Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Obra em lote de Cid Gomes é embargada na Serra da Meruoca. Ex-governador diz ser “perseguição política”

462 1

Uma  operação conjunta do Instituto Chico Mendes (ICMBio) e do Ibama embargou, nessa terça-feira, 6, obra em uma área de proteção ambiental na Serra da Meruoca (Região Metropolitana de Sobral). Dono de 50% das cotas da empresa que conduzia as obras, o ex-governador Cid Gomes (PDT) diz que a ação estava regular e se diz alvo de “clara perseguição política”.

Localizada em um dos pontos mais elevados da Meruoca, com ampla vista de Sobral e da Serra, obra preparava dez lotes da empresa Condomínio Terra Nova e Comunicações Ltda. Segundo cadastro de sócios da Receita Federal, empreendimento soma capital social de R$ 240 mil e tem cotas divididas entre Cid Gomes e o empresário Disraeli Ponte.

Em nota, o ICMBio afirma que realizou a operação após a Ouvidoria do órgão receber uma série de denúncias sobre o empreendimento. Segundo o Instituto, a fiscalização confirmou dano ambiental das obras à APA da Serra da Meruoca, gerando a autuação e embargo da área. O órgão não confirma, no entanto, valor da multa aplicada.

Arbitrariedade

Por meio de sua assessoria de imprensa, Cid Gomes afirma que ação foi “arbitrária” e teve motivações políticas, e que a obra estava regular e com alvará de licença em dia. Em nota, ela destaca que o atual superintendente do Ibama no Ceará, Herbert Lobo, foi indicado pelo deputado federal Moses Rodrigues (PMDB), adversário político dos Ferreira Gomes em Sobral.

Assessoria ex-governador destaca ainda que o empreendimento não se trata de “mansão” nem de “condomínio de luxo”, mas sim de um “pequeno lote” de propriedade do ex-governador. “São apenas alguns lotes, que serão revendidos depois”.

O ex-governador afirma ainda que irá recorrer à Justiça e diz que confia na retomada das obras. “Cid Gomes está sendo vítima de arbitrariedade e clara perseguição política (…) a Justiça será acionada contra a arbitrária e descabida sanção aplicada”, diz.

O Blog Política procurou Herbert Lobo sobre o caso, mas não obteve resposta. De fato, o superintendente é filiado ao PMDB do Ceará e tem ligação próxima com Moses Rodrigues e com o senador Eunício Oliveira (PMDB), ambos da oposição. Herbert possui militância ativa nas redes sociais e, em 2016, foi candidato a vereador em Fortaleza.

Empresa de sócio recebeu do governo

Dono da outra metade das cotas do empreendimento embargado, o empresário Disraeli Ponte também foi procurado pela reportagem, mas não foi localizado. Ele é proprietário também da empresa Easy Taxi Aéreo, envolvida em outra polêmica durante o governo Cid Gomes.

Em 2015, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abriu investigação para averiguar possíveis irregularidades em contratos da empresa com o governo cearense. À época, o governo negou todas as acusações. Segundo dados do Portal da Transparência, a empresa recebeu R$ 32,3 milhões do Estado entre 2007 e 2014, período da gestão Cid, pelo aluguel de aeronaves.

 (Blog de Política do POVO – Repórter Carlos Mazza)
DETALHE – O Ibama do Ceará tem como titular Helder Lobo, uma indicação do senador Eunício Oliveira (PMDB).

Segurança Pública exige um modelo comportamental de acordo com novas demandas sociais

Com o título “Uma nova concepção de Segurança Pública”, eis artigo do professor e advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Para ele, há “um descompasso entre as instituições policiais e as demandas sociais de uma feita que permanece uma estrutura ainda voltada para um momento político da vida nacional que não mais existe desde a redemocratização do país.” Confira:

Os equívocos de diagnóstico e avaliação do setor de Segurança Pública têm gerado uma estrutura inadequada, pesada e extremamente burocrática para o desempenho de suas atribuições institucionais, ocasionando, por conseqüência, para os policiais, um quadro geral de apatia, desestímulo e falta de interesse, com algumas ilhas de eficiência e zelo resultantes do idealismo e resistência de alguns poucos abnegados que não se deixam cair na desesperança.

Nesse cenário, esta importante área da administração pública, por sua essencialidade e extensão, merece um tratamento específico porquanto todas as ações desenvolvidas pelo órgão guardam relação intrínseca com os princípios do direito primário, as práticas democráticas e o exercício da cidadania. É notório, no entanto, neste segmento do governo, o despreparo humano e/ou a falta de vocação de grande parcela do efetivo, para o desempenho da delicada e complexa missão constitucionalmente deferida à instituição policial.

Em que pesem os esforços desenvolvidos nos últimos governos no recrutamento de policiais, via concursos públicos, e a unificação das academias de formação profissional para melhor capacitá-los, o que se constata é uma elevação do nível intelectual dos quadros funcionais, sem, no entanto, a sociedade obter respostas proporcionais aos investimentos feitos nas suas capacitações, à falta de uma prévia aferição vocacional para o exercício das tarefas para as quais foram recrutados. Muitos ali chegaram mais à busca de um emprego e/ou de um salário para custear os estudos universitários. Este dado parece ser imperceptível aos olhos dos gestores.

Com efeito, a reestruturação dos serviços de segurança e defesa comunitária se constituem em exercício de cidadania, complementares que são. Os diagnósticos até aqui produzidos têm insistido numa concepção conservadora da atividade policial, entendendo-a como mera função repressora, mantendo-se, por isso mesmo, a perspectiva de que, para o desempenho da atividade, bastam armamentos, viaturas e alguns equipamentos tecnológicos. Resta evidenciado, com isto, um descompasso entre as instituições policiais e as demandas sociais de uma feita que permanece uma estrutura ainda voltada para um momento político da vida nacional que não mais existe desde a redemocratização do país.

A mudança de paradigma, que importa na remodelação desta área da segurança pública, aponta para três linhas básicas de ação: a reconceituação das atividades do setor, a reorganização administrativa das estruturas e a introdução de um modelo comportamental consentâneo com as novas demandas sociais que assim impõem e reclamam. Estes objetivos, todavia, só serão alcançados se monitorizados por uma vontade política inequívoca e uma ação governamental enérgica e decisiva.

Centro de Fortaleza em situação precária

425 1

O Centro de Fortaleza vive uma total situação de desmantelo, segundo reclamações de vários leitores deste Blog. Em poucos quarteirões, pode-se conferir a situação de abandono de algumas praças e vias.

Na avenida Tristão Gonçalves, próximo a avenida Duque de Caxias, um monturo com restos de móveis, papelão e outros, decora a calçada.

Nessa mesma avenida, uma pessoa em situação de rua e, pelo visto, sem o devido acompanhamento dos órgãos de ação social da Prefeitura, dorme em um sofá, em meio aos transeuntes.

Na rua Clarindo de Queiroz, entre a avenida da Universidade e avenida Tristão Gonçalves, oficinas de conserto de motos e autopeças tomam as calçadas e parte da via. Isto acontece há anos. Sem qualquer cerimônia.

Já na Rua 24 de Maio, além do lixo pelas calçadas, há buracos sendo entupidos com entulho pela população.

Apesar das constantes denúncias veiculadas na imprensa, a fiscalização da Prefeitura inexiste. O prefeito Roberto Cláudio (PDT) está devendo.

(Foto – Leitores do Blog)

Heitor pede à Sefaz informações sobre destinação dos recursos arrecadados em multas pelo TCM

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) está solicitando, por meio de requerimento, à Secretaria da Fazenda do Estado, o detalhamento dos valores arrecadados em multas aplicadas aos gestores municipais pelo Tribunal de Contas dos Municípios e incorporadas ao erário.

Em março, o TCM anunciou que o valor referente às multas no ano passado teria sido de R$ 90,7 milhões, o que representa um aumento de 120% em relação a 2015. Heitor Férrer defende que é “mister que a sociedade tome ciência dos valores que são arrecadados pela máquina estatal, bem como de sua destinação”.

O pedido foi inicialmente encaminhado à presidência do TCM, que informou o valor de R$ 102.559.852,46 como o montante total correspondente à aplicação das multas durante o ano de 2016. O órgão também informou que as multas são recolhidas através de DAE – Documento de Arrecadação Estadual – com código específico gerado no site da Sefaz e que, portanto, não teria acesso ao sistema e às informações solicitadas pelo deputado.

Seminário discute ações do Programa Criança Feliz

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado, Josbertini Clementino, coordena, durante toda esta quarta-feira, o Seminário Estadual Intersetorial de Implantação do Programa Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz. O encontro reúne, no auditório da Receita Federal (Bairro Aldeota), os secretários de Assistência Social e técnicos dos 170 municípios participantes do Programa, nos quais serão atendidas 30.200 crianças e gestantes.

Para a implantação do programa no Ceará, de acordo com Josbertini, a União disponibilizará recursos na ordem de R$ 1.165.154,00. Primeira ação do Programa no Estado, o Seminário Intersetorial tratará de temas como a importância da Primeira Infância no seu desenvolvimento e o papel do SUAS no Programa Criança Feliz.

DETALHE – As apresentações estão sedo feitas pela STDS em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e o Comitê Gestor Intersetorial do Ceará.

Juazeiro do Norte promove ações do Dia D contra o Aedes aegypti

182 1

A Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte (Região do Cariri) promove ações do Dia ‘D’ de combate ao Aedes aegypti nos bairros do município, com o objetivo de eliminar focos e criadouros do mosquito, transmissor da dengue, zika e chikungunya, além de orientar e conscientizar a comunidade sobre os cuidados relacionados a proliferação do mosquito.

O trabalho realizado no dia ‘D’, de acordo com o prefeito José Arnon (PTB), consiste em tentar solucionar diversas situações existentes no bairro que possam resultar em criadouros do mosquito, como entulhos, imóveis que não tem o devido cuidado, terrenos baldios, etc. Todos os agentes de endemias, no dia ‘D’, são direcionados para o bairro, a fim de visitar todos os imóveis.

Casos

Atualmente, há 18 casos de dengue confirmados em Juazeiro do Norte, nos bairros Pio XII, João Cabral, Pedrinhas, Aeroporto, São Miguel, Sitio Gaviãozinho, Casas Populares, Palmeirinha e Salesiano. Também são 26 casos de chikungunya, nos bairros Pio XII, Franciscanos, Timbaúbas, Limoeiro, Aeroporto e Sitio Gavião.

Secretário da Fazenda diz que arrecadação de maio foi “a pior do ano”

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

Acendeu o sinal amarelo na Secretaria da Fazenda do Estado. Segundo o titular da pasta, Mauro Filho, a arrecadação de maio já pode ser considerada a pior do ano. Dados preliminares apontam que houve crescimento de 2%, mas diante de uma inflação de quase 4%.

“Tivemos queda real na arrecadação”, afirma o secretário, creditando tal situação à crise econômica provocada principalmente pela instabilidade política. O repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE) também registrou queda em maio: 2.41%.

A partir desse cenário, Mauro Filho deixa claro: “Não se pode afrouxar o cinto”. Em outras palavras, pode vir mais aperto.

Apeoc monta “plantão” nesta quarta-feira em frente ao Palácio da Abolição

256 1

A Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais Ceará (Apeoc) transfere o expediente da entidade, nesta quarta-feira (6), do bairro de Fátima para a calçada do Palácio da Abolição, a partir das 8 horas.

Segundo a Apeoc, o objetivo da manifestação é cobrar uma audiência com o governador Camilo Santana, para tratar questões como o reajuste de 7% para servidores da Educação do Estado.

Mensagem

Já o Governo do Estado diz não entender o porquê de  um ‘plantão” da Apeoc nesse sentido. “A mensagem garantindo esse benefício do pessoal da educação será mandada para a Assembleia”, garante a assessoria do Palácio da Abolição.

Após roubo ou furto, sistema bloqueia celular no momento do B.O

Há pouco mais de um mês, o Ceará tem um sistema que permite que a Polícia Civil bloqueie celulares furtados ou roubados. Num cenário em que as seguradoras apontam aumento regional nos índices de aparelhos levados por criminosos, as delegacias começaram a integração com o Departamento de Inteligência Policial (DIP) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A intenção do Estado é tornar automática a desativação dos celulares no momento em que os boletins de ocorrência (BOs) forem abertos.

A estudante de psicologia Anahisa Pedrosa, 23, foi uma das vítimas desse tipo de crime. No ônibus, enquanto seguia para o estágio, teve o aparelho furtado há cerca de dois meses. “Fiquei tranquila porque estava travado. Imaginei que não iriam conseguir ter acesso aos dados. Mas também não deu para rastrear porque desligaram logo”, lamenta. Ela, que preferiu não fazer BO, conta que ainda pretende cancelar o telefone ligando para a operadora e informando o número de série.

No caso de bloqueio através de contato com as empresas, são necessários documento de identificação e endereço, além de outras informações de segurança. O número de série do aparelho também é solicitado. O delegado geral da Polícia Civil do Ceará, Everardo Lima, esclarece que, se o pedido for em alguma delegacia, o processo é mais rápido e feito junto ao registro do BO. “Só com o número de telefone já conseguimos o bloqueio, mas se tiver o número de série é melhor ainda”, afirma.

Os policiais civis informam ao DIP, que insere o aparelho no Cadastro de Estações Móveis Impedidas (Cemi), da Anatel. O sistema centraliza para as operadoras os telefones roubados, furtados ou extraviados no País. Segundo o delegado geral, após o cadastro, o celular fica inutilizável e perde o valor de revenda. “Como é recente (o sistema), estamos aprimorando para que em todos os boletins de ocorrência já possamos bloquear”, diz.

Estatística

Conforme a Federação Nacional de Seguros (FenSeg), entre 2015 e o ano passado, houve aumento de 106% de roubos e furtos de celular no Nordeste. O número corresponde somente aos celulares que tinham cadastro em seguradoras, já que a Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não realiza balanço desse tipo de crime no Ceará. No Brasil, o número cresceu 64% no período.

(O POVO – Repórter Igor Cavalcante)

Reforma Política – Domingos Neto integra comissão especial que trata sobre coligações partidárias

O deputado federal Domingos Neto (PSD) foi eleito, na última terça-feira, segundo vice-presidente da Comissão Especial que analisa a PEC 282/2016. Essa emenda veda a coligação partidária em eleições e fixa cláusula de desempenho para os partidos.

A PEC ja foi aprovada no Senado e integra o pacotes da Reforma Política que tramitam no Congresso Nacional. “Trata-se de um assunto de extrema importância para o futuro da política brasileira. Essas mudanças podem construir um novo cenário na política nacional”, avalia Domingos Neto.
O deputado explica ainda que atualmente a existência de coligações interfere em como as campanhas​ são feitas e, consequentemente, na forma como os nossos representantes são eleitos.

Funceme divulgará avaliação sobre a quadra chuvosa deste ano no Ceará

A quadra chuvosa 2017 no Ceará foi encerrada oficialmente no dia 31 de maio, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), que apura e confere os dados pluviométricos para avaliar a estação de chuvas e os impactos nos setores. O resultado dessa avaliação, segundo a assessoria de imprensa do órgão, será apresentado pelo presidente da fundação, Eduardo Sávio, ocorrerá no próximo dia 13, às 9h30min, no auditório da Funceme.

A conhecida irregularidade de espaço e de tempo das chuvas foi observada neste ano? Quais macrorregiões foram mais beneficiadas e quais as mais prejudicadas? A distribuição da chuva foi positiva ou negativa para quais setores? Como devem ficar as precipitações em junho e no segundo semestre do ano? O monitoramento do Oceano Pacífico aponta maiores chances de El Niño, neutralidade ou La Niña para 2018? Essas e outras perguntas serão respondidas nessa coletiva.

Secretaria do Patrimônio da União repassar áreas do Morro de Santa Terezinha para a Prefeitura

Depois de repassar áreas do Pirambu e Cristo Redentor para a Prefeitura de Fortaleza, o titular da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), Cláudio Cruz, avisa: próximo repasse será o Morro de Santa Terezinha.

Essa medida, de acordo com ele, legalizará a posse de várias famílias nessa área. Gente que mora há décadas, mas que não tem acesso ao chamado “papel da casa”, o que será concedido pelo município.

O termo de cessão da área é um instrumento necessário para a finalização do processo jurídico, viabilizando, assim, as matrículas dos imóveis junto ao cartório. Ou seja, dará garantia da segurança patrimonial dos imóveis.

Fausto Nilo integra o projeto mestres da literatura brasileira e da MPB contemporânea

O arquiteto e compositor Fausto Nilo será um dos debatedores convidados do projeto “Nascente e Foz: mestres da literatura brasileira e a MPB contemporânea”, que acontecerá, de 16 a 18 deste mês, na Caixa Cultural Fortaleza.

Ele participará do bate-papo no terceiro dia, cujo foco será a obra de Vinicius de Moraes, o homenageado da noite. Antes do debate, haverá, às 19 horas, show da Banda Pietá, do Rio Grande do Norte, com intervenção poética do ator carioca Orã Figueiredo.

(Foto – Paulo MOska)

Escola Municipal é assaltada no bairro Álvaro Weyne

A Escola Municipal Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, situada no bairro Álvaro Weyne, em Fortaleza, foi assaltada nesta terça-feira. Quatro homens fizeram o ataque criminoso no estabelecimento no horário da manhã.

Um deles ficou na área externa da escola, enquanto os três quebraram vidros de janelas e conseguiram entrar e levar celulares e outros pertences de professores. Nessa ocasião,  os alunos faziam provas e não perceberam a ação dos indivíduos.

Uma viatura da Polícia Militar esteve no local e fez diligências na área, mas ninguém foi preso. As atividades da escola, suspensas após o ataque criminoso, serão retomadas nesta quarta-feira.

Empresa deve pagar mais de R$ 50 mil a pais de PM que morreu vítima de atropelamento

O juiz Cláudio Ibiapina, titular da 33ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua, condenou a Urbi Engenharia Ambiental a pagar R$ 50 mil de indenização moral para pais de policial miliar que morreu após ser atingido por caminhão da empresa. Além disso, terá de pagar reparação por danos materiais. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

No dia 16 de setembro de 2013, o PM estava de serviço e recebeu determinação do comando para uma diligência. Ao chegar no cruzamento da avenida Miguel Dias com Maximiliano Fonseca, um caminhão pertencente à empresa colidiu com a moto do agente. A vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Ficou constatado por meio de perícia e pelo próprio depoimento do motorista, que ele avançou a preferencial e por isso ocorreu a colisão. Os pais a vítima entraram com ação na Justiça requerendo indenização por danos morais e materiais, alegando culpa do condutor do veículo.

Na contestação, a empresa afirmou que o real motivo do acidente foi a ausência de sinalização no local. Em decorrência, o motorista pensou que fosse sua preferencial, não havendo o que se falar em negligência do condutor.

Ao julgar o caso, o magistrado destacou que, “diante de tais considerações teóricas, da análise das provas colhidas nos autos, resta inconteste a configuração de todos os pressupostos da responsabilidade civil subjetiva. Por meio do laudo pericial realizado pela Pefoce, atestou-se de modo inequívoco que o acidente ocorreu por falta de atenção e cautela por porte do condutor do caminhão ao postegar a parada obrigatória. Fato este confirmado pelas testemunhas ouvidas, na audiência de instrução e pelo próprio empregado da empresa ré, por ocasião do inquérito, quando afirmou ter avançado a preferencial”.

O juiz estabeleceu o valor de R$ 260,00, a título de ressarcimento dos prejuízos com a moto, e pensão de 1/3 da renda mensal média fixada em R$ 2600.00, até a data em que a vítima faria 75 anos, incidindo correção monetária a partir da data do efetivo prejuízo e juros moratórios a partir do evento danoso. Tudo isso além do pagamento de R$ 50 mil de indenização por danos morais.

Dono de barraca na Praia do Futuro é multado pela Justiça Federal

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) obteve decisão que determina o pagamento de multa de R$ 30 mil pelo empresário Argemiro Guidolin Filho, dono da barraca Crocobeach, localizada na Praia do Futuro, em Fortaleza. A Justiça Federal considerou que o empresário desobedeceu decisão judicial que determina que o estabelecimento não pode impedir o comércio de ambulantes na praia. A informação é da assessoria de imprensa do MPF do Ceará.

O pedido de aplicação de multa foi feito pelo MPF, em abril deste ano, depois que matérias veiculadas na imprensa apresentaram vídeo em que um vendedor ambulante é agredido por seguranças da Crocobeach.

Para a Justiça Federal, o vídeo apresentado pelo Ministério Público Federal como prova não deixa dúvida de que há uma política oficial adotada pela barraca de praia para impedir a atuação de ambulantes. “Os seguranças que praticam a agressão estão claramente orientados a impedir que os ambulantes exerçam a atividade comercial naquela área, o que constitui uma clara afronta ao comando judicial”, afirmou o juiz federal George Marmelstein Lima, da 3ª Vara Federal no Ceará, ao julgar o pedido do MPF.

Em fevereiro de 2017, em ação movida pelo MPF, foi proferida a decisão que estabeleceu multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento. De acordo com a sentença, além de não poder impedir o comércio de produtos não concorrentes aos da barraca, o estabelecimento também não pode se negar a vender produtos aos ambulantes e nem impedir o acesso e o trânsito de pessoas à área de praia e ao mar.

A ação civil pública do MPF contra o empresário foi ajuizada em julho de 2013. Segundo a procuradora da República Nilce Cunha Rodrigues, o réu estava impedindo a livre circulação de pessoas que não eram clientes, principalmente vendedores ambulantes, inclusive mediante ameaças e agressões físicas verbais.

De acordo com a Justiça, eventual fiscalização da atividade de ambulante, mesmo no interior da barraca de praia, não pode ser realizada por particulares. “Cabe à municipalidade exercer a fiscalização da referida atividade e, se for o caso, coibir o comércio ilegal. Ao particular é tão somente facultado o direito de comunicar eventual atividade ilícita ao poder público, mas jamais substituir o poder de polícia que uma atividade tipicamente estatal”, afirma o juiz na sentença. Além da multa estabelecida na decisão, o empresário pode responder criminalmente por descumprir sentença da Justiça.

Justiça do Trabalho do Ceará vai leiloar nesta quarta-feira do trator ao prédio residencial

A Justiça do Trabalho do Ceará realizará, nesta quarta-feira, um leilão de bens penhorados de empregadores com dívidas trabalhistas nas varas do trabalho da Capital e Região Metropolitana. São 236 lotes com avaliação total dos bens em R$ 28 milhões. O leilão ocorrerá na agência Fortal da Caixa Econômica Federal, em Fortaleza, a partir das 9 horas, informa a assessoria de imprensa do TRT do Ceará.

Entre os itens que serão leiloados, destacam-se imóveis, veículos, móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, mobiliário e equipamentos para comércio, lanchonete, bar, sorveteria, consultório, academia de musculação, escola, computadores e impressoras, material de engenharia e construção, maquinário para gráfica, para fábrica têxtil, peças de roupas e acessórios.

O bem de maior valor é um imóvel industrial em Maracanaú, com área total de 32 mil m², avaliado em cerca de R$ 6,2 milhões. Nele estão construídos um galpão, um prédio, escritório, refeitório, oficina, entre outras edificações menores. O lance mínimo para arrematar o imóvel é de R$ 4,34 milhões.

Até Residencial 

No total, há 28 imóveis penhorados de empregadores que não quitaram suas dívidas. Em Fortaleza, há um prédio residencial no Papicu, com avaliação de R$ 2 milhões e lance mínimo de R$ 1,4 milhões; um apartamento na Praia do Futuro de 136 m², avaliado em R$ 120 mil, está com lance mínimo de R$ 84 mil; uma sala comercial no Centro, avaliada em R$ 40 mil, tem lance mínimo de R$ 20 mil; um terreno com galpão e escritório, na Messejana, com aproximadamente 1 mil m², avaliado em R$ 2,75 milhões, pode ser arrematado a partir de R$ 1,92 milhões. Há também terrenos em São Gonçalo do Amarante, Eusébio, Maracanaú e Pacajus.

Entre os 24 lotes de veículos, há carros de diversas marcas e modelos, motos, reboques, um buggy e um trator. Também é possível adquirir lotes de litros de combustível, como etanol (álcool), gasolina e óleo diesel.

SERVIÇO

*Para participar do leilão, é necessário comparecer no dia ao local do evento portando documento de identificação pessoal, ou ainda ofertar lances pela internet, através do site do leiloeiro, no qual o interessado deve estar cadastrado previamente.

*Agência Fortal – Caixa Econômica Federal – Avenida Santos Dumont, 2.772, 2º andar – Aldeota – Fortaleza/CE

*Site do leiloeiro aqui.

*Edital do leilão aqui.

*Cartilha do arrematante aqui.

*A relação completa dos bens pode ser conferida aqui.

Secretário Artur Bruno ganhará homenagem da Federação das Empresas de Transportes

A Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans) reunirá, nesta quarta-feira, empresários, ambientalistas, colaboradores de empresas de transportes de passageiros e cargas e autoridades para premiar as melhores iniciativas realizadas pelo setor de transporte em prol do cuidado com o meio ambiente. Será durante a 15ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar (PMQA), ação realizada anualmente por meio do Despoluir – Programa Ambiental do Transporte da Fetrans, com o objetivo de reconhecer e incentivar o investimento em projetos socioambientais. A solenidade de anúncio das empresas vencedoras será realizada às 16 horas, no auditório do Sest/Senat Fortaleza (Rua Dona Leopoldina, 1050 – Centro).

O Prêmio busca valorizar as empresas que mobilizam suas equipes e propagam a causa ambiental, tanto nas suas garagens como nas comunidades onde atuam, transcendendo o aspecto econômico e mostrando à sociedade que a preocupação com o meio ambiente é algo que pode e deve ser trabalhado por todos os setores. Dentre as 19 empresas inscritas para o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2017, onze são empresas de transporte de passageiros e oito de transporte de cargas.

A edição 2017 traz novidades, com a inclusão do critério inédito “Ação Inovadora”, reconhecendo as três melhores ações na busca por soluções criativas ambientalmente sustentáveis; e também com a entrega do Prêmio Técnico Modelo, com o reconhecimento ao profissional Técnico do Despoluir que se sobressaiu no exercício da função.

Além disso, a FETRANS fará também outros reconhecimentos durante a solenidade. Um deles é o Certificado de Qualidade Empresa 100%, conferido às empresas com frota totalmente aprovada pelo Programa Despoluir e que não tiveram nenhuma multa aplicada pelos órgãos fiscalizadores ambientais. O período de avaliação dos veículos se deu de 1° de junho de 2016 a 31 de março de 2017.

Artur Bruno

Outro momento do PMQA é a entrega do Troféu Destaque Ambiental, destinado a uma empresa, instituição ou personalidade cujas ações têm contribuído para um meio ambiente mais saudável. Nessa edição, o agraciado com o troféu será o secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Ceará (SEMA), Artur Bruno. A regulamentação do Parque do Cocó pesou na escolha.