Blog do Eliomar

Categorias para Cidadania

Crato é sede do IX Encontro Mestres do Mundo

Começa nesta quinta-feira no Crato (Região do Cariri) o IX Encontro Mestres do Mundo, que se estenderá até o próximo sábado. O evento, que neste ano tem como tema “Caminhos, afetos e saberes”, leva a região os Tesouros Vivos da Cultura para um momento de troca de experiências entre si e com convidados vindos da Bahia, Alagoas e São Paulo.

O título de Tesouro Vivo da Cultura é dado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) para pessoas, grupos e comunidades que desenvolvem atividades ligadas à tradição popular. Selecionados via edital desde 2004, atualmente o Estado tem 57 Mestres da Cultura e está com edital aberto para mais cinco vagas. São artesãos, artistas plásticos, músicos, repentistas, dramistas, rezadeiras e pastoris que vão receber, mensalmente, uma ajuda de custo no valor de um salário mínimo como incentivo para continuarem desenvolvendo suas atividades e dividindo com suas comunidades.

A programação começa com uma visita ao horto, em Juazeiro do Norte, onde está a estátua do Padre Cícero. Em seguida, há uma Mesa de Prosa sobre o tema “Caminhos que se cruzam – Mestres, saberes e políticas públicas”. À noite, um cortejo parte da Praça Siqueira Campos até o Largo da RFFSA, para a abertura oficial do Encontro, que vai contar com show da cantora e pesquisadora Marlui Miranda. As conversas entre mestres seguem com a participação de nomes como o teatrólogo Oswald Barroso, o filósofo e mestre de capoeira José Olímpio e a secretária de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura Márcia Rollemberg.

A conquista que transformou o “nerd” em gente famosa

ddd

“João vai caminhando da casa onde mora, no bairro Vila União, até a Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra. O trajeto, com pouco menos de um quilômetro, não levaria mais de 20 minutos para ser percorrido pelo garoto de passos largos. Mas, na última semana, depois que virou notícia, o estudante de escola pública João Victor Claudiano do Santos, 16, viu os minutos se multiplicarem. As pessoas o reconhecem, querem cumprimentá-lo. Moradores do mesmo bairro sentem-se parte da história do menino que viu ser replicado em sites e jornais o feito de ter acertado 172 questões das 180 que compõem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Dia desses, ouvi um rapaz dizer que agora sentia orgulho do lugar onde nasceu”, conta João.

Ser notado no bairro é apenas uma parte da repercussão. “O nerd que acertou 95% do Enem virou substantivo próprio, é quase o meu novo nome”, relata João, lembrando do título da matéria publicada no O POVO, no dia 19 deste mês. Depois da primeira entrevista, João conversou com mais seis equipes de reportagens, atendeu em média 30 telefonemas por dia, foi aplaudido em um ônibus e procurado por professores de universidades. Até mesmo da Escócia, na Europa, veio mensagem. “A matéria sobre o João estava por toda parte em meu Facebook”, comentou a antropóloga Michele Wisdahl, que estuda o Enem e que, por e-mail, parabenizou o feito do garoto.

Pelos corredores da Adauto Bezerra, não há quem agora não conheça o João. Professora de História, e considerada “mãe” pelo garoto no ambiente escolar, Anna Karina não se surpreendeu com o resultado de João no Enem, pelo empenho com que o menino tratava os estudos. “Ninguém na escola o conhecia e agora as pessoas me pedem para apresentar o João, o têm como exemplo”, conta a professora, destacando o foco e dedicação do estudante.

* Do O POVO, leia mais aqui.

Acrísio Sena: Equipamentos da Coelce e da Oi prejudicam mobilidade do deficiente

acrisioo

O vereador Acrísio Sena (PT) ocupou a tribuna da Câmara Municipal, nesta quarta-feira, para protestar contra as caixas de medição, fios e postes da Coelce, além de orelhões da Oi que, conforme ele, estão prejudicando a mobilidade de pessoas com deficiência. “Alguns destes equipamentos representam hoje uma dificuldade a mais na vida das pessoas com deficiência, principalmente cadeirantes e com problemas visuais, e precisam se adaptar às leis de Uso e Ocupação do Solo e ao Código de Obras e Posturas”, alertou o petista.

O número de telefones públicos, os populares “orelhões”, vem sendo reduzido drasticamente com o advento da telefonia celular. Em 2007 eram 22.796. Hoje são pouco mais de 10 mil. Uma redução de mais de 50%. Segundo Acrísio, boa parte deles não funciona, não são consertados, são alvo de vândalos e ainda viram sucata, complicando a mobilidade. “Poucos são, aliás, os orelhões adaptados para pessoas com deficiência”, ressaltou.

Por sua vez, a COELCE também vem atrapalhando a vida de pessoas com deficiência motora e visual. “São centenas de anéis preenchidos de barro e cercados de concreto ao redor de postes, construídos para evitar tombamentos em Fortaleza, ocupando irregularmente o espaço público, causando poluição visual e impedindo o livre transitar nas calçadas pelos pedestres”, denunciou o petista.No caso de calçada estreita, as defensas ocupam parte do passeio público. Quem é cadeirante não consegue passar.

Há ainda o problema dos medidores externos instalados nos muros das residências e comércios. As caixas representam insegurança para quem anda na calçada e para proprietários de imóveis. Até porque elas são instaladas de 1,40 metro a 1,50 metro do chão, segundo a Norma Técnica 001/2012 da empresa, podendo resultar em colisão dos transeuntes, notadamente se forem pessoas com deficiência. Isso sem falar nos fios de alta tensão soltos ou rebaixados, por conta da ação de vândalos ou ladrões, colocando a vida das pessoas em risco.

“Vários trechos de piso tátil são interrompidos, sem aviso, por orelhões, postes e caixas”, completou Acrísio. Os reforços dos postes muitas vezes se apresentam quebrados, com ferros e pedaços de cimentos aparentes, e acabam virando suporte para colocação de lixo. O piso tátil serve para orientar pessoas com deficiência visual, ou cegas, dando autonomia e segurança para essas pessoas transitarem pela cidade.”

(Com Site da Câmara Municipal)

TCM usará software para analisar contas das Prefeituras e Câmaras Municipais

chicoaguiarr

O Tribunal de Contas dos Municípios vai contar com uma nova ferramenta para análise das prestações de contas municipais: o QlikView, um software que auxiliará na atividade de fiscalização, simplificando e agilizando a investigação das informações fornecidas por Prefeituras e Câmaras Municipais. A aquisição deve ser implantada por completo até o final deste ano e permitirá que os cidadãos tenham respostas mais detalhadas e rápidas.

Segundo o presidente do TCM, conselheiro Chico Aguiar, trata-se de “mais uma ferramenta que reflete o forte investimento que nos dispusemos a fazer em sólida política de modernização tecnológica”

O QlikView é um produto de Business Intelligence (BI), que, por sua vez, opera técnicas e mecanismos que transformam dados brutos em informações que podem ser analisadas de tal forma a facilitar a tomada de decisões. No início ele vai ser utilizado pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec) e Diretoria de Fiscalização (Dirfi), que irão contribuir na organização desses registros para preparar o programa para o início pleno de seu uso.

Aprovados da Guarda Municipal devem reforçar a segurança no Carnaval 2015

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2nE-iSU8o5I[/youtube]

O vereador Márcio Cruz (Pros) seguiu, nesta quarta-feira, para São Paulo. Ele participará ali de audiência pública na Câmara Municipal da Capital paulista sobre o Estatuto da Guarda Municipal. O projeto já foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff e,entre algumas novidades, garante o uso de arma de fogo pelos agentes da Guarda Municipal.

Márcio Cruz, que lidera a categoria em Fortaleza, aproveitou para informar: o curso de formação dos mil guardas municipais, aprovados no último concurso promovido pela Prefeitura, começa no próximo dia 17. A expectativa é de que esse contingentge já comece a trabalhar no Carnaval 2015.

Fortaleza terá ato pelo Dia Nacional pró-Legalização da Maconha Medicinal

339 2

canbidiol

Fortaleza terá nesta quinta-feira ato para marcar o Dia Nacional pela Legalização da Maconha Medicinal.  A iniciativa é do Coletivo Plantando Informação, que fará manifestação a partir das 16h30min, na Praça da Gentilândia.

Esse movimento, que se define como “antiproibicionista”, luta por mudanças que “respeite os direitos humanos na elaboração de uma nova política de drogas no Brasil”.

Saiba mais:

https://www.facebook.com/events/574884059311147/?ref=22

https://www.facebook.com/ColetivoPlantandoInformacao/photos/a.294171773971287.75597.236170339771431/770930309628762/?type=1&theater

Unimed Fortaleza é multada pelo Decon

“A promotora de justiça e secretária-executiva do Programa Estadual de Proteção ao Consumidor (Decon), Ann Celly Sampaio Cavalcante, expediu uma decisão administrativa que multou a UNIMED Fortaleza devido à cobrança de honorários pelos médicos conveniados (“taxa de disponibilidade”) de beneficiários do plano de saúde para a realização de procedimentos obstétricos cobertos. A multa corresponde a 30.000 UFIRCE. Além disso, a Agência Nacional de Saúde (ANS), órgão adequado para interpretação das normas que regulam a atividade da requerida, emitiu a Nota Técnica nº 394/2014, manifestando-se quanto à ilegalidade da cobrança de tal taxa.

A decisão é originária de uma denúncia formalizada na Ouvidoria do Ministério Público Estadual, em decorrência da prática efetuada por médicos conveniados à UNIMED. A referida prática viola os artigos 6º, inciso IV, 39, incisos IV, V e VIII e artigo 34 da Lei nº 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor) c/c Art. 8º, §2º, da Lei 8.069/90 c/c Art. 12, inciso II, alínea c, da Lei 9.656/98 c/c Resolução ANS 338/2013 c/c Nota Técnica/ANS 394/2014.

Para a secretária executiva do Decon, a cobrança de “taxa de disponibilidade” fere o Código de Defesa do Consumidor e quem se sentir lesado pode procurar o Decon para efetuar reclamação. As sanções administrativas previstas para as praticas infratoras contra o consumidor estão determinadas no artigo 56 da Lei n° 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor – CDC) e no art. 18 do Decreto no 2181, de 20 de Março de 1997 (Sistema Nacional de Defesa do Consumidor – SNDC), dentre elas a pena de multa.

A promotora de Justiça recomendou, ainda, que a UNIMED abstenha-se de continuar permitindo a cobrança adicional por prática obstetrícia de seus médicos conveniados, sob pena de medidas judiciais cabíveis, adotadas por este Órgão, caso permaneça ocorrendo a prática abusiva. A parte autuada foi intimada da decisão, através dos correios, para efetuar seu recolhimento no prazo de 10 dias, ou se pretender, oferecer recurso administrativo, no mesmo prazo, contra a referida decisão, à Junta Recursal do Programa Estadual de Proteção ao Consumidor (JURDECON).”

(Site do MP-CE)

 

TRT do Ceará abre Semana Nacional da Conciliação com R$ 5,9 milhões em acordos

A Justiça do Trabalho do Ceará homologou R$ 5,9 milhões em acordos no primeiro dia da Semana Nacional da Conciliação. Desse total, R$ 5,4 milhões serão destinados ao pagamento 80 trabalhadores que venceram disputa trabalhista contra a extinta Rede Ferroviária Federal (RFFSA). Foram agendadas mais de 2.350 audiências na primeira e segunda instâncias da Justiça do Trabalho cearense para a Semana. O mutirão, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça, vai de 24 a 28 de novembro.

Só no primeiro dia de trabalhos do mutirão, foram atendidas 365 pessoas. Dezessete magistrados, auxiliados por 82 servidores, realizaram 112 audiências na primeira e segunda instâncias do Regional. Eles conseguiram homologar 52 acordos, entre quais, o que vai beneficiar os antigos ferroviários da RFFSA.

Para receber processos para a Semana da Conciliação, o TRT do Ceará colocou um telefone 0800 à disposição da população. Os interessados também puderam agendar audiências por meio de formulário eletrônico disponível no site do TRT/CE. Alguns advogados e partes preferiram comparecer pessoalmente às varas do trabalho e ao Tribunal e solicitar a inclusão de processos para conciliação.

(Com Site do TRT/CE)

Banco de Leite da Maternidade-Escola apela às mamães por doações

O Banco de Leite Humano da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (BLH/MEAC), da UFC, está pedindo o apoio das mães lactantes que possam realizar doação de leite materno para atender aos bebês da UTI Neonatal. O BLH encontra-se, atualmente, com volume reduzido, abaixo de 30 litros, que seria a quantidade mínima necessária para manter o estoque.

As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas. O BLH também realiza coleta domiciliar, não tornando necessário o deslocamento da mãe até o local da doação. Também são recebidos na MEAC frascos de vidro com tampa plástica, utilizados por marcas de maionese e café solúvel, que são importantes para o armazenamento do leite.

SERVIÇO

* Mais informações pelo telefone (85) 3366 8509.

Fortaleza em clima de desigualdade social

Com o título Atlas do desenvolvimento sugere melhoras no IDHM”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. No detalhe, Fortaleza, que continua em clima de desigualdade. Confira:

Os dados do Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras, divulgado ontem, fruto de parceria entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro, revelam importante avanço nos indicadores socioeconômicos dessas áreas do país, mostrando melhora entre 2000 e 2010 em relação as disparidades nas metrópoles do Norte e do Sul do país. A análise levou em conta o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 16 regiões metropolitanas brasileiras apontando que todas elas se encontram na faixa de alto desenvolvimento humano.

O IDHM é um número que varia entre 0 a 1: quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano de um estado, município ou região metropolitana. O índice é calculado levando em conta três fatores: expectativa de vida, renda per capita e acesso ao conhecimento, que considera a escolaridade da população adulta e o fluxo escolar da população jovem. Como bem destacou o representante do Pnud no Brasil, Jorge Chediek, o resultado é a prova de que o país pode ser considerado exemplo na redução da pobreza. Para ele, estamos conseguindo melhorar nossos indicadores a partir da boa execução de políticas públicas focadas na redução das vulnerabilidades.

Apesar dos bons índices apresentados, todavia, o Atlas não é somente um documento de constatação. Muito ao contrário, sugere direcionamentos no sentido de se persistir no combate às desigualdades, que mesmo com a diminuição constatada, ainda persistem. Um dado que merece a atenção é a própria disparidade interna nas metrópoles. Em Fortaleza, por exemplo, há bairros com renda per capta média mensal de R$ 4.958,00, enquanto em outros essa renda não chega a R$ 187,00. Fatos como estes deixam a capital cearense com o 3° pior IDHM entre as regiões pesquisadas, e não são motivos de comemoração.

Sinpoci confere em Pernambuco resultados do “Pacto pela Vida” em implantação no Ceará

sinpci

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Gustavo Simplício, e a vice-presidente da entidade, Ana Paula Cavalcante, encontram-se em Pernambuco. É que de tanto ouvir maravilhas sobre o programa “Pacto pela Vida”, implantado nesse Estado pelo falecido Eduardo Campos, eles decidiram conhecer de perto essa experiência aqui decantada como a salvação da lavoura em matéria de segurança pública.

Os dois colherão informações, conversarão com policiais civis e militares e, segundo Simplício, farão vídeos sobre as condições das delegacias, das viaturas e dos projetos paralelos que reforçariam a luta contra a violência no plano social.

No Ceará, o projeto vem sendo implantando pelo secretário Servilho Paiva (SSPDS). A ordem é ver de perto esse, digamos, bonde das maravilhas.

Prefeitura recua e repõe verbas para programas de atendimento a crianças e adolescentes

“Inicialmente prevendo cortes de R$ 9 milhões em programas de atendimento a crianças e adolescentes, o Orçamento da Prefeitura de Fortaleza para 2015 recebeu emenda aditivando a área em até R$ 10 milhões. A mudança ocorreu após críticas e reuniões da gestão com o Fórum Permanente de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Fórum DCA).

No último dia 19, representantes do Fórum se reuniram com vereadores ligados ao tema, incluindo base e oposição do prefeito, para debater os cortes, que atingiriam programas para crianças em situação de rua e contra exploração sexual.

A assessoria de imprensa da Prefeitura afirma que nunca houve interesse da gestão em reduzir o Orçamento da Infância. O que teria ocorrido foi um erro na elaboração do documento, que não previu corretamente a migração da Fundação da Criança e Família Cidadã (Funci) da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza (SDH) para a Secretaria do Desenvolvimento Social, Trabalho e Combate à Fome. A Prefeitura esclarece que, logo após ser constatado o erro, foi enviada à Câmara emenda corrigindo a dotação para a área.”

(O POVO)

 

Tudo pronto para o XI Encontro do Fisco Estadual Cearense

Com o tema “A Segurança Jurídica  e as Perspetivas do Fisco Cearense”, será realizado, na próxima sexta-feira, o XI Encontro do Fisco Estadual Cearense. A promoção é da Associação dos Auditores e Fiscais da Receita Estadual do Ceará (AUDITECE) com o apoio das demais entidades fazendárias estaduais. O encontro ocorrerá a partir das 8 horas, no Marina Park Hotel.

Após a conquista que foi a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 81, que prevê a Lei Orgânica da Administração Fazendária (LOAF), o encontro consagra-se como um momento oportuno para discussões importantes em torno da responsabilidade de elaborar a LOAF cearense, segundo a organização.

Entre os palestrantes estão Altemir Feltrin, presidente da Associação dos Fiscais do Estado do Rio Grande do Sul (Afisvec), que falará sobre “A Experiência da Lei Orgânica do Fisco Gaúcho”; e Marcelo Lettiere, da Receita Federal do Brasil e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), que abordará o tema “O Subsídio como Forma de Remuneração”.

Outro assunto em pauta será “A Quebra do Sigilo Bancário pelo Fisco”, com a participação de Daniel Colares, procurador do Estado do Ceará, e Gilberto Antônio Medeiros Nóbrega, auditor fiscal da Receita Federal do Brasil.

Fortaleza sem casos de raiva humana, canina e felina há 14 anos

lauro

Nosso cachorro Baleia.

O município de Fortaleza está completando 14 anos sem casos de raiva humana, canina e felina. Isso é resultado das campanhas constantes realizado pelas secretarias de Saúde do Estado e do Município. As campanhas públicas de vacinação tem obtido receptividade junto aos aos donos desses animais, segundo avaliam a pasta da Saúde municipal.

A vacina antirrábica não possui contraindicações e é o principal mecanismo de controle da raiva urbana. É a única forma de evitar que os animais de companhia contraiam a doença e a transmitam aos humanos.

Neste ano, a campanha, que acontecerá no próximo dia 28, tem como meta vacinar 253 mil animais.

OAB/CE – Ouvidoria homenageará cinco personalidades

pauloquezado 

A Ouvidoria da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, promoverá nesta quarta-feira, a partir das 19h30min, a quinta edição do evento “Ouvidoria no Dia a Dia da Advocacia”. A solenidade ocorrerá no plenário do Conselho da OAB e ainda homenageará cinco personalidades.

Na lista, a Assessora Especial de Combate às Drogas, Socorro França; a empresária Nicolle Barbosa; os jornalistas Fernando César Mesquita e Cid Carvalho; o presidente nacional da OAB, Marcus Vinícius Furtado, e o advogado Paulo Quezado, ex-presidente da OAB e criador da Ouvidoria da Ordem no Estado.

Idealizado no ano de 2010 pela Ouvidora da OAB-CE, Wanha Rocha, o encontro tem como principais objetivos divulgar o tema “Ouvidoria”, homenagear personalidades que contribuem de forma relevante com o engrandecimento da Advocacia, Ouvidoria e Cidadania. Na ocasião, a ouvidora Wanha Rocha falará sobre os avanços da Ouvidoria e as inovações referentes ao sistema de Ouvidoria do Conselho Federal da OAB.

Secretário diz para Blog que campanha contra aftosa já está normalizada

foto nelson martins

O secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, Nelson Martins, em contato com o Blog nesta terça-feira, pede espaços para esclarecer denúncia feita neste espaço pela deputada estadual Eliane Novais. Em nota, a parlamentar denunciou esvaziamento da campanha contra a febre aftosa por causa de corte de repasses e de combustível.

Nelson Martins explica que a campanha de vacinação contra a aftosa não está esvaziada e que voltou à normalidade.

Ele adianta que o Governo do Estado, através do Conselho de Gestão Fiscal, determinou uma redução de 20% nos gastos de combustível do Estado para todas as secretarias e órgãos vinculados, sem exceção. Mas, conforme o secretário, na própria portaria havia a ressalva de que se houvesse situação excepcional, a situação seria avaliada, no que foi o caso da aftosa.

“A campanha contra a febre aftosa continua e a Casa Civil autorizou, inclusive,  verbas para que os carros da frota possam adquirir combustível e continuar a campanha sem problema. Só de verba para a campanha, a Adagri recebeu R$ 400 mil e a Ematerce, R$ 850 mil. Um total, portanto, de R$ 1 milhão 250 mil que o Governo do Estado liberou para  campanha, no que se resolveu a questão”, complementou o secretário.

Você sabe o que é Justiça Restaurativa?

O procurador estadual César Barros Leal lançará, nesta quarta-feira, o livro “Justiça Restaurativa – Amanhecer de uma Era – Aplicação em Prisões e Centros de Internação de Adolescentes Infratores”.

A solenidade de lançamento ocorrerá a partir das 19 horas, no Ideal Clube, com apresentação dos professores Sérgio Cademartori (UFSC), René Ariel Dotti ((FPR) e Leonardo Resende Martins, que é diretor do Fórum da Justiça Federal do Ceará.

* Saiba o que é Justiça Restaurativa aqui.

 

Um convite ao prefeito para ver de perto a Fortaleza sem beleza

227 1

Com o título “Fortaleza, uma grande lixeira”, eis artigo da jornalista Adísia Sá. Ela diz constatar diariamente a sujeira nas ruas do Centro e em outros pontos de Fortaleza. ‘A sujeira campeia em todos os espaços, da periferia ao Centro”, lamenta a também professora. Confira:

Dou expediente de duas a três vezes por semana na Associação Cearense de Imprensa, como sua presidente. O centro é, não apenas o caminho, como o espaço onde trabalho. Antes disso, morei no coração da cidade, na Senador Pompeu. E o trajeto, idas e vindas, para o Imaculada Conceição, onde estudava, era o mesmo. Posso dizer, então, que conheço, como a palma da minha mão, esse caminho.

Tempo em que a cidade era limpa e os seus prefeitos, tendo Cordeiro Neto à frente, não apenas cuidavam, como a amavam. Hoje,ao contrário, a sujeira campeia em todos os espaços, da periferia ao centro. O centro, valha-me Deus, está tomado por bancas, barracas: são os comerciantes de ponta de calçada, uns encostados nos prédios, outros tomando a calçada toda. E não estou falando nas vendas de refrescos, fruta. Há manequins na praça do Banco do Nordeste e em alguns pontos, principalmente na Floriano Peixoto, “cabines” de provar roupas.

Há sujeira em todo esse trajeto. Pior, muito pior, é a ausência de fiscalização de qualquer natureza. Antes que eu me esqueça: há banho público, não apenas na Praça do Ferreira, à noite, como próximo ao prédio onde moro: famílias, que vivem numa favela aqui próximo, chegam, tiram a roupa, e se esbaldam…

Um convite final: prefeito Roberto Cláudio, dê uma passadinha por aqui e, se aceitar, está feito o convite: venha tomar um cafezinho comigo… feito por mim, que sou boa cafezeira… Mesmo sem o cafezinho, não confie apenas no chamado “sub prefeito regional”(?), o olho do dono é que engorda o boi. Não dizem isto os nossos bons “matutos” do interior, sábios que nem eles? Fortaleza precisa retomar o nome de que era a cidade mais bonita do nordeste e boniteza, doutor Prefeito, começa pela limpeza. Quanto aos moradores de rua, que dormem na Praça do Ferreira – com redes armadas e tudo o mais, providências devem ser tomadas para que sejam tratados com dignidade sim, também com respeito à sua, à nossa cidade.

* Adísia Sá

Jornalista

adisiasa@gmail.com

Camilo – Parque do Cocó, Caatinga e redefinição do Conselho Estadual do Meio Ambiente

cocococ

Da Coluna Vertical, do O POVO desta terça-feira:

Algumas expectativa abertas no plano de gestão do governador eleito Camilo Santana (PT), que é alvo de discussões com setores da sociedade e com finalização e divulgação previstas para um seminário marcado para o período de 2 a 4 próximos, no Centro de Eventos.

Há, no capítulo “Ceará Sustentável – Meio Ambiente”, algo sobre o Parque do Cocó. Nele, a seguinte meta: “Definir e criar o mosaico de unidades de conservação do Rio Coco”. Ao lado dessa proposta, outra que merece destaque: “Criar Unidades de Conservação Estaduais de Proteção Integral na Caatinga e Mata Atlântica”.

Além disso, outro ponto: redefinição e democratização do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), organismo que age como o olhar da sociedade sobre ações oficiais no plano ambiental.

Agora, é esperar que os ambientalistas engrossem esse debate. Sem preconceitos e sem ilusões.

Os 70 anos do Instituto do Câncer do Ceará

347 1

Com o título “70 anos do Instituto do Câncer do Ceara´”, eis artigo do médico e professor Marcelo Gurgel destacando os bons serviços prestados por essa entidade. Ele faz um resgate histórico. Confira:

O Instituto do Câncer do Ceará (ICC) foi fundado em Fortaleza, em 25 de novembro de 1944, com o propósito fundamental de prestar assistência aos doentes de câncer, notadamente os desvalidos, mantidos à margem de qualquer assistência médica, e promover a cancerologia no Ceará. À frente dessa iniciativa estava um grupo de médicos: Antônio de Queiroz Jucá, Haroldo Gondim Juaçaba, João Batista Saraiva Leão, José Waldemar Alcântara Silva, Jurandir Marães Picanço, Livino Virgínio Pinheiro, Luiz Gonzaga da Silveira, Newton Teófilo Gonçalves, Walter de Moura Cantídio, e Walter Frota de Magalhães Porto, aos quais se juntara o padre Arquimedes Bruno.

Eles decidiram por sua criação, na qualidade de entidade beneficente, cujo reconhecimento, como de utilidade pública federal, veio a acontecer em 20/12/1973, com a publicação, no D.O.U., do decreto federal de nº 73.343, completando as benemerências, de âmbito estadual e municipal, anteriormente conferidas. À época de sua fundação, foi eleito para a presidência do ICC, o doutor Waldemar Alcântara, cargo que exerceu até sua morte, em 1990, ensejando a sua substituição pelo doutor Haroldo Juaçaba, mantido nesse cargo até junho de 2009, quando do encerramento de sua jornada terrena.

Hoje, a entidade é presidida pelo doutor Lúcio Alcântara, médico e intelectual, que, escudado na sua experiência de gestor público, prossegue o trabalho dos seus antecessores, preservando os ideais de filantropia que nortearam a criação do ICC, há sete décadas. Entre marchas e contra-marchas, o sonho de seus idealizadores, de dotar o Ceará de um hospital especializado em cancerologia, somente foi concretizado em novembro de 1999, quando o ICC inaugurou o Hospital do Câncer, atualmente denominado Hospital Haroldo Juaçaba, construído exclusivamente com recursos próprios, tornando-se, ao cabo de poucos anos de funcionamento, uma instituição de referência em oncologia do Norte e do Nordeste.

Para celebrar os seus 70 anos de existência, o ICC traçou uma ampla programação, concentrada principalmente no dia 25/11/2014, tendo por acme a inauguração da nova Casa Vida, ponto de apoio para pacientes procedentes do interior cearense e de outros estados, que terá a sua capacidade de acolhimento mais que quadruplicada, e a apresentação do projeto do novo anexo do hospital, destinado a alargar a oferta de serviços aos usuários do SUS, suprindo, em grande parte, a demanda reprimida hodierna. Parabéns ICC. Os seus fundadores estariam hoje jubilosos, se vivos fossem.

* Marcelo Gurgel

marcelo.gurgel@uece.br
Médico e professor da Uece.