Blog do Eliomar

Categorias para Economia

STJ – Bancos devem fornecer documentos em braile para cliente com deficiência

A falta de normas específicas sobre atendimento de clientes com deficiência visual não desobriga instituições financeiras de fornecerem documentos em braile, pois a Constituição Federal protege o direito das pessoas com deficiência, e uma série de regras já assegura condições de tratamento igualitário, acessibilidade, inclusão social e autonomia a esse público.

Assim entendeu a 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça ao determinar que o Banco Santander disponibilize todos os documentos necessários para atendimento de clientes com deficiência visual, em braile.

O recurso teve origem em ação coletiva ajuizada na Justiça de primeiro grau pela Associação Fluminense de Amparo aos Cegos (Afac). A sentença condenou o banco a confeccionar em braile contratos de adesão e extratos mensais, por exemplo, além de elaborar uma cartilha para seus funcionários com normas de conduta para esse tipo de atendimento.

(Site do STJ)

Governador Camilo Santana agenda viagem ao Irã

camilororov

Em janeiro próximo, o governador Camilo Santana (PT) e o secretário de Assuntos Internacionais do Estado, Antonio Balhmann, tomarão a rota do Irã.

Segundo Balhmann, em busca de grupos interessados em investir em gás e petróleo no Complexo industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza).

A viagem faz parte da estratégia do Palácio da Abolição de buscar parceiros no Exterior, dentro de um cenário onde no Brasil ficou difícil a conquista de novos investidores em razão da crise.

Mês passado, o governador e os secretários Antonio Balhmann e André Facó, este último titular da pasta da Infraestrutura, giraram a Ásia em busca de investidores. Estiveram na China e Coreia do Sul.

Ibef/CE oferecerá orientação gratuita para empresas evitarem a crise

O Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças (Ibef), regional do Ceará, não vai ficar mais só naquela de fomentar palestras, o que é bom. Começou, nesta segunda-feira, a oferecer o curso “Educação Financeira Gratuita” para pequenos e médios empresários. O objetivo é auxiliar o empresariado a coordenar melhor seus negócios.

O curso, que ocorrerá também toda quarta-feira, sempre das 8 às 12 horas e das 14h30min às 17h30min, na sede do Ibef, vai até o próximo dia 14. Trata-se, segundo a cúpula da entidade, de uma avaliação inicial geral sobre as empresas, que serão orientadas acerca de quais caminhos devem seguir em busca do equilíbrio financeiro.

O atendimento será feito por uma equipe de orientadores financeiros composta por economistas e administradores, diretores do Instituto.

SERVIÇO

*Os agendamentos podem ser feitos presencialmente ou pelo telefone (85) 3221 6531.

*Dias do curso -5, 7, 12 e 14.

*Ibef-Ceará – Avenida Dom Manuel, 1020 – Centro de Fortaleza.

Temer aumenta imposto sobre cigarro

saidastemer

A equipe econômica do presidente Michel Temer quebrou a promessa de que não aumentaria nenhum tipo de imposto.

O governo aumentou em 7% as tributações que incidem sobre os cigarros. Este foi o sexto aumento registrado nos últimos cinco anos, acumulando alta de 140% dos preços.

O autor da proposta foi o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

Governador vai sancionar PCCS do pessoal da Funceme

304 1

Kidorable-Guarda-Chuva-Sapo-Verde---Kidorable-8925-93556-1

Nesta semana, o governador Camilo Santana deverá sancionar e mandar publicar no Diário Oficial do Estado (DOE) a lei que institui o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos do Estado (Funceme).

Na prática, vai chover no roçado financeiro desse grupo que tem baixa remuneração e que, há anos, vem sofrendo perdas de pessoal qualificado.

 

Shopping Benfica lança a Loja 100Livros para formar bibliotecas

livroosos
João Soares com Júlia Barreto (Lar Torres de Melo) e Dalva Sousa (Casa do Menino Jesus)

“Doe livros. Compartilhe conhecimento e ajude a formar duas bibliotecas.” Com esse slogan, o Shopping Benfica deu início ao projeto Loja100Livros.

A ação visa a sensibilizar e incentivar o público a fazer a doação de livros que ajudarão a criar as bibliotecas da Casa do Menino Jesus, que atende a crianças e adolescentes vindos do interior para tratamento contra o câncer, e o Lar Torres de Melo, que é a casa que abriga idosos carentes.

Quem quiser ajudar, segundo o controlador do shopping, João Soares, deve levar seus livros, novos ou usados, mas em bom estado de conservação, até a Loja 100Livros, que funciona no 1º piso desse polo de compras.

(Foto – Divulgação)

Inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos é de 7,05% em 12 meses

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) -, que mede a inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, ficou em 0,06% em novembro deste ano, taxa inferior a 0,18% de outubro. O indicador acumula taxas de 6,02% no ano e de 7,05% no período de 12 meses, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Consumidor – Brasil (IPC-BR) -, que mede a inflação para todas as faixas de renda, ficou em 0,17% em novembro, acima do IPC-C1. Em 12 meses, o IPC-BR atinge 6,76%, portanto, abaixo do IPC-C1.

Cinco das oito classes de despesa componentes do IPC-C1 tiveram queda na taxa na passagem de outubro para novembro. Pelo menos três registraram deflação (queda de preços).

Preços em queda

Alimentação já havia anotado deflação de 0,21% em outubro e passou a registrar uma queda de preços ainda mais acentuada em novembro: 0,36%.

Vestuário passou de uma inflação de 0,31% para uma deflação de 0,36%. Movimento semelhante teve a taxa de despesas diversas, que passou de uma inflação de 0,02% para uma deflação de 0,34%. As taxas de inflação de duas classes de despesa recuaram: habitação (de 0,49% para 0,39%) e comunicação (de 0,76% para 0,1%)

Por outro lado, três classes de despesa tiveram aumento da taxa entre outubro e novembro: transportes (de 0,18% para 0,35%), educação, leitura e recreação (de 0,28% para 0,56%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,36% para 0,37%).

(Agência Brasil)

Mercado financeiro reduz projeção da inflação deste ano para 6,69%

O mercado financeiro, consultado pelo Banco Central (BC), reduziu a projeção de inflação para este ano pela quarta vez seguida. A estimativa de inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 6,72% para 6,69%.

Para 2017, a taxa foi mantida em 4,9% há três semanas. As estimativas fazem parte de pesquisa Boletim Focus feita pelo BC ao mercado financeiro sobre os principais indicadores econômicos. As projeções ultrapassam o centro da meta que é de 4,5%. O teto da meta é 6,5% este ano, e 6% em 2017. O boletim é divulgado às segundas-feiras, em Brasília.

Recessão

A projeção de instituições financeiras para a queda da economia (Produto Interno Bruto – PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país) este ano, piorou ao passar de 3,49% para 3,43%. Para 2017, a expectativa de crescimento foi alterada de 0,98% para 0,80%, na sétima redução consecutiva.

A projeção para a taxa básica de juros, a Selic, para o final de 2017 caiu de 10,75% para 10,50% ao ano. Na última semana, a Selic foi reduzida em 0,25 ponto percentual para 13,75% ao ano.

A taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve como referência para as demais taxas de juros da economia.

Ao reajustá-la para cima, o BC contém o excesso de demanda que pressiona os preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando reduz os juros básicos, o Copom reduz o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas alivia o controle sobre a inflação.

(Agência Brasil)

Receita libera nesta semana consulta ao último lote de restituição do Impsto de Renda

A Receita Federal deve anunciar nesta semana a liberação para consulta do último lote regular de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. Serão liberadas também restituições dos exercícios de 2008 a 2015 de declarações que deixaram a malha fina. O crédito bancário para os contribuintes incluídos na lista será feito no próximo dia 15.

Os contribuintes que não forem relacionados no último lote terão que aguardar a liberação de lotes residuais no próximo ano. O supervisor do Imposto de Renda, Joaquim Adir, disse à Agência Brasil que quem retificou a declaração nos últimos dias não entrará mais no último lote e terá que aguardar.

Para evitar ficar em malha, o contribuinte deve consultar a página da Receita, serviço e-CAC, para verificar o extrato da declaração. No endereço é possível saber se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Todos os anos a Receita Federal libera sete lotes regulares de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física a partir de junho. O último lote é sempre programado para dezembro. Os valores são corrigidos pela taxa básica de juros (Selic).

SERVIÇO

*Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte terá que acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone, no número 146. O Fisco disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones que facilita a consulta às declarações e à situação cadastral no CPF.

(Agência Brasil)

SESI/SENAI premia empresas que investem em Educação

Como forma de valorizar e tornar públicos os investimentos em educação realizados pelas indústrias cearenses, o Serviço Social da Indústria – SESI e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI premiam na noite desta segunda-feira (5), a partir das 19 horas, no auditório Waldyr Diogo, térreo da sede da FIEC, na Aldeota, as empresas vencedoras do Prêmio SESI/SENAI de Educação 2016.

Concorrem ao 1º, 2º e 3º lugares, indústrias de Fortaleza e Região Metropolitana, Sobral e mesorregião Norte do Estado, Juazeiro do Norte e mesorregião Sul do Estado. A classificação será divulgada na hora. Ao todo, mais de 45 empresas disputam a premiação.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, Beto Studart, o superintendente Regional do Serviço Social da Indústria – SESI, César Ribeiro, e o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial -SENAI, Paulo André Holanda, participam da solenidade de entrega do prêmio.

Empresas por ordem alfabética:

– Fortaleza e Região Metropolitana

Guararapes Confecções

Vicunha Têxtil

– Sobral e Mesorregião Norte do Estado

Grendene

Nutrilite

Nutrinor

– Juazeiro do Norte e Mesorregião Sul do Estado

Constantini

Farmace

JK Empreendimentos

(FIEC)

Contrariando a China, Donald Trump quebra tabu e fala com Taiwan

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, quebrou um tabu na diplomacia internacional. Ele falou por telefone com a presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, um gesto que o governo norte-americano vinha evitando fazer desde 1979 para não magoar o governo chinês.

China e Taiwan têm uma divergência de décadas por questões de soberania. A China considera Taiwan uma província chinesa, enquanto Taiwan se orgulha de ser um estado autônomo.

O telefonema de Trump dá prosseguimento a uma série de providências que indicam que o novo presidente norte-americano vai mudar o padrão diplomático que os Estados Unidos vinham mantendo até agora. Uma declaração do gabinete da presidente taiwanesa sobre o conteúdo do telefonema afirma que a chamada durou mais de 10 minutos e incluiu discussões sobre desenvolvimento econômico e segurança e sobre “o fortalecimento das relações bilaterais”. Tsai desejou sucesso a Trump à frente do governo americano. .

A aproximação dos Estados Unidos com Taiwan chega em um momento de tensão das relações da China com o governo taiwanês. No início deste ano, Taiwan elegeu pela primeira vez uma mulher para presidente. Uma das primeiras medidas adotadas por Tsai Ing-wen foi anunciar que se recusaria a aceitar a noção de uma China unificada sobre o comando do governo de Pequim. A eleição de Tsai Ing-wen irritou tanto o governo chinês, que este chegou a suspender toda a comunicação com o governo taiwanês.

(Agência Brasil)

Setor industrial do Nordeste mostra indicação de retomada de crescimento, diz BC; Ceará reage à crise

Os índices econômicos do Nordeste destacam o desempenho positivo do setor industrial como um início de estabilidade e uma possível retomada de crescimento no setor para a região. A informação é do Banco Central do Brasil (BC), por meio de dados e indicadores econômicos de cada região do país.

A produção industrial da Região Nordeste recuou 0,9% no trimestre encerrado em agosto, após a expansão de 3% no trimestre anterior, índice considerado como positivo no relatório do Banco Central e que pode resultar em possíveis repercussões positivas sobre as demais atividades econômicas do Nordeste, como a agricultura, o comércio e a construção civil, que tiveram desempenho negativo.

Na indústria relatório destacou índices negativos nas atividades de metalurgia e coque, produtos derivados de petróleo e biocombustíveis, na Bahia, no entanto, outros dois importantes estados da região no setor industrial – Ceará e Pernambuco – cresceram no trimestre encerrado em agosto.

Apesar do bom desempenho no setor da indústria, a economia do Nordeste continuou retraída pelo terceiro trimestre consecutivo deste ano, interferindo diretamente no comércio, na agricultura e na construção civil. O comércio varejista da região obteve queda de 2,3% no trimestre encerrado em agosto, por exemplo. No mesmo período, o comércio ampliado – relacionado à demanda do consumo das famílias – obteve recuo de 2%.

Em relação ao setor da produção agrícola, o BC estima que o Nordeste pode registrar queda de 40,1%, ao final de 2016, em relação ao ano passado, enquanto que a estimativa para todo o país é de 12,3%. A queda acentuada na agricultura do Nordeste reflete a forte estiagem nos estados produtores da região, que podem reduzir, principalmente as colheitas de soja, feijão e milho. Como a estiagem no Nordeste foi um ponto considerado extremo, este ano, a perspectiva do BC é que a produção agrícola da região tenha crescimento de 51%, em 2017, em relação a 2016.

(Agência Brasil)

Transportes – Chiquinho Feitosa compra empresa paulista que atua em sete estados e no Distrito Federal

foto chiquinho feitosa

O empresário cearense Chiquinho Feitosa, dono do Grupo Vega, adquiriu esta semana a Viação Motta, da cidade paulista de Presidente Prudente, responsável por linhas interestaduais nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais, Goiás e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal.

Apesar das duas empresas ainda não anunciarem oficialmente uma das maiores negociações no setor de transportes nesses últimos anos, a movimentação na direção da Motta já ocorre.

Com o investimento, o Grupo Vega amplia sua malha viária, quando já atua nos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Amazonas.

Comissão de Minas e Energia debate preço da gasolina

gasolina-preco-brasil

A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados promoverá audiência pública, na quarta-feira (7), para discutir o preço da gasolina ao consumidor brasileiro.

O debate é uma iniciativa do deputado Fabio Garcia (PSB-MT). Ele afirma que, mesmo com o recente anúncio de redução do preço de combustível pela Petrobras, não houve grande repercussão no valor cobrado nas bombas.

De acordo com o parlamentar, a audiência buscará entender as interferências existentes na cadeia do combustível – da exploração até a revenda –; defender maior transparência na política de preços; e sugerir regras para evitar condutas abusivas que venham a prejudicar o consumidor.

(Agência Câmara Notícias)

Número de assinantes de TV paga continua caindo por causa da crise econômica

A crise econômica tem levado muitas famílias brasileiras a cancelarem o serviço de TV paga. O número de clientes de TV por assinatura no país caiu 2,4% entre outubro de 2015 e o mesmo mês deste ano. O setor registrou uma perda de 471 mil assinantes no período e chegou a 18,9 milhões de clientes em outubro de 2016, segundo dados divulgados nessa sexta-feira (2) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O número de assinantes começou a cair já no início do ano passado. Em 2015, o setor perdeu 3,1% de sua base de clientes. “O fator principal é a crise econômica, que levou principalmente as famílias de mais baixa renda a cancelar seus pacotes”, disse o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude. Entre outubro de 2015 e outubro de 2016, a entrada dos serviços de TV por assinatura nos domicílios brasileiros caiu de 29,22% para 27,83%.

A queda do número de assinantes nos últimos meses contrasta com o crescimento do setor nos anos anteriores. Entre 2010 e 2014, o número de assinantes dobrou e, em 2014 o setor cresceu 8,7%.

Para a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), no entanto, os números não são tão assustadores, já que o setor teve uma redução menor do que a queda registrada na economia do país como um todo. “Não é o que a gente gostaria, obviamente, gostaríamos de estar crescendo, mas nós estamos inseridos em um contexto econômico difícil, com desemprego altíssimo”, destacou o presidente da ABTA, Oscar Simões. De janeiro a outubro deste ano, a queda no número de assinantes foi de 0,59%.

(Agência Brasil)

Pesquisa revela queda na compra de produtos pirateados no Brasil

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (2) pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio/RJ) e Instituto Ipsos mostra queda na aquisição de produtos pirateados no país. De acordo com a sondagem, feita entre os dias 30 de julho e 9 de agosto deste ano, com 1.200 entrevistados de todo o país, três em cada dez brasileiros (30%) declararam consumir produtos piratas.

O avanço da tecnologia e novos hábitos do consumidor explicam a retração do consumo desses produtos no país, comparado a pesquisa semelhante em 2011, quando cinco em cada dez brasileiros (50%) admitiram comprar produtos piratas. O resultado de 2016 está abaixo também da média histórica de 40%.

Na avaliação do gerente de Economia da Fecomércio/RJ, Christian Travassos, “de forma mais estrutural, o consumidor tem comprado menos produtos piratas”. No caso especial de CDs e DVDs, a explicação para a tendência de queda da aquisição desses produtos falsos, segundo o economista, está ligada ao fato de o brasileiro estar consumindo mais música, séries, filmes, games (jogos) na TV por assinatura, além da disseminação desses conteúdos na internet. “As pessoas pagam relativamente menos por esses produtos e não têm necessidade de consumir produtos físicos. Esse é um dado positivo da formalização”, acrescentou.

Entre os brasileiros que informaram preferir produtos falsos, a justificativa para a compra é o preço, apontada por 96% dos consumidores.

A pesquisa revela ainda que dos 30% de brasileiros que compraram algum produto pirata este ano, mais de um terço manifestou arrependimento com a compra: 92% apontaram a baixa qualidade do produto e 16% se queixaram da falta de garantia.

Entre os que informaram comprar produtos piratas, 38% estão na Região Norte, seguida pelas  regiões Centro-Oeste (37%), Sul e Sudeste (32%, cada) e Nordeste (28%). Christian Travassos atribuiu o maior percentual de consumidores de produtos pirateados no Norte e Centro-Oeste à existência de fronteiras “mais permeáveis”, de difícil fiscalização, e também ao menor acesso à internet ou a TVs por assinatura.

(Agência Brasil)

Azul estreia operação do A320neo em Fortaleza

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras estreia hoje a operação com o A320neo em Fortaleza. A aeronave decola nesta sexta-feira, às 22h20min, do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, e tem previsão de chegada à capital por volta de 0h30. A bordo, os Clientes aproveitarão o conforto dos 174 assentos do A320neo e o tradicional serviço de bordo, com snacks e bebidas à vontade e sem custo adicional.

A Azul operará um voo diário regular entre São Paulo (Viracopos) e Fortaleza com o A320neo. Mais 13 cidades terão operação com o A320neo – confira a relação completa nas tabelas a seguir.

O A320neo na Azul – O primeiro jato Airbus A320neo da companhia pousou no Brasil em outubro. Até o fim de dezembro serão quatro jatos integrados à frota, de um total de 63 pedidos. Na Azul, estas aeronaves cumprirão voos já existentes na malha aérea da companhia para destinos considerados de alta densidade, como São Paulo, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre e Manaus, além de Salvador. Além disso, o A320neo terá mais poltronas dedicadas a Clientes TudoAzul e Azul Viagens.

O A320neo é o primeiro narrow body da companhia fabricado pela Airbus. Além deste avião, a Azul conta com cinco jatos A330, dedicados, sobretudo, às operações internacionais com destino aos Estados Unidos e à Europa. A família de aeronaves A320neo incorpora as mais recentes tecnologias de motores e sharklets, que, juntos, proporcionam uma economia de combustível de 20% até 2020.

Ajuste fiscal dos estados ainda está em discussão

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, disse hoje (2) que ainda estão em discussão os detalhes de um documento em que governadores de todo o país se comprometerão com o ajuste fiscal. Segundo Rollemberg, o que estaria atrasando a consolidação do documento seriam as especificidades e diferenças entre os 26 estados e o Distrito Federal.

Rollemberg e outros governadores do Centro-Oeste – Marconi Perillo (Goiás), Reinaldo Azambuja (Mato Grosso do Sul) e Marcelo Miranda (Tocantins) – além do governador Confúcio Moura (Rondônia), reuniram-se nesta sexta-feira com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em Águas Claras, cidade a cerca de 20 quilômetros de Brasília onde fica a residência oficial do governo do DF. O governador do Mato Grosso, Pedro Taques, enviou o secretário de Planejamento do estado, Gustavo de Oliveira, para representá-lo.

No encontro, segundo Rollemberg, não foi abordada a questão do repasse de uma parcela da multa da repatriação aos estados, conforme acordado com o governo federal. “Esse tema [repatriação] não foi tratado. [Conversamos sobre] aspectos gerais da economia e que medidas estruturantes os estados devem tomar, a União vai tomar. Nós temos uma convicção da necessidade de fazermos reformas. Agora, temos especificidades que estão sendo tratadas”, afirmou.

De acordo com o governador do DF, vários governadores já estão adotando medidas de ajuste em seus estados de maneira independente. Questionado se a União repassaria os valores referentes à repatriação antes do fim do ano, Rodrigo Rollemberg afirmou que “isso é com o governo”. Meirelles, que foi à reunião a pedido dos seis governadores, deixou a residência oficial sem falar com a imprensa.

(Agência Brasil)

Venda de material de construção cresceu 5,5% em novembro

As vendas de material de construção cresceram 5,5% em novembro na comparação com outubro e 6% ante o mesmo mês do ano passado. Os dados são da pesquisa mensal da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), que ouviu 530 lojistas das cinco regiões do país, entre os dias 25 a 30 de novembro.

O levantamento, feito com o apoio da Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas, Instituto Crisotila Brasil, Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica e Sindicato Indústria Artefatos de Metais Não Ferrosos de São Paulo, revelou que as regiões Sul e Nordeste tiveram os melhores resultados do mês, seguidas pelo Norte. Já Centro-Oeste e Sudeste apresentaram vendas pouco superiores ao mês passado.

O mesmo desempenho não deve ser esperado para este mês, segundo o presidente da Anamaco, Cláudio Conz. “A retomada não deve se repetir em dezembro, pois o consumidor não quer obras em casa a partir do dia 23, por causa da proximidade com o Natal. Então, podemos fechar os números de 2016, e provavelmente fecharemos o ano com queda de 8% sobre 2015”, destacou. Conz afirmou que o faturamento do setor, no ano passado, foi de R$ 115 bilhões, uma queda de 5,8% comparada a 2014.

(Agência Brasil)

Vem aí o IV Fórum de Jovens Lideranças Empresariais

beto-studart (1)

Presidente da FIEC, Beto Studart, está entre conferencistas.

A Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE) promoveá, nos dias 6 e 7 deste mês, no Marina Park, a quarta edição do Fórum de Jovens Lideranças Empresariais. Hora de reunir cerca de 400 jovens empresários dos segmentos da indústria, comércio e serviço vindos de diversas cidades do Ceará e Região Nordeste.

No encontro, palestras de empresários veteranos porque, segundo a direção da AJE, é preciso ouvir quem já passou por situações desafiadoras e se manteve no mercado.

Entre conferencistas, estão: Beto Studart, Michel Chaim, Ítalo Paiva, Fábio Motta de Oliveira, Rodrigo Rodrigues, Herbert Maia, Sandro Alex, Valdemir Alves e Fabiano Moura.