Blog do Eliomar

Categorias para Ceará

Camilo Cid e Eunício reúnem prefeitos e pedem total engajamento na campanha

Camilo com Cid e Eunício e um apelo para reforçar o corpo a corpo da campanha.

Centenas de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças políticas vários municípios lotaram, nessa noite de segunda-feira, o Comitê Central da coligação “Por um Ceará cada vez mais forte”, em Fortaleza. O grupo participou de encontro de mobilização pró-campanha puxado pelo governador Camilo Santana e por Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB), ambos postulantes ao Senado.

“A ideia aqui, dessa forma descontraída, foi reunir as nossas lideranças, ouvir qual a visão dos nossos apoiadores pra gente enfrentar os 27 dias que restam de campanha”, disse Cid Gomes. Camilo também pediu empenho aos prefeitos e lideranças nessa arrancada. “Façam adesivaços, caminhadas, carreatas”, reforçou o candidato pedetista ao Senado.

Camilo Santana agradeceu o apoio e lembrou eu a campanha é curta. “É impossível estar presente em todos os municípios. É fundamental que vocês assumam a atividade em suas cidades, peguem material, distribuam entre os apoiadores. É um pedido que fazemos aqui”, conclamou o governador.

(Foto – Divulgação)

Coluna Muito Prazer, de Ivonilo Praciano, comemora 13 anos

O aniversário da Coluna Muito Prazer, do jornalista Ivonilo Praciano no O POVO, foi comemorado nessa noite de segunda-feira, no restaurante Cantina Di Napoli.

A festa teve um  menu assinado pelo chef Andrea Antonucci (foto) e apresentação dos músicos David Simplício e Clementino Moura Filho.

Nossos parabéns a este camarada fora de série. Em todos os sentidos.

AMC vai promover leilão de veículos apreendidos

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) vai realiza, de quarta a sexta-feira, o segundo leilão de veículos que se encontram apreendidos há mais de dois meses em seu depósito. Isso sem manifestação dos proprietários, conforme previsão legal contida no Art. 328 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O leilão, de acordo com a assessoria de imprensa do órgão, será realizado às 9 horas nas modalidades presencial no Pátio do Leiloeiro (Rua Coronel Zacarias José de França, nº 255A, no bairro Cajazeiras) e online através do site www.celsocunhaleiloes.com.br. Ambas as sessões ocorrem simultaneamente.

O lance varia de acordo com o tipo de veículo e sua condição. Ao todo, serão leiloados 730 lotes, sendo 58 automóveis, 539 motocicletas e 133 sucatas. Os bens serão entregues no estado de preservação em que foram recolhidos.

Quem participa

Poderão participar da concorrência pessoas físicas maiores de idade ou emancipadas que estejam portando documento de identidade, CPF e comprovante de endereço.

No caso de empresas, é necessário que estejam devidamente inscritas no CNPJ e regulares junto ao INSS. A visitação pública acontece das 8 às 16 horas desta terça-feira.

SERVIÇO

Leilão Público da AMC (presencial) – Rua Coronel Zacarias José de França, nº 255A – Cajazeiras.

Sobral conta com 30 das 100 melhores escolas do Brasil

A Secretaria da Educação do Estado do Ceará informa que, das 100 melhores escolas do Brasil, do 1º ao 5º ano, 82 estão no Ceará e destas, 30 são de Sobral (Zona Norte). Essa cidade possui 34 escolas de Ensino Fundamental I, ou seja, 88,2% delas estão entre as 100 melhores do País, adianta a pasta.

“Eu estou muito feliz com o primeiro lugar, claro, mas não foi isso que me impressionou. O que me impressionou foi o salto. Porque se tivesse estacionado, já estaríamos ali no primeiro lugar, mas além disso, tivemos uma grande evolução. E é muito importante o reconhecimento do nosso trabalho, em redes nacionais de televisão, os maiores jornais do país publicaram isso. A Folha de São Paulo comparou a Educação de Sobral com a do Reino Unido, tendo ambas o mesmo padrão de ensino”, comemora o prefeito Ivo Gomes (PDT).

As ações na área, segundo o prefeito, só têm êxito devido “um trabalho contínuo de formação dos professores, profissionais que trabalham duro e constroem esse ensino de qualidade oferecido em Sobral.” Ele destaca ainda o papel “importantíssimo dos pais, do empenho dos alunos e dos demais profissionais envolvidos”.

(Foto – Blog Sobral de Prima)

Curso vai expor sobre Cianotipia. Já ouviu falar?

“Vivência de Cianotipia” é o nome do curso que a Imagem Brasil Galeria vai abri, a partir do próximo dia 15 de setembro, das 9 às 17 horas. O público-alvo é a comunidade em geral, artistas, artesões, educadores, fotógrafos e demais interessados, com idade a partir de 14 anos. Esse processo de impressão está inserido num território da fotografia onde diversos campos de conhecimento se encontram. Quando se trabalha com a técnica, aprende-se a alinhar e reunir os saberes da química, física, da natureza e pensamento crítico através do fazer fotográfico.

“O objetivo do encontro é apresentar a Cianotipia como parte da história da fotografia e seus diálogos com a arte contemporânea, bem como sua utilização como instrumento pedagógico no ensino das artes visuais e suas possíveis relações com outras áreas de conhecimento”, explica Yan Belém, educador que ministrará o certame.

Na Vivência, Yan Belém vai demonstrar como preparar as soluções fotossensíveis e como gerar um negativo digital (demonstração). Vai também dar noções de exposição solar e da preparação dos papéis para impressão. Os participantes vão experimentar as possibilidades de impressão com o emulsionamento e secagem dos papéis e/ou tecidos; exposição e revelação química; análise dos resultados; e os desdobramentos do processo em meio da arte contemporânea.

O Educador

Yan Belém é autor e educador na linguagem fotográfica. Tem formação técnica em Cenografia pela EtdUFPA e formação livre em fotografia através de oficinas e workshops que participou em diversos equipamentos culturais de referência no Pará e no Ceará. Atua em ações educativas desde 2012, com a difusão dos primórdios da fotografia em projetos de arte educação nas capitais e interiores do Brasil. Atualmente se dedica aos estudos e experimentações com técnicas de impressão do Século XIX, produzindo conteúdos distribuídos pela marca Azul Nostalgia. Seu trabalho de fotografia documental está presente em diversas exposições e publicações coletivas no Brasil, França e Argentina.

SERVIÇO

*Imagem Brasil Galeria – Rua Rocha Lima, 1707, Aldeota, Fortaleza. As vagas são limitadas.

*Mais Informações – (85) 3261-0525 e 99930-0173 (WApp). Facebook: ImagemBrasilGaleria.

Corregedoria-Geral faz inspeção na 12ª Vara Criminal de Fortaleza

A Corregedoria-Geral da Justiça do Ceará deu início, nesta segunda-feira, a uma inspeção na 12ª Vara Criminal da Comarca de Fortaleza. O corregedor-geral, desembargador Darival Beserra Primo, reuniu-se com a juíza titular da unidade, Maria Ilna Lima de Castro, com o diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, José Ricardo Vidal Patrocínio, e com toda a equipe da Vara, para dar instruções a respeito das ações a serem desempenhadas. A informação é da assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado.

“Entre as atividades, examinaremos as deficiências da unidade, ao tempo em que fiscalizaremos os serviços realizados. As ações que tramitam em meio virtual serão analisadas ao longo do mês de setembro, de acordo com o Regimento Interno da Corregedoria-Geral”, explicou o corregedor.

Os trabalhos de inspeção estão sendo conduzidos pelos juízes auxiliares da Corregedoria, Ernani Pires Paula Pessoa Júnior, Flávio Vinicius Bastos Sousa, Roberto Soares Bulcão Coutinho e Francisco Gladyson Pontes Filho. Depois da conclusão das atividades, será apresentado ao Conselho Superior da Magistratura relatório circunstanciado, em que constará o resumo de todo o trabalho desenvolvido e providências a serem adotadas.

Após a abertura dos trabalhos, o corregedor visitou a Diretoria do Fórum, onde esteve reunido com o juiz diretor, com o coordenador das Varas Cíveis da Capital, magistrado Demétrio Saker Neto e com os juízes auxiliares da Corregedoria.

(Foto – TJCE)

Na trama brasileira, a barbárie venceu

Com o título “Na trama brasileira, a barbárie venceu”, eis artigo de Wagner Mendes, jornalista do O POVO. Ele diz no texto: “A menos de um mês de uma eleição, e em mais um episódio inacreditável, a barbárie, até aqui, venceu. A democracia mais uma vez é atingida, e não mais apenas por vias institucionais, mas com traços de guerra.” Confira:

O mais talentoso possível de um roteirista de filme ou de série dramática-policial jamais seria capaz de escrever uma trama tão surpreendente e absurda como a que vivemos no Brasil nos últimos quatro anos. De lá pra cá, um candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, foi morto em um acidente aéreo; uma eleição presidencial em um País do tamanho do Brasil foi decidida com diferença de três milhões de votos.

Eduardo Cunha venceu eleição à Presidência da Câmara dos Deputados e sabotou o País, apoiado por sanguessugas da República sofrida brasileira. Dilma Rousseff sofre um impeachment. É o segundo caso no País desde a redemocratização. Ou seja, em 30 anos.

A petista é retirada do poder sob o argumento dos parlamentares de que cometeu crime contra as finanças públicas. Mas foi inocentada e se manteve com os direitos políticos para se candidatar mais uma vez e ter o direito de, novamente, gerir recurso público em dois anos depois do impedimento. Deve ser eleita senadora por Minas Gerais mesmo após ser aprovada por apenas 8% do eleitorado enquanto presidente.

Não bastasse à trama novelística, Teori Zavascki, o relator da Operação Lava Jato maior investigação de corrupção da história brasileira , é morto em um acidente aéreo. O filho do magistrado vai às redes sociais e faz questionamentos polêmicos sobre a morte do pai.

Meses depois, a vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, é covardemente assassinada a tiros dentro de um carro quando se deslocava de um ato político na Capital carioca. Quase seis meses depois, nada se sabe sobre o executor e o mandante do crime. Dias depois, em caravana pelo País, o ônibus que participava de um evento político do ex-presidente Lula é alvejado a balas. Nada se sabe também dos autores da ação criminosa.

No mês seguinte, o líder das pesquisas de intenção de voto para presidente é preso após condenação por corrupção. Cinco meses depois de preso, Lula continua liderando as pesquisas de intenção de voto. No meio da batalha jurídica, o candidato à Presidência, Jair Bolsonaro que tem grandes chances de estar no 2° turno , recebe um atentado a faca durante ato político em Minas Gerais.

A menos de um mês de uma eleição, e em mais um episódio inacreditável, a barbárie, até aqui, venceu. A democracia mais uma vez é atingida, e não mais apenas por vias institucionais, mas com traços de guerra.

*Wagner Mendes,

Jornalista do O POVO.

Polo de Gastronomia da Varjota – Licitação já tem data marcada

A Secretaria Municipal da Infraestrutura lançou licitação para contratar a empresa que executará as obras de mobilidade e requalificação urbana das ruas Ana Bilhar e Frederico Borges – Pólo Gastronômico da Varjota.

A informação é da assessoria de imprensa do órgão, adiantando que abertura das propostas da concorrência já tem data: dia 28 próximo. Orçadas em R$15 milhões, as obras tiveram recursos liberados pelo governo federal.

Segundo a secretária de Infraestrutura de Fortaleza, Manuela Nogueira, há várias intervenções previstas na região, desde a
nova pavimentação das ruas Ana Bilhar e Frederico Borges (que será intertravada e não asfáltica), até a iluminação pública, que passará a ser subterrânea. Tudo começa ainda neste semestre.

(Foto – Divulgação)

Serenidade em tempo de cólera

Com o título “Serenidade em tempo de cólera”, eis artigo de André Haguette, sociólogo e professor universitário, que aborda o atual cenário político do País Confira:

Em momento de tensão interior ou de fúria exterior, gosto de recorrer ao Eclesiastes para reencontrar um pouco de serenidade. “Vaidade das vaidades, vaidade das vaidades. Tudo é vaidade. Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo dos céus: tempo para nascer, e tempo para morrer… tempo para amar e tempo para odiar; tempo para a guerra, e tempo para a paz”.

Ocorre que estamos vivendo um tempo malsão de arrogância individual e de facções doutrinais, projetando-nos uns contra os outros; um tempo de grande impaciência e de perturbações coletivas numa sociedade fragmentada. Temos a sensação de viver em um mundo que se desfaz ou já se desfez, tendo a tarefa de reerguê-lo diferente. Daí um sentimento coletivo de perplexidade e de transtorno, de impotência mesmo, que nos leva a atitudes e condutas fundamentalistas, totalitárias, cada um ensimesmado em seu apequenado mundo, nas suas certezas individuais ou tribais a querer impor aos outros seus deuses e seus demônios, seus ídolos. Nossa inquietude e nosso nervosismo diante de várias crises convergentes que nos assolam (política: de representação, de partidos ocos; moral: machismo/feminismo, gêneros, aborto; de violência: física e corrupção; econômica: desigualdade, desempregos, previdência, leis trabalhistas) nos leva a defender extremismos xiitas em busca de certezas que não temos; em busca, mais uma vez, de um grande irmão, salvador de uma pátria arruinada, sem nos dar conta que esse irmão não existe e que há vida depois da crise. O velho mito do sebastianismo está a nos perseguir novamente e a produzir decepções e ódio, a criar ídolos com pés de barro.

Nesse tempo de cólera, há necessidade de serenidade para sentir, pensar e agir com tranquilidade, reflexão e discernimento. Não temos que buscar bezerros de ouro a idolatrar, mas temos que criar um consenso majoritário em torno de valores e metas, à procura de meios para alcançá-los, passo a passo, reforma após reforma. A democracia é processo; ela é evolucionária. Ela é meio e fim, não ódio, nem totalitarismo; não é soberba, nem arrogante; ela não aceita extremismos, mas procura a tolerância, o respeito do outro na divergência, no contraditório, na oposição do adversário, nunca transformado em inimigo. É na sua fraqueza que a democracia encontra uma força inexplicável.

Apelar para a serenidade não significa aclamar a passividade e a indiferença, mas propor uma ação coordenada, um diálogo permitido, uma escuta esclarecida, uma troca de argumentos crítica e fundamentada. Não significa anular as divergências, mas esclarecê-las com zelo e competência em respeito ao outro.

Vivemos um tempo de cólera porque vivemos um tempo de descrenças e de incertezas; um tempo de personalismo exagerado, exorbitado pelas redes sociais onde são expressos abertamente frustrações, medos, convicções, preconceitos, arrogância face a inimigos fantasiosos perseguidos e reduzidos a bestas.Tempo de personalismo extremado que impede manifestações de racionalidade em busca de um bem maior.

Tempo de cólera, porque vivemos um tempo de descrença dos outros e das instituições, tempo que deve dar lugar à construção de um tempo de direitos individuais e coletivos, de conflitos produtivos e respeitosos e de livre manifestação da vontade de todos.

*André Haguette,

Sociólogo e professor universitário.

Projeto do Distrito de Saúde do Porangabussu será apresentado à comunidade

Nesta segunda-feira, às 19 horas, no Clube Tiradentes (Bairro Parque Araxá), será apresentado à comunidade o projeto do Distrito de Inovação em Saúde de Porangabussu. A apresentação caberá ao Dr. Cabeto Matins, idealizador, e contará com a presença da área técnica do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor).

O projeto, que quer um polo de saúde na área que já contra o Centro de Saúde da UFC, traz duas novidades: a reurbanização da lagoa de Porangabussu e a recuperação do entorno.

Um dos fatores que justificam a localização do Distrito de Inovação em Saúde em Porangabussu é a presença de vários equipamentos de saúde existentes no local, como as Faculdades de Medicina, Odontologia, Farmácia, Enfermagem e Fisioterapia da Universidade Federal do Ceará (UFC); hospitais universitários; Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce); hospitais já implantados e em implantação; Núcleo de Pesquisas e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), por exemplo.

DETALHE – Os distritos de inovação são áreas previstas no Plano Mestre Urbanístico e de Mobilidade do Fortaleza 2040 para serem implantadas na Capital de acordo com a vocação empreendedora de áreas da Cidade, sempre após discussão com a população.

(Foto – Tapias Rouge)

Candidato do PROS ao Senado lança suas propostas

475 1

O candidato ao Senado pelo PROS, empresário Eduardo Girão, vai lançar nesta terça-feira, às 8h30min, no comitê central (Rua Carlos Vasconcelos, 1376 – Aldeota), o seu plano de propostas. Entre os temas, luta contra às regalias políticas e um não à descriminalização do aborto e em defesa da família.

O lançamento contará com as presenças do candidato ao governo do Estado, General Theophilo (PSDB), da candidata ao Senado, Dra. Mayra (PSDB), e do presidente regional do partido, o deputado estadual Capitão Wagner.

(Foto – Mateus Dantas)

Ex-presidente do TCU tem biografia lançada em Fortaleza

Ubiratan Aguiar, ex-presidente do Tribunal de Contas da União e ex-parlamentar, ganhou uma biografia. Assinada pela jornalista e escritora Luiza Helena Amorim, que já escreveu uma sobre Adísia Sá.

O lançamento do livro “Ubiratan Aguiar – Pelas sendas do tempo” ocorrerá nesta terça-feira, a partir da 19 horas, no Ideal Clube, como convida a própria autora em vídeo gravado em suas redes sociais.

O crime avança na “Cidade da Paz”

Com o título “O crime avança na Cidade da Paz”, eis o que escreve, em sua coluna no O POVO desta segunda-feira, o jornalista Thiago Paiva.

Antes conhecida nacionalmente como a “Cidade da Paz”, Paramoti, na microrregião de Canindé, a 104 km de Fortaleza, não registrava um homicídio há cerca de dois anos. Desde o último mês de julho, porém, foram contabilizados três assassinatos. Segundo informações da Polícia Civil local, os crimes teriam sido motivados por uma disputa – em fase inicial – de território para o tráfico de drogas. Famílias também foram expulsas de casa por criminosos.

A morte mais recente ocorreu em 1º de setembro,na Zona Rural. Adriano Alves Sousa, 41, foi executado a tiros. No mesmo fim de semana, fachadas de residências, creche municipal e empresa de telefonia amanheceram pichadas com as siglas e números de duas facções. “Td nosso o q no for nós toma (sic)”, ameaçam.

A situação é nova para os paramotienses. Amedrontados, moradores não sabem se repintam suas fachadas ou ignoram o vandalismo. Muitos ainda estavam acostumados à calmaria que por diversas vezes estampou as páginas do O POVO. Em dezembro do ano 2000, matéria assinada pelo jornalista Flávio Pinto narrou os assassinatos que interromperam o intervalo impressionante de 89 anos sem que um único homicídio fosse contabilizado na então pacata cidade.

Foi durante abordagem policial a um grupo de ciganos, que brigavam entre si e receberam os PMs “à bala”. O sargento José Maria do Nascimento e o cigano Severino Adelmo Tenório morreram na troca de tiros. À época, a Prefeitura local sustentou que os óbitos não interromperam a sequência de quase 90 anos sem homicídios, alegando que as vítimas teriam morrido durante atendimento médico, já no caminho para Fortaleza. Pura bobagem.

Folha de São Paulo, Veja e Fantástico também já abordaram a baixa criminalidade na pequena cidade, hoje com 11.578 habitantes, segundo estimativa do IBGE, apesar da rotina de violência enfrentada na Capital. Fato é que, curiosamente, as facções demoraram a perceber que ainda existia terreno no Estado para fincarem suas trincheiras.

“Não existe mais ‘território da paz’. Hoje em dia, o tráfico tomou conta de tudo. Paramoti era um terreno virgem que o tráfico descobriu e tenta tomar. Há muito tempo não temos casos de latrocínio. Todas as mortes, absolutamente todas, são por briga de facção, briga de bar ou feminicídio. Estão tentando criar asas por aqui”, confirma o delegado titular da Regional de Canindé, Daniel Aragão Mota.

Com Paramoti sob a sua jurisdição, Mota afirma que não houve denúncia sobre as pichações, mas determinou investigação. Segundo ele, os suspeitos das mortes ocorridas em julho – um duplo homicídio – já foram presos, restando a identificação do autor do crime mais recente. A dificuldade, contudo, estaria na falta de pessoal e de estrutura.

Para suprir as necessidades do município, e também da vizinha Caridade, um “posto de polícia” foi montado nas duas cidades, com apoio das prefeituras. Os executivos cederam sala, computador e internet, enquanto um escrivão da regional se reveza, em dias úteis, registrando BOs. O policiamento ostensivo é feito por uma única viatura da PM.

Nem militares, nem civis, porém, foram procurados quando da expulsão de moradores por criminosos, também na Zona Rural, dias antes das mortes de julho. “Paramoti é uma cidade esquisita com relação às denúncias. Eles não vêm aqui. Recentemente, tomamos conhecimento pela mídia de que moradores foram expulsos de casa pelas facções. De imediato, pedimos busca e apreensão, prendemos dois, apreendemos armas e acabou. Não houve novos casos”, resumiu o delegado.

O motivo do silêncio dos moradores, contudo, está subentendido nas entrelinhas da situação desenhada. Houve um choque de realidade na população interiorana, que passou a conhecer o medo de perto. Nas casas onde antes se dormia com as portas abertas, grades e cadeados.

Assaltos na Zona Rural, inclusive, estariam provocando um êxodo para a sede. “A gente não sabe conviver com isso. Talvez, no próximo censo, será primeira vez que população urbana será maior que a rural, em 60 anos de história da cidade”, contou um morador ouvido pela coluna, que prefere não ser identificado.

O drama de Paramoti é retrato da forma como as facções se espraiaram pelo Estado. Há, porém, uma oportunidade em meio à tragédia. Talvez, a situação devesse ser enfrentada como uma chance para experimentar políticas públicas de prevenção e tecnologias de repressão ao crime, minimamente organizado, na Zona Rural, poupando o sertanejo dessa rotina de violência. Fica a sugestão, e também o apelo. Nosso e dos paramotienses.

TRE manda retirar Elba Ramalho da propaganda de Eduardo Girão

561 4

O Tribunal Regional Eleitoral, por meio do juiz José Vidal Silva Neto, determinou que a coordenação da campanha de Eduardo Girão, postulante do PROS ao Senado, se abstenha de veicular, em sua propaganda eleitoral, depoimento da cantora Elba Ramalho.

Acatou representação interposta pelos advogados do candidato ao Senado pelo MDB, Eunício Oliveira.

A artista aparece no vídeo, veiculado na propaganda de Girão, dizendo “Assim é Eduardo Girão”. Refere-se principalmente à posição dele contra o aborto.

(Foto – Divulgação)

Conselho Regional de Contabilidade tira dúvidas sobre a prestação de contas eleitorais

O Conselho Regional de Contabilidade do Ceará (CRC/CE) disponibiliza, desde agosto, serviço Zap Eleição, pioneiro no país e que objetiva esclarecer dúvidas sobre a prestação de contas eleitorais, por meio do aplicativo Whatsapp. O serviço, segundo a cúpula da entidade, é gratuito e coordenado pela comissão de Prestação de Contas Eleitorais do CRC do Estado.

“Os principais questionamentos se referem à operacionalização do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), além da forma de utilização das contas bancárias, como depósitos ou transferências eletrônicas”, afirma Helder Medeiros Alencar A. Neto, integrante da Comissão. Ele ainda cita o uso do Zap Eleição por outros estados, como São Paulo e Piauí. “Nós, da Comissão de Prestação de Contas Eleitorais do CRC/CE, nos sentimos lisonjeados por podermos oferecer uma grande contribuição ao país, no momento em que a democracia toma forma, que são as eleições”, diz.

As perguntas podem ser formuladas a qualquer hora e serão respondidas por cinco profissionais da contabilidade durante o horário comercial, em até 24 horas. As respostas serão informadas por ordem de entrada no aplicativo, por escrito ou áudio.

SERVIÇO

*As dúvidas devem ser enviadas para o número (85) 98728-0358 até o dia 17 de novembro, fim do prazo para prestação de contas eleitorais dos candidatos.

Praça Padre Cícero tem primeira etapa de reforma entregue à população

A primeira etapa da reforma da Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, foi entregue, no fim de semana. O ato foi simples e contou com a participação de autoridades municipais e da Banda de Música Municipal, que executou repertório que lembrava os momentos marcantes da história dos frequentadores do lugar, enquanto o som da Ave Maria, de Schubert, reinaugurou as execuções sonoras da coluna da hora.

O pesquisador e historiador Daniel Walker, que escreveu um livro de memórias sobre a Praça Padre Cícero, destacou a beleza resgatada e disse que jamais havia visto a praça tão iluminada como atualmente. Na ocasião, houve um momento de silêncio em homenagem a quatro romeiros mortos em acidente, provenientes de Ararendá.

Na próxima etapa da reforma, esses dois equipamentos, tanto a Coluna quanto a estátua do Padre Cícero, passarão por uma reforma mais ampla, como restauração completa da máquina mecânica do relógio, incluindo confecção de novas peças do mostruário, limpeza, adaptação e restauração dos sistemas, revitalização dos cabos de aço, restauração do indicador das fases da lua, além de outras peças como satélite e gabinete, informa a Prefeitura.

(Foto – Divulgação)

General Theophilo vai expor propostas para o comércio durante almoço na FCDL

O General Theophilo, candidato a governador pelo PSDB, vai almoçar, a partir das 12h30min desta segunda-feira, na sede da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL). Ele atende a um convite do presidente da entidade, Freitas Cordeiro.

Ali, o tucano vai expor suas propostas para o Governo do Ceará, principalmente o capítulo que diz respeito ao desenvolvimento do comércio.

SERVIÇO

FCDL – Rua 25 de Março, 988 – Centro.

(Foto – Fábio Lima)