Blog do Eliomar

Categorias para Economia

Fim da isenção do IPI deve amortecer consumo, prevê BC

 “A retirada de estímulos tributários (isenção do IPI em automóveis e eletrodomésticos, principalmente) deve funcionar como um amortecedor ao consumo, que vem sendo beneficiado pela melhora das condições de crédito e por sinais positivos do mercado de trabalho.

A avaliação consta do Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje (25) pelo Banco Central (BC). No relatório, o BC destaca que a expansão do crédito tem sido liderada pelos bancos públicos.

“É possível que iniciativas por parte dos bancos privados no sentido de recuperar suas respectivas fatias de mercado levem a crescimento mais intenso do crédito, com desdobramentos positivos sobre o consumo das famílias e, em linhas gerais, sobre a atividade econômica”, informa o relatório.

De acordo com o BC, o consumo é um dos dos fatores que sustentam as perspectivas de continuidade da recuperação da economia. Outro elemento é o fato de, diferentemente de outros períodos de crise, não ter ocorrido ruptura no balanço de pagamentos (as transações comerciais e financeiras do Brasil com o exterior), nem crise financeira do setor público, alta da inflação ou desconfiança de mudança na política econômica.

O terceiro aspecto é que “as ações de política monetária [definição da taxa Selic] – sem prejuízo do compromisso com as metas para a inflação – e os estímulos fiscais – sem por em risco a sustentabilidade da relação dívida/PIB – ainda contribuirão para o processo de retomada da atividade econômica”.

Entretanto, o BC ressalta que “existem incertezas sobre o comportamento dos investimentos, pois, apesar da melhoria do clima de confiança, os níveis de utilização da capacidade instalada ainda se encontram baixos, embora em movimento ascendente”.

Além disso, “o comportamento das exportações dependerá diretamente do ritmo de recuperação da economia mundial, embora o maior dinamismo das economias emergentes esteja desempenhando um papel importante”.

No relatório, o BC manteve a projeção de crescimento do PIB em 0,8% neste ano. A confirmação ocorreu depois de o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informar, no dia 11 deste mês, que o PIB cresceu 1,9 % no segundo trimestre do ano na comparação com o trimestre anterior. Em relação ao segundo trimestre de 2008, houve queda de 1,2%.

Segundo o relatório do BC, o PIB registrou taxa de crescimento “significativa, na margem”, no segundo trimestre do ano. Esse crescimento, segundo o BC, ratificou as perspectivas de recuperação do nível de atividade sinalizadas no relatório anterior, divulgado em junho.

Para o BC, essa “trajetória reflete a flexibilização da política monetária e os incentivos fiscais direcionados a segmentos importantes na cadeia produtiva”. No relatório, o BC informa que há a expectativa de que, ao menos em parte, esses estímulos fiscais sejam retirados a partir do segundo semestre de 2010.”

(Agência Brasil)

BC mantém previsão de crescimento da economia em 0,8% neste ano

“O Banco Central (BC) manteve a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano em 0,8%, segundo consta do do Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje (25). A projeção é feita com base no cenário chamado de referência, em que o BC considera que a taxa Selic será mantida em 8,75% ao ano e o dólar permanecerá em R$ 1,85.

O BC também revisou a projeção para o investimento (formação bruta de capital fixo). A estimativa de queda passou de 5,1% para 10,7%. Segundo o relatório, está associada tanto ao desempenho dos investimentos no primeiro semestre quanto à recuperação “ainda incipiente” da construção civil.

Segundo o relatório, “a projeção para o crescimento do consumo das famílias, evidenciando o cenário de recuperação da confiança dos consumidores, manutenção da renda e crescimento recente da ocupação, aumentou de 1,5% para 2,5%, enquanto a relativa ao consumo do governo foi mantida em 2,8%”.

(Agência Brasil)

Roberto Justus participará de evento internacional em Fortaleza

justus

Fortaleza será sede do XI FIA – Fórum Internacional de Desenvolvimento Mundial. Vai ocorrer no período de 14 a 16 do próximo mês, no Siará Hall, tendo como tem central “Gestão por Competência: a Administração como Desenvolvimento Mundial”. O evento é uma promoção do Conselho Regional de Administração do Ceará. “Queremos disseminar o tema gestão dentro da sociedade, e nas diversas categorias profissionais, pois tudo requer gestão e técnica de inovação, além de promover maiores conhecimentos aos particpantes”, destaca o presidente do CRA/CE, administrador Reginaldo Oliveira.

Na programação do evento, os palestrantes Dan Millman (EUA), Walter Longo, Waldez Luiz Ludwig, Eduardo Shinyashik, Carlos Hilsdorf, Jussiê Ramalho e Alvaro Mello conversarão com os participantes. O encerramento será feito pelo publicitário e administrador Roberto Justus (SBT), que fez fama com a apresentação do programa “O Aprendiz”.

SERVIÇO

* Informações e inscrições no: www.fia.org.br

* Telefone: (85) 3421-0909.

Banco do Nordeste comemora 20 anos do FNE

zezeueraimundogome

Tucano Raimundo Gomes e o baiano Zezéu Ribeiro.

O Banco do Nordeste do Brasil comemora, a partir das 9 horas desta sexta-feira, em seu auditório no Centro de Treinamento do Passaré, em Fortaleza, 0s 20 anos de criação do Fundo Constitucional do Nordeste, o FNE. Para marcar a data, haverá encontro festivo, com direito a debate sobre a realidade dos nordestinos.

Uma caravana de parlamentares da região desembarcou nas últimas horas para prestigiar a festa. O coordenador da bancada nordestina, deputado federal Zezeu Ribeiro (PT-BA), puxa o grupo, que conta os deputados federais Átila Lira (PI) e Pedro Eugênio (PT-PE), este último ex-diretor do BNB. Parlamentares cearenses também estarão no ato como José Nobre Guimarães (PT), Chico Lopes (PCdoB), Ariosto Holanda (PSB) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB).

Nesses 20 anos, segundo o presidente do BNB, Roberto Smth, o FNE liberou cerca de 56 bilhões para projetos que contribuiram para o desenvolvimento da região.

(Foto – Paulo Moska)

Refinaria do Ceará – Petrobras acusada de dar novo “calote”

raimungomee

Nessa briga, Ceará quer ser Davi contra Golias.

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) classificou, nesta quinta-feira, de “calote” a declaração dada pelo presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, de que o projeto da refinaria do Ceará terá que ser “reavaliado”.

“Cadê esse projeto que ninguém nunca viu. Essa é mais uma promessa do Governo Lula e mais um calote da Petrobras”, desabafou o parlamentar, lamentando que uma reivindicação tão antiga continue sem solução definitiva.

Já o ex-governador Lúcio Alcântara, presidente regional do PR, e que também chegou a tratar sobre o empreendimento com o governo federal, assim se manifestou em seu Blog a respeito da fala de Gabrielli:  

“A refinaria de petróleo a ser construida no Ceará está sendo reavaliada. O próprio presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli, é quem dá a informação evitando se comprometer com prazos para construção e início da operação.

A empresa continua a mesma, esquiva e escorregadia, a não ser quando seus interesses imediatos estão em jogo.

Aliás, será que já pagou a dívida contraida com o governo do estado ? Se o fez quais foram afinal as condições para ressarcir o dinheiro do povo cearense ?”

(Foto – Paulo Moska)

Seminário discute o Nordeste

vinteeu

Ex-presidente do BNB, João Melo, fala no evento.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), abriu, nesta quinta-feira, no Hotel Marina ParK, em Fortaleza, a primeira edição do Ciclo de Debates da Revista Nordeste VinteUm. O encontro contou com a presença do presidente do Banco do Nordeste, Roberto Smith, e do deputado federal José Nobre Guimarães (PT). O ex-presidente do BNB, João Melo, também conferiu o evento.

Roberto Smith deu início ao debate com a apresentação de palestra sobre a formação social do Nordeste e a importância dos 20 anos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), com o qual, segundo ele, o governo vem conseguindo reverter diversos índices relacionados ao desenvolvimento da região. O presidente do BNB apresentou dados sobre a evolução dos recursos do FNE desde o governo Lula, que passaram de R$ 12 bilhões para R$ 32 bilhões de 2003 até o primeiro semestre de 2009.

O governador do Piauí ministrou a apresentação intitulada O Piauí no Contexto do Desenvolvimento Nacional e Regional, onde mostrou as diretrizes e as ações do planejamento governamental, potencialidades e futuros investimentos. Porém, Dias elegeu a Educação como o grande desafio para a superação do subdesenvolvimento.

O Ciclo de Debates Nordeste VinteUm, a exemplo da linha editoria da revista, se propõe a discutir e aprofundar temas atinentes ao desenvolvimento da região, como forma de sensibilizar a sociedade e contribuir com a construção de políticas públicas com foco regional. A próxima edição acontece em outubro em Recife. Até o fim do ano, outros dois debates deverão acontecer em Salvador e Teresina.

(Foto – Cláudio Barata)

INSS paga setembro de aposentados e pensionistas

” Mais de 26 milhões de aposentados e pensionistas começam a receber hoje (24) o salário de setembro. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)  vai depositar os benefícios até 7 de outubro.

Hoje, recebem os que ganham até um salário mínimo e têm cartão com final 1 e 6. O pagamento para aqueles que recebem acima do salário mínimo terá início no dia 1º de outubro. Para tirar qualquer dúvida, basta acessar o site www.previdencia.gov.br ou ligar no 135.

(Agência Brasil)

DETALHE – Bancários de todo o País iniciam, nesta quinta-feira, greve geral por melhores salários. O pagamento dos aposentasdos, no entanto, não deve ser prejudicado. O saque é feito via cartão magnético e os caixas eletrõnicos vão operar sem problema, garanta a rede bancária.

PF investiga indícios de formação de cartel e fraude em licitações da Infraero

“A Polícia Federal identificou indícios de formação de cartel e fraude em licitações da Infraero nos serviços de inspeção de bagagem, controle de entrada de passageiros, limpeza e reboque das aeronaves, movimentação e proteção de carga e despacho operacional de voos.

Estão sendo investigados um ex-superintendente da Infraero, um funcionário da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e oito empresas prestadoras de serviços de transportes aéreos. A investigação começou em maio de 2008, por meio de uma denúncia anônima encaminhada à SDE (Secretaria de Direito Econômico), órgão do Ministério da Justiça que investiga crimes contra a competição.

Segundo a acusação, empresas estariam combinando entre si o resultado de pregões eletrônicos de modo a ganhar alternadamente os contratos, sempre pelo preço máximo.

Haveria ainda corrupção de funcionários da Infraero para excluir competidores potenciais nesse mercado específico, estimado em centenas de milhões de reais, por meio de editais direcionados e do uso abusivo da dispensa de licitação.

A SDE alega que existem 305 empresas autorizadas a competir nessas licitações, mas que apenas 16 se inscrevem nos pregões analisados. O afunilamento seria decorrência do direcionamento dos editais e do envolvimento de funcionários da Infraero e da Anac. A Infraero alega que os leilões eletrônicos são feitos pelo Banco do Brasil e que apenas 49 dessas empresas estão homologadas a atuar nacionalmente.

Restrição à competição
Após receber a denúncia, a SDE acompanhou o comportamento das empresas em algumas licitações eletrônicas e detectou “forte indício” de fraude. “Conforme se depura, existe forte indício de restrição ao caráter competitivo do certame, direcionamento da licitação e formação de cartel”, informa o inquérito policial.

O material foi enviado à PF, que, em junho passado, instaurou inquérito policial e solicitou a quebra dos sigilos telemático e telefônico de empresas e funcionários suspeitos.

As empresas investigadas são: Air Special, Aerosat, Aeropark, Argus, MP Express, Aerosuporte, Higi Serv e Orbital Serviços Auxiliares de Transporte Aérea. A quebra dos sigilos foi autorizada em março passado pela juíza federal Pollyanna Kelly Maciel Medeiros Martins Alves, substituta da 12ª Vara Federal em Brasília.

No começo do mês, a mesma juíza determinou uma operação de busca e apreensão nas sedes das principais empreiteiras, pelo suposto desvio de dinheiro público em obras nos principais aeroportos do país.

No caso das empreiteiras, a PF investiga o suposto superfaturamento, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro. O valor do desvio é estimado em torno de R$ 500 milhões. Por enquanto nenhuma empresa ou funcionário da Infraero foi condenado em nenhuma dessas investigações, que, combinadas, sinalizam um dos maiores desvios de recursos públicos deste governo.

A Infraero é uma empresa pública federal responsável pela construção, administração e manutenção dos principais aeroportos do país. Por tradição, os principais cargos do órgão são fruto de indicação de políticos e de partidos.”

(Folha)

Projeto Estaleiro do Ceará em debate na Asembleia

A construção do Estaleiro Ceará, na Praia do Titanzinho, em Fortaleza será tema de audiência pública marcada para as 14h30mi desta quarta-feira, na Assembléia Legisaltiva. O projeto, que prevê investimentos de R$ 220 milhões, dos quais R$ 60 milhões serão gastos pelo Estado, virou tema de polêmica porque ambientalistas e moradores da área temem impactos graves naquela banda da cidade.

A iniciativa do debate é da Comissão de Meio Ambiente e Defesa do Semi-Árido da Assembleia e foi puxada pelo deputado Adahil Barreto (PR). O presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará, Antônio Balhman, não confirmou presença.

Técnicos do Instituto de Ciências do Mar, empresários, lideranças do setor ambiental e moradores foram convidados para o debate.

CNT/Ibope – brasileiro otimista com economia dos próximos seis meses

“O brasileiro está mais otimista com relação à evolução da economia nos próximos seis meses. É o que diz a pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta terça-feira, em Brasília, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice dos que acreditam que o desemprego vai aumentar muito nos próximos seis meses atingiu o menor patamar (8%) das últimas seis pesquisas, tendo caído quatro pontos percentuais em relação à pesquisa anterior (12%) e dois em relação ao mesmo período do ano passado (10%).

O número daqueles que acreditam que o desemprego vai aumentar nos próximos seis meses ficou em 32%, ante 41% na pesquisa anterior.

A opção “não vai mudar” da pesquisa subiu de 24% do total para 30%, assim como as na opção “vai diminuir” passaram de 20% em junho para 24% hoje.

Num plano geral, o brasileiro também acredita que a inflação está sob controle e deverá melhorar nos próximos seis meses. O percentual de quem acredita que vai diminuir muito saiu de zero para 1%, o de quem avalia que vai diminuir se manteve em 11% e o de quem acredita que vai se manter subiu de 32% para 37%.

Os que acreditam que a inflação vai aumentar muito caíram de 10% na pesquisa anterior para 9%. Os que acham que os preços vão subir tiveram a maior variação para baixo, tendo passado de 41% em junho para 36% agora.

Os respondentes também acreditam que a própria renda vai melhorar. Para 5% deles, a própria renda vai aumentar muito nos próximos seis meses, ante 4% na pesquisa de junho. Para 33% deles, vai aumentar, ante 31% em junho. O número dos que avaliam que a renda vai cair passou de 12% em junho para 8% na pesquisa atual.

As expectativas mais positivas para os próximos seis meses são reflexo da melhor avaliação do ano de 2009. Na pesquisa anterior, 77% acreditavam que o ano estava sendo bom ou muito bom. No atual levantamento, esse número passou para 80%. Os que acreditam que está ruim ou muito ruim caíram de 22% em junho para 19% hoje.

A pesquisa CNI/Ibope foi realizada com 2.002 eleitores de 142 municípios, entre os dias 11 e 14 deste mês. Tem margem de erro de dois pontos percentuais, para menos ou para mais, e intervalo de confiança de 95%.”

(Com site da CNI)

BNB comemora 20 anos do FNE

O ministro Geddel Vieira (Integração Nacional) e os governadores do Nordeste, mais Minas Gerais e Espírito Santo são convidados da festa dos 20 anos de criação do Fundo Constitucional do Nordeste, o FNE que, nesse período, já aplicou R$ 56 bilhões. O ato ocorrerá sexta-feira próxima, no Passaré.

Dentro da festa dos 20 anos do FNE, o presidente do BNB, Roberto Smith, ganhará mimos. Nesta quarta-feira, em Natal, ele receberá título de cidadão potiguar da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Mês que vem, ganhará o título da Assembleia do Ceará. Smith é paulista.

DETALHE – Que não se esqueça de Firmo de Castro, um dos mentores do FNE quando na condição de deputado federal.

Ministro apresentará projeto de um terminal de passageiros no Porto do Mucuripe

britto

O projeto de implantaão de um terminal de passageiros exclusivo para receber turistas que desembarcam no Porto do Mucuripe por meio de cruzeiros será apresentado na próxima sexta-feira para o setor turístico cearense. A apresentação será feita pelo secretário nacional dos Portos, ministro Pedro Brito, a partir das 19 horas, no Gran Marquise Hotel.

O empreendimento, conforme o ministro, está orçado em R$ 95 milhões e deverá ter seu projeto executivo finalizado até o fim deste ano para, no começo de 2010, ter edital de licitação lançado.

“Será um terminal de passageiros moderno e com todas as condições de receber bem os turistas dos cruzeiros. É mais um projeto do PAC doa Portos de olho na Copa 2014, que também reforçará a condição do Ceará nesse segmento”, destaca o ministro. Ele prevê a inauguração do terminal até 2012.

A implantação desse terminal é uma das reivindicações antigas do setor turístico cearense, que relcama perder mercado nesse segmento para outras Capitais nordestinas como Recife e Salvador.

Pero Brito informou sobre as obras e dragagem do Porto do Mucuripe, que está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) , estar em negociação a reengenharia financeira do projeto. Ele disse que houve necessidade de atualizar valores de R$ 40 milhões para R$ 60 milhões, o que exige nova discussão junto à Comissão Mista do Orçamento da União 2010.

Essa licitação está com atraso de mais de um ano. Chegou a ser lançada mas foi considerada “deserta” pela Secretaria Nacional dos Portos pela ausência de grupos interessados. Na época, empreiteiras alegaram que o preço é irrisório para a complexidade do empreendimento. Houve a atualização e um novo preço estipulado. A dragagem deverá aumentar o calado do Porto do Mucuripe de 10 para 14 metros, no que dará condições desse terminal receber navios de grande porte.

Carrefour do aeroporto tem obras retomadas

obracarrefour

As obras da nova filial da rede de supermercados Carrefour, que paratam desde o início do inverno passado, foram retomads nesta semana. As máquinas estão chegando aos poucos ao local, que fica em frente ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza.

Os trabalhos são de taerraplenagem, segundo operários envolvidos no projeto que chegou a ser questionado por ambientalistas.

Sefaz quer renegociar dívidas do extinto BEC

O secretário da Fazenda do Estado, Mauro Filho, anunciou, nesta segunda-feira, que, dentro do Novo Refis lançado pelo Governo Cid Gomes, haverá um tratamento de renegociação previsto para as dívidas do extinto Banco do Estado do Ceará (BEC).

Segundo o secretário, o estoque de dívida deixado pelo BEC é da ordem de R$ 700 milhões. “Desta vez, o Estado tem por meta reaver, pelo menos, R$ 60 milhões”, informou Mauro Flho.

O BEC foi extinto após sua privatização, em dezembro de 2005. Para não prejudicar o preço de venda, o Estado assumiu o compromisso de comprar as operações de crédito que tivesse que honrar com a União. Ou seja, o Bradesco comprou apenas a parte saneada do antigo banco.

De lá para cá, conforme a Sefaz, foram recuperados para os cofres públicos apenas R$ 8 milhões.

Bancários podem entrar em greve a partir de 5ª feira

marcossaraiva

Os bancários de todo o País vão realizar assembleia geral nesta quarta-feira, a partir das 19 horas, em todos os Estados. Mobilizados por seu sindicatos, a categoria, em ritmo de campanha salarial, ameaça greve geral a partir da quinta-feira.

Segundo Marcos Saraiva, secretário-geral do sindicato no Ceará, a paralisação “é iminente” porque a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu uma contraproposta de apenas 4,5% de reposição “quando nós estamos lutando por 10% no minimo”.

Marcos Saraiva avaliou como ridícula a oferta dos banqueiros e garantiu que a paralisação atingirá não somente bancos públicos, mas também bancos privados em razão do clima de insatisfação geral. Há também luta por maior participação nos lucros dessas instituições financeiras.

Saraiva está em Brasília reunido com a Confederação Nacional dos Trabalhadores de Instituições Financeiras (Contraf), que entrou em vigília aguardando nova proposta dos banqueiros até a manhã de quarta-feira.

(Foto – Paulo Moska)

Presidente da Siemens do Brasil abre a Inova 2009

O presidente do Grupo Siemens no Brasil, Adilson Primo, abrirá, com palestra a partir das 19 horas desta segunda-feira, o V Seminário de Gestão da InovaçãoTecnológica no Noreste, a Inova 2009.

A palestra ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec). A Inova vai se estender até quarta-feria, estando confirmada a palestra de Daniel Gonzaga, diretor e P&D da Natura.

Safra 2010 – Governo do Ceará distribuirá 5,5 milhões de grãos de sementes

camilo

O secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Camilo Santana, anunciou, nesta segunda-feira, que, de olho na próxima safra, vai distribuir 5,5 milhões de grãos de sementes. Ele disse que esse é a mesma quantidade distrbiuida na safra deste ano.

“Nós resolvemos manter esse número de semetes, até porque houve quebra de safra neste ano, em razão do inverno pesado. Ainda há agricultor precisando de apoio e achamos melhor adotar essa medida”, afirmou o secretário. A quebra da safra foi de 33% por cento.

Camilo Santana esteve no fim de semana na Região do Cariri acompanhando testes com tratores distribuidos para os agricultores daquela área do Estado. Ele disse que o trabalho visa capacitar agricultores para que aproveitem bem todas as facilidades de operacionalização com o equipamento.

BNDES – Brasil saiu da crise

“O Brasil já retirou da gaveta quase a metade dos R$ 100 bilhões em projetos de investimentos que haviam sido congelados depois da crise do banco de investimentos Lehman Brothers, em setembro de 2008, informa reportagem de Márcio Aith para a Folha.

É o que indica levantamento da área de pesquisa econômica do BNDES. Com base nesse levantamento, o banco oficial de fomento passou a estimar que a economia brasileira pode crescer 5% ou até mais em 2010. No curto prazo, pelo menos, a crise interrompeu o crescimento dos investimentos visto ao longo de 2008. A taxa de investimentos como proporção do PIB do país caiu a 15,7% no segundo trimestre deste ano, a menor desde 2003.

Houve uma recuperação notável do ânimo empresarial especialmente nos setores de energia, petroquímica e infraestrutura, três setores regulados pelo Estado ou protagonizados por estatais. Já nos setores exportadores, os efeitos da crise continuam reduzindo a disposição de investir.”

* Da Folha leia a reportagem completa

Rentabilidade da poupança é a mais baixa desde o início do Real

“A caderneta de poupança rendeu apenas 4,81% no acumulado de janeiro a agosto deste ano, abaixo do rendimento de 4,9% em igual período do ano passado, de acordo com a consultoria Economática. A variação é mínima, o que difere um pouco mais é a rentabilidade real, depois de descontada a inflação, que foi de 1,79% neste ano e de 0,4% de janeiro a agosto de 2008.

Segundo o economista Reinaldo Domingos, da Confirp Consultoria Contábil, a rentabilidade satisfaz a maioria dos poupadores conservadores.Ele lembra que levantamento divulgado pelo Ministério da Fazenda cita cerca de 6 mil contas de poupança com depósitos acima de R$ 50 mil, no final do ano passado – “panorama que não deve ter mudado muito de lá para cá”, segundo ele.

A seu ver, isso demonstra que “são poucas as pessoas que realmente sabem poupar”, pois não se deve deixar acumular uma soma alta assim nas cadernetas. Ele observa que qualquer poupador, quando atinge uma faixa média de R$ 30 mil, começa a avaliar as vantagens de partir para uma bolsa de investimento, com variados tipos de aplicações, de modo a diminuir os riscos e aumentar a rentabilidade.

Para ele, a mudança anunciada pelo governo, de taxar em 22,5% o que exceder R$ 50 mil na poupança de um mesmo depositante, tem um caráter importante do ponto de vista de induzir o poupador a diversificar suas aplicações. Porém, antes de se dar tanta relevância à cobrança de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) na caderneta de poupança, “deve-se preocupar com uma coisa muito mais importante que é a educação financeira”, afirmou.

“Com isso, as pessoas têm uma visão errada sobre o que é poupar, associando isso à caderneta de poupança simplesmente e não assimilando que  outras aplicações podem gerar um rendimento maior”, acrescentou. ” 

  (Agência Brasil)