Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Lúcio Alcântara cita nomes ao Palácio da Abolição, mas o “candidato tem que aceitar o desafio”

Os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB), Domingos Filho, presidente do TCM em extinção, e o deputado estadual Capitão Wagner (PR) são os principais nomes da oposição ao Governo do Ceará, nas eleições do próximo ano.

A lista passada para o Blog é do presidente estadual do PR, Lúcio Alcântara.

“Mas o candidato tem que aceitar o desafio”, condicionou o ex-governador, que acredita que a falta de “aceno” dos postulantes seja reflexo da indefinição da Reforma Política.

Ato da campanha Doria em Fortaleza e um Tasso meio afastado

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (20):

Foi um clássico e típico evento de político em pré-campanha presidencial. No alto das dunas da Praia do Futuro, o azul do mar ao fundo, o nome João Doria em letras garrafais estampadas com o verde e amarelo da bandeira figurava o pátio que antecedia a entrada do salão onde o encontro ocorreu. Sol a pino. Por trás das letras, pose para fotos. Doria sozinho. Tasso com Doria. Doria com Geraldo Luciano. Doria com Beto Studart. Doria com os empresários que bancaram o evento. Lá dentro, no ar-condicionado, cerca de 300 convidados em pé, à espera, servidos com acepipes e bebidas. O convite dizia “blazer sem gravata”, um uniforme bem doriano.

Nas conversas dos espectadores (jornalistas, empresários, profissionais liberais), os temas proeminentes eram negócios, economia brasileira, candidatura Doria e o polêmico programa do PSDB na TV que havia ido ao ar na noite anterior. Esse último ponto gerando muitas opiniões controversas.

Começa o evento. Mesas redondas, pratos postos com uma entrada e serviço de bebidas. O microfone é aberto. Beto Studart, presidente da Fiec, o primeiro a falar. Tratou Dória como fato consumado na linha: é candidato e será eleito. Com fala de improviso, dirigiu-se ao prefeito de São Paulo para lembrar que o Ceará precisará de políticas públicas para combater as desigualdades.

Na sequência, o presidente da CDL, Severino Ramalho Neto, leu seu discurso. Procurou ser sóbrio e politicamente amplo. Deu boas vindas ao convidado, porém gastou mais saliva elogiando Tasso Jereissati. Sobrou loas para Camilo Santana e Roberto Cláudio. Jogou todos em um só balaio e os denominou de “inovadores”. Como quem diz: meu santo mercadinho é de todos. O ralo prato principal já começara a ser servido.

Chegou a vez da fala de João Dória. Alguém me perguntou: “Ué, o Tasso não vai falar não?”. Pois é, o anfitrião mais importante do correligionário paulistano se recolheu em seu lugar à mesa. Não falou. Pelo visto, o presidente nacional interino do PSDB não quis se comprometer a fundo com o encontro meticulosamente preparado para ser um ato de campanha presidencial.

O silêncio do senador Tasso e seus comentários protocolares dirigidos aos jornalistas podem ser vistos como um sinal de que Geraldo Alckmin, o governador de São Paulo, é um dos únicos tucanos de bico grosso que apoia o conteúdo do polêmico e criticado programa do PSDB na TV. Tasso, sentado estava, sentado, ficou. Ao lado dele, o executivo (já será tucano?) Geraldo Luciano.

A essa altura, é provável que a maioria dos leitores já conheça o teor do discurso do prefeito de São Paulo na tarde de sexta-feira, em Fortaleza. Afinal, toda a imprensa lá estava e fez os registros mais apimentados. Logo depois do evento, o portal do O POVO já trazia trecho que também foi reproduzido pelo jornalismo on line Brasil a fora: “Sem-vergonha, preguiçoso, mentiroso e covarde… Aprenda de vez que o Brasil não é seu. Venha aqui disputar eleição, com quem estiver, porque você vai perder. O Brasil das pessoas de bem saberá dar uma resposta nas urnas”, disse o prefeito acerca de Lula, seu alvo preferencial.

O evento recebeu o gracioso batismo de “I Fórum Empresarial de Gestão”. Balela. Foi política do começo ao fim.

Instituto Atlântico desenvolve tecnologia contra insegurança nas ruas e paradas de ônibus

O Instituto Atlântico vai reunir parceiros e clientes nesta segunda e terça-feira, no espaço FB Ideias da Faculdade Farias Brito, para demonstrar como desenvolver produtos inovadores e com agilidade. A iniciativa faz parte do projeto Tomorrow Lab, que utiliza metodologias de trabalho com tecnologias usadas pela Google – design thinking e design sprint, – e desenvolvimento ágil, para identificar um problema do cliente e apresentar uma solução, de modo rápido.

Na ocasião, a equipe do Atlântico irá demonstrar como desenvolver uma ferramenta tecnológica que ajude cidadãos a lidar melhor com o problema da insegurança. A ferramenta terá como desafio minimizar os problemas de insegurança em paradas de ônibus, locais públicos, ruas em geral. O desenho da ideia será entregue à equipe de desenvolvedores da tecnologia que, em sete dias, entregará uma ferramenta em protótipo e já com algumas funcionalidades para ser usada pela comunidade, com acesso livre.

Conduzem a iniciativa o gerente de Inovação, Luiz Alves, a gerente de Projetos Niedja Mendonça Cavalcante, o coordenador de Tecnologia Lobo Junior e Adriana Fontenele, UX design, que trata de desenhar a experiência do usuário. Como resultados de realizações anteriores do projeto do Tomorrow Lab foram gerados alguns produtos tais como Multkids, um aplicativo para acompanhamento de crianças obesas, e o Visão, aplicativo voltado para a indústria, que possibilita enxergar o funcionamento das máquinas de todo o chão de fábrica e gerar gráficos num Dashboard com indicadores de desempenho.

Vão participar do Tomorrow Lab da próxima semana, na segunda e terça-feira (dias 21 e 22), representantes das organizações Schineider, Enel, Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT), Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e alunos da Faculdade Farias Brito, parceira do Instituto Atlântico no evento.

(Foto – Divulgação)

“Trem Bala” conseguiu arrancar vários lides de Camilo

Da Coluna do Abidoral, do O POVO deste domingo

O “Trem Bala” (TVC e TV O POVO) virou trem político na semana passada, quando o maquinista Alan Neto recebeu o governador Camilo Santana para sua famosa “Cadeira Elétrica” de entrevistas. Camilo se saiu bem.

A turma do circo de horrores do Alan conseguiu arrancar dele algo quase impossível: vários lides.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza demite técnico Bonamigo

No dia seguinte após a derrota por 2×0 para o Sampaio Corrêa, pela Série C do Brasileiro, o Fortaleza anunciou a saída do técnico Paulo Bonamigo. Em seu site oficial, o Tricolor agradeceu o trabalho realizado pelo treinador na equipe.

Bonamigo deixa o clube após 3 meses de trabalho. Ele assumiu o comando do time no início de maio e dirigiu a equipe nos 15 jogos da Terceirona, com 6 vitórias, 5 empates e 4 derrotas, obtendo um aproveitamento de 51,1%. A Fortaleza vinha de uma série de 3 partidas sem vitória e ocupava o terceiro lugar do grupo A.

A diretoria do Fortaleza ainda não definiu o substituto para o cargo. O time retorna para a Capital neste domingo, com reapresentacão marcada para segunda-feira, dia 20. O Tricolor volta a campo no próximo domingo, dia 27, as 19h15min, contra o CSA, na Arena Castelão.

Confira a nota divulgada no site do Fortaleza: 

O Fortaleza Esporte Clube comunica e oficializa o desligamento do treinador Paulo Bonamigo do comando técnico do clube.

Agradecemos os serviços prestados e desejamos sorte ao treinador. A diretoria deve anunciar em breve o novo técnico.

.

Fôlego eleitoral – Camilo participa da II Corrida das Escolas Públicas Estaduais

Com fôlego para as disputas das eleições do próximo ano, o governador Camilo Santana (PT) participou, na manhã deste domingo (20), na Beira Mar, da II Corrida das Escolas Públicas Estaduais, que reuniu cerca de oito mil participantes. A atividade esportiva faz parte do projeto AoGosto do Aluno, desenvolvido pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), em comemoração ao Mês do Estudante.

Entre os competidores estavam cerca de sete mil alunos e mil educadores, representantes de todas as escolas da rede pública estadual de ensino. Os estudantes que atingiram as primeiras colocações, nas categorias feminina e masculina, ganharão viagens para participar de corridas em outros estados, além de premiações coletivas.

No dia 31 deste mês, será realizada a final do II Festival Alunos que Inspiram, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. O evento dará espaço às atividades artísticas desenvolvidas nas escolas, destacando o talento e a criatividade dos estudantes. Na edição deste ano, serão contempladas seis expressões artísticas: artes visuais, música, literatura, audiovisual, dança e teatro.

(Foto: Divulgação)

PF e PM apreendem aeronave com 25 quilos de cocaína em Camocim

Três pessoas foram presas e um avião carregando cerca de 25 kg de cocaína foi apreendido, nessa noite de sábado, na cidade de Camocim (Litoral Oeste). A prisão e a apreensão foram feitas pela Polícia Federal. eA ação contou com o apoio da Polícia Miltiar do Estado.
De acordo com a assessoria de comunicação da PF, a ação começou após o departamento de inteligência repassar coordenadas de um avião que teria vindo do estado do Pará para a PM.
Os presos foram conduzidos para a sede da Superintendência Regional da Policia Federal no Ceará, onde serão autuados em flagrante. A droga apreendida também está sendo encaminhada foi encaminhada. A informação é da assessoria de comunicação da PF.

4 a 1 – Ceará é goleado pelo Boa Esporte e tem permanência no G4 ameaçada

O Ceará foi goleado pelo Boa Esporte, na tarde desse sábado (19), por 4 a 1, no estádio do Melão, em Varginha, e agora esta com a permanência no G4 ameaçada, já na próxima rodada. Na sexta-feira (25), o Vozão terá que vencer o Naútico, no Castelão, para permanecer na zona de acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Após deixar o primeiro tempo com o placar inferior, em 1 a 0, a equipe voltou para a segunda etapa determinada a virar o jogo, mas foi surpreendida pela velocidade do time mineiro.

Gorete Pereira afirma: Meta fiscal do governo exigirá sacrifício de todos, inclusive dos parlamentares

179 4

Em entrevista ao Blog, a deputada federal Gorete Pereira (PR), que já retornou de Brasília nas últimas horas, comentou a nova meta fiscal do governo Temer, fixada em R$ 159 bilhões.

Para Gorete, o momento exigirá sacrifício de todos, inclusive dos parlamentares, e não se pode buscar culpados para a crise que, na sua avaliação, é uma herança de muitos governos.

Gorete também falou de suas expectativas quanto à Reforma Política e disse ser a favor do voto distrital.

Em Flecheiras, tudo na mesma: açude arrombou, cortou estrada e perdura o desvio

Tudo continua na mesma no trecho de acesso a Flecheiras, um dos belos pontos turísticos de Trairi (Litoral Oeste). O açude arrombou, destruiu estrada e um desvio continua no pedaço. O DER ficou à beira do caminho?

O leitor deste Blog se diz revoltado, pois tem casa no local e, sempre que vai passar o fim de semana, fica revoltado com a equipe do governador.

 

Política alimenta o ódio

Com o título “Política alimenta ódio”, eis artigo do médico, antropólogo e professor Antonio Mourão Cavalcante. Ele faz uma exposição sobre o cenário atual da política, com boas doses de reflexões para o leitor. Confira:

Sempre fiquei me perguntando por que esse ódio ao Lula? O que ele significa de tão terrível para a classe média? É verdade. Os empresários e gente de grana, nem manifestam essa repulsa tão exagerada ao líder do trabalhismo. A História registra o comportamento de Lula, ao longo de sua caminhada pessoal, como alguém que aprendeu a negociar, barganhar e buscar consenso. Foi assim desde os duros tempos dos sindicatos dos metalúrgicos. Propunha até uma política de resultados. E, ninguém foi tão generoso com os patrões…

Ocorre que a classe média tem crenças bem consistentes de conquistas sociais pelo sacrifício, pelos estudos, pelo esforço de subir: ter casa própria, conseguir emprego com garantia, viajar de avião em férias, ter escola boa para os filhos e universidade onde obtém um canudo e depois um bom ofício… Itinerário de vida que justifica sucesso e realização. Tudo é conquistado com muito esforço e sacrifício.

A classe inferior é um espectro macabro que precisa ser exorcizado: colocar filho em escola pública? Procurar tratamento em Posto de Saúde Pública? Morar em determinados bairros, etc… É o grande pânico que ronda a classe média.

Ora, quando aparece um líder dando bolsa para famílias miseráveis, oferecendo casa construída para todos, abrindo possibilidades de viajar de avião, oferecer cotas para egressos da escola pública, negros e favelados… Beira o desespero!.. Estamos sendo invadidos. Trata-se da invasão dos farofeiros… “Na periferia não havia hipermercado e quase nunca se tomava iogurte que o pessoal só chamava de “danone”. As mulheres não compravam absorventes e não havia papel higiênico, só tiras de jornal pregadas na parede.” (…) “a classe média já tinha tudo isso e os pobres não.”[Prof. Lincoln Secco – Depto. História da USP]. Lembram o mal-estar dos aeroportos? “Agora parece a Rodoviária Novo Rio.” Ou o desabafo na reunião do condomínio: ‘”A empregada do 213 agora tem carro e foi para as férias de avião. E eu estudei pra quê?’

Isso não podia continuar. “Esse povo não quer mais trabalhar. Bando de vagabundos!” E, obviamente, o Lula é o grande responsável. Foi fácil mobilizar o pessoal da classe média (sempre ela!). Já estava irada… Saiu às ruas. Gritava e batia panelas, contra a “vaca” da Dilma, o Lula ladrão e o PT safado! Parte do Poder Judiciário, devidamente instrumentalizado, instalou a República de Curitiba. Ai só sobrou para o PT.

O resto da História, todos conhecemos. O tal equilíbrio financeiro e econômico prometido pelos novos ocupantes do Planalto, tornou-se um pesadelo. Levantando o tapete, descobre-se que está tudo sujo. Desesperada, a classe média se dá conta que foi lograda. Fica quieta. Pasma. Como voltar às ruas? Que bandeiras desfraldar?

A História revela que, nestas circunstâncias, a classe média – em desespero – busca alternativas mais radicais, pela direita. Aparece, então, Bolsonaro e Dória, prontos como opções ao gosto de cada um…

Do outro lado, corre Lula, ainda apedrejado e ameaçado. Conseguirá chegar a 2018? As pesquisas todas indicam que se a eleição fosse hoje, estaria eleito. Que pode indicar um candidato e vencer. Isto é, que tudo recomeça.

Será que vale a pena ver de novo?

*Antonio Mourão Cavalcante,

Médico e Antropólogo. Professor Universitário.

Livro “Pau Pereira” tem lançamento com grande presença de políticos cearenses

Personalidades da política cearense, acadêmicos e público em geral prestigiaram neste sábado (19), no Bar Flórida, no Centro, o lançamento do livro “Pau Pereira”, de autoria do ex-deputado federal Iranildo Pereira, conhecido no passado como o “Incendiário do MDB”, e um dos líderes do processo da anistia política.

A apresentação da obra foi feita pelo ex-governador Lúcio Alcântara. Ao preço de R$ 20, por unidade, toda a arrecadação da venda dos livros será doada para uma creche de sua cidade, Santana do Cariri. Iranildo é um caririense que nunca se esqueceu de suas origens.

(Fotos: Paulo MOska)

Ceará quer manter desempenho fora de casa e chegar à vice-liderança

Após tentar integrar por várias rodadas o G4, o Ceará poderá ir além, na tarde deste sábado (19), a partir das 16h30min, diante do Boa Esporte, no estádio do Melão, em Varginha, no Sudoeste Mineiro, a 320 quilômetros de Belo Horizonte, pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Uma vitória contra o time mineiro poderá levar o Vozão à vice-liderança, caso o Internacional não derrote o ABC, em Natal, em partida no mesmo horário. O empate já será suficiente para que o Ceará supere o Vila Nova, na tabela de classificação, que ainda mantém a terceira colocação, apesar da derrota para o Juventude, na noite dessa sexta-feira (18).

Com o segundo melhor desempenho em jogos fora de casa, o Ceará terá que superar os bons resultados do Boa Esporte no estádio do Melão, quando não perde há seis jogos, com cinco vitórias e um empate.

Apesar do retorno de Pedro Ken, que cumpriu suspensão, o treinador alvinegro Marcelo Chamusca não revelou em qual posição o atleta atuará (meio de campo ou ataque), além de não revelar o esquema tático que será adotado.

Presidente da CDL Fortaleza espera aquecimento de vendas neste semestre

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, Severino Ramalho Neto, qualificou de “decepcionante” a decisão do governo Temer de fixar a meta fiscal em R$ 159 bilhões.

Ao mesmo tempo, Severino comentou expectativas quanto as vendas neste segundo semestre e, em especial, com a chega do B-R-O-BRO. Ele lembrou, no entanto, que virá agora, de 1º a 10 de setembro, a campanha “Fortaleza Liquida”, com produtos vendidos com bons descontos.

Pedala, Camilo! Governador entrega a ciclovia do Cariri enfrentando trecho

278 1

O governador Camilo Santana (PT), mesmo com crise de garganta, não dispensou um passeio e bike na ciclovia do Cariri, ligando Crato-Juazeiro do Norte-Barbalha. Enfrentou os 7 km do trecho total de 17 km, construído pelo Estado a partir de um investimento de R$ 2,92 milhões.

Essa ciclovia é uma reivindicação antiga de 14 entidades que congregam ciclistas no Cariri e vai beneficiar, de acordo com o movimento, cerca de 500 mil pessoas. Sem falar que para o trabalhador será, digamos, uma mão na roda. Com mais segurança, evidentemente.

Com Camilo, o prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil.

(Vídeo e foto – Leitor do Blog no Cariri)

Camilo inaugura neste sábado ciclofaixa ligando Crato-Juazeiro-Barbalha

Neste sábado, a partir das 9 horas, o governador Camilo Santana (PT) vai inaugurar, ao lado do prefeito do Crato (Região do Cariri), Zé Ailton Brasil, a ciclovia de 17 quilômetros que interligará os município Crato-Juazeiro-Barbalha pela Rodovia CE-060.

A solenidade será marcada por passeio ciclístico saindo de Barbalha, passando pela praça do Giradouro, em Juazeiro, e terminando no entroncamento das avenidas Padre Cícero com Perimetral, no Crato.

A obra foi construída pelo Governo do Estado em 10 meses e será um importante elo de ligação para trabalhadores que se deslocam entre as três cidades e ainda uma opção de lazer para as famílias caririenses.

(Blog do Flávio Pinto News)

Comissão julga indenização para ex-presos políticos no Ceará

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (19):

A Comissão Especial de Anistia Wanda Sidou (CEAWS), órgão colegiado vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), realiza na segunda-feira (21), a partir das 15 horas, mais uma sessão de julgamento de requerimento de indenização de ex-presos políticos.

Francisco Alves Barbosa, Edilson Pinheiro Peixoto, Lauriano Cardoso de Lima e José Valter da Silva são os quatros anistiados que terão seus pedidos julgados. Lauriano e José Valter fizeram parte do grupo da Diocese de Crateús, ligado, à época, aos trabalhos de Dom Antônio Fragoso, bispo que teve uma forte atuação no combate à ditadura militar. A sessão integra as comemorações dos 38 anos da Lei de Anistia de agosto de 1979.

Confira o plantão do Judiciário cearense para este fim de semana

Magistrados da Capital e de comarcas do Interior atenderão, em regime de plantão, neste fim de semana. No Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o atendimento será feito pela juíza convocada Rosilene Ferreira Tabosa Facundo e pelo desembargador Francisco Lincoln Araújo. Os magistrados atenderão, respectivamente, no sábado (19/08) e domingo (20/08), das 12 às 18 horas, no Palácio da Justiça, bairro Cambeba. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

No Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 18ª e 19ª Varas Cíveis, e da 17ª e 18ª Unidades do Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 12 às 18 horas. Os pedidos de natureza cível no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos citados plantonistas.

No Interior, o atendimento acontecerá das 8 às 14 horas nas comarcas de Juazeiro do Norte (2ª Vara Criminal), Crato (2ª Vara Cível), Iguatu (2ª Vara), Brejo Santo (1ª Vara), Icó (JECC), Quixeramobim (1ª Vara), Pacoti (Vara Única), Morada Nova (2ª Vara), Aracati (2ª Vara), Maracanaú (1ª Vara Cível), Pacajus (2ª Vara), São Gonçalo do Amarante (Vara Única), Trairi (Vara Única), Jijoca de Jericoacoara (Vara Única), Camocim (1ª Vara), Tianguá (JECC), Reriutaba (Vara Única), Nova Russas (2ª Vara), Saboeiro (Vara Única) e Irauçuba (Vara Única).

Sistema socioeducativo do Ceará continua violando direitos, diz CNDH

365 5

Centro Educacional Patativa do Assaré.

Ausência de atividades educativas e a prática reiterada de tortura continuam fazendo parte da realidade do sistema socioeducativo do Ceará. A constatação é da equipe do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), que fez uma missão no estado durante ontem (17) e ontem (18).

Os conselheiros visitaram os quatro centros educacionais que são objeto de medidas cautelares expedidas em 2015 pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que exigem que o Estado brasileiro proteja a vida e a integridade de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas de privação de liberdade.

Entre os relatos colhidos dos internos estão o uso abusivo de algemas, como no caso de adolescentes que foram obrigados a dormir algemados às grades dos dormitórios, o que, segundo o conselho, configura tortura.

“Não temos condições de dizer se novas diretrizes vão mudar a pedagogia vigente, que é punitiva. Captamos das conversas com os adolescentes essa antipedagogia, que pune e castiga por cometer infrações”, disse o presidente do conselho, Darci Frigo.

Segundo o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca-CE), 2017 contabiliza 20 rebeliões e motins, 37 fugas e a entrada reiterada da Polícia Militar nas unidades. No ano passado, 400 internos fugiram. Segundo Acássio de Sousa, assessor do Cedeca-CE, existe um “padrão de violência, com a ocorrência sistemática de tortura praticada por socioeducadores e por policiais.”

A prática da tortura foi uma das preocupações expressas pela missão da CNDH nas audiências com representantes do governo do estado. Existem, conforme o Cedeca-CE, 200 denúncias de torturas contra adolescentes internos nos centros educacionais, mas apenas dois inquéritos abertos para investigar. Segundo Débora Duprat, conselheira do CNDH, uma das possibilidades levantadas pela Polícia Civil do Ceará, um dos órgãos presentes nas audiências, foi a de designar um delegado exclusivo para esses casos.

O sistema socioeducativo cearense é gerido há cerca de um ano pela Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas), criada por lei em maio de 2016. Em nota, o órgão afirma que já foram realizadas capacitações de profissionais, a abertura de seleção pública para a contratação de novos agentes, como socioeducadores, assistentes sociais e psicólogos, e que foram retomadas atividades de escolarização, cultura e lazer com os internos.

A Seas também informa que houve a abertura de 51 processos administrativos para apurar a má conduta no exercício das atividades nas unidades socioeducativas, que culminaram no afastamento de 22 profissionais. “Considerando que o Sistema Socioeducativo do Estado do Ceará está passando por um processo de reestruturação, os avanços vêm sendo galgados de forma contínua”, diz a nota.

(Agência Brasil)

Policial acusado de atirar em seguranças durante festa vai a júri popular

O juiz Henrique Jorge Holanda Silveira, titular da 2ª Vara do Júri de Fortaleza, manteve a decisão de levar a júri popular o policial militar Johnatan Tiago Silva de Andrade, acusado de ter atirado contra dois seguranças da Festa Garota White, no Terminal Marítimo de Passageiros do Mucuripe, em Fortaleza, em outubro de 2016. O magistrado considerou que o recurso do réu não reúne condições para ser tido como procedente. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

A defesa havia pedido desclassificação do crime para lesão corporal culposa e, em caso de negativa, que este fosse julgado como homicídio simples. “Concluo que não deve ser modificada a decisão recorrida em desfavor de Johnatan Tiago Silva de Andrade, de forma que a mantenho. Subam os autos, para apreciação do recurso em sentido estrito, observada as formalidades legais”, determinou.

A decisão mantendo a sentença de pronúncia foi publicada no Diário da Justiça dessa segunda-feira (14/08). O magistrado explicou que a citada sentença declara a viabilidade de acusação por se convencer da existência do crime (materialidade) e de indícios suficientes de autoria. “Por ser a sentença de pronúncia um mero juízo de admissibilidade, como antes já referenciado, não se exige prova incontroversa da existência do delito”, ressaltou.

Conforme a referida decisão de pronúncia, que havia sido publicada no Diário da Justiça do último dia 21 de junho, o réu será julgado por duas tentativas de homicídio, sendo uma (no caso da vítima Bruno de Castro Francilino) duplamente qualificada, por motivo fútil e surpresa, e outra (em relação à vítima Jaime Gomes da Silva Neto) com uma qualificadora, por motivo fútil.

O CASO

Segundo os autos (nº 0175807-33.2016.8.06.0001), os fatos ocorreram no dia 12 de outubro de 2016, por volta das 4 horas, no evento chamado “Garota White”, no Terminal Marítimo de Passageiros, no Mucuripe. De acordo com a acusação, o policial teria iniciado uma discussão com o coordenador de segurança do evento, tendo sido então contido por seguranças da festa, entre eles a vítima Bruno de Castro Francilino. Após ser levado para a área externa, Johnatan teria sacado a arma que portava e disparado contra Bruno, que foi atingido nas costas. O também segurança Jaime Gomes da Silva Neto tentou segurar o braço do policial, para evitar que este continuasse a atirar, e acabou sendo atingido no abdômen.

De acordo com o Ministério Público, o acusado só não consumou os homicídios porque foi dominado e desarmado por outras pessoas que estavam no local. Já a defesa alega que a arma do acusado disparou acidentalmente. O magistrado, porém, considerou haver indícios suficientes para submeter o caso ao Conselho de Sentença. “A tese sustentada pela defesa, de tiro acidental, não restou evidenciada de plano, fazendo-se mister o deslinde da matéria pelo Tribunal Popular do Júri, que é o órgão competente para apreciar e valorar a prova colhida durante a instrução criminal”, afirmou o magistrado na decisão de pronúncia.