Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Deputado destaca da tribuna da Câmara os 30 anos do Projeto Mudancista de Tasso Jereissati

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=-dH2_hD2Hk0[/embedyt]

O deputado federal e vice-presidente do PSDB cearense, Raimundo Gomes de Matos, ocupou a tribuna da Câmara nesta quinta-feira. Ele fez um pronunciamento para destacar os 30 anos da implantação do Projeto Mudancista implantado pelo então governador Tasso Jereissati, hoje senador da República.

Raimundo Gomes destacou a coragem de Tasso em enfrentar os coronéis e implantar mudanças drásticas na máquina, virando exemplo para o Pais em sua época. O parlamentar lembrou que ainda hoje grandes obras deixadas pela Era Tasso continuam beneficiando o cearense como Castanhão e Porto do Pecém e o Aeroporto Internacional Pinto Martins.

O tucano lembrou ainda a luta do então governador Tasso Jereissati contra a mortalidade infantil, o que foi reconhecido com premiação do Unicef.

Prefeito de Canindé é afastado pouco mais de um mês de concluir seu mandato

140 1

celso-crisostomo-1

A pouco mais de um mês para o fim do seu mandato, o prefeito do Canindé, Celso Crisóstomo (PT), foi afastado do cargo mais uma vez, dessa vez por, entre outras coisas, suspeita de desmonte no município.

Além dele, o secretário de finanças Arlindo Andrade também sofreu afastamento por meio da decisão da 2ª Vara de Justiça de Canindé , atendendo ao pedido da Procuraoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (Procap) (Procap), do Ministério Público do Estado (MPCE).

O órgão tomou como base os relatórios de fiscalização feita em parceria com o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), através de visitas a Canindé.

Segundo as Promotorias de Justiça de Canindé, o pedido se justifica pela possibilidade de desaparecimento, maquiagem ou montagem de provas e documentos que poderia comprovar a ausência de repasse dos valores de empréstimos consignados à instituição bancária, além de outras irregularidades e práticas danosas ao patrimônio público e moralidade administrativa durante a transição de governo.

Acusações

De acordo com o MPCE, mais de mil servidores de Canindé estão com pendências financeiras no mês de setembro. “O Poder Público Municipal vem descontando em folha os valores dos empréstimos consignados de seus servidores, mas, ao invés de repassá-los à instituição bancária, acaba por desviá-los (…), dando aos recursos destinação diversas”, explica a titular da 1ª Promotoria de Justiça de Canindé, Larissa Teixeira, na ação cautelar preparatória de ação de improbidade administrativa.

O relatório da fiscalização do TCM, realizado nos dias 24 a 26 de outubro, mostra que a Prefeitura de Canindé possui débito de mais de dois milhões de reais com a financeira referente aos empréstimos consignados e, somando-se as pendências de exercícios anteriores, de janeiro a outubro de 2013, a cifra chega a R$ 4.500.089,04 reais.

Chegaram ainda, às Promotorias de Canindé, relatos formais e informais que evidenciam “a ocorrência de descontinuidade ou precarização dos serviços públicos essenciais mais sensíveis à população local, bem como a exoneração em massa de agentes públicos e atraso em seus salários”, denunciam os promotores de Justiça Diego Barroso e Larissa Teixeira.

Outro agravante é a suspeita de tentativa de obstrução à Justiça, com “a negativa e retardo em franquear aos técnicos inúmeros documentos solicitados, constatou-se a ousadia dos agentes públicos lá presentes em realizar a ‘montagem’ de inúmeros procedimentos simultaneamente à realização da inspeção”, conta na petição inicial.

“Foi constatada pela equipe técnica uma absoluta desorganização administrativa, não havendo inicialmente sido fornecidos meios/documentos para viabilizar a inspeção. Ausentes, ainda, os responsáveis pelas pastas administrativas para responderem diretamente à comissão do TCM, como mais uma forma de dificultar a inspeção”.

Outro lado

Por meio da sua página do Facebook, ele afirmou que seu afastamento provsório, “na prática visa o dinheiro da indenização dos professores”.

Veja a publicação:

“Tudo aconteceu assim:
1° – Fui muito perseguido nestes 4 anos;
2° – Perdi a eleição e queriam me afastar pela Câmara – dizem que sairia caro
3° – Fizeram 30 denúncias no TCM para dizer que Canindé estava no desmonte
4° – TCM veio e alegaram que funcionários dificultaram acesso aos documentos
5° – Juiz determina afastamento pelas seguintes razões:

1 – Repasse dos Consignados para a Caixa
Dia 10/11 passei R$ 492.399,59 e muito da dívida foi também do Paulo Justa
2 – Repasses para o IPMC foram feitos no
dia 10/11 no valor R$ 924.837,16
3 – Demais questões contábeis serão defendidas conforme notificação

Existe uma indenização de 68 milhões motivando a oposição e será que vão pagar aos Professores(as)?” (sic).

Além do afastamento cautelar, a 1ª Vara da Comarca de Canindé já havia atendido ao pedido do MPCE, isolando o gabinete do Prefeito e a sala de contabilidade da Secretaria de Finanças do município para não haver destruição ou modificação de provas. O juiz decretou ainda que a Câmara Municipal de Canindé seja comunicada para que adote todas as providências necessárias.

Cabe recurso à decisão, mas, como Celso não conseguiu ser reeleito, ele pode não voltar mais ao cargo. Em 2015, Celso foi afastado duas vezes do cargo. Em junho, foi condenador por improbidade administrativa e perdeu a função pública e teve os bens bloqueados por decisão do MPCE.

Em setembro, foi cassado pela Câmara dos Vereadores do Município por encontrar irregularidades na Contribuição de Iluminação Pública (CIP). À época, ele conseguiu reverter as duas decisões.

(Com POVO Online e MPCE)

Assembleia Legislativa comemora o Dia da Literatura Cearense

155 1

Nesta quinta-feira, às 19 horas, a Assembleia Legislativa realiza promoverá sessão solene para homenagear personalidades que se destacaram nas letras no Estado. A iniciativa é do deputado Heitor Férrer (PSB), em requerimento subscrito pelo deputado Bruno Pedrosa (PP), e comemora o Dia da Literatura Cearense, celebrado na data do aniversário da escritora Rachel de Queiroz, 17 de novembro.

Heitor Férrer destaca que a comemoração do Dia da Literatura é prevista na lei estadual 13.411, de autoria do ex-deputado Adahil Barreto, publicada no Diário Oficial em 15 de dezembro de 2003.

Entre os qu receberão a homenagem estão o presidente da Academia Maracanauense de Letras, Alan Kardec Marinho, o crítico literário Dimas Macedo, a escritora Maria Bezerra, o historiador Jarbas Botelho, o escritor João Soares e o programa “Autores e Ideias” da rádio FM Assembleia, produzido e apresentado por Lilian Martins.

Camila Pitanga apresentará peça no Interior cearense

camilla

Depois de estreia e apresentações da peça em Fortaleza, no Theatro José de Alencar, em agosto de 2013, o espetáculo “O Duelo”, que tem a atriz Camila Pitanga no elenco, agora percorrerá os municípios do sertão cearense: Iracema (de 24 a 27 deste mês), Arneiroz (de 1º a 4 de dezembro) e Lavras da Mangabeira (de 8 a 11 de dezembro) onde encerra o ciclo iniciado em 2013 com pesquisa, oficinas e ensaios abertos ao público. As apresentações serão gratuitas.

A mundana companhia (com iniciais minúsculas mesmo), sediada na cidade de São Paulo, realizou uma grande imersão artístico-cultural por três municípios do sertão cearense no ano de 2013. A pesquisa resultou na estreia, em Fortaleza, da peça ‘O Duelo’, baseada em novela homônima do escritor russo Anton Tchekhov.

“Quando estávamos fazendo residência artística no sertão do Ceará, fomos incorporando à linguagem do espetáculo elementos plásticos e estéticos que tornam esta região brasileira semelhante ao Cáucaso, lugar onde se passa a trama. O calor, as conversas nos balneários, as noites claras, as cadeiras nas calçadas, a bebida alcoólica no dia a dia das pessoas, o provincianismo, o machismo… são alguns desses elementos. Como sou de origem sertaneja, de Lavras da Mangabeira, quis levar a companhia da qual faço parte para aquele trabalho de pesquisa e ensaios nas cidades do interior do Ceará. Agora, três anos depois, vamos fechar o ciclo deste trabalho com quatro apresentações em cada uma dessas cidades”, explica o ator, produtor, co-fundador e diretor da mundana companhia, Aury Porto.

Se em 2013 a escolha do Ceará teve motivos afetivos e de intercâmbio cultural, com o objetivo de investigar e extrair semelhanças entre o enredo da peça e entre duas regiões tão distantes do planeta (Cáucaso e sertão cearense), agora o momento é de celebrar a troca de experiências que ocorreram entre os artistas da mundana companhia e os moradores das três cidades.

História

“A história dos personagens em Tchekhov é feita de rupturas, do estrangeiro que se sente deslocado, do preconceito, do confronto ideológico dentro da pequena burguesia, do desencontro amoroso e do ódio pelas diferenças. Curiosamente, no início da atual divisão ideológica da sociedade brasileira, durante as manifestações de junho de 2013, estávamos fazendo a nossa pesquisa naquelas cidades. Agora, temos o dever de trazer essa componente política com mais clareza e força para o nosso espetáculo.”, explica Aury Porto, enfatizando que será realizado um debate em cada cidade sobre educação, teatro e política.

Elenco e Cidades

No elenco apenas duas mudanças. O ator Fredy Allan será substituído pela diretora e atriz Georgette Fadel e o ator Sérgio Siviero pelo ator Mariano Mattos Martins. Os outros integrantes do elenco são os mesmos da estreia: Aury Porto, Camila Pitanga, Carol Badra, Guilherme Calzavara, Otávio Ortega, Pascoal da Conceição e Vanderlei Bernardino.

As cidades, explica Aury, não foram escolhidas ao acaso. Estão localizadas em regiões diferentes do Estado, têm poucos habitantes como a cidade do enredo, e carregam em suas histórias o drama do duelo através da prática da pistolagem. “Isso, sem dúvida, precisava estar incorporado ao nosso duelo ficcional”, finaliza Aury.

SERVIÇO

Horário: 19h com 3h20min de duração e 20 min de intervalo

Locais de cada cidade: Serão divulgados no dia 21 de novembro

A cada dia de apresentação serão distribuídos 100 ingressos gratuitos, sempre às 14 horas. Local a ser divulgado.

Mais informações:

www.facebook.com/mundanacia

www.mundanacompanhia.com

www.sinalcriativo.com

Sergio Moro só existe porque há democracia

130 2

Sergio-Moro

De Guálter George, editor-executivo de Conjuntura do O POVO sobre invasão registrada, nessa quarta-feira, no plenário da Câmara. O grupo apregoava a volta da ditadura militar. Confira:

Como é confusa a cabeça dessa gente que tem aproveitado o ambiente político nacional tenso e desarticulado para apresentar sua pauta antidemocrática que inclui bizarrices como um apelo por intervenção militar já.

O pequeno e agitado grupo que invadiu ontem o plenário da Câmara, em Brasília, pedia um general no poder com a mesma força que exaltava o nome do juiz Sérgio Moro. Amigos, uma coisa ou outra.

Moro é fruto do que somente uma democracia pode oferecer, com seus limites definidos de liberdades e responsabilidades. No regime militar, necessariamente caraterizado pela força centralizadora de um poder – o Executivo, não há espaço para uma justiça capaz de punir malfeitos independente do tamanho político ou econômico de que os cometa.

Portanto, o contexto que apela pela volta dos militares necessariamente precisa excluir uma ode ao juiz que toca a Lava Jato com mãos firmes. Não há rima.

*Guálter George

Editor-executivo de Conjuntura do O POVO.

Ceará terá primeiro mestrado em Ciências Contábeis

Será lançado neste mês de novembro o edital de seleção para a primeira turma do Mestrado em Ciências Contábeis do Ceará. A informação é do Conselho Regional de Contabilidade, que participou da elaboração do projeto.

A autorização foi dada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ao convênio formado pela Fundação Instituto Capixaba de Pesquisa em Contabilidade, Economia e Finanças (Fucape) e Faculdade CDL.

As aulas começarão no primeiro semestre de 2017. Serão oferecidas 30 vagas para graduados em Ciências Contábeis, Administração e carreiras afins. A previsão inicial é a de que a seleção seja realizada entre dezembro e janeiro próximos.

A saúde diagnosticada por quem milita na área

lineuu

O médico Lineu Jucá, que já foi candidato a vice-prefeito, postulante à Câmara Municipal e até assessor do ex-ministro Ciro Gomes quando ele ocupou a Secretaria da Saúde do Ceará, acaba de lançar um livro: “A doença da saúde”.

São reflexões, em forma de crônicas e artigos publicados na imprensa local, abordando a velha crise da saúde do País. Lineu aborda o fato com a experiência também de quem socorre pacientes nos corredores da maior emergência do Estado: o IJF Centro.

Prefeitura de Catarina é alvo de operação da Ministério Público Estadual

Nesta quinta-feira, a Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), do Ministério Público do Ceará, desencadeou a “Operação Túnel do Tempo” no município de Catarina. Após autorização do juiz Francisco Carneiro Lima, os promotores de Justiça e assessores da Procap Ronald Fontenele e Guilherme de Lima, com o apoio da Polícia Civil, cumpriram mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura Municipal.

O MPCE está investigando a contratação irregular de servidores comissionados e temporários na Prefeitura durante a gestão do atual prefeito. Além disso, há indícios de falsificação de uma lei municipal do ano 2000 com a finalidade de camuflar irregularidades ludibriar as investigações.

(Site do MP-CE)

Presidente da CVC Turismo dará palestra em Fortaleza

guilhermpaulus

O presidente da agência de turismo CVC, Guilherme Paulus, estará em Fortaleza na próxima terça-feira (22). A informação é do presidente do Sindihoteis do Estado, Manuel Cardoso Linhares.

Atendendo a um convite do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), da Federação do Comércio do Ceará, ele fará palestra sobre “Empreendedorismo – Cases de Sucesso CVC e GJP Hotéis”, no Centro de Eventos.

Bom lembrar que a CVC é a agência que mais envia pacotes turísticos para o Ceará.

E a justiça calou a imprensa para proteger um juiz…

136 2

Com o título “E a justiça calou a imprensa para proteger um juiz…”, eis artigo de Paulinho Oliveira, jornalista e servidor do Poder Judiciário do Ceará. Ele lamenta a decisão de juiz que proibiu O POVO de mencionar nome de magistrado envolvido em suposto esquema de venda de decisões judiciais. Confira:

O crime do Jornal O POVO, de Fortaleza, foi dar publicidade a um fato público e notório. Um magistrado de primeira instância da capital cearense era investigado como um dos envolvidos no suposto esquema de venda de decisões judiciais. De repente, uma decisão do juiz da 10ª Vara Cível de Fortaleza, José Coutinho Tomaz Filho, referenda a censura. Por meio de liminar, determina que o Jornal O POVO pare de citar o nome do dito juiz investigado (F. C. B. A.), sob pena de multa diária no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais).

Interessante esse aspecto da justiça brasileira. Quando a imprensa, por exemplo, divulga investigações e ilações mil, por exemplo, sobre Luís Inácio Lula da Silva, aí pode. “Lula é proprietário do sítio de Atibaia!” “Lula é proprietário do apartamento no Guarujá!” Documentos surgiram para provar o contrário? Pouco importa. Nada de reparação proporcional ao agravo ao ex-presidente agredido em sua honra – ao contrário, a justiça considera improcedente ação de danos morais de Lula contra a revista Veja. O que importa é sua culpa antecipada – incluindo capa com o ex-presidente vestido de presidiário.

Para isso, a justiça fecha os olhos.

Quando se tratou, de outra sorte, de malhar em praça pública a agora ex-presidente Dilma Rousseff, a justiça, por intermédio de Sérgio Moro – o justiceiro paranaense -, cuidou de, inclusive, divulgar conversa privada e absolutamente normal entre Dilma e Lula. Grampeou telefones de advogados, violou e segue violando garantias constitucionais, tudo com o propósito de criminalizar o Partido dos Trabalhadores, fornecendo combustível suficiente para a consagração do golpe que levou Michel Temer e sua curriola ao poder. Eduardo Cunha, com claro desvio de função, conduziu na Câmara o início de um processo mais que questionável de impeachment.

Para isso, também, a justiça fecha os olhos.

Há uma articulação no Congresso Nacional para o envio a plenário de um Projeto de Lei que visa tipificar o crime de abuso de autoridade por parte de agentes públicos como juízes e promotores de justiça. O procurador federal Deltan Dallagnol – árduo combatente da corrupção -, então, foi fazer lobby no gabinete do relator do projeto na Câmara, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que, rapidinho, tirou do projeto o texto que falava de punições a magistrados e membros do Ministério Público.

Para manobras como a de Dallagnol, igualmente, a justiça fecha os olhos.

Juízes, procuradores, desembargadores, promotores, ministros, todos recebem auxílio-moradia, hoje valorado em mais de 5 mil reais mensais. Todos têm moradia, até mais de uma. Em partes nobres de suas respectivas cidades de habitação. Enquanto isso, a desigualdade social aumenta, o déficit habitacional também, e as autoridades judiciárias, melindradas, não querem mexer em seus nababescos privilégios.

Para isso, também, a justiça cega.

Agora, para proteger a “honra” de um juiz que é apenas citado em reportagens como investigado – que realmente é -, em matérias que possuem interesse público – pois, se a sociedade quer saber o nome de políticos investigados por corrupção, também deseja saber de magistrados alvos de tais investigações, pois são pagos com o nosso dinheiro -, aí, a justiça se mobiliza rapidamente. A liminar saiu “a jato”, mostrando a eficiência que o juiz da 10ª Vara Cível de Fortaleza talvez não demonstre noutros autos.

Relembro Eros Grau – este, sim, um magistrado autêntico e honesto -, que, quando ministro do Supremo Tribunal Federal, denunciou que a pior ditadura não é a das fardas, mas a das togas.

O que fazer diante da crescente e seletiva ditadura das togas?

Será preciso apelar para Francisco?

O papa deverá rogar a proteção de Cristo, das Chagas?

Ou simplesmente devemos relaxar diante disso e ler, por exemplo, escritos de Lima Barreto?

Ou de Castro Alves?

*Paulinho Oliveira,

Jornalista e servidor do Tribunal de Justiça do Ceará.

Violência no transporte coletivo é tema de seminário

dimass
O desafio da segurança nos transportes coletivos urbanos será o tema do II Seminário Sindiônibus de Transporte Coletivo, que ocorrerá a partir das 13h30min desta quinta-feira, no Teatro Nadir Papi Saboya, da Faculdade Farias Brito (Bairro Aldeota). À frente, o presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira.

Durante o evento, o procurador de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, Aroldo José de Lima, ministrará a palestra “Bilhetagem eletrônica contra a violência”, como parte da temática central do seminário: “A lição de Campo Grande: o fim dos assaltos a coletivos”. O encontro marca ainda os 65 anos do Sindiônibus.

Violência
De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), pelo menos sete veículos são assaltados diariamente em Fortaleza.

“De 2004 até 2011, nós tivemos melhoras significativas, chegamos ao patamar de ter em média menos de um assalto por dia. Quando em 2012, começou a aumentar, vimos acender uma luz amarela”, comenta o presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, um dos palestrantes do seminário.

A Proclamação do Lixão

334 2

lixioo

Eis a situação de agora há pouco da calçada do extinto Colégio 15 de Novembro, no bairro Parque Araxá. Mais precisamente na rua Padre Guerra, a algumas quadras da sede da Secretaria executiva Regional III.

Culpa da greve dos caçambeiros – que já se encerrou? Sim, mas uma situação agravada diariamente por moradores.

(Foto – Socorro França)

José Guimarães: “Quem sai do PT tem a maldição de não se eleger a nada”

171 4

guimammma

Do deputado federal José Guimarães (PT), ao ser indagado sobre petistas – como o secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, que devem deixar o partido:

“Não gosto de comentar, mas o que eu digo é que quem sai do PT tem a maldição de não se eleger a nada”.

Ele lembrou casos como o de Marta Suplicy, que disputou a Prefeitura de São Paulo pelo PMDB.

Pros sai das eleições mais esvaziado do que saco de Papai Noel em tempo de crise

112 1

FORTALEZA, CE, BRASIL, 11-07-2015: Odorico Monteiro, deputado federal. Primeira plenária estadual do deputado federal Odorico Monteiro, no Hotel Romanos, no bairro Messejana. (Foto: Rodrigo Carvalho/O POVO)

O Pros fará nos dias 1º e 2 de dezembro próximo, em Brasília, um encontro para avaliar as Eleições 2016. Odorico Monteiro, deputado federal e presidente local da sigla, não faz festa quando o tema é o que o partido conseguiu de saldo eleitoral no Ceará.

Por aqui, o Pros, em matéria de prefeito, só elegeu um e foi em Palmácia (Maciço de Baturité).

Efeito da debandada de filiados para o PDT dos irmãos Ferreira Gomes.

Comércio de Fortaleza volta a discutir abertura do comércio 24 horas

Severino Ramalho Neto

Da Coluna O POVO Economia, assinada pela jornalista Neil Fontenele no O POVO desta quinta-feira:

O comércio de Fortaleza quer flexibilidade. A ideia é antiga, mas ganha força com a proposta de abertura do comércio 24 horas. O presidente da CDL de Fortaleza, Severino Neto, tem tentado iniciar a discussão com a Prefeitura e mostrar as vantagens de se ter lojas funcionando sem restrição.

Ontem, em entrevista à coluna, ele defendeu a liberdade de adequação dos horários ao que for mais conveniente para setores e lojistas. O empresário acredita que a mudança geraria mais empregos e receitas circulando na cidade. A proposta é polêmica e não é nova mas, sempre que é ventilada essa possibilidade, há uma reação contrária do Sindicato dos Comerciários.

“Não há ninguém no mundo que trabalhe 24 horas. Se tiver mais horário de trabalho, haverá mais emprego e devem ser respeitadas as leis trabalhistas. Não estamos falando de exploração do comerciário”, acrescenta.

Violação ao estado de direito

117 5

Com o título “Violação ao estado de direito”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira. Repudia invasão da Câmara dos Deputados, registrada nessa quarta-feira, por manifestantes a favor da volta da ditadura militar. Confira:

Um grupo de 50 manifestantes invadiu o plenário da Câmara dos Deputados na tarde de ontem em declarado protesto contra as medidas do pacote anticorrupção. O grupo se identificou como de direita e a favor da ditadura militar. No tumulto, foi quebrada uma porta de vidro da entrada principal do plenário. Os manifestantes ocuparam a área da Mesa Diretora, onde permaneceu gritando palavras de ordem. Entre elas, frases de apoio ao juiz federal Sérgio Moro.

Presidente da Casa, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) determinou que a polícia legislativa prendesse todos os manifestantes invasores e os conduzissem à Polícia Federal. O objetivo é o indiciamento dos manifestantes com base no artigo 18 da Lei de Segurança Nacional, que pune com pena de reclusão de dois a seis anos o ato de “tentar impedir, com emprego de violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União ou dos Estados”.

Fez bem o presidente da Câmara. Qualquer que seja a ideologia dos manifestantes invasores, o estado de direito não pode jamais transigir com a invasão de instituições públicas (e também privadas, diga-se). Sejam estas instituições os parlamentos, o Executivo, o Judiciário ou qualquer outro órgão público.

Não é a primeira vez que há invasões e tentativas de invasão nas casas do Congresso Nacional, embora seja a primeira vez que ocorre no plenário. Caso a nossa democracia tolere invasões de instituições públicas, o Brasil vai caminhar célere para a barbárie. O que tem frequentemente ocorrido no Brasil é a imposição, com base na força, da vontade de grupos à coletividade. Não há democracia no mundo que aceite atos dessa natureza.

Na civilização das democracias constitucionais e do estado de direito, as instituições e os bens públicos a todos pertencem, indistintamente. Portanto, não podem ser apropriados por grupos de pressão que tentam se apoderar das instituições com base em pautas que se arvoram à condição de representativas do conjunto da sociedade.

Prefeito Roberto Cláudio anuncia: Vem aí posto de saúde atendendo até meia noite

341 2

robertclau

Dezoito Postos de Saúde de Fortaleza vão funcionar de forma diferenciada, a partir do próximo ano, mais precisamente no horário das 7 até a meia noite. Serão três postos por Regional. Informou, nesta quinta-feira, o prefeito Roberto Cláudio (PDT). Foi durante entrevista ao Programa Paulo Oliveira, na Radio Verdes Mares.

O prefeito adiantou, sobre o abastecimento de remédios na rede municipal, que está perto de concluir o processo de informatização que ligará toda a rede de 108 postos à Central de Medicamentos, no qu serão antecipadas as informações sobre estoque nas farmácias dos postos.

(Foto – Cláudio Barata)

Aeroporto de Fortaleza recebe a exposição fotográfica “O Olhar do Pensador”

A exposição fotográfica “O Olhar do Pensador” pode ser conferida no mirante do Aeroporto Internacional Pinto Martins até o dia 11 de dezembro próximo. Com o tema “Como somar num mundo em conflito” a exposição, uma promoção da Nova Acrópole em parceria com a Unesco, acontece simultaneamente em diversas cidades do País

Como a convivência fraterna e a união podem se tornar chaves valiosas para o desenvolvimento do indivíduo e da sociedade? Sintetizadas em imagens, o resultado dessa reflexão é o que procura difundir essa exposição fotográfica, que integra as comemorações ao Dia Mundial da Filosofia, nesta quinta-feira (17).

As 20 fotos em exposição são o resultado de um concurso nacional de fotografias promovido pela Nova Acrópole e que contou com a participação de mais de 200 fotógrafos amadores e profissionais que procuraram retratar a convivência no cotidiano.

 

Presidente da Associação Cearense dos Magistrados falará sobre a censura ao O POVO

487 4

FORTALEZA 23 DE DEZEMBRO 2014. ENTREVISTA COM JUIZ ANTONIO ARAUJO, PRESIDENTE DA ASSOCIACAO CEARENSE DE MAGISTRADO

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quinta-feira:

“Estou me inteirando de todo o caso para emitir uma opinião. Por hora, não posso me manifestar ainda”, disse ontem para a Vertical o presidente da Associação Cearense dos Magistrados (ACM), juiz Antônio Araújo, ao comentar o caso em que o juiz José Coutinho Tomaz Filho, da 10ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza, proibiu O POVO de divulgar o nome de um juiz investigado por suposta venda de decisões judiciais.

Antônio Araújo não quis também opinar se o caso seria censura, reiterando que precisaria de maiores detalhes do processo e da decisão do colega magistrado, se seria ação cautelar ou ordinária.

Na condição de presidente da ACM, Araújo informou que estará hoje, a partir das 13 horas, no programa Debates do POVO, da Rádio O POVO/CBN, onde deverá se manifestar mais aprofundadamente sobre a polêmica.