Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Fecomércio vai entregar Medalha Clóvis Arrais Maia

A Federação do Comércio do Ceará (Fecomércio) vai entregar, na próxima sexta-feira, às 20 horas, durante cerimônia no Lulla’s Plazza, a Medalha Clóvis Arrais Maia.

Nesta edição, a homenagem é para a empresária Yolanda Queiroz (Grupo Edson Queiroz).

No mesmo ato, será entregue a Comenda João Luiz Ramalho de Oliveira, concedida pelo Sesc, à primeira-dama do Estado, Onélia Santana, e a Comenda José Leite Martins, do Senac, ao presidente do Instituto da Primeira-Infância (Iprede), Sulivan Mota.

Seca provoca quebra de safra de 67% no Ceará

secaa

Até 30 de maio, um levantamento da Ematerce sobre quebra da safra cearense apontava o seguinte quadro: 67% de perda no geral e 58% só na colheita de grãos.

Esse quadro é consequência da seca, que perdura no Interior do Estado, e que fecha um ciclo de cinco anos.

A informação é do presidente do órgão, Antônio Amorim, adiantando que os números consolidados deverão ser apresentados no começo do próximo mês.

Santuário de Fátima lembra Santo Antônio

fatimma

O santuário de Fátima, em Fortaleza, realiza missas desde as 5 horas desta segunda-feira. É a tradição do dia 13, que congregará, até as 20 horas, grupos de fieis de Nossa Senhora em clima de orações e preces.

A primeira missa foi presidida pelo padre Ivan de Sousa que, na ocasião, lembrou também Santo Antônio.

O religioso informou que, no próximo dia 23, o Santuário de Fátima receberá as relíquias do santo casamenteiro. Ali, ficarão expostas das 6 às 17 horas para visitação pública.

(Foto – Ana Aranha)

Túnel da Avenida Padre Antonio Tomás será liberado no dia 1º de julho

FORTALEZA, CE, BRASIL, 30-10-2015: Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza. Prefeito Roberto Cláudio, se reúne com corretores da Construção Civil, promovido pela Lopes Immobilis, para discutir o Plano Diretor da Cidade. (Foto: Mauri Melo/O POVO) *** Local Caption *** Publicada em 31/12/2015 - CD 02

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O túnel da avenida Engenheiro Santana Júnior com Padre Antônio Tomás terá o acesso liberado no dia 1º de julho, garante o prefeito Roberto Cláudio, acrescentando que o equipamento ganhará o nome de “Deputado estadual Welington Landim”, cuja morte completou um ano na última quinta-feira.

“Com isso, começamos a cumprir promessa com essa obra, que vai desafogar o trânsito na área”, diz.

Nessa mesma data – último dia para entrega de obras conforme a legislação eleitoral -, RC pretende inaugurar a primeira policlínica de exames e consultas de Fortaleza, que funcionará no Jangurussu.

Na prática, RC quer reforçar para o eleitorado o que tem dito por onde circula: “Para cada canelada da oposição, uma obra!”

Chacina de Messejana – MP deve denunciar dois oficiais e 43 praças

“Dois oficiais e 43 praças (sargentos, cabos e soldados) da Polícia Militar serão denunciados nos próximos dias como autores da Chacina da Grande Messejana pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). A primeira parte do trabalho de uma comissão de promotores de Justiça da Primeira 1ª Vara do Júri e do Grupo de Atuação de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) culminará com o pedido de prisão de 45 militares, responsabilizados pela matança de 11 pessoas nas comunidades do Curió e Alagadiço Novo, há sete meses — completados ontem.

Um dos policiais, o soldado Marcílio Costa de Andrade já se encontra preso no presídio militar da PM. Segundo as investigações da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança (CGD), Marcílio seria o pivô de pelo menos uma das versões para a chacina ocorrida na madrugada do dia 12 de novembro do ano passado.

Soldado Marcílio

Semanas antes da matança de nove adolescentes e dois adultos, o soldado Marcílio teria se envolvido num homicídio e na tentativa de outro, no Curió. Os dois crimes, em 25 de outubro de 2015, teriam sido o estopim para uma escalada de revanches e acerto de contas que culminou com a Chacina de Messejana.

O soldado Marcílio, preso administrativamente desde o último dia 29 de fevereiro por determinação da Delegacia de Assuntos Internos (DAI) da CGD, foi apontado nas investigações como autor do assassinato do adolescente Francisco de Assis Moura de Oliveira, 16, o Neném, e de ter dado um tiro no adulto Raimundo Cleiton Pereira da Silva.

De acordo com as provas colhidas por investigadores da DAI, os dois crimes aconteceram após a irmã do soldado Marcílio ter discutido com Cleiton por motivos banais. Após o bate-boca, o PM se vestiu com as dores da irmã e foi tomar satisfação com Cleiton. Bêbado e armado, ao tentar matar Cleiton, o soldado acabou assassinando o adolescente Neném.

Segundo O POVO apurou, o militar teria passado a receber ameaças de traficantes da área e de familiares do garoto que juraram vingar a
morte de Neném. No dia 30 de outubro do ano passado, outro assassinato. Desta vez, a vítima foi o pai de Neném.

As ameaças contra o soldado teriam gerado pelo menos uma incursão de homens armados e com bala-clavas (capuzes) no Curió. A invasão, supostamente de PMs, foi narrada por um morador da rua invadida, segundo a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). A família de Marcílio teria sido expulsa do território de conflito. Ele responde a processo administrativo instaurado pela CGD que pode culminar com a expulsão dele da PM.

A relação com a chacina

Depois dos episódios envolvendo o soldado Marcílio, Cleiton e Neném, e “incendiados” pelo assassinato do PM Valterberg Chaves Serpa na Lagoa Redonda na noite do dia 11 de novembro, outros policiais militares se juntaram, invadiram a favela e executaram covardemente quem estava pelas ruas ou teria alguma ligação com a rixa de Marcílio e seus desafetos.

Na época da prisão do soldado, a CGD negou que a captura tivesse ligações com a chacina. Para não atrapalhar a investigação. A irmã do militar também foi presa quando tentava esconder a arma do irmão, segundo a CGD.”

(Demitri Túlio – O POVO)

Dois oficiais e 43 praças serão denunciados pelo MPCE por chacina

Dois oficiais e 43 praças (sargentos, cabos e soldados) da Polícia Militar serão denunciados nos próximos dias como autores da Chacina da Grande Messejana pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). A primeira parte do trabalho de uma comissão de promotores de Justiça da Primeira 1ª Vara do Júri e do Grupo de Atuação de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) culminará com o pedido de prisão de 45 militares, responsabilizados pela matança de 11 pessoas nas comunidades do Curió e Alagadiço Novo, há sete meses — completados ontem.

Um dos policiais, o soldado Marcílio Costa de Andrade já se encontra preso no presídio militar da PM. Segundo as investigações da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança (CGD), Marcílio seria o pivô de pelo menos uma das versões para a chacina ocorrida na madrugada do dia 12 de novembro do ano passado.

Soldado Marcílio

Semanas antes da matança de nove adolescentes e dois adultos, o soldado Marcílio teria se envolvido num homicídio e na tentativa de outro, no Curió. Os dois crimes, em 25 de outubro de 2015, teriam sido o estopim para uma escalada de revanches e acerto de contas que culminou com a Chacina de Messejana.

O soldado Marcílio, preso administrativamente desde o último dia 29 de fevereiro por determinação da Delegacia de Assuntos Internos (DAI) da CGD, foi apontado nas investigações como autor do assassinato do adolescente Francisco de Assis Moura de Oliveira, 16, o Neném, e de ter dado um tiro no adulto Raimundo Cleiton Pereira da Silva.

De acordo com as provas colhidas por investigadores da DAI, os dois crimes aconteceram após a irmã do soldado Marcílio ter discutido com Cleiton por motivos banais. Após o bate-boca, o PM se vestiu com as dores da irmã e foi tomar satisfação com Cleiton. Bêbado e armado, ao tentar matar Cleiton, o soldado acabou assassinando o adolescente Neném.

Segundo O POVO apurou, o militar teria passado a receber ameaças de traficantes da área e de familiares do garoto que juraram vingar a

morte de Neném. No dia 30 de outubro do ano passado, outro assassinato. Desta vez, a vítima foi o pai de Neném.

As ameaçaas contra o soldado teriam gerado pelo menos uma incursão de homens armados e com bala-clavas (capuzes) no Curió. A invasão, supostamente de PMs, foi narrada por um morador da rua invadida, segundo a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). A família de Marcílio teria sido expulsa do território de conflito. Ele responde a processo administrativo instaurado pela CGD que pode culminar com a expulsão dele da PM.

A relação com a chacina

Depois dos episódios envolvendo o soldado Marcílio, Cleiton e Neném, e “incendiados” pelo assassinato do PM Valterberg Chaves Serpa na Lagoa Redonda na noite do dia 11 de novembro, outros policiais militares se juntaram, invadiram a favela e executaram covardemente quem estava pelas ruas ou teria alguma ligação com a rixa de Marcílio e seus desafetos.

Na época da prisão do soldado, a CGD negou que a captura tivesse ligações com a chacina. Para não atrapalhar a investigação. A irmã do militar também foi presa quando tentava esconder a arma do irmão, segundo a CGD.

(O POVO)

Secretário de Camilo consta na lista do TCU por contas irregulares

70 1

dede412587

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou neste fim de semana a lista de 6,7 mil responsáveis com contas julgadas irregulares. Com base nas informações, a Justiça Eleitoral poderá barrar a candidatura de quem estiver na lista nas eleições municipais de outubro próximo, porque os eventuais candidatos são considerados inelegíveis.

Entre os nomes entregues ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, está o do secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Francisco José Teixeira, o Dedé Teixeira (PT). Ex-prefeito de Icapuí, Litoral Leste do Estado, há 207 quilômetros de Fortaleza, Dedé Teixeira não conseguiu comprovar o emprego dos recursos da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), no valor de R$ 222,5 mil.

O ex-prefeito também foi condenado na Justiça Federal pela aquisição de equipamentos e materiais permanentes do Sistema Único de Saúde (SUS), na ordem de R$ 322,6 mil, além do uso incorreto de recursos federais, firmado entre o município de Icapuí e a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca, destinados a reformar e adequar o ancoradouro da Barra Grande, no valor de R$ 477, mil.

VAMOS NÓS – Em um mês, o governo em exercício de Michel Temer derrubou quatro ministros por irregularidades. O que vale contra o PMDB, vale também contra o PT?

(com Agência Brasil e TCU)

Artur Bruno – Um petista decepcionado e sem ânimo

329 2

bruno

Da Coluna Fábio campos, no O POVO deste domingo (12):

Os que acompanharam a trajetória de nascimento e crescimento do Partido dos Trabalhadores sabem bem o quanto a sigla valorizava as disputas de posições internas. O PT fez nascer no Brasil a ideia de um partido moderno, aos moldes da socialdemocracia europeia. Porém, esse ideal só durou enquanto foi oposição. Ao vencer as eleições de 2002, se entregou por inteiro ao projeto de poder tendo Lula como o seu demiurgo. Hoje, o PT faz ouvidos moucos a quem sugere que, diante de tudo, faça pelo menos uma autocrítica. Mas, aqui e acolá, surge gente no partido se propondo a lavar a roupa suja.

Filiado ao PT há 30 anos, Artur Bruno expõe toda a sua insatisfação com os rumos do partido no Brasil e em Fortaleza. Em entrevista concedida ao Jogo Político, na TV O POVO, o secretário do Meio Ambiente do Estado, com a autoridade política de quem já exerceu sete mandatos parlamentares (dois de vereador, quatro de deputado estadual e um de federal) faz uma dura avaliação da trajetória da sigla que comandou os destinos do País por mais de 13 anos.

O tom de Bruno é de desilusão. Não diz que vai deixar o PT, mas a sua fala aponta para a porta de saída. Feroz crítico da posição de lançar candidatura própria em Fortaleza, o ex-deputado afirma na entrevista que não vai se mobilizar a favor do partido na campanha da Capital. Para ele, a sigla deveria apoiar a reeleição de Roberto Cláudio. Os tópicos a seguir reproduzem apenas as respostas do primeiro de quatro blocos da entrevista. Vejam:

DEPRESSÃO COM O MENSALÃO

“O PT é meu primeiro e único partido. O momento mais crítico dessa relação foi em 2005, quando surgiu o “mensalão”. Na época eu era deputado estadual, inclusive tive um início de depressão. Passei um mês afastado da Assembleia. Foi um baque muito forte. Um partido que representa a classe trabalhadora não pode ser financiado por empresas. Doações de empresas não só em épocas eleitorais. Aquilo deixou desconfortável muita gente séria, honesta e idealista dentro do PT. Há 11 anos que tentamos mudar essas práticas e não conseguimos. Os problemas até se agravaram. Tem muita gente do PT decepcionada. Eu estou muito decepcionado. Tenho pouco ânimo hoje de lutar internamente”.

APEGO AO PODER

“O PT cometeu erros políticos. Cometeu erros éticos seriíssimos… Lamentavelmente, se apegou ao poder. Dezesseis anos é muito tempo de poder. Isso gera acomodação. Isso gera processos degenerativos até pessoais. As pessoas fazem tudo para se manter no poder. Se manter nos empregos. Ou o PT muda radicalmente, faz uma reflexão profunda, ou vai perder a sua importância histórica. Poucos jovens hoje se filiam ao PT. O PT passou a fazer as mesmas práticas dos outros partidos. É mais cômodo. É o caminho mais fácil, não o melhor caminho”.

DESÂNIMO

“Fiquei estarrecido. O Ministério Público Federal está fazendo uma belíssima campanha, com dez pontos de mudanças legislativas para combater a corrupção. Mais de dois milhões de assinaturas. E, lá no Congresso Nacional, quem foi receber os procuradores foram parlamentares de outros partidos. Mas cadê o PT? Eu, sinceramente, tenho muito pouco ânimo. Passei 11 anos lutando contra essas práticas e hoje estou muito desanimado”.

MIOPIA POLÍTICA

“Fortaleza está dando um péssimo exemplo de equivoco político. O PT vem cometendo graves erros no Ceará. Roberto Cláudio tem sido um dos melhores prefeitos da história de Fortaleza. Aí o PT tem o PDT aliado nacional, decide romper com essa aliança e lançar candidatura própria… Temos o maior cargo do Estado, que é o de governador, que precisa dessa aliança com o PDT, e nós fazemos de conta que isso não é importante. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, vem aqui prestigiar esse rompimento contra a vontade política do governador Camilo Santana. É um absurdo. Uma miopia política tremenda”.

O Jogo Político vai ar na noite deste domingo (12), às 22 horas. O programa é transmitido pelas TVs O POVO e Fortaleza (Câmara Municipal). Na noite de segunda-feira, também às 22 horas, será retransmitido pela TV Assembleia.

Encontro Industrial EIM – Prêmio destaca empreendedorismo no Ceará

297 1

foto pedro lima três corações

Após homenagear empreendedores na economia nordestina, a exemplo de Beto Studart (presidente do Grupo BSPAR e atual presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – Fiec), Ivan Bezerra (presidente da TBM Têxtil Bezerra de Menezes), Raimundo Delfino (controlador do grupo Santana Textiles), Ivens Dias Branco (presidente do Grupo M. Dias Branco) e Alexandre Grendene (presidente do Grupo Grendene), a EIM Instalações Industriais homenageou neste fim de semana o empresário potiguar Pedro Lima, do grupo Três Corações, em evento ocorrido no bairro Cambeba.

Um dos maiores produtores de café do País, com mais de 20% do segmento, Pedro Lima comanda um conglomerado que fatura mais de R$ 2 bilhões por ano.

As homenagens marcam o Dia da Indústria e também o dia do empreendedorismo, da coragem, da competência, do civismo. Segundo a EIM, “é uma data na qual são homenageados clientes e parceiros do setor industrial, diante de um reconhecimento a empresários e personalidades com atuação marcante no impulso do desenvolvimento econômico do Ceará”.

A EIM foi criada em 1956 pelo italiano Luigi Poluzzi, em Recife, para oferecer à indústria soluções especializadas em montagens industriais e instalações eletromecânicas. Em 1988, a empresa ampliou suas operações para Fortaleza. Hoje, possui um portfólio de mais de 400 clientes no Brasil, atuando também no exterior e diversificando seu atendimento em novos segmentos.

Grupo PSD/PMB deverá lançar 100 candidaturas a prefeito no Ceará

foto psd 160610

Cem candidaturas a prefeito nos 184 municípios cearenses. Essa foi a principal decisão do encontro político entre integrantes do PSD e do PMB, nessa sexta-feira (10), no Marina Park. Para o presidente estadual do PSD, o deputado federal Domingos Neto, o grupo busca uma identidade, por meio de propostas e ações.

Já a presidente estadual do PMB, Patrícia Aguiar, prefeita de Tauá, o grupo deverá trabalhar para firmar compromissos em torno da ética e do bem-estar social.

Impeachment – Ciro Gomes é rejeitado e defesa de Dilma procura novos nomes

290 4

foto ciro transnordestina

O relator do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), rejeitou nessa sexta-feira (10) o nome do ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes como testemunha de defesa de Dilma, na condição de especialista em economia. Segundo Anastasia, Ciro não possui relação direta com os quatro decretos orçamentários que integram a denúncia contra a presidente afastada.

Além de Ciro Gomes, a Comissão Especial do Impeachment também rejeitou outros 16 nomes dos 40 apresentados pela defesa, entre eles o também ex-ministro Bresser Pereira. Na próxima semana, a defesa de Dilma apresentará novos nomes. Entre esses estão os ex-ministros de seu governo Renato Janine (Educação), Aldo Rebelo (Defesa), Pepe Vargas (Secretaria de Direitos Humanos) e Miriam Belchior (Planejamento).

Polícia Civil x OAB/CE – Adepol nega que delegada tenha expulsado advogado da DHPP

Em nota enviada ao Blog, a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE) nega que a diretora da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegada Socorro Portela, tenha expulsado da DHPP o advogado Antônio Carlos Rebouças.

Confira a nota:

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE) vem a público externar o irrestrito apoio à Delegada de Polícia Dra. Maria do Socorro Portela A. do Rêgo, Diretora da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), diante da aprovação pelo Conselho Pleno da OAB/CE do Ato de Desagravo Público em seu desfavor, ocorrido no dia 2 de junho de 2016.

A Delegada de Polícia Socorro Portela reitera categoricamente que o advogado Antônio Carlos Rebouças, OAB/CE 18.778, NUNCA FOI EXPULSO da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa do Ceará. A Autoridade Policial, incansável no trabalho árduo de investigação de crimes contra a vida, uma das searas mais sensíveis do Brasil, sempre tratou, como é do conhecimento de todos que procuram aquela Divisão, com costumeira urbanidade e respeito todos os cidadãos, advogados ou não.

A ADEPOL/CE lamenta que a OAB/CE, diferentemente do procedimento habitual, sequer procurou à autoridade dita ofensora para apresentar sua versão dos fatos, em flagrante desrespeito aos próprios regulamentos, como o art. 18, §1º, do Regulamento Geral do Estatuto da OAB e os arts. 140 e 141 do Regimento Interno da própria OAB/CE. Tal fato, extremamente lamentável, porquanto proveniente de uma instituição respeitável que sempre lutou de forma incansável pelos direitos do cidadão, enseja a solicitação da imediata nulidade da aprovação do citado Ato de Desagravo Público, o que será requerido pela ADEPOL/CE.

OAB/CE

Segundo o site da OAB/CE, o motivo do desagravo teria sido a agressão sofrida pelo advogado Carlos Rebouças, no último dia 15 de abril. Na ocasião, o profissional teria sido expulso da DHPP, mesmo após se identificar como advogado.

UFC ganha Comissão de Direitos Humanos

Por meio de portaria, foi criada nessa sexta-feira (10), em reunião do Conselho Universitário (Consuni) presidida pelo Reitor Henry Campos, a Comissão de Direitos Humanos da UFC. Na ocasião, lista com os nomes dos 20 membros efetivos (http://goo.gl/ZKW2ah), entre professores, estudantes e servidores técnico-administrativos, com mandato de dois anos, foi aprovada.
A Comissão deverá propor ações educativas e políticas institucionais para estimular uma cultura de Direitos Humanos na Universidade, denunciar e acompanhar a situação de violações e tomar posições sempre que qualquer transgressão seja registrada, além de propor e organizar atividades e projetos relacionados ao tema. A Comissão também irá apurar eventuais desrespeitos aos Direitos Humanos na UFC, podendo recomendar sanções que vão do aconselhamento à abertura de processo administrativo disciplinar.
“Este é um momento de extrema importância para a UFC com a efetivação dessa Comissão”, disse o Reitor, destacando que a ideia é que ela tenha o máximo de autonomia. “Essa Comissão não vai ficar simplesmente esperando que algo aconteça. Ela é propositiva, vai assessorar a Reitoria e propor políticas”, explica o vice-reitor Custódio Almeida.
A UFC teve uma Comissão de Direitos Humanos anteriormente, mas ela não chegou a funcionar adequadamente. A nova comissão, no entanto, já nasce legitimada pelas unidades acadêmicas, que fizeram indicação de nomes para a lista. Entre os nomes, alguns docentes com larga experiência na área, como o professor Christian Dennys Monteiro Oliveira, indicado pelo Centro de Ciências e que preside a Comissão Brasileira de Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
Além dos professores, também participam da Comissão servidores indicados pelo Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce) e alunos sugeridos pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE). Custódio explica que o recém-eleito Diretório Central dos Estudantes (DCE) também participará da Comissão com a indicação de um titular e suplente em reunião na próxima terça-feira (14).
A indicação da Comissão se dá em um momento em que o tema dos Direitos Humanos ganha particular relevância na UFC, principalmente em assuntos como racismo, gênero e orientação sexual. A portaria com a criação da Comissão e a homologação dos nomes foram muito elogiadas pelos integrantes do Consuni, que  admitiram que os próprios estudantes têm solicitado uma estrutura como essa. Ainda segundo Custódio, a ideia é que, em um segundo momento, a portaria com a criação da Comissão dê origem a uma resolução do Consuni.
(Site da UFC)

Ceará, Rondônia e Espírito Santo dividem liderança em transparência, diz MPF

alessander

Os estados do Ceará, de Rondônia e do Espírito Santo ocupam o primeiro lugar no Ranking Nacional da Transparência, projeto encampado pelo Ministério Público Federal (MPF) que analisa a clareza com que governos estaduais e prefeituras divulgam informações como salários de servidores, contratos, licitações e outros dados em seus portais e por outros meios. Nas três últimas colocações, aparecem os estados do Acre, da Bahia e de Roraima.

No último levantamento, o Ceará apareceu com o índice de 8,2 e Roraima, com 5,2. Já o Espírito Santo manteve a nota máxima. Segundo o procurador da República Alessander Sales, a evolução da nota do Ceará deve-se à busca pelo aprimoramento dos pontos que considerados ineficientes no ranking anterior. “O estado manteve contato com o Ministério Público buscando corrigir os parâmetros que foram apontados como indevidos. Constatamos que houve evolução muito significativa.”

Este é o segundo ano em que o MPF elabora o Ranking Nacional da Transparência. Para Sales, embora seja uma ferramenta nova, o levantamento já provoca mudanças significativas nas gestões estaduais e municipais. O índice nacional de transparência passou de 3,92 para 5,15. “O ranking evidenciou para o país inteiro as deficiências de cada portal. A partir daí, as pessoas passaram a cobrar, o gestor ficou exposto e há a correção dessas deficiências.”

Em outra ponta, no Ceará, o MPF verificou que há uma relação quase direta entre a pouca transparência nas informações de gestões municipais e o baixo grau de desenvolvimento socieconômico. Segundo o procurador, os municípios mais pobres são os que apresentam os piores mecanismos de transparência, como os portais na internet. Para Sales, a solução de uma das questões passa obrigatoriamente pela outra. “Não ter uma gestão transparente faz com que tais municípios não consigam superar muitas das mazelas básicas daquela sociedade.”

Ele disse que isso tem chamado a atenção do Ministério Público. “As cidades mais pobres apresentam os piores portais de transparência, embora sejam os que, proporcionalmente, recebem os repasses de recursos federais em maior magnitude”.

(Agência Brasil)

42 presos por homicídios contra policiais no Ceará desde 2015

foto opovo PMs mortos 160611

Desde janeiro do ano passado, 25 agentes de segurança foram assassinados no Ceará. Entre as vítimas, 19 faziam parte da Polícia Militar e seis integravam os quadros da Polícia Civil, sendo um deles do Distrito Federal (DF). Por conta dos crimes, 42 pessoas foram presas ou apreendidas. As investigações resultaram na elucidação de 21 mortes — 84% dos casos.

Já as quatro ocorrências restantes continuam sendo apuradas. Entre elas, o caso de um sargento da Reserva da PM, executado na manhã de ontem, em Juazeiro do Norte. Foi o 11º caso de homicídio de agente de segurança só este ano.

José Farias do Nascimento, de 72 anos, foi assassinado a tiros, dentro de um comércio daquela cidade, localizada a 493 km de Fortaleza. Segundo informações da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), o crime aconteceu por volta das 9h30min, na rua São Paulo, no bairro Santa Tereza.

Nascimento estava no interior do estabelecimento quando foi surpreendido por um homem, que já chegou ao local efetuando disparos contra o militar. Três tiros atingiram o sargento, que morreu no local. Em seguida, o autor do crime fugiu, utilizando uma motocicleta modelo Honda Bros, preta. Diligências foram realizadas pelo município, mas o criminoso não foi identificado. Nenhum pertence foi roubado da vítima, conforme a Polícia Militar.

O caso está sendo investigado pelo Núcleo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) que funciona na Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Ontem à tarde O POVO procurou o titular da unidade, delegado Giovani Aquino, mas ele não estava disponível para comentar o caso.

3º no ranking

Conforme O POVO publicou no último dia 14 de maio, segundo dados da Ordem de Policiais do Brasil (OPB), o Ceará é o terceiro estado do País com mais mortes de agentes da segurança. O Estado fica atrás somente de São Paulo e Rio de Janeiro, que, na ocasião, já haviam registrado 27 e 17 mortes, respectivamente. Entretanto, o efetivo da PM cearense é de 16.421 agentes — menos da metade de policiais de São Paulo, que tem 93.779 militares, e do Rio de Janeiro, com 47.457 agentes.

(O POVO)

Professores querem aumento fora da atual realidade econômica do País, diz Governo

64 1

foto camilo santana governador ceará

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (11):

O Palácio da Abolição, por meio de nota da sua assessoria de imprensa, garante que, sobre a greve dos professores estaduais, o próprio governador Camilo Santana (PT) já recebeu lideranças da categoria para negociar um acordo. Camilo, inclusive, autorizou mais de R$ 140 milhões para a Secretaria da Educação atender as demandas da categoria.

“Só que os docentes não abrem mão de um aumento maior, fora da atual realidade econômica do País”, diz a nota.

Adianta a assessoria que de uma pauta de 30 pontos, resta apenas o item do reajuste de salário. Lembra que o próprio titular da Seduc, Idilvan Alencar, também conversou com a categoria e acrescenta: “Das cerca de 700 escolas estaduais, mais de 400 estão funcionando normalmente”.

Agora é aguardar quais das partes terá que passar por aula de recuperação.

Confira a equipe de plantão do Judiciário neste fim de semana

Magistrados da Capital e de comarcas do Interior atenderão em regime de plantão neste fim de semana. No Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), os plantonistas serão o juiz Francisco Carneiro Lima (convocado) e o desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo. Os magistrados atenderão, respectivamente, no sábado (11/06) e domingo (12/06), das 12 às 18 horas.

Fórum

No Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 3ª e 4ª Varas de Sucessões, 5ª Vara do Júri e Vara Única de Delitos do Trânsito da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 12 às 18 horas. Os pedidos urgentes de natureza cível no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos juízes plantonistas.

Interior

No Interior, o atendimento acontecerá das 8h às 14h nas comarcas de Juazeiro do Norte, Barbalha, Acopiara, Aracoiaba, Senador Pompeu, Ipaumirim, Brejo Santo, Russas, Pindoretama, Pacatuba, Eusébio, Caucaia, Uruburetama, Sobral, Camocim, Frecheirinha, São Benedito, Crateús, Independência e Itapajé.

(Site do TJ-CE)

PT faz encontro para debater campanha de Luizianne. Ex-secretário de Camilo participa

96 1

acr

O Partido dos Trabalhadores realizou, nesta sexta-feira, no Hotel Amuarama, encontro para debater estratégias da campanha da pré-candidata à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins. Durante o encontro, foram discutidos aspectos relacionados à plataforma de governo da petista.

Uma série de encontros zonais será realizada para debates com setores do eleitorado, segundo o vereador Acrísio Sena (PT) que, até bem pouco tempo, era o assessor de Mobilização dos Movimentos Sociais do governo Camilo Santana.

acris

Camilo, bom lembrar, defende a reeleição do prefeito Roberto Cláudio. Pelo visto, está ficando sozinho na defesa dessa tese dentro do partido.

Sérgio Machado se compromete a devolver R$ 90 milhões. Só?

sergio-machado

O ex-senador e ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, se comprometeu a devolver em torno de R$ 90 milhões aos cofres públicos. Foi o que ele acertou em sua delação premiada. A informação é do Blog de Matheus Leitão, do G1.

 Na delação, Machado gravou conversas que teve com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP).

De acordo com a publicação, o ex-dirigente da Transpetro deu detalhes, na delação, sobre suposto esquema de corrupção na subsidiária da Petrobras destinado, segundo ele, ao enriquecimento ilícito dos caciques peemedebistas.

Os três políticos da cúpula do PMDB negam as acusações feitas por Machado e criticam os pedidos de prisões, feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que afirmou que eles estariam tentando obstruir as investigações da Operação Lava Jato.