Blog do Eliomar

Categorias para Cidadania

Movimentos comunitários do Bairro Ellery encaminham demandas para o titular da Regional I

Lideranças dos movimentos comunitários do Bairro Ellery receberam o titular da Secretaria Executiva Regional I, Gilberto Barros. A visita atendeu a um convite da Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo e contou com a presença de representantes de creches, escolas e grupos de jovens da comunidade.

A limpeza de equipamentos de cultura e lazer no entorno do açude João Lopes, bem como a poda de árvores e a instalação de um ecoponto nas proximidades do Colégio Martins de Aguiar foram as principais reivindicações feitas. Na ocasião, Gilberto Barros se comprometeu a dar encaminhamento às demandas

O diretor da Associação Comunitária, Wescley Sacramento, solicitou urgência no atendimento dessas demandas. “São demandas simples, mas, de extrema importância, pois irão impactar ambiental e socialmente em nossa comunidade. Isso resultará diretamente na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Além de tornar o bairro mais limpo, ainda propiciará a execução e o desenvolvimento de atividades culturais e esportivas”, completou Wescley.

(Foto – Divulgação)

Fundação da Criança e da Família Cidadã toca campanha pela erradicação do sub-registro civil

A Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), em parceria com o Comitê do Sub-Registro Civil de Nascimento, lançou a Campanha Municipal pela Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento e Ampliação do Acesso à Documentação Básica. Segundo dados projetados pelo IBGE/2015, nascem todos os anos em Fortaleza, 42 mil crianças, e destas, 4% não são registadas.

Na prática, a população atingida pela falta de registro é composta, ainda, por aqueles que vivem em entidades de abrigo, pela população em situação de rua, partos domiciliares, por pessoas com transtorno mental, além da população migratória que chega à região de destino sem documentação e não consegue registrar os filhos.

O registro civil, um direito de todos, é gratuito e serve como parâmetro para o planejamento e implantação de políticas públicas, lembra a titular da Funci, Tânia Gurgel.

SERVIÇO

*Para mais informações sobre a emissão do registro civil, ligue 0800 285 0880 – opção 3. O serviço é gratuito e atende a população local.

(Foto – Funci)

Arce lança prêmio para incentivar investimentos em qualidade no serviço público

A Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) apresenta,nesta de terça-feira, em sua sede, o edital de lançamento do Prêmio Arce de Excelência em Regulação. O objetivo, segundo o presidente do órgão, Hélio Winston, é disseminar a cultura regulatória, valorizando experiências de boas práticas sobre qualidade na prestação dos serviços públicos regulados.

Os candidatos podem concorrer em quatro categorias: Projetos dos Entes Regulados, que engloba iniciativas das empresas reguladas pela Arce, que tenham como finalidade o incremento qualitativo do serviço prestado; Projetos Internos, que se referem aos projetos desenvolvidos internamente pela Agência Cearense, focando na otimização das ações regulatórias, ampliação da atuação e fortalecimento da imagem do Ente Regulador perante a sociedade; Governo, contemplando iniciativas de destaque no desenvolvimento dos serviços públicos regulados pelo Estado do Ceará; e Sociedade, relacionando-se às ações sociais que tiveram destaque no desenvolvimento da atividade regulatória.

SERVIÇO

*Os interessados poderão fazer suas inscrições até o dia 21 de setembro, na sede da Agência, situada na Avenida General Afonso Albuquerque Lima, S/N, Cambeba, ou mesmo pelo e-mail premio.regulacao@arce.ce.gov.br. A premiação está programada para acontecer em novembro deste ano.

(Foto – Divulgação)

TJ e UFC vão implantar um Centro de Conciliação, Mediação e Arbitragem

Nesta terça-feira, às 10 horas, na Reitoria da Universidade Federal do Ceara, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gladyson Pontes, vai assinar convênio com a Faculdade de Direito dessa universidade.

O objetivo é implantar um Centro de Conciliação, Mediação e Arbitragem que atenderá ao público com apoio dos professores do curso de Direito e abertura de estágio para alunos.

A ordem é reduzir processos e facilitar o acesso à Justiça, acentua o diretor da faculdade, Cândido Albuquerque.

Centro de Diabetes vive clima de pressão alta

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta terça-feira:

O Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão do Ceará (CIDH), que opera no bairro Dionísio Torres, reduziu número de atendimentos por carência de profissionais. Caiu de uma média de 350 pacientes/dia para cerca de 100, de acordo com funcionários desse organismo da Secretaria da Saúde do Estado. Há vários pedidos por aumento do contingente, mas sem respostas. Também há registro da falta de medicamentos.

A direção do CIDH – sempre apontado como referência na área -, nada comenta, mas os que são atendidos no local cobram providências.

Não adianta um prédio bonito, bem equipado, sem contar com o fundamental: reforço de pessoal. Nestes tempos de campanha eleitoral, sem dúvida, a saúde vai estar, principalmente, no mote dos candidatos ao Governo. Espera-se que sem demagogias ou discursos para adocicar a boa do eleitorado.

(Foto – Arquivo)

Casa do Mel de Santana do Acaraú recebe financiamento para sua conclusão

Vai sair do papel o projeto de implantação da Casa do Mel de Santana do Acaraú. A Secretaria do Desenvolvimento Agrária do Estado informou aos responsáveis pela iniciativa que a última parcela, de um total de R$ 200 mil, está sendo liberada nesta segunda-feira. A medida chega depois do trabalho de pressão política da Incubadora Universitária de Empreendimentos Econômicos e Solidários da Universidade Estadual Vale do Acaraú – IEES-UVA, das apicultoras do grupo de mulheres que colhem doçura do Assentamento Alvaçan-Goiabeiras e sua Associação APISAdoçura, do Centro Cooperativo Popular (CEPOP-SANTANA) e da Cooperativa Agropecuária dos Agricultores Familiares de Santana do Acaraú.

“Agora, completado o dinheiro, é trabalhar a execução final do ansiado empreendimento”, destaca o professor Chico Guedes, um dos idealizadores e coordenador geral da IEES-UVA.

Assim, a Casa do Mel, localizada no PA Alvaçan-Goiabeiras, que é sede da Associação das Apicultoras e Apicultores de Santana do Acaraú, APISA doçura, vai ser instalada na localidade de Águas Belas beneficiando diretamente 30 famílias da comunidade e estimulando, consequentemente, na avaliação de Catiana Maria, do CEPOP Santana, a produção de outros apicultores da região. Ela relembra que a luta por essa Casa do Mel começou em 2006, época do prefeito Antônio de Pádua, e, em 2012, surgiu uma emenda do então deputado Eudes Xavier. Com isso, já existem projeto arquitetônico e alguns equipamentos.

A apicultura (arte ou técnica de criar abelhas para extrair-lhes mel, própolis etc) tem cadastrado em Sobral (Zona Norte), por exemplo, 120 apicultores, que desenvolvem suas atividades com apoio de três Casas do Mel, para onde escoa a produção comercializada pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e para venda de porta em porta. No Ceará são 8.500 criadores.

Assembleia Legislativa homenageará 101 alunos medalhistas de ouro do Ceará em Olimpíadas

A Assembleia Legislativa abrirá será sede, às 15 horas desta segunda-feira, de uma sessão solene que promete movimentar os colégios de Fortaleza. Por iniciativa do deputado Carlos Felipe (PCdoB), a Casa homenageará 101 medalhistas de ouro de Olimpíadas Brasileiras de Matemática, Física, Química e Biologia e suas instituições e professores.

Entre os destaques, a aluna Ivna Ferreira, primeira mulher brasileira a conquistar a medalha de ouro em Olimpíada Científica Internacional. Bom destacar: o Ceará fechou 2017 como o campeão de medalhas de ouro nas Olimpíadas Brasileiras de Matemática (OBM), Física (OBF), Ciência (ONC) e Química (OBQ).

Um tempo para fotografia e arte contemporânea

O pesquisador e fotógrafo Osmar Gonçalves vai ministrar, a partir de terça-feira, 28, o curso “Fotografia e Arte Contemporânea – Um a abordagem teórica”. Em pauta, a interlocução com autores como Walter Benjamin, VilémFlusser, Roland Barthes, Susan Sontag, Hans Belting e Didi Huberman, trazendo para a discussão aspectos da história da arte e da fotografia, aprofundando a reflexão sobre esses campos no contexto contemporâneo.

A atividade e estende até 2 de outubro, sempre às terças-feiras, na Imagem Brasil Galeria, que assim comemora o mês da fotografia.

SERVIÇO

*Mais Informações – (85) 3261-0525

imagembrasilgaleria@gmail.com

TRE orienta partidos e contadores sobre arrecadação e gastos da campanha eleitoral

Nesta quinta-feira, a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, e o secretário do controle interno, Rodrigo Ribeiro Cavalcante, esclareceram para representantes de partidos políticos e contadores as principais mudanças em arrecadação e gastos de campanha eleitoral. A informação é da assessoria de imprensa do TRE do Estado.

A desembargadora Nailde Pinheiro iniciou o evento explicando que “a transparência é marca da nossa gestão. O TRE considera o trabalho pedagógico fundamental para que a informação chegue aos profissionais envolvidos na prestação de contas”.

Em seguida, o secretário do Controle Interno do TRE, Rodrigo Cavalcante, esclareceu a norma legal do processo de prestação de contas, detalhado na Lei Federal Nº 9.504/1997, nas Resoluções TSE Nºs 23.553/2017 , 23.575/2018 e 23.568/2018, na Instrução Normativa TSE/RFB Nº 1.019/2010 , bem como no Comunicado BACEN Nº 32.228/2018.

Ele também discorreu sobre os pré-requisitos para arrecadação de recursos: requerimento de registro de candidaturas, inscrição no CNPJ, abertura de conta bancária específica e emissão de recibos eleitorais.

Limite de gastos

Sobre limites de gasto, a norma determina o teto de: R$ 9.100.000 (se houver segundo turno, acréscimo de 50%) para candidatos ao cargo de governador; R$ 3.500.000 – Senador; R$ 2.500.000 – Dep. Federal e R$ 1.000.000 – Dep. Estadual. Rodrigo esclarece que “gastar recursos além dos limites estabelecidos sujeita os responsáveis ao pagamento de multa no valor equivalente a 100% da quantia que exceder o limite”.

O secretário expôs ainda as minúcias sobre recibos eleitorais; contas bancárias específicas; arrecadação – recursos admitidos; Fundo Especial de Financiamento de Campanha; Financiamento Coletivo; doações; fontes vedadas e recursos de origem não identificada; data limite de arrecadação.

Por fim, o servidor Francisco Aurélio de Andrade Timbó (Seção de Auditoria Interna e de Contas Eleitorais e Partidárias) demonstrou o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE).

(Foto – Divulgação)

Rampas elevatórias dos ônibus precisam de manutenção, cobra Acrísio Sena

O vereador Acrísio Sena (PT), autor do Estatuto Municipal da Pessoa com Deficiência, cobrou da Prefeitura de Fortaleza intervenções para melhoria da acessibilidade desta população na cidade.

“O calçadão da Raul Barbosa está sem piso podotátil, sem sinalização e sem rampas. Por isso, vamos conversar com a coordenadoria das Secretarias Executivas Regionais (SERs) para tentar resolver o problema”, prometeu da tribuna.

Acrísio disse também que solicitará uma reunião com a Etufor para tentar sanar outra questão: muitas das rampas elevatórias dos ônibus equipados para atender cadeirantes estão sem manutenção. “Algumas, inclusive, estão obsoletas”, acentuou o vereador.

(Foto – CMFor)

Anvisa aprova registro de remédio para tratamento da epilepsia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de uma nova opção terapêutica para o tratamento da epilepsia. O produto é o Levetiracetam, medicamento genérico que será comercializado em solução oral.

Segundo a agência, o remédio é indicado como monoterapia para o tratamento de crises parciais, com ou sem generalização secundária, em pacientes a partir dos 16 anos com diagnóstico recente de epilepsia.

O medicamento também é indicado como terapia complementar no tratamento de crises parciais em adultos, crianças e bebês a partir de 1 mês de vida e está autorizado para uso durante crises mioclônicas (espasmos rápidos e repentinos) em adultos e adolescentes a partir dos 12 anos.

O Levetiracetam poderá ser usado ainda em situações de crises tônico-clônicas (combinação de contrações musculares) primárias generalizadas, em adultos e crianças com mais de 6 anos com epilepsia idiopática generalizada.

“Para a Anvisa, a concessão de registro de um novo medicamento genérico é de extrema importância para ampliar o acesso da população a medicamentos com qualidade e com redução de custo”, informou a entidade, por meio de nota.

(Agência Brasil)

Unicef lança documento sobre eleições e cita o Ceará

O Unicef está pedindo aos candidatos e candidatas à Presidência da República e aos governos dos Estados e do Distrito Federal que coloquem os direitos e o bem-estar das crianças e dos adolescentes no centro das suas agendas eleitorais. “Nas últimas décadas, o Brasil atingiu conquistas importantes para as suas crianças e seus adolescentes”, disse Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil. “Porém, muitos deles ficaram excluídos do progresso. Nos próximos quatro anos, MAIS QUE manter os avanços, é preciso ir além e desenvolver políticas públicas que reduzam as desigualdades e providenciem para crianças e adolescentes mais oportunidades de desenvolver seu potencial”.

No documento “Mais que promessas: compromissos reais com a infância e a adolescência no Brasil”, o Unicef identifica seis prioridades e propõe iniciativas concretas para responder aos desafios nestas áreas:

Pobreza multidimensional: 61% das crianças e dos adolescentes brasileiros vivem na pobreza, em suas múltiplas dimensões, o que inclui aqueles que sofrem ao menos uma privação de direitos fundamentais – educação de qualidade, acesso a informação, água segura, saneamento, moradia adequada e proteção contra violência – e os que vivem com uma renda insuficiente. Superar a pobreza é mais que melhorar a renda: O UNICEF propõe desenvolver políticas públicas multissetoriais, adaptadas às diferenças regionais e às necessidades dos grupos mais afetados pela pobreza multidimensional. Essas políticas têm de ser apoiadas por um orçamento integrado e dedicado às crianças e aos adolescentes.

Homicídios: 31 crianças e adolescentes são assassinados a cada dia no Brasil. Desde 2012, adolescentes são proporcionalmente mais vítimas de homicídios do que a população em geral. No Ceará, 732 adolescentes de 10 a 19 anos foram assassinados em 2016, o que equivale a uma taxa de 45 homicídios por 100 mil habitantes.

Reduzir a violência é mais que segurança pública: O Unicef ressalta a importância de se analisar as causas sociais da violência, garantir oportunidades de educação e emprego para os adolescentes mais vulneráveis e que os novos governantes se comprometam a pôr fim à impunidade e a investigar cada homicídio.

Educação: 2,8 milhões de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos estavam fora da escola em 2015. Deste total, 118 mil estão no Ceará, sendo aqueles de 15 a 17 anos os mais afetados. 7,2 milhões de meninas e meninos têm dois ou mais anos de atraso escolar no Brasil. No Ceará, a maior taxa de distorção idade-série está no Ensino Médio, com 27% dos alunos nessa condição.
Assegurar o direito à educação é MAIS QUE matricular na escola: O Unicef recomenda unir diferentes setores – Educação, Saúde e Assistência Social, entre outros – para ir atrás de quem está fora da escola, entender as causas da exclusão e tomar as medidas necessárias para integrar as crianças e os adolescentes à sala de aula e garantir as suas matrículas.

Saúde infantil: A taxa de mortalidade infantil cresceu 5,3% de 2015 a 2016 (de 13,3 para 14,0 a cada 1.000 nascidos vivos). Para o Estado do Ceará, essa taxa acompanha a média nacional, com 14 mortos a cada 1.000 nascidos vivos. De 2015 a 2017, no Brasil, a cobertura vacinal de poliomielite caiu de 95% para 78,5% e a da tríplice viral, de 96% para 85%.

Garantir a sobrevivência das crianças é mais que haver serviços de saúde: O Unicef demanda garantir a qualidade da atenção básica, no pré-natal, parto e nascimento, a sensibilização de profissionais de saúde sobre a necessidade da imunização, a busca ativa de crianças não vacinadas e o apoio e a informação relevantes às famílias.

Nutrição: No Brasil, 30% das crianças indígenas são afetadas por desnutrição crônica. Ao mesmo tempo, 10% das crianças brasileiras de 5 a 9 anos estão acima do peso para a idade. O Ceará tem média um pouco menor que a média nacional, com 12%. Promover boa nutrição é mais que acesso a alimentos: O Unicef destaca que é fundamental incentivar a alimentação e os hábitos saudáveis, com destaque para as mudanças na regulamentação do setor de alimentos, bebidas e publicidade dirigida às crianças e investir em políticas específicas para reverter a desnutrição indígena.

Participação dos adolescentes: 1,4 milhão de adolescentes de 16 e 17 anos tiraram título de eleitor para as eleições de 2018, isso são 230 mil a menos que para as eleições de 2014. No Ceará, o número é de 112 mil títulos emitidos por adolescentes para as eleições deste ano.
Participar da democracia é mais que votar aos 16 anos: O Unicef reitera a necessidade de assegurar a participação direta dos adolescentes e jovens na tomada de decisões nas suas comunidades e nos programas que os impactam.

(Com Site do Unicef Brasil)

Curso de HQ da Fundação Democrito Rocha agora é nacional

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira:

Ganhador do Troféu HQMix 2017 na categoria “Grande Contribuição”, o Curso Básico de Histórias em Quadrinhos, da Fundação Demócrito Rocha, está com inscrições abertas agora para todo o Brasil.

Segundo o coordenador-geral, Raymundo Netto, e o coordenador de conteúdo, Daniel Brandão, o curso livre, na modalidade ensino à distância (120 horas), é composto por 12 fascículos digitais produzidos por alguns dos maiores nomes dos quadrinhos do Ceará e ilustrados e coloridos pelo cartunista Guabiras e outros autores, 12 vídeo-aulas, biblioteca virtual e outros recursos de ensino à distância.

Vai começar no mês de setembro (pré-inscrição – http://bit.ly/precursobasicoHQ). Bom destacar que cultura e economia criativa promovem cidadania. Em todos os sentidos.

Associação dos Jovens advogados do Ceará sob nova direção

A nova diretoria da Associação dos Jovens Advogados do Ceará tomará posse nesta quinta-feira, às 19 horas, durante cerimônia no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa. O advogado Agapito dos Santos Sátiro Neto assume a presidência da entidade pelos próximos dois anos.

A entidade, que completa 21 anos em 2018, tem como objetivo apoiar os jovens advogados em aprimorar seus conhecimentos jurídicos e técnicos, facilitando a inserção no mercado de trabalho, além de ser um espaço democrático de discussão das prerrogativas.

Após a solenidade de posse, haverá o debate “Desafios do Judiciário frente às Fake News” entre o promotor de justiça Emmanuel Girão e a advogada Sarah Feitosa.

Nova diretoria

Presidente: Agapito dos Santos Sátiro Neto

Vice-Presidente: Danny Memoria Soares

Secretária: Emília Martins Cavalcante

Tesoureiro: Francisco Ramon Da Silva Arrais

(Foto – Divulgação)

Redução de 36 milhões de pessoas da pobreza na Era Lula é algo impossível, diz pesquisador

466 1

Com o título “A pobreza estagnada no Brasil”, eis artigo de Pedro Sisnando Leite, professor titular do Caen/UFC e ex-secretário estadual da Agricultura. No texto ele diz ser “equivocada” a informação de que durante o governo Lula tenha ocorrido a redução de 36 milhões de pessoas da pobreza no Brasil. Para que isso ocorresse seria necessário que a pobreza fosse de 86 milhões de pessoas! Impossível.” Confira:

O Brasil encontra-se entre os países com maior quantidade de pobres e desigualdade do mundo. São cerca de 50 milhões, com metade concentrada no Nordeste. De acordo com os critérios reais, esses valores podem variar, mas a linha de separação de salário mínimo (R,5 – 2017) para a pobreza crônica é o balizamento mais tecnicamente reconhecido, inclusive pelo IBGE.

Com esse propósito foram adotados administrativamente para requisito de ingresso no programa os valores de zero a R$ 77,00 por pessoa mês, para as pessoas consideradas em pobreza extrema e, desse valor para até R$ 154,00, para os que se encontravam na condição de indigência.

Considerando esses parâmetros, o Brasil estava atendendo ao programa de transferência de renda em 2017 pelo Bolsa Família convencional (governo Lula) ou pelo programa de Brasil sem Miséria (governo Dilma) 14 milhões de famílias, ou 50 milhões de pessoas.

São despesas de R bilhões por ano. Assim, a média de cada bolsa por pessoa/mês é de R,00 (R,62 /dia). Para ficar claro, todas as pessoas que estão recebendo Bolsa Família atualmente no Brasil estão “encapsuladas”, legalmente, na categoria de pessoas carimbadas de “indigentes” e na pobreza extrema.

Os padrões adotados pelo governo brasileiro para o Bolsa Família foram indicados pelas Nações Unidas para os países africanos subsaarianos. O Tribunal de Contas da União tem chamado atenção para as contradições nessa numerologia. Com base nesses dados e em nossos criteriosos cálculos, e estudos recentemente revisados pelo Banco Mundial, a quantidade de pobres existentes atualmente no Brasil é a mesma registrada no ano de 2002, ao término do governo Fernando Henrique Cardoso. É “equivocada”a informação de que durante o governo Lula tenha ocorrido a redução de 36 milhões de pessoas da pobreza no Brasil. Para que isso ocorresse seria necessário que a pobreza fosse de 86 milhões de pessoas! Impossível.

*Pedro Sisnando Leite

psisnando@terra.com.br

Professor titular de economia do Caen/UFC.

Caace promove palestra bem humorada sobe advocacia de sucesso

“Advocacia de sucesso em cinco lições”. Eis o tema da palestra gratuita a ser proferida pelo advogado e humorista Haroldo Guimarães, a partir das 19 horas desta quarta-eira, no Teatro Uni7, no Centro Universitário 7 de Setembro. A iniciativa é da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (CAACE) e integra as comemorações do Dia do Advogado.

Haroldo Guimarães é mestre em Direito pela UFC e especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes do Rio de Janeiro.

Na oportunidade, o presidente da CAACE, Erinaldo Dantas, fará o lançamento do aplicativo APP Oi Advogado, que conectará quem tem dúvidas sobre assuntos jurídicos aos profissionais do Direito. A CAACE disponibilizará para advogados e advogadas serviços gratuitos como teste de glicemia, massoterapia e esmalteria.

(Foto – Divulgação)

Quais as propostas dos candidatos ao Governo para as mulheres?

Com o título “As preocupações do eleitor cearense”, eis artigo de Cleyton Monte, cientista político, pesquisador e membro do Conselho de Leitores do O POVO. Ele chama a atenção para um detalhe: o voto feminino é maioria no Ceará. Confira:

Os estudos eleitorais mais interessantes tentam decifrar as condições de vida do eleitor. As pesquisas dos cientistas políticos André Singer e Alberto Carlos Almeida ilustram esse esforço. Os candidatos devem compreender os “dilemas do estado”, caso contrário, estarão pregando no deserto. O desafio é ainda maior para os que desejam ingressar no Executivo. É certo que as generalizações escondem uma pluralidade de interesses, contradições e críticas. A população da capital e do interior, a classe média e os pobres, os mais e menos escolarizados guardam grandes diferenças. Contudo, questionar as preocupações do eleitor médio é um exercício importante para o jogo democrático.

O voto feminino é maioria no Ceará. Quais as propostas dos candidatos a governador para as mulheres? Os discursos me parecem genéricos. O Ibope apontou que a saúde é o problema que mais aflige o cearense. A ampliação da rede hospitalar é a única saída? A segurança, destaque das últimas quatro campanhas, se tornou uma disputa de números em torno do efetivo policial. O estado das chacinas e das facções merece um debate mais sério. Impactado pela crise econômica, o eleitor busca propostas concretas sobre emprego e renda. As mulheres e homens do interior acompanham a estagnação do comércio e da indústria. A taxa de desemprego aumentou. O que pode ser feito? As juventudes, maiores vítimas da violência, da crise econômica e da ausência do Estado, raramente figuram entre as prioridades dos candidatos favoritos. E as políticas para a cultura e meio ambiente, serão solenemente esquecidas? Estamos tão bem assim na educação? Uma observação indispensável: o discurso moralista acerca da corrupção não alcança projeção entre os cearenses.

A campanha começou com força. Qualquer proposta deverá levar em consideração os limites dos cofres públicos. Apesar de ter conquistado o equilíbrio fiscal, o Ceará ainda depende dos repasses do governo federal. O mais provável é que o próximo presidente não terá muito espaço para investimentos. De toda forma, a eleição é um momento ímpar, não apenas para escolher representantes, mas também para refletir sobre a agenda pública, prioridades e visões de Estado. Vamos debater!*

*Cleyton Monte

cleytonufc@hotmail.com

Cientista político, pesquisador e membro do Conselho de Leitores do O POVO.

Corregedor-geral do TRT pode definir processo sobre piso salarial dos docentes da Uece, UVA e Urca

154 1

Uma peleja judicial de 32 anos envolvendo os professores da Uece, UVA e Urca e o Governo do Estado e que diz respeito ao piso salarial da categoria volta à cena nesta quarta-feira.

Às 9 horas, na sede do TRT-7ª Região, o corregedor-geral do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Lélio Bentes, receberá em audiência um grupo de docentes que vai expor o caso, hoje um dos processos mais antigos em tramitação na Justiça do Trabalho no País.

Célio Andrade, líder dos reclamantes, afirma que a causa foi ganha por eles, mas nunca cumprida pelos governos que se sucedem. “Éramos 830 docentes brigando pelo piso tendo como teto R$ 17 mil, mas, desse contingente, 350 já morreram”, lamenta.

O processo foi dado como ganho até no STF, mas nunca os docentes viram a cor desse dinheiro. Em 2007, o governo, por procrastinar, levou, por várias vezes, a pecha de “litigante de má fé”. A querela se arrastou pelos governos Tasso, Ciro, Tasso (mais dois mandatos), Lúcio, Cid (dois mandatos) e Camilo. Quem, afinal, pagará?

(Foto – Arquivo)

A Crise na Venezuela e seus Impactos para o Brasil será tema de palestra em Fortaleza

418 3

A Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra na Terra da Luz e a Escola Superior de Guerra (ESG), com apoio da Federação das Associações do Comércio, Indústria, Serviços e Agropecuária do Ceará (Facic) e do Grupo Energy Telecom, promoverão a palestra “A Crise na Venezuela e seus Impactos para o Brasil”.

O conferencista é o coronel Paulo Roberto Costa e Silva, chefe da Divisão de Assuntos de Inteligência Estratégica da ESG e membro do Grupo de Trabalho instituído pelo Ministério da Defesa para o acompanhamento da crise na Venezuela. A palestra ocorrerá às 19 horas, do próximo dia 31, no auditório da Facic (Palácio do Comércio).

(Foto – Divulgação)