Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

TJ do Ceará – Primeira Câmara de Direito Privado julga 1.424 processos em 2017

Os desembargadores da 1ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará julgaram 1.434 processos no período de 25 de janeiro a 13 de dezembro de 2017. O colegiado é formado pelos magistrados Vera Lúcia Correia Lima, Emanuel Leite Albuquerque e Heráclito Vieira de Sousa Neto, além da juíza convocada Rosilene Ferreira Tabosa Facundo.

Do total, segundo informação da assessoria de imprensa doTJCE, foram analisados 969 apelações; 164 agravos internos; 142 agravos de instrumento; 98 embargos de declaração; 49 conflitos de competência; sete habeas corpus; dois mandados de segurança; duas exceções de suspeição e uma tutela antecipada. No ano, ocorreram 44 sessões ordinárias.

No período, os procuradores de Justiça Antônio Firmino Neto, João Eduardo Cortez, Oscar D’Alva e Souza Filho, Ângela Maria Góis do Amaral Albuquerque Leite, Luzanira Maria Formiga, Maria do Socorro Brito Guimarães, Mônica Maria Aguiar Câmara de Lavôr, Sheila Cavalcante Pitombeira e Suzanne Pompeu Sampaio Saraiva, além da promotora de Justiça convocada Nádia Costa Maia representaram o Ministério Publico do Estado. Já a Defensoria Pública foi representada por Antonilsa Irene Vieira, Lisiane Gonçalves Granjeiro, Maria Cristina de Aguiar Costa e Maria do Socorro Silveira Ribeiro.

DETALHE – As reuniões da 1ª Câmara de Direito Privado são realizadas às quartas-feiras, a partir das 13h30min, na sede do Tribunal, em Fortaleza.

Camilo antecipa pagamento da folha de dezembro para sexta-feira

468 3

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, via ultima participação sua no Facebook, em  conversa com internautas, que o pagamento do mês de dezembro dos servidores públicos estaduais será antecipado para a próxima sexta-feira (29). Somados aos pagamentos da segunda parcela do 13º salário – a primeira foi em julho último – e da folha de novembro, ambos realizados neste último mês de 2017, a injeção na economia cearense neste fim de ano gira em torno de R$ 2 bilhões. Na ocasião, o governador anunciou, também, que mais 40 escolas de Ensino Médio passarão a ser em Tempo Integral no Estado. Com isso, o número de unidades com esse perfil chega a 111.

Camilo Santana também sancionou lei que cria onze Centros Cearenses de Idiomas. Os equipamentos vão ofertar ensino gratuito das línguas inglesa e espanhola aos estudantes da rede pública estadual, fortalecendo o currículo da Educação Básica. O chefe do Executivo sancionou, ainda, lei que institui o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) para os servidores técnicos das universidades Estadual do Ceará (Uece), Regional do Cariri (Cariri) e Vale do Acaraú (UVA).

Os onze Centros de Idiomas serão coordenados pela Secretaria da Educação (Seduc) e espalhados por Fortaleza (6), Crateús (1), Caucaia (1), Juazeiro do Norte (1), Iguatu (1) e Itapipoca (1). “O mercado de trabalho tem exigido, cada vez mais, qualificação. Como somos um estado turístico, e como estamos ampliando o nosso turismo, (essa formação) é importante”, justificou o governador.

PSDB lista Domingos Filho e Geraldo Luciano como opções ao governo, caso Tasso afaste o cálice

Domingos Filho é citado pelo PSDB entre alternativas para o Governo.

O presidente regional do PSDB, Francini Guedes, já dá como carta fora do baralho da oposição, em 2018, a participação do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira. Para ele, a ordem agora é os partidos de oposição abrirem debate em busca de nomes que possam enfrentar o governador Camilo Santana (PT).

Nessa lista, o senador Tasso Jereissati aparece com menor chance, até porque ele já se manifestou, várias vezes, de que não pensa nessa candidatura.

Entre alternativas para opositores, Francini Guedes cita o Capitão Wagner (PR) – que, no momento, pensa mais em disputar cadeira de deputado federal, o executivo Geraldo Luciano, segundo vice-presidente estadual dos tucanos, e Domingos Filho, que foi presidente do extinto Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

(Também com repórter Wagner Mendes, do O POVO)

MEC – Fortaleza é quarta maior rede pública municipal de educação do País

366 1

O Ministério da Educação anunciou, em seu site,m os resultados finais do Censo Escolar da Educação Básica 2017.

O município de Fortaleza continua como a 4ª maior rede pública municipal do país, com cerca de 201 mil matrículas (educação infantil + ensino fundamental + EJA fundamental).

São Paulo, Rio e Manaus são as três maiores, no que o prefeito Roberto Cláudio (PDT), segundo sua assessoria de imprensa, recebeu tal informação como um bom presente de Ano Novo.

Réveillon 2018 – Marina Park aquece vendas com Wesley Safadão

O Marina Park Hotel espera cerca de 10 mil pessoas para seu Réveillon, em clima de jubileu de prata. O cantor Wesley Safadão vai puxar a lista das atrações.

A maioria das mesas foi vendida para grupos de São Paulo e do Nordeste. Ah, nessa lista de atrações, entra também o cantor Paulo José, um dos mais requisitados para casamentos e festa baile da região.

(Foto – Divulgação)

 

Medicina da UFC – A Saudade dos 50 anos

225 1

O presidente da Academia Cearense de Medicina e ex-reitor da Uece, Manassés Fonteles, assina artigo no O POVO desta terça-feira intitulado “Medicina – 50 Anos”, reportando-se ao curso da Universidade Federal do Ceará. Confira:

Em 16 de dezembro de 1967, colávamos grau na Concha Acústica da Universidade Federal do Ceará. Saímos para a vida, para o mundo real despedimo-nos da vida estudantil. Naqueles tempos as vidas acadêmicas no sentido stricto sensu resumia-se à graduação seguida de especialização. Residências, só na região leste e no extremo sul; e as vagas eram muito poucas. Nossa Universidade transpunha suas primeiras décadas. Não havia mestrado e doutorado nem mesmo na USP, e na UFC a residência era incipiente oferecendo pouquíssimas vagas.

A primeira pós-graduação nasceu na Farmacologia e esta catalisou todas as outras da saúde que vieram depois, muito depois. Na história da Universidade, ela era muito jovem naqueles dias, muito longe das Faculdades da Bahia e do Rio de Janeiro, fundadas após a chegada da família Real ao Brasil. A alma mater de todas elas foi a Academia Nacional de Medicina no Rio de Janeiro, fundada no século XIX, pelo imperador dom Pedro I. Alguns foram especializar-se no Rio e em São Paulo, outros permaneceram pelo Nordeste, principalmente em Pernambuco, Ceará e na Bahia. Outros retornaram às suas origens, no Rio Grande do Norte, no interior do Ceará, Piauí e Maranhão.

Completamos 50 anos numa reunião muito festejada sob o comando impecável dos doutores Vicente Leitão e Luís Airesneides Aires Leal, em festividades memoráveis, no Hotel Marina Park, com uma verdadeira explosão de alegria, muitas reminiscências com uma interatividade contagiante. Uma sessão remémora foi comandada pelo colega Rúver Herculano, numa noite cheia de saudades e a despedida final no sábado à noite. O comando musical esteve na direção de Vitoriano Escócia, um dos componentes dos Esmeraldas, constituído por Walber Pinto, Stoessel Figueiredo e Manassés. Este grupo conduziu serestas por toda a cidade de Fortaleza do primeiro ao sexto ano de Medicina.

O Conselho Regional de Medicina fez uma homenagem especial à turma que completou 50 anos sem nenhum desvio ético, sem nenhum dolor, ou qualquer escape das filigranas legais, hoje tão conspurcadas em seus vários recantos do nosso imenso país. Os que permanecem entre nós não deixaram de mencionar as partidas dos 28 colegas que nos deixaram para as mansões celestiais, causando sofrimento aos nossos corações.

Manassés Claudino Fonteles

fonteles.manasses@gmail.com

Professor emérito da Universidade Estadual do Ceará (Uece), presidente da Academia Cearense de Medicina e membro da Academia Nacional de Medicina.

Mestre Aldemir ganhará homenagem no encerramento da XII Mostra Estadual Ceará Natal de Luz

A XII Mostra Estadual Ceará Natal de Luz, uma realização da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), homenageará, dia 6 próximo, a partir das 8 horas, na Praça do Ferreira, o Mestre Aldenir. A homenagem ocorrerá no encerramento do Ciclo Natalino do Estado.

Nascido no Crato (Região do Cariri), o Mestre Aldenir tem, em sua trajetória de 85 anos de vida, 62 anos dedicados ao Reisado e ao repasse dos saberes e fazeres desta manifestação, na qual os grupos que saem para louvar e cantar o menino Jesus nascido e os Santos Reis Magos por meio de peças. Brincante desde os 22 anos de idade, é no pátio da casa onde mora que Mestre Aldenir ensina, ensaia e repassa os saberes do Reisado há mais de seis décadas.

O evento contará com cortejo, exposição e apresentações de grupos. A programação terá início às 8 horas e se estenderá durante todo o dia. No total, serão 14 apresentações de grupos que foram selecionados a partir de Mostras Regionais ocorridas nas cidades de Campos Sales, Fortaleza, Maranguape, Meruoca, Quixadá, Ocara, Russas e Sobral.

(Foto – Divulgação)

Vereador quer reserva de vagas para idosos em unidades de saúde de Fortaleza

287 1

O vereador Julierme Sena (PR), por meio do projeto de lei nº 519/2017, quer destinar pelo menos 20% das vagas em unidades de saúde de Fortaleza para os idosos. “Queremos assegurar minimamente o pleno atendimento dos idosos em hospitais, UPAs, postos de saúde e policlínicas”, justifica.

Pelo projeto, pessoas com idade igual ou superior a 60 anos terão direito a esta reserva mínima no atendimento nos equipamentos de saúde pública primária, secundária e terciária. Essa prioridade vai desde o atendimento de informações até a prestação do atendimento médico, cirurgia, internação ou afins.

“Dada a inexistência de uma unidade específica no tocante ao atendimento médico para idosos, cerca de 10% da população de Fortaleza poderá ser beneficiada com essa medida”, explica Julierme.

A partir de fevereiro, quando da retomada dos trabalhos, o projeto será apreciado pelas comissões técnicas da Câmara Municipal. Caso receba parecer favorável, será votado em plenário.

(Foto – Paulo MOska)

A modernização digital toma conta do dia a dia das pessoas

Cm o título “Líquido e sólido”, eis artigo do superintendente estadual do Sebrae, Joaquim Cartaxo, que pode ser conferido no O POVO desta terça-feira. Ele aborda a evolução tecnológica, com o avanço nas redes sociais, e seus impactos nas organizações sociais Confira: 

Vivemos a transição entre os modelos políticos, econômicos, socioambientais, culturais herdados da revolução industrial dos séculos XIX e XX e as tendências evidentes e latentes do século XXI que causaram e continuarão gerando profundas transformações em todos os aspectos da vida humana.

Zygmunt Bauman, pensador polonês, anota essa transição como a suplantação da modernidade sólida pela modernidade líquida, a qual conceituou como “um mundo repleto de sinais confusos, propenso a mudar com rapidez e de forma imprevisível”. Dentre suas frases famosas que buscam explicar os tempos atuais, sublinha-se esta: “Vivemos em tempos líquidos. Nada foi feito para durar”.

Transição em que se destaca o ecossistema socioeconômico e cultural da Web, em que a conectividade e as mudanças ocorrem imediatamente.

É exemplar o smartphone, principal centro de conexão individual entre coisas, pessoas e portador dos seguintes meios, dentre outros: Facebook, YouTube, WhatsApp, Messenger, WeChat, Sina Weibo, Twitter, Baidu Tieba, Skype, Instagram, QZone, Tumbrl, Telegram, Viber, Snapchat, Line e Pinterest.

Por esses meios, as pessoas casam e descasam; vidas são salvas e outras destruídas; se educa e se deseduca; crianças, jovens e adultos se distraem por horas a fio; cidadãs e cidadãos se mobilizam para campanhas políticas, culturais, filantrópicas; se compra e se vende; se leem jornais e livros, se veem filmes. Enfim, as redes sociais dominaram o cotidiano da sociedade.

A modernização digital toma conta do dia a dia das pessoas. Nada aponta recuos, os indícios são de mais prosseguimento e maior rapidez nas transformações tecnológicas, instantaneidade, imprevisibilidade. Isso produz impactos intensos nas organizações (sindicatos, partidos políticos, empresas, órgãos públicos) cujos modelos são originários dos ecossistemas dos séculos XIX e XX. Daí a necessidade de se reinventarem de modo inovador.

*Joaquim Cartaxo

cartaxojoaquim@bol.com.br
Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae/Ceará.

Chove em 17 municípios do Ceará

Choveu em 17 municípios cearenses até as 11 horas desta terça-feira, segundo boletim da Funceme. A maior chuva foi registrada em Aracoiaba, com 22 milímetros. O Estado vive o clima de pré-estação. Confira outras chuvas:

Itapipoca (Posto: Itapipoca) : 16.6 mm

Pacoti (Posto: Pacoti) : 15.0 mm

Redenção (Posto: Açude Acarape Do Meio) : 14.8 mm

Beberibe (Posto: Lagoa Funda) : 12.0 mm

Tururu (Posto: Melancias) : 12.0 mm

Palmácia (Posto: Palmacia) : 10.2 mm

Redenção (Posto: Redencao) : 10.0 mm

Aratuba (Posto: Aratuba) : 7.5 mm

Cascavel (Posto: Cascavel) : 6.0 mm

Estádio Romeirão vai se transformar em Arena Romeirão, anuncia o governador

679 1

O Estádio Romeirão, de Juazeiro do Norte (Região do Cariri), vai se transformar na “Arena Romeirão”. Anunciou para o Blog, nesta terça-feira, o governador Camilo Santana (PT), adiantando que vai lançar, no começo de 2018, a licitação da obra.

“Vamos transformar esse estádio na Arena Romeirão, espaço moderno, que é para receber jogos da Série B, do Brasileirão. A exigência é de 15 mil pagantes, mas, acredito, que a capacidade será bem maior do que isso”, complementou o governador. Deve também receber shows. Ele não deu mais detalhes.

Camilo disse que espera, até fevereiro próximo, dar a ordem de serviço das obras da Arena Romeirão. Não falou sobre valores, mas garantiu que o estádio atenderá todas as exigências da Confederação Brasileira de Futebol.

Camilo inicia processo licitatório do teleférico do Padim Ciço no começo de 2018

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, nesta terça-feira, para este Blog que vai iniciar processo licitatório para a instalação de um teleférico no horto do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no começo de 2018.

Ele adiantou que os recursos já estão garantidos junto ao Ministério do Turismo – da ordem de R$ 27 milhões, dentro do objetivo de fortalecer ainda mais o chamado turismo religioso do Cariri. O empreendimento será fruto de parceria entre Estado, governo federal e prefeitura.

Também dentro desse objetivo, Camilo informou que já está em obra um teleférico na cidade do Crato, mais precisamente na área da Chapada do Araripe. Também dentro do reforço ao turismo religioso, virá a urbanização da estátua de Nossa Senhora de Fátima, também nesse município caririense.

Camilo vai cobrar celeridade da transposição, lançar edital na saúde e manter parceria com Eunício

477 1

O governador Camilo Santana (PT) visitou, nesta manhã de terça-feira, o Grupo de Comunicação O POVO, ocasião em que deu entrevista ao programa O POVO no Rádio, apresentado pelo jornalista Luiz Viana. Inicialmente, Camilo disse logo que está torcendo para que 2018 comece com bom inverno, o que compensará os seis anos de estiagem enfrentados pelo Estado.

Em clima de balanço, Camilo respondeu sobre temas de infraestrutura, educação e tirou algumas dúvidas de ouvintes.

Cobrando a Transposição 

Sobre a estiagem, Camilo informou que as obras do Cinturão das Águas, por onde entrará a água da transposição do rio São Francisco, estão bem adiantadas. Ele, no entanto, revelou preocupação com a Transposição, avisando que, ainda nesta terça-feira, vai telefonar para o ministro Helder Barbalho, da Integração Nacional, cobrando celeridade do projeto.

Zerar fila de cirurgias

Camilo Santana confirmou, durante a entrevista, que mandou para a Assembleia Legislativa mensagem garantindo parceria com a rede hospitalar privada do Estado.

O objetivo é zerar a fila de cirurgias de todo tipo no Estado. São cerca de 18 mil cearenses nessa fila.

Parceria com Eunício 

O governador, em princípio, avisou logo que não iria tratar da sucessão estadual, pois a população está interessada em questões como saúde, educação e segurança pública. Mesmo assim, considerou salutar a parceria que mantém com o senador Eunício Oliveira (PMDB) em torno de projetos e financiamentos do interesse do Ceará.

Ele reiterou que quer manter essa parceria administrativa, mas evitou falar sobre uma parceria eleitoral.

DETALHE – Ainda nesta terça-feira, o governador, que reafirmou ser segurança pública sua prioridade e que isso vai continuar em 2018, entregará o Batalhão do Raio do município do Eusébio. Ele destacou ainda o equilíbrio financeiro do Estado, um dos poucos em dia com obrigações com servidores.

DETALHE 2 – Camilo foi recebido, na sede do O POVO, pelo diretor André Azevedo e pelo direetor de Jornalismo do Grupo de Comunicação O POVO.

(Foto e Vídeos – Paulo MOska)

Engenheiros agrônomos da uFC vão comemorar 55 anos de colação de grau

Engenheiros agrônomos da turma de 1962 vão promover encontro de confraternização em janeiro próximo. Hora de comemorar os 55 anos de colação de grau pela Universidade Federal do Ceará. A data está em acertos.

A festa será iniciada com missa na Igreja Redonda (Parquelândia), seguida de colocação de placa alusiva aos 55 anos no monumento do Cinquentenário, no Centro de Ciências Agrarias (Campus do Pici).

A Turma de 1962, da Escola de Agronomia, graduou os seguintes nomes:

1 – Antonio de Albuquerque Sousa Filho.
2 – Antonio José Marques.
3 – Argemiro Cruz
4 – Angela Francy Becker Campos.
5 – Carlos Marques de Sousa.
6 – Clairton Martins do Carmo.
7 – Demócrito de Almeida Assis.
8 – Deodato Machado Pinheiro.
9 – Adnir Alberto Carvalho Lima.
10- Edvar Martins Sabino.
11- Expedito Araújo de Vasconcelos.
12 – Francisco Assis Teixeira.
13 – Francisco das Chagas Pereira.
14 – Francisco Ésio de Sousa.
15 – Francisco Iran Bezerra de Oliveira.
16 – François Claude Boris.
17 – Geraldo Arrais Maia.
18 – Heber Correia Lima.
19 – José Adalberto Gadelha.
20 – José Augusto Russo.
21- José Braga Paiva.
22 – José Leopoldo Sampaio Caracas.
23 – José Maria de Carvalho.
24 – José Tarquínio Prisco.
25 – Lúcio Osório Bastos de Oliveira.
26 – Maria Arlene Cavalcante Nogueira.
27 – Maria Carmelita Meneses.
28 – Maria Cunha Costa.
29 – Maria Elódia Bezerra.
30 – Maria Hyette Dantas Carneiro.
31 – Maria Ivone Mota.
32 – Maria Lúcia Tomaz Barroso.
33 – Maria Marlene Pereira.
34 – Maria Nazareth Costa Meneses.
35 – Mário Henriques Aragão.
36 – Milton Moreira de Souza.
37 – Moisés Custódio Saraiva Leão.
38 – Omar Jesus Pereira.
39 – Octávio Pessoa Aragão.
40 – Raimundo Braz Filho.
41 – Raimundo Ferdinando Pinheiro Maciel.
42 – Raimundo Ivan Pontes de Souza.
43 – Raimundo de Souza Parente.
44 – Raquel Machado Almeida.
45 – Raul Nylo Cavalcante Bezerra.
46 – Roberto Alencar.
47 – Tarcísio Teixeira Alves.
48 – Vicente de Araújo Barreto.
49 – Vicente de Castro Saraiva Câmara.

Universidade Federal do Cariri cria cotas para alunos trans

695 1

Pela primeira vez no Ceará, uma instituição de ensino superior vai reservar vagas para pessoas transexuais e transgêneros. A Universidade Federal do Cariri (UFCA) deve incluir nos editais de todos os seus programas de pós-graduação, a partir de setembro de 2018, políticas de ações afirmativas para trans e ainda para negros (pretos e pardos), índios e pessoas com deficiência. Para os três últimos grupos, as cotas já existem na graduação.

A iniciativa deve ser aprovada pelo Conselho Superior Pro Tempore da UFCA (Consup) em janeiro. Rosilene Moreira, coordenadora dos programas de pós-graduação da universidade, esclarece que alguns programas de mestrado, mestrado profissional e doutorado já reservam, espontaneamente, vagas em seus editais. “Todavia, não existia normativa. Com a aprovação do Consup, a política será aplicada institucionalmente”.

Estão previstas 20% das vagas para negros e uma vaga suplementar para trans, pessoas com deficiência e indígenas. Os números ainda podem ser alterados. A criação das políticas de ações afirmativas atende à portaria 13/2016, do Ministério da Educação. Incluir grupos trans, porém, foi decisão independente.

Diretora de Promoção dos Direitos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis, Transexuais e Transgêneros) do Ministério dos Direitos Humanos, Marina Reidel reconhece que a medida da UFCA é um avanço no País, apesar de outras iniciativas em programas de pós-graduação de universidades públicas baianas e gaúchas, por exemplo. “A exclusão caracterizou a população trans na sociedade, por muito tempo. É o que essas políticas vêm reparar. Contudo, a gente percebe que a dificuldade é maior no ensino básico, até chegar na graduação”, indica.

Ela cita iniciativas como Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e supletivos como essenciais para escolarização dos grupos trans, além de cursos universitários de extensão. Promessa do MEC é implantar o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) LGBT, para ofertar cursos de educação profissional e tecnológica de interesse do grupo, com vagas prioritárias. Segundo Marina, o programa deve ser implantado em 2018. Já para o EJA, os profissionais de ensino devem ser qualificados para receber a população trans.

São auxílios para inclusão no mercado, analisa Dediane Souza, ativista do movimento trans. “Nós trans somos sujeitos vistos como de segunda categoria, marginalizados inclusive nos espaços de educação formal. Algumas rompem com essa estrutura, mas não têm garantia de permanência ou inclusão no mercado, que é normativo e discriminatório, mesmo com qualificação. Quem emprega uma travesti ou transexual hoje?”, suscita.

Atrair e manter a população trans no ensino superior é desafio das universidades, diz Marina. “A educação é empoderamento, inclusão e instrumento de recuperação da autoestima”, completa.

(O POVO – Repórter Lucas Braga)

Eunício Oliveira: Reforma da Previdência não passa tirando direitos

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), disse ontem que a reforma da Previdência não será aprovada, no próximo ano, retirando direitos de trabalhadores e aposentados. Polêmica, a matéria precisou ser adiada para fevereiro do ano que vem após o governo do presidente Michel Temer (MDB) não conseguir os votos suficientes para aprovar a pauta na Câmara dos Deputados.

“O que eu tenho dito é que a reforma da Previdência não terá condição de ser aprovada retirando direitos de trabalhadores, direitos de aposentados”, declarou ao O POVO. O senador emedebista, no entanto, afirmou que a matéria ainda está sendo discutida em comissão especial e ainda vai ser pautada na Câmara.

“(A Proposta de Emenda à Constituição) ainda está na comissão da Câmara. Ninguém sabe o que a comissão vai propor. Não sabemos o que a comissão vai apoiar. Aquilo que for proposto depois vai para o plenário da Câmara. Se aprovado, o texto vai para o Senado, que vai ter um amplo debate”, continuou o senador cearense.

Questionado se ainda haveria espaço para recuo do governo em pontos específicos da proposta, Eunício declarou que “não é matéria fácil nem pacífica” e que, “quanto mais próximo da eleição, mais difícil é a aprovação”. O senador disse ainda que é esse “o sentimento” que tem colhido entre os parlamentares nas casas legislativas.

Em Brasília, interlocutores próximos do presidente têm defendido que a matéria retira privilégios e que não atinge a população mais pobre.

Na semana passada, por exemplo, o vice-líder do governo, deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), alegou que o adiamento da votação da reforma da Previdência foi “estratégico” para o governo Temer. Com campanhas publicitárias, o Palácio do Planalto espera convencer a opinião pública e conseguir cerca de 40 votos para obter maioria qualificada.

Discurso

Na segunda semana de dezembro, Eunício, irritado com a impossibilidade de abrir sessão no Congresso Nacional — em razão da demora de votação na Câmara —, chegou a declarar que não votaria Previdência “porra nenhuma”. “Não convoco (sessão do Congresso). Brincadeira, isso. Também não vota mais Tá fazendo graça?”, questionou.

Eunício Oliveira tem cada vez mais tentado se afastar da imagem desgastada do presidente Michel Temer, rejeitado por 88% dos eleitores, conforme pesquisa CNI/Ibope divulgada no dia 20 de dezembro.

Em ato ao lado do governador Camilo Santana (PT) para entrega de unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, em Canindé, o presidente do Senado não economizou elogios ao ex-presidente Lula. É no petista que o senador tem anunciado voto para o ano que vem.

(O POVO – Repórter Wagner Mendes)