Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Força Sindical faz seu protesto separada das demais centrais e partidos de esquerda

A Força Sindical está fazendo seu dia de protestos separada das demais centrais e entidades ligadas aos partidos de esquerda. A central é ligada ao deputado federal Paulo da Força (SD/SP).

O grupo faz caminhada contra o projeto da Reforma da Previdência do governo Temer e chegou a interditar o cruzamento da avenida da Abolição com Oswaldo Cruz.

(Foto – Leitor do Blog)

Polícia Civil divulgará detalhes de operação contra roubo e adulteração de veículos

A Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) – situada no bairro Maraponga, vai divulgar, em coletiva de imprensa, a partir das 10 horas desta quarta-feira, os detalhes sobre a prisões de dois homens envolvidos em roubo e adulteração de veículos.

Segundo a assessoria de imprensa da SSPDS, dois carros roubados, que estava em poder dos dois indivíduos, foram recuperados.

 

A Lista de Janot e seus impactos no Ceará

Eis a Coluna Política, do POVO desta quarta-feira, assinada pelo jornalista Érico Firo. Aborda, claro, a lista de Janot e seus impactos políticos no Ceará. Confira:

Caso se confirmem as informações vazadas sobre a lista de pedidos de inquérito apresentada ontem por Rodrigo Janot, a governabilidade do Brasil desmoronou. Até o fechamento dessa coluna, só um punhado de nomes era conhecido. O suficiente para uma hecatombe como talvez nunca se tenha visto antes. Com reflexos diretos sobre o Ceará.

Sim, pois o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), é apontado como um dos integrantes da relação. É, também, o principal nome de oposição ao Governo do Ceará. Com o peemedebista sob risco de se tornar alvo de investigação, muda a correlação de forças local. E os impactos vão muito além.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, é outro mencionado como integrante da listagem do procurador-geral da República. Os presidentes das duas casas do Congresso Nacional. Os dois sucessores imediatos do presidente Michel Temer (PMDB).

Hoje, por todo o Brasil, ocorrem protestos contra a reforma da Previdência. Qual a força política deste Congresso, sob tal comando, conduzir mudanças a tal ponto impopulares nas aposentadorias? Nesse quadro, bem menos provável.

O atual Congresso se complica e o antigo também. Renan Calheiros (PMDB-AL), conforme se esperava, é outro dos nomes que vazaram. É o ex-presidente do Senado. Na Câmara, o antecessor de Maia é Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já preso. Por tais personagens era e é tocada a formulação das leis. Não à toa deu no que deu.

Infelizmente, todavia, o problema não fica pelo Legislativo. A situação do Poder Executivo é tenebrosa.

São pelo menos cinco ministros citados. Dois deles pessoas muito próximas do presidente Temer: Eliseu Padilha (PMDB), chefe da Casa Civil, e Moreira Franco, secretário-geral da Presidência. Esse último foi promovido a ministro no mês passado. Com isso, ganhou direito de ser julgado no Supremo. Outros ministros que estariam relacionados seriam Bruno Araújo (PSDB), das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), da Ciência e Tecnologia e Comunicações, e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), das Relações Exteriores.

O antecessor de Aloysio no Itamaraty também estaria na lista. É José Serra (PSDB), eterno pré-candidato a presidente. Outro nome, sem surpresa alguma, seria o do presidente do PSDB, Aécio Neves. Serra e Aécio foram os dois últimos candidatos tucanos a presidente. O pedido de inquérito contra ambos, e outros tantos nomes do partido, desmoraliza o discurso contra a corrupção que o PSDB ainda tenta sustentar — convenhamos, há muito sem convencer.

O PT não se complica menos. Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff também estariam relacionados. Assim como os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci. Os quatro sem foro privilegiado. O desenrolar dos inquéritos podem inviabilizar aquele que tem liderado todas as pesquisas para a sucessão presidencial do ano que vem. Não resta nenhuma das grandes forças políticas que possa tripudiar ou se aproveitar. A lista só deixou vazar um punhado de nomes e é devastadora para o meio político de ponta a ponta.

Atinge os principais candidatos em potencial da oposição e do governo. E, pelo pouco que se sabe, não deixa Temer incólume. Porque além de Padilha e Moreira Franco, Romero Jucá (PMDB-RR) é outro que está na relação. Os três são quatro dos colaboradores mais próximos do presidente. O outro é Geddel Vieira Lima, que deixou a Secretaria de Governo ainda em novembro, acusado de tráfico de influência.

Afora o presidente, até onde se sabe, todos os pilares da República estão ameaçados. O núcleo duro do governo, as principais alternativas de oposição, os nomes mais fortes do governismo.

Quase nada ainda se sabe da lista. O impacto que tiver quando tudo vier a público é inestimável. Não há precedentes na história política brasileira. Irá se espalhar em cadeia por prefeituras e governos estaduais. Pouco que vazou, a se confirmar, será a desmoralização de praticamente tudo que o sistema político brasileiro construiu no pós-redemocratização. É um vexame completo, total e irrestrito.

A velha política desmoronou, e o mais trágico é que nada de novo se construiu. Não há horizonte. Caminhamos entre escombros.

Motoristas de ônibus começam a aderir ao Dia Nacional de Luta Contra a Reforma da Previdência

439 5

Os ônibus já estão parando na Capital cearense, seguindo determinação das centrais sindicais, hoje realizando no País o Dia Nacional de Luta Contra a Reforma da Previdência. Na Avenida do Imperador (Centro), vários ônibus tiveram os pneus furados e estacionaram ao longo da via. Os passageiros tiveram que complementar o trajeto a pé. A mesma cena ocorre na Avenida Tristão Gonçalves (Centro).

O Terminal de Passageiros do Papicu fechou por 30 minutos, mas reabriu há pouco.

Os trabalhadores da construção civil também aderiram à paralisação e devem engrossar o protesto.

Na maioria das escolas da rede estadual, os professores também estão aderindo ao protesto, atendendo ao apelo do Sindicato Apeoc. No âmbito da administração estadual e municipal, também há servidores cruzando os braços. Muitos participarão da caminhada que sairá, a partir das 9 horas, da Praça Clóvis Beviláqua com destino ao Centro e com um ato em frente à sede do INSS.

O tranca-ônibus

Vários ônibus estão sendo parados na Avenida Carapinima antes de cruzarem a Avenida Domingos Olímpio. A informação é dos passageiros que são obrigados a descer e seguir a pé rumo ao Centro.

Segundo passageiros , há um homem entrando nos ônibus e determinando ao motorista que estacione o veículo e encerre ali o trajeto.

(Fotos – Leitor do Blog)

Camilo e uma agenda num misto de transposição e leilão

Danilo Forte acompanhará Camilo na audiência com Hélder Barbalho (MIN).

O governador Camilo Santana (PT) baterá, mais uma vez, à porta do gabinete do ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, em busca de soluções para que o trecho da transposição do rio São Francisco, que beneficiará o Ceará, seja retomado. O caso entrou na judicialização, pois há recursos questionando o processo licitatório pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC).

Com Camilo, que tentou ser recebido na última semana por Barbalho e não obteve espaço na agenda do ministro, ali estará o deputado federal Danilo Forte (PSB), que virou o “abre portas” do governo temer para o Estado.

Ainda na agenda, o governador será recebido em audiênci pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, e pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo, este às 15 horas.

De Brasília, o governador seguirá para São Paulo, onde assistirá, nesta quinta-feira, na Bolsa de Valores, o leilão de concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Projeto do legislativo estadual inscreve para o ENEM

 

Está com inscrições abertas o projeto ALcance Enem, coordenado pela Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), cujo presidente é o deputado petista Elmano de Freitas. O projeto é destinado a alunos que estejam cursando ou já tenham concluído o 3º ano do ensino médio.

As inscrições poderão ser feitas no portal da Assembleia Legislativa e devem ser revalidadas, presencialmente, no dia 18 de março, na sede da Unipace, localizada no Edifício Deputado José Euclides Ferreira Gomes (rua Barbosa de Freitas esquina com avenida Pontes Vieira), levando o original do RG e CPF.

As aulas começam no dia 1° de abril e acontecem aos sábados, das 7 às 12h30min, na sede da Unipace. As aulas presenciais também são transmitidas ao vivo.

Lista de Janot – Que seja ágil e sem sigilo

181 1

Com om título “Lista de Janot: que seja ágil e sem sigilo”, eis o editorial do O POVO desta quarta-feira. Confira:

A Operação Lava Jato alcança nova e crucial etapa. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou 83 pedidos de abertura de inquérito ao Supremo Tribunal Federal para investigar políticos com foro especial citados nas delações da Odebrecht. Janot também enviou outros 211 “declínios de competência” para outras instâncias da Justiça para que possam ser investigadas pessoas delatadas e políticos sem foro no STF, como governadores e prefeitos.

Os pedidos foram encaminhados ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na mais alta corte da Justiça brasileira. Os nomes da chamada “lista de Janot” ainda não foram revelados. Porém, é decisão pessoal do ministro Edson Fachin, responsável pelo caso no Supremo, manter ou não o sigilo. Para evitar especulações e vazamentos, o ideal é que o caso ganhe máxima transparência com as informações se tornando públicas em conjunto.

Sabe-se de antemão que a lista de possíveis investigados envolve importantes autoridades da nação. No Brasil, só pode ser investigado pelo STF o procurador-geral, senadores, deputados federais, ministros de governo, vice-presidente e presidente da República. É evidente que o fato tem imensa repercussão na política brasileira, com grande potencial de gerar crise política.

No entanto, é importante ressaltar que o envio do pedido ao Supremo não antecipa culpas. Ao fazer o pedido, a Procuradoria relata fatos e pessoas que, segundo entendimento de Janot, devem ser investigados. Porém, caberá ao ministro Fachin decidir se o pedido vai gerar um inquérito ou se será arquivo. A lista anterior com 50 nomes, enviada ao Supremo ainda em 2015, gerou a abertura de 25 inquéritos, mas, até aqui, apenas quatro investigados se tornaram réus.

Portanto, ainda há um longo caminho pela frente. Basta lembrar o caso “Mensalão”, muito menos complexo que a Lava Jato, que só foi a julgamento sete anos após a chegada do caso ao Supremo. O impacto na política será imediato quanto mais veloz for a decisão pela abertura dos inquéritos, cujos desdobramentos permitirão à PGR promover ações de busca e apreensão e quebras de sigilo.

Para o País, quanto mais rápidos forem os procedimentos, melhor. Porém, sem se perder o rigor jurídico nas investigações e possíveis julgamentos.

Um pacto a la Cocó para a Praia do Futuro

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

“Independente do que o TRF-5ª Região decida, queremos o reordenamento que garanta o uso econômico e social da Praia do Futuro, mas respeitando-se o patrimônio público.

O diálogo entre barraqueiros, Prefeitura e União é fundamental”, diz para a Vertical o procurador da República Márcio Torres, que, com os também procuradores Alessander Sales e Alexandre Meireles, moveu a ação que será julgada hoje.

Ele deixa claro que dá para se fechar um “amplo acordo” que favoreça a cidade, no plano turístico, e assegure o respeito à área de marinha.

Para Márcio Torres, pode-se fazer, nesse caso, o que se conseguiu com o Parque do Cocó: um fórum congregando as partes envolvidas para se discutir, sem arroubos, as melhores alternativas de convivência no âmbito da Praia do Futuro.

  • Sobre o assunto, leia mais no O POVO aqui.

Consultor dará dicas de como aplicar seu dinheiro nestes tempos de crise

O escritório de Agente Autônomos de Investimentos – StartAAi, em parceria com o Clube dos Traders, vai apresentar, gratuitamente na Livraria Leitura do RioMar, nesta quarta-feira, às 19h30min, a palestra “Seu dinheiro: onde investir em 2017”. O objetivo é ensinar as pessoas sobre os melhores lugares para aplicar seu dinheiro em tempos de crise.

“O Brasil está passando pela maior crise da sua história e muitas coisas estão mudando, o tempo dos juros altos pode estar ficando para trás e junto com isso a mentalidade do investidor deve mudar e deve acompanhar o movimento do mercado. As mudanças nas regras da aposentadoria também estão por vir, os tempos de comodismo podem ter ficado para trás, cada vez mais o conhecimento é a maior arma dos poupadores brasileiros!”, conta o assessor de investimentos Gustavo Farias.

Gustavo será o conferencista e apresentará um pouco da experiência de que é gestor de fundos certificado CGA – ANBIMA, com oito anos atuando na área de investimentos. Ele trabalhou seis anos como operador, consultor e professor na área pela XP Investimentos (maior corretora do Brasil).

SERVIÇO

*Para mais informações: acesse o site: http://www.startaai.com/

Bruno participa em Brasília de reunião que discute Lei Geral de Licenciamento Ambiental

Bruno e Sarney Filho durante encontro.

O secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, encontra-se em Brasília, onde participou da 77ª Reunião da Associação Brasileira de Entidades do Meio Ambiente (ABEMA), que contou com a presença do ministro do setor, Sarney Filho.

Na pauta, foram discutidos a conjuntura ambiental do País, o Projeto de Lei Geral do Licenciamento Ambiental e o processo de outorga de Pequenas Centrais Hidrelétricas pela Aneel.

(Foto – MMA)

Vereador busca recursos para quadrilhas juninas

Na condição de vice-presidente da Federação de Quadrilheiros Juninos do Ceará, o vereador Márcio Martins (PR) encontra-se em Brasília. Com apoio do deputado federal Cabo Sabino (PR), ele será recebido pelo Ministério do Turismo, onde deixará pleito da ordem de R$ 800 mil para reforçar os investimentos no Estado no quesito festas juninas.

De acordo com Márcio Martins, o governo estadual libera o seu Edital Junino, mas não pode contemplar todos os segmentos, no que ele considera viável o apoio do Ministério a uma manifestação cultural e tradicional do povo cearense.

Presidente da CSP recebe secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado

César Ribeiro e Eduardo Parente – Parceria reforçada.

O presidente da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), Eduardo Parente, recebeu, nesta terça-feira, a visita do secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado, César Ribeiro. Os dois conversaram sobre uma agenda positiva para potencializar negócios que gerem retorno para o Ceará.

A visita faz parte de uma ação da SDE para estreitar os laços com setores estratégicos da economia cearense. Temas como ZPE, Porto do Pecém e a própria operação da empresa estiveram na pauta.

Cesar Ribeiro, ao final da visita, revelou que a CSP é uma importante âncora da economia cearense, na medida em que impulsiona negócios locais, gera empregos e movimenta a balança comercial do Estado.

Parque Estadual do Cocó absorverá o Parque Adahil Barreto

O Parque Estadual do Cocó, com data da demarcação em definitivo agendada para 4 de junho, período da abertura da Semana do Meio Ambiente, terá mais três novidades.

Segundo secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, entrará na cota da área o Parque Adahil Barreto, que pertence à Prefeitura de Fortaleza. Também será encampado o trecho da BR-116 até a avenida Val Paraíso, no Conjunto Palmeiras.

A outra  novidade é que a represa da foz do Cocó, com inauguração marcada para abril, também será absorvida pelo Parque do Cocó.

Sebrae fecha parceria com Conselho de Arquitetos e Urbanistas

O superintendente estadual do Sebrae, Joaquim Cartaxo, dará palestra nesta quarta-feira, às 19 horas, no auditório do órgão, sobre o tema “Design, Arquitetura e Sustentabilidade”. A palestra será voltada para os profissionais de arquitetura e urbanismo do Estado, dentro de um evento promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Ceará (CAU/ CE).

O encontro faz parte de uma ação conjunta entre o Sebrae e p CAU e tem por objetivo fortalecera qualificação dos profissionais desta categoria. O foco é prepará-los também para a gestão de empresas e para o acesso a novos mercados.

Durante o encontro também será celebrado um termo de parceria com a diretoria do CAU/CE, por meio do qual o Sebrae disponibilizará para os arquitetos e urbanistas cearenses um conjunto de soluções nas áreas de gestão, marketing, planejamento, finanças e fomento ao empreendedorismo.

 

Domingos Neto assume liderança do PSD nesta semana

O deputado federal Domingos Neto assumiu a liderança do PSD nesta semana. Isso em razão da viagem, em missão oficial, do líder Marcos Montes (MG). A semana promete ser movimentada em Brasília com definição de pauta de votações e discussões na Câmara.

Na tarde desta terça-feira seriam escolhidos os presidentes das 25 comissões permanentes, mas essa eleição foi adiada para quarta-feira (15). O cargo de presidente de comissão é disputado, já que é ele quem define as pautas que serão debatidas no colegiado.

Sindicato Apeoc vai puxar em Fortaleza atos de protestos contra o Governo Temer

O Sindicato Apeoc está mobilizando professores para o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência, que ocorrerá nesta quarta-feira. Vários comunicados estão sendo distribuídos no Interior e na Capital como forma de convocar o maior número da categoria.

Segundo o presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo, a ordem é protestar contra o governo Temer, que ameaça avanços sociais da classe trabalhadora, através da reformas trabalhista e previdenciária. Também consta na luta a defesa de recursos do Pré-Sal para a educação.

A concentração em Fortaleza ocorrerá a partir das 8 horas, na Praça Clóvis Beviláqua. De lá, segundo Anízio Melo, sairá uma caminhada rumo ao Centro, passando pelo prédio do INSS, onde haverá um ato.

Várias outras entidades populares prometem engrossar o protesto. Além de partidos de esquerda e do movimento popular, o sindicato que representa os servidores públicos municipais (Sindifort) e centrais como a Intersindical.

(Foto – Arquivo)

O governo é do PT, a política é do PSDB e o prejuízo é do povo

377 5

Com o título “O governo é do PT, a política é do PSDB e o prejuízo é do povo”, eis artigo do jornalista e analista de sistemas Haroldo Barbosa. Ele aborda o ingresso da Cagece no pacote de concessões do Estado e questiona a tese de que o dinheiro com venda de ativos do estado vá para um fundo previdenciário. Confira:

Dia 8 de março, mulheres em todo mundo saíram às ruas para protestar contra o machismo, o patriarcado e o capitalismo. Em Fortaleza, uma das faixas que vi durante o ato dizia “mulheres, água e energia não são mercadorias”.

Michel Temer(PMDB) e Camilo Santana (PT) não pensam dessa forma. Temer já anunciou a concessão da Cagece aos empresários em 2018. O governo do Ceará concorda com a medida, mas quer reestruturar a Cagece antes de entregá-la, pois a mesma está com deficit em seus balanços. A lógica é a seguinte: fornecimento de água não visa prioritariamente atender às pessoas, mas sim dar lucro.

Todos sabem o que aconteceu com a Coelce (hoje Enel). Depois da privatização, contas altíssimas, cobranças indevidas, cortes de luz e por aí vai.

Enquanto entrega a Cagece, curiosamente o governador Camilo Santana está implantando a toque de caixa o projeto de uma usina de dessalinização de água do mar ao custo de aproximadamente R$ 500 milhões de reais. Camilo disse estar preocupado com o custo final dessa água para o consumidor, mas não tem dúvida que essa é a saída a médio e longo prazo para o problema hídrico. Vamos somar 2 + 2?

Mas não é só a Cagece. Desde agosto do ano passado, que o governador apresentou na Fiec um pacote de concessões dos bens do estado. Na lista, o Acquario Ceará, Ceasa, Centro de Eventos, Centro de Formação Olímpica do Ceará (CFO), Cinturão Digital, Metrofor, Rodovia CE-040, terrenos (Expoece e da Cavalaria da PM) e aeroportos regionais (Jijoca e Aracati). O governador também implementa um programa de Parcerias Público Privadas. PPPs e concessões são eufemismos para privatização.

Para deslanchar as concessões, Camilo deu status de super secretário a Maia Júnior (PSDB), que assumiu o cargo com o aval de Tasso Jereissati. O governo é do PT, a política é do PSDB, o prejuízo é do povo e assim seguimos.

Segundo Maia Júnior, o dinheiro arrecadado com as concessões irá para um fundo da Previdência do estado. Parece bom, mas não é.

Camilo já antecipou parte da reforma da Previdência de Temer aumentado, por exemplo, a contribuição dos servidores estaduais de 11% para 14%.

Não há deficit da Previdência. O pagamento de juros e amortizações da Dívida Pública da União e dos estados a banqueiros e especuladores é um dos reais motivos da reforma previdenciária, assim como da “falência” de estados como o RJ. Mais de 45% do orçamento da União são gastos com a Dívida, que continua crescendo. Pode faltar dinheiro para tudo, menos para pagar juros e amortizações aos especuladores.

No Ceará, o governador quer implantar de imediato a previdência complementar para os servidores do estado e criou o Comitê de Assuntos Estratégicos para a Estruturação da Gestão de Ativos e de Passivos Previdenciários (Cegap), do qual participa o secretário Maia Júnior. Este Comitê também vai “desenvolver e estruturar operações de emissão de títulos do Estado, como exemplo de lançamentos com lastro em cessão de direito ou outros ativos do Estado”.

Em resumo, o que se vê é a possibilidade de liquidar o patrimônio do estado e sacrificar servidores e população para beneficiar empresários e especuladores.

No 8 de março, ouvi as mulheres cantando, indignadas com a reforma previdenciária e outros absurdos do governo Temer, uma música que falava em “tacar fogo no Planalto”. Parece que o Palácio da Abolição deve ser incluso.

*Haroldo Barbosa
Jornalista.

Petição quer incluir no calendário nacional o Dia da Salada

No Brasil, já se comemoram datas como o Dia da Macarronada, Dia da Pizza e o Dia do Hambúrguer. Por que não comemorar um dia de algo saudável e nutritivo: o da Salada? Esse foi o questionamento lançado em um manifesto feito por três empresários cearenses, que iniciaram uma campanha para coletar assinaturas numa petição que pretende instituir a data no Calendário Nacional.

O movimento intitulado “Dia da Salada – Apoie esse dia” foi pensado com base na pesquisa realizada em 2014 pelo Ministério da Saúde que revela que o cardápio dos brasileiros ainda tem muita carne gordurosa e pouca salada. Para se ter ideia, segundo as estatísticas, apenas um em cada quatro brasileiros consome a quantidade ideal de frutas e verduras.

De certa forma, isso quer dizer que o brasileiro está comendo melhor, mas ainda está longe do ideal. Apesar dos hábitos ruins estarem diminuindo, somente 24% da população come a quantidade de frutas, verduras e legumes recomendada pela Organização Mundial da Saúde.

Para Lucas Lima, um dos empresários idealizadores do movimento, o Dia da Salada vem para conscientizar a sociedade e, principalmente, os pais com crianças, da importância de incrementar o cardápio diário com frutas, legumes e verduras.

“Muitas pessoas dizem que não comem salada porque é caro, porque dá trabalho, porque não encontram bons insumos. O movimento também vai desmistificar isso no decorrer de sua campanha.”

As ações de conscientização seguem durante o mês de março com objetivo de fortalecer a proposta e incentivar a população

SERVIÇO

*Para assinar a petição virtual e apoiar a criação da data no calendário, o interessado deve acessar o site www.diadasalada.com.br. A campanha se estenderá por todo o ano.

Federação Brasileira de Hospitais quer influenciar na Reforma da Previdência

O presidente da Federação Brasileira de Hospitais, Aramicyr Pinto, encontra-se em Brasília participando de debates sobre o projeto da reforma da Previdência Social do governo Temer. Ele acompanha, mais precisamente, a ação dos parlamentares que integram a Frente Parlamentar da Saúde.

Segundo Aramicyr, o setor está preocupado com as informações acerca da Reforma da Previdência e quer obter não só detalhes do projeto, mas, também, influenciar. O segmento saúde no Brasil, de acordo com o dirigente da federação, é hoje “o que mais gera empregos no País”. Não declinou números.

Para o dirigente da entidade, deverá vir mudança no que diz respeito à parte atuarial – limite de idade e outros detalhes, mas Aramicyr Pinto considera fundamental que, nesse item, não haja encargos para o setor da saúde que tem suas convenções de trabalho.

(Foto – Paulo MOska)