Blog do Eliomar

Categorias para Economia

Aeronautas e aeroviários ameaçam greve às vésperas do Natal

Aeronautas (pilotos e comissários de bordo) e aeroviários (serviços em terra) ameaçam parar as atividades às vésperas do Natal. Essas categorias, por meio dos seus sindicatos e o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) ainda não chegaram a um acordo salarial. Por conta diss, os trabalhadores estão convocando assembléias para discutir um indicativo de greve nos dias 23 e 24 deste mês.

Segundo o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac/CUT), Celso Klafke, a proposta final das empresas é de aumento igual ao INPC acumulado do ano, que deve ficar abaixo de 4,5%. Os trabalhadores pedem 10% de aumento.

– Ao longo das diversas crises do setor, sempre que as empresas precisaram, elas procuraram os sindicatos em busca de apoio. A resposta aos trabalhadores, em meio ao excelente momento em que elas vivem, é aviltante – afirmou.

A data-base das categorias foi em 1º de dezembro. No dia 8 haverá assembléia no aeroporto de Guarulhos e no dia 9, no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Também está marcado para o dia 10, no Galeão, um ato público da categoria.

(Com Globo Online)

Ibama atrasa duplicação da BR-222 e Transnordestina

“Dois projetos de largo alcance social para o Ceará e com repercussões significativas para a economia do Estado continuam empacados na burocracia do Ibama, em Brasília. O primeiro é a Ferrovia Transnordestina, no trecho que ligará Missão Velha (Cariri) ao Porto do Pecém (São Gonçalo do Amarante). Segundo o presidente da Transnordestina Logística, Tufi Daher, só falta sair a licença de instalação para que a obra possa começar em janeiro. O outro projeto emperrado é a duplicação da BR-222 – trecho Caucaia-Porto do Pecém. O superintendente estadual do Dnit, Guedes Ceará, espera também a liberação da licença por parte do Ibama que, pelo visto, virou a pedra no caminho do governo estadual e seus projetos estruturantes programados para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Até quando?”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Fortaleza é o 5º maior IPTU do Nordeste

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) per capita de Fortaleza é o oitavo menor do País, conforme dados da Revista Multicidades da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), lançada segunda-feira, 30 de novembro. Em relação ao Nordeste, a capital cearense fica na quinta colocação, com IPTU mais caro que o de Natal (R$ 43), João Pessoa (R$ 39) e Teresina (R$ 21).

A diferença entre os valores de IPTU per capita entre Fortaleza e as capitais mais caras é grande. São Paulo (R$ 292), Florianópolis (R$ 249) e Rio de Janeiro (R$ 209) lideram o ranking. Por outro lado, entre os resultados mais baratos que o da Capital, a maior diferença é de R$ 25, sobre o valor Teresina, o mais baixo do País.

DETALHE – A prefeita Luizianne Lins está na França, como divulgamos em post do Blog. Participa em Lyon da III Conferência de Cooperação Franco-Brasileira.

Bancada nordestina e Conselho Federal de Contabilidade discutem reformas do País

A bancada federal do Nordeste foi convidada para uma reunião, no próximo dia 8, com a direção do Conselho Federal de Contabilidade, em Brasília. O objetivo é discutir projetos do interesse da categoria e que tramitam no Congresso Nacional. Nessa lista,questões profissionais e também reformas tribuária e trabalhista.

O encontro ocorre por sugestão dos presidentes dos Conselhos Regionais de Contabilidade de Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe e do Conselho Federal de Contabilidade, representado pela contadora Maria Clara Bugarim.

Maria Clara aproveitará para apresentar suas despedidas, pois ano que vem assumirá nova direção. Um cearense integrará o comando: Martônio Coelho,que responderá pela presidência da Fundação Nacional de Contabilidade.

Ceará atrai investidores catarinenses do ramo de confecções

ivanbezerra

Doce vida – Ivan Bezerra anuncia investimentos. 

O presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimetno Econômico (Cede), Ivan Bezerra, estará nesta quinta-feira em Florianópolis onde, segundo informa, jantará com um grupo formado pro seis empresários que quer se transferir para o Ceará. Segundo informou, são investidores do setor de confecções.

Ivanm Bezerra adiantou que vem conversando com o grupo há meses e que alguns, inclusive, já iniciaram a fase de instalação em cidades da Região Metropolitana de Fortaleza como é o caso da Malwee, em Pacatuba. Ao todo, esses industrias deverão ofereceru ao Estado 6.700 empregos diretos, quando concluirem o processo de instalação até o fim do primeiro semestre de 2010.

Ivan Bezerra está nesta quarta-feira na Região do Cariri onde, ontem à noite, ao lado do governador Cid Gomes e de vários outros secretários, prefeitos e convidados, circulou no Metrô do Cariri, um veículo leve sobre trilhos que ligará Juazeiro do Norte ao Crato e que, nos próximos seis meses, vai operar sem cobrar passagem.

(Foto – Paulo Moska)

Servidores invadem prédio da ABC Card

O clima é de confusão na porta do antigo Banfort (Centro de Fortalza), nesta manhã de quarta-feira. Ali, opera a sede da ABC Card, empresa responsável pela administraçao de consignações no Estado voltadas para servidores públicos.

Um grupo de servidores revoltado com as regras definidas pelo governo no quesito empréstimos via carrtão único, invadiu o prédio. Muitos reclamam não ter mais acesso a empréstimos.

Há informações de que a Secretaria do Planejamento e Gestão ainda não liberou convênio com empresas para que a ABC Card possa fazer as transações em favor de servidores.

CPI da Coelce – Relatório final será divulgado nesta 4ª feira

O deputado estadual Lula Morais (PCdoB) vai apresentar nesta quarta-feira, às 15 horas, o relatório final da CPI da Coelce. Ao lado do presidente da comissão, o tucano João Jaime, divulgará resultado de coleta de depoimentos e documentos que durou 180 dias. A apresentação ocorrerá no Plenário 13 de Maio.

Segundo Lula Morais, o relatório da CPI está dividido em cinco itens, em que se destaca o histórico do setor elétrico no Brasil; a problemática da metodologia de cálculo desde o ano de 2002; a superestimativa da parcela B; a relação da Coelce com a Central Geradora Térmica Fortaleza (CGTF); a ausência de gás e a manutenção incondicional do lastro operacional da CGTF. 

Lula Morais encon6ra-swe no Recife, onde acompanha julgamento de ação popular interposta por ele e o deputado federal Chico Lopes (PCdBO contra reajuste de tarifa da Coelce.

Ministro da Pesca vem inaugurar terminal pesqueiro de Camocim

O ministro Altemir Gregolin (Pesca e Aquicultura) agenda nova visita ao Ceará ainda neste mês. Segundo o superintendente estadual da pasta, Melquíades Carneiro, para inaugurar o terminal pesqueiro da cidade de Camocim (Litoral Oeste).

“Já está tudo prontinho e aguardando inauguração”, disse Melquíades, adiantando que o novo terminal foi resultado de um investimento da ordem de R$ 8,5 milhões do governo federal..

Melquíades Carneiro informou que o projeto conta com infraestrutura completa e conta com fábrica de gelo.

TRF-5ª Região julga ação popular contra tarifas abusivas da Coelce

lulamor

O Tribunal Regional Federal – 5ª Região, com sede no Recife, vai julgar, nesta terça-feira, uma açaõ popular interposta pelo deputado estadual Lula Morais e pelo deputado federal Chico Lopes, ambos do PCdoB, contra “aumentos abusivos” praticados pela Coelce. A ação tem a assessoria jurídica do advogado Odijas Frota.

Nesta manhã de terça-feira, Lula Morais e Odijas seguiram para a Capital pernambucana onde, a partir das 15 horas, acompanharão o julgamento. “Nós entramos com essa ação popular em 2007 e denunciamos o contrato da Coelce com a Central Geradora Termoelétrica Fortaleza (CGTF) que é imoral e que reajustou pra cima a tarifa”, explicou Lula Morais.

Conforme o parlamentar, em 2007, a revisão “ao invés de ter sido menos seis por cento, teria que ter sido menos 20 por cento. Enfim, um contrato cheio de ganho, o que é um absurdo”, disse o deputado comunista, que está otimista quanto ao julgamento.

“O que queremos é que esse contrato da Coelce com a Termoelétrica Fortaleza seja rompido. Tem sido oneroso para todos, é abusivo e, se não tivéssemos esse contrato em vigor, nós teríamos ganhos. Essa imoralidade precisa ser derrubada. Mesmo tendo muita chuva e carga das hidrelétricas do Brasil, nenhuma termoelétrica está sendo despachada. Só a do Ceará, mesmo sem ser despachada e sem gerar”, lamentou Lula MOrais.

Ele condenou ainda que a TermoFortaleza compre energia a R$ 16,31 o megawatt/hora e revena a R$ 160,00 para a Coelce, que joga isso no bolso do sofrido cearense. É tudo da Endesa, da mesma casa. Tira do bolso direito, passa par o bolso esquerdo, elva par   Endesa e manda para a Europa. Nisso, a Aneel tem sido irresponsávle e conivente”.

IPTU do fortalezense pode subir até 50% em 2010

luizainnelinss
“Irlanda Barroso de Almeida, 56, juntamente com a família, reside há 28 anos no bairro Antônio Bezerra. Ela ainda não sabe, mas vai pagar mais caro pelo Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) em 2010. Este ano, contribuiu com R$ 282,72, à vista. “Eu acho que esse valor está bom. Agora, se subir muito, vai ser um absurdo.“

A Planta Genérica de Valores Imobiliários do IPTU de Fortaleza deve sofrer reajuste de 30% a 50% para o próximo ano, declarou ontem a própria prefeita Luizianne Lins (PT), após a cerimônia de abertura da 56ª Reunião da Frente Nacional de Prefeitos. Com o aumento, a expectativa é de que a arrecadação com o imposto dobre no ano que vem. Em 2009, a Prefeitura recebeu R$ 104 milhões dos contribuintes do IPTU. A meta, por tanto, é chegar a cerca de R$ 200 milhões com o imposto próximo ano.

A definição do reajuste deve ocorrer ainda essa semana, conforme a prefeita, quando serão concluídos estudos de impacto financeiro com o titular da Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), Alexandre Cialdini. A prefeita afirmou ainda estudar outros cenários para incrementar a receita, como mexer na alíquota, nas faixas de arrecadação ou mesmo fazer uma mescla de modificações.

A advogada tributarista Patrícia Bezerra Campos explica que não se trata de uma modificação da alíquota, e sim a mudança do valor venal (de venda). É o recadastramento dos imóveis para, depois, aplicar a alíquota. “Se ficar só a critério da Prefeitura, não vai ser a avaliação mais justa. Teria que fazer um trabalho junto aos cartórios e ao Creci-CE (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Ceará).“

Segundo justificou a chefe do Governo Municipal, a defasagem da planta de valores é de 130%. A planta é um instrumento que permite fixar previamente os valores básicos unitários dos terrenos e das edificações, expressos por metro quadrado de área.

Entretanto, para não causar um grande impacto no bolso do contribuinte, a correção será parcelada, amenizou. “Nós vamos fazer um ajuste linear, que deverá ser em torno de 30% a 50%, da planta de valores“, explicou. Além da correção da planta, haverá a manutenção da progressividade da alíquota e o aumento linear baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Ao mesmo tempo em que concede reajuste, deve haver um aumento na faixa de isentos. “Nós deveremos ter uma combinação de aumentar ainda mais a faixa de isenção e tentar modificar a alíquota nos setores médio e alto da população“, afirmou. A mesma medida foi tomada no município de São Paulo. Luizianne não detalhou os critérios nem as categorias de imóveis com as altas.

Serasa
Assim como ocorreu com o Programa de Refinanciamento de Imposto Devido (Refis) 2009 &, o projeto para o IPTU em 2010 pode constar a inclusão dos “grandes inadimplentes“ no Serasa, afirmou Lins.

“Aquele estudo que o Estado do Ceará já fez, nós inclusive também estávamos em estudo. Estamos estudando a formatação de colocar no Serasa. Quem deve não tem que pagar?“, questionou.

A prefeita lembrou que existem cerca de 80 mil pessoas que deveriam estar pagando o IPTU, mas não estão. “Você está pagando pelo fato de ter o seu imóvel, que vai ter rua para o automóvel andar, sou seja, é a manutenção da cidade“, comentou.”

(O POVO)

Vendas na construção civil do Ceará fecham 2010 com saldo positivo

armandoc

“As vendas de imóveis no Ceará fecharão 2009 com um incremento de 5% a mais, se comparado com 2008. Entre os destaques, empreendimentos financiados por construtoras que apostam em condomínios fechados e prédios de luxo.Esses dados constam do balanço que o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado fecha. Além do balanço, aponta para uma perspectiva de crescimento do setor em 2010 da ordem de 10% “porque o programa Minha Casa , Minha Vida, do governo federal, está mudando exigências burocráticas justamente para ter maior aplicabilidade“, avisa o presidente do Creci-CE, Armando Cavalcante. “Virão projetos integrados, abrindo para loteamentos“, diz ele, sem tocar num detalhe importantíssimo na sedimentação desse programa: 2010 é ano eleitoral.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Facic entrega Medalha Virgílio Távora

cesarasfor

A Federação das Associações do Comércio, Indústria e Agropecuária do Ceará (Facic) vai entregar a Medalha Virgílio Távora, sua mais alta comenda. A festa ocorrerá na próxima quinta-feira, às 19h30min, em sua sede (Centro de Fortaleza).

Serão agraciados o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro César Asfor Rocha, e o presidente da Federaçaõ da Agricultura do Ceará (Faec), José Ramos Torres de Melo.

Entidades da área de engenharia abrem guerra contra a Coelce Plus

Um relatório sobre o Movimento de Combate à Concorrência Desleal Praticada pela Coelce (Coelce Plus) será divulgado nesta terça-feira, às 8h30min, durante café da manhã, no Hotel Residence Service (Bairro Meireles).

A mobilização envolve Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (Senge-CE), presidido pela engenheira eletricista Thereza Neumann; o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon/CE), presidido pelo engenheiro civil Roberto Sergio; o Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia do Estado do Ceará (Crea/CE), presidido pelo engenheiro eletricista Antonio Salvador da Rocha, e representantes de diversas entidades profissionais da Área Tecnológica do Estado do Ceará..

A ordem é abrir guerra contra a Coelce Plus, empresa da Coelce, que oferece serviços mais baratos para a sua clientela, no que vem gerando a quebradeira de empresas do ramo. A Agência Reguladora de Energia Elétrica (Aneel) divulgou parecer sobre o caso, o que vai ser divulgado nesse encontro.

Metrô do Cariri será inaugurado nesta 3ª feira

“O Metrô do Cariri, que liga as cidades do Crato e Juazeiro do Norte, será inaugurado amanhã, dia 1º. A solenidade de inauguração será dividida entre as duas principais cidades da região. Às 19h30min, a cerimônia será na Estação do Crato; e às 20 horas, a festa ocorre na Estação de Juazeiro do Norte. O Metrô do Cariri está orçado em R$ 25.190.720,90. Nessa primeira fase, o metrô irá circular na chamada operação branca, cuja característica é a não cobrança de ilhetagem. É um período de adaptação, quando serão verificados o desempenho dos equipamentos e a adaptação de funcionários e população ao novo serviço. O Metrô vai começar a circular com três estações concluídas: Crato, Teatro e Juazeiro.”

(O POVO)

CPI da Tarifa – Aneel foi capturada por distribuidoras

“O relatório final da CPI da Tarifa de Energia, aguardado para esta tarde, deverá trazer acusações pesadas contra ex-dirigentes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Deputados da comissão dizem ter fortes indícios de que diretores e outros funcionários do comando da agência usavam os cargos para favorecer empresas que deveriam fiscalizar.

“A Aneel foi capturada pelas distribuidoras de energia”, diz o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), presidente da comissão. “Os diretores da agência já saem de lá com emprego garantido para alguma empresa que ajudaram quando estavam lá dentro.”

As suspeitas atingem grandes empresas de energia, distribuidoras regionais e pessoas que tiveram papel estratégico na Aneel antes de mudar de lado e ir para a iniciativa privada. O ex-diretor-geral José Maria Abdo e outros dois colegas são citados como suspeitos do suposto favorecimento a uma empresa do Grupo Neoenergia.

Eles autorizaram a empresa a repassar quase R$ 300 milhões à tarifa cobrada dos consumidores em Pernambuco. Pouco depois, quando Abdo e os colegas deixaram a Aneel, montaram uma consultoria e foram trabalhar para a Neoenergia.”

(Estadão)

TCU barra licitação do Banco do Brasil

“O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou, por meio de medida cautelar, a suspensão temporária de pregão eletrônico realizado pelo Banco do Brasil (BB) para a contratação de serviços de suporte de infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação (TIC). O BB deverá interromper o processo até que o tribunal decida sobre indícios de graves irregularidades encontrados no pregão. 

Entre os indícios apontados está o fato de o edital prever a contratação de mão de obra com base em horas trabalhadas e não de acordo com a apresentação de resultados, conforme exigido em processos dessa natureza.

Além disso, houve a inclusão no edital de exigência irrelevante para a prestação do serviço em questão e de itens que não definem com clareza onde os trabalhos contratados serão realizados.

O Banco do Brasil tem 15 dias para se manifestar sobre as ocorrências.  O ministro Valmir Campelo é o relator do processo.”

(Com Agências)

Presidente do BC diz que moratória de Dubai não preocupa Brasil

heriqu

“O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou hoje (27) que a moratória anunciada pelo governo de Dubai para pagamento de dívidas do fundo de investimentos Dubai World não deve preocupar o governo e os bancos brasileiros. Para Meirelles, o evento é um alerta contra o “excesso de euforia”.

“O problema do excesso de euforia é quando se acha que não tem mais problema nenhum no mundo inteiro e o primeiro problema mais importante gera o efeito contrário”, disse Meirelles.

Para ele, problemas como esse de Dubai ainda podem ocorrer em todo o mundo, mas não são tão preocupantes, nem devem gerar colapso no sistema financeiro global porque os bancos internacionais estão tomando providências para enfrentar situações como essas.

“O ambiente hoje é de cuidado, preocupação. Alguns bancos devem perder recursos nessa instituição [Dubai World], mas não é algo que possa lembrar episódios passados”, disse.

No Brasil, entretanto, afirmou Meirelles, os efeitos deverão ser pequenos porque o país não está “exposto a esse fundo ou a esse tipo de problema”. Ele acrescentou que o país está, além disso, “preparado para enfrentar oscilações de humor” do mercado internacional. “O Brasil está com todo o arsenal de medidas de combate à crise em ordem, pronto, preparado”, completou.

De acordo com Meirelles, o Banco Central acertou em sua política de continuar acumulando reservas. “Esse episódio do fundo de Dubai mostra o acerto de políticas do BC de continuar acumulando reservas, mostrando que há incertezas à frente no mercado internacional. E o fato de termos reservas é sinal de maior força e confiança na economia brasileira”, concluiu.”

(Agência Brasil)

Publicados decretos que reduzem IPI de carro flex, móveis e material de construção

“O Diário Oficial da União de hoje publica os decretos presidenciais que reduzem o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos carros flex (movidos a álcool e a gasolina), móveis e materiais de construção. As medidas foram anunciadas nesta semana pelo governo.

De acordo com o anúncio, a alíquota do IPI dos carros flex 1.0, que retornaria gradativamente ao patamar de 7% no início de 2010, mantém-se agora em 3%. Para os carros flex até 2.0, o IPI permanece em 7,5% até 31 de março do ano que vem.

Os móveis começam a ser vendidos a partir de hoje com isenção total de IPI. No setor da construção, em que a desoneração acabaria no fim deste ano, o IPI reduzido vai valer até junho de 2010 para mais de 20 grupos de produtos de material de construção. Na quarta-feira (25), ao anunciar a medida, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, explicou que ela sera necessária a indústria moveleira é dependente das exportações e ainda não se recuperou da crise econômica mundial.”

 (Com Agências)

Supermercados aguardam um “Papai Noel” reforçado

“O faturamento do setor supermercadista no Natal deste ano deve crescer cerca de 7,9%, de acordo com estimativa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), divulgadas hoje (26) na capital paulista. Segundo a pesquisa anual da entidade, 65% das empresas entrevistadas aumentaram as encomendas, 33% mantiveram os pedidos no patamar do ano passado e 3% reduziram as compras.

Segundo o levantamento, entre os produtos nacionais, deverão ter maior procura nesse período as frutas de época (14,2%), os refrigerantes (14%), as cervejas (13,8%), o panetone (12,3%) e as frutas secas (11,4%). Os produtos importados devem apresentar crescimento superior à média geral (7,9%), com destaque para frutas especiais (13,5%), vinhos (9,7%) e azeites, azeitonas, queijos e embutidos (9%).

De acordo com a Abras, o setor deve contratar 11,5 mil funcionários temporários para o período do Natal, e há possibilidade de 13% deles (o equivalente a 1,5 mil empregados) continuarem nas empresas. Em 2008, os supermercados contrataram 11 mil funcionários temporários.

O presidente da Abras, Sussumu Honda, atribuiu o otimismo do setor ao fato de a situação econômica neste ano estar muito diferente da de 2008, porque já se observa crescimento da geração de empregos e da massa salarial, além de preços estáveis e inflação sob controle. Entre as razões do otimismo, Honda apontou também o aumento do poder aquisitivo, por causa dos dissídios salariais e da melhora do poder de compra do salário mínimo.

“Esses fatores deixam o varejo otimista, já que, no final do ano passado, tivemos uma queda não esperada nas vendas. Esperamos um incremento maior neste ano, porque temos o real valorizado e a oferta de produtos importados vai ser muito forte este ano. O importado deve ter queda nos preços, não na mesma proporção do dólar, mas principalmente porque deve haver uma concorrência maior em diversas áreas”, afirmou o representante dos supermercados. Para ele, o desempenho dos últimos meses demonstra que o setor deve fechar o ano com crescimento de 5,5%.”

(Agência Brasil)

Taxa de desemprego registra queda de 7,5%

“A taxa de desemprego teve leve queda em outubro na seis principais regiões do país e ficou em 7,5%, com redução de 0,2 ponto percentual em relação à de setembro. O resultado é o menor desde dezembro de 2008, quando o índice chegou a 6,8%.

Os dados foram divulgados hoje (26) pelo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com outubro de 2008 (7,5%), não houve variação.

De acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego, no mês passado, a população desocupada somou 1,8 milhão, contra 21,5 milhões de ocupados. O número de pessoas com carteira assinada chegou a 9,5 milhões no período.

O rendimento médio real dos trabalhadores ocupados ficou em R$ 1.349,70. Não houve avanço em relação ao de setembro. No entanto, na comparação com outubro do ano passado, houve ganho de 3,2%.

Entre os sete grupos de atividades analisados pelo IBGE, três tiveram alta no rendimento e quatro apresentaram redução, na passagem de setembro para outubro. A construção civil lidera a diminuição, com queda de 6,5%.

Em relação ao resultado de outubro do ano passado, o grupo outros serviços foi o único a apresentar queda nos rendimentos, de 1,1%, e o comércio registrou a maior alta, de 6,5%.”

(Agência Brasil)