Blog do Eliomar

Categorias para Comércio

PF prende presidente da Fecomércio do Rio em mais um desdobramento da Lava Jato

A Polícia Federal e do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro prenderam, na manhã desta sexta-feira (23), o presidente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), Orlando Diniz. A ação faz parte da operação Calicute e é mais um desdobramento da Operação Lava Jato. Outras três pessoas são alvos de mandados de prisão. A informação é do Portal G1.

Além de presidente Fecomércio-RJ, Diniz também é presidente afastado do Sesc-Rio. Ele foi afastado do comando do Sesc em dezembro pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suspeita de irregularidades no comando dessa entidade.

Os investigadores apuram indícios de que Diniz usou o esquema de lavagem montado pela organização criminosa de Sérgio Cabral para esquentar recursos ilícitos. O MPF também descobriu que a organização criminosa mantinha sete funcionários fantasmas no “Sistema S”, que eram pessoas e parentes ligados a membros da quadrilha.

A Fecomércio também era contratante do escritório de advocacia da ex-primeira dama. A suspeita é a de que Cabral tomava medidas para ajudar a entidade de classe do comércio. A Lava Jato tem indícios de que, mesmo afastado do “Sistema S”, Orlando usava sua influência para atrapalhar a gestão do atual interventor. Os principais alvos estão relacionados à federação. Os envolvidos são acusados dos crimes de lavagem de dinheiro, de corrupção e pertencimento a organização criminosa.

 

Titular da Seuma vai à CDL expor novo Código da Cidade

O presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, e diretoria, vão receber, nesta segunda-feira (26), às 12 horas, para um debate-almoço, a secretária municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz.

Ali, Águeda vai expor projetos que visam a desburocratização e melhoria do ambiente de negócios em favor do varejo da Capital.

De acordo com Assis Cavalcante, na pauta a otimização dos processos de licenciamento, via Fortaleza Online, e o pacote de ações para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da cidade por meio do Programa Fortaleza Competitiva.

Também entra em discussão o novo Código da Cidade.

Tudo pronto para o XII Cenários do Varejo

Assis Cavalcante preside a CDL Fortaleza.

A cúpula da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza vai promover nesta sexta-feira (23), a partir das 8 horas, no Teatro RioMar Papicu, a 12ª edição da promoção Cenários do Varejo.

Durante o encontro serão apresentadas as novidades da NRF Retail´s Big Show 2018, evento realizado em Nova York e que expôs para o segmento mundial lojista novas tecnologias e ações de marketing para o segmento.

Haverá também uma discussão sobre a conjuntura econômica nacional e local

.(Foto – Paulo MOska)

Comércio varejista fecha 2017 com alta de 2% no volume de vendas

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro teve aumento de 2% em 2017, na comparação com o ano anterior. O dado, da Pesquisa Mensal do Comércio, foi divulgado hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta veio depois de duas quedas consecutivas: em 2015 (-4,3%) e em 2016 (-6,2%).

Três dos oito segmentos pesquisados pelo IBGE fecharam o ano em alta, com destaque para móveis e eletrodomésticos (9,5%) e para tecidos, vestuário e calçados (7,6%). Também tiveram crescimento os setores de artigos farmacêuticos, médicos e perfumaria (2,5%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,1%) e supermercados e produtos alimentícios (1,4%).

Por outro lado, três segmentos tiveram queda em 2017: combustíveis e lubrificantes (-3,3%), livros, jornais, revistas e papelaria (-4,2%) e equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-3,1%).

Analisando-se o varejo ampliado, que inclui também os segmentos de veículos e peças e de materiais de construção, a alta chegou a 4%. Os materiais de construção tiveram avanço de 9,2%, enquanto os veículos, peças e partes cresceram 2,7% no ano.

Na comparação de dezembro de 2017 com o mesmo mês de 2016, o volume de vendas do varejo cresceu 3,3%, enquanto o do varejo ampliado avançou 6,4%. Na comparação de dezembro com novembro de 2017, no entanto, houve quedas de 1,5% no varejo e de 0,8% no varejo ampliado.

Receita nominal

A receita nominal do comércio varejista cresceu 2,2% no ano, enquanto a do varejo ampliado aumentou 3,6%. Na comparação de dezembro de 2017 com dezembro de 2016, a receita avançou 2,6% no varejo e 4,8% no varejo ampliado. Na passagem de novembro para dezembro de 2017, a receita recuou 2,2% no varejo e 0,7% no varejo ampliado.

(Agência Brasil)

Facções interferem no expediente de funcionários de shoppings e supermercados

Habituado a deixar o trabalho por volta das 22h30min, após a conferência do seu caixa, em um supermercado no bairro Edson Queiroz, o funcionário João Marcos (nome fictício, pois pediu para não ser identificado) passou a sair mais cedo do emprego, diante do “toque de recolher” da facção que se instalou no Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, onde João Marcos reside com a família, desde que nasceu.

De acordo com o funcionário, o supermercado avalia a mudança de horário para o turno da manhã, mas, até a decisão ser concretizada, ele está com as horas descontadas em seu salário.

João Marcos conta, ainda, que encontra vizinhos na topique para Aquiraz, que trabalham em shoppings e outros supermercados, com o mesmo problema de chegar em casa antes do “toque de recolher”, estabelecido pela facção no limite das 23 horas.

Outro problema, segundo o funcionário, é que não se pode usar a cor preta ou vermelha em algumas áreas do município, pois representariam as facções GDE e Comando Vermelho, respectivamente.

O Sindicato dos Comerciários ainda não se posicionou sobre o problema que passou a atingir a categoria.

(Foto: O POVO)

Comércio de Fortaleza não é otimista sobre vendas no Carnaval

O comércio de Fortaleza não está apostando no Carnaval para aquecer vendas. É o que diz o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Assis Cavalcante.

Em conversa com a reportagem deste Blog, o dirigente lojista ainda comentou impactos da onda de violência para o segmento. Ele diz que o Centro, com policiamento reforçado, tem passado ao largo desses episódios.

Jornalista reclama da movimentação de bar durante a madrugada

Moradora na Aldeota, há 13 anos, a jornalista Silva Frota diz que a tranquilidade acabou na rua Marcos Macedo, após a instalação do Bar Bangs, que estaria desrespeitando o silêncio nas madrugadas.

“É muita bebedeira, gritos, tudo misturado com música sertaneja em jogos de TV e caixas de som sem respeito à Lei do Silêncio. Ainda há três chaminés  que jogam jogando fuligem no meio ambiente, embora aleguem que tudo foi devidamente aprovado pelos órgãos municipais”, lamentou a jornalista.

Segundo Silvana Frota, o bar se encontra ladeado por oito condomínios. São mais de dois mil moradores impactados, pagando IPTU, reféns de um estabelecimento”, observou.

DETALHE – O Blog está aberto à versão do Bar Bangs.

Acordo Judicial garante pagamento a empregados demitidos ilegalmente das lojas Rabelo

242 2

O Ministério Público do Trabalho no Ceará (MPT-CE) firmou Acordo Judicial com as empresas do grupo Rabelo para pagamento de direitos trabalhistas a mais de 500 empregados demitidos irregularmente, em maio de 2017.

Deverão ser pagas, em até 12 parcelas mensais, as verbas salariais e rescisórias, acrescidas da multa prevista na CLT e indenização de 40% a cada trabalhador. Além disso, o FGTS de todos será integralizado. As parcelas não poderão ser inferiores ao salário mínimo vigente à época do pagamento.

O acordo prevê, ainda, multa de R$ 500 mil por danos morais coletivos, revertidos ao Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT ou outra destinação a ser definida pelo MPT-CE. O grupo também se compromete a não efetuar demissões em massa sem prévia negociação com os respectivos sindicatos.

O MPT-CE e o Ministério do Trabalho irão fiscalizar a implementação do acordo, que prevê multa de R$ 2 mil por empregado e por obrigação descumprida, além do pagamento de R$ 1 milhão no caso de novas demissões coletivas irregulares.

Entenda o caso

Em junho de 2017, o MPT-CE já havia obtido na Justiça do Trabalho a reintegração de 517 funcionários demitidos do grupo Rabelo, no mês anterior, sem o recebimento das verbas rescisórias, após tentativas frustradas de acordo extrajudicial. Com o descumprimento desta decisão, o período de maio a setembro foi incluído como de efetivo trabalho no acordo.

A varejista iniciou processo de redução das atividades em junho de 2016, com o fechamento de trinta filiais no Maranhão, Piauí e Ceará. A empresa alegou prejuízos decorrentes da recessão econômica no país e, no mesmo mês, protocolou pedido de recuperação judicial.

(MPT-CE)

Gatos invadem o Centro das Tapioqueiras na Messejana

93 2

Frequentadores do Centro das Tapioqueiras, na Messejana, reclamam do número de gatos espalhados na área. Na época da alta estação, o número de turistas aumentou bastante no local. Eles aprovam os mais variados pratos com a tapioca, mas desaprovam o incômodo com os gatos.

DETALHE – A foto à direita foi colocada por engano, apesar também de se tratar de um gato…

(Fotos: Paulo MOska)

Ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira pede demissão

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, entregou hoje (3) carta de demissão ao presidente Michel Temer, em reunião no Palácio do Planalto. Ele anunciou a decisão por meio das redes sociais. Na carta, Pereira explica que deixa a pasta para se dedicar a questões pessoais e partidárias. O Palácio do Planalto não comentou o pedido de demissão.

Marcos Pereira é presidente licenciado do PRB e pode disputar cargo eletivo na próxima eleição.

Essa é a segunda baixa no ministério do presidente Temer em menos de 10 dias. Na semana passada, Ronaldo Nogueira deixou o comando do Ministério do Trabalho também para se candidatar nas eleições. Nos últimos dias, o presidente Temer tem conversado com integrantes do PTB em busca de um nome para assumir o Ministério do Trabalho.

(Agência Brasil)

Confiança do empresário do comércio cresce 10,2% em relação a 2016, diz CNC

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio, medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), fechou 2017 com uma alta de 10,2% em relação ao ano anterior. Em dezembro de 2017, o indicador ficou em 109,2 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, 1,4% do resultado de novembro.

Segundo a CNC, o aumento da confiança do empresário do comércio é reflexo da melhora gradativa do poder de compra das famílias, que resultou em vendas mais favoráveis no final de 2017. A CNC estima que o volume de vendas natalinas tenha alcançado o valor de R$ 34,9 bilhões, 5,2% acima do ano anterior.

A avaliação das condições correntes pelo comerciante cresceu 33,3% na comparação com dezembro de 2016, impulsionada pela melhor percepção dos varejistas sobre a situação atual da economia (47,3%).

O Índice de Expectativas do Empresário do Comércio aumentou de forma bem mais moderada, 1,8% em relação a dezembro de 2016. O principal motivo para essa alta foi o crescimento da expectativa em relação ao desempenho do comércio (2,2%). E, para 83,2% dos entrevistados, a economia vai melhorar nos seis meses à frente.

Já em relação à intenção de investimentos, houve uma alta de 8,6% em relação a dezembro de 2016, com destaque para a intenção de investimentos na empresa, que cresceu 17,5%.

(Agência Brasil)

Permissionários do Mercado São Sebastião são surpreendidos com ordem de fechamento de boxes

Após a discussão entre dois funcionários de boxes distintos, a administração do Mercado São Sebastião, no bairro Farias Brito, determinou nesta sexta-feira (29) o fechamento imediato dos dois boxes onde trabalham os empregados, por tempo indeterminado, sem levar em consideração o não envolvimento de seus permissionários.

A medida foi avaliada como arbitrária pelos demais permissionários, que apontam que a administração não se vale de determinação judicial para agir como Poder Judiciário. Segundo ainda os permissionários, os administradores extrapolam o campo de atuação da gerência do mercado para exercer funções que caberiam à Prefeitura de Fortaleza ou mesmo à Justiça. No caso de hoje, de acordo ainda com os permissionários, a administração não levou em consideração a necessidade dos comerciantes de sustentarem suas famílias, o que quase sempre atentam as decisões judiciais.

O Blog tentou contato com a administração do mercado, na tarde desta sexta-feira, por meio do telefone 3051 1651, mas as ligações não foram atendidas.

Entram em vigor novas regras para divulgação de preços no e-commerce

Nova regulamentação para o comércio eletrônico no Brasil entrou em vigor nesta semana, por meio da Lei 13.543, com exigências para a venda de produtos online. De acordo com a norma, os preços devem ser colocados à vista no site, de maneira ostensiva,ao lado da imagem do produto ou descrição do serviço. Além disso, as letras devem ser grandes e legíveis.

A norma inclui as exigências na Lei 10.962, de 2004, que disciplina as formas de afixação de preço de comerciantes e prestadores de serviços. Entre as obrigações gerais de empresas estão a cobrança de valor menor se houver anúncio de dois preços diferentes e a necessidade de informar de maneira clara ao consumidor eventuais descontos.

Trata-se de um detalhamento do Código de Defesa do Consumidor (Lei No 8078, de 1990), que também versa sobre requisitos a serem seguidos pelos vendedores, como a disponibilização de informações corretas e claras quanto aos produtos, incluindo preço e características.

O Ministério da Justiça argumenta que a lei será um importante instrumento para facilitar a busca de informações pelos consumidores nesse tipo de comércio. “Hoje em dia temos dificuldade em conseguir informações, porque há produtos sem preço em sites ou plataformas. Isso já era vedado pelo Código de Defesa do Consumidor e essa lei veio para deixar essas obrigações mais claras, garantindo o direito à informação de quem compra”, afirmou Ana Carolina Caram, diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do MJ.

Na avaliação da supervisora do Procon de São Paulo, Patrícia Alvares Dias, a Lei é positiva. “Os consumidores estão tendo dificuldade porque em sites de comércio eletrônico em geral há as características do produto, mas dados sobre o preço não são apresentados com tanto destaque”, comenta.

(Agência Brasil)

Comissão aprova proposta para combater preços elevados em lanches nos aeroportos

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3102/15, do deputado Luis Tibé (Avante-MG), que pretende combater preços elevados nos alimentos vendidos em aeroportos. O texto inclui dispositivo no Código Brasileiro de Aeronáutica (Lei 7.565/86).

Conforme a proposta, a administração do aeroporto deverá coibir aumentos de preços dos serviços de alimentação que resultem em valores muito acima de serviços equivalentes em áreas próximas e fora das instalações aeroportuárias.

O relator substituto na comissão, deputado Vitor Lippi (PSDB-SP), acatou integralmente o parecer favorável à proposta elaborado pelo deputado Vaidon Oliveira (Pros-CE).

“O consumo de serviços de alimentação em aeroportos ainda apresenta elevada propensão a ser alvo de abusos”, diz o parecer. “É claro para todos que vão ao aeroporto a abusividade desses preços.”

A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Luiz Gastão assume como interventor no Sesc/Senac do Rio

Luiz Gastão Bittencourt, se licencia a partir desta segunda-feira (18), da presidência da Fecomércio do Ceará para assumir, interinamente, o comando do Sistema Sesc/Senac do Rio de Janeiro. O convite foi feito pelo presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Antônio Oliveira Santos, após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) afastar Orlando Diniz do comando das instituições. Na prática, Gastão assume como interventor nesses organismos.

O afastamento de Orlando foi determinado pelo ministro Napoleão Maia. Em sua decisão, o ministro explica que a gestão de Diniz está “sob investigação” da Lava Jato no Rio.

No Ceará, assume a presidência do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola.

DETALHE – Esta é a segunda vez que Luiz Gastão assume o comando da entidade carioca. A primeira vez foi em 2014.

CDL-Fortaleza muda diretoria e premia Gerardo Bastos como “Lojista do Ano”

Com as presenças do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito Roberto Cláudio (PDT), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza premiou, nessa noite de quinta-feira (14), no La Maison Coliseu, o empresário Gerardo Gusmão Bastos Filho, presidente do Centro Automotivo Gerardo Bastos, com o Troféu Iracema, concedido ao Lojista do Ano.

A CDL Fortaleza também trocou de diretoria. Assis Cavalcante, controlador de Óticas Visão e presidente da Ação Novo Centro, assumiu com demais integrantes, o comando da entidade pelos próximos três anos. Ele fez discurso emocionado e se emocionou ao ouvir discurso principalmente do prefeito Roberto Cláudio, que destacou seu papel de empresário, cidadão, pai de família e amigo.

Camilo Santana destacou Assis Cavalcante e ressaltou o papel importante de Severino Ramalho Neto, à frente da CDL, no que diz respeito a ter se colocado como interlocutor respeitoso, generoso e comprometido com interesses da cidade de Fortaleza.

DETALHE – O Troféu Iracema foi instituído pela CDL de Fortaleza em 1978, com a finalidade de reconhecer o trabalho desenvolvido pelo empresário varejista de Fortaleza.

(Fotos: Paulo MOska)

CDL Fortaleza empossa novo presidente e entrega troféu ao Lojista do Ano

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza realizará festa dupla nesta quinta-feira, a partir das 20 horas, no La Maison.

No ato, haverá a posse do novo presidente da CDL, Assis Cavalcante, que substituirá Severino Ramalho Neto, e a entrega do Troféu Iracema ao Lojista do Ano, no caso Gerardo Bastos Filho (Gerardo Bastos S/A).

Em sua fala nessa cerimônia, Assis Cavalcante apregoará otimismo para 2018. Mas, desde que as reformas passem.

 

Leitor apoia revitalização da Avenida Monsenhor Tabosa, mas com menos barulho e atropelos

Com o título “Barulho na Avenida Monsenhor Tabosa”, eis nota de leitor do Blog – pede reservas, com queixas contra o que se registra pós-eventos culturais nesse corredor turístico e de compras de Fortaleza. Confira:

Caro jornalista Eliomar deLima,

Venho por meio deste solicitar que divulgue no seu importante Blog os transtornos
causados na Avenida Monsenhor Tabosa, por conta de “equivocados movimentos” em favor da revitalização dessa importante avenida. Nosso objetivo, é chamar a atenção das autoridades para proibir abusos que estão se registrando nessa via.

No último sábado, por exemplo, quando o comércio fechou, uma banda, tocando músicas carnavalesca e pagode, iniciou suas atividades tirando a paz e a saúde de quem mora na referida avenida e em seu entorno. Além do trânsito interrompido, trabalhadores cansados que precisam de ônibus são obrigados a se deslocar para outros locais, pois os ônibus deixam de circular na avenida. Não são os todos sábados, mas, quando acontece, tiram-nos a paz.

Nessa avenida, ainda moram idosos, crianças, pessoas doentes e trabalhadores que precisam de descanso. Dependendo da disposição dos pagodeiros, tudo começa sábado à tarde, a partir das 15 até as 21 horas. O som é o mais alto possível, sem falar em número razoável de pessoas bebendo, fazendo barulho, tirando o sossego de quem lá reside e também dos moradores das ruas circunvizinhas.

No outro dia, haja lixo espalhado pela rua, fezes e odor de urina, mesmo com banheiros químicos ali instalados.

A propósito: a rua João Cordeiro já conta com vários pontos de festa e pagode permanentemente e uma zoada danada. Haja estresse, problemas de saúde para quem mora na área quela comunidade. E o pior: nada de aumentar as vendas, pois
o comércio está fechado nesse horário. Bom deixar claro que não somos conta pagodes, todos merecemos, mas com regras.

Atenciosamente,

*Seu leitor e morador do entorno da Avenida Monsenhor Tabosa.

(Foto – Arquivo)

Loja de móveis com designer diferenciado abre filial em Fortaleza

Os empresários Alessandro Maia, Vinícius Ferreira e Rodolfo Santiago inauguram mais uma loja. Depois da Planneje Design, na Avenida Desembargador Moreira, 2220, o fortalezense agora vai contar com a Planneje Prime, na Rua Dr. José Lourenço,516.

Com uma equipe composta por profissionais reconhecidos no mercado de móveis planejados, a Planneje Prime agrega agora ao seu padrão de qualidade, mais sofisticação e designer diferenciado, informa a assessoria de imprensa do empreendimento.

Em quatro anos, a empresa está com sua segunda loja e já participou de mostras de decoração importantes no Estado como a Casa Cor e 7ª Edição da Mostra 100% Design no Shopping Rio Mar Fortaleza.

(Foto – Divulgação)