Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

É preciso preservar as Instituições

Com o título “É preciso preservar as Instituições”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira. Aborda a crise entre o STF e magistrados da Lava Jato. Confira:

O conflito instalado entre Supremo Tribunal Federal (STF) e procuradores, ativos nas redes sociais, principalmente aqueles ligados à operação Lava Jato, está manchando a imagem das instituições. O ambiente tornou-se tóxico e pode transbordar, chegando a um ponto em que se tornará irreversível, levando o País a um transtorno sem precedentes, se a situação não for contida. A crise parece ter-se transferido do parlamento para as instituições jurídicas, com a diferença que o Congresso é justamente o lugar do embate, e mesmo do confronto político.

Porém, o Judiciário e outras instituições ligadas ao Direito, deveriam ter outra forma de comportamento, mais voltada para a prudência, mantendo o compromisso com discrição e com a aplicação da lei, de modo imparcial. Por isso, juízes, desembargadores e ministros de cortes superiores, deveriam evitar manifestar-se fora dos autos, o que, infelizmente, tornou-se muito frequente entre alguns magistrados.

O mesmo se pode dizer de certos procuradores, que resolveram confrontar abertamente a decisão de ministros que contrariam decisões de juízes de primeira instância, ou os métodos utilizados na operação Lava Jato. Foi o que aconteceu nesta semana com a decisão da Segunda Turma do STF de libertar José Dirceu. Em postagem no Twitter, o procurador Deltan Dallagnol, de Curitiba, acusou Dias Tofolli de “cancelar cautelares de seu ex-chefe”, clara referência ao período em que o ministro – antes de assumir o STF – atuou como advogado do PT. Dallagnol insurgiu-se contra a medida de Tofolli, que cancelou a decisão do juiz Sérgio Moro para que Dirceu usasse tornozeleira eletrônica, mesmo com o alvará de soltura do STF. Logo depois, a procuradora Monique Cheker, do Ministério Público Federal de Petrópolis (RJ) insinuou, via postagem no Twitter, que integrantes do STF (sem citar nomes) estariam ganhando “por fora” para beneficiar “companheiros”, afirmando ainda que “não há limite” para os “caras” do STF.

Em seguida entraram em campo as associações de juízes e procuradores, cada uma defendendo a atuação de seus membros.

Não se discute aqui quem está certo ou quem está errado na pendenga. Os indícios apontam que a responsabilidade pode ser dividida entre os contendores. Entretanto, se o processo continuar nesse ritmo, haverá deslegitimação das instituições jurídicas de forma generalizada. Portanto, passou da hora de cada uma das partes recolher as armas e encontrar uma solução para o conflito, para o bem do País.

Prefeituras reclamam da demora no repasse de medicamentos básicos

Da Coluna do Eliomar de Lima no O POVO desta quinta-feira:

Há vários municípios que estão na bronca com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). É que, mesmo pagando em dia pela cota de medicamentos básicos ao Estado, os remédios não estão chegando com celeridade nos postos de saúde dessas cidades. A reclamação é grande por parte das secretarias municipais e, na ponta, pelos pacientes.

Hoje, várias prefeituras compram medicamentos junto com a pasta estadual da saúde, o que é uma medida saudável, até porque acaba barateando os custos e aumentando o poder de negociação do Estado com grandes laboratórios. Mas o problema, no caso, é que a demora na entrega dos pedidos chega a ser de até seis meses, o que compromete o atendimento e a qualidade do serviço.

A Sesa diz que há problemas de burocracia, com licitações ou atraso nos repasses de produtos, mas o cidadão precisa do medicamento. Sem tantas explicações anestésicas.

AMC dará desconto para quem pagar multas por aplicativo

154 1

Uma boa-nova que vem da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

Motoristas de Fortaleza poderão pagar multas de trânsito com 40% de desconto. o órgão acaba de adotar o Sistema de Notificação Eletrônica (SNE), aplicativo que foi desenvolvido pelo Denatran com o objetivo de desburocratizar o serviço.

Pelo aplicativo, o proprietário do veículo será notificado mais rapidamente, sem a necessidade de envio de cartas pelos Correios. “Pela simples tela de um celular já é possível tomar ciência da notificação. Caso o condutor tenha interesse em obter o desconto, deve admitir eletronicamente que cometeu a infração, abrindo mão de qualquer tipo de recurso ou defesa prévia”, informa Clébio Lima, chefe do Núcleo de Tecnologia da AMC.

O aplicativo é gratuito e já está disponível para os sistemas Android e iOS. Os usuários que desejam ter acesso às funcionalidades irão precisar baixar o aplicativo batizado de SNE. Também precisarão criar uma conta pessoal e cadastrar dados do veículo.

Após essa etapa, o usuário poderá conhecer detalhes de cada multa, copiar o código de pagamento e efetuá-lo. A baixa da notificação será feita automaticamente.

BNB comemora R$ 224 bilhões já financiados pelo FNE

Ao longo dos 30 anos de existência, o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) financiou o equivalente a R$ 224 bilhões na economia dos estados do Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. “O FNE é único instrumento efetivo de política pública que a região Nordeste tem para redução das desigualdades regionais através do crédito, promovendo a geração de emprego e renda”, avaliou Romildo Rolim, presidente do Banco do Nordeste (BNB), durante o XXIV Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento, que acontece até hoje.

Com o tema “Mais Negócios, Novos Desafios”, o evento reúne estudiosos e gestores de instituições públicas e privadas para discutir empreendedorismo, tecnologias, infraestrutura, instrumentos de inclusão financeira e o futuro do agronegócio no Nordeste brasileiro, na sede do Banco do Nordeste (BNB), em Fortaleza. O fórum integra o aniversário de 66 anos do Banco e os 30 anos do FNE.

Na solenidade de abertura, o presidente do BNB, Romildo Rolim, destacou os dois pilares que historicamente têm posicionado a instituição na liderança de seu mercado: o crédito de longo prazo e o microcrédito. “Dentro da ética, da conformidade, com integridade, então a gente cumpre nosso papel de banco de desenvolvimento da região”.

Fomentador do agronegócio, o BNB lançou há um mês a linha de crédito Agro Digital, que vai praticar a menor taxa de juros dentro dos programas do FNE, 5% ao ano, explica Luiz Sérgio Farias Machado, superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócio do BNB. “Se considerarmos uma inflação projetada de 4%, teremos taxa de juros real de 1%, menor do que a taxa em países mais desenvolvidos”.

O programa visa financiar máquinas, veículos aéreos não tripulados (VANT) para monitoramento da produção e rastreamento dos animais, sistema de gestão para integrar o agronegócio do Nordeste às bolsas de valores e sistema de controle de vazão para a automação da água.

Atualmente, 54% de todo crédito rural que é aplicado na região Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo, advém do BNB, destaca Farias, que moderou o painel “O Futuro do Agronegócio”.

Apostando no desenvolvimento de infraestrutura, o BNB destinou em 2018 o valor de R$ 14,5 bilhões em investimentos. “Valor maior do que ano passado, que foi de R$ 3,6 bilhões. E a expectativa é que a gente supere essa marca”, prevê Helton Chagas Mendes, superintendente de Negócios de Atacado e Governo do BNB. O aumento do aporte vai gerar demandas para segmentos como indústria, comércio, serviço.

(O POVO – Repórter Cristina Fontenele/Foto – Evilázio Bezerra)

Chacina das Cajazeiras – Mais de 100 tiros disparados

Quando técnicos da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) chegaram à rua Madre Tereza de Calcutá, nas Cajazeiras, na madrugada de 27 de janeiro, viram o cenário de um massacre.

Cerca de uma hora antes, o que era para ter sido noite de festa acabou em terror, após seis atiradores invadirem o local e deixarem 14 mortos e 18 feridos. Ao final dos trabalhos, peritos haviam recolhido 102 cápsulas disparadas na matança, maior chacina da história do Ceará.

Como há sinais de que a cena do crime foi alterada, número de disparos pode ter sido ainda maior. A informação consta em laudo pericial, obtido pelo O POVO, do inquérito do caso, que ficou conhecido como chacina das Cajazeiras. O inquérito chegou nesta terça-feira ao Ministério Público, que avaliará quem será denunciado pelo crime.

Nas 23 páginas do laudo, peritos descrevem o massacre, promovido pela facção Guardiões do Estado (GDE) na casa de shows “Forró do Gago”. Já o inquérito do caso, que completou cinco meses na semana passada, soma 330 páginas.

Ultrapassando bloqueio de viaturas da Polícia Militar, quatro peritos chegaram à cena do crime na madrugada. Era 1h54min.

Naquela hora, os feridos no ataque já haviam sido encaminhados ao Instituto José Frota (IJF) e dois delegados cumpriam diligências. Após instalarem iluminação artificial, os técnicos reconstituíram passos da passagem da morte pela rua de chão batido.

Uma das primeiras vítimas foi Natanael Abreu da Silva, 25, que trabalhava como motorista do Uber na hora e passava pelo local. Vindo pela rua Irmã Dorothy, próxima ao galpão da festa, os seis criminosos passaram a disparar contra o Ford Fiesta de Natanael no cruzamento com a rua Madre Tereza. Nove tiros atingiram o motorista. Era por volta de 00h40min do sábado.

A julgar por dois ferimentos na mão direita, Natanael tentou desesperadamente se proteger. Os criminosos continuaram atirando, acertando mais dois disparos na cabeça e cinco no corpo. No mesmo local, outra vítima foi alvejada 17 vezes, oito delas nos braços – marcas de defesa. Próximo dos dois, peritos recolheram 34 cápsulas de quatro calibres diferentes.

O massacre cruzou então para a rua Madre Tereza, onde a festa seguia. Na parte externa da casa de shows, oito pessoas foram mortas, entre elas o vendedor de churrasquinho Antônio José Dias e cinco mulheres. Segundo testemunhas, algumas das vítimas não tentaram fugir pois, por não possuírem relação com facções criminosas, acreditavam que seriam poupadas.

A fé das vítimas não encontrou correspondência entre os algozes, com metade das cápsulas recolhidas pela perícia, 51, sendo encontradas nesta área, em frente ao local da festa.

Segundo o laudo, a ausência de convergência dos atiradores indica ainda que boa parte dos disparos ocorreu de forma aleatória ou até “a esmo”, atingindo casas e comércios próximos.

Foi neste local que duas vítimas menores de idade, uma de 15 e outra 17 anos, foram encontradas mortas. Outro menor, filho do vendedor de churrasquinho, que auxiliava o pai, também foi baleado, mas se fingiu de morto e sobreviveu. Segundo relatos, duas das mulheres foram executadas a sangue frio com tiros na cabeça, mesmo após levantarem os braços e, implorando pela vida, negarem qualquer envolvimento com facções criminosas.

De lá, o grupo entrou ainda no salão do Forró do Gago, efetuando mais disparos em pessoas que tentavam fugir pelas telhas de casas vizinhas e perseguindo um grupo que tentava fugir por um portão localizado aos fundos da casa de show. Do outro lado deste acesso, foram encontrados três cadáveres de mulheres. Outro homem, que tentava fugir pelo telhado, também foi baleado e morreu.

Depois do massacre no terreno adjacente à casa de shows, ainda segundo o inquérito, os seis atiradores deixaram o local em dois veículos (um Siena de cor preta e um Golf de cor branca). Segundo testemunhas, eles teriam gritado frases em referência ao número “745” (GDE, na ordem do alfabeto), durante a execução da chacina e da fuga.

As 14 vítimas

ANTÔNIO GILSON RIBEIRO XAVIER, 31: Andava por uma rua próxima da chacina. Foi alvejado por 17 tiros, seis no corpo, três nas costas e oito nos braços.

NATANAEL ABREU DA SILVA, 25: Trabalhava como motorista do Uber quando foi surpreendido pelos criminosos. Recebeu nove tiros, dois na cabeça, cinco no corpo e dois nas mãos.

ANTÔNIO JOSÉ DIAS DE OLIVEIRA, 55: Trabalhava vendendo lanches no local. Recebeu dois tiros na cabeça. O filho menor, que o acompanhava, também foi baleado pelos criminosos.

RAIMUNDO DA CUNHA DIAS, 48: Morto na frente da entrada do Forró do Gago, com um tiro na cabeça, um no ombro e múltiplos ferimentos no antebraço.

RAQUEL MARTINS NEVES, 22: Morta em frente ao portão de uma casa vizinha à festa. Recebeu 15 tiros, cinco nos braços, seis nas pernas, um no corpo, um na cabeça e dois nas costas.

WESLEY BRENDO SANTOS NASCIMENTO, 24: Foi perseguido e morto enquanto fugia pela rua Madre Tereza de Calcutá. Recebeu três tiros na cabeça realizados a curta distância.

MARIA TATIANA DA COSTA FERREIRA, 17: Morta junta com um grupo de jovens que tentava fugir para terreno próximo ao local da chacina. Recebeu um tiro no peito.

BRENDA OLIVEIRA DE MENEZES, 19: Outra integrante do grupo de jovens. Morta com três disparos, um na cabeça, um no ombro e outro no braço.

MAIRA SANTOS DA SILVA, 15: Vítima mais jovem da chacina, foi morta com um tiro na cabeça junto com o grupo que tentava se evadir do local pela rua Madre Tereza de Calcutá.

MARIZA MARA NASCIMENTO DA SILVA, 37: Outra das jovens que tentava se abrigar em residência vizinha à festa. Foi executada com dois tiros na cabeça.

LUANA RAMOS SILVA, 22: Estava no grupo que fugiu para terreno vizinho por um portão localizado nos fundos da festa. Perseguida, foi morta com três tiros nos ombros e três nas costas.

EDNEUSA PEREIRA DE ALBUQUERQUE, 38: Morta com dois tiros nas coxas, foi encontrada também no quintal vizinho ao local da festa.

RENATA NUNES DE SOUSA, 32: Morta com um tiro no abdômen, ao lado de outras duas mulheres que conseguiram fugir por portão nos fundos da festa.

JOSÉ JEFFERSON DE SOUZA FERREIRA, 21: Conseguiu fugir para um imóvel próximo da festa, mas acabou morrendo após ser alvejado por dois tiros na cabeça.

102 cápsulas foram recolhidas pela perícia*

*como havia sinais de que a cena do crime foi violada, peritos apontam a possibilidade de que mais projéteis tenham sido disparados

54 de calibre 9mm

33 de calibre .380 ACP

3 de calibre .38

6 de calibre .40 S&W

2 de calibre .12

35 PERFURAÇÕES de balas foram encontradas na região

67 TIROS pelo menos, acertaram alguma das vítimas fatais.

(O POVO – Repórter Carlos Mazza/Foto – Evilázio Bezerra)

Coral da UFC tem inscrições para novos alunos

O Coral Canto da Casa – projeto da Casa da Voz da Universidade Federal do Ceará (UFC) – está recebendo novos alunos. Para se inscrever, tem que ter entre 14 a 21 anos e estudar em escola pública. As inscrições são realizadas na sede da EIM Instalações Industriais, nas segundas, quartas e sextas, das 14h às 17h, no bairro Cambeba.

O Coral é um projeto da Casa da Voz da UFC que, através da Associação de Amigos do Coral da UFC (ACUFC) e das parcerias firmadas entre Enel Distribuição Ceará e EIM Instalações industriais, objetiva a formação musical de estudantes adolescentes de escolas públicas.

Almeja desenvolver o potencial humano através da arte e estimular a solidariedade pela criação e expressão musical. Cumpre assim os verdadeiros objetivos da extensão universitária, na configuração de um coro jovem que congrega a comunidade e que conta com o apoio e o compromisso social de agentes dos setores acadêmico, artístico e empresarial.

Contemplado pelo VIII Edital Mecenas do Ceará, da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, integra os projetos da Plataforma Sinfonia do Amanhã, mantida pela Enel em parceria com o Governo do Estado do Ceará. Os ensaios são realizados na sede da EIM Instalações Industriais.

(Colaborou a jornalista Caroline Borralho / Foto: Divulgação)

Ministério Público apresenta conclusão de inspeções nas sedes dos Conselhos Tutelares de Fortaleza

A promotora de justiça Antônia Lima Sousa promoverá, às 9 horas do próximo dia 13, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, uma audiência pública como o objetivo de apresentar relatórios e conclusões em face das inspeções às sedes dos Conselhos Tutelares de Fortaleza. As inspeções, segundo a assessoria de imprensa do MPCE, ocorreram nos meses de abril e maio e foram tocadas pela 7ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Fortaleza.

Presidida pela promotora de Justiça Antônia Lima, a mesa diretora dos trabalhos também contará com representantes da Universidade Estadual do Ceará (UECE); da Fundação da Criança e da Família Cidadã (FUNCI); e do Grande Colegiado do Conselho Tutelar de Fortaleza. Na abertura da reunião, Antônia Lima discorrerá sobre a temática da audiência. Em seguida, cada participante também tecerá suas considerações. A audiência pública é aberta a qualquer cidadão, sem necessidade de cadastramento prévio.

As inspeções objetivam monitorar as atividades desses conselhos, bem como observar deficiências estruturais e operacionais nas atividades desempenhadas pelas unidades tutelares.

(Foto – Juliana Vasquez)

Uma palestra sobre Licitações e Improbidade Administrativa

330 1

O advogado Marçal Justen Filho, nome dos mais respeitados no campo do Direito Administrativo, dará palestra em Fortaleza no próximo dia 9, a partir das 9 horas, no Ideal Clube.

Atendendo a convite do ex-procurador-geral do Município, Valmir Pontes Filho, ele abordará o tema “licitações e Improbidade Administrativa. O evento é voltado para profissionais e alunos do Direito, mas, também, para gestores públicos.

Quem é?

Advogado formado pela UFPR em 1977, mestre (1984) e doutor (1985) em Direito do Estado pela PUC-SP. Foi professor titular da Faculdade de Direito da UFPR de 1986 a 2006, Visiting Fellow no Instituto Universitário Europeu (Itália, 1999) e Research Scholar na Yale Law School (EUA, 2010-2011). É autor de diversos livros, sendo os mais conhecidos Comentários à Lei de Licitações e Contratos Administrativos, Curso de Direito Administrativo, Pregão, Comentários ao RDC, Teoria Geral das Concessões de Serviço Público e o Direito das Agências Reguladoras Independentes. Integra o Conselho Editorial da Revista do Tribunal Regional Federal da Primeira Região. É membro da Red Iberoamericana de Contratación Pública, da Public Contracts in Legal Globalization Network, do Grupo Brasileiro da Association Henri Capitant des Amis de la Culture Juridique Française e do Núcleo de Estudos sobre Federalismo e Relações Intergovernamentais. Tem participado de cursos e congressos no Brasil e no exterior e atua ativamente na advocacia, por meio da sociedade Justen, Pereira, Oliveira & Talamini.

(Foto – Divulgação)

Associação Peter Pan lança a Campanha McDia Feliz

A Associação Peter Pan lançará nesta quinta-feira, às 9 horas, em sua sede, a Campanha McDia Feliz 2018. A ação solidária, que há 20 anos contagia e envolve a sociedade na luta contra o câncer infantojuvenil no Estado, ocorrerá nos pontos de venda do sanduíche BigMac, dessa rede de fastfood.

Neste ano, a campanha vai se estender às filiais do McDonald das cidades de Maracanaú, Juazeiro do Norte e Sobral. O objetivo é reforçar as ações do Centro Pediátrico do Câncer gerido pela associação.

SERVIÇO

*Associação Peter Pan – Rua Alberto Montezuma (Rua da Esperança), Nº 350, no bairro Vila União.

(Foto – Divulgação)

Deputado quer debate sobre crise na produção de coco no Ceará

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Assembleia Legislativa fez reunião, nesta quarta-feira, e aprovou três projetos de parlamentares e três requerimentos.

Um desses requerimentos é de autoria do deputado Roberto Mesquita (PROS), presidente da Comissão, que solicita uma audiência pública para tratar sobre as dificuldades do setor de produção de coco no Brasil, com repercussões no Estado.

(Foto – ALCE)

General Theophilo visitará nesta quinta-feira lideranças da Região Centro-Sul

Nesta quinta-feira, o senador Tasso Jereissati (PSDB) estará com o General Theophilo, pré-candidato tucano ao Governo, visitando o município de Iguatu..Hora de conversar com lideranças do partido da Região Centro-Sul.

O General Theophilo, segundo sua assessoria de imprensa, vai expor suas propostas para o Governo e pedir a mobilização quando da campanha eleitoral.

Já no sábado e domingo, as visitas ocorrerão em municípios da Região do Cariri.

(Foto – Alex Gomes)

CNEC comemora 75 anos com sessão solene na Câmara dos Deputados

A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) ganhará, no próximo dia 8 de agosto, em Brasília, uma sessão solene comemorativa dos seus 75 anos de fundação. No ato, haverá o lançamento do livro com a biografia de seu fundador, professor Felipe Tiago Gomes,

A sessão solene contará também com homenagens a organizações e várias personalidades cujas trajetórias pessoais e históricas estão ligadas ao legado cenecista.

“Nesse sentido, pela vinculação histórica da CNEC com o Grupo O POVO de Comunicação através de Paulo Sarasate, Albanisa Sarasate (foi diretora da instituição no Ceará), além da existência de várias escolas com denominações de pessoas dessa empresa jornalística (Demócrito Rocha, Júlia Jorge, Paulo Sarasate e outras), indiquei o nome da jornalista Luciana Dummar, atual presidente do grupo, para receber a homenagem”, adianta o diretor estadual Irapuan Diniz Aguiar.

Férias de julho devem aquecer o mercado cearense entre 10 e 15 por cento, estima a ABIH

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) espera um incremento de 10 a 15 por cento no movimento destas férias de julho no Ceará. É o que estima o presidente nacional da entidade, Manuel Cardoso Linhares.

Ele avalia que o aumento da oferta de voos nacionais e internacionais pesará nessa projeção, lembrando, no entanto, que o inverno no Sul e Sudeste do País fará com que o fluxo de turistas dessas regiões aumente para os destinos do Nordeste.

(Foto – Paulo MOska)

Leônidas Cristino cobra conclusão da Ferrovia Transnordestina

189 2

O deputado federal Leônidas Cristino defendeu, durante audiência pública da Comissão de Viação e Transportes, da Câmara, a conclusão da Ferrovia Transnordestina, a Ferrovia Norte Sul e a Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL). O parlamentar cobrou uma ação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no sentido de passar a tratar com mais rigor as empresas concessionárias de transporte ferroviário para fazer valer as disposições previstas nos contratos firmados para concluir estas obras estruturantes para o país.

“As agências reguladoras devem cobrar a finalização desses empreendimentos, dentre outros”, disse Leônidas Cristino. O deputado acrescentou que é necessária a retomada de uma visão sistêmica no planejamento e expansão do setor, assim como a garantia de tarifas módicas para os usuários desses serviços.

A audiência pública teve como o tema “Concessões de ferrovias, obras inacabadas e ramais desativados, bem como a conclusão e o efetivo funcionamento da Ferrovia Norte-Sul”. Como presidente da Comissão Mista de Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional, Leônidas Cristino fez uma detalhada apresentação do papel deste sistema de transporte no mundo e comparou o modelo brasileiro com o de países com dimensões parecidas com o Brasil, mas que dele fazem melhor uso, como os EUA, Canadá, Rússia e Austrália.

“A retomada de investimentos públicos e privados em infraestrutura ferroviária é de suma importância para a economia do Brasil”. As ferrovias, segundo ele, apresentam melhor desempenho e balanço energético mais eficiente, comparadas com o transporte rodoviário, e possibilitam o barateamento dos transportes de cargas e passageiros em todo o território nacional.

O parlamentar analisou o surgimento da malha ferroviária do país, sua expansão e posterior sucateamento que se deu, principalmente, após o processo de privatização no final da década de 90. A audiência pública concluiu com a recomendação de que em breve devem ser retomados os investimentos no setor, a fim de que se finalizem as obras da Ferrovia Transnordestina e se resolvam outros gargalos que tanto oneram as empresas de cargas que operam em nossas sucateadas ferrovias.

Também participaram da audiência pública Sérgio Lobo, diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT); Marcus Expedito Felipe de Almeida, diretor de Operações e Participações da VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S.A.; Ticiano Bragatto, gerente técnico da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) e José Manoel Ferreira Gonçalves, presidente da Frente Nacional pela Volta das Ferrovias (Ferrofrente).

(Foto – Agência Câmara)

Um Dia Apenas

Com o título “Um dia apenas”, eis artigo de Demétrio Andrade, jornalista e sociólogo, que aborda uma tragédia dois meses antes da Copa da Rússia com o mexicano Gilberto Martinez. Confira:

Minha mulher me passou um texto lindo, do Julio Gomes, publicado no jornal O Povo, sobre o mexicano Gilberto Martínez, que viu falecerem a esposa e os dois filhos pequenos em um acidente de carro nos EUA, dois meses antes desta Copa, com tudo já comprado para o evento. Gilberto decidiu ir à Rússia assim mesmo, com amigos, num sinal de respeito e para homenagear a família, que estaria feliz de participar daquele momento.

Não é fácil ler o artigo. Dá pra sentir nas entrelinhas a dor de quem viu vidas preciosas se esvaírem em apenas um dia. Em apenas um dia, perde-se tudo. Em apenas um dia, pode-se dar adeus aos seus afetos de forma trágica. Em apenas um dia, todo um passado construído com amor, suor e trabalho vira pó e lembranças.

Comparei com meu dia. Na verdade, comparei com vários outros dias vividos por mim, centenas deles mal e porcamente. Fica sempre aquela sensação – presente em qualquer texto de autoajuda piegas (desculpem o pleonasmo) – de que é necessário viver intensamente, curtir o presente, amar as pessoas como se não houvesse amanhã e outros que tais.

Evidentemente, isso não é possível. O fato é que, para se viver desta forma, precisaríamos de uma espécie de “estado de alerta permanente”. Um policiamento constante, quase desesperado, sobre nossas ações, não bastasse a frequência que nos vendem – e cobram – receitas de felicidade e sucesso imediatas e sem qualquer esforço. Ocorre que felicidade ou sucesso são conceitos relativos. Assim como dor e a frustração, elementos básicos da existência. E, o que é pior, nada há para prevenir ou aliviar uma dor desta proporção.

Não há respostas para estas questões. No máximo, perceber que é importante viver da melhor forma possível um dia de cada vez. Seja curtindo mais horas com a família, bebendo com os amigos, dedicando-se a ajudar o próximo, se realizando em mais um dia de trabalho, dormindo o dia inteiro ou pulando de bungee jump. Ou, quem sabe, tentar compensar o mau humor de ontem com uma atitude mais positiva no dia de hoje. E isso está bem longe de ser simples.

Para quem está passando por momentos difíceis, talvez soe hipócrita sugerir ser grato por mais um dia. Mas penso nos bilhões de pessoas que estão bem ou, pelo menos, não viveram um minuto sequer como aquele fatídico dia pelo qual passou Gilberto Martínez, que envergou, não quebrou e equilibrou-se por sobre a tristeza. Melhor pensar que nunca é apenas um dia. De repente, pode ser que nos falte um dia apenas.

*Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo

Academia Cearense de Engenharia ganha dois novos membros de peso

A Academia Cearense de Engenharia ganhou mais dois membros, em ato realizado no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Ceará. À frente da cerimônia, o presidente da entidade, o ex-presidente do Crea/CE, Victor Frota.

Tomaram posse Jesualdo Farias, ex-secretário estadual das Cidades e ex-reitor da UFC, e Antônio Nunes de Miranda, ex-diretor do Centro de Tecnologia da UFC.

(Fotos – Divulgação)

Lotéricas não mais receberão contas da Enel

A partir do dia 5 de agosto, as lotéricas não mais receberão contas da Enel Distribuidora. O grupo decidiu rescindir o contrato com a Caixa Econômica Federal e promete receber o desembolso em seus postos de atendimento.

Segundo o diretor institucional da Enel, José Nunes, essa rede de postos de atendimento será ampliada. A rescisão contratual segue orientação da direção nacional do grupo.

(Foto – Diário de Goiás)

Voo ligando Panamá a Fortaleza aterrissa dia 18 de julho

No próximo dia 18, pousará, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, o primeiro voo da Copa Airlines ligando o Panamá à Capital cearense. A informação é da direção nacional da Associação Brasileira da Industria de Hotéis (Abih).

O primeiro pouso está previsto para as 21h30min, com coquetel para alguns convidados. O voo CM343 será operado em um Boeing 737-800, com capacidade para 16 passageiros em classe executiva e 138 na cabine principal.

As passagens estão sendo vendidas ao preço de US$ 545 ida e volta (aproximadamente R$ 1.720). Serão duas frequências semanais. Com a inclusão do novo destino, Fortaleza passará a ter, até o fim deste ano, 43 frequências semanais internacionais para 13 cidades.

(Foto – Divulgação)

A Torcida Real

Com o título “God save the queen”, eis artigo do jornalista Cláudio Ribeiro, no O POVO desta quarta-feira. Ele mistura, de uma menira bem humorada, a Copa da Rússia com a possível gravidez da princesa Kate. Confira:

A se confirmar o que o tabloide americano Life & Style andou espalhando ontem, de que a duquesa Kate Middleton estaria com sinais de nova gravidez apenas dois meses após ter dado à luz ao menino Louis, eita que talvez a seleção inglesa nem esteja nas manchetes de hoje depois do jogo suado contra a Colômbia. Harry Kane perdeu a foto principal do The Sun? Será que o Daily Telegraph terá a charge da bisa Elizabeth reclamando de tanto menino correndo pelo palácio? Com todo o respeito, mas “valha, Kate, de novo? Respeitou nem o resguardo?” — como dizem em Londres ou na Itapipoca. Entre a Copa do 7 a 1 e esta dos rolamentos de Neymar, Buckingham aumentaria em quatro novas crias reais. Eita!

Os ingleses são loucos por futebol. Inventaram as regras do 11 contra 11, bola de couro, duas traves e gols por fazer. Hoje eles têm uma liga espetacular, bem cara, bem jogada. Passaram daquele tempo que eram só chutões pra frente, pro alto, até algum galalau alcançar o ponto mais alto do cruzamento com uma cabeçada. David Beckham batia bem na bola, chutava como poucos, era ótimo para essa estratégia, além de jogar bonito para o marketing.

Os clubes do pebol inglês juntaram bom dinheiro, atraíram investidores russos e coreanos e chineses, venderam bem o produto e as grandes contratações aportaram. Os melhores jogadores do futebol da Inglaterra não são nem da Inglaterra. Os treinadores mais caros também vieram. Os compatriotas de Beckham foram entendendo novos esquemas táticos, dribles e o jogo deles melhorou. Mas nem tanto, my lord. Triangulações, linhas aproximadas de marcação, tudo muito parecido, como a Copa da Rússia tem mostrado.

Porém, todo esse debate sobre o esporte bretão, se está melhorado, perde relevância entre os súditos se for verdadeira a notícia de que a família real ganha novo nome na sucessão. O que importa classificar por pênaltis para as quartas de final do Mundial?

Já tá 3 a 0 para William e Kate. O prenúncio de mais um gol na prole do reinado talvez deva ser nova fofoca, barrigada (ops!) do jornal americano. Harry e Meghan, recém-casados, olham tudo do banco de reservas. Que Deus salve a rainha pra tanto bisneto. A propósito, Inglaterra e Brasil podem se encontrar na final.

*Cláudio Ribeiro

Jornalista do O POVO.