Blog do Eliomar

Categorias para Economia

Fiec iniciará visitas ao Interior por Sobral

11-11-11- NATAL 3 X4 BETO STUDARTFOTO/ADRIANO ABREU/H/SELECIONADAS

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Beto Studart, levará, dia 26 próximo, toda a diretoria da entidade para a primeira visita do ano ao interior do Estado. A cidade escolhida foi Sobral (Zona Norte).

A comitiva, que também contará com a secretária do Desenvolvimento Econômico do Estado, Nicole Barbosa, vai se reunir ali com o empresariado. A ordem é expor o que será feito na prática, a partir de demandas desse empresariado.

No segundo semestre do ano passado, gestores do Sistema Fiec estiveram em Sobral.

Santa Casa de Fortaleza vai inaugurar moderno centro cirúrgico

591 1

foto 130818 ivens dias branco

Ivens era o controlador do Grupo M. Dias Branco.

Antes de falecer ano passado, o empresário Ivens Dias Branco havia feito uma doação expressiva à Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza.

Bem, com isso, o provedor Luiz Marques e sua equipe resolveram aplicar a verba na construção de um moderno centro cirúrgico, dotado de várias salas e com equipamentos de última geração.

Esse novo centro cirúrgico que será inaugurado na próxima quinta feira, às 9 horas, permitirá que Santa Casa realize várias cirurgias simultaneamente, em diversas especialidades.

BNB recebe propostas até domingo para patrocínio de eventos, feiras e congressos,

bnbb

Feiras, exposições, congressos, fóruns e seminários com cunho institucional ou mercadológico podem ser inscritos no edital de Patrocínio do Banco do Nordeste 2017.

O banco está recebendo propostas até 22 de janeiro, devendo analisar os projetos inscritos. A previsão de realização dessas ações vai do período de 10 de abril a 31 de dezembro deste ano.

SERVIÇO

*Mais informações: patrocinio@bnb.gov.br.

SENAI do Ceará inscreve para 105 cursos profissionalizantes

O SENAI do Ceará, sob comando do diretor regional Paulo André Holanda, está com inscrições abertas para mais 3.300 vagas em 105 cursos profissionalizantes para indústria nestes meses de janeiro, fevereiro e março. Para o primeiro trimestre deste ano, serão ofertadas turmas nos turnos manhã, tarde e noite.

Corte e Costura em Lingerie, Mecânico e Manutenção em Máquinas de Costura, Excel Pleno (Básico Intermediário e Avançado), Operação de Empilhadeira, Pizzaiolo, Padeiro, Instalação e Manutenção de Condicionador de Ar Split Hi-Wall, Ajustador Mecânico, Comandos Pneumáticos, Autocad 2D, Planejamento e Controle da Manutenção – PCM são algumas das opções de cursos ofertados.

Confira a lista de cursos ofertados por unidade:

*SENAI PARANGABA
CORTE E COSTURA FEMININA EM MALHA – (100h)
Data Início: 30/01/2017
Turno: noite

VISUAL MERCHANDISING DE MODA – (60h)
Data Início: 30/01/2017
Turno: tarde

*SENAI JACARECANGA
EXCEL PLENO (BÁSICO INTERMEDIÁRIO E AVANÇADO) – (80h)
Data Início: 06/02/2017
Turno: noite

OPERAÇÃO DE EMPILHADEIRA – (40h)
Data Início: 13/02/2017
Turno: diurno

TORNEIRO MECÂNICO – (240h)
Data Início: 30/01/2017
Turno: manhã

*SENAI BARRA DO CEARÁ
MECÂNICO DE MOTOR E CÂMBIO – ÁLCOOL E GASOLINA – (160h)
Data Início: 06/02/2017
Turno: noite

ELETRICIDADE BÁSICA – (60h)

Data Início: 16/01/2017

Turno: manhã

*SENAI MUCURIPE
PIZZAIOLO – (160h)
Data Início: 13/03/2017
Turno: tarde

BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO – (16h)
Data Início: 14/02/2017
Turno: manhã

CONFEITEIRO (240)
Data Início: 06/02/2017
Turno: manhã

*SENAI MARACANAÚ
LUBRIFICAÇÃO INDUSTRIAL – (20h)
Data Início: 13/03/2017
Turno: noite

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO TÉCNICO MECÂNICO (60h)
Data Início: 06/02/2017
Turno: manhã

CRONOMETRAGEM E CRONOANÁLISE – (80h)
Data Início: 06/02/2017
Turno: noite

*SENAI SOBRAL
ELETRICIDADE BÁSICA (60h)
Data Início: 06/03/2017
Turno: noite

AUTOCAD 2D – 60h
Data Início: 20/02/2017
Turno: tarde

*SENAI JUAZEIRO DO NORTE

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE PROJETOS – (40h)
Data Início: 18/03/2017
Turno: diurno

SOLDAGEM MAG NÍVEL 1 – (48h)
Data Início: 06/03/2017
Turno: tarde

ELETRICISTA INDUSTRIAL– (160h)
Data Início: 13/03/2017
Turno: noite

Descontos

É concedido desconto de até 30% para trabalhadores da indústria e de até 10% para comunidade. Na prática, até 20% de desconto para trabalhador da indústria associada a sindicato filiado ao sistema FIEC e que declara FPAS 507 ou 833 em sua GFIP. E 10% de desconto para turmas manhã ou tarde. Desconto acumulativo. Válido somente para matriculas de pessoa física.

SERVIÇO

*O número de vagas é limitado por curso. As inscrições devem ser efetuadas com antecedência. Os interessados (pessoas físicas e jurídicas) podem reservar suas vagas nos cursos pelo telefone (85) 4009.6300 ou pelo endereço eletrônico http://www.senai-ce.org.br/para-voce.

*Também podem se dirigir a unidade com a seguinte documentação para efetuar a matrícula: cópia e original do RG, CPF; comprovante de endereço atualizado; comprovante de escolaridade; e se o curso for de aperfeiçoamento é necessário comprovar os conhecimentos necessários, através de certificados e/ou declaração da empresa.

*Formas de Pagamento
Todos os cursos com pagamento facilitado em cartões de crédito ou boleto bancário.

Azul vai operar com 200 voos extras de olho no Carnaval

8564-embraer-195-azul-linhas-aereas

A Azul Linhas Aéreas e sua operadora de turismo, a Azul Viagens, anunciam: vão operar com 200 voos extras de olho no Carnaval e com quatro novas rotas temporárias para o período. São elas: Brasília-Salvador, Curitiba-Salvador, Curitiba-Cuiabá e São Paulo/Viracopos-São Luís.

Segundo a assessoria de imprensa da empresa, as frequências adicionais abrangerão 35 destinos entre a segunda quinzena de fevereiro e o começo de março, com destaque para Salvador e Porto Seguro, na Bahia, e o Rio de Janeiro.

Já nos aeroportos com maior movimento no Carnaval, a Azul informa que terá reforço de equipe, deslocando tripulantes de bases com menor oferta.

Baixa produtividade é entrave para o Brasil competir, diz CNI

Dirigentes da Confederação Nacional da Indústria (CNI) consideram a baixa produtividade um dos principais entraves ao aumento da competitividade da economia brasileira. Os representantes da entidade comentaram os resultados da pesquisa Competitividade Brasil, divulgada nesta quinta-feira (19) e que mostra o país no penúltimo lugar em um ranking de 18 países.

O Brasil superou apenas a Argentina em uma lista de países escolhidos por suas semelhanças com a economia brasileira, seja pelo nível de renda parecido ou por competirem com os mesmos produtos no mercado externo. O país demonstrou o pior desempenho em custo e disponibilidade de capital. No entanto, para a CNI, os problemas para custear e achar mão de obra também merecem destaque. O Brasil ocupou o décimo primeiro lugar na avaliação desse quesito.

O gerente executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, diz que a mão de obra mais cara está ligada também à baixa produtividade, ou seja, reduzida capacidade de produzir com eficiência. “O problema é a baixa produtividade. Nesta edição da pesquisa, a gente ficou no vermelho em crescimento da força de trabalho [conceito associado às pessoas disponíveis com capacidade para serem empregadas] e isso nos fez cair várias posições”, comentou.

Fonseca afirmou que o aumento da produtividade passa pela melhoria da educação. “Em termos de solução, vários fatores dificultam. A educação é um deles. A baixa qualidade da educação dificulta que os trabalhadores consigam absorver novas tecnologias, em um mundo em que a tecnologia muda muito rápido. Ou seja, o aprendizado tem que ser rápido e isso é difícil”, declarou.

Curiosamente, a educação foi o quesito em que o Brasil ficou mais bem posicionado no ranking: ocupou o nono lugar, entre 15 países com informações disponíveis sobre o assunto. O principal motivo foi o subfator gastos com educação, no qual o país figura em quarto lugar.

(Agência Brasil)

FPM – Segundo repasse de janeiro sai nesta sexta-feira

ajusttt

Será creditado nesta sexta-feira (20) na conta das prefeituras o segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês. O montante será de R$ 1,04 bilhão, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, sem o desconto, o FPM é de R$ 1,30 bilhão.

A área de Estudos Técnicos da CNM fez um comparativo com o segundo decêndio de janeiro de 2016 e verificou um crescimento de 10,94% nesse período. O percentual não inclui os efeitos da inflação. Se for considerado nos cálculos, o decêndio apresenta crescimento de apenas 5,7%.

Quando somados, os valores do primeiro e do segundo decêndio do FPM para o mês de janeiro totalizam R$ 4,26 bilhões, frente aos R$ 3,95 bilhões no mesmo período do ano passado. Apesar do ligeiro aumento, a Confederação recomenda aos gestores municipais bastante cautela.

Para o mês de fevereiro, é esperado um aumento de 39% no FPM em relação ao mês anterior. O mês de março, por sua vez, deve registrar um decréscimo de 39%. Portanto, a orientação é que os prefeitos mantenham seus planejamentos financeiros, especialmente nos primeiros meses de mandato.

FGV – Preços ao produtor e ao consumidor pressionam a inflação do aluguel

A inflação que serve de parâmetro para o reajuste dos preços dos alugueis, medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), subiu 0,35 ponto percentual na 2ª prévia de janeiro, fechando o período entre os dias 21 de dezembro e 10 de janeiro em 0,76%. Em igual período do mês anterior, a 2ª prévia de dezembro, a alta foi 0,41%.

Os dados foram divulgados hoje (19), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Segundo o Instituto, a alta verificada entre a 2ª prévia de dezembro e a 2ª de janeiro foi fortemente influenciada pelas variações dos preços no atacado e no varejo, uma vez que os preços da construção civil fecharam em queda entre os dois períodos.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) apresentou variação de 0,91%, no segundo decêndio de janeiro, resultado que chega a  0,38 ponto percentual superior aos 0,53% da 2ª prévia de dezembro. Segundo a FGV, a maior pressão foi exercida pela variação dos bens finais, que passou de uma inflação negativa de 0,28% para uma alta de 0,56%. A maior contribuição para este movimento teve origem no subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de -5,49% para -0,94%.

A taxa de variação do grupo bens intermediários também exerceu pressão sobre a 2ª prévia do IGP-M, ao passar de 0,17%, em dezembro, para 0,81%, em janeiro. O destaque neste caso coube ao subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, cuja taxa passou de -1,97% para 4,77%.

(Agência Brasil)

Indicador de tendência econômica para o Brasil cai pela primeira vez em 10 meses

O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil caiu 1,7% entre novembro e dezembro de 2016, atingindo 101,2 pontos. O resultado foi divulgado nessa quarta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/IBRE) e pelo The Conference Board (TCB), instituição norte-americana sem fins lucrativos.

A queda foi a primeira registrada em dez meses, segundo o superintendente de Estatísticas Públicas do FGV/IBRE, Aloísio Campelo Júnior. No acumulado de janeiro a novembro de 2016, o indicador registra alta de 12,9 pontos.

O cálculo do IACE leva em conta a Taxa referencial de Swap DI pré-fixada de 360 dias, o Ibovespa e os índices de expectativas da indústria, dos serviços, do consumidor, de produção física de bens de consumo duráveis, de termos de troca e do comércio exterior e de quantum de exportações. Dos oito componentes, sete contribuíram para a queda em dezembro.

Já o Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE) do Brasil, que mede as condições econômicas atuais, subiu 0,3% entre novembro e dezembro de 2016 e chegou a 97,8 pontos.

“É como se a economia estivesse aterrizando, no sentido de ainda não está crescendo, mas está parando de cair. O Coincidente está sinalizando que nesta virada de ano a economia está parando de cair e entrando em um ritmo de crescimento nulo, que pode preceder um avanço”, disse Campelo Júnior.

(Agência Brasil)

MP do Peru ordena congelamento das contas da Camargo Corrêa no País

O Ministério Público do Peru ordenou o congelamento das contas da empreiteira brasileira Camargo Corrêa no país. A construtora é suspeita de participação no pagamento de suborno em esquemas para fraudar licitações da área de infraestrutura.

A decisão, divulgada na noite de ontem (17) pelo MP peruano por meio do Twitter, foi tomada em conjunto com a Unidade de Inteligência Financeira, órgão peruano de fiscalização bancária.

A medida abrange também as companhias ligadas ao empresário Gonzalo Monteverde, apontado pelos promotores peruanos como operador de esquemas irregulares da Odebrecht no Peru.

No início de janeiro, a Odebrecht fechou um acordo de colaboração com os promotores peruanos, no qual concordou em devolver R$ 30 milhões aos cofres públicos do país, relativos a ganhos ilícitos.

(Agência Brasil)

Governo vai liberar R$ 8,2 bilhões para pequenos empresários

O governo federal vai disponibilizar R$ 8,2 bilhões em crédito para pequenos empresários nos próximos dois anos. Os recursos liberados são do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O objetivo é reduzir a inadimplência das empresas de menor porte e estimular a geração de empregos.

As medidas foram anunciadas hoje (18) pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), durante o lançamento do programa Empreender Mais Simples: menos burocracia, mais crédito. Por meio de convênio firmado com o Banco do Brasil e a Receita Federal, o Sebrae investirá R$ 200 milhões em sistemas para simplificar o processo de gestão do pequeno empreendedor.

Serão desenvolvidos dez sistemas que pretendem reduzir o tempo, a burocracia e a complexidade no cumprimento das obrigações previdenciárias, tributárias, trabalhistas e de formalização. O projeto prevê a abertura de novas linhas de financiamento para as microempresas. O acesso ao crédito ocorrerá sob acompanhamento e consultoria do Sebrae.

As mudanças começarão a ser implementadas a partir de fevereiro de 2017 e devem ser concluídas em 2018. Cerca de 150 mil empresas devem ser beneficiadas com as medidas.

Retomada do crescimento

O presidente Michel Temer participou do lançamento, acompanhado de representantes dos ministérios da Fazenda, do Turismo, da Casa Civil e da Secretaria de Governo. A equipe do governo reiterou que o projeto do Sebrae junto com outras medidas já adotadas pelo governo estão seguindo o objetivo de controlar os gastos e retomar o crescimento econômico brasileiro.

Em pronunciamento, Temer resumiu as ações econômicas de sua gestão. Ele adiantou que geração de novos empregos só deve ocorrer a partir do segundo semestre do ano que vem. Para este ano, a expectativa é de retomada da capacidade ociosa.

“A microeconomia produz resultados imediatos e é isso que nós queremos o ano que vem. Nós sabemos que muitas empresas foram obrigadas a demitir, daí o número quase assustador de desempregados, mas muitos conservaram os empregados, portanto, uma capacidade ociosa ainda muito evidente. [….] O primeiro passo do crescimento é utilizar a capacidade ociosa. Nós muito possivelmente vamos começar a reduzir o desemprego no segundo semestre do ano que vem, porque nesse primeiro semestre a capacidade ociosa será utilizada, o que já significa um início ou retorno do crescimento do país”, disse.

(Agência Brasil)

CCJ analisa permissão para instituição privada cobrar dívida ativa

Está na pauta da CCJ proposta que autoriza a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios a promoverem a transferência de crédito tributário inscrito em dívida ativa para instituições de direito privado (como bancos e empresas de cobrança), que serão responsáveis pela cobrança do débito. A proposta foi aprovada no fim do ano passado pela Comissão de Finanças e Tributação. O texto foi apresentado pelo deputado Vicente Candido (PT-SP) e outros oito parlamentares. A proposta depende de análise também do Plenário e tramita em regime de prioridade.

No final do ano passado, os deputados tentaram levar a proposta para que os pareceres fossem apreciados diretamente no Plenário, mas a urgência não foi aprovada.

A transferência será feita com deságio e mediante “novação”, um instrumento jurídico previsto no Código Civil (Lei 10.406/02) que permite a troca de credor. A proposta original (Projeto de Lei Complementar 181/15) previa a cessão dos créditos da dívida ativa para instituições privadas.

A troca da cessão pela novação foi proposta pelo relator do projeto na Comissão de Finanças, deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR), que apresentou substitutivo ao PLP 181.

Na prática, a principal consequência da mudança é que a transferência de credor extinguirá a obrigação tributária do devedor. Ou seja, este não responderá mais pela dívida junto à administração tributária, podendo, inclusive, receber a certidão negativa de débitos fiscais. A emissão da certidão é vedada pela redação original do PLP 181.

“Entendemos que a modificação do polo credor do crédito deve se dar conjuntamente com a extinção da obrigação tributária, evitando-se o surgimento de sistema híbrido”, disse Kaefer.

Para garantir a transferência do crédito, o substitutivo aprovado modifica o Código Tributário Nacional (Lei 5.172/66) para incluir a novação por substituição de credor entre as modalidades de extinção do crédito tributário.

A versão aprovada na comissão proíbe a transferência de credor, mediante novação, apenas quando o crédito tributário estiver com exigibilidade suspensa (por decisão judicial) ou sendo questionado na justiça. “Essa previsão evita que créditos altamente litigiosos sejam ‘novados’ por valores vis”, explicou Kaefer.

O texto aprovado permite que o novo credor transfira a dívida “novada” para outro credor (por exemplo, um banco pode assumir a cobrança no lugar de outro). A substituição, no entanto, terá que ser informada à Fazenda Pública, que manterá cadastro atualizado dos credores das dívidas novadas.

O texto aprovado na comissão traz ainda outros pontos: o crédito “novado” mantém as garantias dadas ao crédito tributário; o novo credor poderá negociar com o devedor um acordo para pagamento da dívida (é a chamada “transação tributaria”); e a Fazenda Pública responderá liquidez e legalidade do crédito novado, sendo permitida a substituição dele por outro de idêntico “grau de recuperabilidade”.

O deputado Alfredo Kaefer defendeu a aprovação do projeto por entender que ele cria um novo canal de cobrança da dívida ativa, abrindo a possibilidade de uma fonte de receita para União, Estados, Distrito Federal e municípios. “O texto apresenta um novo instrumento para que o Estado consiga transformar em pecúnia créditos que dificilmente seriam honrados pelos contribuintes”, disse.

Ele argumentou que o poder público não tem conseguido recuperar um passivo que, somente no caso da União, ultrapassa R$ 1 trilhão. “Apesar dos grandes esforços da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, é notório que a recuperação dos créditos inscritos na dívida ativa federal é lenta e pouco eficaz”, disse. “A proposta traz interessante instrumento para a redução do enorme estoque da dívida”.

(Agência Câmara Notícias)

BNB tem novo diretor de Ativos e Terceiros

290 1

bnbb

O Banco do Nordeste tem novo diretor de Ativos de Terceiros: José Max Araújo Bezerra. O gestor é funcionário de carreira da instituição e ocupava o cargo de superintendente de Gestão de Ativos de Terceiros.

Max Bezerra é economista, executivo de Finanças e mestre em Economia. Possui as principais certificações profissionais exigidas pelo órgão regulador dos mercados financeiro e de capitais – Comissão de Valores Mobiliários (CVM) – e órgãos autorreguladores – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) e Associação dos Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais do Nordeste (Apimec).

Egresso das Forças Armadas, onde serviu como oficial do Exército por cinco anos, Max Bezerra iniciou sua carreira profissional no BNB em 1989 e passou por diversos cargos na instituição, como consultor do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) e gestor da área de Políticas de Desenvolvimento.

Também acumulou experiência no Governo Federal, em Brasília (DF), representando o Banco do Nordeste em diversos ministérios no período de 1996 a 2002. Max Bezerra coordenou, de 1999 a 2002, como secretário executivo do Conselho Curador do Banco da Terra, no Ministério do Desenvolvimento Agrário, importante programa de crédito fundiário com atuação em todas as regiões do país.

Dentre suas novas atribuições na Diretoria de Ativos de Terceiros do Banco do Nordeste, destaca-se a gestão de investimentos financeiros com patrimônio de R$ 5,5 bilhões, de mais de 60 mil cotistas.

(Site do BNB)

Enel e Polícia Civil fazem operação contra “gatos”

Uma pessoa foi presa nessa terça-feira, no bairro Colônia Antônio Justa, em Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza), durante operação da Enel Distribuição Ceará, em parceria com Polícia Civil. Numa ação de fiscalizando a residências e comércios, equipes da distribuidora identificaram irregularidades na medição de energia de um depósito de reciclagem. A prisão foi realizada em flagrante.

A companhia registrou, durante o ano passado, 20 prisões em todo o estado, em operações especiais realizadas com a Polícia Militar e Civil. Os bairros com maior quantidade de incidências na capital cearense foram: Barra do Ceará, Alvaro Weyne, Carlito Pamplona, Monte Castelo e Parque Iracema.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Confiança do empresário sobe pela primeira vez em três meses

emoticon-triste

O Índice de Confiança do Empresário Industrial alcançou 50,1 pontos em janeiro de 2017, o que significa aumento de 2,1 pontos com relação a dezembro. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (18) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

É a primeira vez que o índice sobe em três meses. Além disso, o indicador ficou ligeiramente acima da linha divisória dos 50 pontos, que separa o pessimismo do otimismo. Com relação a janeiro de 2016, o índice subiu 13,6 pontos. No entanto, continua abaixo da média histórica, de 54,1 pontos.

A confiança melhorou principalmente nas grandes empresas, onde o indicador da confiança do empresário passou de 50,3 em dezembro para 52,7 pontos em janeiro. Nas pequenas empresas, o indicador subiu de 44,4 para 46,3 pontos e nas médias, de 46,7 para 48,6 pontos.

Na avaliação da CNI, a melhora é resultado de fatores como o anúncio de medidas para recuperar a economia, a redução dos juros e a desaceleração da inflação.

O indicador de expectativas para os próximos seis meses subiu de 51,6 pontos em dezembro para 54,7 pontos em janeiro. Mas os empresários continuam percebendo piora da situação atual da indústria e da economia. O indicador de condições atuais subiu de 40,7 para 41,2 pontos entre janeiro e dezembro, ainda bem abaixo da linha divisória dos 50 pontos.

A pesquisa ouviu 2.791 empresas em todo o país entre 3 e 13 de janeiro. Dessas, 1.088 são pequenas empresas, 1.056 são médias e 647 são de grande porte.

(Agência Brasil)

Caixa já está pagando parcelas do seguro-desemprgo

pis_pasep

As parcelas do seguro-desemprego com valores reajustados já estão disponíveis para saque. O Ministério do Trabalho liberou nessa terça-feira (17) o lote de pagamento do reajuste com base no salário mínimo e na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

A maior parcela que o trabalhador pode receber passou de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72. A menor parcela não pode ser inferior ao mínimo de R$ 937,00. O Ministério definiu que os benefícios serão liberados pelas agências da Caixa Econômica Federal de acordo com o número final do PIS do beneficiário.

Calendário

Quem tiver o número do PIS terminando em 1 e 2 já pode fazer o saque. Aqueles trabalhadores que tiverem o documento com final 3 e 4, a partir desta quarta-eira (18). Trabalhadores com PIS com final 5 e 6, na quinta-feira (19). Sete e 8, na sexta-feira (20). E aqueles com PIS terminando em 9 ou 0, no dia 21 de janeiro.

Servidores do SINE/IDT denunciam esvaziamento do órgão

Ameaçados de demissão, grupos de servidores do SINE/IDT manda nota para o Blog denunciando desmantelamento do órgão que responde pela pesquisa do emprego e desemprego na Região Metropolitana de Fortaleza. Confira:

Nota do Movimento de Defesa ao SINE / IDT

1. O Movimento de Defesa ao SINE/IDT, com apoio da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadores do Comércio e Serviços do Estado do Ceará (FETRACE) e demais entidades sindicais, realizou na Unidade de Atendimento Centro, nessa terça-feira (17), um ato em defesa as políticas públicas do trabalho.

2. Reivindicou-se a retomada da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), importante política pública de monitoramento do desemprego, cujo trabalho é feito pelo governo do Ceará desde 1984.

3. Saliente-se que, em nenhum momento, o atendimento foi prejudicado em face ao expressivo sofrimento da população cearense com o desemprego. São 246 mil desempregados somente na região metropolitana de Fortaleza, sendo que mais da metade já está há mais de seis meses nesta condição.

4. Chamamos à responsabilidade do governo do Ceará em abrir diálogo e apresentar soluções concretas para fortalecimento das políticas públicas do trabalho e respeito às garantias trabalhistas previstas nas Convenções Coletivas de Trabalho (CCT), cujas causas são históricas bandeiras do movimento sindical brasileiro.

Fortaleza, 17 de janeiro de 2017.

Hotel Escola de Guaramiranga voltará a funcionar no Carnaval

894 2

unnamed-1

O campus avançado do Instituto Federal do Ceará (IFCE) em Guaramiranga (Maciço de Baturité) vai abrir o serviço de hospedagem no feriado de Carnaval. As reservas poderão ser feitas pela internet e também por telefone já no início de fevereiro. “Estamos concluindo o site de reserva, mas já estamos prestando esclarecimentos pelo telefone (85) 3307-4009”, disse a diretora-geral do campus, Francisca Ione Chaves.

O campus retornará as atividades de hospedagem depois de passar por reformas, adaptações, aquisições de mobiliários, equipamentos e demais materiais para acomodação de hóspedes. Era um equipamento que estava cedido ao Sesc e repassado para o IFCE pelo então governador Cid Gomes.

“Teremos disponíveis 20 apartamentos com 60 leitos, com TV e acesso à internet. Além disso, disponibilizaremos serviço de alimentação no restaurante. Lembramos que, para o feriado de Carnaval, vamos dispor de pacote fechado para a época, não teremos serviço de diária”, informou a gestora.

O site, em construção, trará todos os detalhes acerca dos procedimentos a serem adotados pelo interessado a fim de garantir a reserva.

(Foto – Divulgação)

Camilo discute sobre velho projeto da refinaria no Irã

16002944_1889963191236265_9117371828432174669_n

O governador Camilo Santana esteve reunido, nesta terça-feira (17) – segundo dia de missão oficial no Oriente Médio, com investidores do Irã. Na agenda, o velho projeto de instalação de uma refinaria no Ceará. O encontro contou com a presença do vice-ministro do Petróleo, Abbas Kazemi, que também é presidente da National Iranian Oil Refining and Distribuition Company (NIORDC).

A empresa iraniana é responsável pela execução dos investimentos estratégicos no setores de Óleo e Gás e pela distribuição dos produtos comercializados pelas estatais do país. “Deixei claro a nossa disposição em trazer uma refinaria para nosso o Estado e expus o interesse em contar com a presença de investimentos do Irã nesse projeto. Tivemos ótima receptividade dos iranianos para a viabilização do negócio”, disse, em seu Facebook, o governador Camilo Santana. Com ele, estava o assessor especial para Assuntos Internacionais, Antônio Balhmann.

Durante o encontro, realizado em Teerã e que contou com a participação do diretor de Planejamento Corporativo e Membro do Conselho Gestor da NIORDC, Alireza Arman Moghadam, o governador apresentou ainda a Zona de Processamento de Exportação. A área compreende o local destinado à implantação da refinaria e representa grande diferencial para empresas interessadas em investir no Ceará.

Ainda nesta terça-feira, a comitiva cearense se reuniu com o embaixador do Brasil no Irã, Rodrigo de Azeredo. Já nesta quarta-feira o governador e o secretário Antônio Balhmann seguirão para Dubai, nos Emirados Árabes, onde participarão de encontro com empresários de multinacional das áreas de óleo, gás, energia e água. Também no país, em Sharjah, Camilo Santana visitará uma das maiores plantas de dessalinização do mundo.

(Foto -Divulgação)

Sindicato da Construção Pesada do Ceará discute a montagem de uma Central de Negócios

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=imsdOU_mp24[/embedyt]

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Pesada (Sinconpe-CE), Dinalvo Diniz, conversou com o Blog do Eliomar nesta tarde de terça-feira.

Foi em clima de reunião com empresários do setor que está dando o pontapé inicial para uma Central de Negócios, uma espécie de cooperativa de compra de insumos para o setor.

O setor é um dos que mais emprega no Estado e representa cerca de 18% do PIB cearense.