Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Era Tasso Jereissati – Modernidade Política

tasso

Com o título “Modernidade política”, eis artigo de Plácido Filho, vereador eleito pelo PSDB de Fortaleza. Ele destaca os 30 anos do Projeto Mudancista de Tasso Jereissati, aquele que pôs fim o chamado ciclo dos coronéis. Confira: 

O Brasil de 2016 tem acompanhado com enorme preocupação uma crise político-econômica sem precedentes, com estados falidos – como são os casos do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. O Rio de Janeiro mais ressaltado pelas prisões de dois ex-governadores e uma situação de calamidade pública. Com esses dois exemplos, é possível perceber o quanto é valioso para um Estado um gestor responsável.

A partir dessa constatação, fica claro como foi importante a eleição de Tasso Jereissati em 1986. Há 30 anos, o Ceará, com certeza, estava no grupo dos falidos. Vivíamos um caos, com um Estado desacreditado, desestruturado nas finanças e na gestão. Eleito governador, Tasso iniciou um projeto de transformação que reinventou nossas práticas políticas e administrativas.

Pode-se dizer que aquele foi o início de um ciclo virtuoso que resultou em conquistas sociais, como a redução da mortalidade infantil, a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o aumento do número de crianças na sala de aula, a ampliação da expectativa de vida; e concretizou grandes projetos estruturantes que até hoje são importantes para nosso desenvolvimento, como o açude Castanhão, o Porto do Pecém, o novo Aeroporto Pinto Martins, o Hospital Waldemar de Alcântara, as Rodovias Estruturantes, os Linhões de Energia, a Política de Industrialização do Interior e o Centro Cultural Dragão do Mar.

Analisar o Ceará dos dias de hoje impõe, necessariamente, um olhar para o Projeto das Mudanças, iniciado há três décadas, que conjugou austeridade, planejamento e resultados.

Trinta anos se passaram e, lamentavelmente, o Ceará tem demonstrado graves sinais de retrocessos na gestão pública e na prática política. É preciso uma imediata reação com ousadia e coragem para enfrentar velhos problemas. Caso contrário, corremos sérios riscos de retornarmos ao círculo vicioso dos anos 1980. Por isso, é fundamental que a nova geração de políticos e administradores tome para si a responsabilidade de encontrar novos caminhos, tendo como referência a busca por inovações que marcou o Período das Mudanças, para que o Governo não fique preso aos vícios do clientelismo, repetindo velhas desculpas, inerte e sem ação, acomodando-se com mais do mesmo. O Ceará não pode perder oportunidades.

Ao marcar os 30 anos da primeira eleição de Tasso para o Governo do Ceará, é preciso pensar o futuro com responsabilidade. Ao analisar os atuais atores políticos locais e suas práticas, percebe-se que, três décadas depois, Tasso Jereissati permanece sendo o que há de mais moderno em nossa política.

Plácido Filho

placido_s@veloxmail.com.br
Advogado e vereador eleito em Fortaleza (PSDB).

Instituto Maria da Penha divulgará primeiros dados de pesquisa sobre Mulher e Violência Doméstica

mariadapenjha

A farmacêutica Maria da Penha, que dá nome à lei em defesa da mulher.

O Instituto Maria da Penha (IMP) realiza, em parceria com a Universidade Federal do Ceará e o Instituto para Estudos Avançados de Toulouse (IAST/França), a Pesquisa de Condições Sócio Econômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher – PCSVDFMulher. A coordenação é do professor-doutor José Raimundo Carvalho (CAEN/UFC). Os primeiros dados serão apresentados em coletiva, nos dias 8, às 18h30min, e 9, às 19h30min, no Hotel Mareiro, em Fortaleza.

O estudo, que ocorre no momento em que a Lei Maria da Penha completa 10 anos, contará com especialistas de instituições como a Escola de Economia de Toulouse (TSE/França), UFC, Universidade de Oxford (Reino Unido) e Banco Mundial (USA). O projeto é financiado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e tem a parceria do Banco Mundial e da Universidade de Toulouse, na França.

A pesquisa longitudinal será realizada em duas ondas (2016 e 2017), nas nove capitais da Região Nordeste. Tal estudo representa o maior sobre esse tema, quanto à sua escala, em toda a América Latina. Serão mais de 10 mil famílias pesquisadas.

Ao longo desse processo, será observado de que forma se apresentam atitudes de violência doméstica nesses grupos familiares com o intuito de entender a violência doméstica dentro de várias perspectivas, aprofundando os conhecimentos sobre o tema, auxiliando no desenvolvimento de políticas públicas que possibilitem sua diminuição no Brasil, bem como servindo de fundamento para todas as organizações que trabalham com o assunto e fonte para estudos e trabalhos acadêmicos.

Quando o cidadão é chamado a participar dos debates sobre seu futuro

Com o título “As manifestações de rua e o eco nas urnas de 2016”, eis artigo do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ele destaca o novo momento do País e ressalta seminário com novos prefeitos da RMF que o Grupo O POVO de Comunicação promove. Confira:

Prefeitos e vereadores dos 5.570 municípios brasileiros, eleitos nas urnas deste ano, carregam em suas próximas gestões e legislaturas a responsabilidade das cobranças das manifestações de rua, que nos últimos dois anos renovaram o espírito da cidadania e a importância da boa política. Mais conscientizado, o cidadão percebe agora a política como uma ferramenta necessária para transformações sociais, não somente como uma obrigação que lhe é imposta a cada dois anos, por meio de períodos eleitorais.

Assim como a conscientização política no País mudou, assim como os políticos em geral atentaram para o novo comportamento do eleitorado, os conceitos na economia e de outras ciências também passam por transformações e/ou adaptações. As redes sociais tiveram um fundamental papel nesse novo modelo de pensamento, quando o cidadão visto anteriormente como “comum” hoje é capaz de promover debates e a questionar, com propriedade, o que antes lhe era simplesmente “posto”.

É neste novo momento da comunicação que a mídia tradicional passou a interagir cada vez com o seu leitor, com o seu telespectador, com o seu ouvinte.

No Ceará, o Grupo de Comunicação O POVO já há algum tempo passou a interagir com seus leitores, por meio do Jornal do Leitor, da editoria Opinião e do Conselho de Leitores, além do fundamental papel do ombudsman.

Em mais uma iniciativa, O POVO, em parceria com a Fundação Demócrito Rocha, agora promove o “Seminário Prefeitos e Vereadores Eleitos da Região Metropolitana”, como forma de expor a importante missão confiada por cerca de dois milhões de eleitores dos 15 municípios que compõem a Região Metropolitana de Fortaleza aos políticos eleitos e reeleitos neste ano. O seminário irá discutir os principais temas políticos, legislativos e administrativos da atualidade, como tema voltado ao controle, fiscalização e gestão pública.

Ciente do seu papel, a Câmara Municipal de Fortaleza, por meio da sua Mesa Diretora, promoveu no último dia 28 um seminário para vereadores eleitos e reeleitos para a XVIII Legislatura, quando apresentou as atribuições da Casa.

*Salmito Filho

salmitofilho@yahoo.com.br

Vereador (PDT) e presidente da Câmara Municipal de Fortaleza.

Justiça barra aumento de salário de vereadores, prefeito e secretários de Juazeiro do Norte

172 1

O juiz de Direito Renato Belo Vianna Velloso concedeu a tutela provisória de urgência antecipada, requerida pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), e determinou a suspensão do pagamento dos subsídios dos vereadores, do prefeito, vice-prefeito e dos secretários do município de Juazeiro do Norte, majorados em até 42,25% através de projetos legislativos aprovados em regime de urgência em 27 de outubro e sancionados em 8 de novembro.

A tramitação da lei que alterou os subsídios para a legislatura seguinte foi iniciada em 11 de outubro, nove dias após o final das eleições 2016, quando nove vereadores já tinham conhecimento de que foram reeleitos. “Esta situação, por si só, sinaliza violação aos princípios da moralidade e impessoalidade, posto que membros do legislativo diretamente interessados nos projetos atuaram diretamente na aprovação das leis, inclusive subscrevendo pareceres de comissões”, cita o magistrado em sua decisão.

Pelo projeto de lei aprovado, o subsídio do vice-prefeito será de R$ 21 mil reais e o do prefeito passará a R$ 33 mil, valor maior que o vencimento do presidente da República. Já os vereadores receberão, a partir de 2017, R$ 12 mil reais, quando anteriormente o salário era de R$ 10 mil.

A Ação Civil Pública (ACP) com pedido liminar foi proposta pelos promotores de Justiça Francisco das Chagas da Silva e José Silderlândio do Nascimento. Para os membros do MPCE, outra irregularidade apurada foi o aumento de gastos com pagamento de pessoal sem a realização de estudo de impacto orçamentário-financeiro, como requerido no artigo 16 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), e dentro dos 180 dias anteriores ao término do mandato dos gestores municipais, violando também os artigos 16 e 21 da LRF, que proíbem essa prática.

A Justiça de Juazeiro do Norte fixou multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento da decisão.

(Site do MP-CE)

Governador vai sancionar PCCS do pessoal da Funceme

137 1

Kidorable-Guarda-Chuva-Sapo-Verde---Kidorable-8925-93556-1

Nesta semana, o governador Camilo Santana deverá sancionar e mandar publicar no Diário Oficial do Estado (DOE) a lei que institui o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos do Estado (Funceme).

Na prática, vai chover no roçado financeiro desse grupo que tem baixa remuneração e que, há anos, vem sofrendo perdas de pessoal qualificado.

 

Grupo O POVO promove seminário para prefeitos e vereadores eleitos da Região Metropolitana

O Seminário Prefeitos e Vereadores Eleitos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) será realizado nesta segunda-feira, das 13h30min às 18 horas, no auditório da Fa7. Contará com a presença de representantes de 15 municípios da RMF, que participarão de debates e palestras com temas variados.
Ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal de Contas da União, conselheiros de Tribunal de Contas dos Municípios e membros do Ministério Público – além de especialistas em gestão de cidades, constam na programação.
O tema central é “Controle, Fiscalização e Gestão Pública” e a realização do seminário é do Grupo de Comunicação O POVO.
Discutir novos desafios e como ser criativo numa gestão. em tempos de crise, virou ordem do dia.

Shopping Benfica lança a Loja 100Livros para formar bibliotecas

livroosos
João Soares com Júlia Barreto (Lar Torres de Melo) e Dalva Sousa (Casa do Menino Jesus)

“Doe livros. Compartilhe conhecimento e ajude a formar duas bibliotecas.” Com esse slogan, o Shopping Benfica deu início ao projeto Loja100Livros.

A ação visa a sensibilizar e incentivar o público a fazer a doação de livros que ajudarão a criar as bibliotecas da Casa do Menino Jesus, que atende a crianças e adolescentes vindos do interior para tratamento contra o câncer, e o Lar Torres de Melo, que é a casa que abriga idosos carentes.

Quem quiser ajudar, segundo o controlador do shopping, João Soares, deve levar seus livros, novos ou usados, mas em bom estado de conservação, até a Loja 100Livros, que funciona no 1º piso desse polo de compras.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza é sede de simpósio sobre perícias sociais da DPU

pazz

Tem início às 13 horas desta segunda-feira o I Simpósio de Perícias Sociais da Defensoria Pública da União. O evento acontece em celebração aos 10 anos de implantação do setor de Serviço Social da DPU no Ceará, no marco dos 80 anos do Serviço Social no Brasil. A abertura acontecerá no auditório da Receita Federal, sendo que esse evento vai se estender até quarta-feira.

O defensor-público-geral federal Carlos Eduardo Paz, que é cearense, comandará a solenidade de abertura de um simpósio que fomentará a troca de experiências entre assistentes sociais que atuam na DPU e na área sociojurídica, por meio da realização de palestras e do Curso de Aperfeiçoamento em Perícia Social.

Às 14 horas, serão ministradas as palestras “Direitos Humanos, Cidadania e Serviço Social”, proferida pela defensora regional de Direitos Humanos Lídia Nóbrega e “Perícia e Estudo Social”, ministrada por Maria das Graças Maurer Gomes Türck, doutora em Serviço Social pela PUC/RS. O evento tem como público-alvo profissionais e estudantes de Serviço Social.

Já na terça e quarta-feira, no auditório da DPU no Ceará, Maria das Graças Maurer Gomes Türck ministrará curso sobre Perícia Social, voltado exclusivamente para assistentes sociais da Defensoria Pública da União.

SERVIÇO

*Mais Informações – (85) 3474.8790.

A convite de Jorge Lemann, prefeito de Sobral visita o Vale do Silício em ritmo de intercâmbio

lemannn

Jorge Lemann durante visita à cidade de Sobral. Com Veveu e equipe e a vice-governadora Izolda Cela.

Há menos de 15 dias de sua visita á cidade de Sobral (Zona norte) e de se dizer “impressionado com o profissionalismo adotado na educação pública”, após visita, o empresário Jorge Paulo Lemann convidou o prefeito Clodoveu Arruda (PT) para ir até a cidade de Palo Alto, na Califórnia (EUA).

Clodoveu Arruda embarcou nessa rota no fim de semana e ali, por toda esta semana, falará e ouvirá numa intensa troca de conhecimento entre a experiência de Sobral e de outras cidades do mundo apoiadas pelo Instituto Lemann.

A sede dessa organização internacional é em Palo Alto, que fica no Vale do Silício. Jorge Lemann, bom lembrar, é o seu presidente.

(Foto – Divulgação)

Prefeito eleito de Redenção admite consultar a Unilab sobre secretariado

foto-davi-benevides-e-mauro-filho

O engenheiro Davi Benevides, prefeito eleito de Redenção pelo PHS com 83,49% dos votos, anuncia: vai montar seu secretariado priorizando o que tem de melhor em seu município.

Ele admite que poderá fazer uma consulta a grupos de docentes da Unilab, que tem sede nesse município do Vale do Acarape, mas deixa claro: o critério técnico unido à questão política deverá nortear suas escolhas.

DETALHE – Davi (26) é filho do secretário da Fazenda, Mauro Filho, e neto de Mauro Benevides. É um dos prefeitos eleitos mais jovens do Estado.

Titular das PGJ do Ceará engrossa em Brasília movimento pelas 10 Medidas de Combate à Corrupção

placido

O procurador-geral de Justiça do Estado, Plácido Rios,  vai cumprir agenda em Brasília nesta segunda-feira. Ao lado de outros procuradores-gerais de justiça dos Estados, ele reforçará a luta pelo restabelecimento das 10 Medidas de Combate à Corrupção que, segundo disse, tiveram oito delas descaracterizadas pela Câmara dos Deputados.

No conteúdo das mudanças, os parlamentares incluíram punição para promotores e procuradores de justiça que incorrerem em falta grave no exercício de seu trabalho de investigação. O titular da PGJ vê como retaliação.

Na agenda do procurador-geral de justiça do Ceará, está uma audiência às 14 horas com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Todos os procuradores-gerais de Justiça e outros colegas da PGR apelarão em favor da manutenção das 10 Medidas.

Em seguida, às 15h30min, o grupo será recebido em audiência pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Ele ouvirá esse mesmo apelo dos procuradores-gerais de justiça e dos procuradores da República.

Parque Marinho do Ceará pode receber verbas do Banco Mundial

parqq

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio, única unidade de conservação deste tipo no Ceará, foi uma das seis selecionadas, em todo Brasil, no Edital 02/2016 GEF-MAR, do Ministério do Meio Ambiente (MMA). O parque é gerenciado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (SEMA).

O Edital GEF-MAR tem como objetivo apoiar projetos em áreas marinhas e costeiras protegidas, com o intuito de garantir a conservação da biodiversidade dos ambientes marinhos e costeiros do Brasil. É um projeto do governo federal através do MMA e é implementado em parceria com instituições privadas e da sociedade civil.

As unidades selecionadas podem receber apoio financeiro para elaboração do plano de manejo, infraestrutura ou atividades de gestão participativa, com financiamento do Banco Mundial.

SESI/SENAI premia empresas que investem em Educação

Como forma de valorizar e tornar públicos os investimentos em educação realizados pelas indústrias cearenses, o Serviço Social da Indústria – SESI e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI premiam na noite desta segunda-feira (5), a partir das 19 horas, no auditório Waldyr Diogo, térreo da sede da FIEC, na Aldeota, as empresas vencedoras do Prêmio SESI/SENAI de Educação 2016.

Concorrem ao 1º, 2º e 3º lugares, indústrias de Fortaleza e Região Metropolitana, Sobral e mesorregião Norte do Estado, Juazeiro do Norte e mesorregião Sul do Estado. A classificação será divulgada na hora. Ao todo, mais de 45 empresas disputam a premiação.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, Beto Studart, o superintendente Regional do Serviço Social da Indústria – SESI, César Ribeiro, e o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial -SENAI, Paulo André Holanda, participam da solenidade de entrega do prêmio.

Empresas por ordem alfabética:

– Fortaleza e Região Metropolitana

Guararapes Confecções

Vicunha Têxtil

– Sobral e Mesorregião Norte do Estado

Grendene

Nutrilite

Nutrinor

– Juazeiro do Norte e Mesorregião Sul do Estado

Constantini

Farmace

JK Empreendimentos

(FIEC)

A arte de envelhecer em um só dia

Da Coluna Fábio Campos no O POVO deste domingo (4):

Da maneira como se deu, a disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Ceará foi um evento político com diversos significados. O primeiro deles confirma uma tradição: a imensa influência do Poder Executivo sobre o Legislativo. No fim das contas, a força política e administrativa da máquina definiu o resultado final.

Há 31 anos que não havia uma disputa pelo comando da Casa. Desde então, todos os presidentes foram eleitos quase que por aclamação, em chapa única. Um consenso formado ou forçado e uma oposição diminuta. Parecia já ser um formato já consagrado.

É fato que, ao longo dessas três décadas, em pelo menos duas oportunidades o comando do Legislativo abriu divergências com o chefe do Executivo. Foi assim no primeiro governo de Tasso Jereissati, quando a gestão perdeu a maioria da Casa e entrou em conflito com o governador.

Anos depois, novamente com Tasso, o então presidente Welington Landim entrou em rota de colisão com o tucano. Foi no ano de 2002. O deputado comandou uma série de votações contra os interesses do “Cambeba”, deixou o PSDB e trabalhou para se credenciar como candidato a governador.

Aquele momento já apresentava as primeiras fissuras do bloco de poder que há anos dominava a política do Ceará. É clássico: os sinais de decadência de toda hegemonia começam a se expor a partir de divergências no âmbito do próprio bloco hegemônico.

Precisamente, foi o que aconteceu na disputa de quinta-feira passada. O deputado Sérgio Aguiar era um confiável morador do condomínio político administrado por Cid e Ciro Gomes. Sim, era. Mas, José Albuquerque é um fiel depositário deste projeto político. Mora na Casa Grande.

Sim, é fato que Aguiar recebeu o aval para prosseguir em sua articulação. Porém, os avalistas tinham em mente outra coisa. O roteiro usual previa que o desafiante abrisse mão de sua candidatura em troca de uma benesse política e administrativa. É assim que funciona.

Mas, Sérgio Aguiar rasgou o roteiro. Agiu de forma semelhante a Domingos Filho em 2014, quando permaneceu como vice-governador e atrapalhou o plano perfeito que previa uma candidatura de Ciro Gomes ao Senado.

O condomínio governista tinha bem mais moradores do que há hoje. Luizianne Lins, Tasso Jereissati, Eunício Oliveira, Domingos Filho e Sérgio Aguiar chegaram a dividir a mesma área de lazer. Agora, cada um está em seu quadrado, trabalhando com ardor em seus próprios projetos.

Capítulo à parte na eleição da Assembleia foi protagonizado por parte vistosa da oposição. A derrota de José Albuquerque seria um duro golpe a ser desferido na hegemonia. Afinal, não há espaço mais generoso para fustigar governantes do que o palco do Legislativo. Tirar a maioria parlamentar do Governo é um passo para encurtar a temporada no poder.

E o que fizeram alguns opositores? Não agiram como opositores. É o caso de Heitor Férrer. São os casos de João Jaime Marinho, Audic Mota e Agenor Filho. Os três últimos se dedicaram ao balcão, largaram a oposição e ganharam ingresso para frequentar a sauna do condomínio.

São quatro votos. Quatro pra lá, quatro pra cá e o Governo teria perdido a eleição. O caso de Audic chama a atenção. O jovem advogado em primeiro mandato já mostra a que veio envelhecendo décadas em um só dia.

Por sua vez, o Governo e Albuquerque mostraram com quantos paus se faz uma canoa.

Feito inédito – Reriutaba conquista ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

foto-olimpiadas-matematica-escolas-publicas-2016

O município de Reriutaba, no Noroeste do Ceará, a 230 quilômetros de Fortaleza, foi a boa surpresa na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP de 2016. O município conquistou uma medalha de ouro, entre as 14 alcançadas pelo Estado, além de um bronze e 15 menções honrosas.

O aluno Wilson Rodrigues Farias, 13, do 7º Ano da Escola Raimundo Mesquita, ganhou o ouro, enquanto Shelen Josie Martins Fernandes, 14, aluna do 9° Ano da mesma escola, conquistou a medalha de Bronze.

O ex-secretário da Educação do município, o vereador Chico Braga, e o atual o coordenador Marcelo Magalhães tiveram reconhecimento dos pais dos alunos pelo crescimento da qualidade do ensino público em Reriutaba.

Das 20 medalhas de ouro conquistadas pelo Ceará, oito ficaram com alunos do Colégio Militar de Fortaleza, uma com o Cere Maria José Santos Ferreira Gomes (Fortaleza), uma com o Colégio da Polícia Militar (Fortaleza), três com escolas de Sobral, duas com Caucaia, uma com Itapipoca, uma com Madalena, uma com Assaré e uma com Forquilha.

Turista italiano é morto em Beberibe

Um turista italiano foi morto na madrugada deste sábado, 3, em Beberibe, a 83,3 km de Fortaleza. Alberto Antonio Pierlugi Baroli, 51, estava em uma casa localizada na Praia das Fontes, com a companheira, também italiana. Conforme a Polícia Civil do Estado do Ceará, o latrocínio, roubo seguido de morte, ocorreu por volta de 1h30min. A Polícia está investigando o caso para identificar e capturar os autores do crime.

A vítima estava dormindo quando os dois infratores arrombaram o portão dos fundos da casa e subiram ao quarto do casal. Antonio Pierlugi acordou logo após a companheira e tentou reagir ao assalto, entrando em luta corporal. Ele foi lesionado à faca e morreu no local. A mulher, que não teve identidade revelada, chegou a ser trancada no banheiro. Os suspeitos levaram 5 mil euros, um computador e um celular. Fugiram em seguida. Ainda de acordo com a Polícia Civil, a mulher conseguiu contatar um amigo que mora nas proximidades por telefone.

Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiveram no local, onde realizaram os primeiros procedimentos. A Polícia acredita que os suspeitos portavam objetos semelhantes a facão e à arma de cano longo.

A italiana foi encaminhada à sede da DHPP, onde foi ouvida. A Polícia Civil entrou em contato com o consulado italiano para prestar assistência à vítima. No Ceará há apenas alguns dias, o casal de turistas reside em Paris, na França. O local da ocorrência está isolado para possíveis novas diligências. As investigações continuam.

(O POVO Online)

Praça Portugal terá manifestação pró-Sergio Moro

sergio-moro17

O Instituto Democracia e Ética (IDE) está convocando a população de Fortaleza para mais uma grande manifestação em defesa da democracia, pela moralidade na política, apoio a Operação Lava Jato e ao juiz Sergio Moro. Será neste domingo, a partir das 16 horas, na Praça Portugal.

A manifestação convocada pelo IDE junto com outros grupos da sociedade organizada, é uma resposta “aos políticos de Brasília, cada dia mais distanciados da realidade brasileira, que clama por ética na política”.

Diz o IDE que a volta às ruas para fazer a defesa intransigente da Operação Lava Jato e mostrar “a insatisfação com a votação que desfigurou o Projeto de Lei das 10 Medidas Contra Corrupção, esta semana na Câmara dos Deputados e da tentativa de Renan Calheiros em determinar regime de urgência do projeto no Senado.

O que vem após a reeleição de Zezinho Albuquerque

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado, pelo jornalista Érico Firmo (3):

Se Camilo Santana (PT) ou algum outro candidato governista for vitorioso na eleição estadual de 2018, a reeleição de Zezinho Albuquerque (PDT) será lembrada como uma das primeiras batalhas que levaram ao resultado. Outra foi a recente reeleição de Roberto Cláudio (PDT) na Prefeitura.

Tivesse a base aliada saído derrotada anteontem, seria uma demonstração de fraqueza daquelas das quais governos raramente são capazes de se recuperar. O reflexo imediato seria a debandada ainda mais desenfreada de aliados, em busca de perspectivas mais promissoras de poder.

Porém, há exemplos de vitórias que, longe de sinalizar a continuidade do período de sucesso, marcam justamente o fim dos ciclos. O “canto do cisne”. A partir dali, “vira-se o fio”, como se diz no futebol. O futuro e a competência na condução política de cada grupo indicarão em que caso se enquadra o resultado da eleição da Assembleia nesta semana.

O último grande fim de ciclo político no Ceará tem antecedentes que guardam muitas coincidências com o que se viu nesta semana. Um ano e meio antes de o PSDB deixar o Governo do Estado, uma votação estratégica na Assembleia Legislativa foi o marco da organização da oposição, no enfrentamento ao grupo que então estava no poder. Na época, em junho de 2005, estava em jogo uma cadeira no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O candidato do governo era Francisco Aguiar, na época no PPS, então partido do grupo Ferreira Gomes. Pela oposição, concorria Domingos Filho, que estava no PMDB. Dois dos protagonistas da disputa que ocorreu nesta semana.

Hoje ambos estão no TCM. Mas, ainda influenciam na política. O primeiro é pai de Sérgio Aguiar (PDT), candidato derrotado, mas que preocupou bastante o governo. O segundo é a principal referência do bloco que foi o fiador da candidatura de Aguiar e garantiu a ele competitividade. Estavam ambos juntos na recente disputa. Há 11 anos, eles se enfrentavam.

Naquela ocasião, o grupo Ferreira Gomes já estava estremecido com o governo Lúcio Alcântara. Já dava sinais de rebeldia. Mas, eles ficaram juntos nessa eleição. Ou quase isso. Do outro lado, uniram-se PT e PMDB. Sempre habilidoso, Domingos Filho atraiu muitos aliados. Em votações que antecederam a definição, constatou-se que Domingos tinha maioria. Mas, a definição seria no dia seguinte. No meio do caminho, fato pitoresco se desenrolou e mudou os rumos da disputa.

O deputado Carlomano Marques (PMDB), aliado de Domingos, fez uma listinha dos que seriam os “traidores”. Ou seja, os que diziam votar em Aguiar, mas, na votação secreta, estavam com o opositor. Depois, ele rasgou a lista. Os papéis picotados foram recolhidos por José Sarto – na época, suplente que seria efetivado com a eleição do deputado do PPS. Ele levou a lista em pedaços à sede da então Secretaria do Governo (Segov), no Cambeba. A relação dos supostos traidores causou assombro. Alguns dos principais expoentes da Assembleia: o então presidente Marcos Cals, o à época 1º secretário, Gony Arruda (ambos eram do PSDB), e Zezinho Albuquerque, que já era articulador do grupo Ferreira Gomes. Além deles, estava José Maria Pimenta, então no PL, irmão do então secretário executivo da Segov e presidente do PSDB cearense, Cirilo Pimenta. A relação incluía ainda dois ex-líderes do governo Lúcio Alcântara: Osmar Baquit e Fernando Hugo. Eles negaram ser traidores. O governo não quis saber. Cobrou das cabeças coroadas da Assembleia que o resultado fosse revertido. No dia seguinte, Aguiar foi eleito para o TCM por 25 votos a 18. Placar bastante semelhante ao que elegeu Zezinho anteontem: 27 a 18.

Mesmo com o resultado, aquela ficou marcada como uma das primeiras grandes demonstrações de força da oposição ao PSDB. E uma das últimas vitórias emblemáticas do governo Lúcio. A oposição perdeu, mas ganhou força e consistência. Dali a alguns dias, os Ferreira Gomes se filiaram ao PSB. A se dar crédito à lista de Carlomano, já havia interlocução de Zezinho com a oposição. Os entendimentos se aprofundaram. O rompimento só veio no ano seguinte. Cid Gomes foi candidato a governador e o resto é história.