Blog do Eliomar

Categorias para Ciência

Centenário da Teoria da Relatividade ganhará monumento em Sobral

122 1

A Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente da Prefeitura de Sobral (Zona Norte) acaba de lançar um concurso público de ideias para o projeto de monumento arquitetônico comemorativo dos 100 anos da comprovação da teoria da relatividade em Sobral. As inscrições serão online e acontecerão de 27 de abril a 11 de junho. Os resultados das propostas serão divulgados dia 25 de junho.

O concurso será organizado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). Podem participar equipes compostas por profissionais diplomados e coordenadas por um Arquiteto e Urbanista, legalmente habilitado, residente e domiciliado no Brasil, informa a assessoria de imprensa do município.

O prefeito Ivo Gomes vem articulando junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) a realização do evento. A ideia é de que o centenário já comece a ser comemorado no município em maio de 2018, para que haja um ano de comemorações – o Ano Municipal das Ciências.

Monumento

A construção do monumento faz parte da comemoração dos 100 anos da comprovação da Teoria Geral da Relatividade, do físico alemão Albert Einstein, em Sobral, em 29 de maio de 1919, possibilitada pela observação de um eclipse solar. A teoria derrubou ideias fundamentais da física clássica ao mostrar que o espaço não era absoluto e o tempo não corria de modo uniforme, mas eram sim grandezas relativas, que dependiam do observador.

Secitece terá uma mulher como titular. PCdoB mantém controle sobre a pasta

405 1

O PCdoB manteve o controle na Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior d Estado. A professora Nágyla  Drumond, que era a secretária-executiva da pasta, tomará posse, nesta segunda-feira (23, como titular da pasta no lugar de Inácio Arruda, que deixou o cargo para se candidatar a deputado federal. O ato ocorrerá às 15h30min, no auditório da Secitece (bairro Edson Queiroz).

Nágyla Drumond é a primeira mulher a ocupar esse cargo. “Precisamos fazer com que o ‘pensar a Ciência’ integre o repertório político das mais diversas esferas da gestão pública. Ciência, Tecnologia, Inovação e o Ensino Superior são pilares para o desenvolvimento do nosso estado e país”, diz.

Perfil

Doutoranda em Sociologia (Universidade Federal do Ceará desde fevereiro-2014). Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Ceará (2001) e mestrado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (2007). Foi professora da rede pública estadual (2005 a 2007), professora do Instituto Dom José – UVA (2007 a 2010) e professora da Universidade Estadual do Ceará (UECE), vinculada ao Departamento de Ciências Sociais (2010 – 2016).

(Foto – Divulgação)

Putin diz que Rússia não renuncia a seus planos de chegar à Lua

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, garantiu nesta quinta-feira (12), ao visitar o Museu da Cosmonáutica de Moscou, que o programa para enviar um astronauta russo à Lua até 2030 continua em andamento. A declaração foi feita no 57º aniversário do histórico voo de Yuri Gagarin, o primeiro homem a entrar na órbita da Terra. Por conta disto, as Nações Unidas celebram a cada 12 de abril o Dia Internacional do Voo Espacial.

“Já estamos terminando o trabalho na nave Federatsiya (Federação)”, afirmou Putin, em referência à nova nave espacial russa que substituirá em um futuro próximo a envelhecida Soyuz e que, ao contrário desta, será recuperável para ser utilizada em vários lançamentos.

Além disso, a Rússia já começou a desenvolver o foguete superpesado que será utilizado nos voos à Lua e cujo “primeiro teste está previsto para dentro de dez anos, Não há dúvida, trabalharemos ativamente para realizar este programa”, afirmou Putin.

Em primeiro lugar, o programa russo prevê a participação no projeto de implantação de uma estação espacial internacional na órbita do satélite natural da Terra. Depois, terá como meta alunissar e erguer módulos lunares permanentes para investigar a superfície da Lua.

A Rússia não tem nenhuma intenção de deixar os ambiciosos projetos internacionais para a conquista do espaço, apesar das más relações atuais com os países do Ocidente, sobretudo com os Estados Unidos, a outra grande potência espacial mundial.

“Não temos intenção de sair de nenhum programa. Temos parceiros para a Lua, e depois para investigar Marte. Aí estão Estados Unidos, Canadá, Japão e União Europeia”, afirmou Putin.

(Agência Brasil)

Prefeitura de Sobral inicia organização do centenário da comprovação da Teoria da Relatividade

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), abriu, nessa quarta-feiram os trabalhos relativos à organização do evento de comemoração dos 100 anos da comprovação da Teoria da Relatividade, do físico alemão Albert Einstein. O fato ocorreu no dia 29 de maio de 1919, em um episódio que ficou famoso mundialmente como o Eclipse de Sobral.

Ivo tratou do assunto com o presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu de Castro Moreira, com a direção do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e com secretários municipais. Ele quer iniciar o calendário comemorativo a partir do próximo mês de maio.

No roteiro, palestras, exposições, congressos, simpósios e a construção de um monumento em alusão à comprovação da teoria da relatividade. A Prefeitura fará parceria com essas instituições presentes.

De acordo com o presidente da SBPC, o centenário da comprovação da teoria da relatividade é um dos eventos mais importantes na agenda da Sociedade neste ano. “Sobral é citada no mundo todo, em todas as publicações científicas, por conta desse fato tão importante. Cientistas do mundo inteiro deverão vir pra Sobral para as comemorações”, destacou Ildeu Moreira.

(Foto – Divulgação)

 

Museu do Eclipse de Sobral será reformado para o centenário da Teoria da Relatividade

O Museu do Eclipse, de Sobral (Zona Norte), será reformado para o centenário da Teoria da Relatividade de Einstein, com comemoração em maio de 2019.

A informação é do prefeito dessa cidade, Ivo Gomes (PDT), que esteve em Brasília, na última semana, acertando detalhes do projeto de reforma com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Ministério da Cultura.

Bom lembrar: Foi em Sobral que Einstein comprovou sua teoria.

Secitece lança nesta terça-feira a II Feira do Conhecimento

O secretário Inácio Arruda, titular da pasta da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado, lançará nesta terça-feira, às 9 horas, no Centro Dragão do Mar, a programação da II Feira do Conhecimento.

A expectativa é congregar nesse encontro, que ocorrerá em novembro deste ano, no Centro de Eventos, mais de quatro mil pessoas e várias empresas locais e nacionais com produtos voltados para a inovação tecnológica.

Por falar em Inácio Arruda, ele pode acabar permanecendo à frente da Secitece. O PCdoB avalia que se ele disputar para deputado federal, pode atrapalhar a reeleição de Chico Lopes, pois ambos têm atuação no mesmo nicho eleitoral. Inácio revê sua situação com a cúpula comunista.

 

Pesquisadores da UFC desenvolvem novo tratamento para lesões da hanseníase

Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Ceará desenvolveu um novo método para tratar lesões da hanseníase: uma biomembrana produzida a partir de proteínas vegetais extraídas da planta Calotropis procera (algodeiro-de-seda ou ciúme). A membrana já foi testada clinicamente e chegou a fechar quase completamente feridas abertas há 15 anos. A informação é da Agência UFC.

Essa membrana tem a aparência de um plástico transparente, que adere à pele e promove o fechamento das lesões (por conta do constante estado de inflamação, elas têm dificuldade de se curar sozinhas).

A ideia dos pesquisadores é disponibilizar a membrana no sistema público de saúde, já que tratamentos convencionais de cicatrização são caros.

(Foto – Ribamar Neto)​

A hora e a vez da indústria da inovação

Com o titulo “Pequenos negócios 4.0”, eis artigo do superintendente do Sebrae do Ceará, arquiteto e urbanista Joaquim Cartaxo. Ele comemora decisão governamental de dar apoio à chamada indústria 4.0, com linhas de crédito do BNDES, Finep e Basa. Confira:

Na última semana, o Governo Federal anunciou, durante o Fórum Econômico Mundial, em São Paulo, um conjunto de medidas para estimular a “indústria 4.0”, incluindo a disponibilidade imediata de linhas de crédito de mais de R$ 10 bilhões do BNDES, Finep e Banco da Amazônia (Basa). A “indústria 4.0” é aquela que aplica inovações tecnológicas aos processos de produção, tornando-os eficientes, autônomos, customizáveis com base em Sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas, Internet dos Serviços.

A ideia anunciada é incentivar a modernização do parque industrial brasileiro, projetos de inovação, adoção ou geração de novas tecnologias como internet das coisas, inteligência artificial, automação, big data, conectividade.

A notícia em si é positiva, mas é preciso garantir que esses recursos não fiquem concentrados no Sul e Sudeste, nem em um pequeno grupo de grandes empresas. Tais recursos precisam chegar a outras regiões, como o Nordeste brasileiro, e, principalmente, beneficiar a base das empresas industriais, majoritariamente constituída por micro e pequenas empresas.

Segundo a Confederação Nacional das Indústrias (CNI), em todos os estados da Região Nordeste, o número de pequenos negócios ultrapassa os 90% do total de indústrias existentes. No Ceará, das mais de 14 mil empresas industriais existentes, de acordo com os dados da CNI, 93,5% são micro ou pequenas empresas. Vale lembrar que o setor industrial é responsável por mais de 21% do emprego formal do estado.

Outro fator que distingue as pequenas empresas é a excepcional capacidade delas de implementar inovações. Diferentemente das grandes empresas, as pequenas são mais ágeis no processo de implementação de mudanças. Com acesso às linhas de créditos anunciadas, os pequenos negócios terão a oportunidade de alcançar resultados mais rápidos no desenvolvimento de soluções tecnológicas e servir de exemplo “indústria 4.0” para outras empresas.

*Joaquim Cartaxo

cartaxojoaquim@bol.com.br

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae – Ceará.

Morre físico Stephen Hawking

161 1

O famoso físico britânico Stephen Hawking morreu nesta quarta-feira (14), aos 76 anos, confirmou a família em um comunicado. A informação é da Agência EFE.

Na declaração, os filhos Lucy, Robert e Tim relataram que ele morreu em sua casa em Cambridge, no Reino Unido, nas primeiras horas de hoje. “Estamos profundamente tristes pelo fato de o nosso amado pai ter morrido hoje”, afirmam os familiares, lembrando que ele foi “um cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado perdurarão por muitos anos”.

Os filhos destacam que “sua coragem e persistência, com seu brilho e humor, inspiraram pessoas em todo o mundo”.

“Ele disse uma vez que este não seria um grande universo se não fosse o lar das pessoas que você ama”, comentaram, ressaltando que vão sentir falta dele “para sempre”.

Hawking foi um físico teórico, astrofísico, cosmólogo e divulgador, que sofria de uma doença vinculada à Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

A doença foi se agravando com o passar do tempo até que ele ficou praticamente paralisado e, com isso, foi obrigado a se comunicar por meio de um aparelho que reproduzia sua voz, o que não o impediu de continuar investigando os segredos do universo.

Recentemente, o cientista britânico divulgou um relatório detalhado sobre os buracos negros, tema que mais pesquisou ao longo de sua vida. Foi em entrevista a Neil deGrasse Tyson, no programa de televisão Star Talk, no National Geographic Channel, onde ressaltou que antes do Big Bang nada aconteceu.

Hawking escreveu Uma Breve História do Tempo, líder em vendas em nível internacional e que o tornou uma das maiores celebridades do mundo científico desde Albert Einstein.

Apesar de seus problemas de saúde, que começaram a se agravar quando tinha 21 anos, Hawking viveu mais de meio século com uma patologia que, muitas vezes, é responsável por morte prematura.

Stephen Hawking nasceu no dia 8 de janeiro de 1942, em Oxford (Reino Unido) e se transformou em uma das figuras mais influentes no mundo da ciência, não apenas como teórico e astrofísico, mas também como divulgador científico.

(Agência Brasil)

Inácio Arruda quer atrair um laboratório de energias renováveis antes de deixar o cargo

O secretário Inácio Arruda (Secitece) negocia, em Brasília, um laboratório de energias renováveis para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém.
A conversa é  com o Ministério da Ciência e Tecnologia. São poucos os detalhes dessa negociação que Inácio toca célere, pois, em abril próximo,estará se desincompatibilizando do cargo para disputar cadeira de deputado federal.
O PC do B, partido dele, diz que dá para fazer duas cadeiras. Chico Lopes, deputado federal, tentará reeleição.

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica tem inscrições abertas

Já estão abertas as inscrições para a 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A competição é aplicada em 13 mil escolas para alunos dos ensinos fundamental e médio. Os participantes da olimpíada recebem certificado e concorrem a 40 mil medalhas.

As escolas interessadas em participar da competição podem se inscrever até 18 de março no site oficial da olimpíada. As instituições de ensino que já participaram da edição passada da competição não precisam realizar um novo cadastro.

A competição será marcada para o dia 18 de maio e selecionará os representantes do Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA) e na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA). No mesmo dia do torneio, ocorrerá a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG).

As provas estão divididas em quatro níveis: três para os alunos do ensino fundamental e um para os do ensino médio. A avaliação tem dez perguntas em cada etapa: três de astronáutica e sete de astronomia. A maioria delas, porém, exige apenas raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas de acordo com a classificação em cada um dos níveis.

Cerca de 60 alunos serão selecionados para participar da Jornada Espacial. Serão pré-selecionados somente alunos do ensino médio, de qualquer ano/série, com as melhores notas de Astronáutica e que ainda não tenham participado da jornada. Não há taxa de inscrição para escolas ou alunos participarem da OBA.

Também está com inscrições abertas a Mostra Brasileira de Foguetes, uma olimpíada experimental, que consiste em construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base, o mais distante possível. Para participar da mostra, foguetes e bases de lançamentos devem ser construídos por alunos individualmente ou em equipes de até três componentes. Em 2017, o evento contou com a participação de 94 mil alunos.

Os eventos são coordenados por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).

(Agência Brasil)

Urca integra equipe de pesquisadores em expedição na Antártica

A Universidade Regional do Cariri (URCA) participou do projeto Paleoantar, vinculado ao Programa Antártico Brasileiro, que se propõe a estudar fósseis Antárticos, principalmente vertebrados. Essa foi a 36ª edição do projeto com pesquisadores da URCA, Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e Universidade Federal do ABC (UFABC). A informação é da assessoria de imprensa da URCA.

A expedição ocorreu de dezembro do ano passado até fevereiro deste ano, sob a coordenação do professor Alexander Kellner, do Museu Nacional “Paleoantar”. Este ano, o projeto contou com a ampliação de pesquisadores de diversas instituições.

O professor-doutor. da URCA, Allysson Pinheiro, passou a integrar a equipe de pesquisadores. Ele destaca a Antártica como o último ambiente verdadeiramente natural do planeta e por isso necessita de atenção especial.

Dentre o material coletado nesta campanha estão ossos de vertebrados, conchas de moluscos e lagostas que habitaram a Antártica há aproximadamente 70 milhões de anos. O material, que estima-se pesar cerca de 400 kg, será levado para o Brasil para que então se iniciem as pesquisas de laboratório. Esta é a quarta participação de paleontólogos brasileiros do projeto Paleoantar em terras Antárticas, desde o início de suas atividades em 2007.

As pesquisas têm sido voltadas principalmente para os estudos de vertebrados. Os pesquisadores foram levados pelo Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel, da Marinha do Brasil, para a ilha de James Ross na Península Antártica, onde permaneceram acampados de 07 de dezembro de 2017 a 25 de janeiro de 2018.

A paleontóloga da UFPE, Juliana Sayão, participou de três expedições à Antártica. Ela coordenou a equipe em campo. Conforme a pesquisadora, a Antártica é uma das últimas fronteiras do conhecimento a ser explorada, o que faz com que todas as informações e materiais coletados constituam importantes descobertas científicas. Segundo a pesquisadora, entre os materiais encontrados, está um crânio de um grupo de vertebrados nunca antes encontrado na Antártica. Ela acredita que esta será a maior descoberta feita pelo projeto desde seu início.

(Foto – Divulgação)