Blog do Eliomar

Categorias para Comércio

Democratas apresentarão projeto de lei para descriminalizar maconha nos EUA

Os democratas no Senado dos Estados Unidos anunciaram nessa sexta-feira (20) sua intenção de apresentar uma proposta de lei para descriminalizar a venda, posse e consumo de maconha em nível federal.

O líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, informou hoje seu apoio – pela primeira vez – à descriminalização da substância no país e adiantou que seu partido levará à Câmara uma proposta de lei com este objetivo, informou seu escritório em comunicado.

Assim, a maconha seria eliminada da lista de substâncias controladas estabelecida em 1970, o que significaria na prática a descriminalização da maconha em todo o país.

No entanto, segundo o escrito, a norma permitiria a cada um dos 50 estados decidir em última instância “como tratar a posse” desta substância.

A legislação também não alteraria a capacidade das autoridades federais para “prevenir” o tráfico desde os estados nos quais a maconha é legal até estados nos quais não é.

Também não afetaria o poder do Governo Federal sobre as regulações do mercado publicitário, de modo a continuar protegendo as crianças de suas mensagens.

Um dos aspectos que a norma também abordaria seria o de habilitar fundos para negócios de maconha gerenciados por mulheres e minorias, assim como para a pesquisa sobre os efeitos no cérebro do princípio ativo da planta, o composto químico conhecido como tetraidrocanabinol (THC).

Os estudos também seriam destinados a indagar a efetividade da maconha medicinal no tratamento de determinadas doenças.

No Senado, os republicanos têm uma apertada maioria de 51 a 49, que se estreitou nos últimos meses após a prolongada ausência por motivos de saúde do legislador John McCain, o que deixou ao partido em várias ocasiões com uma superioridade de apenas um voto.

(Agência Brasil / EFE)

Feriado de Tiradentes – Lojas de rua e dos shoppings abrirão normalmente

Representantes do comércio de Fortaleza, reunidos nesta manhã de quinta-feira, na sede da CDL, definiram: as lojas de rua e dos shoppings estarão abertas neste sábado, dia 21, feriado nacional de Tiradentes. As lojas do Centro devem abrir das 9 às 17 horas, e as lojas dos shoppings, no horário normal, ou seja, das 10 às 22 horas.

De acordo com o presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, a decisão foi tomada amparada na lei municipal aprovada em 2017, que permite a ampliação do horário de funcionamento do comércio, inclusive, nos feriados. Além disso, há um acordo entre os sindicatos patronal e laboral sobre a remuneração do trabalho neste dia.

“Pagando R$ 80 para o empregado e R$ 5 reais para om sindicato laboral, estamos liberados para funcionar nos feriados. Além disso, os empregados ainda têm direito a ter uma folga na semana seguinte ou a receber o valor do dia trabalhado em dobro”, explica Assis Cavalcante.

O presidente da CDL ressalta ainda que 240 policias estarão no Centro durante o feriado de 21 de abril para garantir a segurança dos lojistas, dos empregados e dos consumidores.

Câmara adia votação de inclusão obrigatória de consumidores no cadastro positivo

A falta de acordo sobre as mudanças no cadastro positivo (PLP 441/17, do Senado), aliada à forte obstrução de parlamentares contrários ao projeto, adiou a votação do cadastro positivo para a semana que vem.

A principal alteração do texto é a inclusão automática de todos os consumidores adimplentes no cadastro positivo, um serviço de banco de dados sobre informações dos pagamentos em dia e de empréstimos quitados. Esses dados geram uma nota ao consumidor, que pode interferir nos juros e serviços bancários a ele oferecidos. Atualmente, a inclusão no cadastro é voluntária.

De acordo com a oposição, o adiamento foi realizado depois que o governo contabilizou que o relatório não teria os votos necessários para aprovação – por se tratar de projeto de lei complementar, são necessários 257 votos favoráveis. Essa é a avaliação do líder do PCdoB, deputado Orlando Silva (SP). “Há uma mobilização de líderes da base, que estão vendo que não têm apoio nas suas bancadas. Precisamos rediscutir esse tema no Colégio de Líderes”, disse.

A privacidade de dados foi o ponto central da discussão sobre a proposta. Para os deputados contrários ao texto, haverá quebra do sigilo bancário. “O projeto viola a dignidade e a privacidade dos consumidores, em prol do interesse apenas das grandes redes de crédito”, sustentou o líder do Psol, Ivan Valente (SP).

Deputados favoráveis, no entanto, dizem que o texto levará à queda dos juros para os bons pagadores. “Esta proposta não vai quebrar sigilo, vai democratizar informações de acesso ao crédito para reduzir os juros”, defendeu Betinho Gomes (PSDB-PE).

(Agência Câmara Notícias)

Supermercado Frangolandia inaugura filial no bairro Cocó

José Ximenes, diretor do grupo.

O Supermercado Frangolândia vai inaugurar, a partir das 7 horas desta quinta-feira, mais uma filial. Será a de nº 9, na avenida Santos Dumont, 5916, no bairro Cocó.

Nesta quarta-feira, a partir as 19 horas, a diretoria do grupo oferecerá um coquetel para convidados, quando apresentará o novo empreendimento.

Prefeitura inicia cadastramento de ambulantes para o aniversário de Fortaleza

O cadastramento de vendedores informais que desejam comercializar produtos na festa comemorativa ao aniversário do Município de Fortaleza, que completa 292 anos na sexta-feira, dia 13 de abril, será feito a partir desta quarta-feira pela Prefeitura.

Os interessados devem se dirigir à sede da Secretaria Regional II, das 9 às 16 horas, munidos de original e cópia da Carteira de Identidade, CPF e comprovante de endereço, além da folha corrida e uma foto 3×4. Para garantir uma festa segura e organizada, a Secretaria Regional II está disponibilizando 100 vagas, sendo 50 para vendedores itinerantes e 50 para barracas fixas.

Os comerciantes não poderão vender produtos em garrafas de vidro e somente o vendedor contemplado com a vaga poderá ocupar a barraca no local, pois o cadastramento é intransferível.

(Foto – Divulgação)

Prefeito em exercício Salmito Filho tem conversa com presidente da CDL

Reinaldo Salmito, Salmito Filho, Assis Cavalcante e Ferruccio Feitosa. 

O prefeito em exercício Salmito Filho (PDT) esteve, nesta sexta-feira, conversando com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Assis Cavalcante.

Durante o encontro, a CDL discutiu uma pauta do interesse do comércio e aproveitou para fazer queixas sobre a nova legislação acerca do aumento das taxas de alvarás.

Salmito Filho esteve no encontro acompanhado dos secretários Ferruccio Feitosa (Regional II) e Reinaldo Salmito (Coordenadoria Especial de Programas Integrados).

Os gestores participavam do Seminário “Governança e Gestão Territorial em Fortaleza”, promovido pela Prefeitura e que aconteceu no auditório da CDL.

(Foto – CDL)

CDL Fortaleza programa orações e missa para comemorar os 292 anos de Fortaleza

Os 292 anos de Fortaleza vão ser comemorados dia 13 próximo pela Câmara de Dirigentes Lojistas. Segundo o presidente da entidade, Assis Cavalcante, com orações, a partir das 16 horas, e missa, às 18 horas, na Praça do Ferreira.

Será um dos atos de uma grande programação festiva, adianta o dirigente da CDL Fortaleza, dentro do que está acertando também a gestão municipal.

 

Vendas nos supermercados têm alta de 1,57% no primeiro bimestre

O faturamento do setor de supermercados teve alta de 1,57% em janeiro e fevereiro em comparação com o primeiro bimestre de 2017, segundo balanço divulgado hoje (29) pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em fevereiro, o setor registrou alta de 0,22% em relação ao mesmo mês do ano passado.

De acordo com o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, o ritmo de crescimento ficou abaixo do esperado devido à deflação registrada nos preços dos alimentos. “Continuamos com a perspectiva de uma retomada nos preços de alguns alimentos de forma gradativa durante 2018”, ressaltou.

O índice de preços da própria Abras, relativo à cesta dos produtos mais consumidos, registrou queda de 1,82% em fevereiro em relação a janeiro. Os 35 itens pesquisados passaram de R$ 451,10 para R$ 442,88.

Para este ano, a entidade prevê crescimento de 3% do setor. Ao longo de 2017, os supermercados tiveram uma expansão de 1,25% nas vendas.

(Agência Brasil)

Índice de fraudes na venda de pescado chega a 21% em 12 estados e no DF

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento flagrou irregularidades em 21,8% das amostras de peixe vendidos em 12 estados e no Distrito Federal (DF). Batizada de Operação Semana Santa, a fiscalização envolveu a participação de mais de 50 auditores fiscais federais agropecuários e agentes de inspeção do ministério. As amostras foram colhidas em fevereiro último.

Além de produtos vendidos no DF, foram examinadas amostras de pescado oriundas de Alagoas; do Ceará; de Minas Gerais; de Mato Grosso; do Pará; de Pernambuco; do Paraná; do Rio de Janeiro; do Rio Grande do Norte; de Santa Catarina; de São Paulo e do Tocantins.

Das 133 unidades analisadas pelo Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro), em Goiânia, 29 apresentaram não conformidade, que ocorre quando a espécie de peixe declarada no rótulo não condiz com o produto contido na embalagem. É como, por exemplo, quando o consumidor compra pescada cambucu pensando tratar-se de robalo congelado.

A identificação do pescado foi feita por meio de exame de DNA. Segundo a amostra, uma em cada cinco embalagens de peixe vendidas no varejo desses estados apresenta fraude. O índice é ainda maior nos estabelecimentos que estão sob fiscalização estadual ou municipal: em 36 embalagens analisadas, 20 apresentaram não conformidade, o que representa 55,6% do total. No caso dos estabelecimentos sob inspeção federal, que inclui os estrangeiros, o número de fraudes é menor. Das 97 amostras analisadas nesse grupo, um total de 9 resultou em não conformidade (9,3%).

A substituição de espécies de peixe nas embalagens ocorreu entre produtos de maior valor de mercado para outros de menor valor. Entre as fraudes encontradas pelos fiscais agropecuários estão embalagens vendidas como sendo robalo congelado, mas que, na verdade, continham pescada cambucu, ou surubim substituído por bagre. Também houve flagrantes de filé de linguado trocado por albaote dente-curvo e de sardinha substituída por peixe cavalinha, entre outros.

Com base nos resultados, o Ministério da Agricultura informou que abrirá processo administrativo, e as empresas serão notificadas.

(Agência Brasil)

Saiba o que funciona neste domingo, feriado pela libertação dos escravos no Ceará

O Shopping Benfica abrirá normalmente.

Neste domingo, o brasileiro vai comemorar a Data Magna do Ceará, que lembra o fim da escravidão no Estado. Por conta disso, mais um feriado. Confira o que abre e o que fecha:

POSTOS DE COMBUSTÍVEL

Por falta de convenção coletiva entre funcionários e donos, os postos não vão funcionar, assim ocorreu como no Dia de São José

AGÊNCIAS BANCÁRIAS

Já estariam fechadas normalmente, por ser domingo. Voltam a funcionar na segunda-feira, 26

SUPERMERCADOS

Irão funcionar normalmente durante o período do feriado, segundo a Associação Cearense de Supermercados (Acesu)

HOSPITAIS, UPAS E POSTOS DE SAÚDE

As salas de emergência dos hospitais e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) funcionarão normalmente, de acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Os postos de saúde estarão fechados. Contudo, as salas de vacinação dos postos Paulo Marcelo e de Messejana irão funcionar das 8h30min às 16h30min.

ENEL

A Enel divulgou que irá funcionar em regime de plantão no fim de semana.

SHOPPINGS CENTERS

RioMar Papicu, RioMar Kennedy, Iguatemi, Grand Shopping, Shopping Parangaba, North Shopping, North Shopping Jóquei, Via Sul e Shopping Benfica terão funcionamento normal

COMÉRCIO

Lojas dos shoppings estarão abertas. De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas), os estabelecimentos do Centro e de outros locais da Cidade terão ponto facultativo

CENTRO CULTURAL DRAGÃO DO MAR

Funcionará das 8 às 23 horas. Já o cinema e os museus funcionam das 14 às 22 horas

JUSTIÇA

Magistrados de Fortaleza e de comarcas do Interior atenderão em regime de plantão

FÓRUM

O Fórum Clóvis Beviláqua funcionará em regime de plantão

Faculdade CDL diz que Prefeitura exagerou no reajuste das taxas de alvará

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quarta-feira:

A Faculdade CDL concluiu os estudos sobre o peso das mudanças nas tabelas de alvarás da Prefeitura de Fortaleza. Ontem, em entrevista ao O POVO Economia, na Rádio O POVO/CBN, o presidente CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, informou que o aumento é “considerável”.

Em alguns casos, segundo ele, o valor cobrado representa oito vezes o anterior. Pelo estudo, os alvarás também ficaram mais caros em relação a outras cidades, como São Paulo.

Os empresários do comércio vão agora se reunir com representantes de outros setores e tentar uma nova negociação com o prefeito Roberto Cláudio

Páscoa – Varejo estima movimentar R$ 2, 2 bilhões

O varejo terá a melhor Páscoa dos últimos cinco anos, com uma movimentação de R$ 2,2 bilhões e a geração de 10,6 mil empregos temporárias. A expectativa é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que divulgou hoje (20) as estimativas em relação à Semana Santa deste ano, comparativamente à do ano passado, já descontada a inflação do período.

Confirmada a projeção, esse seria o melhor desempenho das vendas reais do varejo nesta data comemorativa desde os 4,8% de crescimento verificado em 2013. Na mesma data no ano passado, o varejo registrou o primeiro aumento no volume de vendas, ao crescer 1,1% em relação a 2016, após acumular perda de 5,2% em 2015 e também em 2016.

Segundo os dados divulgados pela CNC, a melhor Páscoa para o setor ocorreu em 2010, quando as vendas cresceram 9,5% em relação a 2009, ano em que a economia cresceu 7,5% e o volume total de vendas do varejo avançou 10,9%.

(Agência Brasil)

Comércio varejista cearense vem em crescente: As empresas estão preparadas?

568 20

Em artigo sobre a retomada do comércio varejista no Ceará, o consultor em finanças Fabiano Mapurunga aponta que as empresas devem apostar em formação profissional e na melhora contínua do conhecimento, para resultados cada vez mais consistentes. Confira:

O comércio varejista cearense vem apresentando um relativo crescimento em seu volume de negócios como aponta a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a qual indica que o volume de vendas deste setor cresceu 5,1% no comparativo entre janeiro deste ano e o mesmo período do ano passado. Embora esse indicador tenha suas concentrações em alguns subsegmentos como, no caso, os equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, que apontaram um aumento na ordem de 20,2%, no geral, ele demonstra que a atividade empresarial no comércio varejista cearense vem em uma crescente. Porém, a pergunta que se deve fazer é: Como as empresas estão administrando esse faturamento para que ele se transforme em um resultado (lucro) esperado para sustentar sua operação?

Muitos empresários ainda sentem dificuldades em conduzir os resultados dos seus negócios de forma coerente com as necessidades de sua estrutura operacional, por não se utilizarem de ferramentas e de indicadores que possam lhes dar uma melhor visão para sua gestão. Grande parte destas empresas apresentam dificuldades em ter um controle eficiente de fluxo de caixa, para que possam programar seus pagamentos e recebimentos sem cometer furos orçamentários. Outras mesmo, nem possuem um Planejamento Orçamentário que lhes ajude a conduzir suas ações. Não conhecem o seu ponto de equilíbrio financeiro, para, dentre outras situações, conseguirem dimensionar suas atividades dentro do esquadro mínimo para pagar sua operação e muitas vezes tomam decisões de captação de empréstimos que, em muitas ocasiões, podem prejudicar mais do que ajudar. Apresentam dificuldades em apurar seus custos, logo, não conseguem ter uma precisão na aferição do seu lucro, e assim se torna muito difícil medir o seu desempenho.

Entendo que há muito espaço para que estas empresas consigam melhorar mais ainda seus resultados. Ou seja, apenas se preocupar em aumentar o faturamento, não é o suficiente para manter a empresa em pleno funcionamento. É preciso que as empresas busquem sempre, mais formação profissional para que haja uma real consistência em seus resultados.

Segundo o Ipece (Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará), a representatividade da indústria de transformação e do comércio no PIB cearense são, respectivamente, 8,5% e 15%. Para o Instituto, estamos continuamente avançando para um aumento do PIB em 2018, impulsionados pelo consumo das famílias que movimenta as indústrias mais importantes do Estado, entre elas estão a confecção, a têxtil e de calçados.

Dentre tantos segmentos de grande representatividade para a economia cearense, e que apresentam carência nos pontos de gestão acima levantados, gostaria de citar a indústria de confecções, onde percebemos, assim como em todas as outras, um grande potencial de melhora em seus resultados, com o emprego contínuo destas ferramentas de gestão.

Acreditamos que as entidades de classe, como o Sindiconfecções e outros sindicatos, sejam peças fundamentais para apoiar os empresários na busca pelo conhecimento de técnicas de gestão que possam apoiar na melhora dos seus resultados financeiros.

Somos um Estado forte, com empresas comprometidas e ávidas em contribuir com o nosso crescimento econômico. E acredito mais ainda, que se estas empresas apostarem em formação profissional e na melhora contínua do conhecimento, conseguirão ter resultados cada vez mais consistentes.

Fabiano Mapurunga

*CEO da Go Partners Consultoria em Finanças e Negócios. Mestre em Administração com ênfase em Finanças. MBA em Gestão de Negócios. MBA em Gestão Financeira e Controladoria. Contato:
fabianomapurunga@hotmail.com/ Whatsapp: (85) 99602 4558

PF prende presidente da Fecomércio do Rio em mais um desdobramento da Lava Jato

A Polícia Federal e do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro prenderam, na manhã desta sexta-feira (23), o presidente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), Orlando Diniz. A ação faz parte da operação Calicute e é mais um desdobramento da Operação Lava Jato. Outras três pessoas são alvos de mandados de prisão. A informação é do Portal G1.

Além de presidente Fecomércio-RJ, Diniz também é presidente afastado do Sesc-Rio. Ele foi afastado do comando do Sesc em dezembro pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suspeita de irregularidades no comando dessa entidade.

Os investigadores apuram indícios de que Diniz usou o esquema de lavagem montado pela organização criminosa de Sérgio Cabral para esquentar recursos ilícitos. O MPF também descobriu que a organização criminosa mantinha sete funcionários fantasmas no “Sistema S”, que eram pessoas e parentes ligados a membros da quadrilha.

A Fecomércio também era contratante do escritório de advocacia da ex-primeira dama. A suspeita é a de que Cabral tomava medidas para ajudar a entidade de classe do comércio. A Lava Jato tem indícios de que, mesmo afastado do “Sistema S”, Orlando usava sua influência para atrapalhar a gestão do atual interventor. Os principais alvos estão relacionados à federação. Os envolvidos são acusados dos crimes de lavagem de dinheiro, de corrupção e pertencimento a organização criminosa.

 

Titular da Seuma vai à CDL expor novo Código da Cidade

O presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, e diretoria, vão receber, nesta segunda-feira (26), às 12 horas, para um debate-almoço, a secretária municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz.

Ali, Águeda vai expor projetos que visam a desburocratização e melhoria do ambiente de negócios em favor do varejo da Capital.

De acordo com Assis Cavalcante, na pauta a otimização dos processos de licenciamento, via Fortaleza Online, e o pacote de ações para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da cidade por meio do Programa Fortaleza Competitiva.

Também entra em discussão o novo Código da Cidade.