo agradecer, e lembrar que vivemos uma revolução tecnológica, onde máquina tem que lidar com máquina. Mas o humano ainda existe e é disso que trata a economia: não é a relação entre pessoa e coisa, mas a relação entre pessoas”.

Nazareno entre Lauro Chaves (Cofecon) e Isabel Colares, presidente do Corecon.

Também participaram da solenidade o prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil; a Secretaria da Fazenda do Estado, Fernanda Paacobahyba; o coordenador do curso de Economia da Universidade de Fortaleza (Unifor), Francisco Alberto Lima de Oliveira; o conselheiro do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Lauro Chaves Neto; e o diretor técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Alcir Porto Gurgel.

(Fotos: Divulgação)

André Fernandes tem processo aberto por decoro parlamentar

O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa do Ceará decidiu, nesta noite de terça-feira, abrir processo por quebra de decoro contra o deputado estadual André Fernandes (PSL). Na tribuna da Assembleia, o parlamentar acusou colegas de terem relações com facções criminosas. Em denúncia ao Ministério Público, Fernandes citou nominalmente o deputado Nezinho Farias (PDT). André Fernandes se desculpou de novo aos deputados pelas falas sobre ligação de colegas de Casa com facções.

O parlamentar falou logo depois da apresentação de sua defesa, feita por um advogado. Ele afirmou que já esperava pela decisão e que não vê o pedido de desculpas como um demérito. “Eu creio que segui os três incisos: de denunciar, encaminhar e manter sob sigilo, mas se a gente não analisou os fatos então faltou responsabilidade. Devo a partir de agora ter responsabilidade de analisar os fatos antes de encaminhar ao órgão competente”, afirmou. “Todo homem erra, mas nem todo homem tem coragem de pedir desculpa”, finalizou.

O deputado aproveitou a ocasião para reiterar a oposição a Camilo Santana. “Sou oposição ao Camilo Santana e vou continuar fazendo o meu trabalho como já tenho feito”.

As penas previstas no Código de Ética da Assembleia Legislativa são: censura verbal, censura escrita, suspensão temporária do mandato, até a pena máxima de cassação do mandato parlamentar. Apresentada pelo deputado Elmano de Freitas (PT), a representação contra o deputado do PSL tem clima de consenso entre as bancadas do Legislativo. Com exceção dos correligionários Soldado Noélio e Delegado Cavalcante, quase todos os outros deputados se mostraram favoráveis a “enquadrar” Fernandes pelas acusações feitas na tribuna. Para se ter ideia, ação teve adesão até do PSDB, opositor do governo.

Para parlamentares, as falas do deputado caracterizam clara quebra do decoro parlamentar, o que deixaria o deputado sujeito às penalidades de censura, suspensão temporária e até perda do mandato. Apesar disso, a possibilidade da aplicação da pena mais rigorosa é praticamente descartada. Até porque será a primeira vez que o deputado responderá ao Conselho de Ética, o mais provável é que o deputado seja punido através de uma censura pública, com ênfase na possibilidade de aplicação de penas mais graves, caso ele cometer o mesmo ato no futuro.

(POVO Online – Repórter Henrique Araujo/Foto – ALCE)