Blog do Eliomar

Categorias para Economia

Delfim Netto – "As agências de classificação de risco são todas 171"

“Com sorriso maroto, o economista e ex-ministro da Fazenda e do Planejamento Delfim Netto não hesita em reduzir a nota das agências de risco, como a S&P, e ironiza o rebaixamento dos EUA.

Ele só não é o mesmo de antigamente, porque, aos 83 anos, está ainda mais sarcástico: “As agências são todas 171”.

Ele poupa, por ora, a equipe econômica do governo brasileiro. Mas alfineta a política de juros altos do Brasil dizendo que ele é “o último peru disponível com farofa na mesa dos investidores, fora do Dia de Ação de Graças”.

* Clique para ler a íntegra da entrevista em Delfim Netto: ‘As agências de classificação de risco são todas 171’

(Este Blog com Blog do Noblat)

Balança comercial cearense registra seu pior resultado em sete meses

“A balança comercial cearense acumula, nos sete primeiros meses de 2011, déficit de US$ (FOB) 450,9 milhões. Este é o pior resultado do período (sete meses) dos últimos 10 anos. Já a balança comercial brasileira apresentou superávit de US$ 16,08 bilhões. No mês de julho passado, o Ceará exportou US$ 114.7 milhões, acréscimo de 5,4% em relação ao ano anterior. No total acumulado de 2011, as exportações foram 2,5% superior ao mesmo período de 2010. Enquanto isso, as exportações brasileiras cresceram 31,5%.

Com o desempenho, o Ceará permanece na 15ª posição entre os estados brasileiros exportadores, e 4º do Nordeste. Os três principais setores – Calçados, Castanha de Caju e Couros – foram responsáveis por 59,1% do total exportado até agora em 2011. O setor de Calçados continua sendo o principal exportador, porém permanece em queda (12,6%) quando comparado ao mesmo período do ano anterior. A novidade é que o setor de embarcações fez sua primeira exportação do ano, com duas unidades para a Namíbia.

Os dez principais produtos exportados pelo Ceará – Calçados, Castanha de Caju (amêndoa e LCC), Couros, Têxteis, Ceras vegetais, Fruticultura, Lagosta, Eletrônicos e Eletrodomésticos, Rochas Ornamentais, Máquinas e Metal Mecânico – representam 61,5% do valor total exportado de janeiro a julho deste ano. Entre os maiores compradores, destaque para Peru e Hong Kong, que permanecem com altas taxas de crescimento, respectivamente 351,0% e 122,2%.

Importações

Já as importações cearenses nos sete primeiros meses de 2011 foram de US$ FOB 1.176.043,705 milhões, crescimento de 25,2%. O desempenho registrado é também o maior quando comparado aos primeiros 7 meses dos últimos 10 anos. Já as importações brasileiras subiram 27,5%. Os destaques no Ceará foram as importações de veículos automotores (caminhões-guindastes, da Alemanha) com crescimento de 412,9% em relação ao ano anterior.

Entre os principais produtos, está a compra de Algodão debulhado dos Estados Unidos e Argentina, com crescimento de 651,4%. Quanto aos destinos, o Reino Unido apresentou a maior taxa de crescimento (492,9%). Esse fato se deve, principalmente, à importação de aparelhos autopropulsados. Catar e Venezuela também cresceram suas importações para o Ceará, com a venda de gás natural liquefeito e laminados de ferro/aço, respectivamente.”

(Site da Fiec)

Bancários querem reajuste de 12,8%

“O Comando Nacional dos Bancários entregou, nessa sexta-feira, à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) uma pauta de reivindicações da campanha salarial deste ano, que está na reta final, uma vez que a data de dissídio da categoria é 1º de setembro.

Dentre as principais reivindicações, os bancários querem 12,8% de reajuste salarial, sendo 7,5% da inflação projetada nos últimos 12 meses e 5% de aumento real. Pedem, também, participação nos lucros equivalente a uma parcela fixa de R$ 4,5 mil mais três salários mínimos, além de piso de R$ 2.297,51 para novas contratações.

Junto com as cláusulas financeiras, a categoria relaciona, ainda, a garantia de emprego decente, com plano de cargos e salários para todos, fim das metas abusivas de produtividade, combate ao assédio moral, seguranças contra assaltos, fim das dispensas imotivadas, mais contratações, fim da rotatividade, reversão das terceirizações, igualdade de oportunidades, aposentadoria digna e banco para todos, sem precarização.

Ao entregar a pauta de reivindicações ao novo presidente da Fenaban, Murilo Portugal, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf), Carlos Cordeiro, ressaltou que “o momento positivo que o país vive, com crescimento econômico”, exige que o sistema financeiro, “que continua lucrando como nunca”, também contribua para o desenvolvimento, com melhor distribuição de renda.”

(Agência Brasil)

Funcap lança edital para apoiar pesquisa em micro e pequenas empresas

A Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) divulga, em seu site, o edital nº 10/2011 – Pappe Integração. A chamada objetiva selecionar propostas empresariais para subvenção econômica à pesquisa e ao desenvolvimento de produtos e processos inovadores no Estado. Podem participar micro e pequenas empresas com sede no Ceará.

Para este edital, será investido um valor global de até R$ 9 milhões, sendo R$ 6.863.875,33, concedidos pela Finep e R$ 2.136.124,67 pela Funcap, através de recursos do Tesouro Estadual, para aplicação em 24 meses. As empresas podem apresentar propostas com valores entre R$ 100 mil e R$ 400 mil, incluindo a contrapartida financeira, com valor mínimo correspondente a 10% (dez por cento) dos recursos do projeto.

SERVIÇO

O edital já está disponível no site da Funcap através do link ttp://montenegro.funcap.ce.gov.br/sugba/edital/114.pdf.

(Site da Funcap)

Presidente do BC: Crise mundial pode levar anos até se dissipar

146 1

“O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, reiterou hoje (12) o Brasil está preparado para reagir à crise financeira mundial. Segundo ele, as condições da economia do país são melhores do que as apresentadas em 2008, quando o mercado global também passou por problemas. “O Brasil tem condições de reagir caso o cenário requeira”, disse Tombini.

Em seu discurso durante um seminário promovido pelo BC em São Paulo, Tombini disse que as reservas internacionais do Brasil são maiores hoje do que em 2008. Segundo ele, a boa situação financeira dos bancos do país e o volume de depósitos compulsórios deixam o Brasil mais seguro para momentos de turbulência.

Por tudo isso, Tombini ratificou que o país está preparado. “O Brasil está preparado para ambiente global mais complexo e difícil.” Ele disse ainda que crises fiscais, geralmente, levam anos até se dissipar. Portanto, a economia global pode passar por “sobressaltos” nos próximos anos.

“[A crise da dívida] não é um processo que se resolva da noite para o dia”, disse ele. “Na trajetória de resolução, estamos sempre sujeitos a sobressaltos.”

O presidente do BC disse também que a atual crise é consequência da de 2008. Segundo ele, o esforço que os governos fizeram para ajudar os bancos há quatro anos acabou “deteriorando” a situação fiscal de alguns países.”

(Agência Brasil)

Brasil bate recorde nas exportações do agronegócio

“O agronegócio brasileiro alcançou um novo recorde ao exportar, no acumulado dos últimos 12 meses, entre agosto de 2010 e julho deste ano, US$ 85,76 bilhões em produtos agropecuários. O resultado é 23,7% maior que o registrado nos 12 meses anteriores, quando o valor comercializado para o exterior foi US$ 69,36 bilhões. As importações, na comparação entre os dois períodos, aumentou 34,2%, passando de US$ 11,86 bilhões para US$ 15,91 bilhões.

De acordo com o Ministério da Agricultura, que divulgou os dados nesta sexta-feira, 12, o saldo da balança comercial do agronegócio cresceu 21,5% nesse período, ou US$ 12,35 bilhões, passando de US$ US$ 57,5 bilhões para US$ 69,85 bilhões.

Os principais compradores dos produtos do agronegócio brasileiro continuam sendo a China, com participação de 14,8%, os Países Baixos (7,4%), os Estados Unidos (6,7%) e a Rússia (5,7%). Entre os que apresentaram maiores aumentos percentuais nas compras, destacam-se Argélia (104,7%), Espanha (55,9%), Japão (49,3%) e Rússia (40,9%).

Em julho, as exportações do setor alcançaram US$ 8,47 bilhões, um aumento de 15,6% em relação ao mesmo mês de 2010. As importações cresceram 23,8%, chegando a US$ 1,41 bilhão, o que rendeu um superávit de US$ 7,06 bilhões. O saldo é 14,1%, ou US$ 873,5 milhões, maior que o de julho do ano passado.

Segundo o ministério, os setores que mais contribuíram para os resultados positivos foram o complexo sucroalcooleiro, com aumento de 53,1% das exportações em julho, a soja, com crescimento de 31,6% e o café, com 12,5%.

Entre os três produtos mais vendidos no mês (complexo sucroalcooleiro, soja e carne), com mais de US$ 1 bilhão em exportações, a carne foi o único que teve retração no mês, de 3,2%. As exportações de carne de aves se expandiram, mas as de carnes bovina in natura e suína, esta última mais afetada pelo embargo da Rússia a frigoríficos do Rio Grande do Sul, Paraná e de Mato Grosso, diminuíram 22,5% e 17,4%, respectivamente.”

(Agência Brasil)

Secretário trata com BID de projetos para as regiões do Baixo Jaguaribe e Vale do Acaraú

Camilo e Ana Maria Ortiz, do BID.

O secretário estadual das Cidades, Camilo Santana, esteve reunido, na tarde desta quinta-feira, com Ana Maria Rodrigues Ortiz, gerente do setor de capacidade institucional do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Na ocasiaão, ele apresentou o projeto feito por sua pasta para as regiões do Baixo Jaguaribe e Vale do Acaraú. A reunião, que ocorreu na Secretaria da Fazenda (Sefaz), serviu, conforme o secretário, para mostrar como o Ceará está se preparando para receber os investimentos do Banco.

Camilo Santana mostrou à missão do BID como a Secretaria das Cidades irá trabalhar o desenvolvimento dessas duas regiões. “Nós teremos três eixos: melhoria da infraestrutura, fortalecimento institucional e da gestão dos municípios e apoio aos arranjos locais produtivos. A gerente do BID, Ana Maria, gostou muito da nossa linha da atuação”, afirmou o secretário.
Segundo Ana Maria Rodrigues Ortiz, o Ceará um importante parceiro do BID porque possui uma excelente gestão. “Nós queremos mostrar esse modelo de trabalho para outros estados do Brasil”, afirmou.
(Foto – Divulgação)

Caixa que oferecer R$ 90 bilhões em financiamentos imobiliários neste ano

“A Caixa Econômica Federal revisou sua previsão de concessão de financiamentos imobiliários para este ano. Segundo o presidente do banco, Jorge Hereda, a previsão inicial de R$ 81 bilhões em financiamentos passou para R$ 90 bilhões.

A nova previsão foi divulgada hoje (11) durante coletiva de imprensa para divulgação dos resultados semestrais da Caixa.

No primeiro semestre de 2011, o lucro líquido do banco chegou a R$ 2,3 bilhões – um crescimento de 36,4% em relação ao mesmo período de 2010. O resultado foi impulsionado, principalmente, pelo crescimento das operações de crédito. O saldo da carteira do banco cresceu 38% no primeiro semestre e atingiu R$ 205,9 bilhões.”

(Agência Brasil)

Desfile de moda encerra congresso de trabalhadores do setor têxtil

O 24º Congresso Nacional dos Trabalhadores da Indústria Têxtil será encerrado nesta sexta-feira, às 18 horas, no Centro de Convenções, com assembleia da Associação Brasileira de Técnicos Têxteis.

Haverá, também, um desfile de moda organizado pela Faculdade Católica do Ceará.

O congresso foi realizado em paralelo à Feira Maquintex 2011, de máquinas do ramo têxtil, e foi avaliado como positivo pela organização. Foram mais de 50 palestras de profissionais de todo o País.

Dilma inaugura terminal que ainda aguarda licença para operar comercialmente

227 1

A presidente Dilma Rousseff inaugurou, nesta quinta-feira, ao lado do governador Cid Gomes (PSB) e comitiva, o terminal multiuso do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza). Ela reiterou apoio aos grandes projetos tocados pela administração Cid Gomes (PSB).

O terminal entregue por Dilma, com as obras físicas concluídas, ainda está dependendo da liberação da Licença de Operação para começar a operar comercialmente.

O equipamento ainda deverá receber uma visita de técnicos do Ibama, que farão uma vistoria do equipamento para liberar o licenciamento.

(Foto – Cláudio Barata)

Dilma inaugura terminal multiuso do Pecém

A presidente Dilma Rousseff inaugurou, nesta quinta-feira, a correia transportadora e o terminal multiuso do Complexo Industria do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza), sob olhares do governador Cid Gomes e de comitiva.

Apesar do forte calor, Dilma não perdeu o sorriso a cada circulada pelo local.

Correia transportadora

Com seis quilômetros de extensão e capacidade para movimentar 2.400 toneladas por hora, o sistema de correias transportadoras equivale a 200 caminhões/hora (12 toneladas cada) carregados com minérios. O sistema é composto por três tramos, sendo um transportador convencional (interligado no píer 1 aos descarregadores de navios GSU e CSU), dois transportadores tubulares, com tecnologia alemã e fabricação totalmente nacional. Além da elevada capacidade de transporte, as correias transportadoras instaladas no CIPP realizam o transporte de forma totalmente fechada evitando, assim, a geração de pós de minérios durante o trajeto, um ganho ao meio ambiente

(Foto – Cláudio Barata)

No Pecém, Dilma posa ao lado de trabalhadores

A primeira atitude que a presidente Dilma Rousseff adotou, ao chegar nesta manhã de quinta-feira ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Regão Metropolitana de Fortaleza), foi posar ao lado dos trabalhadores responsáveis pela terraplengem da futura siderúrgica.

O projeto é tocado pelo consórcio formado pelos grupos Dong Kuk, Posco e Vale do Rio Doce.

Dilma, que já havia distribuido simpatias em Fortaleza, quando da saída do Gran Marquise Hotel,  após dar entrevista para um pool de emissoras de rádio, conversou com trabalhadores e gostou do que viu no Complexo Industrial do Pecém. Renovou apoio  aos grandes projetos tocados com apoio do governador Cid Gomes (PSB).

(Foto – Cláudio Barata)

Mantega quer ação conjunta para evitar que crise atinja a América do Sul

 

“O ministro da Fazenda, Guido Mantega, pretende discutir com os países da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) medidas para fortalecer o bloco e impedir que a crise econômica mundial contagie a região. Formada por 12 países, a Unasul promove uma reunião em Buenos Aires, até amanhã (12), para discutir a atual situação da economia. Mantega embarca hoje (11) às 15 horas para a capital argentina e à noite se reúne com o ministro da Economia e Finanças Públicas do país vizinho, Amado Boudou.
“Vamos conversar sobre a crise e as consequências nos países da América Latina e as medidas que podemos tomar para nos fortalecer e impedir que sejamos contagiados. A América Latina tem um desempenho melhor do que os países avançados, a Europa e os Estados Unidos e nós queremos preservar isso”, disse ao chegar ao Ministério da Fazenda.

Mantega defendeu a importância de um estreitamente maior nas relações entre os países integrantes da Unasul para que sejam mais bem aproveitados os mercados regionais e as relações comerciais entre os países que compõem o bloco.

Na última terça-feira (9), o ministro participou de audiência na Câmara dos Deputados para falar sobre a crise. Segundo ele, o Brasil tem mais espaço para manter o aquecimento da atividade econômica do que os países desenvolvidos e está preparado para as possíveis turbulências. Mantega também disse que o Brasil continuará controlando os gastos públicos para impedir a disparada da dívida, um dos grandes problemas dos países considerados desenvolvidos.”

(Agência Brasil)

Tudo pronto para a festa do Pecém

Tudo pronto para a festa que a presidente Dilma Rousseff e o governador Cid Gomes conferirarão, nesta quinta-feira, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza). A presidente desembarcou por volta das 2 horas da madrugada e está como hóspede do Gran Marquise Hotel, na avenida Beira Mar.

As obras de construção da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), iniciadas desde 1º de junho deste ano, serão visitadas, às 10h30min, pela presidente Dilma Rousseff. Ela, juntamente com o governador, acompanhará a terraplenagem da área destinada à CSP e a entrega das obras da área estadual da Correia Transportadora e do Terminal de Múltiplas Utilidades (Tmut) do Porto do Pecem.

Durante a solenidade, a presidente conhecerá a área de terraplenagem da siderúrgica, a Correia Transportadora e oficializará a entrega do Tmut, que foi ampliado, com investimento de R$ 414 milhões. Isso, ao lado do consórcio que investe no projeto, no caso os grupos Dong Kuk, Posco e Vale.

Dilma almoçará no Pecém e concluirá agenda no Ceará conferindo em Pacajus (Região Metropolitana de Fortaleza) a entrega de uma polícilinica. Com a presidente, os ministros Fernando Pimentel (Desenvolvimento), Leônidas Cristino (Portos) e Alexandre Padilha (Saúde).

A bancada federal cearense acompanhará o ato tendo á frente os senadores José Pimentel (PT), Inácio Arruda (PCdoB) e Eunício Oliveira (PMDB).

Sindicato dos Bancários vai denunciar ao MPT excesso de terceirizações no BNB

226 1
O Sindicato dos Bancários do Ceará vai formalizar denúncia junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT) contra a terceirização de serviços no Banco do Nordeste do Brasil. O BNB é hoje, segundo dados obtidos da entidade, o que detém o maior percentual de terceirização entre os bancos federais no Ceará, ultrapassando a paridade de um terceirizado para um concursado.
“Esse nível de terceirização é escandaloso”, afirma o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e diretor do Sindicato, Tomaz de Aquino. Essa terceirização atinge todas as áreas do Banco, inclusive áreas-fins, como a Central de Retaguarda Operacional, a Tecnologia da Informação, Comunicação e Publicidade e a Central de Apoio Logístico.
“Uma das áreas onde a terceirização tem aumentado escandalosamente é a Central de Documentação que contratou, nos últimos anos, mais de 100 novos terceirizados, apresentando um percentual de crescimento na contratação de serviços prestados superior a 300%”, declara o diretor Pedro Moreira, que antes de ser liberado para o Sindicato trabalhava na área e é profundo conhecedor do setor.
Para o sindicato, os elevados índices de terceirização no BNB atingem também a operacionalização do Credi e do Agro Amigo, programas de microcrédito operados pela Instituição. Somente na realização desses serviços são mais de 180 terceirizados no Estado.
A denúncia do sindicato ao MPT vai exigir um Termo de Ajuste de Conduta da direção do BNB para enquadrar a terceirização em patamares aceitáveis e restringir a contratação de serviço às áreas-meio. “Por outro lado, é inadmissível tanta terceirização, quando existem milhares de concursados aprovados esperando uma vaga na Instituição”, afirma Tomaz de Aquino, exigindo que a Direção do Banco assuma postura mais firme ao cobrar do Governo aumento na dotação de pessoal, congelada há anos, enquanto que no Banco do Brasil e na CEF a admissão de concursados ocorre todas as semanas.

CIC traz presidente da Vulcabras para debater redução das desigualdades regionais

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Milton Cardoso dos Santos Filho, também presidente da Vulcabras S.A, dará palestra às 18h30min desta quinta-feira, dentro de ciclo de debates do Centro Industrial do Ceará. O evento ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias do Estado (Fiec).

Com Milton Cardoso, estará o jurista Hugo de Brito Machado. Os dois debaterão o tema “Redução de Desigualdades Regionais Mediante Incentivos Fiscais” e darão oportunidade ao público de lançar questionamentos sobre a conjuntura econômica atual do País. Eles vão fazer uma análise da evolução das desigualdades regionais  no processo de crescimento econômico brasileiro e traçar algumas linhas de enfrentamento aos novos desafios do desenvolvimento.

Milton Cardoso, na condição de presidente da Abicalçados, participou de todo o processo de construção das medidas, anunciadas no último dia 2 pelo Governo, para promover a indústria.

Ipea divulga relatório sobre impactos do câmbio

“O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulga nesta quinta-feira, às 14h30min, em São Paulo, o Comunicado do Ipea no 106 – Impactos do câmbio nos instrumentos de comércio internacional: o caso das tarifas. O estudo será apresentado pelos técnicos de Planejamento e Pesquisa do Instituto, Ivan Tiago Machado Oliveira e André Calixtre, e pela professora da EESP-FGV e bolsista do Ipea, Vera Thorstensen, no Gabinete da Presidência da República (Avenida Paulista, 2163, auditório do 17º andar).

O Comunicado mostra os impactos dos desalinhamentos cambiais nos instrumentos de comércio internacional, como estabelecidos pela Organização Mundial do Comércio (OMC). O estudo examina os efeitos das variações cambiais sobre as tarifas e suas consequências para o sistema multilateral do comércio.”

(Site do Ipea)

Coelce é eleita a melhor distribuidora de energia do País

195 3
A Coelce é a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil. Anunciou a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee)  anunciou durante solenidade de entrega de premiação das concessionárias de maior destaque do setor no País, realizada em Brasília, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Além de ter sido a melhor do Brasil em distribuição, a concessionária também conquistou a primeira posição entre as distribuidoras da região onde atua (Nordeste) e o primeiro lugar em Responsabilidade Social, pela primeira vez em todas as edições da premiação.
Na oportunidade, também foram detalhados os resultados da 13ª edição da Pesquisa Abradee de Satisfação do Cliente Residencial, que avalia o nível de satisfação dos consumidores em relação aos serviços realizados pelas distribuidoras.
A distribuidora obteve um Índice de Satisfação da Qualidade Percebida (ISQP) de 88,4%, o melhor do Brasil e 11,7 pontos percentuais acima da média Abradee. Com esses resultados, a Coelce alcança o melhor desempenho de sua história na premiação.
(Com site da Abradee)

CVT Portuário inscreve para cursos na área gerencial

666 2

O Centro Vocacional Tecnológico Portuário (CVT) da Companhia Docas do Ceará inscreve para oficinas e palestras gerenciais, a serem ministradas por professores do Sebrae. Os eventos ocorrerão nos dias 18 e 19 próximos, com aulas das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas, no espaço multiuso do CVT Portuário.

Os cursos são totalmente gratuitos e destinados aos moradores do entorno do Porto de Fortaleza e as inscrições podem ser feitas na recepção do CVT Portuário. Todos os participantes receberão certificado com a chancela do Sebrae.

Confira os temas das oficinas (6 horas/aula):

Como montar um pequeno negócio de artesanato de bonecos e colar de fuxico
Como montar um pequeno negócio de artesanato de arte em retalhos e sobras
Como montar um pequeno negócio de arte em  E. V. A.
Como montar um pequeno negócio de artesanato utilizando a garrafa pet
Como montar um pequeno negócio fazendo embalagens de papel e papelão
Como montar um pequeno negócio de arte em bijuterias
Como montar um pequeno negócio fazendo lanches rápidos para vender (doces e salgados)
Como manipular produtos de limpeza / produtos de limpeza básicos
Como montar salão de beleza fazendo penteados e maquiagem para eventos
Como fazer maquiagem e penteados para Eventos
Receitas juninas (doces e salgados)
Como pintar unhas decorativas 

Confira o tema das palestras gerenciais (2 horas/aula):

Aumentando suas oportunidades de emprego
Técnicas de vendas
Transforme informações em bons negócios
Empreendedor Individual: O que é? Quem pode enquadrar-se? Como será a tributação? Como será o registro? Quais são os benefícios adquiridos?

SERVIÇO

CVT Portuário –  Avenida Vicente de Castro, s/n – Cais do Porto.

Mais informações – (85) 3266.8854 ou (85) 3266.8818.