Blog do Eliomar

Categorias para Criança

Há 14 anos – Pirambu mantém tradição de festa no Dia das Crianças

Pipoca, algodão doce e outras guloseimas recepcionaram cerca de 1,5 mil crianças, nessa sexta-feira (12), na rua Santa Inês, no bairro Pirambu, em comemoração ao Dia da Criança. A data também marcou o dia de Nossa Senhora Aparecida, também muito festejada pelos moradores.

A iniciativa ocorre há 14 anos e os moradores arrecadam os brinquedos durante todo o ano. A festa contou ainda com música infantil, brincadeiras com palhaços e brinquedos infláveis.

“É muito gratificante saber que podemos fazer o bem sem muito esforço e com a ajuda do coletivo”, disse Carla Brasil, uma das organizadoras. “Estamos cansadas, mas emocionadas por conseguirmos realizar mais uma festinha. Foi difícil arrecadar doações, mas conseguimos e animamos”, concluiu Nena Rodrigues.

(Foto: Divulgação)

Polo de Lazer da Sargento Hermínio vai virar parque da criançada nesta sexta-feira

O Polo de Lazer da Avenida Sargento Hermínio (Bairro Ellery) será palco, nesta sexta-feira, de uma manhã de festa para a criançada.

A programação, que marcará o Dia da Criança, é resultado de uma parceria da Instituição Artéria Cidadã com a Associação de Moradores da área e o Sesc. Na programação, show de palhaços, pula-pula, piscina de bolinhas e distribuição de pipocas e picolés.

A Instituição Artéria Cidadã convoca voluntários para o evento. Segundo Wescley Sacramento, da associação, a expectativa é atrair cerca de duas mil crianças de comunidade do bairro.

SERVIÇO

*Polo de Lazer – Avenida Sargento Hermínio, S/N, Bairro Ellery.

*Horário – Das 8 às 12 horas.

(Foto – Divulgação)

Ato protesta contra política da infância em Fortaleza

O Fórum Permanente de ONGs de Defesa de Direitos de Crianças e Adolescentes do Ceará (Fórum DCA Ceará) está promovendo um ato público nesta quinta-feira, 11, a partir das 9 horas, na Praça Coração de Jesus (Centro), em frente ao conhecido Parque das Crianças.

Nesta véspera do Dia das Crianças, as instituições do Fórum DCA querem denunciar “as constantes violações de direitos sofridas pelas crianças e adolescentes e a omissão do poder público municipal.”

Entre os dados em divulgação: o gabinete do prefeito e suas coordenadorias, em maio de 2018, gastaram R$ 17 mil com aquisição de café, enquanto durante todo o ano de 2017 foram investidos apenas R$ 8 mil no programa Ponte de Encontro ,que atende crianças em situação de rua.

Dia da Criança – Decon fiscaliza venda de brinquedos em Fortaleza

Pra criançada ser feliz!

O Decon, organismo do Ministério Público do Ceará, realizou, nessa segunda (8) e terça-feira (9) de outubro, uma fiscalização em 12 estabelecimentos comerciais em Fortaleza. O objetivo foi verificar se os produtos e serviços destinados ao público infantojuvenil seguem os padrões definidos pelo Inmetro e pela legislação consumerista,

Os empreendimentos foram escolhidos com base em denúncias ou por nunca terem sido fiscalizados anteriormente. Foram encontradas irregularidades em sete lojas visitas, que terão prazo previsto por lei para apresentar defesa. O Decon diz ser importante verificar se o presente possui o selo de certificação do Inmetro, a indicação de faixa etária e se informar sobre a política de troca da empresa. Confira abaixo o resultado da fiscalização:

– Centauro (Shopping Iguatemi): Certificado de Conformidade do Corpo de Bombeiros (CCCB) vencido;
– Casa Freitas (Rua Edgar Borges, Centro): não apresentou CCCB;
– Mundo Das Bolinhas (Shopping Iguatemi): Não apresentou o Código de Defesa do Consumidos (CDC), nem Livro de Reclamação do Consumidor (LRC);
– Freitas Varejo (Av. Oliveira Paiva): sem irregularidades;
– PBKIDS Brinquedos LTDA: RV – 71/18: sem irregularidades;
– Ri Happy (Shopping Iguatemi): sem irregularidades;
– PB KIDS Brinquedos (Shopping Rio Mar Kennedy) – não apresentou CCCB;
– San Michel Magazine (Centro) – não apresentou CCCB;
– Le Biscuit S/A (Shopping Rio Mar Kennedy) – não apresentou CCCB;
– Clube das Estrelinhas (Shopping Rio Mar Kennedy) – não apresentou CCCB, CDC e LRC.
– Sapataria Nova (Shopping Rio Mar Kennedy) – sem irregularidades;
– Ban Ban Calçados (Shopping Rio Mar Kennedy) – sem irregularidades.

SERVIÇO

*Quem encontrar alguma irregularidade, pode denunciar através do telefone (85) 3452-4505.

 

Unimed Ceará oferecerá um dia de Xuxa para a criançada de Fortaleza

No terceiro domingo deste mês de outubro, a Unimed Ceará promoverá um festival da criança na Praça das Flores, que fica em frente ao Hospital Militar, no bairro Aldeota, em Fortaleza.

Segundo o seu presidente dessa operadora de plano de saúde, Darival Bringel, será um dia todo de brincadeira, encerrando com show de três crianças sanfoneiras.

(Foto – O POVO)

Dia da Criança – Shopping Benfica distribui 2 mil brinquedos

Com faz todos os anos, o Shopping Benfica receberá, nesta quarta e quinta-feira, 30 entidades que cuidam de crianças carentes.

Na ocasião, haverá a distribuição de dois mil brinquedos, com a criançada tendo direito a cinemas, parquinho e lanche. A açã faz parte de uma série de projetos sociais desenvolvidos ao longo do ano por esse polo de compras.

(Foto – Ilustrativa)

Centro Cultural do BNB será palco do Festival internacional de Teatro Infantil do Ceará

O VIII Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará (TIC) vai ocupar o palco do Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza nos dois primeiros sábados deste mês de outubro, dias 6 e 13. A programação especial voltada para o público infantil tem como tema “Arte que ocupa” e inclui sessões de cinema, com a mostra ComKids, oficinas e espetáculos, informa a assessoria de imprensa do BNB.

No dia 6, a programação começa às 15 horas com a exibição de filmes e às 16 horas começa o espetáculo “Ester”, a boneca manipulada pela mão da atriz pernambucana Odília Nunes. Em uma caixa-teatro-realejo, ela planta flores. Mas Ester não se contém à caixinha, ela deseja trocar afagos e olhares. Sem precisar das palavras, ela emociona as pessoas com seus pequenos gestos, seu olhar e seu carinho.

Na semana seguinte, a mostra de filmes tem início às 15 horas e às 16 horas é a vez do espetáculo “O Farol”, com a companhia Studio Sereia, de Brasília. O enredo trata das aventuras de uma menina que brinca com a música e inventa sua própria história. A peça é recomendada para bebês a partir de seis meses a crianças até quatro anos. Às 17 horas, o espetáculo Inka Clown, com o também brasiliense Circo Rebote, narra a trama de um palhaço, direto das mais altas terras da América, que guarda em sua maleta uma porção de surpresas acompanhadas de acrobacia, equilibrismo e truques.

SERVIÇO

*A programação completa do evento está no site www.festivaltic.com.br.

(Foto – Arquivo CCBNB)

Beach Park dá desconto nos ingressos neste Mês da Criança

Até o dia 30 deste mês de outubro, os ingressos de acesso ao Complexo Turístico Beach Park, em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), terão valor promocional. A ação de marketing faz parte das comemorações do Mês das Crianças, informa a assessoria de imprensa do parque aquático.

Neste período, o cliente comprará os ingressos que custam R$ 225 (adulto) e R$ 215 (criança) pelos valores de R$ 160 (adulto) e R$ 150 (criança). A promoção é válida para ingressos comprados até o dia 30 de outubro nos quiosques do Beach Park (presentes no Iguatemi, Beira Mar, Aeroporto e Beach Point) ou na bilheteria do parque. A validade do passe vai até o dia 31 de dezembro.

Doação

Outro detalhe da promoção: inclui a doação de 1 kg de alimento não perecível ou brinquedo, novo ou usado em bom estado. As doações serão repassadas para o Iprede, a Tapera das Artes e Casa do Menor. As doações devem ser entregues na entrada do Beach Park.

Outro detalhe a mais: a promoção é exclusiva para residentes do Ceará, no que será preciso apresentar um documento de identidade com foto e um comprovante de residência na compra e no acesso ao parque.

(Foto – Divulgação)

Show de Patati Patatá dá desconto em favor da criançada do Núcleo de Queimados do IJF

O Teatro Via Sul traz a dupla de palhaços Patati Patatá com o espetáculo “Sorrir e Brincar”. O espetáculo ocorrerá de 12 a 14 deste mês de outubro.

Com um detalhe: quem doar um brinquedo, terá 30% de desconto nos ingressos, numa ação em favor das crianças do Núcleo de Queimados do Instituto Dr. José Frota (Centro).

(Foto – Divulgação)

Parada vai alertar sobre prevenção contra o câncer infantojuvenil

A Associação Peter Pan mobiliza nesta quarta-feira, às 14 horas, a partir de sua sede, numa parada, ex-pacientes, pacientes, familiares, parceiros, colaboradores e voluntários para reforçar o Setembro Dourado. Trata-se de campanha que quer alertar profissionais da saúde, pais, educadores e sociedade em geral sobre a importância de se atentar aos sinais e sintomas sugestivos do câncer infantojuvenil, contribuindo com a sua detecção e tratamento precoces.

Com este objetivo a Associação Peter Pan integra-se à campanha reforçando que todos precisam ficar atentos a certos sintomas que crianças e adolescentes podem apresentar, como palidez, dor óssea, hematomas ou sangramentos pelo corpo, caroços ou inchaços, especialmente se forem indolores e não acompanhados de febre ou outros sinais de infecção e perda de peso sem causa aparente.

A parada é inspirada no desfile da Disneylândia e vai contar com sete Alas (dos Voluntários, dos Parceiros, dos Profissionais de Saúde, entre outras), percorrendo-se trajeto no entorno do Hospital Peter Pan. A presidente Olga Freire estará puxando a parada.

SERVIÇO

*Associação Peter Pan – Rua Alberto Montezuma (Rua da Esperança), 350, bairro Vila União.

*Mais informações sobre câncer infantil aqui.

Lei de Proteção de Dados traz mudanças para crianças e adolescentes

A Lei Geral de Proteção de Dados, sancionada no dia 14 deste mês, estabeleceu novos direitos, obrigações e regras para a coleta, o tratamento e compartilhamento de dados por empresas e pelo Poder Público. Entre as novidades do texto estão regras de proteção a crianças e adolescentes.

O Artigo 14 estabelece que a coleta e o tratamento de dados de crianças e adolescentes deve ser realizado “em seu melhor interesse”. Para meninos e meninas de até 12 anos, o tratamento só pode ocorrer “com o consentimento específico e em destaque, dado por pelo menos um dos pais ou pelo responsável legal”. Um jogo voltado para esse público, por exemplo, não poderá pegar qualquer informação dessas (como nome, localização ou contatos) sem que haja uma permissão clara dada por um dos responsáveis.

Se uma autorização desse tipo não for dada, a criança não poderá ser impedida de usar o serviço ou produto. Esse dispositivo impede a lógica de “chantagem”, na qual um serviço na prática obriga o usuário a aceitar seus termos e condições, uma vez que o usuário fica refém dessa opção se não desejar ficar privado do acesso ao serviço.

A única hipótese permitida de coleta dos dados de crianças sem autorização dos pais será para contactá-los ou para a proteção da criança. Seria o caso, por exemplo, do uso de informações para políticas públicas de saúde, como campanhas de vacinação ou monitoramento da ocorrência de doenças. Nesses casos, fica proibido o armazenamento e o repasse a terceiros.

A Lei Geral de Proteção de Dados exige que empresas envolvidas em algum tipo de tratamento de dados de crianças devem dar transparência a eles. Segundo o texto, “os controladores deverão manter pública a informação sobre os tipos de dados coletados, a forma de sua utilização e os procedimentos para o exercício dos direitos” dos usuários.

(Agência Brasil)

Unicef lança documento sobre eleições e cita o Ceará

O Unicef está pedindo aos candidatos e candidatas à Presidência da República e aos governos dos Estados e do Distrito Federal que coloquem os direitos e o bem-estar das crianças e dos adolescentes no centro das suas agendas eleitorais. “Nas últimas décadas, o Brasil atingiu conquistas importantes para as suas crianças e seus adolescentes”, disse Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil. “Porém, muitos deles ficaram excluídos do progresso. Nos próximos quatro anos, MAIS QUE manter os avanços, é preciso ir além e desenvolver políticas públicas que reduzam as desigualdades e providenciem para crianças e adolescentes mais oportunidades de desenvolver seu potencial”.

No documento “Mais que promessas: compromissos reais com a infância e a adolescência no Brasil”, o Unicef identifica seis prioridades e propõe iniciativas concretas para responder aos desafios nestas áreas:

Pobreza multidimensional: 61% das crianças e dos adolescentes brasileiros vivem na pobreza, em suas múltiplas dimensões, o que inclui aqueles que sofrem ao menos uma privação de direitos fundamentais – educação de qualidade, acesso a informação, água segura, saneamento, moradia adequada e proteção contra violência – e os que vivem com uma renda insuficiente. Superar a pobreza é mais que melhorar a renda: O UNICEF propõe desenvolver políticas públicas multissetoriais, adaptadas às diferenças regionais e às necessidades dos grupos mais afetados pela pobreza multidimensional. Essas políticas têm de ser apoiadas por um orçamento integrado e dedicado às crianças e aos adolescentes.

Homicídios: 31 crianças e adolescentes são assassinados a cada dia no Brasil. Desde 2012, adolescentes são proporcionalmente mais vítimas de homicídios do que a população em geral. No Ceará, 732 adolescentes de 10 a 19 anos foram assassinados em 2016, o que equivale a uma taxa de 45 homicídios por 100 mil habitantes.

Reduzir a violência é mais que segurança pública: O Unicef ressalta a importância de se analisar as causas sociais da violência, garantir oportunidades de educação e emprego para os adolescentes mais vulneráveis e que os novos governantes se comprometam a pôr fim à impunidade e a investigar cada homicídio.

Educação: 2,8 milhões de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos estavam fora da escola em 2015. Deste total, 118 mil estão no Ceará, sendo aqueles de 15 a 17 anos os mais afetados. 7,2 milhões de meninas e meninos têm dois ou mais anos de atraso escolar no Brasil. No Ceará, a maior taxa de distorção idade-série está no Ensino Médio, com 27% dos alunos nessa condição.
Assegurar o direito à educação é MAIS QUE matricular na escola: O Unicef recomenda unir diferentes setores – Educação, Saúde e Assistência Social, entre outros – para ir atrás de quem está fora da escola, entender as causas da exclusão e tomar as medidas necessárias para integrar as crianças e os adolescentes à sala de aula e garantir as suas matrículas.

Saúde infantil: A taxa de mortalidade infantil cresceu 5,3% de 2015 a 2016 (de 13,3 para 14,0 a cada 1.000 nascidos vivos). Para o Estado do Ceará, essa taxa acompanha a média nacional, com 14 mortos a cada 1.000 nascidos vivos. De 2015 a 2017, no Brasil, a cobertura vacinal de poliomielite caiu de 95% para 78,5% e a da tríplice viral, de 96% para 85%.

Garantir a sobrevivência das crianças é mais que haver serviços de saúde: O Unicef demanda garantir a qualidade da atenção básica, no pré-natal, parto e nascimento, a sensibilização de profissionais de saúde sobre a necessidade da imunização, a busca ativa de crianças não vacinadas e o apoio e a informação relevantes às famílias.

Nutrição: No Brasil, 30% das crianças indígenas são afetadas por desnutrição crônica. Ao mesmo tempo, 10% das crianças brasileiras de 5 a 9 anos estão acima do peso para a idade. O Ceará tem média um pouco menor que a média nacional, com 12%. Promover boa nutrição é mais que acesso a alimentos: O Unicef destaca que é fundamental incentivar a alimentação e os hábitos saudáveis, com destaque para as mudanças na regulamentação do setor de alimentos, bebidas e publicidade dirigida às crianças e investir em políticas específicas para reverter a desnutrição indígena.

Participação dos adolescentes: 1,4 milhão de adolescentes de 16 e 17 anos tiraram título de eleitor para as eleições de 2018, isso são 230 mil a menos que para as eleições de 2014. No Ceará, o número é de 112 mil títulos emitidos por adolescentes para as eleições deste ano.
Participar da democracia é mais que votar aos 16 anos: O Unicef reitera a necessidade de assegurar a participação direta dos adolescentes e jovens na tomada de decisões nas suas comunidades e nos programas que os impactam.

(Com Site do Unicef Brasil)

Sobral é a cidade com maior percentual de vacinação contra pólio e sarampo no Ceará

A cidade de Sobral (Zona Norte) alcançou, no Dia D da campanha de vacinação contra a pólio e sarampo, 78,76% da meta estabelecida para crianças de 1 a menores de 5 anos.

Desde o dia 6 de agosto, data de início da campanha, foram vacinadas, segundo a Secretaria Municipal da Saúde, 9.134 crianças.

Com isso, Sobral se apresenta como o município com a maior cobertura vacinal do Estado, quando comparado com outros municípios cearenses do mesmo porte populacional.

“Sobral está com um percentual acima da média nacional e estadual que é de 49,24% e 59,11%, respectivamente”, revela o secretário da Saúde, Gerardo Cristino.

A meta estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é vacinar 95% do público-alvo. A campanha nacional vai até o dia 31 de agosto.

Unidades de saúde do Ceará abrem neste sábado para vacinar contra pólio e sarampo

Todas as crianças de um a menores de cinco anos devem buscar neste sábado (18) os mais de 36 mil postos de vacinação para receber a vacina contra a poliomielite e o sarampo. As unidades de saúde realizam o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

No Ceará, 81% das crianças que fazem parte do público-alvo ainda precisam se vacinar. Pais e responsáveis devem levar as crianças independente da situação vacinal anterior, já que neste ano a campanha é indiscriminada.

A expectativa é vacinar mais de 11 milhões de crianças no País até 31 de agosto.

(Agência Saúde)

Primeira-dama abre curso de capacitação do Programa Cresça com seu Filho/Criança Feliz

A primeira-dama de Fortaleza Carol Bezerra, juntamente com técnicos da Prefeitura de Fortaleza e representantes do Curso de Psicologia da Unifor, deu início a uma capacitação com o objetivo de formar profissionais para o Programa Cresça Com Seu Filho/Criança Feliz. Os profissionais de saúde da UAPS Matos Dourado, da Regional VI, iniciaram o treinamento que acontecerá durante todo este mês de agosto às terças e sextas-feiras.

O programa de visita domiciliar Cresça com Seu Filho/Criança Feliz atende 36 bairros das áreas com menor Índice de Desenvolvimento Humano de Fortaleza, vinculado à Estratégia de Saúde da Família com o atendimento do Agente Comunitário de Saúde (ACS), sob a supervisão do enfermeiro. Objetiva apoiar as famílias em situação de vulnerabilidade, para que promovam o desenvolvimento integral de suas crianças e, já realizou mais de 45 mil visitas domiciliares no atendimento de crianças de 0 a 3 anos, em bairros mais vulneráveis das Regionais I, V e VI, e foram capacitados quase 800 profissionais das áreas da saúde, educação e assistência social.

A primeira-dama Carol Bezerra explica que o objetivo do Programa Cresça com Seu Filho/Criança Feliz é ampliar as competências dos cuidadores para que possam promover atividades lúdicas que fortaleçam os domínios do desenvolvimento cognitivo, afetivo, motor e da linguagem das crianças de 0 a 3 anos de idade. “As crianças atendidas pelo programa muitas vezes são desprovidas de carinho e de amor, o ‘Cresça’ vem para transformar esse cenário. Estudos comprovam que uma criança bem cuidada na primeira infância será um adulto mais firme e mais feliz”, afirma Carol.

Janara Pinheiro, psicóloga e professora da Unifor, considera importante a expansão dessa política pública para a UAPS Matos Dourado. “Os alunos do curso de Psicologia participam dessa formação com o compromisso de avaliar o cenário atual, para que eles aprendam como irão atuar ao concluir sua formação e assim, contribuam para o desenvolvimento dos estudantes”, conclui Janara.

Programa

O Cresça com Seu Filho/Criança Feliz é resultado da parceria do Gabinete da Primeira-Dama de Fortaleza com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Secretaria Municipal da Educação (SME) e Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Ministério da Saúde, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Instituto da Infância (IFAN). Dentre os parceiros internacionais, o BID investe numa pesquisa de avaliação de impacto do Programa.

(Foto – Divulgação)

Ministério da Saúde abre consulta para atualizar Guia Alimentar Infantil

Amamentar até que idade? Quando começar a dar alimentos? Que alimentos posso oferecer ao bebê? Essas são algumas das inúmeras dúvidas que surgem com a chegada de um novo integrante na família. Para ajudar pais e responsáveis, foi criado, em 2002, o Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois Anos. Neste ano, o documento será atualizado. O material está em consulta pública até 25 de agosto.

De acordo com o Ministério da Saúde, os dois primeiros anos de vida são decisivos para o crescimento e o desenvolvimento adequado da criança e também para a formação de hábitos e para garantir saúde durante toda a vida. “A alimentação tem papel fundamental em todo esse processo”, ressaltou a pasta.

A nova edição do documento está alinhada com o Guia Alimentar para a População Brasileira e traz recomendações sobre a alimentação das crianças nos dois primeiros anos de vida, para promover saúde, crescimento e desenvolvimento. “O guia pretende ser um apoio à família no cuidado cotidiano à criança, tanto nos momentos de dúvida, durante o aleitamento materno, como no enfrentamento aos desafios cotidianos, no estímulo à prática da cozinha e do comer juntos”.

A atualização deve subsidiar ações de educação alimentar e nutricional em âmbito individual e coletivo no Sistema Único de Saúde (SUS) e em outros setores. “É essa a perspectiva, apresentar as informações necessárias para incentivar, apoiar, proteger e promover a saúde e a segurança alimentar e nutricional da população menor de 2 anos de idade”, disse o ministério.

(Agência Brasil)

Prefeitura de Fortaleza incentiva aleitamento e doação de leite materno

O prefeito Roberto Cláudio inaugura nesta terça-feira (7), a partir das 9 horas, o 7º Posto de Coleta de Leite Humano e a Sala de Apoio à Mulher que Amamenta. A implantação do equipamento, localizado no Hospital Distrital Nossa Senhora da Conceição, no Conjunto Ceará, é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e o Gabinete da Primeira-Dama.

O posto integra a rede de apoio à saúde da mulher e da criança em Fortaleza e funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com um enfermeiro e um técnico de enfermagem. No local as mães que amamentam são incentivadas à doação do leite materno. O material coletado é encaminhado para o banco de leite da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac), responsável pela pasteurização e distribuição.

O espaço também possui uma sala de acolhimento e auxílio às mães e seus filhos, com técnicas que garantem uma amamentação mais eficaz, além do compartilhamento de informações sobre os benefícios do aleitamento materno exclusivo até os seis meses, e prolongado até os dois anos.

O leite materno é considerado o alimento mais completo para o bebê. Nele estão contidas todas as proteínas, vitaminas, gorduras, água e os nutrientes necessários para o seu completo e correto desenvolvimento. Além disso, contém substâncias como anticorpos e glóbulos brancos, essenciais para proteger o bebê contra doenças. Para a mãe também traz benefícios como o menor risco de desenvolver o câncer de mama e de colo do útero, queima de calorias favorecendo o retorno ao seu peso regular, o útero regressa mais rapidamente ao seu tamanho, dentre outros.

A articuladora da área técnica da Saúde da Criança da SMS, Riteméia Mesquita, ressalta que “com os postos de coleta temos a oportunidade de mobilizar as mulheres que amamentam, estimulando-as a fazerem a doação do leite humano em benefício dos recém-nascidos prematuros e/ou doentes que estão internados em UTI neonatal”.

A rede municipal conta com salas para coleta de leite humano nos seguintes locais: posto de saúde Rigoberto Romero (Regional II), posto de saúde Roberto Bruno (Regional IV), posto de saúde Luis Franklin (Regional VI), Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns Neumann, Gonzaguinha de Messejana e Gonzaguinha da Barra do Ceará. As unidades são conveniadas aos bancos de leite do Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), Hospital Geral Dr. Cesar Cals e Hospital e Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac).

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Fortaleza / Foto: Divulgação)

Campanha Sorriso Largo será lançada nesta quinta-feira

A Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acert), Caixa Econômica Federal, Exército Brasileiro, Federação das Indústrias do Estado e Tribunal de Justiça lançarão, às 9 horas desta quinta-feira, na sede do Lar Amigos de Jesus, a 13ª Campanha Sorriso Largo.

O objetivo dessa campanha é arrecadar brinquedos que vão ser distribuídos entre as crianças de 26 entidades.

Em 12 anos de campanha foram arrecadados mais de 98 mil brinquedos, beneficiando crianças de mais de 377 projetos e instituições.

(Foto – Agência da Boa Notícia)

Fortaleza será sede de encontro sobre direitos da criança e do adolescente

Mariana Lobo, defensora-pública-geral integra a coordenação do evento.

Estão abertas as inscrições para o IX Encontro da Magistratura, do Ministério Público e Defensoria Pública da Criança e do Adolescente, que ocorrerá nos dias 23 e 24 deste mês de agosto, das 8 às 17 horas, no Auditório Jesus Xavier de Brito, na sede das Defensoria Pública em Fortaleza.

O tema do encontro já está definido: “Uma visão da infância e da juventude sob a ótica do Sistema de Justiça”.

(Foto – Divulgação)

Setor de Cadastro de Adoções – Redução de pessoal será alvo de protesto

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quarta-feira:

O Setor de Cadastro de Adoções do Fórum Clóvis Beviláqua está ameaçado de reduzir seu pessoal. A queixa é feita pelos grupos que trabalham com os futuros pais interessados em adotar crianças dos abrigos do Estado. Atualmente, são cerca de 10 servidores no setor.

De acordo com Eliseu Castelo Branco Júnior, da Rede Adotiva, uma ONG que trabalha com adoções e dá apoio a interessados em adotar crianças, o setor já opera com certa dificuldade e reduzir pessoal seria causar maior congestionamento. “Hoje um processo de adoção que sairia em um mês demora até seis meses ou mais.

Além disso, há a questão da criança que permanece por mais tempo no abrigo, o que torna difícil a adoção, pois há pais que não querem adolescentes”, explica. No próximo dia 10, às 9 horas, no hall do Fórum, haverá um ato público dos grupos de adoção pedindo reforço e não corte de pessoal no Setor de Cadastro.