Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Sindicalista diz que Caixa pode ser privatizada

 

A Caixa Econômica ruma para a privatização. Quem garante é Marcos Saraiva, diretor da Federação Nacional dos Empregados da CEF (Fenai) e do Sindicato dos Bancários do Ceará.

Ele diz que o Plano de Demissão Voluntária (PDV), lançado recentemente pela Instituição, seria só a ponta desse objetivo para enxugamento. Nessa estratégia, virão algumas fusões de agências e setores do banco.

Marcos Saraiva está em Brasília participando de reuniões da Fenai, que articula reação contra o “desmonte” da Caixa.

(Foto – Paulo MOska)

Se a oposição não despertar, Camilo ganha no primeiro turno, alerta Cabo Sabino

246 2

Em entrevista à repórter Kézia Diniz (Expresso FM), o deputado federal Cabo Sabino (PR), afirmou que as oposições estão perdendo muito tempo no que diz respeito à sucessão 2018.

Cabo Sabino chega a reconhecer que o governador Camilo Santana (PT) está trabalhando muito e se cacifando até para ganhar o pleito em primeiro turno.

“Camilo Santana é o candidato natural à reeleição. É um governo que tem trabalhado, tem inaugurado obras pequenas, necessárias ou não, mas está nas ruas todos os dias. É um governo de muita aproximação,  muito popular e, do outro lado, quem nós vamos colocar?”, acentua o parlamentar. Para ele, a oposição perde tempo na escolha.

O parlamentar chega até a arriscar: acha que o eleitor não deverá apostar em nomes conhecidos por estar desconfiando do cenário.

“Pelo cenário de hoje, Camilo Santana seria reeleito”, reforçou Cabo Sabino, que também é o coordenador da bancada federal cearense em Brasília.

(Foto – Agência Câmara)

Reservas hídricas do Ceará estão com menos de 11%

O açude Castanhão está com menos de 6%.

As reservas hídricas cearenses continuam em baixa. Estão entre 10% e 11%, segundo o presidente da Funceme, Eduardo Sávio, que avisa logo: qualquer projeção sobre inverno 2018, só mesmo a partir do fim deste ano. Ele está em Buenos Aires, nessa terça-feira, onde participará de um evento na área do monitoramento do clima.

Ele afirma que este período do ano é temperaturas altas e sem chuvas. Aproveita para apelar ao cearense e, em especial, aos que moram na Região Metropolitana de Fortaleza, para que continuem economizando água.

Isso porque os açudes Orós e Castanhão, que respondem pelo abastecimento da RMF, não pegaram carga. O Castanhão está com menos de 6% de sua capacidade.

Eduardo Sávio torce para que as obras da transposição do rio São Francisco fiquem prontas mesmo em março de 2018.

(Foto – O POVO)

 

Ciro Gomes apela ao povo para que reaja contra a “selvageria” que é a reforma da previdência

316 6

O ex-ministro Ciro Gomes, presidenciável do PDT, disse, nesta terça-feira, não acreditar na aprovação da reforma da Previdência. Ele, no entanto, apela à população para que reaja, pois se constitui como uma séria ameaça aos direitos dos trabalhadores.

Ciro disse que a reforma da Previdência, ao contrário da trabalhista, que já passou, tem um trâmite mais complexo: exige que seja aprovada em dois turnos, tanto na Câmara como no Senado.

“Do jeito que está,m selvagem como está, exige um quorum qualificado de natureza constitucional. Dois turnos de votação na Câmara, dois turnos de votação no Senado. Se o povo reagir, a gente impede essa selvageria”, afirmou o ex-ministro.

Ciro reconhece que, com o brasileiro vivendo mais, a questão previdenciária terá que ser discutida, mas não com a “selvageria” que se registra no momento, onde garante a manutenção de privilégios “porque 2% apenas dos beneficiários levam mais de um terço de todos os beneficios e isso ele (Temer) não mexeu”, complementou.

Alemão, que chefiou furto ao BC, tenta escapar de presídio e é baleado

653 6

Foto – Arquivo

Antônio Jussivan Alves, o “Alemão“, o chefe do furto ao Banco Central de Fortaleza, registrado em 2005, saiu ferido numa tentativa de resgate. O fato ocorreu por volta das 4 horas da madrugada desta terça-feira na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, situada em Pacatuba (Região Metropolitana de Fortaleza). Ele acabou baleado na barriga quando tentou escapar pelo muro do presídio, informa a Polícia. A ação foi realizada por grupo fortemente armado de fuzis e metralhadoras. Houve confronto.

Seis carros da PM e duas ambulâncias do SAMU conduziram Alemão para o Instituto Dr. José Frota, onde ele é atendido. Ainda não se sabe o real estado de saúde de Alemão.

A assessoria de imprensa da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) confirmou a tentativa de resgate no presídio. Agentes penitenciários e forças do Cotam conseguiram evitar a fuga. Outros presos também saíram feridos na ação. A Sejus informou que não houve mortes. Ninguém conseguiu fugir. Além de Alemão, também foi ferido o  traficante de drogas Antônio Carlito Avelino, conhecido por “Boi”. Ele também está no IJF-Centro.

Alemão é apontado como um dos chefes do furto ao Banco Central, fato registrado no dia 5 de agosto de 2005 na Capital cearense. Na ocasião, o grupo liderado por ele conseguiu furtar R$ 164,7 milhões.

O Caso

Por volta de 1h20mi, segundo notga da Sejus, agentes penitenciários identificaram, pelo sistema de monitoramento, a tentativa de internos de chegarem à muralha da unidade. Os internos eram Francisco Jussivan Alves dos Santos, o Alemão; Antônio Carlito Avelino, conhecido como Boi; e Paulo Laércio Pereira de Freitas, vulgo Paulo Cabecinha.

De acordo com a direção, os três serraram as grades de ventilação da cela, cortaram a grade que separa as vivências da muralha e já jogavam a teresa (corda feita de lençóis) para escalar a muralha. Do lado de fora, pessoas dariam suporte à fuga com uma escada e carro.

Os policiais que faziam a segurança da muralha deram um disparo de advertência, quando pessoas que davam apoio externo à fuga começaram a disparar contra a muralha. Houve troca de tiros. Um policial foi atingido de raspão, Antônio Jussivan e Antônio Carlito ficaram feridos e foram encaminhados ao Instituto Dr. José Frota. Antônio Jussivan já foi avaliado, passou por procedimento cirúrgico e passa bem. Antônio Carlito está sendo submetido a exames. Ao longo do dia, será realizada uma contagem na unidade prisional.

UFC e Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado discutem parceria na área de pesquisa sobre uso da água

O reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry Campos, recebeu em seu gabinete, nessa segunda-feira (7), o secretário dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará, Francisco Teixeira. Os dois discutiram a formação de uma parcerias entre UFC e Governo na área de pesquisas sobre o uso da água, dentro da atuação do rec-em criado Núcleo de Pesquisas em Águas Subterrâneas, Superficiais e Atmosféricas da UFC. A informação é da assessoria de imprensa dessa Instituição.

Henry Campos destacou a importância estratégica do núcleo para a elaboração de políticas públicas hídricas no Estado e, na ocasião, apresentou ao secretário a estrutura organizacional e científica da unidade. Também expôs fotos aéreas do espaço onde será instalada a estrutura física do núcleo, integrante do Parque Tecnológico da UFC, no Campus do Pici.

Também nesse encontro, o corpo de pesquisadores do núcleo, que hoje conta com 19 docentes, foi apresentado ao secretário pelo coordenador do Núcleo de Pesquisas, o professor Francisco de Souza Filho, que avaliou como relevante a soma de esforços entre universidade e gestão pública para a elaboração de soluções regionais. “A ideia é canalizar esse conhecimento e pesquisa para ver de que forma isso pode ser levado em benefício do nosso Estado”, afirmou o docente que foi presidente da Funceme.

O secretário dos Recursos Hídricos elogiou a expertise da UFC na área de recursos hídricos e avaliou como “uma oportunidade” a parceria para o fomento do núcleo.

Esteve presente também no encontro o professor Francisco Nepomuceno Filho, do Comitê de Implantação do Parque Tecnológico da UFC. Um novo encontro para tratar de parcerias no desenvolvimento das atividades do núcleo ocorrerá nesta terça-feira, às 14 horas, na reitoria entre Henry Campos e a coordenadora do escritório da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) em Fortaleza, Patrícia Aguiar.

(Foto – Divulgação)

 

Joalheria dentro de shopping em Fortaleza é alvo de assalto

Dois homens assaltaram uma joalheria localizada dentro do shopping Center Um, no bairro Aldeota, na tarde desta segunda-feira, 7. Os criminosos levaram joias e relógios após se passarem por clientes e renderem funcionários. O prejuízo com o roubo foi avaliado em cerca de R$ 10 mil pela gerência da loja.

O primeiro criminoso entrou na loja por volta das 13 horas, conforme o relato dos funcionários, interessado em relógios. Ele chegou a ver três relógios que, juntos, custam cerca de R$ 2 mil. “Nessa sequência, o outro encostou do lado de fora. Uma das vendedoras foi até lá fora, mas ele a empurrou para dentro”, conta o gerente do estabelecimento, Marcus Vinícius Costa.

Quando a vendedora era empurrada para dentro, o criminoso que já estava no interior da loja sacou uma arma e anunciou o assalto. Ele pegou os três relógios que estava vendo e com um saco obrigou os funcionários a colocarem as bandejas de joias dentro.

“Uma segurança percebeu a movimentação, mas ele (criminoso) levantou a blusa para mostrar a arma. Ela, então, acionou os demais seguranças pelo rádio quando a dupla saiu”, explica Marcus. A dupla fugiu com motos no estacionamento e teria efetuado disparos, mas essa última informação não foi confirmada pela Polícia Civil.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que as investigações estão a cargo da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). “Imagens de câmeras de segurança do local foram captadas e auxiliam nos trabalhos policiais”, aponta ainda a Polícia em nota.

Segundo o gerente, as imagens das câmeras de segurança estão sendo levantadas, e o funcionamento da joalheria será normalizado nesta terça-feira, 8.

(O POVO Online)

Faculdades no Ceará – Deputada do PDT diz que Eunício não é vingativo e elogia empenho do presidente do Senado

170 1

A deputada Mirian Sobreira, do PDT, destacou na última sessão da Assembleia Legislativa o empenho do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), para a instalação de cinco cursos de Medicina no Estado, nos municípios de Crateús, Iguatu, Itapipoca, Quixadá e Russas.

A deputada, que integra o partido liderado pelo grupo dos Ferreira Gomes, ressaltou ainda que “Eunício não é vingativo”. A observação, no entanto, não recai sobre o resultado das últimas eleições ao Governo do Ceará, quando o PDT se uniu ao PT para eleger Camilo Santana, contra a candidatura Eunício Oliveira. Mas, sim, com relação a Iguatu, onde, segundo Mirian Sobreira, “mais traído do que (Eunício) foi em Iguatu, impossível”.

Em um momento de sua fala, porém, a deputada trata o senador como “governador Eunício”. Mas foi apenas uma “gafe”.

Elmano de Freitas quer avisos em estabelecimentos comerciais contra discriminação de homossexuais

309 1

Tramita na Assembleia Legislativa um projeto de lei que determina: estabelecimentos comerciais e órgãos da administração pública devem fixar avisos proibindo a discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero. A proposta é do deputado Elmano de Freitas (PT) e prevê que um cartaz, com dimensões mínimas de 50 cm de altura por 50 cm de largura, deverá ser colocado em local visível ao público na parte externa ou em uma das entradas do estabelecimento. Diz ainda o projeto que o não cumprimento da lei acarretará em multa diária no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais), até que o aviso seja colocado.

Segundo Emano Freitas, o objetivo é ajudar no combate a toda forma de preconceito ou discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero, um dos maiores desafios da sociedade. De acordo com ele, só neste ano, o Ceará já registrou diversos assassinatos de travestis. “O Caso Dandara, travesti espancada até a morte no bairro Bom Jardim, revelou a crescente onda homofóbica em nosso Estado. O fato ganhou grande repercussão e nos colocou em um vergonhoso ranking que não fazemos questão de estar. Precisamos, urgentemente, dar um basta nisso “, lamenta o petista.

Homofobia

Um levantamento da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, baseado no 2º Relatório Sobre Violência Homofóbica 2012, aponta que o número de violações aos direitos humanos cresceu: saiu de 6.809, em 2011, para 9.982, um aumento de 46,6%, sendo que em uma única denúncia pode haver mais de um tipo de transgressão.

No mesmo estudo também foram constatados ao menos 278 assassinatos relacionados à homofobia. As fontes do relatório são o Disque 100, da SDH/PR, o Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), e a Ouvidoria do Sistema Único de Saúde (SUS), do Ministério da Saúde.

Cid Gomes participará de debate virtual que o PDT promoverá sobre Reforma Política

A Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini promoverá, nesta terça-feira, às 19h30min, em sua página no Facebook, um debate sobre Reforma Política. A iniciativa faz parte do
projeto +Opinião, desse organismo do PDT, que vem promovendo debate virtual sobre vários temas em evidência no Congresso Nacional e na sociedade.

Nessa edição, vão participar o ex-governador Cid Gomes (PDT), o deputado federal Afonso Motta (PDT/RS) e do senador Lindbergh Farias (PT/RJ). Mediado pelo presidente da fundação e ex-ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, o projeto, que apresenta um formato de tribuna livre, já proporcionou a análise de temas como a reforma trabalhista, regulamentação da mídia, segurança pública, dentre outros temas que são essenciais para o futuro do Brasil.

SERVIÇO

*Transmissão ao vivo na próxima terça-feira (8), às 19h30min, na página da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP) no Facebook (fb.com/fundacaoleonelbrizola).

Lei da Média Salarial do NE para a Polícia Civil é sancionada

O governador Camilo Santana (PT) sancionou os projetos de lei do Executivo que estabelecem o pagamento da média do Nordeste para os policiais civis do Estado, bem como o que cria o adicional por atividade de execução de serviço militar estadual para cabos e soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, aumentando os subsídios das categorias. O ato ocorreu nesta segunda-feira, no Palácio da Abolição

Esses benefícios foram aprovadas pela Assembleia Legislativa no último dia 18 de julho e serão publicadas no Diário Oficial do Estado.

“Estamos diante de uma das maiores recessões no país. Isso significa que diminui a capacidade de investimento do Estado. Mas temos feito um esforço, mesmo nos momentos de dificuldades, para priorizar as áreas mais importantes para os cearenses, entre elas a segurança. Essa é mais uma demonstração do Governo do Ceará para melhorar as condições de trabalho dos nossos policiais”, disse o governador.

O benefício para a Polícia Civil engloba escrivães e inspetores, que poderão receber até R$ 6,275,51 a partir de janeiro de 2018, com o teto chegando a R$ 6,8 mil em dezembro do mesmo ano.

Carreira – Investigação Policial e Preparação Processual
Cargos – escrivão e inspetor de Polícia Civil
Jan / 2018
Dez/ 2018
mínimo
R$ 3.434,54
R$ 3.732,86
máximo
R$ 6.275,51
R$ 6.820,61

A estipulação da média do Nordeste para os policiais civis segue o mesmo padrão já concedido pelo Governo do Ceará aos militares – é uma antiga demanda das categorias. Há pouco mais de um ano, a categoria recebeu aumento remuneratório que elevou os subsídios em média de 25% e remodelou a carreira do policial Civil. Com isso, criou subgrupos dentro do Grupo Ocupacional Atividade de Polícia Judiciário.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, afirma que, com a série de medidas adotadas, algumas classes chegam a receber até 60% mais do que em anos atrás. Já o delegado-geral Everardo Lima destaca o reconhecimento ao bom trabalho prestado pela categoria, em especial devido à crise financeira que atinge o país.

Já a sanção da mensagem que cria o adicional por atividade de execução de serviço militar vai beneficiar cabos e soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará. As duas patentes já recebem acima da média do Nordeste, contudo, o Governo ampliou os ganhos que eram de aproximadamente 3% e 7%, respectivamente, para cerca de 10% e 14%.

O adicional será concedido aos profissionais, inclusive quando estiverem cedidos ou gozando de afastamentos do serviço legalmente considerados de efetivo exercício.
O adicional criado pela lei, será concedido: A partir de dezembro de 2017 e chegará a
R$ 200.

(Com Site do Governo)

 

Justiça condena Estado a pagar R$ 20 mil a mulher que teve cadáver do filho trocado na Pefoce

O Estado do Ceará foi condenado a pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais para uma mulher que teve o corpo do filho trocado por outro na Perícia Forense (antigo Instituto Médico Legal), em Fortaleza. A decisão, proferida nesta segunda-feira (7), é da 3ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça, informa a assessoria de imprensa dessa Corte.

O processo teve como relator o desembargador Abelardo Benevides. “Pela narração dos fatos, percebe-se que é totalmente desarrazoada a tentativa do Estado de se eximir de qualquer responsabilidade pelo equívoco ocorrido, atribuindo-lhe à pessoa que reconheceu equivocadamente o corpo”, disse o relator no voto.

De acordo com os autos, em 16 de fevereiro de 2009, o corpo de Valdelano Fernandes Araújo Cardoso deu entrada na Pefoce, vítima de homicídio. No mesmo dia, também deu entrada o corpo de Francisco Danilton Pereira da Silva, vítima de afogamento no Rio Jaguaribe, em Aracati (Litoral Leste).

Apesar de a família ter reconhecido o corpo de Valdelano, ele foi identificado como sendo o de Danilton e liberado para sepultamento no mesmo dia em Aracati. Quando a família de Valdelano retornou para a Pefoce, o corpo dele não estava mais no local. Depois de muita discussão, constatou-se que havia ocorrido uma troca.

Por isso, a mãe do falecido ajuizou ação requerendo indenização por danos morais contra o Estado. Argumentou ter passado grande constrangimento, tendo familiares se deslocado até Aracati para pedir a exumação do corpo do filho. Ao final, a família só pode sepultá-lo 21 dias depois.

Na contestação, o ente público atribuiu culpa exclusiva aos familiares de Francisco Danilton. Defendeu a inexistência de nexo de causalidade para ensejar o dano moral e pediu a improcedência da ação. O Juízo da 9ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza determinou o pagamento de R$ 20 mil de indenização por danos morais à mãe de Valdelano.

Para reformar a sentença, o Estado apelou (nº 0135348-62.2011.8.06.0001) no TJCE. Sustentou que não tem responsabilidade sobre o caso e explicou que o dano foi causado por terceiro.

Ao julgar a apelação, a 3ª Câmara de Direito Público negou provimento ao recurso, mantendo na íntegra a sentença de 1º Grau. “Em regra, o estado emocional de alguém que vai identificar um familiar morto encontra-se abalado, o que, sem dúvidas, pode comprometer a identificação.

Dessa forma, é incompreensível que o IML tenha considerado suficiente a identificação de Francisco Danilton pelo pequeno vidro do caixão, principalmente porque o cadáver possuía tatuagem, conforme afirmado por sua tia na Delegacia de Aracati. E a existência de uma tatuagem no cadáver certamente foi percebida no exame cadavérico”, explicou o desembargador.

Também destacou que “afigura-se flagrante a negligência e imprudência por partes dos agentes do IML de Fortaleza no caso discutido, valendo frisar que a não separação do corpo já identificado daqueles sem identificação foi imprescindível para o equívoco ocorrido”.

 

Espetáculo “KKK” fará temporada no Teatro Dragão do Mar

Vem aí o espetáculo de dança “KKKK”, que fará temporada em Fortaleza nos dias 11, 18 e 25 deste mês, a partir das 20 horas, no Teatro Dragão do Mar. O trabalho surgiu inicialmente como exercício de conclusão da quarta turma do Curso Técnico em Dança do Ceará, em 2015 e partiu, segundo atores, de uma investigação do som do riso para compor a coreografia. Assim, foi se costurando uma composição de 13 minutos, onde quatro bailarinos partem da onomatopeia do riso e da gargalhada para desenvolver partituras de movimento.

O figurino remete à unificação de massas de trabalhadores e escolheu-se um traje típico de empregadas domésticas. as relações de trabalho estão entre os motes do espetáculo.

O trabalho é uma proposição do coreógrafo Victor Hugo Portela com estreita colaboração dos bailarinos Luciene Feitosa, Honório Félix, Jhon Morais e Bruno Gomes. Também participa do processo a diretora de fotografia e bailarina Indira Brígido. Os artistas participam de grupos e coletivos da cidade como a Cia Dita, Omi e No Barraco da Constância Tem! e compõem nessa obra o Criações de Calabouço, coletivo criado em 2015 a partir do nascimento da obra.

SERVIÇO

*Teatro Dragão do Mar

*Ingressos – R$10,00 / R$5,00

*Contatos – Victor Hugo Portela: (85) 99734-7792 e Honório Félix: (85) 99707-1818.

Padre Reginaldo Manzotti destaca o Ano Nacional Mariano

Com o título “Eis-me aqui, faça-se”, eis artigo do padre Reginaldo Manzotti, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ele aborda o Ano Nacional Mariano. Confira:

Como já é tradição, todos os anos a Igreja dedica o mês de agosto para a reflexão das vocações. Neste ano, fomos chamados a celebrar o Ano Nacional Mariano, por ocasião dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, no rio Paraíba do Sul, com o tema “A exemplo de Maria, discípulos missionários” e o lema “Eis-me aqui, faça-se”, proposto pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em parceria com a Pastoral Vocacional.

Em outubro de 1717, a imagem foi encontrada por João Alves, Domingos Garcia e Felipe Pedroso, no rio Paraíba do Sul. Acharam primeiro o corpo e, depois, a cabeça da imagem. Após esse encontro, os três humildes e benditos pescadores foram recompensados com uma prodigiosa pescaria.

Aos pés da imagem pequena e escura de terracota, com 36 cm, uma nação dobra-se em veneração à Mãe do Brasil e em profunda adoração a Jesus, Nosso Salvador.

A história da imagem não justifica o fenômeno que a vejo provocar na vida das pessoas e, em particular, na minha. Assim sendo, só há uma explicação: Deus, infinitamente bom e zeloso, quis presentear-nos com a tal predileção, enfatizando, acima dos detalhes, a importância da fé que une e conduz verdadeiras multidões ao rebanho de Jesus.

Sou fruto e testemunha viva do poder intercessor de Nossa Senhora Aparecida. Sou o milagre vivo de uma oração de minha mãe, que, ao me ver nascer sufocado pelo cordão umbilical, após ter sido batizado às pressas, fui consagrado a Nossa Senhora Aparecida. Em minha alma trago eterna gratidão: nos lábios, os louvores e no meu segundo nome, a marca daquela que intercedeu a Jesus e salvou minha vida: meu nome de batismo é Reginaldo Aparecido Manzotti.

Não há um momento da minha vida que eu não consiga enxergar Nossa Senhora me protegendo e amparando. E não consigo compreender como em alguns momentos alguém pode duvidar da intercessão de Nossa Senhora. Nós temos uma Mãe, não somos órfãos e, se uma mãe aqui da Terra tira da boca para dar a seus filhos, imaginem Nossa Senhora, que é toda santa, pura, imaculada e repleta de amor.

Se Maria foi exaltada por Deus, claro que foi em vista dos méritos de Jesus. Se Deus a escolheu, enviou um anjo, a proclamou a cheia de graça. Se Deus fez dela a arca de toda a humanidade, então, que ninguém tenha receio de recorrer a ela, de venerá-la, de exaltá-la e proclamá-la bendita entre todas as mulheres.

Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!

*Padre Reginaldo Manzotti

aimprensa@evangelizarepreciso.com.br

Fundador e presidente da Associação Evangelizar é Preciso e pároco reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba (PR).

Ceará terá núcleo do Centro de Estudos das Sociedades de Advogado

O Ceará ganhará, neste mês, uma representação do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados, que atuar com cursos e projetos focando o aprimoramento dos escritórios advocatícios.

O presidente será Andrei Aguiar, bacharel em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Exerce as funções de sócio-fundador do Escritório Aguiar, Veras & Marzagão Advogados Associados e é conselheiro estadual da OAB-CE, além de consultor jurídico da Fiec, procurador do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Ceará e membro da Associação dos Advogados de São Paulo.

Centro Cultural do Bom Jardim – Hora de ser também uma opção de vida

Com o título “A Cultura silenciada e a morte dos esquecidos”, eis nota que Graça Castro e Silva e Caio Feitosa, ambos da Comissão do Fórum de Cultura do Grande Bom Jardim –Rede de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentável do Grande Bom Jardim, mandam para o Blog, em tom de desabafo e queixa. Confira:

O Centro Cultural Bom Jardim desde muito é uma das apostas mais fecundas defendidas
pelos movimentos de artistas e de moradores do Grande Bom Jardim. É a aposta de vida com dignidade que merecemos e acreditamos. É nosso melhor contraponto ao esquecimento, a indignidade, a violência, e, por isso mesmo, a insuficiência de como as políticas públicas chegam ou chegaram a nós historicamente.

Desde de 2014, denunciamos que as ações desse importante equipamento ocorrem apenas no segundo semestre, quando não muito de agosto até dezembro, deixando-o boa parte do ano funcionando com poucas ou nenhuma ação. Afora isso, o Fórum de Cultura em suas cartas e nas suas mobilizações já denunciou outros diversos pontos, que, após os conflitos instaurados, gestores da Secretaria da Cultura ou da Organização Social gestora (Instituto Dragão do Mar) passaram a tratar de forma diferente, esforçados em se aproximar da comunidade, em produzir uma gestão mais democrática, por exemplo.

Temos avanços nesses últimos anos de conflitos, diálogo e cooperação, mas isto ainda não foi capaz de mudar o quadro que ora continuamos a reclamar.

Para este ano, promete-se um orçamento que passa dos R$ 4 milhões de reais, que em grande parte deverá de ser gasto a toque de caixa, de agosto a dezembro. Não é razoável, não é adequado e não é assim que esperamos que seja nosso Centro Cultural: um Centro Cultural que se releva feito uma estação de chuva e outra de seca – esta última mais demorada e com repercussões negativas demoradas.

Assim, o Centro Cultural não se torna referência, não se estabelece como uma opção potente no cenário de tanta violência, esquecimento e indignidade. Isto se dá porque o governo do estado, mesmo com o Ceará Pacífico tentando se estabelecer no Grande Bom Jardim, mesmo alertado pelos moradores organizados, não consegue priorizar e dar celeridade administrativa a pendências que poderiam fazer o Centro Cultural se contrapor à praça de guerra em um território de exceção em que o idioma da violência, suas cenas, seus relatos e rituais vão ganhando terreno, as subjetividades e constituindo, na imposição diária, a vida, sobretudo, de crianças e adolescentes.

Na última semana, de 17 a 23 de julho último, 10 pessoas foram assassinadas no Grande Bom Jardim. Nós do Fórum de Cultural, do grupo Jovens Agentes de Paz e da Rede DLIS estamos devastados, mesmo gritando essa realidade dia a dia. A última semana apavorou. Algumas das vítimas estavam muito próximas do próprio Centro Cultural. A grande parte delas não chegou aos 20 anos de idade. Eles e todos nós esquecidos aqui, seguimos gritando para garantir o direito à vida, que se faz no respeito, também, do direito à cultura.

Ao Governo do Estado, toda nossa indignação, porque assiste a tudo isso desprezando os
esforços que pode fazer para que a vida aqui e ali seja diferente: com paz, tranquilidade,
cultura e arte e, assim, sem violência.

Os mortos aqui, como em outras áreas da periferia, são esquecidos, não lembrados, não chega nem a justiça nem o pesar da sociedade ou ele através dos esforços estatais para que as coisas sejam diferentes. Se uma política de cultura básica e mínima, frente ao tamanho do orçamento do estado, silencia como haveremos de enfrentar todo o resto? Como e quando nossa aposta no Centro Cultural vai nos ajudar a sair desse abismo?

*Graça Castro e Silva e Caio Feitosa

Comissão do Fórum de Cultura do Grande Bom Jardim
Rede de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentável do Grande Bom Jardim.