Blog do Eliomar

Categorias para Ciência

Que futuro nos aguarda?

Com o título “Que futuro nos aguarda?”, eis artigo do professor Ariosto Holanda, ex-deputado federal e ex-secretário na Era Tasso. Ele aborda o mercado e os rumos da educação. Confira:

O Homem sempre procurou na Ciência meios para melhorar a sua qualidade de vida e viver mais. Para isso, ele teve que enfrentar seus três grandes inimigos: a fome, as doenças e as guerras. Pela Ciência e Tecnologia encontrou os caminhos para derrotar esses inimigos.

Se o tempo médio de vida na era das cavernas era 18 anos hoje é 85 anos. As leis da Física tiraram o homem da idade das trevas e lhes mostraram o caminho do renascimento. As revoluções industriais e os serviços que delas surgiram aumentaram a produção, a qualidade dos produtos e lhes proporcionaram melhor expectativa de vida.

A Ciência garantiu a superprodução de alimentos, medicamentos e novos produtos a partir da Física, Matemática, Química, Biologia, Aplicadas na Biotecnologia, Engenharia Genética, Química Fina, Nanotecnologia, Inteligência Artificial etc. Apesar dessas conquistas, ainda temos uma sociedade extremamente desigual.

Neste mundo de abundância, com 7 bilhões de pessoas, 800 milhões passam fome e vivem em extrema pobreza sem os serviços básicos de habitação e saneamento. Em 2017, para desespero do Trump, mais de 60 milhões de pessoas migraram de países subdesenvolvidos para a Europa na busca do seu direito à vida. Some-se a essa triste situação o desemprego que está destruindo o homem.

A persistir a lógica do mercado e não a do desenvolvimento humano as contradições tendem a se agravar com o aparecimento da marginalidade e violência. Temos com urgência que rever e discutir um novo modelo de desenvolvimento.

O que fazer com milhões de trabalhadores cuja força de trabalho é cada vez menos exigida ou nem mais o é? A qualificação profissional e a geração de trabalho são, atualmente, os principais desafios para a promoção da cidadania de milhões de excluídos.

Infelizmente, as nossas escolas, disfuncionais, não atendem nem ao mercado e nem ao desenvolvimento humano. Esquecemos de investir no profissional que faz a diferença – o professor. Defendo a educação como a saída dos nossos problemas.

É oportuna e merece reflexão a frase do filósofo Karl Popper, do livro A Lógica das Ciências Sociais: “Sou partidário da audácia intelectual; não podemos ser intelectualmente covardes e ao mesmo tempo buscar a verdade”.

*Ariosto Holanda

Professor

ariostoholanda@terra.com.br

Grupo do Ceará participa da Mostra Internacional e Festival Maker de Robótica

156 1

Professor André Cardoso e alunos.

A turma que realiza o Projeto Robótica Sustentável, na Escola Estadual Dom Hélder Câmara, situada no bairro Jardim Guanabara, em Fortaleza, viajou, nesta segunda-feira, para representar o Ceará na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec 2018) e no Festival Maker de Robótica.

Os eventos ocorrerão em Novo Hamburgo (RS), a partir desta noite de segunda-feira, e se estenderão até sábado próximo. A viagem foi custeada pela Secretaria Estadual da Educação. “Vamos mostrar nosso programa de robótica com materiais reciclados e aproveitando o lixo eletrônico”, disse, antes do embarque, o professor André Cardoso, que responde pela iniciativa.

Entre os equipamentos criados pelos alunos, cópias de tanque de guerra e de carro de Fórmula I fabricados com material de computador, notebook, etc. Atualmente, integram esse projeto, que acontece desde 2016, 30 alunos, com apoio da Seduc e Prefeitura de Fortaleza.

(Foto – Facebook)

Pró-Reitor da UFC ganha a Medalha do Mérito Científico e Tecnológico

 

O professor Antonio Gomes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação e docente do Departamento de Física da Universidade Federal do Ceará, recebeu a Ordem Nacional do Mérito Científico e Tecnológico (ONMC). Foi durante solenidade no Palácio do Planalto, nessa quarta-feira, informa o site da Instituição.

A Ordem Nacional do Mérito Científico tem cunho honorífico e contempla personalidades brasileiras e estrangeiras como forma de reconhecimento a suas contribuições científicas e técnicas para o desenvolvimento da ciência no Brasil. Na cerimônia dessa quarta-feira, foram condecorados 85 profissionais de áreas como matemática, biologia, saúde, ciências sociais, entre outras.

Em agosto deste ano, durante reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT), foi feita a divulgação dos novos integrantes da ordem e dos membros que foram promovidos de classe. Antonio Gomes foi admitido na área de Ciências Físicas.

SERVIÇO

*A lista completa dos integrantes está no site da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Prêmio Nobel de Física sai para um americano, um frances e um canadense

Um trio venceu o Prêmio Nobel de Física, anunciado hoje (2), pela Academia Real das Ciências da Suécia. Os vencedores são o americano Arthur Ashkin, o francês Gérard Mourou e a canadense Donna Strickland por suas “invenções no campo da física a laser”.

Arthur Ashkin pesquisa “a pinça óptica e sua aplicação a sistemas biológicos”, enquanto Gérard Mourou e Donna Strickland desenvolvem estudos sobre “o método de gerar pulsos ópticos ultracurtos de alta intensidade ”.

EPA6874. ESTOCOLMO (SUECIA), 02/10/2018.- Los retratos de los tres ganadores del Nobel de Física, el estadounidense Arthur Ashkin (izq), el francés Gérard Mourou (c) y la canadiense Donna Strickland, son expuestos en la Real Academia de las
Arthur Ashkin,Gérard Mourou e Donna Strickland venceram Nobel de Física (EFE/ Hanna Franzen/ direitos reservados)
O Prêmio Novel de Medicina abriu ontem a rodada de pesquisas vitoriosas nas ciência.

O americano James P. Allison e japonês Tasuku Honjo foram os vencedores. Trabalhando em pesquisas separadas, os dois cientistas descobriram um tipo de terapia contra o câncer que faz com que as células de defesa do organismo ataquem os tumores.

Amanhã (3) será a vez do anúncio do Prêmio Nobel de Química, depois da Paz e, por último, de Economia, na próxima semana.

(Agência Brasil)

UFC é uma das 18 universidades do País a aprovar projeto em edital de inovação do CNPq

A Universidade Federal do Ceará é uma das 18 instituições do País contempladas no edital de Pesquisas de Inovação em Saúde, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No total, foram submetidas mais de 1.500 propostas em todo o Brasil. Conseguiu emplacar um projeto que visa melhorar o tratamento do câncer de próstata, informa a assessoria de imprensa da UFC.

Coordenado pela professora Cláudia do Ó Pessoa, do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFC, esse projeto objetiva tornar mais eficientes os medicamentos utilizados no tratamento do câncer de próstata, reduzindo sua toxicidade e amenizando os efeitos colaterais no paciente.

“O câncer de próstata constitui um grave problema de saúde pública, que afeta milhares de pacientes e requer grandes investimentos do SUS. Nesse contexto, os tratamentos atualmente disponíveis exigem maior seletividade e menos toxicidade, principalmente quando o tumor é descoberto em estágio mais avançado. Portanto, é fundamental o apoio público e privado ao desenvolvimento de medicamentos mais eficazes e seguros para o tratamento”, explica Cláudia Pessoa.

O projeto é intitulado Desenvolvimento e validação de compostos antimitóticos em lipossomas vetorizados com anticorpos monoclonais, para liberação sítio específica na terapia do câncer de próstata. Trata-se de uma iniciativa multidisciplinar e interinstitucional em nível nacional e internacional, apoiada pelo setor de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) da Bio-Manguinhos, empresa biofarmacêutica estatal.

Internacionalização

Também estão envolvidas na pesquisa, além da UFC, a Fundação Oswaldo Cruz no Ceará (FIOCRUZ/CE), a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), a Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Duas instituições internacionais também são parceiras da iniciativa: a Australian National University e Ohio State University (Estados Unidos).

Desse modo, a pesquisa coordenada pela UFC se insere no contexto de internacionalização da Universidade, à medida que promove a interação entre pesquisadores nacionais e estrangeiros e favorece o intercâmbio do conhecimento.

Segundo a professora Cláudia Pessoa, há previsão de transferência de tecnologia a ser aplicada no âmbito do SUS. “A proposta também vem alavancar nossas pesquisas, inserindo conhecimentos nanotecnológicos e desenvolvimento de anticorpos, que visam desenvolver
uma nova classe terapêutica com potencial anticâncer. Nesse contexto, a proposta é inovadora”, explicou.

(Foto – UFC)

CFO será palco da etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica

O Centro de Formação Olímpica (CFO) será sede, a partir das 7h30min desta sexta-feira (28), da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), Etapa Estadual – Ceará. Estão inscritas 148 equipes, com 552 participantes de todas as cidades.

Segundo o secretário dos Esportes do Estado, Euler Barbosa, serão 10 arenas para o público total de mil pessoas. A OBR é destinada a todos os estudantes do ensino fundamental, médio ou técnico de escolas públicas e privadas de todo o país.

A etapa estadual será na modalidade prática, o vencedor irá participar da fase nacional em João Pessoa (PB), no final do ano.

DETALHE – O evento é organizado pelo Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Ceará (IFCE), com o apoio da Sesporte.

Ceará e UFC são polo de pesquisa aeroespacial, diz professor do ITA

A Universidade Federal do Ceará abriu, na manhã desta quarta-feira (26), a programação do Space Week Nordeste (www.spaceweekne.lesc.ufc.br), evento que reunirá, na Seara da Ciência, até sexta-feira (28), uma série de atividades, pesquisadores e instituições nas áreas de ciências e tecnologias aeroespaciais. A informação é da assessoria de imprensa da UFC.

Convidado para a palestra de abertura, o professor Pedro Lacava, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), destacou o papel que a UFC e o Estado do Ceará têm desempenhado na formação de recursos humanos e de pesquisas nesse setor. “O Ceará, nos últimos anos, ganhou importância no cenário nacional e se tornou um polo na região Nordeste, que deve se desenvolver ainda mais. É também um dos estados que mais formam alunos para o ITA”, afirmou Lacava.

Segundo Lacava, estudos nas áreas de satélites e de veículos lançadores desses artefatos estão entre os principais focos de pesquisas nesse campo. “Nosso papel, como instituições de ensino, é fazer isso crescer, não deixar isso morrer”, acrescentou. Ele conversou com o público do Space Week Nordeste sobre controle de instabilidade de combustão em motores-foguete.

Aeroespacial

Uma comissão liderada pelo professor. João César Moura Mota, do Departamento de Engenharia de Teleinformática, tem se articulado para formalizar a área de engenharia aeroespacial na Universidade, com a possível criação de um curso de graduação.

Atualmente, vários docentes e grupos de pesquisa, em diversos campos do conhecimento, sobretudo no Centro de Tecnologia e no Centro de Ciências da UFC, têm empreendido estudos nessa área. A comissão tem mapeado essas iniciativas, destacando-se, como exemplo, o Mestrado Profissional MP-Safety, que funciona desde 2016 na UFC em parceria com o ITA.

São ofertadas duas linhas de pesquisa: Engenharia Aeronáutica e Segurança de Sistemas Aeronáuticos, e Sistemas de Gestão de Segurança de Aviação. Professores do ITA e do Centro de Tecnologia da UFC atuam como orientadores das dissertações.

Space Week

O Space Week Nordeste tem programação gratuita. Entre os destaques, está a palestra desta quinta-feira (27), às 14 horas, com o tema “O Brasil na era dos grandes telescópios”, com o professor Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Rojas é representante do Observatório Europeu do Sul (ESO), a mais importante organização europeia intergovernamental para pesquisas em astronomia e o observatório astronômico mais produtivo do mundo.

Haverá, ainda, exposições, observação espacial do planeta Júpiter e exibição da peça Eu sou Einstein, com o ator Renato Rodrigues, em referência ao quase centenário do eclipse de 1919 e suas observações em Sobral (CE) para comprovação da teoria da relatividade geral.

SERVIÇO

*A programação completa pode ser vista no site do evento (www.spaceweekne.lesc.ufc.br).

(Foto – UFC)

Salão do Inventor Cearense inscreve até o dia 29 de setembro

Estão abertas, até o dia 29 deste mês de setembro, as inscrições para o Salão do Inventor Cearense. A exposição faz parte da Feira do Conhecimento 2018 e objetiva divulgar os trabalhos de inventores do Estado. Os eventos são organizados pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior.

Podem participar da seleção jovens e adultos de todas as faixas etárias, com formação acadêmica ou não, que tenham projetos inovadores visando resolver problemáticas e necessidades da população. A atividade é gratuita.

Serão escolhidos 20 projetos, que participarão da exposição Salão do Inventor Cearense, marcada para os dias 23 e 24 de novembro, na Feira do Conhecimento, maior evento de popularização da Ciência do Norte/Nordeste e que acontecerá no Centro de Eventos.

A comissão julgadora constituída por profissionais indicados pela Secitece avaliará os projetos segundo critérios como relevância econômica e social, clareza na apresentação, método aplicado e grau de inovação.

SERVIÇO

*As submissões serão feitas, exclusivamente, através de preenchimento de formulário disponível no link do edital: http://www.sct.ce.gov.br/programas-e-projetos/salao-do-inventor-cearense/

Cegás e Funcap lançam edital para incentivar novas tecnologias nas áreas de energia e gás natural

372 1

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

A Companhia de Gás do Ceará (Cegás) e a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) resolveram trabalhar em conjunto e incentivar o desenvolvimento de novas tecnologias nas áreas de energia e gás natural.

Será lançado amanhã edital para financiamento de pesquisas, que deve mobilizar R$ 600 mil.

O presidente da Cegás, Hugo Figueiredo, informa que metade do investimento é da Cegás e a outra parte será bancada pela Funcap.

(Foto – Divulgação)

Shopping Iguatemi apresenta a exposição “Natureza Gigante”

O Shopping Iguatemi está com uma exposição curiosa. Nela, joaninhas, vagalumes, besouro-rinoceronte, gafanhotos, borboleta azul e aranha caranguejeira-brasileira, mas todos gigantes, em réplicas hiper-realistas.

“Natureza Gigante” é o nome dessa nova atração desse polo de compras, que poderá ser  visitada gratuitamente pelo público até o dia 30 de setembro, na praça central, em frente à loja Riachuelo, e na praça do elevador panorâmico.

A “Natureza Gigante” conta com placas informativas sobre cada uma das espécies, retratando além de suas características e curiosidades, os diversos efeitos positivos que estes animais proporcionam aos seres humanos, como o fornecimento de alimentos ao consumir materiais em decomposição e melhorar o solo.

(Foto – Divulgação)

Pesquisador do Departamento de Física da UFC é destaque em revista internacional

Um artigo produzido pelo professor Andrey Chaves, do Departamento de Física da UFC, foi publicado na edição atual (agosto de 2018) da prestigiada revista Nature Physics, periódico britânico classificado no nível A1 (o mais elevado) pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com alto fator de impacto na comunidade científica. A informação é da assessoria de imprensa da Instituição.

Feito em parceria com pesquisadores da Universidade de Dresden (Alemanha) e da Universidade de Columbia (Estados Unidos), o estudo versa sobre a interação entre a luz e a eletrônica em materiais semicondutores, por exemplo, o silício, utilizado em componentes eletrônicos.

Os pesquisadores uniram dois materiais semicondutores, formando um novo material também semicondutor, mas com características diferentes e com espessura bastante fina. Uma luz com várias frequências foi acesa sobre a amostra e, então, analisou-se quanto de luz, em cada frequência, é absorvido pelos elétrons da amostra, além de outros detalhes.

“Minha tarefa, junto com outros professores, foi a de explicar, usando teorias de física do estado sólido e mecânica quântica, o porquê de exatamente aquelas frequências terem sido absorvidas e emitidas e que tipo de estado eletrônico está envolvido nessas absorções e fotoluminescências”, explica o professor Andrey.

Novo estado

Segundo ele, o principal avanço do experimento foi a demonstração clara da existência de um estado chamado “exciton inter-camada”. Um exciton é um estado eletrônico formado pela ligação de um elétron do material com um buraco (entende-se por buraco uma partícula positiva “artificial”, que equivale ao comportamento coletivo de todos os elétrons restantes na camada de valência do sólido). Isso está relacionado, por exemplo, à utilização de tecnologias que envolvem células fotovoltaicas.

Andrey segue trabalhando em colaboração com os professores David Reichman (da Universidade de Columbia) e Jens Kunstmann (da Universidade de Dresden) na descrição de outros experimentos atuais na área de optoeletrônica em materiais bidimensionais, além de colaborar com um grupo experimental da Universidade de Massachusetts (Estados Unidos) que se debruça mais especificamente sobre o tema dos excitons. O docente é integrante da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

A pesquisa é intitulada Momentum-space indirect interlayer excitons in transition metal dichalcogenide Van Der Waals heterostructures (Excitons inter-camada indiretos no espaço dos momentum em heteroestruturas de Van Der Waals compostas por dicalcogenetos de metais de transição). A íntegra, em inglês, está disponível no site da Nature Physics (https://go.nature.com/2MsaZTZ).

(Foto – Divulgação)

Nasa lançará satélite para medir as mudanças da massa polar na Terra

A Nasa, a agência espacial norte-americana, quer aprofundar os estudos sobre mecanismos que reduzam as incertezas dos prognósticos sobre o futuro aumento do nível do mar e ajudem a compreender as mudanças climáticas. Para isso, será lançado ao espaço, no próximo dia 15, um satélite que vai medir, em detalhes, as mudanças de massa polar na Terra.

O Satélite de Elevação de Terra e Gelo da Nasa-2 (ICESat-2) medirá a mudança média anual de elevação do gelo terrestre que cobre a Groenlândia e a Antártida, capturando 60 mil medições por segundo.

A expectativa dos pesquisadores é de que o ICESat-2 amplie e aperfeiçoe estudos anteriores da Nasa, que monitoraram a mudança nos movimentos dos picos polares em 2003, com a primeira missão ICESat e, depois em 2009, com a Operação IceBridge, que analisou a taxa de variação e aceleração.

Gelo

De acordo com a Nasa, bilhões de toneladas de gelo derretem anualmente, elevando o nível do mar no mundo.

Nos últimos anos, as contribuições do derretimento das camadas de gelo da Groenlândia e da Antártica aumentaram o nível do mar global em mais de um milímetro por ano. A taxa está aumentando, segundo os pesquisadores.

O ICESat-2 também fará as medições para verificação da altura do gelo marinho existente acima da superfície do mar, observando a espessura e o volume.

Pesquisas

A cobertura de gelo do Ártico reflete o calor do Sol de volta ao espaço. Quando esse gelo derrete, a água escura que há embaixo absorve o calor, alterando os padrões de circulação do vento e do oceano, afetando potencialmente o clima global da Terra.

Além dos pólos, o ICESat-2 medirá a altura das superfícies oceânicas e terrestres, incluindo as florestas. Um instrumento associado ao ICESat-2 medirá o topo das árvores, na tentativa de colaborar com as pesquisas sobre a quantidade de carbono armazenada nas florestas.

(Agência Brasil com foto de Vanessa Valentine, da Nasa)

Gigantes da tecnologia da informação discutem parcerias com o Governo do Ceará

621 2

Nem só de campanha pró-reeleição vive o governador Camilo Santana (PT). Nesta manhã de quinta-feira, ele recebeu, para encontro de trabalho no Palácio da Abolição, diretores das empresas Amazon, IBM, Microsoft, Oracle, Mandic, Lanlink, consideradas as gigantes da área da tecnologia da informação. À mesa, segundo a assessoria de imprensa do governo, discussões sobre parcerias com a Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice).

“Esse é um momento histórico para nós. Estamos reunindo o que há de melhor no mundo em tecnologia para discutir um projeto grandioso. Nosso foco é transformar o Ceará como um centro mundial de conectividade”, disse o governador. Ele citou no encontro a importância do Cinturão do Digital para a formação de parcerias com as gigantes do setor.

O presidente da Etice, Adalberto Pessoa, falou sobre as tecnologias desenvolvidas no Estado e a necessidade de desenvolvimento de data centers, com a capacitação de mão de obra, investimento em infraestrutura e a criação de programas de incentivos à instalação e aceleração de startups e incentivo à computação em nuvem.

Paulo Cunha, diretor para o Setor Público da Amazon Brasil,  avaliou o encontro como um momento histórico. “Parabenizo o Governo do Ceará por essa importante iniciativa”, acentuou.

“Eu considero que foram dois passos fundamentais: o primeiro da atração de empresas com capacidade de investir em tecnologia e, assim, o Estado vai poder pensar em ações e projetos para melhorar a gestão pública junto com a iniciativa privada, o próprio Governo e as universidades. o Ceará criou um ambiente favorável para atrair empresas de tecnologia da informação e agora está colhendo esses frutos”, citou o vice-presidente da Oracle no Brasil, Gustavo Rabelo.

“A Microsoft reafirmou o compromisso com o Estado do Ceará e já iniciamos a formação novos profissionais de tecnologia em parceria com o governo. Vamos agora oferecer novas tecnologias para aumentar os investimentos em segurança pública e em saúde e assim vamos incentivar as startups locais a desenvolver soluções nessas áreas”, disse a representante da Microsoft, Andrea Gimenes.

“A Mandic está apostando no projeto da Etice. Nesta reunião, nós podemos perceber o interesse, o potencial e a capacidade do Estado do Ceará em investir em ciência e tecnologia. Com isso, o Ceará nos oferece possibilidade de ampliar os investimentos da empresa apoiando a Etice no projeto de transformação digital do Estado”, afirmou José Henrique Bermejo, diretor comercial da Mandic.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza deve receber Zona Econômica de Alta Tecnologia

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

Fortaleza deve receber a Zona Econômica de Alta Tecnologia (Zeat). Há entendimentos avançados entre a Coworking Serviços Compartilhados Ltda, empresa responsável pelo projeto no Brasil, e a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura (Citinova).

A Zeat trabalha em parceria com empresas e universidades americanas e brasileiras, oferecendo mentoria em negócios e tecnologia. Já há conversas com investidores para a criação de um fundo privado (o FA-ZEAT), com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico.

(Foto – Roniere Almeida)