Blog do Eliomar

Categorias para Comércio

CDL lança nesta segunda-feira a X Fortaleza Liquida

Assis Cavalcante preside a CDL e Freitas Cordeiro, a FCDL.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, Assis Cavalcante, vai lançar, às 8 horas da próxima segunda-feira, em clima de café da manhã, na sede da entidade, a campanha Fortaleza Liquida 2019.

Na ocasião,ele apresentará todos os detalhes da 10ª edição da campanha aos diretores da CDL, patrocinadores e imprensa.

Nessa campanha, que acontecerá de 30 de agosto a 9 de setembro, serão sorteados uma moto Honda, um Toyota Corolla e três caminhões de prêmios, além de vales-compra no valor de R$ 1 mil para a clientela.

(Foto – CDL)

Empresário Alberto Farias lança livro na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Alberto Farias e o ex-presidente do TCU, Ubiratan Aguiar.

O escritor e empresário Alberto Farias, também líder do setor lojista, lançará nesta quinta-feira, às 20 horas, o seu nono livro intitulado “Viagens”. Será na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos – Espaço Natércia Campos.

Na publicação, de 300 páginas, Alberto Farias trata sobre motivações de viagens dentro seu estilo irônico de narração.

(Foto- Tapis Rouge)

Faculdade CDL deve ofertar curso no ramo ótico com foco em vendas

A Faculdade CDL vai ofertar um curso voltado para o setor ótico. Será de nível técnico, mas com foco em vendas, o que seria um diferencial em relação aos cursos ofertados hoje no mercado.

O projeto desse curso foi apresentado durante reunião da CDL Fortaleza, nesta semana, presidida por Assis Cavalcante, controlador do Grupo Óticas Visão.

O curso terá duração curta, sendo à distância e contando com a realização de workshops com os principais especialistas em varejo e também no ramo ótico. Ainda está sendo formatado, mas deverá ser apresentado na próxima reunião da categoria, em data a ser definida.

(Foto – CDL)

CDL Fortaleza resgata história do riacho Pajeú

114 1

Dentro da programação dos 60 anos de fundação da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, a entidade fará, nesta quarta-feira, às 12 horas, a afixação da pedra histórica que representou a ampliação do riacho Pajeú nos anos de 1877 a 1879, período marcado por uma grande seca no Ceará.

A pedra, de cunho histórico, que ficará praça do riacho Pajeú, em frente à sede da CDL, foi doada pelo ex-governador Lúcio Alcântara, também pelo presidente do Instituto do Ceará.

Na ocasião, o poeta e professor Juarez Leitão falará sobre a Origem do Comércio no Ceará, na sala de reuniões da CDL.

(Foto – CDL Fortaleza)

TST restabelece criação de sindicato dos trabalhadores em fast-food em Fortaleza

A 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu a validade da dissociação sindical para a criação do Sindicato dos Trabalhadores de Fast-Food de Fortaleza. O entendimento do TST reformou a decisão do tribunal de origem que havia determinado a extinção da entidade sindical. A sessão ocorreu na última quarta-feira (14/8), informa a assessoria de imprensa do tribunal.

Prevaleceu entendimento do relator, ministro Maurício Godinho Delgado. Para ele, é válido o desmembramento de determinado sindicato para formação de outro que englobe categoria mais específica, desde que resguardada a unicidade sindical.

“Sindicatos com representação mais abrangente, reunindo categorias profissionais diferentes, mas conexas ou similares (exemplo: sindicato de trabalhadores da construção civil), podem se desmembrar para formarem sindicatos de categorias mais específicas como por exemplo: sindicato de empregados pedreiros, pintores”, diz.

Segundo o relator, o fracionamento da categoria profissional não pode ser realizado sem criterioso cuidado, exigindo, a ordem jurídica, que a criação da nova entidade sindical fundamente-se sobre notável e incontestável especificidade das atividades e das condições de vida e de trabalho dos trabalhadores abrangidos pelo novo sindicato. “Além disso, é claro, deve-se respeitar o sistema da unicidade sindical”, aponta.

O advogado do caso que defende a dissociação do Sindicato, Ronaldo Tolentino, sócio do Ferraz dos Passos Advocacia e Consultoria, explica que a decisão do TST foi acertada, pois a liberdade associativa e sindical é expressamente garantida pela Constituição Federal.

“O TRT de origem, ao negar a existência da categoria representada pelo sindicato ora recorrente, contraria a jurisprudência pacífica dos Tribunais Trabalhistas, inclusive do TST, que afirmam literalmente a existência da categoria em questão”, ressalta Tolentino.

O advogado ainda explica que a representação da categoria com maior especificidade visa exatamente a maior representatividade e melhor eficiência da atuação sindical como um todo.

Caso

No caso concreto, o Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Comércio Hoteleiro e Gastronomia no Estado do Ceará ajuizou reclamação trabalhista na busca de impedir o desmembramento sindical para a criação de sindicato mais novo e específico.

O Tribunal Regional do Trabalho de origem determinou a extinção do novo sindicato sob a justificativa de que refeições rápidas, as fast food, não se enquadram em uma categoria, ela já é fracionamento da categoria de restaurante. Por isso, seria inviável a fundação de um novo sindicato que sequer constitui categoria.

(Foto – Arquivo)

Presidente da CDL Fortaleza lança livro sobre Gonzagão

291 1

Nem só de comércio vive Assis Cavalcante.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza lançará nesta segunda-feira, às 16 horas, o livro “Gonzagão no Céu”, que reúne 31 contos abordando temáticas da cultura popular.

Será durante a XII Bienal Internacional do Livro, no espaço Praia de Iracema do Centro de Eventos.

Tudo inspirado no “Rei do Baião”, de quem ele é ardoroso fã.

(Foto – Paulo MOska)

CDL Fortaleza comemora 60 anos com sessão solene da Assembleia Legislativa

Assis Cavalcante e José Sarto.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza ganhará sessão solene da Assembleia Legislativa pelo transcurso dos seus 60 anos de existência. A iniciativa é do presidente da Casa, José Sarto (PDT).

A sessão solene acontecerá no dia 2 de outubro próximo, a partir das 19 horas, no Plenário 13 de Maio.

O comunicado bateu á porta do presidente da CDL Fortaleza, Assis Cavalcante.

(Foto – Divulgação)

Ambulantes são proibidos de entrar no Castelão

216 1

Cerca de 50 vendedores ambulantes foram impedidos de comercializar bebidas nas dependências do Castelão, na tarde desse sábado (10), no jogo entre Ceará e Chapecoense, pela 14ª rodada do Brasileirão.

Desde que a comercialização de cervejas foi liberada nos estádios de futebol do Ceará, após votação de projeto de lei na Assembleia Legislativa e sanção do governador Camilo Santana, os ambulantes passaram a comercializar as bebidas nas dependências do Castelão e do estádio Presidente Vargas, desde que constassem em um cadastro, além de adquirirem as cervejas das cantinas das duas praças esportivas.

Em contato com o Blog, os ambulantes acreditam que foram punidos por causa da venda de uma cerveja a um policial que estava trabalhando na partida entre Ceará e Fortaleza, no sábado (3), na rodada anterior do Brasileirão.

O Blog tentou contato com a direção do estádio Castelão, mas não conseguiu.

(Foto: Leitor do Blog)

Comércio varejista do País cresceu 0,1% em junho

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro teve leve alta de 0,1% na passagem de maio para junho deste ano. A variação positiva de junho veio depois da estabilidade de maio e da queda de 0,4% em abril. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada hoje (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No acumulado do ano, o crescimento do setor é de 0,6%. Já no acumulado de 12 meses, a alta é de 1,1%. Por outro lado, o varejo teve quedas de 0,1% na média móvel trimestral e de 0,3% na comparação com junho do ano passado.

Na passagem de maio para junho, três dos oito setores pesquisados tiveram alta: tecidos, vestuário e calçados (1,5%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,3%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,1%).

A atividade de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo manteve-se estável. Quatro segmentos tiveram queda: combustíveis e lubrificantes (-1,4%), móveis e eletrodomésticos (-1%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-2,4%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-0,8%).

O varejo ampliado, que também analisa os segmentos de materiais de construção e de veículos e peças, manteve-se estável no volume de vendas na passagem de maio para junho. Os veículos, motos, partes e peças cresceram 3,6%, enquanto os materiais de construção recuaram 1,2%.

Nos demais tipos de comparação temporal, no entanto, o varejo ampliado teve crescimento: média móvel trimestral (0,2%), comparação com junho de 2018 (1,7%), acumulado do ano (3,2%) e acumulado de 12 meses (3,7%).

Receita nominal

A receita nominal do comércio varejista caiu 0,3% na comparação com maio, mas cresceu 0,1% na média móvel trimestral, 2,3% em relação a junho de 2018, 4,6% no acumulado do ano e 5,1% no acumulado de 12 meses.

Já a receita nominal do varejo ampliado cresceu em todas as comparações: com maio (0,2%), com junho do ano passado (3,8%), na média móvel trimestral (0,6%), no acumulado do ano (6,3%) e no acumulado de 12 meses (6,8%).

(Agência Brasil)

CDL Fortaleza debaterá empreendedorismo no bairro Bom Jardim

A CDL Fortaleza vai promover, no próximo dia 8 de agosto, a partir das 18h30min, no bairro Bom Jardim, mais precisamente no Shopping Jardim/Centro de Referência do Empreendedor, uma nova edição do seu projeto “Meu Bairro Empreendedor”.

Com apoio da Faculdade CDL, a ação levará para interessados da área uma palestra sobre o tema “Atitudes Empreendedoras e Inovação no Varejo a ser proferida pela professora Mônica Arruda.

Perfil

Mônica Arruda é graduada em administração de empresas pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e possui pós-graduação em Gestão Estratégica do Varejo pela Fundação Instituto de Administração (FIA/USP) e em Gestão de Negócios pela undação Getulio Vargas (FGV).

Atualmente, Mônica é analista do SEBRAE/CE, onde atua como gestora de programas de capacitação empresarial, empreendedorismo e consultoria gerencial. Além disso é professora da Faculdade CDL ministrando aulas para os cursos de Administração, Gestão Comercial e Marketing.

SERVIÇO

*Shopping Jardim/Centro de Referência do Empreendedor – Avenida Oscar Araripe, 1030 – Bom Jardim.

*Mais Informações e inscrições – (85) 3433 3012/3013.

(Foto – Divulgação)

R$ 7 mil – Estudante ganha indenização de barraca da Praia do Futuro, após ser obrigada a se retirar

Uma estudante deverá receber a quantia de R$ 7 mil, da barraca Guarderia Brasil, localizada na Praia do Futuro, após decisão da Primeira Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), nessa sexta-feira (26).

Segundo a decisão do colegiado, a estudante sofreu constrangimento por parte da gerência e do garçom da barraca, em junho de 2016, ao ser obrigada a se retirar do local, pelo fato de ter convidado um colega a sentar-se à mesa, que passava pela barraca oferecendo produtos para bancar seus estudos.

A decisão do TJCE repara a equivocada pronúncia da 15ª Vara Cível de Fortaleza, que entendeu a expulsão por parte da barraca Guarderia Brasil e o constrangimento sofrido pela estudante como naturalidade, sem dano moral.

O Juízo da 15ª Vara Cível de Fortaleza havia acolhido a argumentação da barraca da Praia do Futuro, que afirmou que “a atitude foi uma forma de controle para garantir a segurança dos clientes”. A Guarderia Brasil alegou ainda que o caso não atingiu a consumidora a ponto de ensejar indenização, tendo sido “mero aborrecimento”.

(Foto: Divulgação)

Confiança do comércio cresce 2,3 pontos em julho

O Índice de Confiança do Comércio, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 2,3 pontos na passagem de junho para julho deste ano. Com o resultado, que é a segunda alta consecutiva, o indicador chegou a 95,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

Em julho, a confiança subiu em nove dos 13 segmentos do comércio pesquisados. A melhora do índice foi puxada principalmente pela confiança no futuro, medida pelo Índice de Expectativas, que avançou 2,7 pontos e chegou a 102,6 pontos. O Índice da Situação Atual, que mede a satisfação com o momento presente, subiu 1,8 ponto, atingindo 88,6 pontos.

Para o pesquisador da FGV Rodoplho Tobler, os empresários percebem alguma evolução no ritmo de vendas do setor. Apesar disso, o patamar da confiança no presente se mantém baixo. Para Tobler, o aumento das expectativas sugere “que o cenário de recuperação do setor deve se manter, mas ainda em ritmo gradual dado a persistência dos níveis altos de desemprego e da dificuldade de recuperação da confiança dos consumidores”.

(Agência Brasil)

Centro Premiado – Sorteio de casa e dois caminhões com eletrodomésticos será nesta terça-feira

Nesta terça-feira, a partir das 11 horas, a CDL de Fortaleza realizará, em sua sede, o sorteio da Campanha Centro Premiado. Pelo regulamento, uma casa mobiliada e dois caminhões de prêmios (eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis) para os consumidores que trocaram seus cupons no posto de troca, instalado na Praça do Ferreira.

A primeira edição do “Centro Premiado”” que ocorreu entre os dias 3 e 13 de julho, deu maior visibilidade aos corredores comerciais do Centro, da Avenida Monsenhor Tabosa, além do resgate de antigos e novos clientes durante a campanha promocional.

A CDL de Fortaleza, mais uma vez, contou com a Rede, uma das maiores empresas de meios de pagamento do País, nessa campanha. Com a parceria fortalecida, o presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, garante que a ação chegou como uma ferramenta que incentivou o comércio do Centro e incrementou vendas.

(Foto – CDL)

Roberto Cláudio recebe Troféu Clóvis Rolim, a mais alta comenda do varejo cearense

183 1

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), ao lado da primeira-dama, Carol Bezerra, recebeu, nesta noite de quinta-feira. em solenidade no Theatro José de Alencar,  mais importante comenda do comércio cearense: o Troféu Clóvis Rolim, concedido anualmente pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas no Estado (FCDL).

O ato, dos mais concorridos, reuniu empresários, políticos, membros do Tribunal de Justiça como a vice-presidente, a desembarfadora Naílde Pinheiro Nogueira, e parentes de Clóvis Rolim – que dá nome ao troféu, e foi antecedido de show do cantor Nando Cordel.

Roberto Cláudio agradeceu a homenagem, que integrou também comemorações pelo Dia do Comerciante, destacando que a gestão tem procurado contribuir para a melhoria do serviço do segmento. Destacou obras de reforma que vem sendo tocadas no Centro. O presidente da FCDL, Freitas Cordeiro, e o presidente da CDL Fortaleza, Assis Cavalcante, reconheceram, na cerimônia, o apoio do Paço Municipal.

Em coletiva, o prefeito informou que vai continuar tocando mais obras no Centro e que, entre elas, entra total reformulação da Praça José de Alencar, instalação de um miniterminal de ônibus e um trinário na área.

Mais uma vez, Roberto Cláudio se esquivou de assuntos ligados a sucessão 2020. “Só quero trabalhar pela cidade. Falar nisso agora, atrapalha”, disse ele para o Blog.

(Foto – Paulo MOska)

CDL Fortaleza discute Cadastro Positivo com setores do comércio

Carlito Lira (Acomac), Assis Cavalcante e Gilberto Rocha, da Acal.

O presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, está se reunindo com vários setores da economia cearense e, em especial, da área do comércio. O objetivo é discutir a implementação na prática do Cadastro Positivo, que reúne bons pagadores.

Nesta semana, ele recebeu, na sede da entidade, o presidente da Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção do Ceará (Acomac), Carlito Lira e diretores.

Também foram discutidos os benefícios da Faculdade CDL, que tem foco especial no desenvolvimento do varejo, e a construção de uma parceria mais forte com a Rede, operadora de máquina de cartão do banco Itaú, que já patrocina campanhas ”Centro Premiado” e ”Fortaleza Liquida” da CDL de Fortaleza. Esteve presente, também, na reunião, o diretor da CDL, Gilberto Rocha, da empresa Acal.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza recebe nesta quinta-feira projeto de qualificação de liderança do varejo

Assis Cavalcante, presidente da CDL, e Freitas Cordeiro, presidente da FCDL: entusiastas do projeto.

Fortaleza receberá nesta quinta-feira uma iniciativa do Políticas Públicas 4.0 (PP 4.0), convênio firmado entre o Sistema CNDL e o Sebrae. Trata-se de um workshop de qualificação de lideranças para ações de Relações Institucionais e Governamentais (RIG) com foco no estímulo às articulações locais.

O conteúdo a ser apresentado no encontro, que ocorrerá das 10 às 15 horas, na sede da FCDL (Centro), está alinhado com os preceitos da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (ABRIG), entidade parceira do Sistema CNDL e que dá apoio ao PP 4.0.

O projeto pretende unir entidades e associados do Sistema CNDL e representantes do poder público em discussões em torno de questões para o desenvolvimento do setor varejista.

“O objetivo é fortalecer as lideranças do varejo por meio desta ação de qualificação em que abordamos os principais conceitos e premissas das relações institucionais e governamentais dentro do contexto associativista”, explica o presidente da CNDL, José César da Costa.

Especialistas e ação

Eduardo Fayet, empresário, professor e especialista em RIG, é o responsável pela qualificação das lideranças. Ele revela que o foco da sua atuação no Políticas Públicas 4.0 será equipar os líderes do setor com técnicas que podem ser utilizadas nas relações institucionais e governamentais nos seus estados.

“São práticas corriqueiras em um mercado livre que tratam da relação da iniciativa privada com o Estado, não só com os governos. Essas práticas atendem a interesses diversos que podem ir desde a liberação de um simples alvará até a formulação de políticas públicas mais fundamentais que vão impactar na produtividade do negócio”, explica.

Advogado com vasta experiência em relações institucionais, Murilo Mori também conduzirá a qualificação de lideranças. Ele acredita que a iniciativa é essencial para o setor. “Uma iniciativa aparentemente isolada pode, de repente, modificar completamente o rumo dos negócios. No caso do varejo, uma alteração em lei ou proposta pode afetar diretamente os negócios”, destaca.

Proposta obriga que shoppings mantenham serviço de emergência médica

O Projeto de Lei 1759/19 obriga os centros comerciais instalados no território nacional a manterem serviços de atenção às emergências médicas e disponibilidade de ambulância para atendimento aos consumidores. A exigência prevista na proposta é para centros comerciais superiores a 10.000 metros quadrados de área edificada.

Pelo texto, o atendimento deve ser realizado por pessoal devidamente treinado e durante todo o horário de funcionamento do centro comercial e os serviços deverão possuir equipamentos, insumos e medicamentos suficientes e adequados às intervenções mais comuns em casos de urgência e emergência.

UTI móvel

A proposição exige que esses estabelecimentos de que trata esta lei disponham de ambulâncias tipo UTI móvel para a remoção tempestiva do paciente para unidades de saúde e hospitais nos casos de maior complexidade, após a prestação dos serviços de primeiros socorros.

O projeto estabelece ainda que os centros comerciais que infringirem a previsão lega estará sujeita os infratores às sanções previstas na legislação específica, sem prejuízo das sanções penais e cíveis.

O autor do projeto, deputado Chiquinho Brazão (Avante-RJ), afirma que quanto maior o tempo de espera por atendimento, maiores as probabilidades de ocorrência de óbito.

“Os locais que recebem grandes aglomerados de pessoas, como os centros comerciais, conhecidos no Brasil como “shopping centers”, enfrentam chances elevadas de vivenciar situações emergenciais médicas e que demandam uma rápida intervenção de primeiros socorros”, diz Brazão.

O projeto, que tramita conclusivamente, será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

MPCE amplia programa “De olho na validade” com rede de supermercados

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), celebrou nesta semana um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Rede Parceria, para instituir o Programa “De olho na validade” nos 55 supermercados que compõem a rede.

O TAC foi assinado pela secretária-executiva do Decon, promotora de Justiça Ann Celly Sampaio, e pelo presidente da Rede Parceria, Marcos Antônio da Silva Moreira, na sede do Decon, em Fortaleza.

O programa tem o objetivo de incentivar uma atenção maior ao prazo de validade, não só do fornecedor, que proporcionará outro item gratuitamente, mas também do consumidor que será estimulado a observar a informação.

Com isso, espera-se prevenir a prática de oferta de produtos com prazo de validade vencido, incentivar o consumidor a verificar tal informação no ato da compra e propiciar mecanismos alternativos de solução de conflitos de consumo.

“Este programa é uma forma de o consumidor fiscalizar e se beneficiar. O TAC não exime os estabelecimentos de serem fiscalizados e, consequentemente, sofrerem penalidades administrativas, caso irregularidades sejam encontradas. Mas beneficia o consumidor porque ele deixa de ser prejudicado, caso flagre um produto com validade irregular”, explica Celly Sampaio.

Os estabelecimentos da Rede Parceira localizam-se nas cidades de Fortaleza, Aquiraz, Barreira, Baturité, Cascavel, Caucaia, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante.

TAC com a Acesu

A Associação Cearense de Supermercados (Acesu) já faz parte do Programa “De olho na validade” desde 2013. Os supermercados parceiros da iniciativa devem divulgar a informação em placas e avisos. Já aderiram ao programa o São Luiz, Centerbox, Cometa, Lagoa e Pinheiros.

(MPCE)

Vendas do varejo registram queda de 0,1% de abril para maio, diz IBGE

O volume de vendas do comércio varejista no país teve um recuo de 0,1% na passagem de abril para maio. De março para abril, o setor já havia tido uma queda de 0,4%. Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada hoje (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o varejo também caiu 0,1% na média móvel trimestral.

Nos demais tipos de comparação temporal, no entanto, o comércio teve crescimento: 1% na comparação com maio de 2018, 0,7% no acumulado do ano e 1,3% no acumulado de 12 meses. Na passagem de abril para maio, a queda foi puxada por apenas duas das oito atividades do varejo pesquisadas: outros artigos de uso pessoal e doméstico (-1,4%) e combustíveis e lubrificantes (-0,8%).

Por outro lado, seis atividades tiveram crescimento e evitaram uma queda maior do setor no período: hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,4%), tecidos, vestuário e calçados (1,7%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,9%), móveis e eletrodomésticos (0,6%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (2,2%) e livros, jornais, revistas e papelaria (0,4%).

Varejo ampliado

O varejo ampliado, que também leva em consideração os setores de materiais de construção e de venda de veículos e peças, teve alta de 0,2% no volume na passagem de abril para maio, apesar das quedas de 1,8% dos materiais de construção e de 2,1% dos veículos, motos e peças.

O varejo ampliado cresceu 0,5% na média móvel trimestral, 6,4% na comparação com maio de 2018, 3,3% no acumulado do ano e de 3,8% no acumulado de 12 meses.

A receita nominal do varejo cresceu 0,8% de abril para maio, 0,5% na média móvel trimestral, 5,8% na comparação com maio do ano passado, 5% no acumulado do ano e 5,3% no acumulado de 12 meses.

Já a receita do varejo ampliado cresceu 0,9% na passagem de abril para maio e na média móvel trimestral, 10% na comparação com maio de 2018, 6,7% no acumulado do ano e 7% no acumulado de 12 meses.

(Agência Brasil)

Com fim das chuvas, empresas do ramo de material de construção esperam boas vendas

Empresas que vendem material de construção estão otimistas com fim das chuvas.

Segundo o presidente da Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção do Estado (Acomac), Carlito Lira, a tendência do ramo é fechar nos 5% de incremento neste 2019.

Ele diz que agora muitas famílias e empresas buscarão reformar casa e estabelecimentos, o que sempre ocorre tradicionalmente neste período do ano.

(Foto – Acomac)