Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Haddad diz que Bolsonaro troca debate por fake news

Em caminhada na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza, neste sábado (20), o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, disse que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, troca o debate pela propagação de fake news nas redes sociais.

Segundo Haddad, Bolsonaro estaria fugindo aos debates “pela falta de coragem que o candidato tem de não falar sobre as mentiras espalhadas por fake news”.

Haddad estave acompanhado do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, da presidente nacional do partido Gleisi Hoffmann, do candidato do Psol Guilherme Boulos, além do deputado federal reeleito José Guimarães, do deputado estadual eleito Acrísio Sena, do vereador Guilherme Sampaio e do ex-deputado federal João Alfredo.

(Fotos: Divulgação)

O que fazer quando o policial mata?

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (20), pelo jornalista Érico Firmo:

O programa Debates do Povo, na rádio O POVO CBN, tem cumprido papel de trazer a discussão que não existe entre os candidatos a presidente. Por toda a semana, foram discutidas as propostas para educação, segurança pública, economia, saúde e direitos humanos. Os debatedores eram defensores das propostas de cada candidato.

Ontem, o debate reuniu o vereador Soldado Noélio (Pros), deputado estadual eleito e apoiador de Jair Bolsonaro (PSL), e o deputado estadual reeleito Renato Roseno (Psol), que apoia Fernando Haddad (PT) neste segundo turno. Em dado momento, a discussão enveredou para uma das questões mais complicadas propostas nesta campanha: uma espécie de licença para os policiais matarem sem terem de responder por isso.

Bolsonaro ecoa ideia recorrente. E perigosa. Colocando as coisas no lugar: Polícia é profissão de extremo risco e, quando em perigo, o policial tem não apenas direito, como precisa se defender. Não deve esperar o criminoso atirar primeiro. Não precisa dar a chance de ser morto antes de se defender. Isso é o mínimo de garantia que se precisa dar a um agente público.

O que não significa que mortes em abordagens policiais não devam ser averiguadas. É preciso saber se não houve despreparo, se não houve excesso. Se a morte não foi em vão. Essa investigação não pode ter pressuposto de culpa. Deve ser criteriosa e justa. Não dá é para dizer: mata livremente e sem se preocupar, que a situação não será nem mesmo examinada. Isso não interessa a policiais corretos, que agem dentro da lei, que não abusam de suas prerrogativas. Isso interessa àqueles, dentro da Polícia, que agem como criminosos e se tornam bandidos. Que acham que estão acima da lei e, no lugar de se tornar agentes de segurança, são agentes da violência.

O deputado eleito Soldado Noélio disse que policiais estão morrendo por deixarem de atirar, com medo de punição. Se isso ocorre, é absurdo. Não se pode ter policiais amedrontados, sentindo-se ameaçados. Porém, desconheço tal situação, ao menos no Ceará.

Foram assassinados este ano nove policiais no Estado. Sabe quantos estavam em abordagem? Zero. Nenhum. O único que foi considerado morto em serviço se deslocava do trabalho para casa.

Uma dessas nove mortes ocorreu em 28 de agosto, quando cabo da PM correu em direção de colegas para pedir ajuda, após reagir a assalto. Porém, eles acreditaram se tratar de criminoso e mataram o cabo. Teve mais. Em 11 de junho, estudante universitária foi morta por policiais, na avenida Washington Soares, quando o carro no qual estava com a filha teria sido confundido com veículo roubado. Em agosto, jogador de sinuca foi morto por policiais, supostamente porque o taco teria sido confundido com arma. Nesta semana, O POVO mostrou que partiu da arma de um policial a bala que matou operador de call center em maio. Ele estava parado no cruzamento quando uma perseguição policial passou por ele.

Alguém acha mesmo que os responsáveis por esses desastres, essas trapalhadas trágicas, não deve nem ser chamado a esclarecer o assunto? Essas mortes devem ficar por isso mesmo?

Roseno cobra boas reflexões de Cid Gomes

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (20):

O senador eleito Cid Gomes (PDT) continua alvo de questionamentos, depois de ter cobrado do PT mea culpa por ter feito “muita besteira”. Sobre esse desabafo, feito por Cid quando de ato em que o governador Camilo Santana (PT) puxaria a campanha pró-Haddad neste segundo turno da disputa presidencial, o deputado estadual reeleito Renato Roseno (Psol) se manifestou a respeito.

“O Cid Gomes tem que fazer uma reflexão com ele mesmo sobre sua responsabilidade com o País”.

Isso porque, de acordo com Roseno, a peleja não é simplesmente de diferenças de ordem partidária, mas “diferenças bem mais profundas”, porque Bolsonaro é uma ameça real à democracia, enquanto Haddad abre espaço até para se fazer oposição.

Roseno engajou-se na campanha petista, embora com diferenças, reiterando que a ordem é lutar pela manutenção dos avanços sociais e direitos da classe trabalhadora.

Prefeito apresentará resultados do Programa Fortaleza Competitiva

144 1

O prefeito Roberto Claudio vai apresentar, às 9 horas da próxima segunda-feira, os resultados do Programa Fortaleza Competitiva. Será durante coletiva no auditório do Paço Municipal (Centro).

A iniciativa, de acordo com a assessoria de imprensa da gestão municipal, engloba um pacote de medidas de estímulo à criação de um cenário favorável a novos negócios, viabilizando mecanismos para o surgimento e crescimento de empresas em áreas estratégicas do município, gerando emprego, renda e desenvolvimento.

(Foto – Aurélio Alves)

Fecomércio promove encontro sobre novas relações de trabalho

A Fecomércio Ceará vai debater, na próxima quarta-feira, 24, em sua sede, as mudanças consequentes da Nova Lei trabalhista. Isso dentro das Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho, uma iniciativa do Governo Federal por meio da Secretaria Geral da Presidência da República, da Comissão do Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, e do Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura (IBEC). A ordem é informar, discutir e explicar os aspectos que englobam a nova lei trabalhista.

A Lei nº 13.467/2017, ou seja, a Lei trabalhista, completou um ano. Segundo o Governo, ela modernizou as relações de trabalho no Brasil, e as Jornadas contribuem para esclarecer qualquer dúvida sobre as alterações ocorridas.

As Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho são uma série de eventos promovidos nas capitais brasileiras e em dezenas de cidades no interior dos estados. Elas contam com a participação de conferencistas, entre eles, desembargadores do Trabalho e ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Em Fortaleza, estarão presentes os ministros Alexandre Agra Belmonte e Gelson de Azevedo, do TST, e os desembargadores Bento Herculano Duarte e Vólia Bonfim, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Na programação, palestras sobre as perspectivas políticas da modernização do Brasil, modernização trabalhista, perspectivas jurídicas da modernização da legislação trabalhista e a modernização das leis trabalhistas e o novo sistema de relações de trabalho. O evento acontece a partir das 9 horas ao meio dia e tem como público-alvo empresários do setor de bens, serviço e turismo; autoridades do judiciário; advogados e estudantes de Direito.

O presidente do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola, destaca a importância desse debate para quem lida diariamente com questões trabalhistas. Ele lembra que desde a discussão no Congresso, sobre a nova Lei do Trabalho, a Fecomércio/CE vem acompanhando de perto as mudanças, já tendo promovido outros debates.

“A Federação do Comércio contribui com os esclarecimentos necessários sobre a nova Lei e seus impactos, promovendo não só campanhas voltadas para os empresários, além de ter elaborado cartilha elucidativa sobre as principais mudanças”, pontuou, afirmando ainda que “as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho são de suma importância, por seu nobre papel de bem informar acerca das alterações na Lei trabalhista e seus desdobramentos positivos para as diversas relações de trabalho”.

SERVIÇO

*Para participar, basta confirmar presença através do telefone, (85) 3270. 4287 ou pelo e-mail presidencia@fecomercio-ce.com.br.

*Horário: das 9 às 12 horas

*Fecomércio/CE – Rua Pereira Filgueiras, 1070, Aldeota.

*Mais informações – (85) 3270. 4287.

Justiça do Ceará – Confira quem vai estar de plantão neste fim de semana

Magistrados de Fortaleza e de Comarcas do Interior atenderão, em regime de plantão, neste fim de semana. No Tribunal de Justiça do Ceará, o atendimento será feito pelos juízes convocados Maria do Livramento Alves Magalhães e Sérgio Luiz Arruda Parente. Os magistrados atenderão, respectivamente, neste sábado (20/10) e domingo (21), das 12 às 18 horas, no Palácio da Justiça (Cambeba).

A informação é da assessoria de imprensa do TJCE, adiantando que no Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 38ª e 39ª Varas Cíveis, e da 5ª e 6ª Varas de Execuções Fiscais e de Crimes contra a Ordem Tributária da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 12 às 18 horas.

Os pedidos de natureza cível no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos citados plantonistas.

No Interior, o atendimento acontecerá das 8h às 14h nas comarcas de Juazeiro do Norte (3ª Vara Criminal), Araripe (Vara Única), Iguatu (2ª Vara), Mauriti (Vara Única), Jaguaribe (Vara Única), Quixadá (2ª Vara), Baturité (1ª Vara), Limoeiro do Norte (3ª Vara), Aracati (1ª Vara), Maranguape (2ª Vara), Aquiraz (JECC), Caucaia (4ª Vara Criminal), Morrinhos (Vara Única), Sobral (2ª Vara Cível), Cruz (Vara Única), Viçosa do Ceará (Vara Única), Ipueiras (Vara Única), Tamboril (Vara Única), Tauá (JECC) e Canindé (2ª Vara).

Câmara Municipal homenageará os 100 anos do Fortaleza

A Câmara Municipal vai celebrar, a partir das 19 horas da próxima segunda-feira, em seu auditório, os 100 anos do Fortaleza Esporte Clube. A iniciativa de homenagear a trajetória do clube, em clima de sessão solene, é do vereador Benigno Junior (PSD). Segundo o parlamentar, “além de alimentar a paixão da torcida, as equipes de futebol também passam mensagens positivas de amor ao esporte e da importância do trabalho coletivo e da disciplina”.

Na ocasião, o presidente do “Leão do Pici”, Marcelo Paz, receberá uma placa alusiva ao centenário do tricolor. Membros da diretoria, atletas do atual elenco da equipe e torcedores devem marcar presença na celebração.

Fortaleza EC

Fundado em 18 de outubro de 1918 pelo desportista Alcides Santos, que dá nome ao estádio do clube, o Fortaleza figura entre os times mais vitoriosos e de maior torcida em todo o Nordeste.

Atualmente, a equipe lidera o Campeonato Brasileiro da Série B e está muito perto de garantir uma vaga na Série A de 2019, campeonato que o time não disputa desde 2006.

Definitivamente, eu não queria

170 3

Com o título “Definitivamente, eu não queria”, eis artigo de Magela Lima, professor universitário e jornalista. Ele aborda este cenário de campanha presidencial onde a intolerância fala mais alto em todos os lugares. Confira:

Eu não queria sair do grupo de WhatsApp da família. Eu não queria evitar meus vizinhos. Eu não queria escolher uma posição mais isolada na reunião de trabalho. Eu não queria fingir que estou ocupado para não conversar com o motorista do Uber. Eu não queria precisar defender direitos individuais. Eu não queria falar da importância de uma constituição que é mais nova que eu. Eu não queria ficar preocupado com a cor da roupa que vou sair de casa. Definitivamente, eu não queria.

Eu não queria ler tanta notícia absurda. Eu não queria falar sobre fake news em todas as aulas. Eu não queria sofrer com as facadas que vitimou o capoeirista na Bahia. Eu não queria ficar apavorado imaginando que a garota que teve uma suástica marcada com canivete na pele pudesse ser minha sobrinha. Eu não queria ter medo. Eu não queria ter medo de ter medo. Eu não queria ouvir falar de fascismo como se fala de futebol. Eu não queria ver gente postando armas como se fosse um troféu. Definitivamente, eu não queria.

Eu não queria justificar a necessidade de políticas de gênero. Eu não queria precisar discutir a legalidade de mulheres e homens, que ocupem a mesma função profissional, ter remuneração igual. Eu não queria desmentir que existe um kit gay por aí. Eu não queria ver o debate sobre o aborto resumido a questões de natureza religiosa. Eu não queria ter que explicar que o aquecimento global é uma realidade. Eu não queria precisar alertar sobre os riscos do desmatamento desenfreado em nome do agronegócio. Definitivamente, eu não queria.

Eu não queria ver elogios públicos à tortura. Eu não queria lamentar que se desconsidere a dívida que o Brasil, último País a abolir a escravidão, tem com a sua população negra. Eu não queria ouvir falar que vão matar viado. Eu não queria considerar a inclusão de moral e cívica nos currículos escolares. Eu não queria olhar atravessado para a bandeira do meu País. Eu não queria precisar participar de manifestações em defesa da democracia. Eu não queria ter receio do porvir. Eu não queria ter que negociar o inegociável. Definitivamente, eu não queria.

*Magela Lima

lima.magela@gmail.com

Jornalista e professor universitário.

Filanos, grupo cearense de pop rock, é atração desta sexta-feira em Fortaleza

294 4

Eis aí a banda Filanos, formada por jovens que buscam seu lugar ao sol na nossa MPB.

Um pop rock de qualidade, com o detalhe de que essa turma, que também tem suas próprias composições, promete show dos mais agitados, a partir das 20 horas desta sexta-feira, no Cafe Couture.

SERVIÇO

Café Couture – Rua dos Tabajaras, 554 – Praia de Iracema.

Que tal ser leiloeiro?

O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará abriu seleção para uma vaga de leiloeiro, que deve atuar nos leilões unificados da Capital e Região Metropolitana de Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa desse tribunal.

De acordo com o edital, o profissional formará rodízio com os leiloeiros já cadastrados na Justiça do Trabalho do Estado.

Os interessados em concorrer à vaga devem apresentar documentação até o dia 10 de novembro, na secretaria da Divisão de Execuções Unificadas, Leilões e Alienações Judiciais, no Fórum Autran Nunes

SERVIÇO

*Fórum Autran Nunes – Avenida Duque de Caxias, 1150, 3º andar).

*Lista de documentação pode ser conferida aqui.

*Edital com as informações gerais aqui.

O fascismo da esquerda hipócrita

207 2

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate duro. No texto, ela diz, por exemplo, que “o bolchevismo é uma das matrizes doutrinárias do PT”. Confira:

Luta Contra o Fascismo Começa Pela Luta Contra o Bolchevismo. Este é o título de um panfleto escrito pelo marxista alemão Otto Rühle em 1939, em um dos mais difíceis momentos da luta de resistência contra o fascismo alemão: o nazismo. O referido texto coloca a Rússia na primeira linha dos estados totalitários e como modelo para os países constrangidos a renunciar ao sistema democrático para se voltarem para a ditadura. Afirma Rühle que “a Rússia serviu de exemplo ao fascismo”. O panfleto, desde o tão vigoroso título, escancara uma verdade incômoda à esquerda majoritária brasileira de hoje, que se agrupa sob a liderança do corrupto presidiário ex-presidente Lula e se representa na candidatura do fantoche Fernando Haddad a presidente da República.

Onde está, porém, o incômodo dessas denúncias antigas para a campanha PT/Haddad? Está em que o bolchevismo é uma das matrizes doutrinárias do PT e vários de seus dirigentes o declaram orgulhosamente, donde se vê que é contrassenso que a principal linha estratégica do PT e seus satélites para esta campanha consista em insultar seus adversários de “fascistas” e sob essa alegação pretenderem criar uma “frente democrática” para conter seu avanço. Vê-se também quão hipócrita foi a fala de Fernando Haddad quando – um dia após o resultado das urnas que o levaram para o segundo turno – apresentou-se como um candidato social-democrata. Como diz o ditado: “quem não te conhece que te compre”.

O fato é que foi como lobo em pele de cordeiro que o PT iniciou a campanha de segundo turno. No dia 9 de outubro a Folha de S. Paulo trazia uma entrevista com o governador do Ceará, o petista Camilo Santana, na qual se lia, sobre Haddad, que ele “tem de afastar um pouco essa marca do PT.” O conselho parece ter sido acolhido, pois já nos deparamos com uma nova logomarca da campanha do ex-(pior)prefeito: logo esta sem vermelho, sem Lula e com as cores do Brasil.

Eis aí os principais elementos do teatro tétrico destas eleições: o partido de origem bolchevique, que nunca teve respeito às instituições, que se considera acima da lei e abaixo apenas do seu líder (que lhe dita as ordens da cadeia); esse partido populista que comprou o congresso, que respondeu pelo maior caso de corrupção da história – o PT do mensalão e do petrolão -; esse partido que promove ideológica e financeiramente ditaduras como a cubana e a venezuelana coloca-se hipocritamente como arauto e defensor da democracia.

A elite pseudointelectual – usar esse termo me custou caro! – muito bem apelidada de “esquerda caviar”, cujos principais representantes estão no meio acadêmico e artístico reproduzem, por sua vez, essa farsa insuflando os jovens a uma batalha quase intergaláctica e apocalíptica contra o fascismo. Reitores emitem notas públicas contra a “onda conservadora” que coloca em risco a “democracia”, expondo desavergonhadamente seu viés político-partidário em total desrespeito ao pluralismo acadêmico e ao princípio de neutralidade das instituições públicas.

Certo mesmo estava Cid Gomes, pelo menos no seu último rompante: quem criou o Bolsonaro foi o PT, que fez muita besteira, que aparelhou as repartições públicas, que achou que era dono do País, que não fez mea culpa, que não admitiu erros e que por isso vai perder a eleição.

– E o Lula?

– “Lula o quê?! O Lula tá preso, babaca. Vocês vão perder. E é bem feito.”

*Catarina Rochamonte

catarina.rochamonte@gmail.com

Doutora em Filosofia e professora da Universidade Estadual do Ceará – Uece.

Renato Roseno: Cid Gomes precisa fazer reflexões sobre sua responsabilidade com o Pais

236 4

O deputado estadual reeleito Renato Roseno (PSOL), em entrevista ao Blog do Eliomar, agradece a votação obtida: 74.174 sufrágios. Mas ele já está de mangas arregaçadas na campanha de segundo turno em favor do petista Fernando Haddad.

Para ele, o que está em jogo agora é a luta pela democracia no País e contra o fascismo.

Indagado sobre a fala do senador eleito Cid Gomes (PDT), que cobrou mea culpa do PT, por ter feito “muita besteira”, Roseno preferiu sugerir ao pedetista boas reflexões sobre as consequências do seu desabafo e seu compromisso com o País.

Eleições da OAB/Ceará – Comissão eleitoral já está formada

173 1

 

 

Está formada a comissão eleitoral que coordenará a sucessão na OAB do Ceará. A advogada Clara Petrola presidirá, tendo o apoio dos advogados Maia Filho, Amilton Pereira, Vitor Brasil e Jânio Pereira da Cunha. O pleito já tem data definida: 28 de novembro próximo, no Centro de Eventos.

Na disputa pelo comando da entidade estão: Erinaldo Dantas, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (Caace), com apoio do atual presidente, Marcelo Mota; Roberta Vasques, a vice que se licenciou da função; Regina Jansen, presidente da Comissão Previdência da Ordem; e Edson Santana, ex-presidente do Sindicato dos Advogados de Fortaleza e Região Metropolitana.

Hospital de Messejana ganha 48 novos leitos na emergência

328 1

Nem tudo é superlotação no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes.

A unidade, segundo o secretário estadual da Saúde, Henrique Javi, está ganhando mais 48 leitos na emergência cardiovascular. “Com isso, vamos dobrar nossa oferta”, acentua ele.

Agora é desburocratizar a aquisição de medicamentos, o nó górdio hoje nesse estabelecimento hospitalar, e reduzir o tempo de espera por consultas, diz a clientela.

(Foto – Tapis Rouge)

Cedca do Ceará divulga nota de alerta

144 1

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA) divulgou nota, em tom de alerta. Confira:

NOTA PÚBLICA SOBRE DECLARAÇÕES DE CANDIDATOS ÀS ELEIÇÕES CONTRÁRIAS AOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará – CEDCA – CE, instância máxima de formulação, deliberação e controle das políticas públicas para a infância e a adolescência na esfera estadual, criado pela Lei nº 11.889 de 1991, é o órgão responsável por tornar efetivos os direitos, princípios e diretrizes contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei nº 8.069 de 1990.

Tendo em vista a norma da absoluta prioridade da criança e do adolescente, assegurada no artigo 227 da Constituição Federal e disciplinada pela Lei 8.069 de 1990, o Estatuto da Criança e do Adolescente, que reconhecem crianças e adolescentes como pessoas em especial condição de desenvolvimento e como sujeitos de direito, dignas de receber proteção integral e de ter garantido seu melhor interesse, e por isso estabelece que seus direitos devem ser promovidos e protegidos de forma absolutamente prioritária.

O CEDCA-CE vem manifestar-se publicamente sobre declarações contrárias ao Estatuto da Criança e do Adolescente e aos direitos assegurados à infância e adolescência brasileiras. Assim, vem a público:

REPUDIAR toda e qualquer manifestação odiosa a crianças e adolescentes ou contrária às normas que asseguram os direitos da infância e adolescência, inclusive o uso da imagem de crianças ou adolescentes visando fomentar atos de violência;

REAFIRMAR a defesa da proteção integral de crianças e adolescentes, e, portanto, repugnar, denunciar e combater qualquer medida contrária a esses preceitos legais e constitucionais relativos a crianças e adolescentes, visando, assim, apontar que somente com o respeito a tais garantias será possível efetivar, por meio do cumprimento dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, o Estado Democrático de Direito.

RELEMBRAR que é responsabilidade compartilhada por todos – Poder Público, comunidades, famílias, e sociedade – garantir a efetivação dos direitos de crianças e adolescentes por meio da proposição, articulação e monitoramento das políticas públicas e da mobilização social para construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

RECOMENDAR que, conforme a norma constitucional da prioridade absoluta, todas as comunicações, declarações e manifestações públicas no âmbito das eleições sejam pautadas pelo respeito aos direitos de crianças e adolescentes, bem como que planos de governo e propostas políticas considerem a prioridade absoluta da infância e adolescência e, com isso, privilegiem a infância e adolescência no âmbito de políticas, orçamento e serviços públicos.

CONCLAMAR o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente, no uso de suas atribuições, bem como a sociedade civil, no âmbito do controle social, para que tomem as medidas cabíveis para coibir eventuais ataques no debate público aos direitos de crianças e adolescentes.

*Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará.

Deputado eleito do PROS diz que Bolsonaro foi fruto da incompetência do Partido dos Trabalhadores

199 2

O vereador Soldado Noélio (Pros), de Fortaleza, foi eleito deputado estadual com 24.591 votos.

Em entrevista ao Blog do Eliomar, o parlamentar agradece o apoio do eleitorado e fala da atuação que terá agora enfrentando o novo governo de Camilo Santana (PT).

Soldado Noélio, nesta campanha presidencial de segundo turno, pede votos para Jair Bolsonaro, do PSL. Para ele, o capitão tem suas qualidades, mas foi também fruto de muita incompetência do Partido dos Trabalhadores.