Blog do Eliomar

Categorias para Cidadania

Ativista lança em Fortaleza livro sobre desmilitarização da Polícia e da Política

172 1

maxresdefault (4)

O Comitê Cearense pela Desmilitarização da Polícia e da Política lançará nesta segunda-feira, às 18 horas, o livro ‘Desmilitarização da Polícia e da Política – uma resposta que virá das ruas’, com a presença do organizador Giva Manoel e de representantes da Associação das Vítimas de Violência Policial do Estado do Ceará (AVVIPEC) e coletivo Aparecidos Políticos. O ato de lançamento ocorrerá na sede da Associação 64/68 Anistia (Rua Instituto do Ceara, 164 – Benfica, ao lado da FEAAC)

Givanildo Manoel é ativista de direitos humanos e um dos idealizadores dos Comitês pela Desmilitarização.

Já o Comitê Cearense pela Desmilitarização da Polícia e da Política foi lançado no final da ano de 2013, a partir da necessidade de se ampliar o debate sobre a desmilitarização entre as esferas do poder público e a sociedade civil, principalmente após as fortes repressões policiais ocorridas em junho do mesmo ano.

SERVIÇO

*Associação 64/68 Anistia – Rua Instituto do Ceara, 164 – Benfica, ao lado da FEAAC.

*Mais informações: 9 9996.1955 (Ana Vládia – Comitê)

Para saber mais: desmilitarizar.wordpress.com

Para não dizer que não falei de flores na seca

Com o título “Flores na seca”, eis artigo da jornalista Fátima Sudário, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ela se apega a depoimentos do Caderno Os Quinzes para tirar lições importantes de vida. Confira:

Por esses dias, tenho aprendido um bocado sobre simplicidade, disposição, resistência, sabedoria, resiliência. Também sobre a metáfora de José do Egito, que aqui se traduz por acumular na fartura para atravessar a secura. Tudo pelas extraordinárias e emocionantes histórias contadas no projeto Os Quinzes, composto por dois cadernos especiais, dois webdocs e um hotsite, que começaram a ser veiculados na última terça, 18, no O POVO e no O POVO Online.

O seu Luiz Nogueira, um mandioqueiro lá da Jaguaribara, considera a seca um ensinamento. “Um dos maior que pode existir na nossa região”,diz. Para ele, os que não querem aprender vão se lamentar a vida inteira. A fala de seu Luiz tem aquela sabedoria que a gente gostaria de ver ampliada e apropriada. É lição de vivência e sobrevivência, ainda mais nestes tempos de incerteza e pessimismo que insistem em nos mergulhar.

Da agricultura para a invenção, o aprendizado do seu Luiz foi ligeiro. Nos passeios pela internet viu uma máquina que poderia tornar a lida mais fácil. Rápido criou sua própria geringonça. Baseada no princípio da alavanca, o invento ajuda a arrancar mandiocas gigantes com um mínimo de esforço. E assim, em meio à diversidade, seu Luiz vai construindo sua história. Pode-se dizer que, neste quarto ano de seca, a vida é boa, mas não lhe tem sido fácil. Assim como não é e, talvez, nunca será para quem nasce no semiárido.

Assim como ele, são muitos que, sem apenas rezar por tempo bom, (re)constroem o Ceará seco, que é realidade nossa. Dessa estirpe é o Leonilson Rodrigues, nome de batismo do criador de abelha Piá, que tem uma única reivindicação ao Governo: conter o desmatamento para que as abelhas não arribem. Simples assim.

Na edição de amanhã, O POVO traz o segundo caderno Os Quinzes, alusão à seca centenária e à atual. Junto será lançado o segundo webdoc para traçar olhares a outras perspectivas de quem vive o cotidiano da seca. Há drama e sofrimento, assim como a capacidade de tornar a inventar. “Porque seca ninguém acaba, a gente tem que conviver”, nos contará amanhã o Zé Roberto, que habita os Inhamuns. Tá certo. Com disposição e decisão política, há um semiárido inteiro a navegar. Os cadernos, hotsite e vídeos podem ser acessados em especiais.opovo.com.br/osquinzes

* Fátima Sudário

fsudario@gmail.com
Jornalista do O POVO.

Sindicato Apeoc mobiliza o Interior

139 1

O Sindicato Apeoc visita, até o próximo sábado, os municípios de Jaguaruana, Brejo Santo e Milagres. Nesta terça-feira, o grupo estará em Jaguaruana. O objetivo é tratar de assuntos inerentes à implantação de 1/3 da carga horária extraclasse dos professores.

Na quinta-feira será a vez de Brejo Santo, onde o sindicato vai se reunir com profissionais da educação e debater conjuntura educacional. Ainda na quinta-feira, assessores do Sindicato Apeoc irão ao município de Milagres participar de audiências e debates com os profissionais da educação.

O Sindicato Apeoc não divulga, mas faz mobilização pelo pagamento do reajuste retroativo a primeiro de janeiro, prometido pelo governo estadual, mas ainda no papel.

V Futura Trends com Domenico De Masi

domeicoc

Começa às 13 horas desta segunda-feira, no La Mason, a quinta edição do Seminário Futura Trends. O tema é “O profissional competitivo: conceitos modernos de gestão corporativa que mudarão sua maneira de enxergar o futuro”. Seis grandes nomes da gestão competitiva estarão presentes para discutir, até as 19 horas, a construção de carreiras.

O evento, realizado pelo Grupo de Comunicação O POVO e Fundação Demócrito Rocha, contará com a presença do filósofo italiano Domenico De Masi, autor de um dos títulos mais vendidos em sociologia no mundo, o L’ozioCreativo, (O Ócio Criativo). A palestra magna de De Masi terá como tema: “O futuro chegou: modelos de vida para uma sociedade desorientada; Como a sociedade brasileira pode ser exemplo para o resto do mundo. Felicidade, qualidade de vida ou índices do PIB?”.

Nazareno Albuquerque, coordenador geral do evento, ressalta que a boa governança corporativa é aquela que tem as pessoas no centro dos resultados das empresas, sendo essencial para boa gerência. “Não existe mais aquela visão da máquina e a tecnologia resolverem tudo. A gestão das pessoas e a fidelização dos recursos do talento é uma coisa muito importante”.

Também estará presente o jornalista Heródoto Barbeiro, que fará parte da mesa de conversa com De Masi junto de João Dummar Neto, vice-presidente do Grupo de Comunicação O POVO.

SERVIÇO

*Local – Salão Coliseu, do La Maison Dunas

*Inscrições são possíveis neste dia do evento ou por meio do número (85) 3433.8464, custando R$ 1.200.

UFC e Instituto Maria da Penha fecham parceria e realizarão pesquisa na área da família

mariadapenha

Maria da Penha participará do ato.

Será assinado na próxima quarta-feira, às 17 horas, no auditório da UFC, um convênio entre essa Instituição de ensino superior federal e o Instituto Maria da Penha. O ato ocorrerá na presença da secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, ministra Eleonora Menicucci de Oliveira. O convênio é para execução de pesquisa sobre as condições socioeconômicas e violência doméstica e familiar contra a mulher.  A ativista Maria da Penha também participará do ato.

A pesquisa é coordenada pelo professor José Raimundo Carvalho, do Curso de Pós-graduação em Economia (CAEN) da UFC. Serão mais de 30 mil famílias pesquisadas, nas nove capitais nordestinas, durante dois anos, o que constituirá o maior estudo sobre o tema na América Latina.

Na ocasião, será renovado convênio de colaboração técnica entre a UFC e o Instituto Maria da Penha, ativo desde 2012. Uma parceria que “sem dúvida damos todo apoio e que nos traz a oportunidade, do ponto de vista institucional, de fortalecer esse tema dentro dos nossos processos de formação”, avalia o Reitor da UFC, Prof. Henry de Holanda Campos.

(Com Site da UFC)

 

Ministra do Desenvolvimento Social visitará Tauá

teresacam

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, estará em Tauá (Região dos Inhamuns) no próximo dia 28. Ela participará da solenidade de formatura de 3.800 concludentes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). 

“Nós somos parceiros nessa ação do Governo Federal, que é de extrema importância para a formação de mão de obra e, sobretudo, por dar oportunidades para os brasileiros e, mais especificamente, aos tauaenses. Além disso, é uma honra receber a ministra pelo grande trabalho realizado e por ser a primeira vez que ela virá à nossa região”, destaca a prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar (PSD).

O Pronatec foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 11.513/2011. Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica. Também são ofertantes as instituições do Sistema S, como o Senai, Senat, Senac e Senar.

Primeira dama de Fortaleza entrega mais dois parques infantis

nelyrosa

Já estão operando mais dois parques infantis do projeto ”Praça Amiga da Criança”, da Prefeitura de Fortaleza. Foram inaugurados pela  primeira dama de Fortaleza, Carol Bezerra, e pelos secretários da Regional IV, Airton Mourão, e Regional V, Júlio Ramon.

Os novos parques estão localizados na Praça da Igreja São Francisco (Bairro Canindezinho – Regional V), e na Praça 1º de Janeiro (Bairro Parangaba – Regional IV).

(Foto – Nely Rosa)

Manifestações e massas de manobra

464 2

Com o título “Proteste, mas, por favor, informe-se”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda as recentes manifestações e um certo ar de desinformação entre tantos que aderiram. Confira:

Já falei isso outras vezes. Sou pela democracia. Sou pelas manifestações. Sou pela liberdade de expressão. Parafraseando Voltaire, mesmo sem concordar com nada do que você diz, brigarei até a morte pelo seu direito à fala. Porém, quando você for fazê-lo, por favor, pense antes. Entenda o que está reivindicando. Tente se municiar de bons argumentos. Canalize sua indignação para obter algum resultado. Olhe o entorno para perceber se não está servindo de massa de manobra de alguém.

Compreenda: tão falso quanto dizer que Lula e Dilma são comunistas é chamar FHC e Serra de fascistas. O Brasil jamais será uma Venezuela ou uma Bolívia, posto que se tratam de realidades, povos e políticas absolutamente distintas. Mesmo estando no poder na quarta gestão presidencial consecutiva, o PT está muito longe de implementar medidas socialistas que firam os princípios constitucionais que garantem o estado de direito. O Foro de São Paulo é tão legítimo quanto o Fórum Econômico Mundial de Davos.
O Brasil está polarizado entre PT e PSDB não por birra, mas porque estes são partidos que funcionam como tal, possuem representação social, têm estruturas de poder em cidades de todas as regiões do país e um discurso ideológico minimamente apresentável. Com raras e honrosas exceções – notadamente à esquerda – os demais partidos funcionam como legenda de aluguel.

O PT não inventou a corrupção. Ele existe desde o descobrimento. E não é possível dizer se ela aumentou ou diminuiu de tamanho, posto que pela primeira na história do país os órgãos de fiscalização, repressão e julgamento têm autonomia para prender pessoas do alto escalão – de dentro e de fora do governo. No máximo, pode-se afirmar que ela está mais visível – o que é muito bom, diga-se de passagem, pois é difícil combater o que não se enxerga – assim como estão mais visíveis gays, negros, mulheres e demais minorias. Aliás, a quantidade deles não aumentou por uma “flexibilização da moral”: eles simplesmente estão gozando a liberdade de sair do armário e enfrentar a discriminação.

Governar bem ou mal não depende somente da honestidade de quem está no poder, embora este deva ser um critério fundamental no processo de escolha. Há pessoas honestas e desonestas em quaisquer partidos. Há pessoas poderosas, do PT e de outros partidos, presas e cumprindo pena.

Finalmente, entenda que a ditadura brasileira, entre 1964 e 1985, matou oficialmente mais de 430 pessoas, boa parte delas sem relação alguma com a luta à época. Além disso, outras centenas de mortes, ainda em investigação, poderão ser confirmadas, incluindo crianças, mulheres, religiosos e idosos. Some-se a isso a tortura e o exílio de outros milhares. Procure nos pais e mães que perderam seus filhos. Nos filhos que ficaram sem lar. Na prática, ir às ruas bradar pelo retorno ao regime militar é pedir para que as manifestações não mais aconteçam. Ódio e política, afinal, não funcionam juntos.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.

Brasil e Alemanha fecham acordo de cooperação na área de saneamento e gestão de resíduos sólidos

“O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e a ministra do Meio Ambiente, da Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha, Barbara Hendricks, assinaram hoje (20) termos de cooperação na área de saneamento, aproveitamento energético e gestão de resíduos sólidos. De acordo o ministro, alguns projetos já estão em andamento, fruto da cooperação já existente entre os dois países.

Kassab destacou que os acordos são muito mais de transferência e troca de conhecimento do que de investimentos de recursos. “Não são recursos expressivos, porque são para estudos. […] Eles [os alemães] são muito mais avançados em tecnologia”, disse. Como exemplo, citou as incorporações nos projetos do Minha Casa, Minha Vida em termos de política de sustentabilidade. Segundo ele, o primeiro projeto de casas com essas incorporações será construído no Rio de Janeiro.

A cooperação técnica Brasil e Alemanha na área de gestão de resíduos sólidos urbanos foi assunto entre os dois ministros. “Buscamos desenvolver capacidade nas diferentes esferas de governo e nos setores, de modo a aproveitar o potencial de redução da emissão de gases de estufa por variadas medidas, entre elas a promoção da adequada gestão municipal de resíduos, o fomento à reutilização, reciclagem e tratamento de diferentes frações, a eficiência energética nos sistemas municipais e a destinação final adequada dos resíduos”, afirmou Kassab.

Durante a reunião, também foi discutido o projeto de aproveitamento energético de biogás no Brasil, o Probiogás, com expressiva cooperação da Alemanha, e a questão da eficiência energética nos sistemas de abastecimento de água, em especial nas cidades.

O ministro das Cidades lembrou o início de um entendimento para gestão do lodo gerado no tratamento de resíduos sanitários, que deve resultar em novo convênio entre Brasil e Alemanha. Também foi criado um grupo de trabalho para identificar políticas públicas eficientes na gestão e planejamento de cidades.

Na questão da mobilidade urbana, ficou definido um aprofundamento na parceria para aprimorar as condições estruturais que possibilitem o aumento da eficiência energética no setor, “apoiando instituições nacionais que visem fazer esse levantamento e, com isso, padronizar e contribuir para redução da emissão de gases de efeito estufa”, acrescentou Kassab.”

(Agência Brasil)

Líder do Governo participa do ato pró-Dilma em Fortaleza

attttto

Militantes do PT e membros de vários sindicatos e entidades populares estão promovendo passeata pelas ruas do Centro de Fortaleza, nesta tarde de quinta-feira.

Também integram a organização a Central Única dos Trabalhadores do Ceará (CUT-CE), Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e a União Nacional dos Estudantes (UNE).

O ato é para defender a democracia e o Governo Dilma Rousseff dos ataques golpistas da direita, segundo algumas lideranças.

atototos

Entre os participantes dessa ação que ocorre em outros Estados, está o líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT), que saiu direto do aeroporto, onde desembarcou procedente de Brasília, para a manifestação no Centro. A passeata saiu d Praça Clovid Beviláqua, da Faculdade de Direito da UFC. A Polícia Militar acompanha tudo, mas não fez ainda uma estimativa e público.

aguimma

Projeto de Walter Cavalcante quer destinar 5% das unidades habitacionais para deficientes fisicos

foto walter cavalcante cmfor

A Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei Nº 48/2015, de autoria do deputado Walter Cavalcante (PMDB), que dispõe sobre a adequação e destinação de unidades habitacionais, construídas pelo Estado do Ceará, para famílias portadoras de necessidades especiais.

Segundo o parlamentar, os conjuntos habitacionais construídos pelo Estado, deverão agora dispor de até 5% (cinco por cento) de unidades habitacionais adequadas e destinadas para pessoas portadoras de necessidades especiais. De acordo com a lei, consideram-se conjuntos habitacionais aqueles construídos em regime de mutirão ou autoconstrução para famílias com renda de até 03 (três) salários-mínimos.

Walter diz que é necessário quebrar as barreiras impostas às pessoas portadoras de necessidades especiais pelos padrões das edificações e vias urbanas, assim como pela inadequação das casas ás atividades da vida diária dessas pessoas. “Essa discriminação se faz presente, no cotidiano destas pessoas, notadamente nas famílias de baixa renda. Com esta lei, espero que essa prática seja superada”, explica.

(Site da AL/CE)

Líder do Pros tem projeto de consórcio de perfuratrizes de poços profundos aprovado na Câmara

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=QEZ7x–cRkU[/youtube]

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quina-feira, um projeto de lei de autoria do líder do Pros na Casa, Domingos Neto. O projeto  permitirá a formação de consórcios para a compra de perfuratrizes que cavarão poços profundos.

Segundo Domingos Neto, no Ceará, bem antes da aprovação dessa matéria, o governador Camilo Santana abraçou esse projeto.

Sobre seu destino político, o deputado federal Domingos Neto defende que continue o diálogo com o Pros para que a sigla continue na base aliada de Dilma Rousseff. O parlamentar admitiu que pode ir para o Partido Liberal comandar a legenda, mas observou que tudo isso depende de uma janela que garanta prazos para filiações.

Tem coisa pior do que aguardar em fila de banco?

188 1

Com o título “Fila de banco”, eis artigo do advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Ele protesta contra o péssimo atendimento nas agências bancárias, onde são poucos os caixas e muitas as taxas. Confira:

A convergência para a rede bancária do pagamento das contas de energia, água, telefone, colégio, cartões de crédito, condomínios, além de um sem número de taxas e impostos, compeliu as pessoas – físicas e jurídicas – a se ajustarem a estrutura de funcionamento das instituições financeiras. Em sentido inverso, os bancos, tanto os oficiais quanto os privados, a despeito do volume de encargos recebidos, não se adequaram a esta nova realidade contemporânea no sentido de oferecer ao cidadão um atendimento a altura do que seria minimamente desejável.

Não se há de negar os avanços tecnológicos implementados na rede bancária de que são exemplos, a disponibilização de serviços através da internet (internet banking), os caixas eletrônicos (auto-atendimento) e outros dispositivos virtuais, ainda que mediante a cobrança de taxas pela prestação de tais serviços. No entanto, tais providências só alcançam uma pequena parcela da clientela, justamente a de privilegiados correntistas e/ou investidores. A maioria dos usuários, ou seja, a que se dirige pessoalmente aos bancos para o cumprimento de suas obrigações básicas, à falta de alternativas, permanece desassistida. O que se observa é a demora no atendimento após a recepção das correspondentes senhas, obrigando os clientes, inclusive os portadores de necessidades especiais, a ficarem no aguardo do atendimento numa espera que, por vezes, é de até duas horas por conta da existência de apenas dois ou três caixas numa flagrante desproporção à quantidade de “guichês” disponibilizados.

O corte nas despesas com pessoal e a redução dos custos operacionais promovidos pelos banqueiros respondem por esta verdadeira agressão à cidadania e um desrespeito a quantos necessitam realizar outras tarefas inerentes ao dia-a-dia das pessoas. Por conta disso, o cidadão tem que reservar praticamente um expediente de trabalho num só local em detrimento de outras atividades que precisa realizar, à falta de sensibilidade dos donos de bancos para com este grave problema. O lucro é quem dita à regra.

Não basta, pois, a modernização dos serviços bancários sem que, de igual modo, não forem adotadas práticas que facilitem a vida da população que acorre aos bancos. A visão do problema sob a ótica tão somente da lucratividade, sem se atentar para sua dimensão social e de respeito ao cliente, compromete o gerenciamento dessa atividade a que a sociedade viu-se obrigada a aceitar, em nome dos novos tempos.

Cumpre dizer, por fim, que a sensibilidade a estes reclamos não se constitui em favor, já que uma infinidade de serviços já é taxada para atender aos custos, como extratos, talonário de cheques, cheques avulsos, tarifas de manutenção de conta, saques nos caixas eletrônicos, cadastro e tantos mais, sem que, para tanto, haja uma contraprestação de serviços expressa na agilidade e na eficiência.

Mercado São Sebastião é alvo de operação contra dengue e leptospirose

ss

A Secretaria Regional II vai desencadear nesta sexta-feira, a partir das 8 horas, no Mercado São Sebastião, uma promover operação de combate a zoonoses. São alvos os transmissores da dengue e da leptospirose. A ação se estenderá a ruas do entorno.

Além da desratização e desativação de possíveis focos de dengue, a equipe, composta por cinco pessoas, fará um trabalho educativo com os feirantes, para que eles possam dar continuidade ao trabalho executado pela Prefeitura.

Durante a operação, as atividades do mercado ocorrerão normalmente, pois o veneno utilizado para a desratização não é nocivo para os humanos.

VAMOS NÓS – Bem que a AMC poderia também fazer uma operaçãozinha no entorno do Mercado São Sebastião e colocar ordem no trânsito.

Arquidiocese de Fortaleza faz parceria com Hemoce em evento vocacional

unnamed (80)

A Arquidiocese de Fortaleza, por meio da Pastoral Vocacional, fechou parceria com o Centro de Hemoterapia e Hematologia do Ceará (Hemoce) para incentivar e captar novos doadores durante a VI Jornada Vocacional de Fortaleza – JVF, que ocorrerá no próximo dia 30, no Colégio Santa Isabel, das 9 às 19 horas, com entrada gratuita.

“Queremos incentivar entre os jovens a cultura da Paz – tema do evento – e da solidariedade. É com grande satisfação que a JVF oferece esta contrapartida social à população de Fortaleza”, explica o padre Rafhael Maciel, coordenador-geral da Pastoral Vocacional e da JVF.

O Hemoce tem histórico de bons resultados na parceria com instituições religiosas. A responsável pelo núcleo de captação da instituição, Nágela Lima, visitou o Seminário Propedêutico no início do mês de agosto para oficializar a parceria.

Uma equipe do Hemoce estará disponível durante a Jornada e poderá atender até seis doadores simultaneamente. O convite é para quem vai participar do evento e moradores da redondeza possam fazer este gesto de solidariedade. Cada bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas.

A JVF

A Jornada Vocacional enquadra-se dentro dos novos métodos de evangelização adotados pela Igreja. Através de shows, momentos de oração e fraternidade os jovens têm a oportunidade de refletir sobre o presente e o futuro de suas vidas. A organização do evento divulgou as atrações musicais desta edição. Os artistas estão entre os mais conceituados da música católica na atualidade como a Banda Missionário Shalom e os cantores Diego Fernandes e Irmã Kelly Patrícia. Também se apresentarão no evento as Bandas Luminus, Recado e Regina Paccis, uma mistura de ritmos que promete agradar o público. A entrada é gratuita.

Para doar

– Estar bem de saúde.

– Apresentar um documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.

– Ter entre 16 e 69 anos.

– Ter mais de 50kg.

– Estar bem alimentado.

DETALHE – Os candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos devem ter o TERMO DE CONSENTIMENTO PARA MENORES DE 18 ANOS.

(Colaborou Vanderlúcio de Souza)

Aluno que venceu Olimpíada de Português com redação sobre Praça Portugal ganha homenagem

572 2

A Câmara Municipal realizará nesta sexta-feira, às 9 horas, uma sessão solene para homenagear o estudante cearense Carlos Iury Vasconcelos. Ele foi o vencedor da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o seu Futuro, tendo como tema de redação a Praça Portugal, alvo de possível demolição, dentro de um binário previsto para o local pela administração municipal .

Na sessão, também serão homenageados a professora dele, Maria Helena Mesquita Martins, e a Escola Ensino Fundamental e Médio Renato Braga. O jovem de 17 anos passou por diversas etapas do concurso nacional e venceu três milhões de concorrentes. Além da medalha de ouro, o estudante ganhou do concurso nacional um tablet, um notebook e uma impressora. A escola Renato Braga também recebeu 10 computadores, um projetor multimídia, livros e uma placa de homenagem.

Leia, na íntegra, a redação vencedora:

praçaportugal

Que rufem os tambores, não os tratores!

Enquanto na antiga Grécia as praças eram lugares onde as grandes decisões eram tomadas – as famosas ágoras –, em Fortaleza é em gabinetes fechados que se decide o destino da Praça Portugal, cartão-postal de nossa cidade.

A substituição da praça por um cruzamento está previsto do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), apresentado pela prefeitura de Fortaleza. Já na primeira intervenção feita em nome do Paitt, mais de duzentas árvores dos canteiros centrais das avenidas Dom Luiz e Santos Dumont foram removidas, sob o argumento de que a eliminação dos canteiros irá melhorar a fluidez do tráfego naquela região. A cidade, que já assistiu a alguns descasos relacionados à preservação do patrimônio histórico e cultural, entre eles a paulatina substituição dos casarões da Avenida Santos Dumont por modernos prédios comerciais, inquieta-se.

Agora é a vez de a Praça Portugal deixar de existir. Na tentativa de impedir que isso aconteça, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) entrou com um pedido de tombamento da praça como patrimônio municipal, o qual foi prontamente negado pelo Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural (Comphic), numa clara demonstração de contradição às suas principais funções: preservação e manutenção da cultura e da história da cidade. O projeto também é criticado pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB).

Contudo, as pessoas que veem a praça apenas como uma rotatória concordam que ela deixe de existir para dar lugar a um cruzamento. Modelos de rotatórias semelhantes à da Praça Portugal são facilmente encontrados em países do Primeiro Mundo. Podemos citar o Arco do Triunfo, em Paris, e a Praça de Tetuan, em Barcelona, o que torna inaceitável a tese de que a Praça Portugal é um impasse ao trânsito de Fortaleza.

Sabemos que enfrentar o trânsito em nossa cidade é um verdadeiro teste de paciência. Em horário de pico, fileiras de carros, motos e transportes coletivos se formam pelas principais ruas da cidade, e chegar ao destino desejado virou um desafio. Não acredito que sacrificar a praça seja a única forma de solucionar esse problema, mesmo porque a construção de túneis também foi cogitada e, certamente, evitaria toda essa polêmica. Para o ambientalista José Sales, não é a praça que influencia o trânsito, mas uma série de fatores, como a falta de fiscalização e os estacionamentos irregulares.

O juiz Manoel de Jesus da Silva Rosa concedeu liminar impedindo que a prefeitura inicie as intervenções na Praça Portugal; entretanto, o prefeito já anunciou o início das obras para a primeira quinzena de setembro. É preocupante perceber que ainda há grandes chances de esse projeto seguir adiante.

Demolir praças, derrubar árvores… será mesmo a solução? Assim como o pedestre deve vir antes do carro e o transporte público antes do privado, os espaços públicos devem vir antes de obras de trânsito. Sou contra intervenções que atropelem a memória de uma cidade em nome do moderno, do novo. Dessa forma, precisamos exigir uma ampla discussão a respeito das ações que estão sendo implementadas na atual administração municipal.

Assim, pensar, discutir e debater o futuro da cidade é necessário. Não podemos permitir que gestores temporários, em nome da mobilidade urbana e do “desenvolvimento”, apaguem a memória da cidade. Não podemos fechar os olhos ao que acontece ao nosso redor sob pena de, na calada da noite, sermos acordados pelo “rufar” dos tratores a derrubar a praça e de nos lembrar que, em um dia não muito distante, já amanhecemos sem as árvores. Que a sexagenária Praça Portugal possa permanecer no coração do bairro Aldeota, com sua simbologia, sua beleza, sua história.