Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Controlador de Mercadinhos São Luiz fala para membros da AJE Fortaleza

O controlador de Mercadinhos São Luiz, Severino Ramalho Neto, é o próximo convidado a debater e expor sua experiência empresarial para membros da Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE).

Ele estará nesta quinta-feira, em clima de almoço, a partir das 12 horas, na cobertura da Federação das Indústrias do Estado (Fiec), conversando com jovens que pensam em empreender.

(Foto – CDL)

Sinpol/CE – Policiais civis querem mudanças urgentes e valorização da categoria, diz Silvano

205 1

A valorização salarial da Polícia Judiciária, a criação de um departamento específico para o policial civil aposentado, compensação pecuniária pelo exercício de atividade noturna, titulação acadêmica, criação de subsedes no interior do Estado, construção de um clube de camping e a prestação de contas simplificadas mensalmente são as principais propostas da Chapa 4, que concorre à presidência do Sinpol/CE, com eleição na sexta-feira (12).

Os integrantes da Chapa 4 estiveram na Delegacia de Combate a Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), quando receberam palavras de incentivo, além de sugestões para a melhoria da categoria.

“A nossa gestão será assim: interagindo com a categoria e valorizando o policial civil, que já não suporta mais discursos que não são traduzidos em ações. O policial civil é aquele profissional que a sociedade espera resposta imediata, então seus representantes também têm que estender essa expectativa à categoria. É preciso que os sindicatos e representações de classe entendam esse novo momento no país. E os policiais civis do Ceará têm identificado isso nas propostas e nos integrantes da Chapa 4, pois querem mudanças urgentes e valorização”, comentou Silvano Pacífico, candidato a presidente.

(Foto: Divulgação)

Que futuro pode ter um Estado e uma cidade com tamanha proporção de jovens sem estudar?

93 1

Com o título “Juventude sem oportunidades”, eis artigo de Carlos Matos, empresário e presidente do PSDB de Fortaleza. No texto, ele lança uma indagação: “Que futuro pode ter um estado e uma cidade com tamanha proporção de jovens sem estudar?” Confira:

Visitando alguns bairros, observei que há uma questão comum reclamada pela população: a falta de oportunidades para os jovens. Há poucos dias foi manchete do O POVO que, no Ceará, 55 % dos jovens não estudam, ou seja, de cada 100 jovens, 55 estão fora da escola, com um futuro comprometido. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), realizada pelo IBGE.

Que futuro pode ter um estado e uma cidade com tamanha proporção de jovens sem estudar? Acrescente-se a este cenário o resultado de um trabalho sobre a violência, realizado pela Assembleia Legislativa e com a participação da Unicef, constatando que de cada 10 jovens que cometem crimes, 8 haviam deixado a escola nos últimos seis meses. Onde está o Poder Público que permite tamanho desperdício de talentos, deixando os jovens entregues à própria sorte e sem lhes dar oportunidades, agravando a situação de violência na nossa cidade?

Urge um conjunto de políticas públicas que possam abrir horizontes para a juventude. A solução, muito mais do que uma responsabilidade individual, está na retomada do crescimento economia e na valorização de programas de emprego que promovam trabalhos formais; e de educação, visando ao acesso e à permanência dos jovens na escola.

Cabe aos gestores capacitar e formar uma nova geração de empreendedores capazes de criar oportunidades para si mas, especialmente, para tantos outros jovens. O desafio das políticas públicas é apostar na capacidade humana como forma de alcançar a dignidade pelo trabalho e de reduzir as profundas desigualdades pelo crescimento econômico.

A solução passa ainda por um olhar mais atento e de mais respeito às pequenas empresas, que são capazes de gerar muito mais empregos e tirar milhares de jovens dessa condição sofrível em que se encontram.

Acredito que um empenho novo, com criatividade e compromisso com essa juventude, faria surgir uma Fortaleza nova, onde o trabalho pudesse ser a força transformadora para promover a justiça social; afinal, nenhum programa pode ser mais eficaz e redentor do que a oportunidade de trabalho.

*Carlos Matos,

Empresário e presidente do PSDB de Fortaleza.

“O Brasil virou depósito de agrotóxicos proibidos no Exterior”, alerta Acrísio Sena

“O Brasil virou depósito de agrotóxicos proibidos no exterior”, alertou, nesta terça-feira, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado Acrísio Sena (PT). Ele se referiu à liberação de agrotóxicos definida pelo governo Bolsonaro.

“O ritmo atual é o maior já documentado pelo Ministério da Agricultura. Segundo o Greenpeace, até junho deste ano, já foram liberados 239 novos produtos, 43% altamente tóxica. 31% são proibidos na União Europeia. O Brasil virou depósito de agrotóxicos que são proibidos lá fora”, reforçou o parlamentar.

Acrísio informou que vai puxar uma audiência pública sobre o tema, com o objetivo de alertar para substâncias perigosas, como o glifosato, alvo de processos nos EUA. Também, o inseticida clorpirifós, banido nos EUA, que pode causar malformação no cérebro dos bebês.

“Louve-se o governador Camilo Santana, que sancionou, em janeiro, a lei Zé Maria do Tomé, do deputado Renato Roseno, que proíbe a pulverização aérea no Ceará”, destacou Acrísio Sena.

(Foto – ALCE)

Expresso Guanabara é multada pelo Decon

166 1

O Decon aplicou multa de R$ 56 mil na Expresso Guanabara por cobrança indevida na venda online de bilhetes. A Bus Serviços de Agendamento (ClickBus) também foi multada em R$ 37 mil. A Expresso Guanabara foi notificada no fim de junho e a Click Bus no dia 5 de julho A decisão, segundo a assessoria de imprensa do órgão, saiu no dia 12 de junho.

A Guanabara, segundo o Decon, terceirizou o site de venda de passagens e estava cobrando taxas adicionais irregularmente, ferindo o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Em sua defesa, a empresa de ônibus informou que optou pela terceirização da venda online como uma medida para diminuir os altos índices de fraudes na venda dos bilhetes.

A secretária-executiva do Decon, promotora de justiça Ann Celly Sampaio, entendeu como cobrança abusiva, pois “é comodidade da própria empresa de transportes optar pela venda de bilhetes, e, até mesmo, terceirizar o serviço. O que não pode é transferir o encargo financeiro ao consumidor, pois é dever dos fornecedores assumirem os riscos decorrentes de sua atividade, não possuindo os usuários do serviço qualquer responsabilidade sobre o fato”, explica.

Valores distintos

O Decon verificou ainda que nos sites da ClickBus e da Expresso Guanabara são oferecidas passagens, com as mesmas características (tipo de ônibus, itinerário, horário e dia) com valores díspares em razão da cobrança diferenciada. Nos dois endereços eletrônicos não é informado de forma clara, precisa e ostensiva os impostos e taxas adicionais; sendo isto mais uma ilegalidade praticada pelas empresas.

Caso a Guanabara e a ClickBus não apresentem recurso da decisão administrativa ou não apresentem o comprovante original de pagamento das multas em até 30 dias contados da notificação, estarão sujeitas às penalidades do artigo 29 da Lei Complementa Estadual nº 30/2002. As empresas têm o prazo de 10 dias para recorrer da multa, a contar da notificação.

(Foto – Arquivo)

Sinditáxi Ceará fecha parceria com Grupo Ventura

Francisco Moura preside o sindicato.

O Sinditáxi do Ceará aderiu a uma gestão empresarial, inclusive fechando parcerias. O objetivo é buscar sustentabilidade, principalmente depois de mudanças provocadas pela reforma trabalhista.

A parceria mais recente foi fechada com as concessionarias do Grupo Ventura, que alugou espaço na sede sindical e montou loja de vendas para os profissionais do ramo.

(Foto – Divulgação)

Taxas do Porto do Mucuripe sofrerão reajuste de 5,64%

As taxas cobradas pela Companhia Docas do Ceará (CDC) no Porto do Mucuripe, em Fortaleza, vão sofrer um reajuste de 5,64%.

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários já autorizou o aumento que, nos próximos dias, será divulgado, com todos os detalhes, pelas Docas.

Por falar nisso, ninguém fala sobre o leilão de concessão do Terminal Marítimo do Mucuripe, que continua espaço para eventos.

(Foto – Alex Gomes)

Uece tem terceira patente internacional publicada

A Universidade Estadual do Ceará comemora. A Instituição obteve a publicação da terceira patente internacional, referente a uma técnica não invasiva de diagnóstico de reações alérgicas a alimentos e medicamentos. O trabalho, segundo a assessoria de imprensa da Uece, é umae Tese de Doutorado em Biotecnologia da Renorbio, orientado pela professora Maria Izabel Florindo Guedes, mostrando que a técnica, de baixo custo, consegue detectar em poucas horas na saliva da criança ou de adulto as imunoglobulinas (IgG1 e IgE) responsáveis por desencadear as reações alérgicas.

Foi desenvolvido no Laboratório de Biotecnologia e Biologia Molecular (LBBM), do Centro de Ciências da Saúde-CCS e com a Greenbean Biotecnologia, uma empresa cearense de base tecnológica, fundada em 2012, com objetivo de produzir proteínas transientes recombinantes para o desenvolvimento de kits de diagnósticos, fármacos, vacinas em plataformas vegetais, bem como desenvolve alimentos funcionais para atender os mercados humano e animal.

Publicações

A primeira patente internacional da UECE, desenvolvida pelo grupo de estudos do Laboratório de Manipulação de Óocitos e Folículos Ovarianos Pré-Antrais da Faculdade de Veterinária-Favet, foi publicada em abril deste ano. A tecnologia é relacionada à criopreservação de tecidos, aplicado a reprodução assistida de animais.

A segunda patente internacional da Uece foi o resultado de uma parceria entre a Unifor e a ACP Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (ACP), hoje empresa abrigada no Parque Tecnológico-TecParque da Uece. A pesquisa se refere a um filme de blenda polimérica com aplicação na área de Biotecnologia da Saúde, no campo da farmácia, visando o tratamento de osteorradionecrose e suas aplicações clínicas. A ACP é uma empresa de base tecnológica, especializada na pesquisa, desenvolvimento e fabricação de produtos que contenham como bioproduto a água de coco em pó para utilização em processos biotecnológicos na área da saúde humana e animal.

DETALHE – As empresas Greenbean e ACP passaram pelo programa de Incubação da Incubadora de Empresas da Uece–IncubaUece, que tem como missão, estimular e apoiar empreendedores no processo de geração, consolidação e crescimento de micro, pequenas e médias empresas no Ceará, promovendo o desenvolvimento regional sustentável.

(Foto – Divulgação)

Editorial do O POVO – “Consórcio nordestino: reativação do Mais Médicos”

Com o título “Consórcio nordestino: reativação do Mais Médicos”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira. Os governadores da região estudam a estratégia. Confira:

A reunião do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), ainda neste mês, promete pôr em pauta a reativação do programa Mais Médicos, na região nordestina. A novidade foi dada a conhecer pelo atual presidente do Consórcio Nordeste, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), em declaração exclusiva ao O POVO. Com esse fim, contatos já estariam sendo feitos com a Organização Pan-americana de Saúde (Opas), que é a entidade responsável pela contratação de médicos estrangeiros para suplementar as vagas não preenchidas por eventuais profissionais brasileiros.

O programa Mais Médicos já funcionou com plenitude no Brasil, entre 2013 e 2019, com a participação majoritária de médicos cubanos, contratados através da Opas, e teve grande sucesso entre as populações interioranas, sobretudo das áreas mais remotas, bem como nos bairros periféricos das grandes cidades. O cancelamento do programa, já na atual administração federal, deixou milhares de municípios desprovidos de assistência na atenção básica de saúde, já que não houve a substituição por profissionais locais, seja por falta de adesão, seja por não existirem quadros em número correspondente à demanda. O Ceará, por exemplo, foi o 2º estado mais afetado pela saída dos cubanos e brasileiros inscritos no programa e até hoje não conseguiu preencher 370 das vagas deixadas. No caso do Nordeste, muitos municípios que haviam conseguido finalmente ter uma atenção que nunca tinham tido antes, nessa área, são os mais frustrados com a perda dessa assistência.

A formação do consórcio de estados nordestinos abriu a chance para que os governos saídos das urnas, na região, e comprometidos com um programa de transformação social e de um desenvolvimento inclusivo, compreendessem a necessidade de se unir para honrar esses compromissos com suas respectivas populações e de tentarem manter as políticas públicas que vinham dando certo. A sintonização política e as demandas de uma realidade social comum constituem a base objetiva sobre a qual pretendem erguer uma ação coordenada regional, com a legitimidade dada pelos eleitores, de modo a dar efetividade, pela primeira vez, ao pacto federativo, inscrito na Constituição de 1988.

O Brasil é uma República Federativa, de acordo com o poder originário traduzido pela Assembleia Constituinte de 1987. No entanto, tem-se comportado, na prática como Estado Unitário, inibindo o poder de iniciativa das regiões. Colocar a Federação em prática significa respeitar o espaço de proatividade política e administrativa das regiões, pois isso favorece o equilíbrio e a paridade entre elas, permitindo-lhes a liberação de suas energias criativas, respectivas, de modo a colaborarem mais efetivamente para a consolidação do todo nacional. n

(Editorial do O POVO)

Assembleia Legislativa quer votar LDO e contas de Camilo até sexta-feira; depois, férias!

O presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), quer limpar toda a pauta de votação até a próxima sexta-feira. Regimentalmente, o período do recesso começa dia 17 próximo.

O pedetista já incluiu nessa pauta matérias como a mensagem do governo relacionada à Lei de Diretrizes Orçamentárias 2020 e às contas da gestão Camilo Santana – exercício 2018, aprovadas, com ressalvas, pelo Tribunal de Contas do Estado.

Há, também, na lista, mensagens como a inclusão na pasta das Cidades da recém-criada Superintendência Estadual de Obras Públicas, resultante da fusão do DER com o DAE, e a transferência do Detran para a Secretaria de Infraestrutura do Estado.

Sarto promete que, depois de passada a régua e fechada essa conta, dará coletiva para expor completo balanço do semestre.

*Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta terça-feira.

(Foto – Alex Gomes)

Revista americana publica artigo sobre uso ginecológico de pele de tilápia desenvolvida na UFC

Saiu publicada na revista Fertility and Sterlity, publicação oficial da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva dos EUA, a descrição do procedimento inédito de uso da pele de tilápia para reconstrução vaginal. A informação é da assessoria de imprensa da Universidade Federal do Ceará, que é a sede dessa pesquisa.

A aplicação da pele de tilápia nesse tipo de intervenção foi desenvolvida no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM) da UFC e na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, onde a técnica começou a ser trabalhada há três anos, de forma pioneira, pelo professor Leonardo Bezerra, do Departamento de Saúde Materno-Infantil e um dos autores do artigo.

Como o público-alvo da revista é formado por ginecologistas, cirurgiões, biólogos e pesquisadores de áreas correlatas, a equipe cearense responsável pela pesquisa já está em contato com cientistas do mundo inteiro interessados em saber mais sobre a técnica, o que deve ampliar ainda mais a rede de pesquisa sobre a pele de tilápia.

Equipe

Além de Leonardo Bezerra, também assinam o artigo publicado na revista os pesquisadores Ana Cecilia Venancio, Ana Paula Negreiros Nunes Alves, Andreisa Paiva Monteiro Bilhar, Bruno Almeida Costa, Edmar Maciel Lima Júnior, Eduarda Syhara Rocha Matos, Lívia Cunha Rios, Manoel Odorico de Moraes Filho, Maria Tereza Pinto Medeiros Dias e Zenilda Vieira Bruno.

Síndrome

Também conhecida como agenesia vaginal, a síndrome de Rokitansky é considerada rara. Ocorre na proporção de 1 para cada 4.000 ou 5.000 nascimentos femininos e provoca alterações no útero e na parte interna da vagina, tornando o canal vaginal muito curto ou inexistente. Externamente, não há diferença em relação a uma vagina normal. Por isso, embora exista desde o nascimento da pessoa, o problema geralmente só é percebido na adolescência, devido a fatores como a ausência de menstruação.

A forma tradicional de fazer a construção do canal é a utilização de parte da pele da virilha da própria paciente. “Só que é uma cirurgia estigmatizante, pois deixa cicatrizes grandes, além de ser um procedimento de longa duração, com muitos riscos de complicações”, explica o Prof. Leonardo Bezerra.

No método desenvolvido na MEAC, cujo primeiro caso é relatado no artigo, a cirurgia é realizada abrindo-se um espaço entre a vagina e o ânus, forrando-o com a pele de tilápia. Após o procedimento, coloca-se um molde com formato de canal vaginal (também revestido com pele de tilápia), impedindo que as paredes da neovagina se fechem. Após alguns dias, o molde é removido e o canal está formado.

“Por incrível que pareça, a pele de tilápia se transforma no epitélio vaginal”, diz o Prof. Leonardo Bezerra. Ou seja, com o tempo, a prótese biológica se torna idêntica à pele da vagina, com as mesmas células e mesmas características funcionais e anatômicas, possibilitando inclusive que as pacientes tenham relações sexuais normalmente.

Pesquisas

A pele de tilápia é objeto de ampla pesquisa na UFC. Os estudos são coordenados pelo Prof. Odorico de Moraes (coordenador do NPDM) e pelo médico Edmar Maciel, presidente do Instituto de Apoio ao Queimado (IAQ) ‒ ambos estão entre os autores do estudo publicado na Fertility and Sterility.

Além da eficácia no tratamento de queimados, a pele de tilápia também tem sido aplicada com êxito em cirurgias ginecológicas. Recentemente, em procedimento também inédito no mundo, a pele foi usada na reconstrução vaginal após a redesignação sexual de uma paciente trans . Atualmente, há estudos sobre o uso do material em seis países, com 43 projetos de pesquisa em andamento.

(Foto – Viktor Braga)

Democracia e desigualdade imoral

Com o título “Democracia e desigualdade imoral”, eis artigo de Cleyton Monte, cientista político e integrante do Conselho de Leitores do O POVO, Ele aborda o avanço da mortalidade infantil e o absurdo de um estado como o Ceará ostentar o terceiro lugar nacional no número de bilionários. Confira:

A extrema pobreza voltou a crescer no Brasil. É um cenário grave que pode ser refletido em vários setores da sociedade. Doenças que haviam sido erradicadas retornaram com força e a mortalidade infantil avança sobre as famílias mais pobres. A fome e o desemprego assolam as grandes e pequenas cidades. Ao mesmo tempo, reportagem publicada no O POVO aponta que o Ceará ostenta o terceiro lugar nacional no número de bilionários – 15 indivíduos abocanham parte considerável da riqueza estadual. São marcas de um País que convive com desigualdades sociais absurdas e extrema concentração de renda. O que isso tem a ver com a democracia?

Diria que tem tudo a ver. De Rousseau a Putnam, estudiosos das mais diferentes correntes de pensamento se debruçaram sobre a questão e concluíram que a democracia não prospera em cenários de extrema pobreza. O século XX deixou claro que a sociedade de mercado é capaz de produzir uma série de exclusões. A econômica é uma das mais graves, pois elimina as possibilidades do indivíduo garantir uma qualidade de vida digna, dificulta o exercício pleno da cidadania e permite toda forma de exploração e manipulação. O leitor poderá dizer que no mundo inteiro o capitalismo convive com a democracia e consegue produzir resultados sociais razoáveis. Alguns podem até citar exemplos de sucesso. Entretanto, os benefícios estão cada vez mais restritos a pequenos grupos. No Brasil, a situação é ainda mais assustadora – estamos entre as dez nações mais desiguais do mundo e pior: a crise econômica tornou essa realidade desesperadora.

Desde 2013 vivemos uma crise política gravíssima. Uma das motivações para o aprofundamento desse quadro foi a queda vertiginosa na renda dos brasileiros, ocorrida a partir do segundo governo Dilma. O cenário só se agrava. O retrocesso nos índices sociais eleva a pressão sobre um sistema político travado. Com a economia estagnada e sem respostas para os problemas da sua população vulnerável, os governos defendem suas reformas econômicas de salvação, aguardando os investimentos de um mercado indiferente a toda essa problemática. Evidente que o terreno se torna fértil para as organizações criminosas. Assim, enquanto vislumbramos uma desigualdade imoral, a nossa democracia se equilibra entre moralismos de botequim e ilusões bélicas!

*Cleyton Monte,

Cientista político e membro do Conselho de Leitores do O POVO.

(Foto – Arquivo)

Prefeita Rozário Ximenes anuncia antecipação do 13º ao servidor público de Canindé

A partir da próxima semana, servidores públicos de Canindé receberão a antecipação da primeira parcela do 13º salário, que por lei deveria ser pago no fim de novembro. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (8) pela prefeita Rozário Ximenes.

“Estamos empenhados em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com os servidores,” afirmou a prefeita de Canindé.

O pagamento seguirá o seguinte cronograma: dia 15 (segunda-feira), aposentados e inativos que recebem pelo Instituto de Previdência do Município (IPMC); dia 16 (terça-feira), servidores que recebem pelas secretarias do chamado Fundo Geral e Secretaria de Saúde; dia 17 (quarta-feira), servidores da Secretaria de Educação.

(Foto: Divulgação)

PSB fecha questão contra a proposta da reforma da Previdência

Odorico Monteiro e o presidente nacional  da sigla, Carlos Siqueira.

O PSB fez reunião nesta segunda-feira, em Brasília, e fechou questão contra a proposta de reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada pelo diretório nacional da legenda.

É o que informa para o Blog o presidente regional do PSB, ex-deputado federal Odorico Monteiro, que participou do encontro no qual também estiveram os 32 parlamentares federais do partido. Houve apenas um voto contra e uma abstenção na hora em que o tema foi exposto.

“Fechamos questão porque essa proposta de reforma só atinge a classe trabalhadora, os menos favorecidos e mantém privilégios”, adiantou Odorico.

Na prática, quem votar a favor dessa proposta, poderá ser expulso”, complementou o dirigente partidário. O PSB contava com um senador, no caso Kajuru, de Goiás, mas ele acabou deixando a sigla depois de não ter seguido orientação contra o decreto das armas do presidente Bolsonaro.

(Foto – Divulgação)

Fafá de Belém traz novo show para Fortaleza

A cantora Fafá de Belém vai se apresentar em Fortaleza no dia 21 de julho, a partir das 20 horas, no Teatro RioMar. Hora de divulgar novo disco e novo show baseado no álbum “Humana”, lançado em abril deste ano.

O repertório é formado por todas as músicas do novo álbum como “Revelação”, single já lançado que ficou muito conhecido na voz de Fagner, “O Outro Lado do Sorriso”, entre outras. Farão parte do set list também algumas canções do seu repertório que tenham o perfil do novo trabalho, como “Dentro de Mim Mora um Anjo” e “Bilhete”. “É um show de grande força interpretativa”, conta Fafá.

Pela primeira vez, a cantora gravou grandes autoras femininas que nunca tinha gravado, como Letrux, Fátima Guedes, Adriana Calcanhoto e Ava Rocha. Além disso, pela primeira vez interpreta composições de Jads Macalé e Wally Salomão. O disco tem também uma faixa composta por Lulu Santos.

SERVIÇO

*Teatro RioMar  – Rua Lauro Nogueira, 1.500 – piso L3 do Shopping RioMar Papicu.

*Classificação: Livre

*Canais de venda de ingressos – Site: www.uhuu.com

(Foto – Divulgação)

Jogos Indígenas do Povo do Ceará – Organizadora do evento já foi escolhida

A Secretaria do Esporte e Juventude do Estado realizou audiência pública, nesta segunda-feira, para a seleção da entidade que irá executar os Jogos Indígenas do Ceara 2019, que acontecerão ainda neste semestre. Na ocasião, houve análise da documentação de acordo com as regras exigidas no edital.

A audiência contou com a participação da comissão avaliadora para fazer a abertura dos envelopes e analisar as documentações quanto ao Plano de Trabalho, Projeto Técnico e documentações apresentadas, aplicando pontuação de acordo com os critérios extraídos do Termo de Referência. Será selecionada a entidade que tiver maior pontuação nos critérios elencados.

Três entidades participaram da seleção: o Centro de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos da Arquidiocese de Fortaleza (CDPDH), a Federação de Triathon do Estado do Ceará (FETRIECE) e o Instituto Veredas da Cidadania.

Após a análise minuciosa da documentação a comissão constatou que a FETRIECE foi única entidade apta a executar os Jogos Indígenas. As outras duas entidades não apresentaram as documentações de acordo com o que foi exigido no edital.

Jogos Indígenas

É um evento que busca a integração dos povos indígenas, como forma de criar um intercâmbio cultural esportivo e de lazer que ajude no resgate das modalidades tradicionais, possibilitando a troca de experiências, o fortalecimento da cidadania, da identidade étnica, contribuindo para o reconhecimento de suas etnias por toda a sociedade em geral.

(Foto – Arquivo)

Ibef do Ceará promove debate sobre estilo e liderança feminina

Aline Felix Barroso entre conferencistas. Aqui, ao lado de João Félix Magela.

Com o tema “O papel da Mulher no Mundo Corporativo”, o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará vai promover a segunda edição do projeto “Diálogos Ibef Mulher Ceará 2019”.

O encontro ocorrerá nesta terça-feira, a partir das 19 horas, no auditório do BS Design (Aldeota), e terá a coordenação do Ibef Mulher que pautou discussões sobre o estilo de liderança feminina.

São convidados a expor Aline Félix Barroso, do Conselho de Administração da Elfa Medicamentos, Luciana Alencar, diretora de Gestão Corporativa da CADIS 3, e Rodolpho Pires, diretor financeiro da Canpack Brasil e diretor do Ibef/Ceará.

Mediará o debate Adriana Bezerra, sócia da Diagrama Consultoria e da Flow Desenvolvimento Integral e também diretora do Ibef Ceará.

(Foto – Tapis Rouge)

Acordo Mercosul-União Europeia pode alavancar economia do Ceará

Com lo título “Acordo pode alavancar economia do Ceará”, eis artigo de Antônio Martins Neto, do Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Ceara´(Fiec). Ele analisa as perspectivas para o Estado com o acordo entre o Mercosul e a União Europeia. Confira:

O Brasil ainda é caracterizado por baixa inserção nas cadeias globais de valor e elevadas barreiras comerciais para a importação, resultando em dificuldades no acesso a insumos e equipamentos de alta qualidade a preços competitivos.

Nesse sentido, a assinatura do acordo entre o Mercosul e a União Europeia representa importante guinada em direção a uma maior integração com o mercado mundial, possibilitando o crescimento das exportações brasileiras e, mais ainda, a redução dos custos de importação para as indústrias locais.

PUBLICIDADE

O acordo, que cobre 90% do comércio entre os blocos, prevê que as tarifas de importação sejam zeradas para diversos produtos. Além das questões tarifárias, o acordo abrange questões regulatórias, barreiras técnicas, medidas sanitárias e fitossanitárias, as quais também contribuirão para a facilitação do comércio entre os blocos.

Assim, os ganhos esperados advêm não somente do incremento das exportações. Se por um lado espera-se crescimento significativo das exportações brasileiras, com destaque para os produtos agrícolas, por outro a expectativa é que o acirramento da competição com o mercado europeu dê maior urgência às reformas estruturantes e possibilite o crescimento da produtividade nacional.

Uma vez que a redução das tarifas do Mercosul será gradual, é importante que as empresas locais e o governo se adaptem a uma realidade de maior competição externa, aproveitando o período para incrementar a qualidade dos produtos, reduzir o “custo Brasil” e elevar a produtividade da indústria.

No Ceará, as expectativas não são diferentes. Alguns dos principais produtos da pauta exportadora cearense serão largamente beneficiados pelo acordo, como é o caso das indústrias de calçados, couros, confecções e têxtil. A título de exemplo, as exportações de calçados cearenses, que hoje sofrem taxa de importação em torno de 17%, passarão a ser isentas dessa taxa, possibilitando a expansão das exportações cearenses para o mercado europeu.

O estado do Ceará, que sempre se beneficiou da proximidade geográfica com o continente europeu, poderá mais que nunca fazer uso da infraestrutura logística diferenciada, bem como de sua Zona de Processamento de Exportações (ZPE), para se reposicionar competitivamente e impulsionar o desenvolvimento socioeconômico do Estado.

*Antônio Martins Neto,

Economista do Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

(Foto – Arquivo)

Tudo pronto para o Forricó 2019

663 1

Tudo pronto para o Forricó 2019

É o festão junino da cidade de Icó (375 km de Fortaleza), que acontecerá de 11 a 14 deste mês, numa promoção da Prefeitura local e apoio do governo do Estado. É o maior evento festivo do município.

Neste ano, serão 20 atrações, tendo na lista Xand Avião,  Mastruz com Leite, Zé Cantor, Wallas Arrais e a dupla Bruno e Marrone.

Grupo Reijers investe em tecnologia para ganhar mercado europeu

O Grupo Reijers, maior produtor de flores do País e com operações em São Benedito (Serra da Ibiapana), resolveu apostar em tecnologia para adequar suas flores às normas de exportação e padrão de qualidade internacionais. Nesse sentido, recebeu a visita técnica do consultor israelense Niv Nir, gerente regional de Vendas da Danziger para a União Europeia, Brasil e Austrália.

“Trouxemos para São Benedito um técnico internacional para acompanhar o nosso processo de produção. Vamos nos reconfigurar às exigências internacionais. Temos condições de entregar flores nos padrões solicitados pelo mercado europeu”, informa o empresário Roberto Reijers. A ideia é enviar a primeira remessa para a Europa ainda neste semestre. Segundo ele, a empresa quer atingir 1,5 milhão de hastes enviadas para o Velho Continente.

(Foto – Divulgação)