Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Titular da Seuma dará palestra sobre licença online

aguedamuniz

A secretária municipal de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz, falará nesta terça-feira para membros da Federação das Associações de Jovens Empresários (Fajece) sobre licença online.

A palestra está marcada para as 19 horas, na Cantina do Faustino, e faz parte da programação da nova gestão da federação, que tem à frente Demetrius Vieira

O objetivo é levar para os filiados da Fajece assuntos do interesse do segmento em vários setores da área produtiva.

Maranhão desiste suspender sessões em clima junino

“Por pressão, segundo integrantes da Mesa Diretora da Câmara, o presidente interino da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), recuou da decisão de suspender as votações desta semana e marcou votações para amanhã (28). Ele tinha anunciado, no final da semana passada, que não haveria sessão deliberativa nos próximos dias em função das festas juninas nos estados, mas reconsiderou a medida informando a mudança aos parlamentares durante o final de semana. Maranhão destacou ainda que não haverá desconto para os deputados que faltarem à sessão.

Para o primeiro-secretário da Câmara dos Deputados, Beto Mansur (PRB-SP), o recuo enfraquece ainda mais a situação de Maranhão que tem sido alvo de inúmeras críticas entre colegas desde que assumiu o comando da Casa, quando Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi afastado do cargo e do mandato por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Particularmente, acho um absurdo. Uma coisa é minha situação, que moro em São Paulo e tenho disponibilidade de voos para Brasília diretos, outra coisa é um deputado que mora no interior e tem que voltar sem qualquer previsibilidade Quando você programa uma votação tem que ter antecedência”, disse.

Assim como outros parlamentares que, já na sexta-feira (24), criticaram a suspensão dos trabalhos alertando que, diante do atual momento do país a Câmara não deveria ficar parada por quase 10 dias, Mansur também questionou a dispensa. “Estou na Casa há muito tempo [cinco mandatos] e respeito o evento que é tradição no Norte e Nordeste, mas não dá para ficar homenageando todos os santos brasileiros, porque senão a Casa não trabalha. Semana passada foi São João, esta semana São Pedro. A Casa tem que funcionar. A sociedade está olhando para nós.”

Na última semana, os deputados votaram apenas a medida provisória (MP) que trata da participação de estrangeiros no capital de empresas aéreas brasileiras. A matéria foi aprovada na última terça. Pela frente, estão previstas as votações da MP que trata do controle de doping e a proposta que cria normas para definição e atuação de diretores executivos e conselheiros de fundos fechados de previdência complementar vinculados a entes públicos e suas empresas, fundações ou autarquias.

Independentemente da decisão final, o recuo de Maranhão pode acirrar ainda mais a busca por uma solução sobre o comando da Câmara. Mansur sinalizou a possibilidade de que a Mesa se reúna ainda esta semana para, novamente, tentar encontrar uma saída que possibilite novas eleições para a presidência da Câmara.”

(Agência Brasil)

Prefeitura apresentará nesta terça-feira sistema de carro elétrico compatilhado

carroeletrico-1707902607

O prefeito Roberto Cláudio(PDT) apresentará nesta terça-feira, às 14 horas, no auditório do Paço Municipal, todos os detalhes a cerca do sistema de carros elétricos compartilhados. Inicialmente, serão 10 estações que disponibilizarão 20 veículos, a partir de agosto.

Na ocasião, o prefeito anunciará a abertura de um prazo de 45 dias para os interessados se cadastrarem em postos espalhados pela cidade.

Quem vai operar o sistema do carro elétrico compartilhado é a empresa Sertel, de Pernambuco, a mesma que já opera o sistema de bicicletas compartilhadas. A Sertel fechou, inclusive, patrocínio com o Grupo Hapvida.

DETALHE – A Prefeitura garante que não há custa para o município na implantação do sistema.

Governo Temer e o desmonte dos programas sociais

95 1

Com o título “Governo interino, danos irreversíveis” eis artigo do deputado federal Leônidas Cristino (PDT), que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ele alerta, nesta Era Temer, para um desmonte das políticas públicas implantadas pelos ministérios, em especial para os programas sociais. Confira:

O vice-presidente Michel Temer está no exercício da Presidência de modo provisório por um período de até 180 dias, até quando o Senado julgar o mérito do pedido do impeachment. Se o Senado decidir pela não condenação da presidente Dilma Rousseff, esta retorna ao cargo. Apesar do caráter provisório, o governo do vice promove de modo irresponsável um verdadeiro desmonte do Estado nos aspectos administrativos e na sua estrutura organizacional.

Este desmonte tem reflexo em todas as políticas públicas implantadas pelos ministérios. Com estas medidas, o governo do vice dá as costas para a política econômica em curso na gestão da presidente Dilma e desvaloriza os programas sociais. O Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), criado em conjunto com a reestruturação dos ministérios, atropela o Executivo e todo o conjunto de órgãos de fiscalização e controle, legislação ambiental e direitos indígenas em nome de uma questionável prioridade nacional.

O governo provisório toma medidas que se tornam irreversíveis e justifica tudo ao acenar com a perspectiva de retomada do crescimento econômico. A que preço? Em que base legal?

O prejuízo supera os ganhos na medida de extinção e fusão de Ministérios promovida pelo governo interino no afã de apoio da opinião pública. A propalada reforma ministerial, todavia, agride e descumpre preceitos basilares da Lei Máxima do País. Este é o entendimento do Partido Democrático Trabalhista (PDT), que protocolou no Supremo Tribunal Federal ação de Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), com pedido de medida liminar contra atos do vice.

Os advogados do PDT argumentam que “a prática de atos de nomeação para a pasta ministerial, a fusão e a extinção de órgãos ministeriais e de secretarias de governo, por meio da Medida Provisória 726/2016”, descumpriram vários preceitos fundamentas da Constituição de 1988. Está configurada a usurpação das funções da Presidência da República pelo vice-presidente em exercício.

“A Presidenta da República encontra-se no curso do seu mandato, estando tão-somente suspensa de suas funções em virtude do procedimento de impeachment”, afirmam. O objetivo do PDT é reverter atos como a fusão e extinção de Ministérios, alteração de política externa, implementação de reformas tributárias e previdenciárias, venda de empresas públicas, extinção e redução de programas sociais e anulação de atos da presidente Dilma.

*Leônidas Cristino

dep.leonidascristino@camara.leg.br
Deputado federal (PDT-CE).

Sindicato dos Bancários já contabiliza 48 ataques a bancos neste ano no Ceará

bacnosss

Nos primeiros seis meses deste ano já foram registrados pelo Sindicato dos Bancários do Ceará um total de 48 ataques contra 41 no mesmo período do ano passado.

Desses 48 ataques, 40 foram registrados no Interior. O Sindicato atribui o baixo índice de ocorrências em Fortaleza à existência do Estatuto Municipal de Segurança Bancária (lei 9.910), em vigor desde 2012. O Estatuto prevê que as unidades bancárias adotem diversos itens de segurança para coibir esse tipo de ataque.

Desde a aprovação da lei em Fortaleza, o Sindicato informa ter encampado uma árdua batalha pela aprovação de leis semelhantes em diversos municípios do Interior do Ceará. Entretanto, em poucas cidades a iniciativa foi em frente, como Tianguá, Caucaia, Caridade e Crateús (lei semelhante apresentada pelos vigilantes locais).

Confira os números do Sindicato

Em 2016
48 ataques
40 – Interior;
08 – Fortaleza

Tipos de ataques
22 arrombamentos
09 tentativas de arrombamento
04 invasões a agências no horário do expediente
16 ataques com uso de explosivos
07 ataques com reféns
04 vítimas feridas à bala
01 policial morto

Alvo dos ataques
25 ações contra o BB
23 ações contra os demais bancos
36 Cidades atacadas (em algumas, mais de uma vez):
Eusébio – Farias Brito – Fortaleza – Novo Oriente – Cariús – Caucaia – Solonópole – Madalena – Ocara – Campos Sales – Senador Sá – Paraipaba – Ibaretama – Maracanaú – Orós – Morrinhos – Independência – São João do Jaguaribe – Pacajus – Icapuí – Horizonte – Forquilha – Jaguaribe – Acopiara – Itaitinga – Monsenhor Tabosa – Morada Nova – Aracoiaba – Choró – Parambu – Beberibe – Coreaú – Capistrano – Crato – Fortim – Várzea Alegre.

Caridade é a 5ª cidade do Ceará a aprovar a Lei de Segurança Bancária

SERVIÇO

*O levantamento tem atualização diária e está disponibilizado no sitewww.bancariosce.org.br

 

A melhor lição de Ivens Dias Branco

109 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=AzE5rZrJiog[/youtube]

Com o título “A melhor lição de Ivens”, eis o Editorial do O POVO desta segunda- feira. Faz um registro sobre a postura empresarial do grupo que Ivens Dias Branco, que morreu no fim de semana, bem comandou. Confira:

A morte de Francisco Ivens de Sá Dias Branco, aos 81 anos, encerra uma das mais exemplares trajetórias empresariais do País. Empreendedor nato, Ivens assumiu em 1953, aos 19 anos, em Fortaleza, o comando de uma padaria que havia sido fundada na década de 1930 pelo seu pai, o português Manuel Dias Branco. Daí por diante, transformou aquele pequeno comércio de rua no maior grupo brasileiro do setor de massas e biscoitos. O maior da América Latina, o quarto maior do mundo em um setor dominado por grandes multinacionais oriundas da Europa e dos Estados Unidos.

À frente do negócio, Ivens apostou na fabricação de biscoitos em escala industrial, promovendo uma guinada do varejo para a indústria. Seu foco foi colocar seus produtos nas prateleiras do pequeno e médio varejo, reproduzindo na área de massas e biscoitos a estratégia adotada por empresas globais, como a Coca-Cola. Na mente de muitos cearenses, perdura a imagem da Kombi da Fábrica Fortaleza nas pequenas cidades e nas ruas da Capital.

A visão moderna de Ivens levou à verticalização dos negócios, tornando-o um grande produtor dos insumos necessários à fabricação de seus produtos. Dessa maneira, a empresa passou a controlar toda a estrutura de custos, criando um diferencial em relação aos concorrentes. Ivens beneficiava o trigo e produzia a gordura vegetal, além da margarina, produtos primários na fabricação das marcas que o Grupo coloca no mercado.

A partir de 1990, o crescimento da empresa foi notável, como a aquisição de concorrentes brasileiros e estrangeiros. Hoje, o Grupo comanda 14 fábricas e 13 distribuidoras, que geram mais de 16.000 empregos diretos, na fabricação de 17 marcas. Ivens também atuou no ramo de hotelaria, da construção civil e imobiliário.

Ivens deixa para o Brasil grandes lições. Nesse momento do País, uma lição em especial merece ser citada como referência: seu império econômico não precisou de benesses políticas, de monopólios criados pelo Estado ou dos negócios públicos para ser erguido. Sua aposta sempre foi no mercado privado, colocando à disposição dos consumidores produtos de qualidade.

Entre Camilo e Guimarães, há uma petista chamada Luizianne Lins

cmaiegui

A relação do governador Camilo Santana (PT) com o deputado federal José Nobre Guimarães (PT) não é mais a mesma.

Isso, desde que o parlamentar, segundo pessoas próximas aos dois, resolveu abraçar a tese da candidatura própria do PT em Fortaleza.

Camilo é simpático à reeleição do prefeito Roberto Cláudio (PDT), enquanto Guimarães alinhou-se à tese de candidatura própria petista, puxada pela ex-prefeita e deputada federal Luizianne Lins.

Prefeito vai sortear casas pela tevê

83 2

roberto-claudio-prefeito

Será nesta terça-feira o 2º sorteio do programa “Minha Casa, Minha Vida” da Prefeitura de Fortaleza. O ato terá à frente o prefeito Roberto Cláudio (PDT) que, às 10 horas, na Câmara Municipal, sorteará 4.380 unidades.

Essas casa estão entre a segunda etapa do Residencial Alameda dos Palmares, no Ancuri, e do Conjunto Cidade Jardim II, no Conjunto José Walter.

A TV Fortaleza transmitirá ao vivo o sorteio, que contará com a presença de representantes do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública,Caixa Econômica, Banco do Brasil e lideranças de movimentos populares.

Seminário vai discutir o setor produtivo no Ceará

sivlionbarr

A economia de uma sociedade é alavancada de acordo com os produtos por ela produzidos, modos de produção e recursos utilizados. O conhecimento desse processo e sua governança são fatores preponderantes para a geração de riqueza e desenvolvimento. A Assembleia Legislativa do Ceará, através do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos, debaterá a administração dos recursos sociais e econômicos direcionados para o crescimento do setor produtivo cearense, no seminário “A governança para o desenvolvimento do setor produtivo cearense”. O evento acontecerá nesta segunda-feira (27), das 13h30min às 18h30min, no auditório do Complexo das Comissões Técnicas da Casa.

A proposta é de iniciativa do primeiro-secretário da Casa, Sérgio Aguiar (PDT). Segundo ele, diversas entidades ligadas aos quatro eixos interinstitucionais que compõem o setor produtivo no Ceará e representantes desses segmentos, foram convidados para o seminário. São eles: setor privado, formado por comércio e serviços, indústria, agronegócios e turismo; governo estadual e municipal; classe política; academia e instituições técnicas de ensino e pesquisa.

“O objetivo do evento é iniciar um processo participativo que contribua para o fortalecimento da governança do setor produtivo cearense, por meio da construção de uma Política de Desenvolvimento da Produção Sustentável e inclusiva do Estado do Ceará”, explica o assessor técnico do Conselho, Antônio Martins.

A secretária de Desenvolvimento Econômico do Ceará, Nicole Barbosa, ministrará palestra com o tema “O Panorama da Governança do Sistema Produtivo Cearense na ótica e da ação do Estado”. O doutor em Economia Almir Bittencourt da Silva, da UFC, falará sobre “Considerações acerca do tema na ótica das oportunidades existentes para implementação de uma governança sustentável”. Com a experiência de gestor municipal, Silvio Magalhães Barros, o ex-prefeito de Maringá (PR), fará uma apresentação sobre sua prática ao adotar “O Modelo de Governança do Setor Produtivo adotado pelo Município de Maringá”.

SERVIÇO

Para acompanhar as discussões é necessária uma prévia inscrição online, através do email conselho@al.ce.gov.br

Sinpol/CE tem nova diretoria

foto sinpol 160626 eleição

Com 59,97%, Francisco Lucas de Oliveira foi eleitor neste fim de semana como presidente do Sindicato dos Políciais Civis do Estado do Ceará (Sinpol/CE) para o próximo triênio. Ele encabeçava a Chapa 1, que tinha o apoio da atual gestão. O ex-presidente Gustavo Simplício ocupará função na diretoria de formação sindical. Atualmente, Simplício representa a categoria como presidente pela Federação Interestadual dos Trabalhadores dos Policiais Civis da Região Nordeste (Feipol).

A apuração do pleito ocorreu na Procuradoria Regional do Trabalho, com acompanhamento do Sindicato dos Rodoviários (Sintro) e do Grupo de Estudos e Defesa do Direito do Trabalho e do Processo Trabalhista.

O Sinpol/CE conseguiu recentemente articular a aprovação da lei da descompressão, que beneficiará ativos, pensionistas e aposentados da Polícia Civil do Estado. Uma das metas da diretoria eleita será a reestruturação da categoria, está sendo negociada com o Governo do Ceará.

Camilo: comedido, mas pragmático

77 1

foto camilo governo ceará

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (26):

A entrevista com o governador Camilo Santana, no Jogo Político que vai ao ar na noite deste domingo, é rica em sinalizações políticas e econômicas. Já largamente explorado no noticiário político do O POVO, que antecipou a informação na edição de quinta-feira passada, o governador praticamente anuncia sua intenção de apoiar a reeleição de Roberto Cláudio (PDT) em Fortaleza.

Em seu estilo comedido, Santana deixa transparecer que não pretende assumir uma posição neutra na disputa da Capital. “Todos sabem de minha relação com o prefeito Roberto Cláudio. Temos tido grandes parcerias”, disse após declarar que se engajará nas próximas eleições. O governador não disse como o fará. Afinal, a legislação eleitoral impõe limites para um filiado apoiar a candidatura de outro partido.

O fato é que se esvaem as esperanças do PT de Fortaleza que vem trabalhando para que o governador, pelo menos, não se engaje na disputa. “Eu pedi mais diálogo”, “defendi no partido que o anuncio da candidatura própria fosse adiado”. O governador não usou o termo, mas deixou claro que se sentiu atropelado pela decisão do partido de lançar a candidatura de Luizianne Lins.

Acerca da relação com o Governo Federal, Santana conta que não chegou a telefonar para o presidente Michel Temer por ocasião de sua chegada ao Palácio do Planalto. Porém, já pediu uma audiência com o presidente. A pauta: recursos para as obras relacionadas à segurança hídrica. Ainda não houve uma resposta de Brasília. “Até o momento não senti nenhuma reação negativa por parte do Governo Federal”, disse.

Ao ser perguntado se possuía algum intermediário para facilitar o fluxo de interesses do Ceará junto ao Palácio do Planalto, o governador respondeu o seguinte: “Tenho procurado a bancada de (parlamentares) federais, inclusive o senador Tasso Jereissati. Temos conversado muito sobre essas questões. Já vínhamos conversando desde o início do meu governo. (O senador) Tem sido sempre muito atencioso com o Ceará e com Governo”.

Portanto, numa leitura livre, o resumo da ópera política do governador Camilo Santana é o seguinte: vai apoiar a candidatura de Roberto Cláudio em Fortaleza, conta com a mediação política de Tasso Jereissati em Brasília e não tem nenhuma intenção de estimular discursos e campanhas contra o presidente interino, que para o PT é um “golpista” e, para seus aliados Cid e Ciro Gomes, é “chefe de uma quadrilha”.

Safadão doa cachê polêmico de show em Caruaru

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=3g8uPzkbMM4[/youtube]

O cantor Wesley Safadão doou todo o cachê que ganhou ao se apresentar no São João de Caruaru, um dos maiores do País. Ele resolveu encerrar o assunto de uma forma inusitada e digna de aplausos.

O anúncio foi feito na madrugada deste domingo (26), quando o artista disse que doou todo o dinheiro para instituições filantrópicas da cidade pernambucana, dando fim a uma polêmica em torno do valor recebido. O cachê de Safadão foi de R$ 575 mil.

“O problema do país não é culpa minha não. Terminou sobrando pra quem não tinha nada a ver”, afirmou Safadão. “Se o problema é dinheiro, pode espalhar por aí que eu não ficarei com 1 centavo do meu cachê. O que eu quero é cantar todos os anos no São João de Caruaru. E todo meu cachê será revertido para as instituições de caridade de Caruaru”, disse o cantor para o delírio do público.

 

(Com Agências)

Polícia investiga mais uma fuga no Carrapicho; Assassino do policial do Raio entre os fugitivos

Pelo menos seis presos teriam fugido nesse sábado (25) do Centro de Triagem Criminológica, conhecido como presídio Carrapicho, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Entre os fugitivos estaria Gabriel Alves de Lima, o Biel, 20, que em fevereiro deste ano matou em uma única manhã o policial militar do Raio, Augusto Huebster Rabelo Félix, 27, e o comerciante José Vilemar de Freitas, 83, nos bairros Planalto Pici e Jardim Iracema, respectivamente, ambos vítimas de assalto.

A unidade prisional é a que registra o maior número de fugas este ano no Estado. Em abril, 30 detentos deixaram o presídio por meio de um túnel. A maioria dos fugitivos responde por assalto, mas há um grupo também de homicidas.

Já o latrocida – assalto seguido de morte – Biel havia sido preso dois dias após as mortes do policial e do comerciante. Ele estava em regime “condicional”, mediante monitoramento por tornozeleira eletrônica. No entanto, ao ser detido no município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza, o suspeito estava sem o equipamento eletrônico. Em depoimento à Polícia, Biel teria confessado que retirava a tornozeleira para praticar assaltos.

Fiec parabeniza senador Tasso por parecer na transparência das estatais

foto tasso homenagem fiec

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) destacou em publicações a iniciativa do senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), que resgatou na condição de relator o texto original do projeto de Lei de Responsabilidade das Estatais, ao proibir a nomeação de dirigentes ligados a partidos políticos ou sindicatos para cargos de direção e para os conselhos de administração das estatais.

Aprovado esta semana no Senado, o projeto havia sofrido alterações na Câmara dos Deputados que afetariam a transparência da gestão e dos gastos dos recursos públicos nas estatais.

Para Tasso, “a regra é evitar as práticas de corrupção identificadas pela operação Lava-Jato”.

‘Doutor Ivens construiu um mar de oportunidades’, diz deputado federal José Airton

foto josé airton e ivens

O coordenador da Bancada Federal do Ceará, deputado José Airton Cirilo (PT), lamentou a morte do empresário cearense Ivens Dias Branco, presidente do Grupo M. Dias Branco. Confira:

Dr. Ivens nos deixa um legado de quem construiu um mar de oportunidades e capitaneou o crescimento industrial e econômico do Ceará e do Brasil. “Um homem de fé, determinado, respeitado pela sociedade e admirado pelos seus colaboradores”.

Nesse momento de dor, envio minhas condolências à família, na pessoa de sua esposa Dona Consuelo Dias Branco, filhos, netos e parentes.

Eunício destaca o legado de Ivens Dias Branco

foto eunício e ivens

O senador Eunício Oliveira lamentou a morte do empresário Ivens Dias Branco, ocorrida nessa sexta-feira (24). Eunício iniciou a vida profissional, aos 13 anos de idade, após oportunidade do “seu Ivens”.

“Aprendi com ele o que é trabalho, ética, correção, decência e a construir a vida pelo dinamismo, pela coragem, pelo discernimento e pela vontade de vencer. Ele deixou um legado para todos os cearenses, para os brasileiros e para a sua família”, comentou Eunício.

Defensores ‘defendem’ foro privilegiado e subsídio de R$ 26 mil em meio à crise no país

67 9

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (25):

Diante da crise econômica que assola os estados brasileiros, tramita, na Assembleia Legislativa, projeto de lei de iniciativa da Defensoria Pública que dispõe, entre algumas pedidas, sobre:

1- foro privilegiado para os membros da Defensoria Publica;

2- subsídio equivalente aos desembargadores do TJ-Ceará;

3- revisão do subsídio igual à magistratura;

4- afastar-se do serviço por oito dias para casar;

5- afastar-se do serviço por dois dias no caso de falecimento de parentes de 3º grau;

6- aposentadoria compulsória aos 75 anos de idade;

7- receber fora os subsídios (R$ 26 mil por mês/inicial), mais a trigésima parte desse subsídio por plantão;

8- ajuda de custo de um mês de subsídio (R$ 26 mil), quando de sua promoção, para residir na sede na nova titularidade;

9- diárias para frequentar cursos, seminários e congressos;

10- auxílio funeral para a viúva(o) pensionista do defensor (a) no valor de um mês de subsídio, quando de seu falecimento, podendo se estender aos herdeiros.

A Defensoria Pública diz que quer adequar sua Lei Orgânica a dispositivos constitucionais. Como o Brasil e o Ceará encontram-se em ótima situação financeira, cabe a sociedade garantir esses direitos.

Fiec destaca trajetória empreendedora de Ivens Dias Branco

Em nota enviada ao Blog, a Fiec destaca a aptidão empreendedora, a simplicidade, a criatividade e a praticidade de Ivens Dias Branco. Confira:

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) manifesta profundo pesar pelo falecimento do industrial Ivens Dias Branco.

Empresário visionário, iniciou aos 19 anos sua trajetória, quando, ao lado do pai, Manuel Dias Branco, passou a desenvolver sua aptidão empreendedora para os negócios com simplicidade, criatividade e praticidade. Atuou em diversos segmentos empresariais, sendo proprietário do maior grupo do setor de alimentos da América Latina, o M. Dias Branco, que hoje gera mais de 16 mil empregos diretos.

Em 1992, foi agraciado com a Medalha do Mérito Industrial e, em 2004, com a Ordem do Mérito Industrial.

O presidente Beto Studart e a diretoria da FIEC consideram uma perda irreparável de um empreendedor exemplo de trabalho e determinação para o Ceará e para o Brasil.