Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Prefeito vai assinar convênio com SSPDS para compartilhar imagens de câmeras de monitoramento

A Universidade de Fortaleza, com apoio da Prefeitura de Fortaleza e da Cruz Vermelha Internacional, lançará, às 9 horas desta terça-feira (27), duas ações voltadas para a redução de acidentes de trânsito com mortes nas ruas da capital cearense: o Observatório de Segurança Viária e o Portal de Segurança Viária. Na mesma ocasião, o prefeito Roberto Cláudio assinará com o Governo do Estado um convênio para o compartilhamento o sistema de videomonitoramento do trânsito com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado.

Sobre o Observatório, o professor Vasco Furtado, diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Unifor, informa que servirá para compartilhar informações sobre a problemática da morbimortalidade no trânsito, além de conscientizar a população sobre a dimensão do problema e sobre a possibilidade de prevenção de mortes e ferimentos no trânsito.

Já o Portal de Segurança Viária de Fortaleza reunirá dados oficiais de acidentes de trânsito da capital, além de informações e conteúdos técnicos e acadêmicos especializados sobre o tema, ajudando a fomentar o desenvolvimento de pesquisas na área.

Observatório

O Observatório de Segurança Viária funcionará no Campus da Unifor e abrigará o Portal, contribuindo, ambos, para reverberar a discussão de soluções para os acidentes de trânsito em Fortaleza. “A Organização Mundial da Saúde considera o fenômeno da acidentalidade no trânsito como uma epidemia e um problema de saúde pública. A cada ano, 1,3 milhão de pessoas morrem em decorrência de acidentes de trânsito no mundo”, frisa professor Vasco Furtado.

“Entendemos o observatório de segurança viária como um importante ambiente para reverberar o tema e conscientizar a população sobre a dimensão do problema. No entanto, mais importante é a possibilidade de prevenção de fatalidades e sequelas graves decorrentes de acidentes”, acrescenta Ezequiel Dantas, coordenador de Dados da Iniciativa Bloomberg para segurança global do trânsito e professor da Unifor.

Conselho Municipal

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, aproveitará a oportunidade para assinar também o ato de criação do Conselho Municipal de Segurança Viária do município, reunindo representantes dos setores público e privado, academia, imprensa e sociedade civil.

Segundo Luis Alberto Saboia, secretário-executivo de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza, o grupo terá o objetivo de discutir temáticas específicas da acidentalidade no trânsito, aumentando o nível de conscientização sobre o tema em suas instituições representadas.

Fortaleza será sede do Intercom Nordeste 2017

Fortaleza será sede, nos próximos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho, do encontro da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), regional Nordeste. Vai acontecer no Centro Universitário Estácio. Entre convidados, a presidente da Federação Nacional de Jornalista, Maria José Braga.

O Intercom Nordeste 2017 terá como coordenador local o professor e mestre Valente Júnior. Trata-se de um evento de grande porte, que já conta com mais de dois mil pesquisadores e estudantes inscritos. Hora de discutir situação atual da comunicação nestes tempos de internet.

Programação

*29/06/2017

A partir de 8:00 | Credenciamento

8:00 – 12:00 | Oficinas e minicursos

10:00 – 12:00 | Mesa Temática 1 – Empregabilidade em Comunicação

Palestrantes:

Prof. Pós-Dr. Kleber Nogueira Carrilho, representante do ENSICOM (Seminário sobre o Ensido de Graduação em Comunicação Social) e membro da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). É Pós-doutor em Sociologia pela Université de Paris V – Descartes, doutor e mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, especialista em Comunicação e Marketing pela Faculdade Cásper Líbero.

Profa. Dra. Beatriz Schmidt de Araújo, Mestre e Doutora em Comunicação e Cultura e atualmente Gestora Nacional dos Cursos do Eixo Economia Criativa da Universidade Estácio de Sá. Atua principalmente nos campos de comunicação, educação, mídia, recepção e redes sociais, Publicidade e Jornalismo.

Mediadora:

Aline Maria Grego Lins, Doutora em Comunicação e Semiótica, Mestre em Educação e Diretora Regional da Intercom no Nordeste. É professora da Universidade Católica de Pernambuco, onde também integra os Grupos de Pesquisa de Cultura e Mídia Contemporânea, e autora do livro Alfabetização do Olhar.

13:00 – 17:00 | Oficinas e Minicursos

13:00 – 17:00 | Expocom

18:30 – 19:00 | Atividade Cultural

19:00 – 21:30 | Solenidade de abertura – Conferência “Intercom 40 anos: Memórias e Histórias da Comunicação”, com Felipe Pena, jornalista, escritor, psicólogo, Doutor em Literatura pela PUC-Rio, Pós-Doutor pela Université de Paris/Sorbonne III e professor da Universidade Federal Fluminense.

Participação: Profa. Dra. Aline Grego, Diretora Regional da Intercom no Nordeste, e Prof. Me. Francisco Moura Valente Junior, Coordenador do Intercom Nordeste 2017.

*30/06/2017

8:00 – 12:00 | Expocom

8:00 – 10:00 | Divisões temáticas (DT’s)

10:00 – 12:00 | Mesa Temática 2 – Desafios e Oportunidades da Comunicação Contemporânea no Mercado Regional

Palestrantes:

Maria José Braga, jornalista e Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).

Ana Celina Bueno, publicitária e Conselheira Fiscal da Federação Nacional das Agências de Propaganda (FENAPRO).

Mediador:

Ismar Capistrano Costa Filho, jornalista, Doutor em Comunicação e coordenador de curso da UFC, milita pela democratização da comunicação, tendo participado da fundação de rádios comunitárias, da organização da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço) e da Conferência Nacional de Comunicação.

14:00 – 20:00 | Expocom

14:00 – 19:00 | Divisões temáticas (DT’s)

13:00 – 18:00 | Intercom Jr.

19:00 – 20:00 | Atividades culturais e lançamento/divulgação de publicações científicas

*1º/07/2017

8:00 – 10:30 | Intercom Jr.

10:30 – 12:30 | Mesa Temática 3 – Produção e Consumo de Conteúdo Transmídia em Tempos de Comunicação Pós-Digital

Palestrantes:

Prof. Me. W. Gabriel de Oliveira, especialista em Novas Tecnologias e Educação, Consultor de Marketing Digital e Digital Branding, com certificação Google Adwords, e professor de Marketing, Inteligência de Mercado, Planejamento Estratégico e E-commerce.

Prof. Dr. Juliano Domingues, jornalista, cientista social, Mestre e Doutor em Ciência Política e estudou análise de tomada de decisão na University of California, em Los Angeles. Atualmente coordena o Programa de Pós-Graduação em Indústrias Criativas da Universidade católica de Pernambuco e desenvolve pesquisa de pós-doutorado vinculado ao Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital da Universidade Federal da Bahia.

Mediador:

Evandro Cavalcante Ferreira Gomes, Prof. Me. do Centro Universitário Estácio do Ceará nas áreas de Administração, Marketing, Jornalismo, Publicidade e Novas Tecnologias Digitais. Na pós-graduação é professor do curso de Comunicação e Marketing em Mídias Digitais, área em que atua com foco no Marketing Digital, Marketing Esportivo e Economia Criativa.

13:30 – 17:00 | Intercom Jr.

17:00 – 20:00 | Solenidade de encerramento / Premiação Expocom.

Quando um programa de educação tem continuidade

Com o título “Tecendo a manhã da educação”, eis artigo de Sofia Lerche, pesquisadora do CNPq e professora da Uece, destacando os 10 anos do Programa de Alfabetização na Idade Certa (PAIC), do governo estadual. “Os resultados de hoje são fruto de um longo processo de maturação, em que se construiu uma robusta rede de colaboração e uma mobilização pela educação”, diz a pesquisadora. Confira:

Em “Tecendo a Manhã”, o poeta João Cabral de Melo Neto descreve o movimento do nascer ao clarear do dia, tecido pelos gritos de galos que, em sintonia não planejada, constroem a manhã. Para além da magistral arquitetura do verso, o texto comporta uma analogia com o processo de cooperação humana, contribuindo para refletir sobre este elemento estratégico ao sucesso de uma política pública.

O que explica o fato de que algumas boas iniciativas permanecem e outras não? No fim dos anos noventa, Judith Tendler, pesquisadora norte-americana recentemente falecida, estudou programas dos governos Tasso Jereissati e Ciro Gomes. Em “Bom governo nos trópicos” (2002), a autora credita o sucesso dos mesmos ao compromisso e reconhecimento dos agentes públicos, bem como à descentralização de ações públicas. Com Lúcio Alcântara, boas práticas tiveram continuidade e aliaram-se à “gestão por resultados”, estratégia de validação de avanços necessários durante a vigência de um acordo com o Banco Mundial.

Tais condições, aliadas à cooperação financeira e técnica entre o Estado e os Municípios, criaram condições propícias a outras ações. Uma delas foi a criação do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, iniciativa conjunta da Assembleia Legislativa (capitaneada pelo então deputado Ivo Gomes), Secretaria de Educação e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), à qual se somaram inúmeros outros parceiros.

Inspirado nas boas práticas de gestão iniciadas em Sobral, o relatório do trabalho desenvolvido pelo Comitê (2006) mostrou um caminho a percorrer. O que vem depois, é bem conhecido de todos: o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic), ícone da política educacional do Ceará.

Ao comemorar, com razão, dez anos desta bem-sucedida política, é oportuno lembrar que os resultados de hoje são fruto de um longo processo de maturação, em que se construiu uma robusta rede de colaboração e uma mobilização pela educação. O Paic é motivo de orgulho e deixou importante legado. Mas é preciso ter humildade. Tal como nos dizia o escultor de palavras pernambucano, “um galo sozinho não tece uma manhã: ele precisará sempre de outros galos. De um que apanhe esse grito que ele e o lance a outro (…) para que a manhã, desde uma teia tênue se vá tecendo, entre todos os galos”. Governos passam, princípios permanecem. A manhã da educação, apenas começa a entretecer-se. Luz balão.

Sofia Lerche Vieira

sofialerche@gmail.com

Pesquisadora do CNPq e professora do Programa de Pós-Graduação da Uece

Defensoria Pública do Ceará inaugura escritório em Brasília

Mariana Lobo e Mônica Barroso

A Defensoria Pública do Ceará vai inaugura, ás 19 horas da próxima quarta-feira, um escritório em Brasília para acompanhar as ações e recursos dirigidos aos Tribunais Superiores. Terá como titular a defensora pública Mônica Barroso.

A inauguração desse novo espaço, segundo a titular da Defensoria Pública do Estado, Mariana Logo, representa “a ampliação do acesso à justiça da população mais vulnerável do Ceará, a fim de garantir que os assistidos estejam representados até as últimas instâncias em busca de seus direitos.”

A instalação e manutenção do escritório foi possível com a assinatura de um termo de cooperação técnica, em setembro de 2016, entre Defensoria Pública do Ceará e a de São Paulo, que também compartilhará o espaço.

SERVIÇO

*A sede funcionará no Escritório Venâncio, 2000 (Setor Comercial Sul, Quadra 8, Bloco B60, 3 andar, sala 308 – 311 – Asa Sul, Brasília).

(Foto – Paulo MOska)

Juízes Mauro Ferreira Liberato e Francisco Carneiro Lima são eleitos novos desembargadores do TJCE

Em sessão realizada nesta segunda-feira (26), o Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) escolheu dois novos desembargadores. O juiz Mauro Ferreira Liberato foi promovido por merecimento, enquanto o magistrado Francisco Carneiro Lima teve o nome confirmado pelo critério de antiguidade.

O primeiro assumirá o cargo em decorrência da morte de Francisco Barbosa Filho (30 de março deste ano). Já o segundo ocupará a vaga que surgiu com a aposentadoria de Luiz Gerardo de Pontes Brígido, publicada em 17 maio de 2017.

O presidente do TJCE, desembargador Gladyson Pontes, que conduziu a sessão, destacou que são “excelentes magistrados e já demonstraram isso nas suas respectivas unidades. Certamente, contribuirão para a melhor performance do nosso Tribunal”.

Para Francisco Carneiro, a ascensão coroa o trabalho realizado desde o ingresso na magistratura. “Ser magistrado é um ônus, porque a gente julga pessoas. Mas sempre fazemos isso tentando julgar da melhor maneira possível.”

Conforme Mauro Liberato, o momento é o ápice da carreira de um juiz. “O caminho é árduo e hoje conquistamos essa vitória. As expectativas são as melhores possíveis. Vamos trabalhar em prol da nossa instituição, para aprimorar.”

Os principais momentos foram transmitidos ao vivo pela página do Tribunal no Facebook. O juiz Mauro Liberato concorreu com mais 19 magistrados ao cargo. Eles receberam notas durante votação aberta, nominal e fundamentada, referentes ao desempenho, produtividade, presteza no exercício das funções, aperfeiçoamento técnico e adequação da conduta ao Código de Ética da Magistratura Nacional. Já Francisco Carneiro foi aclamado pelos desembargadores porque era o magistrado há mais tempo na lista de antiguidade.

(TJCE)

Tudo pronto para o I Chitão de Caucaia

580 1

Será aberto, a partir das 18 horas desta terça-feira, o I Chitão de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). A promoção, da prefeitura deste município, com apoio do Governo do Estado, vai se estender até o dia 2 de julho reunido 35 quadrilhas juninas em dois festivais, shows de forró e barracas de comidas típicas em um ambiente decorado para receber famílias do município e visitantes.

O I Chitão está sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura. “Caucaia é a segunda maior cidade do Ceará. Não pode ficar de fora do calendário de festas juninas. A cada ano, nós vamos buscar mais parceiros para a festa ser maior e melhor. Ela gera renda e movimenta a cidade”, afirma o prefeito Naumi Amorim.

Treze quadrilhas do município participarão do Festival. A premiação será de R$ 5 mil (cinco mil) para a primeira colocada, de R$ 3 mil (três mil) para a segunda colocada e de R$ 2 mil (dois mil) para a terceira colocada. A premiação será destinada a duas categorias: adulto e infantil.

Shows

Além das quadrilhas, o Chitão terá shows com tradicionais nomes do forró cearense. Na sexta-feira (30/6), subirão ao palco o cantor Toca do Vale e o caucaiense Adauto do Acordeon.

No sábado (1º/7), o show será do cantor Felipão. Haverá em seguida apresentação da cantora Vanessa Barros, natural de Caucaia, e da banda Brasas do Sertão. Encerrando a agenda de shows, o domingo (2/7) será animado por Forró Real e Matheus Bill.

SERVIÇO

*Cras Sede, antigo CSU – Rua José de Pontes, s/n, no Açude.

Maracanaú e Caucaia receberão o projeto “Galera do DNIT”

O Ceará vai receber, na próxima quinta-feira, a “Galera do DNIT”. Trata-se de um projeto coordenação pela área de Engenharia de Trânsito do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes, em Brasília, que tem como principal objetivo educar as crianças para o trânsito e torná-las fatores multiplicadores das ações realizadas. Mais de 2.200 crianças já participaram do projeto itinerante Galera do DNIT no primeiro semestre deste ano, segundo a coordenação geral.

Realizado em escolas públicas localizadas até um quilômetro de distância das rodovias federais, onde há movimento grande de veículos e comunidades ao redor, a iniciativa já passou pelas cidades de Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT) e Araguaína (TO). Nela, os alunos aprendem a teoria e prática sobre a importância da gentileza no trânsito, noções de sinalização e de comportamento seguro.

Na área externa de cada uma das escolas, é instalado um circuito de trânsito onde as crianças percorrem todo o caminho como pedestres e ciclistas, enquanto aprendem, na prática, as principais formas de sinalização. Também faz parte das brincadeiras um jogo de tabuleiro gigante, que traz diversas situações de segurança e risco no trânsito.

DETALHE – No Ceará, o projeto passará pelos municípios de Maracanaú e Caucaia.

(Foto – Divulgação)

No dia em que conta d’água aumenta, secretário comemora recuperação financeira da Cagece

Com o título “Boas novas na Cagece”, eis artigo do secretário estadual do Planejamento, Maia Júnior, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ele comemora a situação financeira da companhia que, por sinal, adota, a partir de hoje nova tarifa, pois ganhou reajuste de 12,9%. Confira:

Em meados de 2016 alertamos sobre os fracos resultados operacionais e financeiros da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Com dados do balanço da própria empresa, era possível concluir que havia um aumento significativo de despesas sem a contrapartida de investimentos na ampliação de serviços.

Havia uma tendência preocupante – mesmo considerando os efeitos sazonais: escassez de chuvas e o consequente aumento na demanda por água para consumo humano, da agropecuária e da indústria…

Seis meses depois, estamos diante de novas perspectivas no plano financeiro para a Cagece. Do ponto de vista contábil, após dois anos de prejuízo, a Companhia registrou lucro de R$ 130,2 milhões em 2016.

O indicador Ebtida (lucro antes dos impostos, despesas financeiras, depreciações e amortizações), o mais apreciado pelo mercado, avançou para 21% em relação a receita líquida. Bom, mas talvez ainda não suficiente para festejar.

A análise detalhada dessa reversão positiva dos números da Cagece não cabe nesse texto, pois são muitas as varáveis e as ponderações. Contudo, é inegável que a empresa está avançando.

Mas dessa história talvez a coisa mais preciosa que possamos extrair é o fato de que, quando há seriedade e compromisso, é possível obter resultados rápidos, mesmo na esfera pública.

Havendo consciência de que empresas estatais não precisam arcar com prejuízos seguidos para favorecer projetos políticos eleitorais, já estamos no rumo certo.

Por outro lado, se empresas emblemáticas para o país, como a Petrobras, forem usadas com viés que ignorem regras consagradas de mercado, estamos em marcha acelerada rumo ao descaminho. Para nossa sorte, não parece ser essa a tradição do estado do Ceará nem da Cagece.

Ainda assim, é fato que precisamos exigir mais da Cagece, buscar resultados que não reflitam apenas avanços financeiros, mas também se traduzam em eficiência operacional.

Em 2016, o número de ligações ativas de água cresceu num ritmo 40% menor do que no ano anterior. As perdas na distribuição de água continuam elevadas – e isso não é bom sinal para um Estado historicamente dependente de recursos hídricos. Claro, isso também guarda relação direta com a estiagem de cinco anos seguidos no Ceará. Mas podemos mais.

Precisamos, sem paixões, por exemplo, refletir sobre como levar serviços essenciais (água e esgoto) com maior velocidade às camadas sociais mais necessitadas. Esse é o grande desafio.

*Maia Júnior

maia.junior@seplag.ce.gov.br

Secretário do Planejamento e Gestão do Ceará.

Heitor se solidariza com Danilo Forte na luta pela recuperação do comando do PSB do Ceará

O deputado estadual Heitor Férrer esteve reunido, nesta manhã de segunda-feira, 26, com o deputado federal Danilo Forte. Os dois discutiram o cenário político partidário nacional e local, principalmente a destituição de Danilo da presidência estadual do PSB por apoiar as reformas do governo Temer. O comando da legenda passou para o deputado federal Odorico Monteiro, que era presidente estadual do Pros. Heitor é do PSB e Danilo entrou com ação  no TSE para tentar recuperar o comando partidário.

“Estou inteiramente associado à luta judicial do deputado Danilo Forte, no intuito de reverter a decisão do partido que o destituiu da presidência do PSB local que construímos juntos” adisse Heitor, que é o presidente do PSB Fortaleza. Com Heitor, há um manifesto assinado por 80 presidentes do PSB nos municípios.

“Sou grato e fico feliz à solidariedade do deputado Heitor Férrer que junto chegou ao partido conosco em setembro de 2015. De lá pra cá trabalhamos para que o PSB passasse a existir no contexto local, participasse das eleições municipais, incluindo Fortaleza, onde defendemos o nome do próprio Heitor. E agora não podemos voltar atrás”, disse Danilo Forte.

(Foto – Divulgação)

Dandara vive entre nós

Com o título “Dandara vive entre nós”, eis artigo da jornalista Iana Soares, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ela apregoa a luta contra preconceitos. Confira:

Dandara não conseguiu ir à Parada da Diversidade Sexual que aconteceu ontem, em Fortaleza. Foi xingada, apedrejada, torturada e assassinada com tiros, aos 42 anos, no dia 15 de fevereiro. Vivemos em uma cidade onde pessoas escolhem quem deve morrer a partir do gênero ou da orientação sexual. Há quem diga que a morte de Dandara é uma exceção ou aponte como fato isolado, mas é o ápice de gestos cotidianos que violentam a vida de gays, lésbicas, bissexuais, transgêneros, travestis, não-binários e de todo aquele que não cabe na caixinha da heterossexualidade.

Há alguns dias, os jornalistas Thaís Jorge e Gleison Oliveira, do Globoesporte.com, publicaram uma reportagem sobre a relação de pessoas LGBT com o esporte, narrando tanto casos de homofobia, como também de empoderamento (glo.bo/2rNndY6). Uma das protagonistas da matéria era a Lívia Soares, atleta de taekwondo e minha irmã. Na entrevista, ela diz que não está aqui para ser tolerada, mas para existir. E ela existe de mil maneiras incríveis: luta, faz filmes, fotografa, arrasa na bicicleta, toca pandeiro, namora, dança de um jeito bonito, sonha e é lésbica enquanto faz tudo isso e muito mais.

Nos comentários, mais de 50 pessoas se dedicaram a espalhar ódio. O cotidiano das pessoas LGBT é permeado de ofensas diretas e indiretas, em gestos e palavras de desconhecidos e pessoas próximas. Admiro a coragem da Lívia, que transforma o mundo, apesar dos que insistem na violência. Afirmar a diversidade é uma luta de todos. É necessário questionar a piada homofóbica, o olhar atravessado, as ironias constantes. Silenciar é também uma agressão.

Se ainda acha “errado” ou “estranho” a diversidade do desejo, questione que o errado pode ser você. Nesses dias de orgulho LGBT, que devem ser todos os dias, ao ver duas mulheres se beijando no meio da rua, entenda que ali existe uma forma justa de amor. Ao ver dois homens de mãos dadas, celebre a existência do afeto, do respeito. Colorido, o mundo se torna um lugar melhor.

*Iana Soares

ianasoares@opovo.com.br

Jornalista do O POVO

Conflitos fundiários na Zona Costeira serão tema de audiência pública na Assembleia Legislativa

O deputado estadual Renato Roseno (PSOL) vai promover, a partir das 14 horas desta terça-feira, no Complexo das Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa, uma audiência pública para discutir o tema “Conflitos Fundiários na Zona Costeira”.

Movimentos sociais, ONGs e universidades, além dos principais órgãos públicos responsáveis pela regularização e pela gestão territorial no Ceará, foram convidados para o debate.

Entre eles, o Incra e a Semace, responsáveis, respectivamente, pela demarcação das terras e pelo licenciamento dos empreendimentos imobiliários e econômicos na região.

Avenida do Expedicionários – Um canteiro de lixo

Está na hora de alguém da Prefeitura de Fortaleza ir conversar com moradores e donos de pequenos comércios ao longo da Avenida dos Expedicionários, mais precisamente entre as avenidas Borges de Melo e Eduardo Girão.

Nessa área, há, por exemplo, vilas onde o carro da Ecofor não entra, no que faz muitos deixarem jogarem o lixo no canteiro central. O resultado é esta paisagem absurda, quase que diariamente.

(Foto – Paulo MOska)

Duas novas togas no Judiciário do Ceará

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará fará sessão, a partir das 10 horas desta segunda-feira, em sua sala de sessões, para escolher dois novos desembargadores. Um por merecimento, na vaga aberta com a morte  do desembargador Francisco Barbosa; e outra pelo critério da antiguidade, que surgiu com a aposentadoria do desembargador Luís Gerardo Brígido.

Não será surpresa para este Blog se forem eleitos o juiz Mauro Liberato para a vaga de merecimento e o  juiz Francisco Carneiro Lima para preencher a vaga pelo critério de antiguidade.

Prefeitura quer instalar uma roda-gigante na área do espigão

A Ponte Metálica e os espigões da orla da Praia de Iracema e Meireles devem receber equipamentos temáticos a partir do segundo semestre. A Prefeitura estuda Parcerias Público-Privadas (PPPs) para a revitalização dos locais. Segundo o secretário do Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira, a iniciativa já é negociada com empresas interessadas, mas o chamamento deve ser anunciado em setembro.

A ponte deve ser voltada à cultura e gastronomia. No espigão da Desembargador Moreira, é projetado parque de diversões até com roda-gigante — “um ícone, assim como em Londres”, segundo Pereira. Já o espigão da João Cordeiro reuniria “as coisas do mar”. E, no da Rui Barbosa, o ar seria o tema, com heliponto previsto para facilitar passeios aéreos pela orla.

O anúncio foi feito no lançamento do projeto Pôr do Sol na Praia de Iracema, ontem. Acompanhado por centenas de vozes de todas as idades, Wave, de Tom Jobim, foi uma das músicas apresentadas pelo pianista Felipe Adjafre. As apresentações do pianista seguem sempre no último domingo de cada mês com convidados. O primeiro foi o saxofonista Helano Pereira. O Mercado dos Peixes também receberá programação, no segundo domingo de cada mês. No dia 9 de julho, o cantor Fagner será atração.

A empresária Circe Ponte, 53, soube do espetáculo de ontem pelas redes sociais. Acompanhada do marido Fernando Alves, 62, ouviu canções como O Barquinho (Ronaldo Bôscoli e Roberto Menescal) e Olha (Roberto e Erasmo Carlos). “É necessária a revitalização da Praia de Iracema. O projeto promove a combinação da beleza do lugar com cultura e turismo”, elogiou ela.

Convidado por uma amiga, o guia de turismo Erivaldo Lucena era outro espectador. “Isso é o que Fortaleza merece. O lugar tá bem abandonado, em situação precária, e precisa ser reformado, mantendo esses eventos, com certeza”. A deterioração da ponte foi noticiada pelo O POVO no último dia 14. A Prefeitura deve assumir a gestão do espaço. O secretário do Turismo revelou que, antes disso, providências devem ser tomadas. “Pedi para o Governo do Estado dar ‘uma geral’ na ponte para que a gente a receba pelo menos recuperada”, revelou Alexandre.

(O POVO)